P. 1
Como fazer seu currículo

Como fazer seu currículo

4.5

|Views: 8.872|Likes:
Publicado porD!
diretrizes para confecção de curriculos
diretrizes para confecção de curriculos

More info:

Published by: D! on Aug 11, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/09/2012

pdf

text

original

Como fazer seu currículo: modelos originais de curriculum vitae e dicas de preenchimento

http://www.efetividade.net/2007/09/07/comofazer-seu-curriculo-modelos-originais-decurriculum-vitae-e-dicas-de-preenchimento/

Currículo é o documento em que se reúnem dados relativos às características pessoais, formação, experiência profissional e/ou trabalhos realizados por um candidato a emprego, atividade de autônomo, ou cargo específico. Como fazer meu currículo? Esta é uma dúvida comum, e oferecer um bom modelo de curriculum vitae que possa ser preenchido pelo candidato a um emprego ou estágio costuma ser uma boa resposta. Mas muitas pessoas em busca de uma vaga ou de uma oportunidade para entrevista caem em uma armadilha comum: buscam sempre os mesmos modelos de currículo e assim parecem apenas “mais um na multidão” desde a primeira vez em que o recrutador tem contato com suas informações.

É por esta razão que o Efetividade.net vai adiante: além de oferecer modelos de currículo gratuitos e originais, ainda explica como você deve preenchê-los e personalizá-los para se destacar sem passar dos limites, garantindo maior chance de obter atenção positiva do seu futuro empregador. Modelo de currículo para download Já analisei muitos currículos mal produzidos, e por esta razão procuro fazer minha parte para que candidatos realmente interessados em um primeiro emprego, emprego temporário, estágio ou mesmo recolocação possam ter alguma referência ;-)

Comece fazendo o download do modelo acima, que foi desenvolvido originalmente aqui pelo Efetividade.net e já foi destaque na revista Veja. O arquivo está disponível para download em 3 formatos diferentes que você pode escolher:
• • • •

Download do modelo de currículo em formato Open Document: o arquivo em formato ODT pode ser aberto e editado no OpenOffice ou outro editor compatível. Download do modelo de currículo em formato DOC: o arquivo em formato DOC pode ser aberto e editado no Microsoft Word ou outro editor compatível. Download do modelo de currículo em formato PDF: o arquivo em formato PDF pode ser aberto e consultado livremente, mas não pode ser editado. currículo com pouca experiência: Modelo de preenchimento para quem tem pouca experiência profissional, em formato para visualização ou para editar no seu computador, pronto para preencher.

Este é um modelo de apenas uma página, ideal para quem está em busca do primeiro emprego ou recolocação. Se você não tem dados suficientes para “rechear” seu currículo, siga a dica dos profissionais para aumentar sua empregabilidade: use parte do seu tempo disponível para participar de eventos promovidos pelo SENAC, SENAI, SEBRAE ou outras entidades de fomento ao mercado, e o seu currículo automaticamente irá se enriquecer - gerando uma vantagem em relação aos seus demais colegas que estão na mesma busca, mas cujos currículos permanecem um grande vazio. Note que foram tomados cuidados especiais para evitar o efeito de “folha vazia”. A margem esquerda foi ampliada, os títulos das seções estão dentro de células que ocupam a boa parte da linha, e outros truques tipográficos foram empregados para garantir de forma harmoniosa o preenchimento do espaço. Note que os truques óbvios, que saltam aos olhos de qualquer avaliador - como aumentar o tamanho da fonte e o espaçamento - foram completamente abandonados. Se você quiser usar este modelo, o ideal é que você apenas o visualize (preferencialmente o PDF) e construa o seu próprio arquivo a partir dele, para que não seja idêntico ao de mais nenhum candidato à mesma vaga. Após preencher seus dados, veja as dicas adicionais destes artigos:
• •

10 dicas de conteúdo para criar um modelo de curriculum caprichado 10 dicas de visual e formatação para criar um modelo de curriculum caprichado

Veja também o outro modelo original de currículo do Efetividade.net: “Modelos de curriculum grátis para download - parte 1: primeiro emprego“

