Você está na página 1de 4

A Pintura em Rocha

A pintura em rocha é pintada ou esculpida em rochas. Este tipo de pintura ocorreu


na Idade de Pedra Lascada, e mais tarde, na Idade de Pedra Polida. Na China há
amplas distribuições de pintura em rocha, do norte ao sul, do oeste ao leste. As
pinturas podem ser divididas em dois tipos: do norte e do sul. Do norte, as pinturas
descrevem principalmente a vida nômade do norte: diversos tipos de bichos e de
pessoas, atividades de caça e vários sinais; do sul, elas mostram mais a vida
primitiva duma sociedade agrícola: além de animais e cenários de caça, há também
casas e aldeias, cerimónias religiosas e atividades de colheita de comida etc.

Essas pinturas mostram geralmente a sociedade, a economia, a atividade de


produção e a formação de grupos. São materiais importantes para estudar a
sociedade primitiva, e oferecem também base para a pesquisa do mundo mental do
humano primitivo. A pintura em rocha foi o primeiro pico artístico pré-histórico.

Uma pintura em rocha que descreve danças,


cenários de pastagem e de guerra.

Clique nas fotos para aumentá-las

A Pintura em Cerâmica
Na Idade de Pedra Polida, 10,000 - 4,000 anos atrás, a pintura começou a aparecer
em cerâmicas. Descobriram-se três tipos de cerâmicas daquela época, que são
cerâmica branca, cerâmica preta e cerâmica colorida.

A Pintura em Peça de
Bronze
As peças de bronze mais antigas
descobertos na China são do final da
Idade de Pedra Polida. Nas Dinastias
Xia (Século 21 -16, a.C), Shang
(Século 16 - 1066, a.C.), Zhou (1066 -
256, a.C.) e no Período da Primavera e
do Outono (770-476, a.C.), surgiram
muitas peças de bronze, que são bem
decoradas com pinturas. As pinturas
são principalmente de dois temas: um
descreve cerimônias e eventos dos
nobres, como banquetes e concertos,
sacrifícios etc; e o outro descreve
batalhas.

As pinturas das peças têm boa


expressividade. As figuras foram
retratadas em diversos movimentos:
tirar flecha, pegar armas na mão,
remar barco, bater sino, e dançar etc.
Ninguém fica parado. As pinturas
mostram uma sensação de dança. As
figuras foram pintadas em linhas
simples e vivas, normalmente são
abertas. Os guerreiros têm grandes
cinturas e os dançarinos têm cinturas
finas. Os membros dos guerreiros
foram pintados fortes e mostram a
força. Num vaso de bronze
desenterrado na China mostra uma
batalha de mais de 290 pessoas. As
imagens são bem vivas. As técnicas de
pintar desta época tiveram influências
fortes sobre a pintura e escultura na
Dinastia de Han (206 a.C. - 220).
Desenho duma cara de animal.

Desenho de
guerra. É uma cópia no pepal.

Na ruína de Ban Po descoberta em Xi'an (cerca de 6,000 anos atrás), descobriram-


se cerâmicas coloridas, pintadas com peixes, veados, caras humanas, etc. Em
Datong da província Qinghai, descobriu-se cerâmica colorida com pintura de
danças.

Pintura Chinesa

A pintura chinesa serve-se principalmente do traço, como forma de expressão, ao contrário da


pintura ocidental, que joga com o claro e escuro e camadas sobrepostas de cores. A tela a óleo e a
aquarela ocidentais são disto exemplo; geralmente, não se servem do traço, o que raramente acontece na
pintura chinesa.
Os quatro tesouros do estúdio. Na China, o pincel, tinta, papel e tinteiros de pedra são chamados os
"quatro tesouros do estúdio", e são por assim dizer, a base da pintura.

O pincel, utilizado na pintura chinesa, também se chama "ruan bi", utensílio mole para escrever". O pelo é
geralmente de cabra, coelho ou cauda de doninha, e o cabo, de bambu. Na pintura chinesa, a melodia
delicada e o sentimento que os pintores querem expressar podem ser bem apresentados através de
pinceladas simples, o que se deve ao uso hábil do pincel, experiência de milhares de anos.

A tinta usada na pintura chinesa, é preparada a partir duma barra de tinta sólida e água. Pode-se preparar
a tinta espessa ou aguada, e as nuances na sua utilização são infindáveis.

O papel usado na pintura é papel "xuan" produzido em Xuancheng, província de Anhui, e daí vem o seu
nome. O papel xuan é feito principalmente de amoreira, amoreira-papel, bambu e juta; é de cor branca,
fino mole, resistente, dificilmente atacado pelos insectos, por isso pode ser guardado durante longo
tempo.

O tinteiro chinês é feito de pedra fina, sólida e oleosa. Um tinteiro em si é um objeto com alto valor
artístico.

Características da pintura chinesa . A perspectiva múltipla: Todo o panorama do rio Yangtê pode ser
apresentado pelo pintor chinês numa folha de papel. Aproveitando vistas aéreas e laterais e
sobreposições das montanhas e rios que, na verdade, não são simultaneamente visíveis, o pintor
transporta para o papel, através do seu pincel, o que ele queria expressar.

Simbolismo. Rompendo os limites do tempo e espaço, a pintura chinesa pode apresentar as quatro
estações? Primavera, verão, outono e inverno? Através de plantas, ou a noite escura, através da lua ou
velas, raramente enfatizando diretamente a escuridão da noite na pintura. Os efeitos revelados por
intermédio de pontos, traços, energia da pincelada, constituem a alma da pintura chinesa.