Você está na página 1de 21

Lindo Outono Lindo Outono Lindo Outono

Música: “Ó malhão, Música: “Ó malhão, Música: “Ó malhão,


malhão” malhão” malhão”

I I I

Ó lindo Outono Ó lindo Outono Ó lindo Outono

Que é que nos dás? Que é que nos dás? Que é que nos dás?

Uvas e castanhas Uvas e castanhas Uvas e castanhas

Ó trim, trim, trim, Ó trim, trim, trim, Ó trim, trim, trim,

E belas maçãs. E belas maçãs. E belas maçãs.

II II II

Ó lindo Outono Ó lindo Outono Ó lindo Outono

Dás também as chuvas Dás também as chuvas Dás também as chuvas

Vêm as desfolhadas Vêm as desfolhadas Vêm as desfolhadas

Ó trim, trim, trim, Ó trim, trim, trim, Ó trim, trim, trim,

Acabam-se as uvas. Acabam-se as uvas. Acabam-se as uvas.

III III III

Contigo Outono Contigo Outono Contigo Outono

Vem o São Martinho. Vem o São Martinho. Vem o São Martinho.

Fazem-se os magustos Fazem-se os magustos Fazem-se os magustos

Ó trim, trim, trim, Ó trim, trim, trim, Ó trim, trim, trim,

E prova-se o vinho. E prova-se o vinho. E prova-se o vinho.


Pintar folhas Pintar folhas Pintar folhas

Pr´a pintar folhas de Outono Pr´a pintar folhas de Outono Pr´a pintar folhas de Outono

Bonitas cores eu tenho Bonitas cores eu tenho Bonitas cores eu tenho

Cor de laranja e vermelho Cor de laranja e vermelho Cor de laranja e vermelho


Amarelo, verde e castanho.
A Amarelo, verde e castanho.
A Amarelo, verde e castanho.
A

Pintar folhas Pintar folhas Pintar folhas

Pr´a pintar folhas de Outono Pr´a pintar folhas de Outono Pr´a pintar folhas de Outono

Bonitas cores eu tenho Bonitas cores eu tenho Bonitas cores eu tenho

Cor de laranja e vermelho Cor de laranja e vermelho Cor de laranja e vermelho


Amarelo, verde e castanho.
A Amarelo, verde e castanho.
A Amarelo, verde e castanho.
A

Pintar folhas Pintar folhas Pintar folhas

Pr´a pintar folhas de Outono Pr´a pintar folhas de Outono Pr´a pintar folhas de Outono

Bonitas cores eu tenho Bonitas cores eu tenho Bonitas cores eu tenho

Cor de laranja e vermelho Cor de laranja e vermelho Cor de laranja e vermelho


Amarelo, verde e castanho.
A Amarelo, verde e castanho.
A Amarelo, verde e castanho.
A
A Videira
Chora a videirinha que vamos embora.

A Videira

I
Ó videira dá-me um cacho

Ó cacho dá-me um baguinho


I
Chora a videirinha
Ó videira dá-me um cacho
Videirinha chora
Ó cacho dá-me um baguinho
Chora a videirinha que vamos embora.
Chora a videirinha

Videirinha chora

Chora a videirinha que vamos embora.

II
Já não há uvas na vinha

Nem bagos para apanhar,


II
Chora a videirinha
Já não há uvas na vinha
Videirinha chora
Nem bagos para apanhar,
Chora a videirinha que vamos embora.
Chora a videirinha

Videirinha chora

Chora a videirinha que vamos embora.

III
Não chores por eu partir,

Que p’ro ano vou voltar


III
Chora a videirinha
Não chores por eu partir,
Videirinha chora
Que p’ro ano vou voltar
Chora a videirinha Chora a videirinha que vamos embora.