Veja mais artigos sobre empregabilidade
Currículo
• • • • • • • • •

Como fazer seu currículo: modelos originais de curriculum vitae e dicas de preenchimento Modelos de curriculum grátis para download - parte 1: primeiro emprego Valorizando o currículo: como conseguir o emprego dos seus sonhos na área de Informática 10 dicas de visual e formatação para criar um modelo de curriculum caprichado 10 dicas de conteúdo para criar um modelo de curriculum caprichado Entrevista de emprego: perguntas e como responder Entrevista de emprego: como se sair bem - parte 1: antes da entrevista Entrevista de emprego, parte 2: mais 10 dicas para se sair bem DURANTE a entrevista Como fazer boas entrevistas - usando o método Sawatsky Entrevista de emprego: 10 erros que você pode evitar Trabalho em casa: como encontrar um emprego e escapar das armadilhas Franquia virtual: como abrir uma loja virtual? Trabalhar em casa é positivo para empregador e empregado, segundo estudo norteamericano Estudo mostra impacto na carreira das pessoas que optam por empregos tipo Home Office Emprego: a vaga certa, sem pagar nada para agências e portais Primeiro emprego: 5 erros a evitar, do currículo à entrevista Emprego: como voltar ao mercado de trabalho Emprego sem experiência? Existe solução Burnout: Lidando com o esgotamento pessoal no ambiente de trabalho Revolução etc: Como escrever e sustentar um bom currículo para vagas de webdesigner Fazendo acontecer: O que podemos aprender com Adams Óbvio Planejamento estratégico: como aplicar à sua vida Gerenciamento de Projetos: como iniciar uma carreira de sucesso Emprego: como voltar ao mercado de trabalho Semana do emprego no Efetividade.net

Entrevista

Trabalho em casa
• • • •

Outros temas
• • • • • • • • • • •

Criar o seu currículo profissional e mantê-lo atualizado é uma atividade que ajuda a visualizar o andamento da sua carreira, e pode fazer a diferença na hora em que você precisar concorrer com outras pessoas por uma vaga, principalmente quando houver pré-seleção (a partir dos

currículos, sem chance de um contato adicional) para ver quem passará para a fase das entrevistas. Devido às minhas atividades profissionais, eu analiso dezenas de currículos de profissionais da área de informática todos os anos, e sempre me impressiono como pessoas com tanta intimidade com o computador podem ter tão pouca noção sobre fazer um documento facilmente legível, compreensível e pesquisável. Muitas vezes tenho a desagradável tarefa de pré-selecionar exclusivamente pelo currículo pessoas para agendar entrevistas para as vagas mais disputadas, e quando isso acontece, a forma de apresentação do currículo é muito importante.

Ao contrário do que o candidato pode pensar, isso não significa que aquele que tem o currículo mais caprichado leva vantagem (embora indiretamente leve), mas sim que aqueles que enviam um currículo desleixado ou incompleto acabam ficando para trás, porque as informações essenciais para a tomada da minha decisão acabam não estando tão acessíveis quanto deveriam - e isso certamente diz alguma coisa sobre o profissional que enviou aquele documento. As dicas abaixo falam sobre conteúdo e formatação, e foram construídas a partir de um conjunto de artigos disponíveis na Internet (referenciados ao final) e da minha própria experiência profissional. Elas não se aplicam tanto a currículos acadêmicos (Lattes e coisas assim), mas podem fazer a diferença crucial para você ser selecionado para a próxima vaga de emprego ou mesmo de estágio a que você for concorrer. Você está lendo a parte 1, referente ao conteúdo do seu currículo. A parte 2, sobre o que fazer e o que evitar na formatação visual do currículo, também já está disponível, aqui mesmo no Efetividade.net. Leia também: Entrevista de emprego: Como se sair bem

10 dicas de conteúdo para criar um modelo de curriculum caprichado
Quando alguém for analisar se deve ou não contratar você, ou chamar você para uma entrevista, existe um determinado conjunto de informação que essa pessoa precisa ter à mão e cabe a você encontrar este ponto de equilíbrio, sem deixar faltar nenhum dado essencial, nem colocar informações desnecessárias que possam prejudicar a análise. Siga as seguintes dicas: 1 - Nada de pressa. Prepare-se para dedicar algum tempo à tarefa de criar o seu currículo ele não vai ficar pronto em 10 minutos, e certamente será um tempo bem empregado. 2 - Faça um diagnóstico. Procure se informar (no site da empresa, na imprensa ou de outra forma) sobre o que fazem as empresas para as quais você vai entregar o currículo, e que tipo de profissionais elas procuram. Escreva os currículos dando destaque às características que você tem e que se adequem ao perfil que a empresa deseja. 3 - Seja original. Para se inspirar, não há problema em ver modelos de currículos divulgados na imprensa ou em sites especializados, mas não os copie. Lembre-se que o seu avaliador

