P. 1
BOAS_PRATICAS

BOAS_PRATICAS

|Views: 431|Likes:
Publicado porVanessa Guerra

More info:

Published by: Vanessa Guerra on Feb 06, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/15/2013

pdf

text

original

Plano de Trabalho Docente – 2009

Ensino Técnico
ETEC - SUZANO Código: 190 Município: SUZANO

Área Profissional: Quimica Habilitação Profissional: Técnico em Quimica Qualificação: Auxiliar de laboratório de análise físicoquímica Módulo: 2º

Componente Curricular: Boas Práticas de Laboratório - BPL C.H. Semanal: 2,5 Professor: Adriano de Moraes Rodrigues, Valdir Aparecido de Moraes Salgado

I – Atribuições e atividades profissionais relativas à qualificação ou à habilitação profissional, que justificam o desenvolvimento das competências previstas nesse componente curricular1

• Executar ensaios físico-químicos, utilizando as boas práticas; • Participar do desenvolvimento de produtos e processos; • Definir e/ou reestruturar instalações coma as boas praticas de laboratório; • Supervisionar operações de analises químicas em conformidade com as boas praticas de laboratório; • Operar equipamentos em laboratório de produção, em conformidade com normas de qualidade, de boas práticas de manufatura e controle do meioambiente; • Interpretar manuais de equipamentos; • Elaborar documentação técnica rotineira e de registros legais referente às boas pratica no laboratório.
1

Vide capítulo 3 do Plano de Curso 1

Detectar os riscos inerentes ao trabalho no laboratório.Registrar procedimentos de coleta. .Utilizar a linguagem técnico.Identificar os riscos com a operação de amostras.Equipamentos de produção individual e coletiva . . . .3: Controle Ambiental. Habilidades e Bases Tecnológicas do Componente Curricular Competências Habilidades Função 2:Análise de Processos Função 2:Análise de Processos Subfuncão 2.Descarte de resíduos .3: Controle Ambiental. .Reconhecer e diferenciar os sistemas da qualidade.Aplicar a legislação vigente no gerenciamento dos resíduos. 5 S . . . reativos.Selecionar procedimentos para descarte de resíduos sólidos e líquidos.Identificar a legislação pertinente . .Armazenamento de reagentes . .3: Controle Ambiental.II – Competências.Norma 17025 .Boas Práticas de Laboratório (BPL).Aplicar técnicas de tratamento adequado dos resíduos antes do descarte.5: Gestão de Controle da Qualidade .Administrar e calcular recursos materiais.Selecionar procedimentos para tratamento de resíduos sólidos e líquidos de laboratório. .. .Aplicar as normas de segurança. Subfuncão 2.Implementar procedimentos de armazenamento e identificação de reagentes conforme normas estabelecidas.Identificar e corrigir possíveis causas de incêndio.Executar o trabalho de acordo com as normas de segurança. Segurança e Higiene Industrial .Utilizar normas técnicas e procedimentos para armazenagem e rotulagem de reagentes . Segurança e Subfuncão 2.organizacional.Tratamento de resíduo de laboratório .Normas de Segurança em Laboratório . . . .Identificar os princípios da qualidade e da produtividade.Procedimentos de gestão de recursos na área de química.--.Detectar a necessidade de uso dos EPI e EPC.Operar equipamentos de combate a incêndio. . . . . .Desenvolver programas de coleta e descarte de resíduos e embalagens de produtos químicos. armazenamento e descarte de resíduos e embalagens. . Bases Tecnológicas Função 2:AnáIisc de Processos Subfuncão 2.Embalagem de produtos químicos para descarte .Detectar possíveis fatores causadores de incêndio.Normas para rotulagem . .Selecionar o equipamento adequado para o combate do fogo .RDC 306/2004 (33/2003) ANVISA/MS e CONAMA 283/2001. . solventes. .Aplicar ferramentas da qualidade. vidrarias e utilidades. Segurança e Higiene Industrial Higiene Industrial .Interpretar e analisar conceitos de economia e administração da área química.Prevenção e combate a incêndio .Efetuar inspeção nos extintores de incêndio. líquidos e embalagens geradas em laboratório .Utilizar os EPI adequados para cada trabalho.Separar e armazenar adequadamente resíduos sólidos. .Proceder à revisão periódica dos extintores de incêndio.

