P. 1
42636710 Mecatronica Qualificacao Profissional MTE

42636710 Mecatronica Qualificacao Profissional MTE

|Views: 844|Likes:
Publicado porecsk
revista de mecatronica
revista de mecatronica

More info:

Published by: ecsk on Jan 23, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/05/2015

pdf

text

original

Sintonizar-se com o receptor

O primeiro cuidado a ser tomado numa comunicação consiste em procurar saber com quem
se fala, devido às diferenças existentes: formação profissional, nível de linguagem, conhecimentos
e interesses das partes (receptor e emissor).

A sugestão é que o emissor, antes de iniciar a comunicação, procure saber:

- Quais são os conhecimentos do receptor em relação ao assunto a ser abordado?

- Qual o seu nível de linguagem?

- Qual o seu grau de interesse?

Saber ouvir

A qualidade da comunicação tem uma relação direta com a atitude de ouvir, que não é
espontânea nem fácil. Escutar é um processo neurofisiológico, independe da vontade. Ouvir implica
um processo intelectual que integra dados físicos, emocionais e intelectuais na busca de significados
e de compreensão. Significa não se distrair enquanto o interlocutor fala, não avaliar ou interpretar o
que está sendo dito e não ficar pensando na resposta a ser dada antes de ouvir tudo o que o outro tem
a dizer.

Ouve-se quatro ou cinco vezes mais depressa do que se fala. As pessoas falam provavelmen-
te à razão de 90 a 120 palavras por minuto e ouvem à razão de 450 a 600 palavras por minuto.
Há, portanto, um tempo diferencial entre a velocidade do pensamento para poder pensar, refletir
sobre o conteúdo e buscar o seu significado. É preciso, portanto, ter disposição para ouvir.

O bom ouvinte tira proveito da rapidez do pensamento e reflete sobre o que está ouvindo

sem interromper quem fala.

O mau ouvinte torna-se logo impaciente, desatento, prejudicando a conversa; interrompe

com freqüência o diálogo.

mecatrônica

644

Há um ditado popular que nos diz: “A natureza nos deu dois ouvidos e uma boca”. Isso
significa que devemos falar, menos e ouvir mais. Portanto:

- Concentre-se na conversa para poder ouvir. Mantenha a atenção e foco;

- É preciso “ouvir na entrelinhas”, isto é, prestar atenção no tom e volume de voz,
expressões faciais, gestos, considerar o contexto, etc.

Provocar realimentação ou retro-informação (feedback)

O feedback é muito importante no processo de comunicação, pois indica o nível de compre-
ensão que o receptor teve da mensagem recebida.

Exprimir-se

Existem alguns cuidados a serem tomados para que uma pessoa possa exprimir o que deseja

a outra pessoa:

VOZ: Precisa estar ajustada ao local e ao número de pessoas a quem deseja comuni-
car-se.

GESTOS: As pessoas não se comunicam apenas pela voz ou pela escrita. Por isso, ao
se comunicar para um grupo, convém cuidar também dos gestos, para que a comuni-
cação seja harmoniosa.

SILÊNCIO: Um breve período de silêncio poderá auxiliar o receptor a refletir sobre o
que ouviu e exprimir-se, caso ache necessário.

LINGUAGEM: Utilizar termos claros e precisos.

Algumas dicas para facilitar a comunicação interpessoal

• Ouvir atenta e ativamente o outro, lembrando-se que ouvir é mais que escutar;

• Demonstrar respeito e aceitação, mesmo que haja dificuldades entre o emissor e
o receptor. É essencial para a comunicação que haja um objetivo comum entre
ambos;

• Empatia: colocar-se no lugar do outro (tendência para sentir o que sentiria caso
estivesse na situação ou circunstâncias experimentadas ou vividas por outra pes-
soa).

• Formular boas perguntas: elas ajudam a dar feedback ao emissor;

• Centrar-se na comunicação, evitando emitir julgamentos ou juízos precipitados.

mecatrônica645

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->