IPCA – Escola Superior de Tecnologia

Capítulo I – Introdução

1.1) Conceito de empresa
Definição Jurídica de Empresa Empresa: “Actividade organizada com carácter económico e

profissional, constituída com o fim de produzir lucro. O titular da empresa poderá ser um comerciante em nome individual ou uma sociedade”.
Código Comercial

Definição Técnica de Empresa

Empresa: Consiste numa sociedade organizada composta de meios humanos, técnicos e financeiros, reunidos tendo em vista a produção de bens e/ou serviços destinados à venda, satisfazendo as necessidades das comunidades onde se encontra inserida.

Gestão da Qualidade – Capítulo I – A. R.

1

2 . Um centro de decisões. Um conjunto de meios. Gestão da Qualidade – Capítulo I – A. Temos também que ter em consideração que: A empresa não é estática.IPCA – Escola Superior de Tecnologia Da definição técnica apresentada. conclui-se que a empresa se caracteriza principalmente por ser: Um organismo social. As empresas podem dedicar-se a várias actividades. Existem empresas de várias dimensões. Existem várias formas de empresa. R. Um sistema de relações. Em suma: vivemos numa “sociedade de organizações”.

dentro de 4 anos. Os Objectivos a atingir pela empresa podem ser de curto. Gestão da Qualidade – Capítulo I – A. médio ou longo prazo.000 Euros dentro de 2 anos.000 Euros.Atingir lucros líquidos de 100.2) Objectivos de uma empresa A empresa deve definir um conjunto de objectivos concretos para nortear a sua acção. devem ser quantificados e enquadrados no tempo. Os Objectivos. R.Atingir um volume de vendas anual de 250. Económicos ou Financeiros Objectivos Sociais ou Não Financeiros Objectivos Económicos (ou Financeiros) consistem nos Objectivos que têm como finalidade a optimização dos recursos com vista à maximização do lucro.IPCA – Escola Superior de Tecnologia 1. da empresa. 3 . . por ano. Ex: .

Ser líder de mercado na inovação tecnológica nos próximos 4 anos. nos próximos 5 anos. Gestão da Qualidade – Capítulo I – A. Ex: . 4 . R.IPCA – Escola Superior de Tecnologia Objectivos Sociais (ou Não Financeiros) São Objectivos que não têm como finalidade principal a maximização do lucro.Conquistar um prémio de liderança na qualidade. mas sim melhorar a imagem da empresa na sociedade. .

Porém as empresas devem esforçar-se para influenciar essas variáveis. R. Gestão da Qualidade – Capítulo I – A.3) O meio envolvente das empresas A sobrevivência de qualquer empresa depende da sua capacidade de interacção com o meio envolvente. macro sociais e macro ambientais. Contexto sócio-cultural.IPCA – Escola Superior de Tecnologia 1. 5 . Tanto no meio envolvente contextual. como no meio envolvente transaccional estamos a falar de variáveis externas à empresa. o que faz com que seja difícil uma só empresa alterar. O meio envolvente contextual é composto por 4 contextos distintos mas interrelacionados: Contexto económico. Meio Envolvente Contextual Do meio envolvente contextual fazem parte variáveis macro económicas.

IPCA – Escola Superior de Tecnologia Contexto politico-legal. Comunidade. Meio Envolvente Transaccional Os principais elementos do meio envolvente transaccional são: Clientes. R. Fornecedores. Gestão da Qualidade – Capítulo I – A. Contexto tecnológico. 6 . Concorrentes.

Alterar a natureza competitiva do sector (ou segmento de mercado) e promover a reformulação dos factores críticos de sucesso Gestão da Qualidade – Capítulo I – A. R. Os factores críticos de sucesso derivam dos elementos a que os clientes atribuem maior valor.IPCA – Escola Superior de Tecnologia Factores Críticos de Sucesso Os factores críticos de sucesso são as variáveis de gestão que têm de ser muito bem executadas para garantir o bom desempenho da empresa no seu mercado. os factores críticos de sucesso divergem entre os vários segmentos de um mesmo mercado. a empresa deve efectuar uma opção estratégica: Ganhar ascendência nos actuais factores críticos de sucesso. 7 . Com frequência. Uma vez identificados os factores críticos de sucesso.

8 .IPCA – Escola Superior de Tecnologia 1.O pensamento estratégico na empresa for deficiente. Gestão da Qualidade – Capítulo I – A.Houver atraso no aproveitamento das oportunidades.As competências da empresa forem insuficientes.4) A Análise SWOT A análise SWOT relaciona os pontos fortes e os pontos fracos da empresa com as oportunidades e ameaças do meio envolvente. . as ameaças constituem sempre oportunidades latentes. Para um bom estratego. . Uma potencial ameaça não é transformada em uma nova oportunidade se: . R.

Função Pessoal (Recursos Humanos). Função Direcção.IPCA – Escola Superior de Tecnologia 1.5) As funções da empresa Numa empresa convêm distinguir-se 5 funções: Função Comercial (Marketing). R. 9 . Função Produção. Função Financeira. Gestão da Qualidade – Capítulo I – A.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful