Você está na página 1de 4

As Características da Rede Urbana

O conjunto das cidades e suas periferias, integradas num dado território, que estabelecem entre si relações de ordem hierárquica de dependência ou complementaridade, constitui uma rede urbana ou sistema urbano, (conjunto das cidades e suas periferias, integradas num dado território, que estabelecem entre si relações de ordem hierárquica, de dependência ou complementaridade. Pode considerar-se uma rede urbana às escalas regional, nacional ou internacional).

Pode considerar-se uma rede urbana às escalas regional, nacional ou internacional. Por exemplo, as cidades da área metropolitana de Lisboa, tal como as da área metropolitana do Porto, constituem redes urbanas regionais integradas na rede urbana nacional, que faz parte da rede de cidades europeias.

Para caracterizar uma rede urbana, é habitual ter em conta a distribuição espacial das cidades e a sua dimensão e importância, medidas pelo número de habitantes e pelas funções que oferecem, respectivamente. Uma rede urbana é tanto mais equilibrada quanto menores forem os contrastes nestes três aspectos.

A rede urbana portuguesa, em que se destacam Lisboa e Porto, é constituída,

essencialmente, por cidades com menos de 25 mil habitantes Fig. 1.

a d es c om m e nos d e 25 m i l h a

A rede urbana nacional apresenta um desequilíbrio já que apresenta:

Um g r a nd e núm e r o d e c id a d grande número de cidades de pequena dimeno;

Um número reduzido de c id a d es de dimen sã o m é di a; e cidades de dimeno média;

Duas c id a de s de m a ior dim e ns ã o, ma cidades de maior dimensão, mas com uma significativa diferença entre si:

Lisboa com mais do dobro do número de habitantes do Porto.

Repartição espacial

A rede urbana nacional caracteriza-se por um acentuado desequilíbrio no que respeita à distribuição espacial, à dimensão demográfica e ao número e importância das funções urbanas:

A g r ande maioria das cidades local i za-se no Litoral , e n contrando-se grande maioria das cidades localiza-se no Litoral, encontrando-se as de maior dimensão entre Setúbal e Viana do Castelo;

No Interio r, a l é m de h ave r menor número de cidades , Interior, além de haver menor número de cidades, a maioria tem uma pequena dimensão demográfica;

Apenas oito cidades têm mais de 100 mil habitantes, predominando as que têm menos de 25 oito cidades têm mais de 100 mil habitantes, predominando as que têm menos de 25 mil habitantes, pelo que as cidades de média dimensão são em número reduzido;

Destacam-se, pela s u a dim e n s ão demo g ráfica e p , pela sua dimensão demográfica e pela importância das funções urbanas, as cidades de Lisboa e do Porto que, no entanto, apresentam uma grande diferença entre si (Fig.2 )

n tam uma gra n de diferen ç a entre s i (Fi g .2 )

Rodrigues Arinda et tal, Geografia A 11ºAno, Texto Editores (adaptado) Rodrigues Arinda, Preparar o Exame Nacional Geografia A, Texto Editores (adaptado)