Prevenção e combate a incêndio .Equipamentos de produção individual e coletiva .Armazenamento de reagentes .Boas Práticas de Laboratório (BPL).Tratamento de resíduo de laboratório . .III – Plano Didático Cronograma Fevereiro Março Abril Base Tecnológica .Normas de Segurança em Laboratório .Normas para rotulagem .Descarte de resíduos Procedimento Didático Aula expositiva Sala de multimeios Aula pratica Pesquisa Maio Resolução de exercícios Atividade em grupo Relatórios Junho .Norma 17025 .Procedimentos de gestão de recursos na área de química. 5 S .Embalagem de produtos químicos para descarte Julho .

Plano de Avaliação de Competências Competência Indicadores de Domínio Instrumento(s) de Avaliação Critérios de Desempenho Evidências de Desempenho .IV .

correção. Selecionar o equipamento adequado para o combate do fogo Reconhecer e diferenciar os sistemas da qualidade Identificar pertinente a legislação Caracterizar e diferenciar os limites superiores e inferiores de controle. interesse. reativos. Ler e interpretar dados sobre os equipamentos de processo. tabelas e cumprimento de prazo. Detectar possíveis fatores causadores de incêndio. utilização Reconhecer dados Avaliação teórica e/ou Participação. organização. campo. seguindo Exercícios práticos. Operar seminários embasados equipamentos de teoricamente.Identificar os riscos com a operação de amostras. dos estabelecidos (compreensão. vidrarias e utilidades. Selecionar procedimentos para descarte de resíduos sólidos e líquidos. critérios e evidências deverão ser identificados por competência. a ABNT. Detectar a necessidade de uso dos EPI e EPC. instrumentos. individual e em grupo objetividade de laboratório e de Coerência. Discussão em grupo. • indicadores. das técnicas básicos para prática operacional). processos. solventes. Freqüência e Estudo de casos Relatórios. (vide “subsídios para a elaboração do Plano de Trabalho Docente”) . Aplicar as normas de segurança. Apresentação de soluções viáveis para os problemas apresentados. Monitorar e corrigir variáveis de processo. Utilização de normas. Domínio de conceitos. interpretação. Relatório de atividades Clareza. Apresentação da atividade escrita dentro parâmetros precisão. otimização da produção.

• PREVENÇÃO de acidentes do trabalho: noções fundamentais. VI – Estratégias de Recuperação para Alunos com Rendimento Insatisfatório Todas as avaliações cujas competências não foram alcançadas deverão ser feitas recuperações paralela e continua. • Formulários -Boas Prática de Laboratório-Manual da USP modificado (Claudia Bittencourt).A recuperação continua deverá ser feita através de provas. WEB sites da Internet. . Maria de Fátima da Costa .Outras Observações / Informações: . participação. VIII – Assinatura: 16/03/2009 Adriano de Moraes Rodrigues Data: . exercícios após a correção e esclarecimento de duvidas. Os alunos serão avaliados a cada dois meses através de múltiplos instrumentos de diagnóstico do seu rendimento escolar.br/reblas/procedimentos/GGLAS_02_bpl • Coletânea de textos impressos em livros didáticos e/ou veiculados na Internet: • Revistas e Publicações de Boas Praticas de Laboratório. .postura.V – Material de apoio didático para aluno (inclusive bibliografia) • livro BOAS PRÁTICAS DE LABORATÓRIO / Almeida. Apostilas.ISBN. os alunos serão devidamente comunicados e realizarão atividades de recuperação. Portal de boas praticas de laboratório www. O plano segue o modelo estabelecido pela coordenadoria de Ensino Técnico do CEETEPS e as orientações da coordenação de curso e da direção da Escola Técnica Estadual de São Paulo.gov. provas e freqüência escolar.Embrapa 2001. • Manuais Técnicos.anvisa.São Paulo: Confederação Nacional dos Trabalhadores na Industria 1991.Em caso de rendimento insatisfatório. . • Segurança em Laboratório. VII .O plano de trabalho docente foi elaborado de acordo com plano de curso de Técnico em Química.Existe a possibilidade de visita técnica e de participarem de projetos e palestras pertinentes ao curso de Técnico em Química e áreas afins.A recuperação paralela através de exercícios e pesquisa em horários diversos com acompanhamento do professor.Os instrumentos utilizados serão: relatórios.

Valdir Aparecido de Moraes Salgado IX – Parecer do Coordenador de Área: Assinatura: Data: .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->