P. 1
Exercícios de Conhecimentos Bancários Extraídos dos Concursos

Exercícios de Conhecimentos Bancários Extraídos dos Concursos

|Views: 1.788|Likes:
Publicado porTATIPATOS646

More info:

Published by: TATIPATOS646 on Feb 02, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/28/2014

pdf

text

original

CENTRO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL PARALELO DISCIPLINA: CONHECIMENTOS BANCÁRIOS PROFESSOR : CARLOS ANDRÉ CONCURSO : BASA CARGO: TÉCNICO BANCÁRIO

Exercícios de Conhecimentos Bancários Extraídos dos Concursos Anteriores. BB – Caixa – Nossa Caixa Nosso Banco – Concurso Interno BB – Banespa e Bacen 01. (Cesgranrio / BB 1998 Prova 1) O Fundo Garantidor de Créditos – FGC assegura o total de créditos de cada pessoa dentro de uma mesma instituição financeira, ou dentro de todas as instituições de um mesmo conglomerado financeiro, até o valor máximo, em reais, de: a) b) c) d) e) 25.000,00 22.500,00 20.000,00 18.000,00 15.000,00

02. Faz parte do Conselho Monetário Nacional: a) b) c) d) Ministro dos Transportes. Presidente do Banco do Brasil Presidente da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Ministro do Planejamento

Justificativa: O Conselho Monetário Nacional (CMN) :  É o sistema Normatizador e Controlador do Mercado Financeiro. Objetivos:  Orientar a aplicação dos recursos das instituições financeiras, para propiciar condições favoráveis ao desenvolvimento da economia.  Cuidar do aperfeiçoamento das instituições financeiras, para maior eficiência do sistema de pagamentos e de mobilização de recursos.  Zelar pela liquidez geral das instituições e do sistema financeiro. Atribuições do Conselho Monetário Nacional:  Disciplinar as operações de crédito.  Coordenar a Política Monetária e de Meios de Pagamentos.  Regular a constituição, funcionamento e fiscalização das Instituições Financeiras.  Estipular padrões referentes aos encaixes, capital e imobilizações das instituições financeiras, e outras condições técnicas a serem observadas. O Conselho Monetário Nacional é constituído pelos seguintes membros:  Ministro da Fazenda (Presidente do Conselho).  Ministro do Planejamento. (Alternativa D)  Presidente do Banco Central.  Pela Comissão Técnica da Moeda e do Crédito (COMOC) (10 Membros) CMN – Conselho Monetário Nacional . Órgão federal criado em 31 de dezembro de 1964 pela lei que implantou a reforma bancária no país. Formado segundo o modelo do Federal Reserve System, (Banco Central dos Estados Unidos) dos EUA, veio substituir a Sumoc (Superintendência da Moeda e do Crédito) como órgão responsável pelas normas dos ajustes dos meios de pagamento de acordo com as necessidades do país, devendo regular o valor interno da

moeda, corrigir surtos inflacionários ou deflacionários e coordenar as políticas creditícia, monetária , fiscal, orçamentária e da dívida pública (interna e externa). É responsável ainda pelas emissões de papel-moeda, pela fixação de normas para a política cambial, pela aprovação de orçamentos monetários, pela limitação das taxas de juros, descontos e comissões e pela disciplina do crédito, entre outras atividades de caráter mais burocrático. As reuniões do CMN são realizadas pelo menos uma vez por semana. Participam do conselho representantes dos ministérios da área econômica, de outros órgãos públicos e de entidades representativas do setor privado. 03. Exercer o controle de crédito sob todas as suas forma é atribuição: a) b) c) d) da Caixa Econômica Federal. do Banco do Brasil. do Banco Central do Brasil do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

Justificativa: O Banco Central do Brasil :  É o órgão EXECUTOR da Política Monetária.  Cabe-lhe cumprir e fazer cumprir as atribuições e normas emanadas do CMN.  Somente ao Banco Central cabe as emissões de papel-moeda e moeda metálica, nos limites autorizados pelo Conselho Monetário Nacional. Por suas atribuições o BACEN pode ser considerado:  Banco dos Bancos : recolhimentos compulsórios, redescontos, regulamentação dos sistemas de compensação de cheques a demais papéis.  Gestor do Sistema Financeiro: normatiza, autoriza, fiscaliza, intervém.  Executor da Política Monetária: controla fluxos e liquidez monetários, regulando a expansão dos meios de pagamentos, elaborando o orçamento monetário e utilizando os instrumentos de controle de liquidez.  Banco Emissor: detém o monopólio de emissão de papel-moeda e moeda metálica e executa os serviços de saneamento do meio circulante.  Banqueiro do Governo: financia o Tesouro Nacional, com a colocação de títulos públicos, administra a dívida pública interna e externa, administra as reservas internacionais do país e executa as operações ligadas organismos financeiros internacionais.  Instituição financeira federal criada pela Lei nº 4 595, de 31 de dezembro de 1964. Substituiu a antiga SUMOC (Superintendência da Moeda e do Crédito) e algumas funções então exercidas pelo Banco do Brasil. Tem principalmente as seguintes atribuições: executar a política financeira do governo, emitir papel-moeda, autorizar o funcionamento de instituições financeiras e fiscalizar suas operações de acordo com leis específicas, receber depósitos compulsórios e voluntários do sistema financeiro nacional , realizar operações de compra e venda de títulos públicos federais, de empresas de economia mista ou estatais; custodiar e administrar as reservas nacionais em ouro e moedas estrangeiras, controlar o crédito e o capital estrangeiros; e representar o governo brasileiro perante os organismos financeiros internacionais. (Alternativa C)

04. Indique a alternativa em que todos os títulos financeiros podem ser negociados no mercado secundário (OPEN MARKET=MERCADO ABERTO). a) LTN, NTN e RDB. b) CDB e RDB. c) NTN, CDB e Letra de Câmbio Comercial. d) Duplicatas e Debêntures. e) CDB, LTN e NTN Onde: LTN = Letras do Tesouro Nacional NTN = Notas do Tesouro Nacional RDB = Recibo de Depósito Bancário CDB = Certificado de Depósito Bancário Letra de Câmbio Comercial Duplicatas Debêntures Ativos de Renda Fixa LTN= Letras do Tesouro Nacional NTN = Notas do Tesouro Nacional RDB = Recibo de Depósito Bancário CDB = Certificado de Depósito Bancário Letra de Câmbio Comercial Duplicatas Debêntures

