P. 1
LIVRO O DESAPARECIMENTO DO UNIVERSO

LIVRO O DESAPARECIMENTO DO UNIVERSO

|Views: 815|Likes:
Publicado porjanglada1

More info:

Published by: janglada1 on Feb 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/28/2013

pdf

text

original

O DESAPARECIMENTO DO UNIVERSO

(The Disappearance of the Universe)

RESUMO

Uma conversa direta a respeito de
ilusões, vidas passadas, religião, sexo,
política e os milagres do perdão.

Autor: Gary R. Renard

www.garyrenard.com

ISBN 1-4019.0566-8
LCNN 2004109021
Copyright 2001,2003,2004 de Gary R.Renard
1ª publicação maio/2003, Fearless Books, EUA,
Editor atual Hay House, Inc. EUA, www.hayhouse.com.

Autoria do resumo: Maria Thereza de Barros Camargo

mtcamargo@imagelink.com.br / mtbcamargo@terra.com.br

“Deus ama Seu Filho. Pede-Lhe agora que Ele te dê os meios pelos quais
esse mundo desaparecerá; primeiro virá a visão e apenas um instante mais
tarde o conhecimento
[parecendo ser mais tarde, mas é instantâneo]”. (E-
pI.168.4:1-2)

1

O DESAPARECIMENTO DO UNIVERSO

(The Disappearance of the Universe)

RESUMO

Uma conversa direta a respeito de
ilusões, vidas passadas, religião, sexo,
política e os milagres do perdão.

Autor: Gary R. Renard

www.garyrenard.com

ISBN 1-4019.0566-8
LCNN 2004109021
Copyright 2001,2003,2004 de Gary R.Renard
1ª publicação maio/2003, Fearless Books, EUA,
Editor atual Hay House, Inc. EUA, www.hayhouse.com.

Autoria do resumo: Maria Thereza de Barros Camargo

mtcamargo@imagelink.com.br / mtbcamargo@terra.com.br

“Deus ama Seu Filho. Pede-Lhe agora que Ele te dê os meios pelos quais
esse mundo desaparecerá; primeiro virá a visão e apenas um instante mais
tarde o conhecimento
[parecendo ser mais tarde, mas é instantâneo]”. (E-
pI.168.4:1-2)

Nota prévia ao Resumo:

Este é um resumo traduzido, não uma tradução, propriamente dita, um lembrete dos itens
relevantes abordados no livro, por sua importância e significação. Palavras e frases entre
ganchos são acréscimos explicativos e complementares ao texto, pela autoria do resumo.

PREFÁCIO, NOTA E REFERÊNCIA DO LIVRO

Conteúdo do livro:

O livro resulta, principalmente, de diálogos do autor com dois interlocutores em visita ao
autor, ao longo de nove anos, em dezessete encontros, além de relatos de estudo do autor
dos temas ensinados pelos visitantes.

Interlocutores visitantes do autor:
Quem são:
Pursah [mulher] e Arten [homem] – mestres ascencionados que, sem terem
sido invocados diretamente, apareceram para o autor, em corpos, com roupas
contemporâneas e informais, em casa dele, na área rural do Estado do Maine, EUA, onde
reside, ao longo de 17 encontros, durante 9 anos – de dez/1992 a dez/2001. Em suas
conversas, cada um revela uma de suas prévias encarnações, Tomé e Judas Tadeu,
discípulos de Jesus, que, a despeito do mito popular, não foram essas suas encarnações
finais, antes da iluminação. O aparecimento da dupla foi o atendimento de Jesus a um
pedido de ajuda do autor feito diretamente a ele que, em seu nome, envia, então, como
representantes seus, os dois mestres ascencionados.
Como são vistos pelos olhos do corpo: “Qualquer um consegue nos ver, assim como você
nos vê. Os corpos que projetamos [pelo pensamento] são tão densos quanto o seu [ou de
qualquer outro]. Porém queremos que você seja o único envolvido conosco, do primeiro ao

2

último encontro, para evitar alterações nas vidas dos demais, em conseqüência de idéias
novas que recebessem, por exemplo, sua mulher Karen, inclusive”.