Videirinha chora

Sol de Outono
Sol de Outono

Sol de Outono, Outono, Outono

Sol doirado, doirado, doirado Sol de Outono, Outono, Outono


Folhas que caem, caem, caem Sol doirado, doirado, doirado
Leva-as o vento, o vento, o vento. Folhas que caem, caem, caem

Leva-as o vento, o vento, o vento.

Sol de Outono
Sol de Outono

Sol de Outono, Outono, Outono

Sol doirado, doirado, doirado Sol de Outono, Outono, Outono


Folhas que caem, caem, caem Sol doirado, doirado, doirado
Leva-as o vento, o vento, o vento. Folhas que caem, caem, caem

Leva-as o vento, o vento, o vento.

Sol de Outono
Sol de Outono

Sol de Outono, Outono, Outono

Sol doirado, doirado, doirado Sol de Outono, Outono, Outono


Folhas que caem, caem, caem Sol doirado, doirado, doirado
Leva-as o vento, o vento, o vento.
Folhas que caem, caem, caem Leva-as o vento, o vento, o vento.

Outono
É o vento outra vez que sopra com força
E as faz levantar
Pum, pum, pum, pum,pum
Tiros a estalar.

Outono

I
Já cá está o Outono com seu sol dourado
A chuva caindo, o vento soprando
E as folhas tombando
Caem levinhas
E ao chão vão parar. I
Já cá está o Outono com seu sol dourado
A chuva caindo, o vento soprando
II
E as folhas tombando
É o vento outra vez que sopra com força
Caem levinhas
E as faz levantar
E ao chão vão parar.
Pum, pum, pum, pum,pum
Tiros a estalar.
II
É o vento outra vez que sopra com força
E as faz levantar
Outono Pum, pum, pum, pum,pum
Tiros a estalar.

Outono

I
Já cá está o Outono com seu sol dourado
A chuva caindo, o vento soprando
E as folhas tombando
Caem levinhas
E ao chão vão parar. I
Já cá está o Outono com seu sol dourado
A chuva caindo, o vento soprando
II
E as folhas tombando II
Caem levinhas É o vento outra vez que sopra com força
E ao chão vão parar. E as faz levantar
Pum, pum, pum, pum,pum
Tiros a estalar.

Chegada de S. Martinho
Música: “Todos os patinhos”

Logo no Outono
As folhas vão cair.

E as uvas madurinhas
Nas vinhas vão florir. (Bis)

Porque já é tempo
Das castanhas assar.

E o São Martinho agora


Acaba de chegar. (Bis)

Chegada de S. Martinho
Música: “Todos os patinhos”

Logo no Outono
As folhas vão cair.

E as uvas madurinhas
Nas vinhas vão florir. (Bis)

Porque já é tempo
Das castanhas assar.

E o São Martinho agora


Acaba de chegar. (Bis)

Chegada de S. Martinho
Música: “Todos os patinhos”

Logo no Outono
As folhas vão cair.

E as uvas madurinhas
Nas vinhas vão florir. (Bis)
Porque já é tempo
Das castanhas assar.

E o São Martinho agora


Acaba de chegar. (Bis)
Quando chega o Outono Ter posto o mar bravo
E não poder pescar. (Bis)
Quando chega o
I
Quando chega o Outono Outono
Colhe-se na vinha
Arrefece o tempo
I
Cai uma chuvinha.
Quando chega o Outono
Plim,plim, plim Colhe-se na vinha
Plim, plim, plim Arrefece o tempo
Colhe-se na vinha Cai uma chuvinha.
Plim,plim, plim
Plim,plim, plim
Plim, plim, plim, cai uma chuvinha. (Bis)
Plim, plim, plim
II Colhe-se na vinha
Quando chega o Outono Plim,plim, plim
Solta-se a folhinha Plim, plim, plim, cai uma chuvinha. (Bis)
Aparece o vento
II
Uma brisa fresquinha.
Quando chega o Outono
Vu, vu, vu, Solta-se a folhinha
Vu, vu, vu, Aparece o vento
solta-se a folhinha Uma brisa fresquinha.
Vu, vu, vu,
Vu, vu, vu,
Vu, vu, vu, uma brisa fresquinha. (Bis)
Vu, vu, vu,
III solta-se a folhinha
Quando chega o Outono Vu, vu, vu,
Voa a andorinha Vu, vu, vu, uma brisa fresquinha. (Bis)
Parte para o Sul
III
P´ra nova casinha
Quando chega o Outono
Voa, voa, voa, Voa a andorinha
Voa, voa, voa Parte para o Sul
Voa, andorinha, P´ra nova casinha
Voa, voa, voa, p´ra nova casinha. (Bis)
Voa, voa, voa,
III Voa, voa, voa
É o caçador que coelhos e lebres Voa, andorinha,
Aqui quer caçar Voa, voa, voa, p´ra nova casinha. (Bis)
E o pescador põe-se a olhar
III
P´ro mar não vá o Outono
É o caçador que coelhos e lebres P´ro mar não vá o Outono
Aqui quer caçar Ter posto o mar bravo
E o pescador põe-se a olhar E não poder pescar. (Bis)

Minha Castanhinha
Música: “Ah, ah, ah minha machadinha”

Ah, ah, ah, minha castanhinha (Bis) II


Anda p’ro recreio, vamos lá saltar (Bis)
Quem te pôs a mão sabendo que és minha (Bis)
Vamos lá saltar e bater o pé (Bis)
Sabendo que és minha, do meu coração (Bis)
Porque é no recreio que o magusto é (Bis)
Salta castanhinha para a minha mão (Bis)
Vais bater o pé, vai-me comer (Bis)
É na tua mão que eu quero ficar. (Bis)
É dentro de ti que eu vou viver. (Bis)

Minha Castanhinha
Música: “Ah, ah, ah minha machadinha”

Ah, ah, ah, minha castanhinha (Bis) II


Anda p’ro recreio, vamos lá saltar (Bis)
Quem te pôs a mão sabendo que és minha (Bis)
Vamos lá saltar e bater o pé (Bis)
Sabendo que és minha, do meu coração (Bis)
Porque é no recreio que o magusto é (Bis)
Salta castanhinha para a minha mão (Bis)
Vais bater o pé, vai-me comer (Bis)
É na tua mão que eu quero ficar. (Bis)
É dentro de ti que eu vou viver. (Bis)

Minha Castanhinha
Música: “Ah, ah, ah minha machadinha”

I É na tua mão que eu quero ficar. (Bis)

Ah, ah, ah, minha castanhinha (Bis)

Quem te pôs a mão sabendo que és minha (Bis) II


Anda p’ro recreio, vamos lá saltar (Bis)
Sabendo que és minha, do meu coração (Bis)
Vamos lá saltar e bater o pé (Bis)
Salta castanhinha para a minha mão (Bis)
Porque é no recreio que o magusto é (Bis)
Vais bater o pé, vai-me comer (Bis) É dentro de ti que eu vou viver. (Bis)

No meu bolso guardei


No meu bolso guardei Vou dá-las ao pai

Meia dúzia de castanhas Vou dá-las à mãe. (Bis)

Tão quentinhas que estão Castanhas quentinhas

Que ainda queimam a minha mão. Que cheiram tão bem.

No meu bolso guardei


No meu bolso guardei Vou dá-las ao pai

Meia dúzia de castanhas Vou dá-las à mãe. (Bis)

Tão quentinhas que estão Castanhas quentinhas

Que ainda queimam a minha mão. Que cheiram tão bem.

No meu bolso guardei


No meu bolso guardei Vou dá-las ao pai

Meia dúzia de castanhas Vou dá-las à mãe. (Bis)

Tão quentinhas que estão Castanhas quentinhas

Que ainda queimam a minha mão. Que cheiram tão bem.

No meu bolso guardei


No meu bolso guardei Meia dúzia de castanhas
Tão quentinhas que estão Vou dá-las à mãe. (Bis)

Que ainda queimam a minha mão. Castanhas quentinhas

Vou dá-las ao pai Que cheiram tão bem.

Lá vai uma, ...


Outra é de quem a queira.

Música: “Lá vai uma, lá vão duas”

Lá vai uma, lá vão duas


Três castanhas p’ra fogueira
Uma é minha, outra é tua
Outra é de quem a queira.
Lá vai
uma, ...
Música: “Lá vai uma, lá vão duas”

Lá vai uma, lá vão duas


Três castanhas p’ra fogueira
Uma é minha, outra é tua
Outra é de quem a queira.

Lá vai uma, ...


Música: “Lá vai uma, lá vão duas”

Lá vai uma, lá vão duas


Três castanhas p’ra fogueira
Uma é minha, outra é tua
Outra é de quem a queira.

Lá vai uma, ...


Música: “Lá vai uma, lá vão duas”

Lá vai uma, lá vão duas


Três castanhas p’ra fogueira
Uma é minha, outra é tua
Outra é de quem a queira.

Lá vai uma, ...


Música: “Lá vai uma, lá vão duas”

Lá vai uma, lá vão duas


Três castanhas p’ra fogueira
Uma é minha, outra é tua
Lá vai uma, lá vão duas
Três castanhas p’ra fogueira
Uma é minha, outra é tua

Lá vai uma, ... Outra é de quem a queira.

Música: “Lá vai uma, lá vão duas”

Dia 11 de Novembro
Música: "As pombinhas da Catrina”

Dia onze de Dia 11


Novembro
de Novembro
Esquecemos a sacola Música: "As pombinhas da Catrina”
É um dia diferente
I
Há magusto cá na escola.
Dia onze de Novembro

II Esquecemos a sacola
Na caruma da fogueira É um dia diferente
As castanhas a estalar Há magusto cá na escola.
E nós todos de mãos dadas
II
À sua volta a cantar.
Na caruma da fogueira

III As castanhas a estalar


Com a cara toda preta E nós todos de mãos dadas
Esquecemos a sacola À sua volta a cantar.
É um dia diferente
III
Há magusto cá na escola.
Com a cara toda preta

IV Esquecemos a sacola
Foi um dia bem alegre É um dia diferente
As castanhas a estalar Há magusto cá na escola.
E nós todos de mãos dadas
IV
Numa roda a cantar.
Foi um dia bem alegre

As castanhas a estalar

E nós todos de mãos dadas


Numa roda a cantar.

As Castanhas
Música: “As meninas da Camacha”

I
As castanhas, meus meninos

Nascem do castanheiro

Quem quiser comer castanhas

Abra os ouriços, primeiro. (Bis)

II
III
O ouriço, já secou
Cozidinha ou assadinha
Já caiu a castanhinha
Na fogueira a saltitar
Hoje é dia de comer
É dia de S. Martinho
A castanha cozidinha. (Bis)
Vamos cantar e dançar. (Bis)

As Castanhas
Música: “As meninas da Camacha”

I Já caiu a castanhinha
As castanhas, meus meninos
Hoje é dia de comer
Nascem do castanheiro
A castanha
Quem quiser comer castanhas
cozidinha. (Bis)
Abra os ouriços, primeiro. (Bis)

II
O ouriço, já secou
Cozidinha ou assadinha

Na fogueira a saltitar

É dia de S. Martinho
III
Vamos cantar e dançar. (Bis)

Uma, duas, três castanhas...


I II
Uma, duas, três castanhas Castanhas quentinhas
Eu te vou dar Ao lume a estalar (bate as palmas uma vez)
Uma, duas, três castanhas Nós vamos assá-las
Para brincar. Até nos fartar. (Bis)

Uma, duas, três castanhas...


