Você está na página 1de 17

“As propriedades físicas e químicas dos ele-

TABELA PERIÓDICA mentos são funções periódicas de seus respecti-


A base das modernas classificações periódicas sur- vos números atômicos”.
giu com dois trabalhos independentes, mas bastante se- Os elementos são arranjados em ordem crescente de
melhantes, desenvolvidos pelo russo Dimitri Ivanovich números atômicos e estão divididos em:
Men-deleev (Mendeleyev) e pelo alemão Lothar Meyer
em 1869. Ambos dispuseram os elementos em colunas z 7 filas horizontais: séries ou períodos.
(verticais), em ordem crescente de massas atômicas, de z 18 colunas verticais: grupos ou famílias.
modo que os elementos situados em uma mesma hori-
zontal apresentassem propriedades semelhantes.
Lei Periódica - “As propriedades dos elementos quí- Séries ou Períodos (P)
micos são funções periódicas de suas massas atômi-
cas”. Séries ou Períodos são as linhas horizontais de ele-
mentos na tabela periódica. E reúnem os elementos em
Embora o critério de construção das duas tabelas fos-
ordem crescente de números atômicos.
sem o mesmo (ordem crescente de massas atômicas)
Meyer baseou-se principalmente nas propriedades físi- “Elementos de um mesmo período apresentam
cas dos elementos, e Mendeleev nas propriedades quí- o mesmo número de camadas eletrônicas”.
micas.
O trabalho desenvolvido por Mendeleev acabou im-
pressionando muito mais não só pela divulgação anteri-
or, mais principalmente pela segurança e coragem das
afirmações do cientista russo. Ele dispôs os 65 elemen-
tos conhecidos na época em uma tabela (abaixo), dei-
xando posições vazias para elementos que ainda não
estavam descobertos, cujas propriedades ele já predizia.
Grupo Grupo Grupo Grupo Grupo Grupo Grupo Grupo
I II III IV V VI VII VIII

01 H=1

02 Li = 7 Be = 9,4 B = 11 C = 12 N = 14 O = 16 F = 19

03 Na =23 Mg = 24 Al = 27,3 Si = 28 P = 31 S = 32 Cl = 35,5

Fe = 56
Fe = 56
Co = 59
04 K = 39 Ca = 40 = 44 Ti = 48 V = 51 Cr = 52 Mn = 55 Co = 59
Ni = 59
Ni==63
Cu 59 “O número de camadas de um átomo fornece
05 Cu = 63 Zn = 65 = 68 = 72 As = 75 Se = 78 Br = 80 o período do elemento.”
Ru
Ru==104
101
06 Rb = 85 Sr = 87 ?yt = 88 Zr = 90 Nb = 94 Mo = 96 = 100
Rh
Rh==104
104 Os elementos Li, Be e O apresentam duas camadas
Pd = 105
Pd = 105
Ag = 100 eletrônicas K e L. Enquanto que os elementos Mg e S
07 Ag = 108 Cd = 112 In = 113 Sn = 118 Sb = 122 Te = 128 I = 127 apresentam três camadas eletrônicas K, L e M, indican-
do pertencerem ao segundo (L) e ao terceiro (M) período
08 Cs = 133 Ba = 137 ?Di = 138 ?Ce = 140
da tabela periódica. As séries ou períodos podem ser clas-
09 sificados como:
OsOs= =145145
Ir Ir= =517
197
10 ?Er = 178 ?La = 180 Ta = 182 W = 184
PtPt= =198198
Au = 199

11 Au = 139 Hg = 200 TL
Ti == 204
204 Pb = 207 Bi = 208

12 Th = 231 U = 240

Mendeleev conseguiu prever com grande precisão as


propriedades dos elementos de massa atômicas 44 (hoje
chamado escândio), 72 (hoje chamado germânio) e 68
(hoje chamado gálio) alguns anos antes desses elemen-
tos serem descobertos.
TABELA PERIÓDICA MODERNA No sexto e no sétimo período ocorrem os elementos
cujos os números atômicos vão de 57 a 71 e de 89 à 103,
Com a descoberta dos prótons e dos elétrons, o físico denominados respectivamente Série dos Lantanídeos,
H. G. J. Moseley percebeu que as propriedades periódi- ou terras raras, e Série do Actinídeos.
cas eram funções do número atômico crescente e não Os elementos que antecedem ou que apresentam nú-
da massa atômica, como pensaram os pesquisadores an- mero atômico inferior ao do elemento Urânio (Z = 92) são
teriores. conhecidos como cisurânio. Os elementos que apresen-

