Você está na página 1de 4

Maias, Astecas e Incas

Antes da conquista européia, a América conheceu o desenvolvimento de importantas


civilizações, que formaram-se ao longo de milhares de anos e que possuiam complexa
organização social, econômica e política, que realizaram grandes obras públicas: sistema de
irrigação, assim como palácios e templos, tanto na mesoamérica, onde encontravam-se Maias e
Astecas, como no Altiplano Andino, onde desenvolveu-se o Império Inca.

Essas três civilizações tinham como base as características gerais do Modo de Produção
Asiático, possuindo portanto semelhanças com civilizações mais antigas do Oriente Próximo,
mas também diferenças significativas entre si.

A economia era essencialmente agrária, sendo a terra considerada como propriedade do Estado
e trabalhada pelas comunidades camponesas, existindo atividades complementares como a
criação de animais, o comércio e a mineração, esta última especialmente entre ao Astecas no
México e os Incas no Altiplano Andino.

Os Astecas desenvolveram um sistema de plantio baseado nos "jardins flutuantes", em região


pantanosa que passou então a produzir.

As comunidades camponesas conservavam pequena parcela de terra para uso familiar, mas a
maior parte das terras pertencia à sacerdotes e elites locais (líderes dos clãs) no caso de Maias
a Astecas. Entre os Incas a terra era divida em: Terra do Estado, Terra dos sacerdotes e Terra
comunitária, onde cada família possuía um lote para cultivo próprio, onde produziria após
trabalhar as terras do imperador e dos sacerdotes. A exploração do trabalho dos camponeses
pelo Estado ainda era realizada através da mita , ou seja, toda comunidade estava obrigada a
fornecer homens para as obras públicas ou para o trabalho nas minas.

Apenas os Incas desenvolveram de fato um Império centralizado e teocrático, onde o Imperador,


chamado Sapa Inca era considerado um deus, descendente direto do sol, supremo legislador e
comandante do exército, suplantando a antiga unidade social, o Ayllu, (clã).
Na Península do Iucatã, os Maias desenvolveram um tipo de organização, onde cada centro
urbano possuía autonomia e comandava as comunidades camponesas ao seu redor.

Na região do México, em uma ilha do Lago Texcoco, os mexicas ou astecas construíram uma
grande cidade, capital do Império - TENOCHTITLAN - onde havia palácios, templos, mercados e
canais de irrigação, demonstrando grande desenvolvimento. Apesar de considerado um Império,
em parte por suas conquistas e o domínio sobre vários povos, O imperador possuía
representação religiosa e militar, mas não necessariamente política, na medida em que havia
anteriormente um grupo de uma camada de militares e sacerdotes originários dos líderes das
aldeias

Na medida em que líderes locais e sacerdotes se fortaleceram, essas sociedades viram a


formação de classes sociais, rigidamente estratificada, consideradas portanto como estamental.
Entre esses três povos havia uma elite de sacerdotes, militares e artífices do Estado e uma
grande massa de camponeses responsável pela produção de excedentes, que concentravam-se
nas mãos da elite.

A religiosidade caracterizava-se pela crença em vários deuses, normalmente vinculados a


elementos da natureza, como sol, chuva ou fertilidade, influenciando suas manifestações
artísticas, principalmente a construção de grandes templos.

Os povos da Mesoamérica realizaram obras arquitetônicas colossais, representadas por templos


e palácios em terraços com forma piramidal, assim como produziram objetos com carater
decorativo, obras de ourivesaria de prata, ouro e pedras preciosas dos astecas, utilizadas para
decorar palácios e templos.

No Altiplano Andino, os testemunhos mais importantes dessa cultura encontram-se na


arquitetura monolítica e despojada de ornamentos, na qual demonstraram tanto uma técnica
impecável quanto uma grande frieza expressiva. Atribuíram também grande importânica à
indústria metalúrgica, principalmente na fabricação de armas, ao artesanato têxtil e à cerâmica.
Nessa última, dedicaram-se às peças pequenas e às estatuetas antropomórficas.

Civilização Asteca

Povo guerreiro, os astecas habitaram a região do atual México entre os séculos XIV e XVI.
Fundaram no século XIV a importante cidade de Tenochtitlán (atual Cidade do México), numa
região de pântanos, próxima do lago Texcoco.

A sociedade era hierarquizada e comandada por um imperador, chefe do exército. A nobreza era
também formada por sacerdotes e chefes militares. Os camponeses, artesãos e trabalhadores
urbanos compunham grande parte da população. Esta camada mais baixa da sociedade era
obrigada a exercer um trabalho compulsório para o imperador, quando este os convocava para
trabalhos em obras públicas (canais de irrigação, estradas, templos, pirâmides).

Durante o governo do imperador Montezuma II (início do século XVI), o império asteca chegou a
ser formado por aproximadamente 500 cidades, que pagavam altos impostos para o imperador.
O império começou a ser destruído em 1519 com as invasões espanholas. Os espanhóis
dominaram os astecas e tomaram grande parte dos objetos de ouro desta civilização. Não
satisfeitos, ainda escravizaram os astecas, forçando-os a trabalharem nas minas de ouro e prata
da região.