Sistema de registro dos encontros com os visitantes:
Registro em Áudio:
Com a autorização dos interlocutores, as entrevistas foram gravadas
eletronicamente, para facilitar e apoiar a posterior redação de um livro [O
Desaparecimento do Universo
], relatando todas as conversas, propósito central da visita
dos interlocutores.
Registro de Imagem: “Não tire fotografias de nós porque,
1.primeiro: você ficaria tentado a mostrar essas fotos a outras pessoas para provar que
aparecemos para você. Mesmo assim, quaisquer atores poderiam nos “interpretar”
ou “imitar” nossas vozes e, em realidade, isso nada provaria;
2.segundo: os nossos encontros nada tem a ver com convencer pessoas de que você
tenha razão no que escreve, mas se refere ao compartilhar de idéias [e verdades]
para ajudá-las em sua jornada;
3.terceiro: usar a nossa aparência física para induzir pessoas a crerem em nós não
estaria de acordo com nossa linha de ensinamento. Queremos ensinar de uma forma
que induza o tipo de aplicação prática que leve a experiências reveladoras. Isso é o
que fortalece a crença de forma genuína”.

Temas das conversas dos interlocutores visitantes:

Os interlocutores, já no primeiro encontro, declaram ter vindo para 17 encontros e que, nas
conversas, abordarão os seguintes temas:
•O verdadeiro propósito da vida;
•Os segredos do universo;
•Explanações sobre o Evangelho de Tomé;
•A clarificação dos princípios de um documento espiritual [Um Curso em Milagres],
que está se espalhando pelo mundo com a finalidade de expeditar a entrada, no
mundo, de um novo sistema de pensamento que se tornará mais prevalente no novo
milênio [a partir do séc. 21].
•Ensina que o emprego correto do verdadeiro perdão, com Jesus ou o Divino
Espírito Santo, nos leva para a genuína felicidade, paz – e, no final, para o Céu.
•Ensina que palavras e teologia desaparecem em Deus.
•Demonstra que a Jesus não importava a teologia, mas a verdade – e a verdade é o
amor a Deus – que é o que Jesus é.
•Ensina que Um Curso em Milagres foi dado [no séc. XX] por Jesus para mostrar a
você como retornar para o Reino do Céu. O mundo só conseguia entender o que
entendeu há dois mil anos atrás. Hoje, mesmo que o mundo ainda esteja tão insano
quanto nessa época, mesmo assim, está mais em posição de aprender muito mais.
•Mostra que você aprende que não é mais um robô uma vez haja entrado em contato
com seu poder de escolha. É o seu dia de independência! Você nunca mais será o
mesmo uma vez você saiba [e consiga] como deixar de julgar e como perdoar.
•Faz ver que esse novo caminho espiritual, Um Curso em Milagres, precisa ter a
oportunidade de encontrar aqueles a quem foi destinado.

3

Recomendam os interlocutores ao autor: “Qualquer pessoa consegue escrever o que as
pessoas sempre acreditaram, mas para você passar além de nossas palavras, então, o que
será necessário é uma disponibilidade da sua parte de dizer algumas coisas nas quais as
pessoas não acreditam ainda. Não omita coisa alguma”.

Observações dos interlocutores:

•Nós viemos ajudar você e, por seu intermédio, ajudar a outros também.
•Não estamos trazendo ‘ordens’ de Deus para você. Talvez você não queira crer
nisso ainda, mas Deus não demanda [nem ordena] coisa alguma de [a] pessoas. A
única coisa que queremos fazer é ajudá-lo a retornar para sua realidade com Ele
[porque é inseparável Dele].

Notas do autor:

•A crença no aparecimento dessas figuras na realidade terrena não é essencial para
que benefícios das informações contidas nesse livro, que resultou dos encontros,
venham a decorrer;
•Deixo o leitor completamente livre para pensar o que queira em relação à origem
desse livro;
•A estrutura do texto é um diálogo entre três pessoas, Gary, o autor, Pursah e Arten,
os dois mestres ascencionados;
•O livro foi lentamente escrito ao longo de 9 anos, duração dos encontros, conforme
foi instruído pelos próprios interlocutores;
•Estou convencido de que:

1.“O Desaparecimento do Universo” consegue ser uma leitura útil e
poupadora de tempo para qualquer pessoa de mente aberta que esteja em
algum caminho espiritual;
2.Depois de conhecer a mensagem trazida pelo livro, poderá vir a ser difícil
para o leitor – como foi comigo – alguma vez mais conseguir voltar a olhar
para sua vida ou pensar no universo da mesma maneira como anteriormente
fez;

Referências e citações a “ Um Curso em Milagres ”:

•Foram anotadas junto com as citações e listadas num Índice, no final da obra;
•Ao longo das entrevistas, ilimitada gratidão é dada à Voz do Curso, cuja verdadeira
identidade é abordada no texto do livro.

4

O DESAPARECIMENTO DO UNIVERSO Autor: Gary R. Renard

(The Disappearance of the Universe)

Uma conversa direta a respeito de ilusões, vidas passadas, religião, sexo,
política e os milagres do perdão.

www.garyrenard.com

ISBN 1-4019.0566-8 / LCNN 2004109021 / Copyright 2001,2003,2004 de Gary R.Renard
1ª publicação maio/2003, Fearless Books, EUA, / Editor atual Hay House, Inc. EUA,
www.hayhouse.com.