1
tam números atômicos superiores são conhecidos como Sua camada de valência é formada apenas por
transurânicos. subnível 3s, com apenas um elétron.
Assim, pertence ao grupo 1A ou IA, 3º período.
Cl: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
Grupo ou Família 17

As dezoito linhas verticais que aparecem na tabela Observamos que o elemento cloro apresenta sua ca-
são denominadas colunas, grupos ou famílias. Os gru- mada de valência formada pelos subníveis 3s e 3p apre-
pos se dividem em duas classes: senta um total de 7 elétrons. Logo esse elemento perten-
ce ao grupo 7A, 3º período.
A - Representativo
B - Transição Elementos representativos: número de elétrons
na camada de valência = número da família (+A). Sub-
Os elementos de um mesmo grupo ou família da ta- nível mais energético = s ou p.
bela periódica têm propriedades químicas semelhan-
tes por apresentarem análogas configurações ele- Elementos de transição (Classe B)
trônicas mais externas. Ou seja, por apresentarem
mesmo número de elétrons na camada de valência. São elementos cujas distribuições eletrônicas apre-
sentam o elétron de diferenciação em subnível d ou f, no
Grupo IA (1): 1 elétrons de valência - ns1 penúltimo e antepenúltimo nível.
Grupo IIA (2): 2 elétrons de valência - ns2 Os elementos de transição são divididos em transi-
Grupo VIIA (17): 7elétrons de valência - ns2 np5 ção simples ou externa (d) e transição interna (f).
Exemplo do grupo IIA:
4Be: 1s2 2s2
12Mg: 1s 2s 2p 3s
2 2 6 2

20Ca: 1s 2s 2p 3s 3p 4s
2 2 6 2 6 2
ns2(n-1) d1 a 10
No esquema a seguir apresentamos a configuração do
último subnível de cada família na tabela periódica:
ns2(n-2) f 1 a 14

Elementos de transição simples ou externa


São todos os elementos que possuem elétrons de di-
ferenciação em subnível d na sua penúltima camada,
ou seja, (n - 1) d.

Elementos Representativos (Classe A) 26 Fe: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6
camada de valência = 4 = 4º período
Também denominados elementos típicos ou carac-
terísticos. São os que possuem seus elétrons mais ener- subnível d = elemento de transição = B
géticos (elétrons de diferenciação) em subnível s ou p. s2 + d6 = 8 = grupo VIIIB.
Na tabela periódica, esses elementos constituem as
famílias A e os Gases Nobres (VIIIA). 40 Zr - 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d2
camada de valência = 5 = 5º período
subnível d = elemento de transição = B
s2 + d2 = 4 = grupo IVB.

ns1-2 ns2np1-6 Observações:


a) Nos grupos cuja soma der 8, 9 ou 10, os elemen-
tos têm propriedades muito semelhantes e são agrupa-
dos em uma tríade: grupo VIII B ou grupos 8, 9 e 10.

Exemplos: b) Os grupos 1B e 2B ou 11 e 12 apresentam ele-


mentos com elétrons de diferenciação em subnível d com-
11 Na: 1s2 2s2 2p6 3s1 pleto, isto é, subnível d com 10 elétrons.