provavelmente vai receber vários outros iguais a aquele modelo, e tudo o que você NÃO quer é ser apenas “mais um” 4 - Seja localizável. As informações de contato são essenciais. Elas devem vir no alto, em destaque, na primeira folha. Não procure ser mais extensivo do que o necessário: para a minha análise, basta ter o nome completo, telefone fixo, telefone celular e e-mail (todos devem estar atualizados e corretos). Informar múltiplos telefones fixos ou múltiplos e-mails deve ser evitado, a não ser que você tenha uma boa justificativa - o mínimo que se espera de um possível contratado é que ele consiga decidir qual o seu telefone e o seu e-mail de contato. 5 - Tenha um foco. Se você está procurando ao mesmo tempo uma colocação como professor de violão clássico e como programador web, faça um currículo separado para cada uma das vagas, sem misturar neles as aptidões tão diferentes entre si. Mas não tenha medo de mencionar (mas aí como nota adicional, sem destaque) no currículo para uma vaga técnica as suas aptidões artísticas ou humanas, ou vice-versa - as empresas não contratam robôs, e muitas vezes têm interesse em saber desde cedo como é a pessoa (e não apenas o profissional) que está contratando. O mesmo vale para atividades extra-curriculares, trabalhos voluntários e outros “extras”. 6 - Seja claro, direto e verdadeiro. Um ponto essencial é incluir a informação correta e completa, de forma direta e concisa. Tentar mascarar informações que a empresa vá descobrir depois é um risco desnecessário, e pode levar a uma posterior avaliação negativa simplesmente pelo fato de você ter tentado. 7 - Escreva de maneira informal, mas corretamente. Leia e releia, remova os erros de ortografia e gramática. Pontue, acentue. Entregue para alguém revisar, e verifique inclusive os dados e números. A última coisa que você quer é que o seu telefone de contato esteja errado. A penúltima coisa que você quer é que a presença de erros de digitação levem o seu avaliador a acreditar que você não é zeloso, ou que escreve mal. 8 - Seja seletivo. Dificilmente o seu avaliador desejará saber onde você fez o pré-escolar, ou o estágio obrigatório para se formar no segundo grau. É provável que ele queira saber se você fez cursos de informática ou de formação profissional em alguma área, mas o número de vagas para as quais é relevante a informação de que você fez curso de piano quando tinha 12 anos é bastante limitado. Incluir este tipo de detalhe no currículo é praticamente uma confissão de que o candidato não tem nada de mais relevante para informar, ou que não tem discernimento do que é importante. Duas boas razões para sair da pilha dos currículos que serão chamados para a entrevista… 9 - Inclua o essencial. Em um bom currículo, não podem faltar as informações de contato atualizadas, uma caracterização sobre você (nome completo, data de nascimento, cidade onde mora, estado civil, se tem filhos) dados sobre as experiências profissionais recentes (empregos, estágios - incluindo período e atividade desempenhada em cada um deles, no mínimo), a formação acadêmica (com detalhes apenas sobre as mais relevantes), e outras atividades e fatos que possam ajudar a definir você como profissional: participação em cursos e eventos, atividades como instrutor, atividades comunitárias, domínio de idiomas, aptidões adicionais (exemplo: dirigir, ter carro próprio…) e outros itens, desde que sejam relevantes para a vaga pretendida! 10 - Capriche no visual. Claro que a parte mais importante do seu currículo é o conteúdo, mas você definitivamente não deseja causar má impressão. Imprima com capricho, e entregue originais (e não xerox) do seu currículo em cada empresa. Se você tiver que corrigir alguma coisa, simplesmente edite e imprima de novo, nada de alterar escrevendo com esferográfica sobre o seu original desatualizado. Lembre-se que se você caprichar, o seu currículo pode ser o primeiro contato que a empresa terá com você. Mas se você não caprichar, é provável que ele seja o último. E lembre-se sempre: nada de excessos. A sabedoria está no equilíbrio!