PREFÁCIO, NOTA E REFERÊNCIA
Interlocutores visitantes do autor:
Quem e quantos são: Pursah [mulher] e Arten [homem] – mestres
ascencionados que, sem terem sido invocados diretamente, apareceram
para o autor, em corpos, com roupas contemporâneas e informais, em casa
dele, na área rural do Estado do Maine, EUA, onde reside, ao longo de 17
encontros, durante 9 anos – de dez/1992 a dez/2001 – ao iniciar suas
conversas, revelam suas prévias encarnações, que incluíram as de Tomé e
Judas Tadeu, discípulos de Jesus, que, a despeito do mito popular, não
foram essas suas encarnações finais. O aparecimento foi o atendimento de
Jesus a um pedido de ajuda do autor a ele que, em seu nome, envia, então,
como representantes seus, os dois mestres ascencionados.
Como conseguem ser vistos pelos olhos do corpo: Qualquer um consegue
nos ver, assim como você nos vê. Os corpos que projetamos são tão densos
quanto o seu. Porém queremos que você seja o único envolvido conosco,
até nosso último encontro, para evitar alterações nas vidas dos demais, em
conseqüência de idéias novas que recebessem, por exemplo, sua mulher
Karen, inclusive.
Sistema de registro dos encontros com os visitantes:
Registro de áudio: Com a autorização dos interlocutores, as entrevistas
realizadas entre eles foram gravadas eletronicamente para posterior redação
de um livro [O Desaparecimento do Universo], relatando todas as conversas,
propósito central da visita dos interlocutores.
Registro de imagem: Não tire fotografias de nós porque,
primeiro: você ficaria tentado a mostrar as fotos para outras pessoas para
provar que aparecemos para você. Mesmo assim, quaisquer atores poderiam
nos interpretar ou as nossas vozes e, em realidade, isso nada provaria;
segundo: os nossos encontros nada tem a ver com convencer pessoas de
que você tem razão no que escreve, mas se refere com o compartilhar de
idéias para ajudá-las em sua jornada;

5

terceiro: usar a nossa aparência física para induzir pessoas a crerem em nós
não estaria de acordo com nossa linha de ensinamento. Queremos ensinar
de uma forma que induza o tipo de aplicação prática que leve a experiências
reveladoras. Isso é o que fortalece a crença de forma genuína.
Temas das conversas dos interlocutores visitantes:

Os interlocutores, já no primeiro encontro, declaram vir para 17 encontros e
que, nas conversas, abordariam os seguintes temas:
O verdadeiro propósito da vida;

Os segredos do universo;

Explanações sobre o Evangelho de Tomé;

A clarificação dos princípios de um documento espiritual [Um Curso em
Milagres], que está se espalhando pelo mundo com a finalidade de expeditar
a entrada, no mundo, de um novo sistema de pensamento que se tornará
mais prevalente no novo milênio [a partir do séc. 21].
Observações dos visitantes:
Nós viemos ajudar você e, por seu intermédio, ajudar a outros também.
Não estamos trazendo ordens de Deus para você. Talvez você não queira
crer nisso ainda, mas Deus não demanda coisa alguma de pessoas. A única
coisa que queremos fazer é ajudá-lo a retornar para sua realidade com Ele.
Notas do autor:

A crença no aparecimento dessas figuras na realidade terrena não é
essencial para que benefícios das informações contidas nesse livro, que
resultou dos encontros, venham a decorrer;
Deixo o leitor completamente livre para pensar o que queira em relação à
origem desse livro;
A moldura do texto é um diálogo entre três pessoas, Gary, o autor, com
Pursah e Arten, os dois mestres ascencionados;
O livro foi lentamente escrito ao longo dos 9 anos, duração dos encontros,
conforme foi instruído pelos próprios interlocutores.

Estou convencido de que:
“O Desaparecimento do Universo” consegue ser uma leitura útil e
poupadora de tempo para qualquer pessoa de mente aberta que esteja em
algum caminho espiritual;
Depois de conhecer a mensagem trazida pelo livro, poderá vir a ser difícil
para o leitor – como foi comigo – alguma vez mais conseguir voltar a olhar
para sua vida ou pensar no universo da mesma maneira como anteriormente
fez.
Referências e citações a “ Um Curso em Milagres ”:
Foram anotadas e listadas num Índice, no final da obra;

6

Ao longo das entrevistas, ilimitada gratidão é dada à Voz do Curso, cuja
verdadeira identidade é abordada no texto do livro.

