P. 1
O MOVIMENTO SINDICAL

O MOVIMENTO SINDICAL

|Views: 988|Likes:
Publicado porandremelo0807

More info:

Published by: andremelo0807 on Jan 28, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/25/2013

pdf

text

original

O MOVIMENTO SINDICAL A pauta do Movimento Sindical tem se tornado cada vez mais ampla e complexa.

A partir dos anos 90, com a intensificação da globalização econômica e a adoção da chamada política de integração competitiva, a economia brasileira vem passando por um acelerado processo de reestruturação produtiva. A estabilização econômica, iniciada a partir da implantação do Plano Real, deu também nova configuração às reivindicações salariais e às negociações coletivas. Por isso, a partir de uma discussão nacional, foi elaborado o DIEESE 2000 - um planejamento de atividades para os próximos anos -, para responder às questões colocadas pela atual conjuntura e aos desafios que irão surgir e se intensificar no futuro. O objetivo é aperfeiçoar o DIEESE como um dos centros técnicos de referência no desenvolvimento de pesquisa, assessoria, comunicação e educação nos temas: Renda; Emprego; Custo de Vida; Negociação; Reestruturação Produtiva. As atividades que concretizam o planejamento estão organizadas programas de trabalho, visando atender às demandas sindicais. em

Neste momento esta em elaboração o planejamento Dieese 50 anos, através de consultas e discussões envolvendo todas as áreas do Dieese e do Movimento Sindical

Sindicalismo é o movimento social de associação de trabalhadores assalariados para a proteção dos seus interesses. Ao mesmo tempo, é também uma doutrina política segundo a qual os trabalhadores agrupados em sindicatos devem ter um papel ativo na condução da sociedade.

História
O sindicalismo tem origem nas corporações de ofício na Europa medieval. No século XVIII, durante a revolução industrial na Inglaterra, os trabalhadores, oriundos das indústrias têxteis, doentes e desempregados juntavam-se nas sociedades de socorro mútuos. Esta revolução teve um papel crucial no advento do capitalismo, pois, devido à constante concorrência que os fabricantes capitalistas faziam entre si, as máquinas foram ganhando cada vez mais lugar nas fábricas, tomando assim, o lugar de muitos operários, estes tornaram-se o que é chamado "excedente de mão-de-obra", logo o capitalista tornou-se dono da situação e tinha o poder de pagar o salário que quisesse ao operário. É neste momento que surgem duas novas classes sociais, o capitalista e o proletário, onde o capitalista é o proprietário dos meios de produção: (fábricas, máquinas, matéria-prima). por outro lado, o proletário, que era proprietário apenas de sua força de trabalho, passou a ser propriedade do capitalista, que pagava salários cada vez mais baixos para obter mais

Chegando ao Brasil se deparavam com uma sociedade atrasada no quesito direitos e com práticas escravocratas. surpreendendo os governantes. Os sindicalistas ativos eram os anarquistas italianos que. princípio básico do Anarcossindicalismo. o socialismo. e impedir que o operário seja obrigado a aceitar a primeira proposta feita pelo empregador. e o populismo. o Anarcossindicalismo. atraindo levas de imigrantes vindos da Europa. reergueram-se clandestinamente no século XIX. e na França. em nome da liberdade dos Direitos do Homem. Com isso surgem os sindicatos. o anarquismo. foi reconhecida a legalidade dos sindicatos e associações. e as atividades manufatureiras surgiram nos centros urbanos e no litoral brasileiro. desencadearam uma onda de rebeliões. forçando o proletário a trabalhar em uma jornada de trabalho que chegava até 16 horas. Nos Estados Unidos. ou seja. juntos. em 1884.O movimento sindical efetivou-se basicamente no século XX. considerou ilegais as associações de trabalhadores e patrões. que foi contida por uma violenta repressão policial. . a economia se diversificou. tentarem negociar as suas condições de trabalho. contrária à reforma ou mudança da sociedade. portanto tal movimento não visava a uma transformação da sociedade através dos sindicatos. em decorrência do processo de industrialização. É através desta situação que o proletariado percebe a necessidade de se associarem e. Rapidamente esses homens começaram a se organizar. O movimento sindical mais forte no Brasil ocorreu em São Paulo. Defendia o sindicalismo de resultados e não se vinculava a correntes doutrinárias e políticas. [editar] Sindicalismo no Brasil No Brasil. contudo. em 1871. as idéias comunistas e socialistas predominaram nos movimentos sindicais espanhóis e italianos. formando o que viriam a ser os sindicatos. a que ele é mais prejudicado Durante a revolução francesa surgiram idéias liberais. buscando lhes equiparar de alguma maneira aos capitalistas no momento de negociação de salários e condições de trabalho. a exemplo da Lei Chapelier que. onde os imigrantes integravam a massa de trabalhadores das fábricas e indústrias. o marxismo.lucros. associações criadas pelos operários. Suas preocupações estavam em causas mais imediatas como a melhoria de salários e a diminuição do horário de trabalho. que estimulavam a aprovação de leis proibitivas à atividade sindical. o sindicalismo nasceu por volta de 1827 e. As organizações sindicais. com a abolição da escravatura e a proclamação da República. No Rio de Janeiro o movimento sindicalista foi diferente do ocorrido em São paulo. e esteve ligado a correntes ideológicas como o positivismo. Os trabalhadores que então migravam tinham uma experiência de trabalho assalariado e de um leque de direitos trabalhistas conquistados no mundo desenvolvido. o trabalhismo vanguardista. No Reino Unido. Com a Segunda Guerra Mundial. foi constituída a Federação Americana do Trabalho (AFL). em 1886.