Arte asteca e arquitetura: pirâmide da civilização asteca

Os astecas desenvolveram muito as técnicas agrícolas, construindo obras de drenagem e as


chinampas (ilhas de cultivo), onde plantavam e colhiam milho, pimenta, tomate, cacau etc. As
sementes de cacau, por exemplo, eram usadas como moedas por este povo.

O artesanato a era riquíssimo, destacando-se a confecção de tecidos, objetos de ouro e prata e


artigos com pinturas.

A religião era politeísta, pois cultuavam diversos deuses da natureza (deus Sol, Lua, Trovão,
Chuva) e uma deusa representada por uma Serpente Emplumada. A escrita era representada
por desenhos e símbolos. O calendário maia foi utilizado com modificações pelos astecas.
Desenvolveram diversos conceitos matemáticos e de astronomia.

Na arquitetura, construíram enormes pirâmides utilizadas para cultos religiosos e sacrifícios


humanos. Estes, eram realizados em datas específicas em homenagem aos deuses.
Acreditavam, que com os sacrifícios, poderiam deixar os deuses mais calmos e felizes.

Civilização Inca

Os incas viveram na região da Cordilheira dos Andes (América do Sul ) nos atuais Peru, Bolívia,
Chile e Equador. Fundaram no século XIII a capital do império: a cidade sagrada de Cusco.
Foram dominados pelos espanhóis em 1532.

pintura: arte inca


O imperador, conhecido por Sapa Inca era considerado um deus na Terra. A sociedade era
hierarquizada e formada por: nobres (governantes, chefes militares, juízes e sacerdotes),
camada média ( funcionários públicos e trabalhadores especializados) e classe mais baixa
(artesãos e os camponeses). Esta última camada pagava altos tributos ao rei em mercadorias
ou com trabalhos em obras públicas.

Na arquitetura, desenvolveram várias construções com enormes blocos de pedras encaixadas,


como templos, casas e palácios. A cidade de Machu Picchu foi descoberta somente em 1911 e
revelou toda a eficiente estrutura urbana desta sociedade. A agricultura era extremamente
desenvolvida, pois plantavam nos chamados terraços (degraus formados nas costas das
montanhas). Plantavam e colhiam feijão, milho (alimento sagrado) e batata. Construíram canais
de irrigação, desviando o curso dos rios para as aldeias. A arte destacou-se pela qualidade dos
objetos de ouro, prata, tecidos e jóias.

Domesticaram a lhama (animal da família do camelo) e utilizaram como meio de transporte, além
de retirar a lã , carne e leite deste animal. Além da lhama, alpacas e vicunhas também eram
criadas.

A religião tinha como principal deus o Sol (deus Inti). Porém, cultuavam também animais
considerados sagrados como o condor e o jaguar. Acreditavam num criador antepassado
chamado Viracocha (criador de tudo).

Criaram um interessante e eficiente sistema de contagem : o quipo. Este era um instrumento


feito de cordões coloridos, onde cada cor representava a contagem de algo. Com o quipo,
registravam e somavam as colheitas, habitantes e impostos. Mesmo com todo desenvolvimento,
este povo não desenvolveu um sistema de escrita

Curiosidades:
-Os Maias, os Astecas e os Incas parecem ter sido bastante intolerantes com respeito ao
que consideravam desvios sexuais. Tanto os Incas como os Maias eram monógamos,
com exceção de homens das classes sociais mais elevadas, que podiam ter várias
esposas e concubinas, o que era permitido também aos Astecas.

Os Astecas eram severos em sua suas punições de atos homossexuais, travestismo e


incesto entre pais e filhas e entre irmãos: a pena era a morte por estrangulamento ou
apedrejamento. Somente na família real inca era exigido o casamento entre irmãos (irmã-
irmão). Os Astecas também puniam com severidade o adultério e mesmo a cópula. Se um
homem tivesse reputação de adúltero, era estrangulado, flechado ou lançado vivo ao
fogo.

Em pelo menos um contexto a liberdade sexual era permitida, porém o resultado era a
morte: os Astecas praticavam sacrifícios humanos como parte de sua religião. Nos 20
dias que precediam ao sacrifício, a vítima recebia quatro lindas jovens especialmente
treinadas, aparentemente como recompensa terrena pelo seu destino iminente.

Sobre os Astecas, qua habitavam a as regiões do hoje México: já faziam do cacau o


chocolate que foi levado para a Espanha e depois toda a Europa na época das Grandes
Navegações...

Sobre os Maias, que habitavam a região que hoje é a Guatemala até o Equador: jovagam
futebol com a cabeça dos inimigos decapitados ritualmente... e eram exímios astrólogos,
sabendo interpretar melhor do nós as estações conforme as constelações celestiais...

Sobre os Incas, da Região andina principalmente o Perú atual: Adoravam o rei sol que
associavam aos seus imperadores e sabiam escrever sofisticadamente em kipus, laços de
fios que eram interpretados pela aristocracia e notários da época.
Sobre todos eles: desenvolveram civilizações notáveis de intrincadas arquiteturas, até
hoje indecifraveis nos métodos de transportes de blocos solidos para os prédios
construidos.

Fontes:
http://www.tg3.com.br/astecas/
http://www.suapesquisa.com/astecas/
http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=37
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080211124050AA33zXJ
http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=45141.0
http://camanarede.terra.com.br/curiosidade/curiosidade_20.htm

Você também pode gostar