Características Ativos Públicos Ativos Públicos Ativos Privados Ativos Privados Ativos Privados Ativos Privados Ativos Privados

Mercado Primário Mercado Secundário ---X ---X X ------X X ------X X ----

05. Nas operações compromissadas de compra e venda de títulos públicos federais, o Banco Central do Brasil realiza operação no mercado aberto conhecida como: a) b) c) d) e) Mercado de Balcão Leilão Formal Mercado de Swaps Leilão Informal (go around = mudar-se de um lugar a outro) Mercado de Opções

06. Os empréstimos de liquidez, de curto prazo, feitos pelo Banco Central do Brasil para socorrer os bancos com necessidades momentânea de caixa denomina-se a) b) c) d) e) Operações Compromissadas Operações no open market = mercado aberto Operações de Mercado Primário Operações de Redesconto Operações de overnight = que dura uma noite

07. Indique a principal finalidade do depósito compulsório feito pelos bancos comerciais e múltiplos junto ao Banco Central do Brasil. a) Manter o Banco Central com disponibilidade de caixa b) Controlar a expansão da base monetária gerado pela moeda escritural. c) Quanto maior for o depósito compulsório maior será o efeito multiplicador da moeda escritural. d) Não permitir que os depósitos à vista superem o valor total dos títulos públicos federais. e) Controlar o total de papel-moeda em poder do público. Justificativa: Depósito Compulsório - Mecanismo oficial criado para reduzir o total de meios de pagamento existente numa economia em determinado momento. Por meio dele, os bancos são obrigados a depositar no Banco Central uma porcentagem de seus depósitos (20%, 30%, 40%, ou mais). Desse modo, os bancos são obrigados a restringir as aplicações de depósitos a vista em empréstimos e títulos, reduzindo assim a criação de meios de pagamento na economia. Dependendo da conjuntura as autoridades monetárias podem aumentar ou reduzir o percentual do depósito compulsório se o objetivo for diminuir ou ampliar o total de meios de pagamentos. 08. sobre o Fundo garantidor de Crédito (FGC) só não podemos afirmar que está correto: a) que o FGC é uma associação civil sem fins lucrativos, de que fazem parte as instituições financeiras e associações de poupança e empréstimo. (correta) b) que a contribuição obrigatória dessas instituições é de 0,02% sobre o montante dos depósitos, cadernetas de poupança e aplicações. (correta) c) Que o FGC dá cobertura de até R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) por titular a depósitos e aplicações sempre que ocorrer decretação de intervenção, liquidação extrajudicial ou falência da instituição financeira. ( falsa ) d) Que estão garantidos pelo FGC os depósitos à vista, os depósitos de poupança, letras de câmbio, letras imobiliárias e letras hipotecárias (correta) e) Que o Banco Central do Brasil poderá excluir do FGC as pessoas que tiverem registro de cheques devolvidos sem fundos. Justificativa : O FGC dá cobertura de até R$ 20.000,00 ( vinte mil reais ) 09. O bid bond é : a) um tipo de empréstimo de curto prazo. b) um tipo de seguro de crédito c) um tipo de aplicação no mercado de swaps d) um tipo de empréstimo de longo prazo e) um tipo de fiança bancária Justificativa : Bid Bond é uma carta emitida por um banco a pedido do seu cliente que tem por objetivo habilitá-lo na participação e concorrência aberta no exterior (Fiança) Performance Bond – É uma fiança prestada por um banco a um cliente que tenha assumido contrato de execução longa: 1) Obras Públicas; 2) Fabricação de Navios e Aviões 3) Bens de Capital.

10. O seguro feito com a participação de várias seguradoras mediante acordo entre elas com vistas à divisão do risco denomina-se : a) b) c) d) e) resseguro multirrisco co-seguro seguro múltiplo seguro em grupo

11. As operações de underwriting podem ser feitas: a) b) c) d) e) com recompra dos títulos stand by e melhores esforços (correta) Melhores esforços e recompra dos títulos Com garantia firme (correta) Estão corretas as opções “b” e “d”

Justificativa : Underwriting ( “subscrição”, em Inglês). Lançamento de ações ou debêntures para subscrição (obriga-se a comprar ações de sociedade anônima) pública. A colocação desses títulos é feita, em geral por um banco de investimento, muitas vezes associado a outras entidades financeiras. Três tipos de contrato podem ser feitos entre a empresa que lança os títulos e a financeira que os coloca junto ao público: 1) Straight (imediatamente, diretamente) – a financeira subscreve a totalidade do lançamento, pagando-o diretamente à empresa. 2) Stand-by ( Proteção sobre) – a financeira compromete-se a subscrever os títulos não adquiridos pelo público. 3) Best - Efforts ( melhor esforço) – a financeira compromete-se a esforçar-se para vender os títulos, sem assumir a responsabilidade de subscrevê-los, e devolve à empresa aqueles não negociados pelo público. 12. As apólices de seguro podem ser nominativas, à ordem ou ao portador. Indique o tipo de apólice, contudo, que não pode ser ao portador. a) b) c) d) e) seguro de automóveis seguro de crédito seguro de imóveis seguro de vida seguro contra incêndio

13. Assinale a alternativa incorreta a) No swap de taxas de juros, uma parte concorda em pagar a outra juros a uma taxa fixa sobre um principal por determinado número de anos e, ao mesmo tempo, receber, em troca juros a uma taxa flutuante no mesmo prazo e sobre o mesmo principal (correta) b) Os contratos a termo são reajustados diariamente do mesmo modo que os contratos futuros. (errada) c) Para fazer caixa, um investidor pode vender ações no mercado à vista e recomprá-las no mercado a termo, por prazo determinado, com uma taxa de financiamento embutida no preço (correta) d) No mercado futuro, quem está comprando ganha se a cotação subir e perde se a cotação cair. e) Os ajustes diários no mercado futuro são feito através da Câmara de Compensação. 14. Entre as modalidades de intermediação bancária, não se inclui: a) b) c) d) e) lançamento de debêntures colocação de títulos públicos federais no mercado primário securitização de recebíveis underwriting operações de seguro