2
Exemplos: os demais elementos químicos que algumas classifica-
30Zn: 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
2 2 6 2 6 2 10
ções preferem colocá-lo fora da tabela.
subnível d = elemento de transição = B b) Os elementos das famílias ou grupos A são deno-
minados Elementos Representativos enquanto que os
s2 + d10 = grupo 12 ou IIB e 4º período.
da família B são chamados Elementos de Transição.
Os elementos Cu, Ag e Au têm configuração termina- c) Outra separação importante que podemos notar é
das em ns1 (n - 1) d10 desobedecendo à distribuição ele- a que divide os elementos em Metais, Não metais (ou
trônica de Linus Pauling: ametais), Semimetais (ou metalóides) e Gases No-
Esperado: bres, como notamos na tabela 02.
29Cu - 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
2 2 6 2 6 2 9 d) Todos os elementos de um grupo apresentam mes-
mo número de elétrons na camada de valência mas, nem
O que ocorre: todo elemento que apresenta o mesmo número de elé-
29Cu - 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
2 2 6 2 6 1 10
trons nesta camada é necessariamente do mesmo gru-
subnível d = elemento de transição = B po.
s1 + d10 = grupo 11 ou IB e 4° período.
Resumindo
Elemento de transição: n° de elétrons do sub-
nível mais energético juntamente com penúltimo (ou CLASSE A - REPRESENTATIVO:
seja, os dois últimos subníveis) = número da família Terminando distrib. em s:
(+A). Subnível mais energético igual ao d.
- nº romano = n° de elétrons na CV + A
- nº arábico = n° de elétrons na CV
Elementos de transição interna Terminando distrib. em p:
Correspondem aos elementos que possuem elétrons - nº romano = n° de elétrons na CV (s2 + px) + A
de diferenciação em subnível f, na sua antepenúltima - nº arábico = n° de elétrons na CV + 10
camada, ou seja, (n - 2) f.
São formados por duas séries situadas abaixo do cor- CLASSE B - TRANSIÇÃO:
po da tabela periódica, mas que são pertencentes ao sexto Terminando distrib. em d:
e sétimo período do grupo III B, evitando que a tabela - nº romano = somatória dos elétrons dos dois últi-
ficasse muito larga. Elemento de transição interna: mos subníveis distribuídos (ns2 n-1dx) + B
subnível mais energético igual ao f número da família IIIB - nº arábico = a somatória dos elétrons dos dois últi-
ou 3. mos subníveis dist.
Exemplo: Terminando distrib. em f:
57La - 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
2 2 6 2 6 2 10
4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 - sempre serão da família IIIB ou 3.
4f1
subnível f = elemento de transição interna = IIIB e 6º
período.
É importante considerar que:

a) O elemento hidrogênio (H), embora apareça na co-


luna IA, não é um metal alcalino, é tão diferente de todos

3
Tabela 01 Algumas famílias são mais importantes, recebendo no-
mes especiais como demonstrado em tabela abaixo.

TESTES
04. (UFES) Situam-se na mesma família da classificação
01. (CEFET-PR) ...Mendeleyev não estava certo quando relaci- periódica os elementos de números atômicos:
onou a massa atômica à periodicidade nas propriedades dos
elementos... Após algum tempo é que Moseley percebeu que a a) 2, 10 e 28
periodicidade dos elementos estava relacionados com: b) 3, 11 e 57
c) 5, 17 e 25
a) O número de elétrons. d) 7, 9 e 10
b) O número atômico e) 15, 33 e 83
c) A valência dos elementos
d) A massa atômica
e) O número de elétrons no nível energético. 05. (UNIOESTE-PR) Sobre o elemento X, no estado funda-
mental, com Z= 37, é correto afirmar que:
02. (UFCE) Marque a série que é composta de halogênio, metal
alcalino e gás nobre, respectivamente: 01) É um elemento de transição inetrna.
02) Pertence à familia dos metais alcalinos.
a) Cl, Ca e Na
04) Está situado no 5º período da tabela periódica.
b) F, Na e He
08) Possui um eltétron na sua camada de valência.
c)Cl e Al
16) Possui 4 camadas eletrônicas.
d) B, C e O
e) I, Mg e H
06. (PUCCAMPINAS) Na classificação periódica, o elemento
03. (FUVEST) O ar é uma mistura de vários gases. Dentre químico de configuração 4p3 está localizado na família:
eles, são gases nobres:
a) nitrogênio, oxigênio, argônio a) 5A do quarto período
b) argônio, hidrogênio, nitrogênio b) 4A do quinto período
c) hélio, hidrogênio, oxigênio c) 4A do terceiro período
d) hélio, argônio, neônio d) 3A do quarto período
e) nitrogênio,oxigênio, hidrogênio e) 3A do terceiro período

