Você está na página 1de 3

C. E.

EUGÊNIO BARROS
Discente:_______________________________________________________________________ nº _____ Turma ______
Prof. Nonato Data: ______/_____/_____ Turno_______
Avaliação bimestral de Língua Portuguesa

01. (USF) – Considere as seguintes afirmações: b) versos brancos, sem metrificação regular, com estrofes
I - A semana de Arte Moderna foi, ao mesmo tempo, o ponto de c) versos livres, sem metrificação regular, sem rima
confluência da várias tendências modernas que desde a Primeira d) versos irregulares, com rima, preferência ao soneto
Grande Guerra se vinham firmando em São Paulo e no Rio, e a
plataforma que permitiu a consolidação de grupos, a publicação de 06. O poema Os Sapos, de Manuel Bandeira, contém uma crítica à
livros, revistas e manifestos. escola:
II - A denominação de Modernismo abrange, em nossa literatura, a) simbolista b) parnasiana c) realista d) modernista
três fatos intimamente ligados: um movimento de rupturas, uma
estética renovadora e um período de frutificações. 07. A respeito de Oswald de Andrade, é incorreto afirmar que:
III – A Semana de Arte Moderna foi um marco para um estado de a) apesar de sua intensa participação na SAM, assumiu uma
espírito anterior e geral, do qual faziam parte numerosos jovens postura simpática em relação à poesia parnasiana
intelectuais e artistas que não participaram da Semana, mas vieram b) em Serafim Ponte Grande, rompe com a forma e com a estrutura
a ter papel de relevo no Modernismo. tradicionais do romance brasileiro
Pode-se afirmar que: c) O Rei da Vela, sua obra-prima em termos de dramaturgia,
a)Apenas I está correta. b) Apenas II está correta. apresenta contundente crítica ao sistema burguês
c)Apenas I e III estão corretas. d) Apenas II e III estão corretas. d) desenvolveu uma poesia original, plena de humor e ironia, com
e)I, II e III estão corretas. uma linguagem do cotidiano, repleta de neologismos
e) filho único, rico, pôde viajar à Europa, onde entrou em contato
02. (MACKENZIE) – “Chamado de rapsódia por Mário de com as idéias vanguardistas, que divulgaria no Brasil
Andrade, o livro é construído a partir de uma série de lendas a que
se misturam superstições, provérbios e anedotas. O tempo e o 08. (UFC) Macunaíma – obra-prima de Mário de Andrade – é um
espaço não obedecem às regras de verossimilhança, e o fantástico dos livros que melhor representam a produção
se confunde com o real durante toda a narrativa”. literária brasileira do presente século. Sua principal característica é:
A afirmação faz referência à obra: a) traçar, como no Romantismo, o perfil do índio brasileiro como
a) O rei da vela. b) Calunga. c) Macunaíma. protótipo das virtudes nacionais.
d) Memórias sentimentais de João Miramar. e) Martim Cererê. b) Ser um livro em que se encontram representados os princípios
que orientam o movimento modernista de 22, dentre os quais o
03. (UNITAU) – Brás, Bexiga e Barra Funda “tenta fixar tão- fundamental é a aproximação da literatura à música.
somente alguns aspectos da vida trabalhadeira, íntima e cotidiana c) Analisar, de modo sistemático, as inúmeras variações sociais e
desses novos mestiços e nacionalistas”. regionais da língua portuguesa no Brasil, destacando em especial o
É dessa forma que Antônio de Alcântara Machado explica sua tupi-guarani.
obra. Indique a alternativa que corresponde à referência feita pelo d) Ser um texto em que o autor subverter, na linguagem literária os
autor: padrões vigentes, ao fazer conviver, sem respeitar limites
a) aos japoneses; b) aos italianos; c) aos alemães; geográficos, formas lingüísticas oriundas das mais diversas partes
d) aos portugueses; e) aos índios. do Brasil.