15. Assinale a alternativa incorreta: a) Benefício definido é aquele em que o valor da aposentadoria privada aberta vai depender do saldo ao final do prazo de contribuição determinado pelo participante b) O Banco Central do Brasil exerce a função de banqueiro do Governo Federal c) O mercado de opções é aquele em que o investidor negocia não as ações mas o direito de comprá-las ou vendê-las nas condições de preço ajustadas. d) O Commercial Paper é um título privado utilizado como instrumento de captação de recursos no Exterior. e) O cheque é uma ordem de pagamento à vista 16. Assinale um tipo de operação no mercado derivativo da Bolsa de Valores: a) b) c) d) Compra de ações no mercado à vista. Compra de ações no mercado de balcão Assinatura do contrato de swap de taxa de juro Compra de ações “X” no mercado à vista e venda das mesmas ações “X” (mesma quantidade) no mesmo dia no mercado à vista. e) Compra de ações “Y” no mercado à vista e simultaneamente venda em opções da mesma quantidade de ações “X”, embutindo uma taxa de juros no preço de exercício.

17. Assinale a opção que corresponde ao procedimento que o investidor pode acertadamente tomar ao realizar operações no mercado futuro, levando em conta os seguintes aspectos do mercado de derivativos. a) quando o preço do spot é igual ao preço futuro da mercadoria, compra no mercado à vista. b) quando o preço futuro de um ativo é maior do que o preço à vista somado aos custos financeiros no mesmo prazo, o investidor vendo o ativo à vista e compra no mercado futuro c) quando o preço futuro não exerce o preço à vista somado com os custos financeiros no mesmo prazo, o investidor compra o ativo à vista e vende imediatamente o ativo no mercado futuro. d) ainda com relação à situação anterior, o investidor pode adotar procedimento diferente, ou seja, vender o ativo à vista e aplicar o dinheiro recebido no mercado financeiro às taxas vigentes. Simultaneamente compra o ativo no mercado futuro , recompondo sua posição. e) quando o preço à vista é igual ao preço futuro da mercadoria, vende no mercado futuro. 18. Se na vigência de 2 (dois) contratos de ouro (250 g) no mercado futuro da BM&F em que são partes o vendedor “X” e o comprador “Y”, a cotação do produto sobre R$ 0,15/grama , então: a) o vendedor “X” tem direito a receber R$ 75,00 da BM&F. b) o comprador “Y” tem a obrigação de pagar a quantia de R$ 75,00 a ser repassada ao comprador “X” c) o vendedor “X” tem a obrigação de pagar R$ 75,00 a serem repassados ao comprador “Y”. d) as partes contratantes não são atingidas pelas mudanças na cotação do produto. e) os ajustes diários nas posições dos contratantes são meramente estatísticos e não geram obrigações. 19. São elementos indispensáveis para a realização específica de compra e venda no mercado de derivativos, exceto: a) b) c) d) e) registro da operação na Comissão de Valores Imobiliários (CVM) depósito prévio da margem inicial de garantia. intermediação de corretora habilitada a operar nas Bolsas ajuste diário nas posições compradoras ou vendedoras vinculação das operações a um contrato

20. A característica principal do mercado interbancário é que as operações são lastreadas: a) b) c) d) e) com títulos públicos federais. com CDB (Certificado de Depósito Bancário) e RDB (Recibo de Depósito Bancário). com letras de câmbio financeiras. com títulos públicos estaduais. com CDI (Certificado de Depósito Interbancário)

21. No SELIC são feitas operações exclusivamente com : a) b) c) d) e) títulos da dívida externa CDB e RDB títulos públicos federais debêntures conversíveis CDI e letras de câmbio

22. As cadernetas de poupança e os depósitos do FGTS são corrigidos pela: a) b) c) d) e) TR (Taxa Referencial) TBC TJLP Taxa SELIC TBAN

Justificativa : TR – Taxa Referencial – Instrumento criado pelo Plano Collor 2 em substituição ao extinto BNT (Bônus do Tesouro Nacional) entrando em vigor a partir de fevereiro de 1991. A TR deveria ser a taxa pré-fixada pela média de juros dos títulos públicos e demais aplicações financeiras. Com a intensificação da inflação no final de 1991 ela passou a ser mais um elemento de cálculo para a indexação de preços. Observação: Indexação – Mecanismo de política econômica pelo qual as obrigações monetárias têm seus valores em dinheiro corrigidos com bases em índices oficiais do governo. 23. Indique a taxa que os bancos captam recursos junto ao público são chamadas: a) b) c) d) e) TBC TJLP TR Taxa SELIC TBAM

24. As operações em que os bancos captam recursos junto ao público são chamadas: a) b) c) d) e) operações de risco operações ativas operações acessórias operações mistas operações passivas

Justificativa: Passivo = Bancos e Ativos = Clientes

25. Assinale a única opção errada no tocante a operações no mercado de câmbio: a) O câmbio manual envolve a compra e venda no balcão de moedas estrangeiras em espécie e os travellers checks (certa) b) A posição vendida do banco operador de câmbio ocorre quando há excesso gerado por venda, não incluídas nesse caso as vendas futuras (errada) c) As operações cambiais entre banco operador de câmbio ocorre quando sua posição de compra e venda está dentro dos limites fixados pelo Banco Central do Brasil (certa) d) A operação de arbitragem é a entrega de moeda estrangeira contra o recebimento de outra moeda estrangeira (certa) 26. Entre as principais funções de competência do Banco central do Brasil não se inclui: a) b) c) d) e) executar os serviços do meio-circulante. conceder empréstimos a instituições não-financeiras efetuar o controle dos capitais estrangeiros exercer a fiscalização das instituições financeiras ser depositário das disponibilidades de caixa da União

27. Entre os produtos de captação, só não podemos incluir: a) b) c) d) e) as letras hipotecárias os CDB e RDB os cheques as letras de câmbio financeiras as letras imobiliárias

Justificativa : O cheque é uma ordem de pagamento à vista 28. A operação que envolve a colocação de ações, debêntures ou outros títulos mobiliários quaisquer é um tipo de intermediação bancária conhecida por: a) b) c) d) e) underwriting factoring go around leasing overnight

Justificativa : Ver justificativa da questão nº 11

29. Os meios de pagamento são formados: a) b) c) d) e) por papel-moeda em poder do público e depósitos à vista nas instituições financeiras. pelos depósitos à vista e pelas reservas bancárias pelo papel-moeda emitido e pelos depósitos compulsórios pelos depósitos à vista e pelos depósitos compulsórios pelas reservas bancárias e pelos depósitos compulsórios

30. Assinale a alternativa incorreta: a) O Banco Central do Brasil funciona como “caixa” do Tesouro Nacional. b) Os dólares que ingressam no país são registrados no Banco Central do Brasil (como reservas) e convertidos em reais c) O Tesouro Nacional emite títulos e os vende no mercado primário através do Banco Central do Brasil d) Os bancos captam recursos junto ao público através de CDB, RCB e letra de câmbio. e) O lucro obtido pelo Banco Central do Brasil é transferido para o Fundo Garantidor de Créditos (FGC). 31. Aponte a única forma incorreta de pagamento das exportações: a) b) c) d) e) pagamento antecipado (eqüivale a um financiamento) travellers checks cobrança à vista contra entrega de documentos de embarque remessa sem saque ( pouco utilizada ) carta de crédito bancária

32. Os exportadores brasileiros podem realizar uma operação bancária denominada câmbio travado, significando que: a) b) c) d) podem descontar imediatamente as cambiais aceitas pelo importador podem colocar no mercado as export notes das exportações podem emitir debêntures com correção cambial e descontá-las nos bancos podem solicitar o Adiamento sobre o Contrato de Câmbio (ACC), não utilizar os dólares e vendê-los ao próprio banco para liquidação futura, com um spread e) podem descontar o warrant (garantia) referente às mercadorias exportadoras Justificativa: Spread (cobertura) é uma taxa adicional de risco cobrada no mercado financeiro, sobretudo o Internacional. É variável conforme, conforme a liquidez e as garantias do tomador, o volume de empréstimo e o prazo de resgate. A crise de liquidez que se instalou no mercado financeiro Internacional após a segunda grande alta nos preços do petróleo (1979) generalizou o uso do spread, sobrecarregando as dívidas externas de muitos países.

33. Um tipo de financiamento à exportação que oferece taxas de juros no mesmo nível do indicado pela diferença de taxas, como forma de tornar a exportação mais competitiva, é conhecida como: a) b) c) d) e) supplier’s credit (crédito fornecedor) export notes (nota de exportação) PROEX Equilização Buyer’s credit (crédito comprador) ACE (Adiantamento sobre Contrato de Exportação)

34. Assinale as alternativas incorretas: a) Quem tem debêntures tem direito de crédito contra a sociedade anônima b) A securitização consiste em transformar ativos, empréstimos e dívidas em títulos negociáveis, transferíveis e resgatáveis. c) A operação de underwriting consiste na troca futura de fluxos de caixa mediante acordo entre duas empresas com intermediação financeira. d) A contratação de câmbio com o banco poderá ser feita prévia ou posteriormente ao embarque da mercadoria. 35. Entre as moedas que serve para pagamento de privatização não se inclui: a) b) c) d) e) TODA (Títulos da Dívida Agrária) Dinheiro vivo Debêntures da SIDEBRÁS Títulos da Dívida Externa Títulos Públicos Estaduais

36. Para que os Bancos possam efetuar operações de importação e exportação , eles precisam: a) b) c) d) e) estar registrado no Banco do Brasil Ter filiais no exterior Ter autorização do Banco Central do Brasil Pagar as taxas de importação e exportação Pagar todas as despesas, inclusive seguro marítimo e frete

37. Devolução de tributos recolhidos sobre produtos semi-faturados importados, a serem utilizados na produção de artigos nacionais para exportação a) b) c) d) Direitos aduaneiros CIF (“Cost”; “Insurance” e “Freight”) Imposto de Importação Drawback (Devolução do Imposto sobre um produto importado que será exportado dentro de um tempo curto ou que será utilizado na produção de um produto de exportação)

Justificativa: Drawback (Devolução; Reembolso) Palavra inglesa internacionalmente usada para designar a devolução de impostos alfandegários pagos por mercadorias importadas e que são reexportadas para um terceiro país. 38. Todas as despesas, inclusive seguro marítimo e frete, até a chegada da mercadoria ao porto de destino, correm por conta do vendedor: a) b) c) d) e) CIF FOB Drawback Cost and Freight Cost and Insurance

Justificativa: CIF – letras iniciais das palavras inglesas “cost” ( “custo”) , “insurance” (“seguro”) e “freight” (“frete”), empregadas para designar o sistema de pagamento para mercadorias embarcadas quando os custos do seguro e do frete estão incluídos no preço. As estatísticas das exportações e importações brasileiras divulgadas pelo Banco Central geralmente são apresentadas na base {V} FOB {v} (free on board), isto é, sem incluir os custos dos seguros e dos fretes, os quais são registrados na Conta de Serviços do Balanço de Pagamentos. 39. No caso de Mercadoria exportada FOB: a) O comprador assume todas as despesas e riscos por perdas e danos até a colocação de mercadoria a bordo do navio, no porto de desembarque. b) O vendedor assume todas as despesas e riscos por perdas e danos até a colocação da mercadoria a bordo do navio, no porto do embarque c) O vendedor assume todas as despesas até a colocação da mercadoria a bordo do navio, bem como o valor do frete, até o porto de destino. d) O comprador assume todas as despesas inclusive seguro marítimo e frete, até a chegada da mercadoria no porto de destino Justificativa: FOB – (“free on board” – “livre a bordo”). Denominação da cláusula de contrato segundo a qual o frete não está incluído no custo da mercadoria. Valor FOB é o preço da mercadoria acrescido de todas as despesas que o exportador fez até colocá-lo a bordo, incluindo as taxas portuárias, de previdência, da comissão de marinha mercante e outras que incidem sobre o valor do frete

