Você está na página 1de 11

CONJUNÇÃO

Aula 1

Definição
Observe o quadro abaixo:

. A Conjunção Coordenativa pode ligar TERMOS, ou ORAÇÕES.

. A Conjunção Subordinativa, só pode ligar ORAÇÕES.


Aula 2

Fixação
Após o estudo da aula anterior, resolva, em uma folha de papel, os
exercícios que se seguem, em seguida , assista à explicação do professor
na vídeo-aula.

1. Julgue C ou E.

( ) A conjunção pode ligar dois termos.

( ) A conjunção pode ligar duas orações.

( ) A conjunção pode coordenar dois termos.

( ) A conjunção pode coordenar duas orações.

( ) A conjunção pode subordinar um termo a outro.

( ) A conjunção pode subordinar uma oração a outra.

( ) A conjunção pode ser, então, classificada como coordenativa ou como


subordinativa.

( ) Se a conjunção liga dois termos de uma oração, necessariamente tem papel


coordenativo.

( ) Se a conjunção liga duas orações, pode assumir um papel coordenativo ou


subordinativo.

2. Leia as frases e responda C ou E.

A) Visto que estava com medo, calou-se.

B) Porque estava com medo, calou-se.

C) Quando estava com medo, calou-se.

( ) Em A, a primeira oração determina a causa do fato expresso na segunda.

( ) Em B, a primeira oração determina a causa do fato expresso na segunda.

( ) Em C, a primeira oração determina a causa do fato expresso na segunda.


( ) Em C, a primeira oração explicita uma circunstância de tempo relacionada ao
fato expresso na segunda.

( ) Em A, B e C, as circunstâncias de causa ou tempo declaram-se pelas


expressões “Visto que”, “Porque” e “Quando”.

( ) “Porque” e “Quando” são, portanto, conjunções, por ligarem orações.

( ) “Visto que” é uma locução conjuntiva (mais de uma palavra funcionando


como conjunção).

Aula 3

Conjunções Coordenativas

Aditivas

- Somam informações de natureza semelhante.

. positiva + positiva: Ela estudou e aprendeu.

. negativa + negativa: Ela não estudou e não aprendeu.

Ela não estudou nem aprendeu.

. São elas: e, nem (= e não), não só... mas também, não só... mas até, etc.

Adversativas:

- Opõem informações, aproximam informações contrárias.

positiva + negativa: Estudou, mas não aprendeu.

Estudou, e não aprendeu.

negativa + positiva: Não estudou, porém aprendeu.

Não estudou, contudo aprendeu.

. São elas: e, mas, porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto.


Aula 4

Conjunções Coordenativas

Alternativas:

- Interligam idéias que se excluem, que não acontecem juntas.

Estudava ou se divertia. Ora estudava, ora se divertia.

. São elas: ou, ou ... ou, já ... já, ora ... ora, quer ... quer, seja ... seja, etc.

Conclusivas:

- Interligam duas idéias, fazendo da segunda uma conclusão da primeira.

Teu combustível está no fim; portanto, não conseguirás chegar.

Está na hora da decolagem; deves, pois, apressar-te.

. São elas: logo, portanto, por isso, por conseguinte, conseqüentemente, então,
pois (quando não começa frase), etc.

Explicativas:

- Interligam idéias fazendo da segunda uma justificativa do que se disse na


primeira.

Venha logo, porque já é tarde. Sorria, pois a vida é bela.

. São elas: pois(começando oração), porque, que, porquanto.

Aula 5

Fixação
Após o estudo das aulas anteriores, resolva, em uma folha de papel, os
exercícios que se seguem, em seguida , assista à explicação do professor
na vídeo-aula.
1.Nas orações a seguir, destaque as conjunções e classifique-as conforme
a idéia que introduzem.

a) aditiva; b) adversativa; c) alternativa;

d) conclusiva; e) explicativa.

( ) A lua está nascendo, ou se pondo?

( ) A lua está nascendo, mas o dia está claro ainda.

( ) O sol se põe cedo, porque estamos no inverno.

( ) P’ra frente, que atrás vem gente.

2. Classifique as conjunções coordenativas :

a) aditiva; b) adversativa; c) alternativa;

d) conclusiva; e) explicativa.

( ) Não só tremia, mas também chorava.

( ) Doía, e ele não chorava.

( ) Ora chorava, ora sorria.

( ) Penso; portanto , insisto.

( ) A lua está nascendo, ou se pondo?

( ) A lua está nascendo, mas o dia está claro ainda.

( ) O sol se põe cedo, porque estamos no inverno.

( ) P’ra frente, que atrás vem gente.

Aula 6

Conjunções Subordinativas Adverbial

Causal:

- Introduzem oração, com uma idéia de causa.

Como não choveu, o poço secou. Ele caiu porque tropeçou.


. São elas: que, porque, porquanto, como, já que, desde que, pois que, visto que,
visto como, uma vez que...

Concessivas:

- Introduzem fato contrário à ação principal, incapaz de impedi-la.

Embora tentasse, não conseguiu esconder. Trabalhava, por mais que a perna
doesse.

. São elas: embora, conquanto, ainda que, mesmo que, posto que, se bem que,
por mais que, por menos que, apesar de que, nem que, que...

Condicionais:

- introduzem oração, com idéia de hipótese ou condição.

Se quiser, eu vou. Ela seria feliz, caso o destino quisesse.

. São elas: se, caso, contanto que, salvo se, sem que (= se não), dado que, desde
que, a menos que, a não ser que...

Aula 7

Conjunções Subordinativas Adverbial

Conformativas:

- Introduzem oração, exprimindo a conformidade de uma idéia com a da oração


principal.