e sob a influência da Central Única dos Trabalhadores (CUT). em 1961. limitaram a Lei de Greve e substituíram a estabilidade no emprego pelo Fundo de Garantia. juntaram-se aos desempregados.wikipedia.Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos vem desempenhando o papel para o qual foi criado pelo Movimento Sindical : desenvolver atividades de pesquisa. o Governo Federal criou o Ministério do Trabalho e em 1931 regulamentou. a globalização dos serviços e cada vez mais. de partidos de esquerda e de poucos parlamentares progressistas. o sindicalismo brasileiro passa por um momento de renovação por conta das novas demandas. [editar] 1964 Com o golpe militar de 1964. em Osasco. o movimento sindical brasileiro voltou a expandir-se. por decreto. no Nordeste e São Paulo. contudo.org/wiki/Sindicalismo" O QUE É O DIEESE? Desde 1955. e das plantações de laranja do interior de São Paulo. havendo sido formados. a sindicalização das classes patronais e operárias. como a empregabilidade. Em 1968. . [editar] Dias atuais Atualmente. a partir de 1980. assessoria. organizaram-se em movimentos a exemplo do Movimento dos Sem Terra (MST). São Paulo e Contagem. a luta por condições dignas de trabalho. As organizações sindicais passaram a ter caráter paraestatal. o DIEESE . o Comando Geral dos Trabalhadores (CGT) e o Pacto de Unidade e Ação (PUA). A regulamentação do trabalho e os institutos de previdência social ocorreram também naquele momento histórico. Em 1955. os trabalhadores rurais das usinas de açúcar e álcool. os sindicatos e sindicalistas foram duramente reprimidos. com a promulgação da Constituição do Estado Novo. dentre outras medidas. Criou as Juntas de Conciliação e Julgamento e. [editar] Veja também • • • • Anarcossindicalismo Nacional-sindicalismo greve escravidão do salário Obtida de "http://pt. Em 1970 surgiram novas lideranças sindicais e.[editar] 1930 Em 1930. a unicidade sindical. a greve foi proibida e foi instituído o imposto sindical. os trabalhadores se levantaram em greve de grande envergadura.

novos temas se incorporaram à pauta sindical.educação e comunicação nos temas relacionados ao mundo do trabalho e que se ajustam aos desafios que a realidade coloca para a organização dos trabalhadores brasileiros. Direção Técnica . onde estão representadas todas as correntes do Movimento Sindical brasileiro. Trata-se de uma criação única do Movimento Sindical brasileiro: sua forma de organização. Direção Sindical Executiva . congressos e reuniões técnicas. que executa o orçamento e o planejamento. mantida pela contribuição das entidades sindicais filiadas. tais como estudos salariais. É uma entidade civil sem fins lucrativos. NEGOCIAÇÃO E ASSESSORIA SINDICAL A negociação coletiva é um dos momentos mais importantes da ação sindical em sua luta por melhores salários. . desempenho dos setores. Ao longo desse tempo. Seu comando é composto por: Direção Sindical Nacional . Conheça detalhes sobre as diferentes instâncias deliberativas e diretivas consultando o estatuto do DIEESE. o Escritório Nacional e os Escritórios Regionais mantém um plantão de atendimento pessoal e telefônico. como tecnologia e novas formas de organização do trabalho e da produção. emprego e condições de trabalho. Para prestar informações e resolver dúvidas das entidades filiadas. entre outros. participação nos lucros e resultados. além de assessorar as negociações coletivas. Nos últimos anos. que acompanha e avalia as atividades da instituição no seu cotidiano. análises do balanço das empresas. pelas diretrizes do planejamento e pela dotação orçamentária. a instituição consolidou-se pela sua eficiência e credibilidade. informações e análises confiáveis para as entidades sindicais e para a sociedade. O DIEESE também realiza palestras e debates sobre os temas da conjuntura ou do cotidiano sindical e participa de assembléias. O DIEESE assessora as entidades filiadas. responsável pela orientação política. entre outros. realizando trabalhos técnicos específicos para as categorias. seu pluralismo e sua história não têm correspondência em nenhuma outra parte do mundo. tornando-se uma fonte de dados.