40. Banco governamental voltado para estimular o desenvolvimento nacional , através de investimentos de longo prazo: a) b) c) d) e) Banco do Brasil S.A Banco Central do Brasil Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Caixa Econômica Federal Comissão de Valores Imobiliários

41. O ato pelo qual o devedor ou sacado reconhece a existência da dívida, obrigando-se a pagála em seu vencimento é denominado por: a) endosso b) substalecimento c) aceite d) emissão e) aval Justificativa: Aceite – Compromisso de pagar a quantia expressa em letra de câmbio, nota promissória ou duplicata de fatura, na data de seu vencimento O Aceite Pleno ou Completo – é representado pela expressão aceito, seguida de data e assinatura do sacado ( aquele que se compromete a pagar ). O Aceite Condicional – Envolve condições expressas pelo sacado, no documento, como, por exemplo, a de pagar em outra praça que não a da emissão do documento. Observação : sacado – nome dado a pessoa física ou jurídica (na maior parte dos casos, uma instituição financeira) responsável pelo desconto de cheque, duplicata ou letra de câmbio contra ela emitidos. No cheque, por exemplo, o sacado é o banco em que o emitente (sacador) tem a conta. Sacador – Pessoa física ou jurídica que emite um cheque, duplicata ou letra de câmbio contra um sacado (em geral, uma instituição financeira) e a favor de um beneficiário. 42. Alienação Fiduciária é: a) b) c) d) e) um direito de pessoas um direito real sobre coisas próprias um direito das obrigações um direito de crédito um direito real sobre coisas alheias

Justificativa: Alienação – Em direito, o termo tem o significado genérico de transferência da propriedade de uma coisa ou direito, de uma pessoa (física ou jurídica) para outra Alienação Fiduciária – Transferência ao credor do domínio e posse de um bem, em garantia de pagamento de uma obrigação que lhe é devida por alguém. O bem é devolvido a seu antigo proprietário depois que ele resgatar a dívida.

43. As operações de crédito são lastreadas por garantias classificadas como reais e pessoais. A garantia pessoal que se constitui numa obrigação acessória, mediante assinatura do contrato, denomina-se: a) b) c) d) e) penhor mercantil aval alienação fiduciária fiança hipoteca

Justificativa : Fiança – Garantia dada por uma pessoa ( fiador) de que pagará parte ou total das dívidas de outra pessoa, se esta não puder pagá-las. 44. A fiança é uma obrigação: a) b) c) d) principal acessória do devedor principal assumida pelo marido, sem o consentimento da mulher

45. Tornamo-nos coobrigados pelo pagamento pelo pagamento de um determinado título, juntamente com seu emitente, através do: a) b) c) d) e) endosso aceite protesto aval fiança

Justificativa: Aval – Garantia que uma pessoa dá a outra pessoa de que pagará a dívida da mesma forma se esta não puder fazê-lo. Concretiza-se pela assinatura do avalista (o que dá a garantia) no anverso ou no verso do título em questão. 46. Aval no verso ou anverso do documento, sem especificar a quem é dado, é o que entendemos por: a) b) c) d) e) aval de favor aval em preto aval incompleto aval em branco aval de aval

Justificativa: Diz – se que o aval é pleno, ou preto, quando a assinatura do avalista é precedida pela expressão “por aval”, quando isso não ocorre, diz-se que oval é branco. Observação : Se o avalista falir ou tornar-se insolvente, o credor não poderá exigir que outro o substitua.

47. A materialização de um crédito, através de um documento que prove sua existência, de maneira clara, precisa e certa, é o que denominamos de : a) b) c) d) e) procuração escritura confissão de crédito título de crédito contrato de compra e venda

Justificativa: Título de Crédito – Documento em que uma pessoa, firma comercial ou instituição se compromete a pagar a outra ( nomeada ou simplesmente ao portador) certo valor ou mercadoria. São títulos de crédito as letras de câmbio, notas promissórias, conhecimentos de transporte, conhecimentos de depósito, cheques, duplicatas, apólices, títulos de dívida pública, ações e debêntures. 48. A entrega de bem móvel para garantia de uma obrigação assumida constitui: a) b) c) d) e) um penhor um aval uma fiança uma hipoteca uma alienação fiduciária

49. Direito de garantia através do qual o comprador de um bem, com pagamento a prazo, detém a posse direta e o uso do objeto, mas não a sua propriedade. a) b) c) d) Caução Fiança Aval Alienação Fiduciária

50. No objeto gravado com cláusula de alienação fiduciária, o comprador tem: a) b) c) d) e) a posse indireta a propriedade a posse direta e o uso o domínio apenas a propriedade

Observação: a posse direta e o uso mas não a propriedade em definitivo

51. Pode ser objeto de Penhor: a) b) c) d) e) jóias e edifícios navios e colheitas jóias e colheitas colheitas e navios navios e edifícios

52. A nota promissória e a letra de câmbio: a) são transmissíveis por endosso mesmo que o sacador da letra de câmbio, ou o emitente da nota promissória , tenha colocado no título as palavras “não à ordem”, que serão consideradas não escritas; b) só são transmissíveis por endosso, se contiverem a cláusula “à ordem” c) são transmissíveis por via de endosso, mesmo que não contenham expressamente a cláusula “à ordem” d) podem ser parcialmente transmitidas a outros credores, através do chamado “endosso parcial” e) são transmissíveis, em qualquer circunstância, somente pela forma e como os efeitos de uma cessão de crédito. Justificativa: Promissória – Título emitido pelo devedor, diretamente a seu credor, com promessa de pagamento em data de vencimento pré-fixada. A falta de pagamento dá ao credor o direito de levar a nota promissória ao cartório de protesto e promover sua cobrança judicial. Letra de Câmbio – Tipo de título negociável no mercado. Consiste numa ordem de pagamento em que uma pessoa (sacador ou emitente) ordena que uma segunda pessoa (sacado) pague determinada quantia a uma terceira ( tomador ou beneficiário). Deve trazer , de forma explícita, o valor do pagamento, a data e o local para efetuá-lo. 53. A nota promissória emitida em branco ou preenchida parcialmente: a) não pode ser completada, pois a lei exige que todos os seus requisitos sejam lançados no momento de sua emissão b) pode ser completada pelo credor de boa-fé, antes da cobrança ou do protesto c) somente poderá ser completada antes do vencimento e pelo tomador originário d) valerá como título ao portador, se nela faltar apenas o nome do tomador 54. São características fundamentais dos títulos de crédito: a) b) c) d) a exigibilidade e a liquidez a transmissibilidade e a autonomia a cartularidade e a literalidade as alternativas A e C estão corretas