e) Exaltar, de forma especial, a cultura popular regional,
04. Todos os itens encerram conquistas definitivas do Modernismo particularmente a representativa do Norte e Nordeste brasileiro.
para as novas gerações, exceto:
a) orientação da literatura num estilo nacionalista, de base humana 09. (UFC) Macunaíma é uma obra plural, composta, na medida
e social em que:
b) espírito amadorista e anarquista; o desprezo pela técnica de a) Obedece às características circulares e fechadas do romance
composição e estrutura psicológico.
c) descentralização intelectual, através de grupos e movimentos b) Como toda obra tradicional, observa a linearidade da narrativa
com características próprias onde cada personagem age em separado.
d) busca da linguagem dinâmica, expressão do momento e da c) Aproxima técnicas românticas das modernas na estruturação do
realidade nacional romance como um todo.
d) No corpo da narrativa, dá um tratamento único para cada
05. Leia as proposições abaixo e marque as seqüências que personagem apresentada.
completam a frase: "O grupo modernista com a SAM pretendeu..." e) Tal como numa rapsódia, trata de vários temas ao mesmo tempo,
I - reagir aos movimentos literários anteriores entrelaçando-os numa rede múltipla de cores e sons os mais
II - cultuar o índio como elemento característico de nossa diversos.
civilização
III - repudiar a importação de idéias 10.( UFC) A respeito do livro Macunaíma, é correto afirmar que:
IV - ver, no indianismo, o poético da lenda e do mito, elementos a) A história se passa predominantemente na capital paulista, daí
de autenticidade porque o livro pode ser considerado uma crônica do cotidiano
V - expressar a velocidade, a vida febril, a aceleração do paulistano.
desenvolvimento b) O episódio de base da narrativa consiste na perda e reconquista
a) I, II e V b) II, IV e V c) I, II, IV d) II, IV, e V da muiraquitã.
c) O livro é uma sátira ao Brasil através da reconstituição fiel de
06. A poesia modernista caracteriza-se, formalmente, pelo fatos históricos retidos na memória do autor.
predomínio de: d) A obra faz uma leitura do Brasil sob a ótica do colonizador.
a) versos regulares, metrificados, sem rima
e) O processo de criação do livro não mantém nenhum vinculo Língua certa do povo
com qualquer obra anteriormente escrita. Porque ele é que fala gostoso o português do Brasil
Ao passo que nós
11. (UNIJUÍ) A afirmação dos elementos locais, do Brasil, estão O que fazemos
presentes em Macunaíma, de Mário de Andrade. Sobre o livro é É macaquear
incorreto afirmar que: A sintaxe lusíada
a) Macunaíma é um “anti-herói”, com características como o A vida com uma porção de coisas que eu não entendia bem
individualismo e a malandragem. Terras que não sabia onde ficavam
b) O livro aproveita as tradições míticas dos índios; seus irmãos Recife...
são Maanape e Jiguê. Rua da União...
c) Aproveita também ditados populares, obscenidades, frases A casa de meu avô...
feitas, com fatores traços de oralidades; Nunca pensei que ela acabasse!
d) O livro foi chamado de rapsódia e é uma obra central do Tudo lá parecia impregnado de eternidade
movimento modernista. Recife...
e) O livro não satiriza certos padrões de escrita acadêmica e não Meu avô morto.
trabalha elementos de um “caráter” brasileiro. Recife morto, Recife bom, Recife brasileiro
como a casa de meu avô.
12. (PUCCAMP-SP) São características da primeira fase do In BANDEIRA, Manuel. Antologia poética. 12ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.