I II
Uma, duas, três castanhas Castanhas quentinhas
Eu te vou dar Ao lume a estalar (bate as palmas uma vez)
Uma, duas, três castanhas Nós vamos assá-las
Para brincar. Até nos fartar. (Bis)

Uma, duas, três castanhas...


I II
Uma, duas, três castanhas Castanhas quentinhas
Eu te vou dar Ao lume a estalar (bate as palmas uma vez)
Uma, duas, três castanhas Nós vamos assá-las
Para brincar. Até nos fartar. (Bis)

Uma, duas, três castanhas...


I
Uma, duas, três castanhas Uma, duas, três castanhas
Eu te vou dar Para brincar.
Ao lume a estalar (bate as palmas uma vez)
II Nós vamos assá-las
Castanhas quentinhas Até nos fartar. (Bis)

Que belas Que belas Que belas


castanhas castanhas castanhas
Música: “Apita o comboio” Música: “Apita o comboio” Música: “Apita o comboio”

I I I
Que belas castanhas Que belas castanhas Que belas castanhas

Lindo castanheiro Lindo castanheiro Lindo castanheiro

Dá cá uma mão delas Dá cá uma mão delas Dá cá uma mão delas

Quero ser o primeiro. Quero ser o primeiro. Quero ser o primeiro.

Refrão Refrão Refrão

Pula, pula, pula, Pula, pula, pula, Pula, pula, pula,

Na grande fogueira Na grande fogueira Na grande fogueira

Que rico cheirinho Que rico cheirinho Que rico cheirinho

Viva a brincadeira. Viva a brincadeira. Viva a brincadeira.

II II II
Castanhas, castanhas Castanhas, castanhas Castanhas, castanhas

Pelo São Martinho Pelo São Martinho Pelo São Martinho

Quentinhas e boas Quentinhas e boas Quentinhas e boas

Comer com leitinho. Comer com leitinho. Comer com leitinho.


Castanhinhas Castanhinhas
I I

Castanhinhas meus meninos, Castanhinhas meus meninos,

Nasceram do castanheiro. Nasceram do castanheiro.

Se quiseres comer castanhas, Se quiseres comer castanhas,

Abram os ouriços primeiro. Abram os ouriços primeiro.

Refrão Refrão

São castanhinhas, castanhinhas são, São castanhinhas, castanhinhas são,

São castanhinhas, na palma da tua mão. São castanhinhas, na palma da tua mão.

São castanhinhas, castanhinhas são, São castanhinhas, castanhinhas são,

São castanhinhas, na palma da tua mão. São castanhinhas, na palma da tua mão.

Castanhinhas
Castanhinhas
I
I
Castanhinhas meus meninos,
Castanhinhas meus meninos,
Nasceram do castanheiro.
Nasceram do castanheiro.
Se quiseres comer castanhas,
Se quiseres comer castanhas,
Abram os ouriços primeiro.
Abram os ouriços primeiro.

Refrão
Refrão
São castanhinhas, castanhinhas são,
São castanhinhas, castanhinhas são,
São castanhinhas, na palma da tua mão.
São castanhinhas, na palma da tua mão.
São castanhinhas, castanhinhas são,
São castanhinhas, castanhinhas são,
São castanhinhas, na palma da tua mão.
São castanhinhas, na palma da tua mão.
Tão boas as Tão boas as
castanhas castanhas
Música: “Já passei a roupa a ferro” Música: “Já passei a roupa a ferro”

I I
São tão boas as castanhas São tão boas as castanhas
Na fogueira assadinhas Na fogueira assadinhas
Também gosto delas cruas Também gosto delas cruas
Depois de bem trincadinhas Depois de bem trincadinhas

Refrão Refrão
São as castanhas do castanheiro São as castanhas do castanheiro
Que nós comemos junto ao braseiro. (Bis) Que nós comemos junto ao braseiro. (Bis)

II II
As castanhas já comi As castanhas já comi
E agora vou brincar E agora vou brincar
No carvão sujo as mãos No carvão sujo as mãos
Para me enfarruscar. Para me enfarruscar.
Para me enfarruscar.