55. A melhor definição para aceite é : a) b) c) d) e) o reconhecimento de uma dívida pelo credor o endosso de um documento, quer em branco, quer em preto o reconhecimento de uma dívida pelo devedor, por meio de sua assinatura promessa de pagamento em data fixada ordem de pagamento à vista

56. Não de pode transferir por endosso a) b) c) d) e) duplicata warrant cheque conhecimento de depósito letra de câmbio

Justificativa : Título privado de crédito o qual o comprador de um bem se compromete a pagar ao vendedor, no prazo fixado, a importância estipulada. Corresponde a uma cópia da fatura, que, nas vendas comerciais a prazo, o vendedor é obrigado a entregar ao comprador, este devolverá ao vendedor a duplicata assinada, caso as condições da transação atendam ao combinado. A duplicata contém o número e a importância da fatura, os nomes e os domicílios do vendedor e do comprador, a data do vencimento, a cláusula, a ordem e o lugar onde deve ser feito o pagamento. 57. Letra de Câmbio – Nota Promissória – Duplicata – Alternativa Falsa a) b) c) d) e) são considerados títulos de crédito podem Ter aval e endosso, cumulativamente podem ser descontados em bancos são protestáveis por falta de pagamento são emitidos pelos credores

Justificativa : Letra de Câmbio – O sacador emite Nota Promissória – emitido pelo devedor diretamente a seu credor Duplicata – emitido pelo comprador 58. A nota promissória envolve: a) b) c) d) e) três personagens cambiários: emitente, o sacador e o tomador dois personagens cambiários : o emitente e o sacador dois personagens cambiários : o emitente e o sacado dois personagens : o vendedor e o comprador dois personagens: o subscritor e o credor

59. È título de crédito emitido com base em obrigação proveniente de compra ou prestação de serviços a prazo. Estamos falando da (o): a) b) c) d) e) duplicata nota promissória letra de câmbio cheque warrant

60. Literalidade é uma característica básica dos títulos de crédito. Consiste dizer, no entanto, que: a) o seu portador, para exigir o cumprimento das relações existentes, deve apresentar o documento b) o direito de seu beneficiário atual pode ser anulado em virtude das relações existentes entre os seus antigos titulares e o devedor da obrigação c) o seu portador limita-se ao conteúdo do direito que nele estiver formalmente expresso d) não se vincula à origem e) transfere-se os direitos que o título representa por endosso 61. Quanto ao modo de circulação o título de crédito, o qual seu portador é, presumivelmente , seu proprietário denomina-se: a) b) c) d) e) título nominativo título nominativo à ordem título nominativo “não à ordem” título ao portador título normal

62. Entende-se por letra de câmbio a) a ordem de pagamento à vista ou a prazo, que alguém dirige a outrem para que pague a terceiro b) a promessa de pagamento com data determinada c) a ordem de pagamento à vista d) a promessa de pagamento com data indeterminada e) a ordem de pagamento somente com vencimento a certo termo da vista 63. São requisitos essenciais da “letra de câmbio” a) b) c) d) e) a denominação “letra de câmbio” e o nome do sacado a quantia deve ser paga em cifra e por extenso a assinatura do sacado o nome da pessoa a quem deve ser paga (tomador) todas as alternativas acima são verdadeiras

64. Marque a opção verdadeira referente à LETRA DE CÂMBIO a) Um título onde o credor ordena ao devedor que pague certa importância a um terceiro, expressamente designado b) Deve constar o nome do banco emitente c) Não é necessário o nome do sacado d) O sacado é o emitente do documento e) É uma promessa de pagamento 65. Indique a afirmativa correta a) faltando o nome do tomador, a nota promissória será tida como título ao portador b) em qualquer hipótese, a duplicata sem aceite não tem força executória c) Perderá a sua natureza de título executivo extrajudicial o cheque emitido em garantia de dívida d) Na duplicata não aceita, o sacado pode opor ao terceiro portador, mesmo de boa-fé, à execução do contrato e) O cheque admite sempre o aceite 66. Indique a afirmativa correta a) Garantindo um título cambial por três avalistas, o credor só poderá executar os garantes se frustrada a cobrança contra o devedor principal b) Na execução cambial contra avalista, este pode argüir invalidade do título decorrente do negócio jurídico subjacente c) Perderá o direito de regresso contra o endossante e seus avalistas o portador que não tirar o protesto da duplicata no prazo de 60 dias contados na data do vencimento d) Na Letra de Câmbio, diz-se que o vencimento ocorre a termo certo de vista quando o sacador emite a cártula contando-se o prazo do vencimento a partir da data do aceite ou, na falta deste, do respectivo protesto. e) Na Nota Promissória o saque é determinado pelo tomador B. 67. Nota Promissória, assinale a incorreta: a) b) c) d) e) pode ser à vista ou a prazo, o seu vencimento tem emitente e beneficiário pode ter avalista pode ter fiador deve constar em seu corpo o seu valor

68. Assinale a correta: a) b) c) d) e) O cheque é uma ordem de pagamento à vista Aval é o mesmo que fiança A letra de câmbio deve ser assinada pelo devedor O cheque é uma ordem de pagamento a prazo O devedor é quem emite a letra de câmbio

69. Não é requisito essencial da letra de câmbio a) b) c) d) e) A denominação “letra de câmbio” O nome do sacado Local de pagamento Assinatura do emitente Assinatura do sacado

70. O warrant dá condições de se construir um empréstimo garantido pelo penhor da mercadoria. O conhecimento de depósito serve para o agricultor: a) b) c) d) e) Adquirir novo empréstimo na rede bancária Vender a mercadoria Depositar nova mercadoria nos armazéns-gerais Aplicar o valor de resgate Especular no preço da mercadoria