RESUMO DAS CONVERSAS NOS 17 ENCONTROS,

por capítulo

Capítulo I – Arten e Pursah aparecem

A comunicação não é limitada
à pequena gama de canais
que o mundo reconhece.

M 26 M 25.2:2

Estamos aparecendo para você como símbolos, cujas palavras ajudarão a
facilitar o desaparecimento do universo.
Dizemos símbolos porque qualquer coisa que pareça assumir uma forma é
simbólica.
Qualquer forma, incluindo seu próprio corpo, experienciado no falso
universo da percepção tem de, por definição, ser símbolo de outra coisa.
Isso é o sentido verdadeiro do segundo mandamento da lei de Deus “Não
farás para ti nenhuma imagem esculpida”, porque Deus não tem imagem
[forma].

Essa idéia é central em relação ao que estaremos dizendo a você mais tarde.
Você pediu ajuda a Jesus e ele nos mandou, como seus representantes.
Não representamos qualquer grupo religioso, ou religião ou denominação
organizada na terra.
Podemos até discordar de ensinamentos de outros, mas não os julgamos e
respeitamos seu direito de crer no que queiram.
A única realidade verdadeira é Deus ou o espírito puro, que no Céu são
sinônimos.
Deus, ou o espírito puro, não tem forma.
Em função disso não há o conceito de macho e fêmea no Céu.
O ato sexual, na terra, com o orgasmo e tudo mais, é uma pobre imitação
feita como cópia do enlevo da união com Deus, incessante e perene união. O
ato sexual é um ídolo falso feito para prender a atenção no corpo com,
exatamente, uma interrupção para manter você sempre vindo buscar mais. É
muito semelhante aos narcóticos [fazendo das pessoas viciados]
O céu, por outro lado, é um êxtase perfeito, indescritível que nunca se
interrompe.
Os que relatam a saída do corpo, em visões de proximidade da morte e volta
ao corpo, nada mais fazem que descrever como se saíssem de um filme para
outro em cinemas diferentes. É tudo um truque [ilusório] da mente.

7

Toda nossa existência terrena, com os eventos e fatos que aparenta, está
apenas em nossa mente. É tudo projeção de nossa mente, um sonho em
nossa mente.
O verdadeiro Universo é o Universo de Deus, ou Céu e o Céu nada tem a ver
com o universo falso [da terra e do cosmos].
A diferença entre o falso universo e o Universo de Deus é a qualidade da
visão. A visão dos olhos é falsa e só a visão da mente é verdadeira.
Deus não criou a dualidade e ele não criou o mundo.
Jesus não é um guerreiro espiritual.
Jesus não viu o mundo como algo real, erro comum entre os gnósticos, mas
viu o mundo como o Divino Espírito Santo o vê, uma ótima oportunidade
para o perdão e a salvação.

Em lugar de resistir ao mundo, deve-se olhar para ele para encontrar
meios de voltar para casa, em Deus. Não oponha resistência a aquele que
você crê ser o mal.

A história do filho pródigo é a resposta de Jesus ao mito do Jardim do Éden,
pois o filho não é expulso de casa, mas saiu tolamente inocente por pensar
que conseguiria ir-se e ser bem sucedido por sua própria conta. Deus não
baniu você do Paraíso e ele não é responsável, em nenhuma maneira, forma
ou feição por sua experiência separado Dele.
Você salva o mundo concentrando-se em suas próprias lições de perdão. Se
todos se concentrarem em suas próprias lições em lugar das lições de outro,
o filho pródigo coletivo retornaria à casa num instante.
Nada neste universo é como aparenta ser pelo que se vê com os olhos do
corpo.
Você não tem de esperar até que todos despertem para realizar o seu
despertar individual. Seu tempo está à sua disposição em suas mãos, mas
só se você estiver disponível para seguir o sistema de pensamento do
Divino Espírito Santo, em vez de tentar guiar o planeta numa busca de cabra
cega.
O mundo não precisa de um novo Moisés e Jesus nunca teve a intenção de
iniciar uma religião.
Jesus consegue ajudá-lo a conscientizar sua mente inconsciente num grau
que nem Freud teria imaginado.
Há um meio de sair do “sonho” e isso é que é encorajador para cada um.
Bebês não nascem com uma lousa limpa em suas mente ou com uma natural
tendência para o amor, sendo depois corrompidos pelo mundo e descobre
depois que, se quer retornar ao Pai, então vai ter algum trabalho a fazer –
não trabalho no mundo mas com seus pensamentos. O único meio de
aprendizado eficiente é pelo contraste do sistema de pensamento do Divino
Espírito Santo com o sistema de pensamento do mundo.
O ensinamento do mundo vem de uma mente dividida, separada do Pai,
inconsciente.

8

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->