Modernismo:
a) retomada da ficção regionalista, cultivo de uma poesia 15. O texto é construído a partir de lembranças que o poeta evoca
neobarroca e visão de mundo em perspectiva elitista. de sua infância, de ações habituais que foram interrompidas pelo
b) libertação dos modelos acadêmicos, experimentalismo em novas tempo. Sendo assim, pode-se dizer que predomina no poema o
formas de expressão e rompimento com o nacionalismo seguinte tempo verbal do modo indicativo:
tradicional. a) presente. b)pretérito mais-que-perfeito.
c) cultivo de uma ficção de caráter intimista, revisão das regras de c) futuro do pretérito. d)pretérito imperfeito.
metrificação e retomada do nacionalismo romântico. e) pretérito perfeito.
d) predominância dos temas políticos, crítica ao uso indiscriminado
das máquinas e visão de mundo em perspectiva universalista.
e) pesquisa de lendas e narrativas folclóricas, valorização do índio 16. Leia os fragmentos abaixo, selecionados de “Evocação do
enquanto mito romântico e cultivo de fórmulas estéticas Recife”, e assinale a associação incorreta:
consagradas. a) “Recife sem mais nada / Recife da minha infância” – perda
b) “O que fazemos / É macaquear / A sintaxe lusíada” –
13. (UNIFOR-CE) Na década de 20, além de _______, obra-prima originalidade
que marcou a prosa do Modernismo, _______ freqüentou o gênero c)“Vinha da boca do povo na língua errada do povo / Língua certa
_______, em Paulicéia desvairada. Preenchem corretamente as do povo” – paradoxo
lacunas da frase acima, respectivamente: d)“Recife... / Rua da União... / A casa de meu avô...” –
a) Macunaíma - Mário de Andrade - da poesia. particularização
b) Os sertões - Euclides da Cunha - da novela. e) “Foi há muito tempo...” – nostalgia
c) Os condenados - Oswald de Andrade - da novela.
d) O rei da vela - Mário de Andrade - do conto. Pronominais
e) Marco zero - Oswald de Andrade - da poesia. Dê-me um cigarro Mas o bom negro e o bom branco
Diz a gramática da Nação Brasileira
14. Acerca do gênero crônica é incorreto dizer que Do professor, e do aluno Dizem todos os dias
a) é um texto que narra de forma artística e pessoal fatos colhidos E do mulato sabido. Deixa disso camarada
no cotidiano jornalístico ou do cotidiano. Me dá um cigarro.
b) geralmente caracteriza-se por ser longo e reflexão moral retirada
de um poema. 17. (Uneb-BA) Os versos acima ilustram:
c) é um texto escrito com o objetivo de divertir o leitor. a) o pendor de Manuel Bandeira, inclinado a fazer poesia em torno
d) leva o leitor a refletir criticamente sobre a vida e os de aspectos mais comuns da realidade.
comportamentos humanos. b) o projeto modernista que propaga a desvinculação da cultura
e) apresenta linguagem simples e direta. brasileira da arte estrangeira.
c) a emoção e o lirismo que alimentam a inquietude de espírito de
EVOCAÇÃO DO RECIFE Mário de Andrade.
................................................................... d) o propósito de Oswald de Andrade no sentido de renovar a
Mas o Recife sem história nem literatura linguagem para aproximá-la da naturalidade da fala.
Recife sem mais nada e) a construção da poesia simples que, em Manuel Bandeira, rompe
Recife da minha infância os princípios parnasianos e inaugura o “lirismo-libertação".
A rua da União onde eu brincava de chicote-queimado
[e partia as vidraças da casa de dona Aninha Viegas 18. (Unicamp 2008-VR) O poema “Pronominais” refere-se a uma
Totônio Rodrigues era muito velho e botava o pincenê regra gramatical. Qual?
[na ponta do nariz
Depois do jantar as famílias tomavam a calçada com 19. (Unicamp 2008-VR) Por meio de imagens, o poema constrói
[cadeiras, mexericos, namoros, risadas uma referência dos usuários dessa regra. Quem são? Justifique
.............................................................................. retomando o poema.
Foi há muito tempo...
A vida não me chegava pelos jornais nem pelos livros
Vinha da boca do povo na língua errada do povo
20. A função sintática do pronome relativo em “O livro de que
necessito está esgotado.” É:
a) sujeito b) objeto direto c) objeto indireto
d) complemento nominal e) agente da passiva