71. A letra de câmbio completa-se a) b) c) d) e) Pelo aval Pelo aceite Pelo saque Pelo endosso Pela assinatura do emitente

72. Documentos mercantis a) b) c) d) e) Fatura a ação Nota promissória e ação Nota fiscal e duplicata Duplicata e fatura Fatura e nota fiscal

73. Num cheque, o Banco é : a) b) c) d) e) Sacado Credor Garantidor Aceitante Endossante

74. Títulos emitidos pelo credor: a) b) c) d) Duplicata, cédula de crédito rural, nota promissória Letra de câmbio, cheque e carta de crédito Duplicata, letra de câmbio, cheque Carta de crédito, letra de câmbio e nota promissória rural

75. Comprovante de pagamento de uma dívida, emitido pelo credor em favor do devedor: a) b) c) d) e) Guia de arrecadação Letra de câmbio Recibo Borderô Fatura

76. Um grande agricultor, ao depositar sua safra em armazéns-gerais, recebe os documentos: a) b) c) d) e) Recibo de guia Conhecimento de depósito e warrant Warrant e depósito Seguro e conhecimento de depósito Fatura e duplicata

77. O aval é obrigatório: a) b) c) d) e) Na emissão de nota promissória No pagamento de cheque No aceite de duplicata Na transferência de ações Na garantia de letra de câmbio

78. Sacador é termo ligado a: a) Nota promissória b) Letra de câmbio 79. Emitente é termo ligado a : a) Nota promissória b) Letra de câmbio 80. A assinatura da firma sacadora de uma duplicata significa: a) b) c) d) Aceite Aval Emissão Saque

81. Título emitido pelo devedor: a) b) c) d) e) Duplicata de prestação de serviços Cheque Nota promissória Letra de câmbio Duplicata mercantil

82. Título que não admite aceite a) b) c) d) Letra de câmbio Duplicata Duplicata rural Nota promissória

83. Envolve: sacador, sacado e favorecido (tomador) a) b) c) d) e) Nota promissória Letra de câmbio Duplicata mercantil Fatura mercantil Conhecimento de depósito

84. Depois de sacada, a letra de câmbio é enviada ao devedor para: a) b) c) d) e) Aval Endosso Aceite Caução Penhor

85. Faça a associação : 1. Penhor 2. Hipoteca 3. Caução a) b) c) d) e) 1R, 1T, 1S, 1R, 1R, 1S, 2R, 1T, 1S, 1S, 1T, 3S, 2R, 1T, 2T, 3U 3U 3U 3U 3U R S T U (navio e aviões) (jóias) (colheitas) (títulos)

Caução – Contrato pelo qual uma pessoa se obriga a satisfazer e cumprir as obrigações contraídas por um terceiro, se estes não a cumprir. Também é caução o depósito em títulos da dívida pública como garantia da seriedade de uma licitação ou do cumprimento de um contrato.

86. Garantia Real: a) b) c) d) aval alienação fiduciária carta de crédito fiança

87. Assinale a opção em que está corretamente feita a distinção entre aval e fiança: a) o aval é uma garantia comercial e a fiança é uma garantia decorrente de obrigações civis b) no aval é necessário a outorga uxória e na fiança não é necessário c) o aval é uma garantia cambial, autônoma, independente, que exige outorga uxória e a fiança é uma garantia acessória, ilimitada onde não há benefício de ordem d) o aval é uma garantia cambial, autônoma, independente, sucessiva e eventual, limitada ao valor máximo do título e a fiança é uma garantia contratual, acessória que exige outorga uxória (casada) e) o aval é uma garantia contratual, autônoma, ilimitada, suplementar e a fiança é uma garantia cambial, acessória, limitada que não exige outorga uxória 88. Associe corretamente 1. 4. 5. 6. 7. 8. a) b) c) d) casa caminhão colheita de lavoura fazenda motocicleta matéria-prima 1X, 2Y, 3X, 4X, 5Y, 6X 1X, 2Y, 3X, 4X, 5X, 6X 1Y, 2X, 3X, 4Y, 5X, 6X 1X, 2X, 3X, 4X, 5Y, 6Y X = penhor Y = hipoteca

89. Na alienação fiduciária a posse indireta do bem pertence ao: a) b) c) d) e) alienante credor avalista fiador cobrador

90. Garantia pessoal: a) b) c) d) e) avalista penhor hipoteca caução fiança

91. O aval: a) não se confunde com a fiança, mas a ela se equipara quando nula a obrigação garantida por qualquer causa que não seja um vício de forma b) para produzir plena eficácia, deve ser prestado por um terceiro estranho à obrigação cambial, se prestado por qualquer coobrigado, torna-se inútil c) posto que este já responde pela obrigação assumida d) tanto quanto a fiança, pode ser formalizado em ato apartado da cambial, desde que perfeitamente identificados o valor da dívida e o devedor garantido e) prestado por dois ou mais gerentes, em branco e superpostos, considera-se simultâneo e não sucessivo f) é dado em cambial com outorga uxória 92. A fiança é uma garantia: a) b) c) d) e) geral residual pessoal real n.r.a

93. No caso de hipoteca, o bem em garantia fica em poder do: a) b) c) d) e) devedor credor pessoa neutra banco n.r.a

94. No caso de penhor comum , a coisa dada em garantia fica em poder do: a) b) c) d) e) devedor credor pessoa neutra banco n.r.a

95. O aval: a) b) c) d) é garantia real é garantia pessoal é garantia residual-mista é garantia do título de crédito não-prescrito

Observação: Fiança e Aval são garantias pessoais 96. Caução e penhor são garantias reais representadas por: a) bens móveis b) bens imóveis 97. Quando uma pessoa se obriga por outra, solidariamente, para com o seu credor, a satisfazer a obrigação, caso o devedor não a cumpra, dá-se: a) b) c) d) e) a alienação fiduciária o aval a caução o penhor o contrato de fiança

98. Usa-se a fiança em: a) b) c) d) e) nota promissória cédula de crédito duplicata letra de câmbio contrato

99. A coisa móvel dada em garantia fica com o credor: a) b) c) d) e) na hipoteca na alienação fiduciária no penhor agrícola no penhor comum no penhor especial