Programa de Negociação e Assessoria Sindical . Banco de Dados Macroeconômicos. Bando de Dados da Cesta Básica Diária.Por isso. . Banco de Dados de Mercado de Trabalho. especializada em conjuntura econômica e movimento sindical. Bando de Dados da Cesta Básica Nacional. Banco de Dados do Mercado de Trabalho Mundial. o DIEESE vem desenvolvendo uma série de atividades reunidas no PROINFO Programa de Informação -. que tem como objetivo prover acesso mais rápido e eficaz à sua produção técnica e às informações sobre o mundo do trabalho.que tem como diretrizes fortalecer e aperfeiçoar o papel da instituição como assessoria do movimento sindical e o atendimento às demandas setoriais e. que integram o Escritório Nacional. o Planejamento 2000 criou o PROSIND . BIBLIOTECA E CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO: com acervo de 40 mil documentos. SISTEMAS INFORMATIZADOS DE COMUNICAÇÃO EM REDE: (correioseletrônicos e conferências). aperfeiçoar as formas de relacio NAMEnto com as Centrais Sindicais. aperfeiçoar e consolidar a Rede DIEESE e os sistemas de informação e documentação. Os sistemas informatizados são compostos por: Bancos de Dados Banco de Dados Sindicais: que inclui o Banco de Dados Salariais. BANCOS DE DADOS Cada vez mais. o SACC Sistema de Acompanhamento de Contratações Coletivas e o Banco de Greves. a informação é indispensável para a ação sindical. Uma das diretrizes do planejamento é ampliar. Assim. os Escritórios Regionais e as Subseções. ainda. Banco de Dados do ICV.

Pesquisa de Orçamento Familiar. contribuindo para um melhor conhecimento e compreensão da realidade brasileira. com a ampliação da capacidade de análise e planejamento dos indivíduos. A metodologia desenvolvida e utilizada nos cursos e seminários visa um processo de acumulação progressiva de conhecimento. É uma metodologia para a reflexão e a ação. Porto Alegre. São cursos e seminários desenvolvidos e ministrados para entidades sindicais sobre os temas da agenda sindical.Pesquisa de Emprego e Desemprego nas regiões metropolitanas de São Paulo. participação nos lucros e resultados.pesquisa. matemática sindical. Salvador. PED .EDUCAÇÃO As atividades do PROEDUC compõem o tripé . Belo Horizonte.que integra todos os trabalhos do DIEESE. como emprego e custo de vida. reestruturação produtiva. POF . entre outros.Programa de Pesquisas Permanentes são aperfeiçoar as atuais pesquisas e formular projetos adequados às novas situações sócio-econômicas. domínio crescente dos métodos e instrumentos de análise dos problemas e que propicia a compreensão e reconhecimento da posição do outro. que visa promover a formação para a autonomia. Pesquisa Nacional da Cesta Básica e Salário Mínimo Necessário. Pesquisa Diária da Cesta Básica em São Paulo em convênio com o Procon-SP. combinando experiência de vida e conhecimento científico.Índice de Custo de Vida no Município de São Paulo. Recife e no . assessoria e educação . como negociação. São elas: ICV . As atividades de capacitação objetivam construir um conhecimento que seja um instrumento efetivo de motivação e planejamento da ação coletiva. planejamento de campanha salarial. As pesquisas permanentes têm como objetivo produzir indicadores e análises sobre temas fundamentais para os trabalhadores. PESQUISAS As diretrizes do PROPESQ .