4
07. (MACK-SP) Baseando-se nas configurações eletrônicas c) $ e %
em ordem crescente de energia dos elementos abaixo, assinale d) % e &
a alternativa correta. e) & e *
A. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2
B. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d2 12. (CEFET-PR) Com relação aos elementos:
C. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p2 Au (z = 79) H (z = 1) Fe (z = 26)
D. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f2 Ca (z = 20) Na (z = 11) S (z = 26)
a) C e D estão no mesmo período da tabela periódica. Be (z = 4) K (z = 19) Cl (z = 17)
b) A e C pertencem ao mesmo subgrupo, mas estão em O (z = 8)
períodos diferentes. Afirma-se
c) B e D são elementos de transição externa.
I. H e Na são metais alcalinos.
d) A, B, C, D são todos metais alcalino-terrosos
II. Fe e Au são elementos de transição.
e) C está no quarto período e na família 4A.
III. Be e Ca são alcalinos terrosos.
IV. S e Cl são halogênios.
08. (PUCCAMP) O número atômico do elemento químico do
V. O e K são calcogênios.
quinto período da classificação periódica e que apresenta 10
elétrons no quarto nível energético é:
Selecione a alternativa que contém somente alternativas
a) 22 corretas.
b) 40
a) II e III
c) 38
b) I, II e III
d) 46
c) III, IV e V
e) 48
d) IV e V
e) I, III e V
09. (CEFET-PR) O conjunto de átomos com número atômico
53 é um elemento:
13. (ACAFE-SC) Um elemento químico da família dos
a) De transição, metálico, do 4º período e grupo 7A. halogênios apresenta 4 níveis energéticos na sua configura-
b) Representação, não metálico, do 5º período e grupo 7A. ção eletrônica. O número atômico desse elemento é:
c) Representativo, não metálico, do 5º período e grupo 7A.
a) 25
d) Representativo, metálico, do 5º período e grupo 7A.
b) 35
e) De transição, não metálico, do 5º período e grupo 7A.
c) 45
d) 30
10. (UFPR) A concentração média de íons de NA+ no soro
e) 40
sanguínio do homem é cerca de 3,45 g/L (a massa atômica do
sódio é 23). Tendo em vista as informações acima é correto
14. A figura a seguir é uma representação da classificação pe-
afirmar:
riódica dos elementos sem a indicação dos respectivos ele-
01) Por apresentar massa atômica 23 ele apresenta 23 mentos. Supondo que cada linha seja enumerada de 1 a 7 e
prótons. que cada coluna seja indicada por uma letra do alfabeto de A
02) O átomo de sódio e o íon sódio têm o mesmo número de (primeira coluna da esquerda) até R (última coluna da direita)
prótons. e seja dada a distribuição eletrônica dos seguintes elementos.
04) O elemento 19X e o sódio pertencem ao mesmo grupo da (Obs.: os símbolos aqui indicados não representam os símbo-
tabela periódica. los verdadeiros).
08) A configuração eletrônica do íon 11Na é 1s2 2s2 2p6.
W. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p3
16) Sódio é um halogênio do 3º período da tabela periódica.
Y. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2
Z. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6
11. (FUVEST) Um astronauta foi capturado por habitantes de
T. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s1
um planeta hostil e aprisionado numa cela, sem seu capacete
espacial. Logo começou a sentir falta de ar. Ao mesmo tempo, A localização dos elementos W, Y, Z e T segundo as coorde-
notou um painel como o da figura em que cada quadrado era nadas é:
uma tecla.
@ #
@ #
$ % &
$ % & *
*

a) W = (3 C); Y = (4 B); Z = (4 F); T = (5 A).


Apertou duas delas, voltando a respirar bem. As teclas b) W = (3 O); Y = (4 C); Z = (4 J); T = (5 B).
apertadas foram: c) W = (3 O); Y = (4 B); Z = (4 R); T = (5 A).
a) @ e # d) W = (3 P); Y = (4 B); Z = (4 J); T = (5 D).
b) # e $ e) W = (3 R); Y = (4 J); Z = (4 C); T = (5 D).

5
PROPRIEDADES DOS ELEMENTOS Raio iônico
As propriedades tanto físicas quando químicas podem Raio do ânion > raio do átomo neutro > raio do
ser periódicas e aperiódicas. cátion.