100. É o contrato pelo qual uma pessoa assume, subsidiariamente, perante um credor, a responsabilidade de cumprir a obrigação de um devedor, caso esse não a cumpra: a) b) c) d) e) fiança aval carta de crédito penhor anticrese

101. O aval não pode ser prestado em: a) b) c) d) e) nota promissória letra de câmbio duplicata triplicata contrato

102. Um terreno gravado em garantia de dívida pelo seu proprietário caracteriza: a) b) c) d) e) caução hipoteca penhor fiança alienação fiduciária

103.. A fiança pode ser aceita como garantia de financiamento concedido através de : a) b) c) d) e) cédula rural hipotecária cédula de crédito comercial cédula hipotecária contrato nota de crédito rural

104.. Hipoteca e anticrese são garantias reais representadas por: a) bens móveis b) bens imóveis 105.. A garantia real constituída de bens móveis representadas por duplicatas, efeitos comerciais (títulos comerciais), letra de câmbio, duplicata, nota promissória, apólices de dívida pública, ações, denomina-se: a) b) c) d) e) caução penhor mercantil hipoteca anticrese aval

Justificativa: Caução – Contrato pelo qual uma pessoa se obriga a satisfazer e cumprir as obrigações contraídas por um terceiro, se estes não a cumprir. Também é caução o depósito em títulos da dívida pública como garantia da seriedade de uma licitação ou do cumprimento de um contrato.

106.. A garantia real constituída de bens móveis a) b) c) d) hipoteca fiança penhor anticrese

107.. A garantia real constituída de bens móveis representados por mercadorias denomina-se: a) caução b) penhor mercantil 108.. A entrega de bem imóvel ao credor, a fim de que, com os rendimentos proporcionados, receba seu crédito é: a) b) c) d) penhor anticrese hipoteca alienação fiduciária

109.. (Fundação Carlos Chagas/CEF 1998) Constitui título de crédito a a) b) c) d) e) nota fiscal de venda fatura duplicata nota fiscal de simples remessa nota fiscal de serviços

110. (Fundação Carlos Chagas/CEF 1998) É garantia real que pode ser transcrita ou averbada no registro de imóveis: a) b) c) d) e) a hipoteca. somente o penhor. somente a caução. somente a alienação fiduciária. Somente a hipoteca, o penhor e a alienação fiduciária

111. (Fundação Carlos Chagas/CEF 1998) A fiança diferencia-se do aval por ser uma : a) b) c) d) e) obrigação acessória garantia cambial plena garantia cambial autônoma garantia cambial a obrigado garantia cambial a coobrigado

112. (BANESPA) “Adaptar o volume dos meios de pagamento às reais necessidades da economia nacional e seu processo de desenvolvimento” constitui política do : a) b) c) d) Conselho Monetário Nacional (CMN) Sistema Financeiro Nacional Banco do Estado de São Paulo Banco Central

113. (BANESPA) Exercer a fiscalização das instituições financeiras e aplicar as penalidades previstas é competência: a) b) c) d) e) Do Banco do Brasil Do Conselho Monetário Nacional Do Banco Central Da Caixa Econômica Federal Do Ministério da Fazenda

114. (BANESPA) As instituições financeiras privadas fazem parte do: a) b) c) d) e) Do Conselho Monetário Nacional Sistema Econômico Nacional Sistema Financeiro Nacional Ministério da Fazenda Sistema de Desenvolvimento Econômico

115. (BANESPA) É documento representativo de parte do capital de uma sociedade anônima: a) b) c) d) e) A quota A apólice O cheque A parcela A ação

116. (BANESPA) “WARRANT” é usada para designar: a) b) c) d) Uma ordem de pagamento interbancária Um documento para exportação Uma declaração de dívida para pagamento posterior Um título de penhor transferível e negociável, representativo de mercadorias depositadas em armazéns-gerais

117. (BANESPA) Entende-se por letra de câmbio uma: a) b) c) d) e) Ordem de pagamento emitida pelo credor Ordem de pagamento emitido pelo devedor Promessa de pagamento emitida pelo devedor Promessa de pagamento emitida pelo credor Ordem de pagamento emitida pelo credor e devedor

118. (BANESPA) A letra de câmbio em moeda estrangeira ou nacional denomina-se: a) b) c) d) e) Nota promissória Cautela Cambial Debênture Câmbio Oficial

119. (BANESPA) Constitui documento de natureza comercial e fiscal emitido em operações comerciais e obrigados por lei: a) b) c) d) e) A duplicata A fatura A nota fiscal O contrato legal O recibo

120. (BANESPA) Conta movimentada nos empréstimos garantidos equivale: a) b) c) d) e) Empréstimo em conta Adiantamento à depositante Títulos caucionados Títulos descontados Empréstimos garantidos

121. (BANESPA) A operação garantida por jóias é: a) Caução b) Penhor c) Hipoteca d) Fiança e) Aval Justificativa: Tanto por jóias como por safras

122. (BANESPA) Avalista é a pessoa que: a) b) c) d) e) Deve pagar uma ordem de pagamento Transfere seus direitos sobre um título Garante o pagamento de um título caso o devedor não o faça Emite uma promissória Abona um devedor

123. (BANESPA) Cobrança caucionada é a cobrança de títulos: a) b) c) d) e) Por conta dos clientes (duplicatas, recibos, notas promissórias) Recebidos em garantia de empréstimos Descontados pelo banco Vinculados à operação de empréstimos (sem caução) Garantidos pelo banco

124. (BANESPA) São títulos emitidos por empresas de capital aberto representativo da dívida dessas empresas: a) b) c) d) e) Ações Warrants Debêntures Títulos cambiais Duplicatas

125. (BANESPA) Assinale a alternativa que completa corretamente a seguinte frase: A Letra de Câmbio é emitida pelo ___credor___ o cheque pelo __credor sacador__ e a nota promissória pelo __devedor__ a) b) c) d) e) Credor – credor sacador – devedor Credor – devedor – sacador Credor – sacado –devedor Devedor – emitente – sacador Devedor – sacador - emitente

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->