que engloba as pesquisas sobre temas específicos.Programa de Cooperação Técnica. formação e divulgação da produção técnica. trabalhando. na definição de intervenções nos espaços públicos e estatais . terceirização e emprego. como pesquisas para conhecer o perfil sócioeconômico e a trajetória profissional de uma categoria.Programa de Comunicação. Esse esforço busca também ampliar e consolidar os vínculos com outras entidades e organismos que desenvolvem atividades relacionadas às questões de interesse dos trabalhadores. diversificar os instrumentos de divulgação da produção técnica e aperfeiçoar a política de relacio NAMEnto com a imprensa sindical e a grande imprensa são as diretrizes seguidas no PROMÍDIA . o DIEESE realiza o PROTEMA . Para tal. COMUNICAÇÃO Difundir os estudos do DIEESE para o movimento sindical. que são enviadas às entidades sindicais filiadas. ou por solicitação das entidades sindicais. reestruturação produtiva. que estão englobados no PROCOOP . por exemplo. em conjunto com as Centrais Sindicais. cooperação técnica e convênios nacionais e internacionais com universidades. Lista de Publicações Relatório de atividades COOPERAÇÃO TÉCNICA Para potencializar as atividades de pesquisa. para divulgar sua produção ao movimento sindical e à sociedade. do convênio DIEESE/SEADE/MTE/FAT e Além dessas. instituições de pesquisa. entidades da sociedade civil e dos governos federal. estaduais e municipais. Essas pesquisas são realizadas em função da necessidade de reunir conhecimentos sobre determinado tema. são editadas publicações periódicas e regulares. com duração determinada. o DIEESE tem participado de fóruns institucionais relacionados aos eixos temáticos prioritários do Planejamento. distribuição de renda.Distrito Federal através Convênios Regionais. o DIEESE estabelece intercâmbio. Além disso.Programa de Pesquisas Temáticas.

Espírito Santo. estatísticos. Minas Gerais. A instituição possui atualmente uma equipe técnica multidisciplinar composta de sociólogos. Goiás. eletricitários. Veja no estatuto as condições de filiação . Estas são extensões da instituição.em temas como emprego. Pará. Rio Grande do Sul. entre outros. possui subseções em todo o território nacional em entidades sindicais de trabalhadores metalúrgicos. Pernambuco. telecomunicações. ESTRUTURA NACIONAL O DIEESE é uma entidade de abrangência nacional. dedicando as horas contratadas a serviço exclusivo de uma categoria. entre outros. Paraná. As entidades filiadas dispõem da assessoria dos técnicos do Escritório Nacional e dos Escritórios Regionais . Ceará. analistas de sistemas. Rio de Janeiro. engenheiros de produção. representação e relações institucionais desenvolvidas pelo Dieese encontra-se no relatório de atividades do ano. professores. Maiores informações podem ser obtidas no Escritório Nacional e nos Escritórios Regionais. Paraíba. reestruturação produtiva. COMO USAR O DIEESE O DIEESE proporciona a cada entidade filiada a assistência necessária. Em todo o país. Em muitas entidades. Além disso. Rio Grande do Norte. trabalham também pesquisadores de campo e equipe administrativa. basta a entidade interessada preencher a Ficha de Filiação e remetê-la ao DIEESE acompanhada dos estatutos e da ata da assembléia da categoria que autoriza a filiação. com a presença de um ou mais técnicos. SOLICITAÇÃO DE TRABALHOS . a necessidade de contar com uma assessoria permanente e direta fez com que fossem criadas as Subseções . Distrito Federal. COMO SE FILIAR Para se filiar. provendo subsídios para a luta em todas as frentes do movimento sindical. Santa Catarina e Sergipe). químicos e petroquímicos. bancários. qualidade e produtividade e formação profissional. com sede em São Paulo ( Escritório Nacional ) e Escritórios Regionais em quinze Estados da Federação (Bahia. servidores públicos e petroleiros. A lista completa das atividades de cooperação técnica. economistas.

. participação em eventos ou negociações coletivas sejam feitos com antecedência para que todos os filiados possam ser atendidos. basta se dirigir ao Escritório Nacional ou aos Escritórios Regionais por carta. É necessário que os pedidos de trabalhos técnicos cursos e seminários. correio eletrônico . telefone ou fax.Para solicitar trabalhos ao DIEESE.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->