Completando a série de artigos sobre currículos iniciada na semana passada aqui no Efetividade.net, preparei um conjunto de dicas para evitar 10 erros comuns na edição e formatação de currículos. Já vimos que nem sempre o candidato com o currículo mais caprichado leva vantagem na seleção para uma vaga de emprego ou estágio, mas é comum que aqueles que enviam um currículo desleixado ou incompleto acabem ficando para trás, porque as informações essenciais para a tomada da minha decisão acabam não estando tão acessíveis ou visíveis quanto deveriam - e isso certamente diz alguma coisa sobre o profissional que enviou aquele documento. Devido às minhas atividades profissionais, eu analiso dezenas de currículos de profissionais da área de informática todos os anos, e muitas vezes tenho a desagradável tarefa de préselecionar exclusivamente pelo currículo pessoas para agendar entrevistas para as vagas mais disputadas, e quando isso acontece, a forma de apresentação do currículo é muito importante. Um currículo caprichado pode fazer a diferença entre uma leitura atenta por parte do avaliador, ou uma simples análise apressada que classifica você como “mais um que copiou o modelo que saiu no jornal”, e o coloca na pilha de descarte. Você não precisa ser um designer profissional para fazer um currículo caprichado - basta ter um pouco de bom senso, e usar bem os recursos que o seu editor de texto lhe coloca à disposição. Leia também a primeira parte deste artigo, “10 dicas de conteúdo para criar um modelo de curriculum caprichado“. Mas antes continue lendo as dicas abaixo, que foram selecionadas em diversas origens e complementadas com minha própria experiência na relutante condição de pré-avaliador de currículos. Ao final, veja também uma coleção de links para as fontes de informação que selecionei sobre o assunto. O resumo da ópera é que ao mesmo tempo em que você deseja que seu conteúdo seja lido e entendido, você não quer correr o risco de ser visto como “mais um”, ou que seu avaliador tenha a impressão de que você não se aplicou o suficiente na preparação do currículo. Mas você também não pode correr o risco de se destacar negativamente por cometer exageros na sua composição, ou por fazer com que a forma do currículo chame mais atenção do que o conteúdo. Vamos às dicas, que se concentram nos erros comuns que você deve evitar.

1 - Não seja “mais um”. Fuja dos modelos de currículo pré-fabricados e dos sites que preenchem os currículos automaticamente para você: você não deseja que o seu avaliador veja você como “mais um”. Pelo contrário, você quer se destacar, e precisa fazer isso sem perder a linha. Não há problema em consultá-los, estudá-los ou mesmo em adotar algumas idéias deles, entretanto. 2 - Não use papéis extravagantes. Se você deseja investir na qualidade do papel de seu currículo, escolha um papel de boa qualidade, mas branco, liso e em formato A4. Peça na papelaria por papel A4, gramatura 90 g/m2. Texturas, cores, marmorização e outros “diferenciais” nem sempre passam a mensagem que você gostaria que passassem. 3 - Não inclua uma folha de rosto. É um currículo, e não um relatório escolar! Veja no artigo anterior (10 dicas de conteúdo para criar um modelo de curriculum caprichado) o que deve constar imediatamente na primeira folha do seu currículo. 4 - Não desperdice esforços com uma capa ou envelope especiais. Não há nada de errado com eles, mas tende a ser esforço desperdiçado. A não ser que a empresa seja muito pequena, é provável que os currículos sejam recebidos por um setor de protocolo, repassados a alguém que vai colocá-los em uma pasta e só então entregues ao avaliador - e o seu envelope, capa ou invólucro especial têm enormes chances de irem para o lixo nas primeiras duas etapas.

5 - Não use fontes Times New Roman, Comic Sans ou uma fonte extravagante. A primeira seria adequada (não há nada de errado com ela), mas como é a fonte padrão de vários editores de texto, tem grande chance de ajudar você a parecer “mais um”. A segunda só é adequada para decorações de festas infantis. Escolha uma fonte clara, sóbria e com boa legibilidade. Experimente Arial, Georgia, Verdana. Minha preferida é Georgia 10 ou 11. 6 - Nada de fontes microscópicas. Seu avaliador pode enxergar mal. Uma fonte bastante legível pode ser reduzida até no máximo 9 pontos. O ideal é não descer abaixo dos 10 pontos. Se a parte essencial do seu texto não couber na primeira página, não tente espremê-la reduzindo a fonte. 7 - Use fontes em qualquer cor, desde que seja preto. O uso de fontes em cor cinza é um truque comum para reduzir o “peso” de uma página, mas existe um limite abaixo do qual ele prejudica a legibilidade. Prefira o preto, ou no máximo um cinza bem escuro (75% ou mais). 8 - Sem decoração excessiva. Nada de desenhos, gravuras, ilustrações. Molduras e bordas também devem ser evitadas. Se for usar alguma cor (além do preto), limite-se a apenas uma, e apenas onde houver necessidade de destaque. 9 - Fuja de papéis em formato estranho. Seu avaliador vai receber muitos currículos, e terá que guardá-los em um envelope ou pasta. Se o seu for muito grande, não vai caber. Se for muito pequeno, pode ficar solto, ou ficar entre 2 outros e nem ser lido. No Brasil, use sempre papel em formato A4. 10 - Não imprima em formato paisagem. Ninguém quer virar o seu currículo de lado para ler, especialmente se ele estiver grampeado a vários outros, ou fixado em uma pasta. Arranje outras maneiras de ser diferente ;-)

Que outras dicas você acrescentaria a esta lista? Inclua nos comentários!

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->