Propriedades Aperiódicas Potencial ou Energia de Ionização


São as que sempre aumentam ou diminuem à medi- É a energia fornecida ao átomo neutro no estado ga-
da que crescem os números atômicos. São elas: soso para retirar um elétron e produzir um íon gasoso
positivo, denominado cátion.
Massa atômica: sempre aumenta com o número atô-
mico. Ca + E1 Ca+ + e
Calor específico: é a quantidade de calor necessária
para aumentar 1oC, numa massa igual a 1 grama do ele-
mento. Sempre diminui à medida que o número atômico Primeira energia de ionização
aumenta. (6,1 eV / atg).

Ca+ + E2 Ca+2 + e
Propriedades Periódicas
São as propriedades que variam em função do nú-
Segunda energia de ionização
mero atômico, atingindo valores máximos e mínimos de
(11,9 e V / atg)
acordo com o período ocupado pelos elementos.
E1 < E2 < E3 ...

Raio Atômico A medida que retiramos elétrons de um átomo, au-


menta a influência da carga positiva sobre os elétrons
É a distância do núcleo à camada mais externa da remanescentes, sendo necessário mais energia para ar-
ele-trosfera. O raio de um átomo depende principalmen- rancar outros elétrons. A maior ou menor dificuldade de
te do número de camadas eletrônicas. Quanto maior o se “arrancar” um elétron de um átomo depende da proxi-
número de camadas de um átomo, maior é o seu raio
midade desse elétron em relação ao núcleo.
atômico.
Dessa forma, quanto menor o raio atômico, maior
Na tabela periódica, indicada a seguir de forma es-
quemática, as setas indicam o sentido de crescimento será o potencial de ionização.
dos raios atômicos.
Os raios atômicos aumentam nos grupos de cima
para baixo, porque os átomos têm, nesse sentido, um
número crescente de camadas eletrônicas.
Num período, o número de camadas é o mesmo mas,
a carga nuclear (número atômico) aumenta da esquerda
para a direita, ocasionando uma maior atração do núcleo
sobre a eletrosfera, diminuindo o raio atômico. Portanto,
nos períodos o raio atômico aumenta da direita para
a esquerda.
Afinidade Eletrônica ou Eletroafinidade
(Ea)
z Maiores eletroafinidades: halogênios e oxigênio.
z Gases nobres: eletroafinidades praticamente nulas.
z Quando um átomo recebe dois elétrons, tem-se:
z 1ª Ea > 2ª Ea

É energia liberada por um átomo no estado gasoso,


quando este recebe elétron e se transforma em um íon
gasoso negativo, denominado ânion.

Cl + e Cl– + Ea

6
3,61 e V / atg.
Densidade absoluta (d)
Quanto menor o raio atômico, maior será a eletro- Densidade absoluta é o quociente entre a massa (m)
afinidade. de um elemento químico e seu volume (V).
m
d=
v

* A afinidade eletrônica não é definida para


os Gases Nobres.

Eletronegatividade
(caráter não-metálico) O elemento mais denso é o ósmio (Os) 22,5 g/cm3.
A eletronegatividade mede a tendência que um áto-
mo apresenta em atrair elétrons para si. Ponto de Fusão (PF) e de Ebulição (PE)
z O elemento mais eletronegativo é o FLÚOR.
z Nas condições ambiente (P = 1 atm; T = 25 oC) são:
z Os gases nobres têm eletronegatividade nula, pois
apresentam a camada de valência completa. Gases: hidrogênio, nitrogênio, oxigênio, flúor, cloro e
z Para os não-metais, gases nobres;
Líquidos: bromo e mercúrio;
Sólidos: os demais elementos.

eletronegatividade
eletronegatividade
Carbono (C): PF= 3550º C e PE = 4800º C
Tungstênio (W): PF = 3410º C e PE = 5030º C
O Carbono é o elemento que apresenta o maior ponto de
fusão e o tungstênio o maior ponto de ebulição entre to-
Eletropositividade dos da tabela periódica.
(caráter metálico)
A eletropositividade indica a tendência que um átomo
tem de perder elétrons.
Volume atômico
O raio atômico aumenta nos grupos de cima para
baixo, porque os átomos têm, nesse sentido, um número
crescente de camadas eletrônicas.
Num período, o número de camadas é o mesmo
mas, a carga nuclear (número atômico) aumenta da
esquerda para a direita, ocasionando uma maior atração
do núcleo sobre a eletrosfera, diminuindo o raio o raio
atômico. Portanto, nos períodos o raio atômico aumenta
eletropositividade da direita para a esquerda.
É o volume ocupado por 1 mol (6,02 . 1023) de
átomos do elemento no estado sólido.

