Você está na página 1de 2

Arte Pré- Histórica

Um período muito fascinante para o homem e investigadores de arte, pois não foi registrado por nenhum
documento, por anteceder á invenção da escrita.

Tudo o que sabemos da arte pré- histórica é o resultado da pesquisa de antropólogos, historiadores e dos
estudos da moderna ciência arqueológica, que reconstituíram a cultura do homem.

Divide-se em 2 periodos mais significativos: Paleolítico e Neolítico.

Paleolítico Médio e Superior (40.000 A.C.) :

Arte de carácter naturalista e mistico. Imagens relacionadas com cenas de caça ou animais, através das
quais qual procurava interferir na captura de animais, ou seja, o pintor-caçador do Paleolítico supunha ter
poder sobre o animal desde que possuísse a sua imagem.

Perfil nomada define o seu suporte, que na maioria das vezes eram as paredes das grutas que lhes davam
abrigo.

A par das pinturas rupestres de cenas de caça e de animais, o homem do Paleolítico deixou alguns vestigios
de esculturas, entre elas as Vénus da fertilidade, que foram consideradas uma forma primitiva de religião ou
adoração em algo não terreno.

Neolítico (10.000 a 6.000 A.C.) :

Com o fim do paleolítico, da-se uma importante mudança de rumo, a fixação dos grupos de indivíduos em
pequenos nucleos, o cultivo de terras e criação de animais, surgindo novas necessidades.
Assim, o homem do Neolítico desenvolveu a técnica de tecer panos, de fabricar cerâmicas e construiu as
primeiras moradias. Conseguiu ainda, produzir o fogo através do atrito e constroem ferramentas de caça e
pesca á base de osso.

Todas essas conquistas técnicas tiveram um forte reflexo na arte. O homem, que se tornara um camponês,
não precisava mais ter os sentidos apurados do caçador do Paleolítico, e o seu poder de observação foi
substituído pela abstração e racionalização. Como consequência surge um estilo simplificador e
geometrizante, sinais e figuras mais que sugerem do que reproduzem os seres. Os próprios temas da arte
mudaram: começaram as representações da vida colectiva.

Além de desenhos e pinturas, o artista do Neolítico produziu uma cerâmica que revela sua preocupação
com a beleza e não apenas com a utilidade do objeto, assim como esculturas de metal.

Desse período temos as construções denominadas dolmens. Consistem em duas ou mais pedras grandes
fincadas verticalmente no chão, como se fossem paredes, e uma grande pedra era colocada
horizontalmente sobre elas, parecendo um teto. E o menir que era monumento megalítico que consiste num
único bloco de pedra fincado no solo em sentido vertical.