Tão boas as
castanhas Tão boas as
Música: “Já passei a roupa a ferro”
castanhas
I Música: “Já passei a roupa a ferro”
São tão boas as castanhas
Na fogueira assadinhas I
Também gosto delas cruas São tão boas as castanhas
Depois de bem trincadinhas Na fogueira assadinhas
Também gosto delas cruas
Refrão Depois de bem trincadinhas
São as castanhas do
castanheiro Refrão
Que nós comemos junto São as castanhas do castanheiro
ao braseiro. (Bis) Que nós comemos junto ao braseiro. (Bis)

II II
As castanhas já comi As castanhas já comi
E agora vou brincar E agora vou brincar
No carvão sujo as mãos No carvão sujo as mãos
Para me enfarruscar.

Vou assar Castanhas Vou assar Castanhas


Música: “Canta lá cachopa uma cantiga” Música: “Canta lá cachopa uma cantiga”

Vou assar castanhas Vou assar castanhas

No lume a arder No lume a arder

Queimei o casaco Queimei o casaco

Sem saber. Sem saber.

Se fosse outra coisa Se fosse outra coisa

Não me importava Não me importava

Mas era o casaco Mas era o casaco

Com que eu namorava. Com que eu namorava.

Vou assar Castanhas Vou assar Castanhas


Música: “Canta lá cachopa uma cantiga” Música: “Canta lá cachopa uma cantiga”

Vou assar castanhas Vou assar castanhas

No lume a arder No lume a arder

Queimei o casaco Queimei o casaco

Sem saber. Sem saber.

Se fosse outra coisa Se fosse outra coisa

Não me importava Não me importava

Mas era o casaco Mas era o casaco

Com que eu namorava. Com que eu namorava.


Castanhas Quentinhas Quentinhas
Quentinhas I I
Castanhas quentinhas Castanhas quentinhas
I
Que estou a cozer. Que estou a cozer.
Castanhas quentinhas
Vem cá minha menina, Vem cá minha menina,
Que estou a cozer.
Também as vais comer. Também as vais comer.
Vem cá minha menina,
Também as vais comer. II II
Castanhas quentinhas Castanhas quentinhas
II
Que estou a assar. Que estou a assar.
Castanhas quentinhas
Vem cá minha menina, Vem cá minha menina,
Que estou a assar.
Que também as vais comer. Que também as vais comer.
Vem cá minha menina,
Que também as vais comer. III III
Castanhas quentinhas Castanhas quentinhas
III
Que estou a assar. Que estou a assar.
Castanhas quentinhas
Que bela sobremesa, Que bela sobremesa,
Que estou a assar.
Que tens para o jantar. Que tens para o jantar.
Que bela sobremesa,
Que tens para o jantar.

Castanhas Castanhas
Castanhas Quentinhas Quentinhas
Quentinhas I I
Castanhas quentinhas Castanhas quentinhas
I
Que estou a cozer. Que estou a cozer.
Castanhas quentinhas
Vem cá minha menina, Vem cá minha menina,
Que estou a cozer.
Também as vais comer. Também as vais comer.
Vem cá minha menina,
Também as vais comer. II II
Castanhas quentinhas Castanhas quentinhas
II
Que estou a assar. Que estou a assar.
Castanhas quentinhas
Vem cá minha menina, Vem cá minha menina,
Que estou a assar.
Que também as vais comer. Que também as vais comer.
Vem cá minha menina,
Que também as vais comer. III III
Castanhas quentinhas Castanhas quentinhas
III
Que estou a assar. Que estou a assar.
Castanhas quentinhas
Que bela sobremesa, Que bela sobremesa,
Que estou a assar.
Que tens para o jantar. Que tens para o jantar.
Que bela sobremesa,
Que tens para o jantar.