7
a) O átomo do elemento A possui o maior valor para o primeiro
potencial de ionização.
b) A distribuição eletrônica do átomo do elemento B corres-
ponde a um metal do grupo dos metais alcalinos-terrosos.
c) O íon estável correspondente ao átomo do elemento A pos-
sui distribuição eletrônica 1s2 2s2 2p6.
d) O átomo do elemento C possui 5 elétrons em sua camada
de valência.
e) O átomo do elemento D apresenta o maior valor relativo à
eletronegatividade.

18. (UEM-PR) Assinale o que for correto:


01) Uma partícula constituída por 16 prótons, 18 nêutrons e 18
elétrons é um ânion.
TESTES 02) O cátion Mg+ e o neônio apresentam mesma distribuição
eletrônica.
16. (PUC-PR) As propriedades abaixo referem-se aos elemen-
04) Uma espécie com distribuição eletrônica 1s2 2s2 2p6 é, ne-
tos representados na tabela, cujas letras substituem os símbo-
cessariamente, um gás nobre.
los reais. Faça a devida associação.
08) Na família dos metais alcalinos, à medida que diminui o
número atômico, aumenta o raio atômico.
16) Elementos Rb, Sr e Se pertencem às famílias dos alcali-
nos, alcalinos-terrosos e calcogênios, respectivamente.
32) O elemento químico que pertence à família 17 e está no 5º
período é o iodo.

19. (CEFET-PR) Uma das principais pesquisas do Observatório


de Valongo é sobre a composição química das estrelas locali-
zadas na vizinhança do Sol. O trabalho levou a uma descoberta
fundamental. O Sol tem uma irmã muito parecida com ele. A
composição química da estrela 18 de Escorpião é praticamente
igual à do Sol, ambos possuem quantidades parecidas de ferro,
( ) Tem energia de ionização alta, afinidade eletrônica nula e níquel, vanádio, titânio, silício e cromo.
não tem tendência a reagir espontaneamente. (Galileu, ano 98, nº 88, p. 30)
( ) Tem energia de ionização baixa e por isso oxida-se fa-
Com relação a estes elementos, analise as alternativas abai-xo
cilmente, formando em geral um cátion divalente.
assinalando a correta:
( ) É um calcogênio e sua última camada, no estado funda-
mental é 4s2 4p4. Dados 24Cr – 14Si – 23V – 22Ti – 26Fe – 28Ni:
( ) É o mais eletronegativo dentre os apresentados nessa ta- a) Entre os elementos citados, o Silício é o que apresenta mai-
bela. or raio atômico.
( ) É um lantanídeo. b) A distribuição eletrônica do Cr2+ é 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6 4s2
( ) Seu subnível mais energético é o 5f. 3d4.
( ) Apresenta subnível d incompleto; é um metal de tran-sição c) São todos elementos de transição.
propriamente dito. d) A distribuição eletrônica do Ni2+ é 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6 4s2
( ) É um semi-metal. 3d10.
( ) É um metal alcalino. e) Os metais de transição citados no texto, pertencem ao mes-
mo período da tabela periódica.
Na ordem em que estão relacionadas as propriedades, a as-
sociação correta é:
20. (UFSC) Dados os elementos abaixo e suas localizações na
a) P-N-I-K-G-H-O-L-M tabela periódica, assinale a(s) proposição(ões) verdadei-ra(s):
b) H-N-J-M-H-G-N-N-N
c) O-M-I-K-G-H-J-R-N
d) P-R-J-K-H-G-O-L-M
e) P-J-K-P-G-H-O-L-M K

17. (UNICENP-PR) A análise da distribuição eletrônica dos ele-


mentos, ao longo da Classificação Periódica, fornece-nos uma
série de características quanto ao comportamento químico des-
tes elementos. Sendo dadas as distribuições eletrônicas para
os átomos dos elementos genéricos A, B, C e D, no es-tado 01) Entre os átomos A, B e C, o de maior raio atômico é A.
fundamental, é correto afirmar: 02) Entre os átomos A, D, F e I o de maior energia de ionização
é I.
A - 1s2 2s2 2p6 3s1 04) Entre os átomos I, L, H e E, o mais eletronegativo é E.
B - 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5 08) O maior caráter metálico entre todos os átomos da tabela
C - 1s2 2s2 3s2 3p6 4s2 3d10 4p5 dada, é apresentado por C.
D - 1s2 2s2 2p6 3s2 3p1