Conforme eu previra, ela mentiu. Vai chover, segundo anunciou a meteorologia.

. São elas: como, conforme, segundo, consoante...

Final:

- Introduzem oração, com idéia de finalidade.


Gritava para que todos o ouvissem. Chorou, afim de que eu me comovesse.

. São elas: para que, a fim de que, que (= para que), porque (= para que).

Consecutivas:

- Introduzem oração, com idéia de conseqüência.

Falava tanto, que o marido fugiu. Era de tal beleza que nos ofuscava.

. Conjunções: que associado a tal, tanto, tão, tamanho (expressos ou


subentendidos na oração anterior); de forma que, de maneira que, de modo
que, de sorte que, etc.

Aula 8

Conjunções Subordinativas Adverbial

Temporais:

- Introduzem oração, com idéia de tempo.

Logo que me viu, sorriu. Desde que chegou, todos a cercam.

. São elas: quando, antes que, depois que, logo que, assim que, desde que...

Comparativas:

- Introduzem oração, comparando ações. Normalmente têm o verbo


subentendido.

Igualdade: Ela dança tanto quanto Carlos (dança).


Inferioridade: Ela dança menos (do) que Júlia (dança).
Superioridade: Ela dança mais (do) que Renata (dança).

. São elas: (do) que (relacionado a mais, menos, melhor, pior, maior, menor); tal
... qual, tanto ... quanto, como, assim como, bem como.

Proporcionais:
- Introduzem oração, com idéia de proporcionalidade.

Indiretamente: Quanto mais gritava, menos era entendido.


Diretamente: Ia aprendendo, à medida que convivia com ela.

. São elas: à proporção que, ao passo que, quanto mais, quanto menos.

Aula 9

Conjunção Integrante
- Introduzem orações permutáveis pelo pronome substantivo ISSO.

Quero que venhas. (Quero isso)

Gosto de que me entendam. (Gosto disso)

A verdade é que ele saiu. (A verdade é isso)

Veja se ele concorda. (Veja isso)

. São elas: que e se.

Aula 10

Fixação
Após o estudo das aulas anteriores, resolva, em uma folha de papel, os
exercícios que se seguem, em seguida , assista à explicação do professor
na vídeo-aula.

1. Classifique as conjunções destacadas.

Se ela quiser, eu vou; mas não sei se ela quer.

______________ _________________

Trouxe-lhe uma rosa para que ela não brigasse.


__________________

Como não queria ser visto, ficou a um canto como vassoura esquecida.

__________________ ___________________

Embora tentasse, não conseguia fazer melhor que o irmão.

_________________ __________________

2. Assinale C ou E.

A. Ele ensinou para que todos aprendessem.

B. Ele ensinou para todos aprenderem.

( ) Em A, a segunda oração é introduzida pela locução conjuntiva para que.

( ) A locução conjuntiva, no caso, é formada por duas conjunções.

( ) A locução conjuntiva, no caso, é formada por uma preposição (para) e uma


conjunção (que).

( ) Em A, a oração subordinada acrescenta à principal uma idéia de finalidade.

( ) Em B, a segunda oração é introduzida só pela preposição (para) e também


acrescenta à principal uma idéia de finalidade.

( ) Pode-se concluir que a idéia de finalidade nasce da conjunção.

( ) Pode-se concluir que a idéia de finalidade nasce da preposição.

Sinopse
Prática Geral
Neste ponto, reveja as lições anteriores e resolva os exercícios desta
Prática Geral.

1 . Marque a opção certa conforme o enunciado abaixo:

Assinale a opção incorreta.

a . () Há dores secas, como há [cóleras] mudas. (substantivo)


b . () Não podemos evitar as paixões, mas podemos vencê-[las]. (pronome
oblíquo)
c . () [Quando] a pena é justa, torna-se injusto o perdão. (conjunção
subordinativa temporal)
d . (x) O que teme sofrer, começa a sofrer [o] que teme. (artigo definido)
e . () Os medíocres admiram [com hipocrisia] e invejam com rancor.” (locução
adverbial)

resposta comentada

d - começa a sofrer o (=aquilo) que teme.

2 . Marque a opção certa conforme o enunciado abaixo:

Assinale essa opção incorreta.

a . () A consciência é a presença de [Deus] nos homens. (substantivo próprio)


b . (x) O artista [que] fica satisfeito com sua obra faltou à vocação. (conjunção
subordinativa integrante)
c . () A velhice é um privilégio [angustiante]. (adjetivo uniforme)
d . () A eternidade é um oceano [sem] praias. (preposição essencial)
e . () Há censuras que louvam, e louvadores que [censuram]. (verbo, no presente
do indicativo)

resposta comentada

b - O artista que (= o qual: pronome relativo) fica satisfeito com sua obra ...

3 . Marque a opção certa conforme o enunciado abaixo:

Qual a classe gramatical da palavra destacada na frase “Ele é tido [como]


culpado”?

a . () advérbio.
b . () conjunção coordenativa.
c . () conjunção subordinativa.
d . () preposição essencial.
e . (x) preposição acidental.

resposta comentada

e - Ele é tido [como] culpado (prep. acidental. Observe a [analogia]: Ele é


chamado [de] culpado).

4 . Marque a opção certa conforme o enunciado abaixo:

“Não fortalecerás a dignidade humana, [se]subtraíres ao homem a iniciativa e a


liberdade.” Nesse período, a conjunção destacada classifica-se como

a . () coordenativa aditiva.
b . () subordinativa causal.
c . () subordinativa final.
d . (x) subordinativa condicional.
e . () subordinativa concessiva.

resposta comentada

e - ... se (conj. subord. condicional) subtraíres ao homem a iniciativa e a


liberdade.