Castanhas
Castanhas
Os Os Os
Castanheiros Castanheiros Castanheiros
I I I
Olha os castanheiros Olha os castanheiros Olha os castanheiros
São altos, altos, altos São altos, altos, altos São altos, altos, altos
Eu sou pequenino Eu sou pequenino Eu sou pequenino
Não chego lá ao alto. (Bis) Não chego lá ao alto. (Bis) Não chego lá ao alto. (Bis)

II II II
Quando fores maior Quando fores maior Quando fores maior
Verás que vou dizer Verás que vou dizer Verás que vou dizer
Olha que as castanhas Olha que as castanhas Olha que as castanhas
São boas p’ra comer. (Bis) São boas p’ra comer. (Bis) São boas p’ra comer. (Bis)

Os Os Os
Castanheiros Castanheiros Castanheiros
I I I
Olha os castanheiros Olha os castanheiros Olha os castanheiros
São altos, altos, altos São altos, altos, altos São altos, altos, altos
Eu sou pequenino Eu sou pequenino Eu sou pequenino
Não chego lá ao alto. (Bis) Não chego lá ao alto. (Bis) Não chego lá ao alto. (Bis)

II II II
Quando fores maior Quando fores maior Quando fores maior
Verás que vou dizer Verás que vou dizer Verás que vou dizer
Olha que as castanhas Olha que as castanhas Olha que as castanhas
São boas p’ra comer. (Bis) São boas p’ra comer. (Bis) São boas p’ra comer. (Bis)
Pica o ouriço
Uma castanhinha. Uma castanhinha.

Pica, pica, pica


Refrão Refrão
O ouriço na mãozinha
São castanhinhas São castanhinhas
E lá dentro tem
Castanhinhas são
Uma castanhinha.

Refrão

São castanhinhas

Castanhinhas são Castanhinhas são

Pica o ouriço Pica o ouriço


Pica, pica, pica Pica, pica, pica
Pica o ouriço O ouriço na mãozinha O ouriço na mãozinha
Pica, pica, pica
E lá dentro tem E lá dentro tem
O ouriço na mãozinha
Uma castanhinha. Uma castanhinha.
E lá dentro tem

Uma castanhinha. Refrão Refrão


São castanhinhas São castanhinhas
Refrão Castanhinhas são Castanhinhas são
São castanhinhas

Castanhinhas são

Pica o ouriço
Pica o ouriço Pica, pica, pica
Pica, pica, pica
O ouriço na mãozinha
O ouriço na mãozinha
E lá dentro tem
E lá dentro tem
Pão por Deus Pão por Deus
I I
Oh senhores donos da casa Oh senhores donos da casa
Viemos pedir Pão por Deus Viemos pedir Pão por Deus
Muito obrigado a todos Muito obrigado a todos
Seja por alma dos seus. Seja por alma dos seus.

II II
Pão por Deus, Pão por Deus,
Pão por Deus, Pão por Deus,
Uma esmolinha Uma esmolinha
Por alminha dos seus. Por alminha dos seus.

Pão por Deus Pão por Deus


I I
Oh senhores donos da casa Oh senhores donos da casa
Viemos pedir Pão por Deus Viemos pedir Pão por Deus
Muito obrigado a todos Muito obrigado a todos
Seja por alma dos seus. Seja por alma dos seus.

II II
Pão por Deus, Pão por Deus,
Pão por Deus, Pão por Deus,
Uma esmolinha Uma esmolinha
Por alminha dos seus. Por alminha dos seus.

Pão por Deus Pão por Deus


I I
Oh senhores donos da casa Oh senhores donos da casa
Viemos pedir Pão por Deus Viemos pedir Pão por Deus
Muito obrigado a todos Muito obrigado a todos
Seja por alma dos seus. Seja por alma dos seus.

II II
Pão por Deus, Pão por Deus,
Pão por Deus, Pão por Deus,
Uma esmolinha Uma esmolinha
Por alminha dos seus. Por alminha dos seus.

Interesses relacionados