8
21. (ACAFE-SC) Em relação a eletronegatividade, a alternativa segundo suas características. Até o ano de 1800
verdadeira é: aproximadamente 30 elementos eram conhecidos. Nos
dias de hoje esta tabela consta de 111 elementos
a) Os metais, em geral, são os elementos mais eletronega- oficializados pela IUPAC. Considerando as características
tivos. da tabela atual e as propriedades dos elementos
b) Os elementos que apresentam os maiores valores de ele- químicos, assinale o que for correto.
tronegatividade são os metais alcalinos.
c) Os elementos mais eletronegativos estão na parte supe-rior
01) Átomos dos metais alcalino-terrosos Ca (Z=20) e Sr
à direita na tabela periódica. (Z=38), ao formarem cátions divalentes, adquirem
d) Os gases nobres são estáveis devido a sua alta eletrone- configuração eletrônica semelhante ao gás nobre do
gatividade. mesmo período.
e) Os elementos de transição são os elementos com os mais 02) Átomos de oxigênio têm menor raio atômico que
altos valores de eletronegatividade. átomos dos outros elementos do grupo VI A
(calcogênios) da TP.
22. A tabela a seguir mostra o símbolo hipotético de alguns ele- 04) Considerando os átomos dos elementos: Na (Z=11);
mentos químicos, suas distribuições eletrônicas e seus raios Mg (Z=12); S (Z=16); Cl (Z=17), localizados no mesmo
atômicos: período da TP, pode-se afirmar que Na e Mg são menos
eletronegativos do que S e Cl.
08) Um átomo, que em sua distribuição eletrônica
apresenta subnível mais energético 4p3, localiza-se no
4º período da TP, no grupo V A.
16) Elementos do grupo VII A da TP não apresentam
afinidade química por metais alcalinos (grupo I A).
Com relação as informações anteriores, pode-se afirmar que o
raio atômico de “X” deverá ser:
a) menor que 1,13 Å e que A, B e C pertencem a mesma famí- QUESTÕES DESAFIO
lia da tabela periódica. 01. (UFPR) A tabela abaixo mostra dados de alguns elementos
b) menor que 1,13 Å e que A, B e C pertencem ao mesmo químicos presentes na natureza.
período da tabela periódica.
c) menor que 1,97 Å e que A, B e C pertencem ao mesmo
período da tabela periódica.
d) maior que 1,13 Å e menor que 1,97 Å e que A, B e C perten-
cem à mesma família da tabela periódica.
e) maior que 1,13 Å e menor que 1,97 Å e que A, B e C perten-
cem ao mesmo período da tabela periódica.

23. (FUVEST) Quando se classificam elementos


químicos utilizando-se como critério o estado de
agregação sob 1 atm e 25º C, devem pertencer a uma
mesma classe os elementos:
a) cloro, mercúrio e iodo A respeito destes elementos, é correto afirmar que:
b) mercúrio, magnésio e argônio 01) Os elementos sódio e potássio têm propriedades químicas
c) mercúrio, argônio e cloro semelhantes devido ao fato que seus átomos possuem a
d) cloro, enxofre e iodo. mesma configuração eletrônica na camada mais externa
e) Iodo, enxofre e magnésio (ns1) e pertencem à família dos metais alcalinos na tabela
periódica.
24. (FUVEST) Na tabela periódica, os elementos 02) Embora o átomo de hidrogênio apresente a configuração
químicos estão ordenados: eletrônica 1s1, este elemento não é considerado metal al-
calino.
a) segundo seus volumes atômicos crescentes e pontos 04) O elemento cloro é representado por Cl2. Seu átomo pos-
de fusão decrescentes. sui 17 prótons, 17 elétrons e 18 nêutrons.
b) Rigorosamente segundo suas massas atômicas 08) A distribuição eletrônica do átomo de ferro 1s2 2s2 2p6 3s2
crescentes e salvo algumas exceções, também segundo 3p6 3d6 4s2. Quando são removidos os dois elétrons da 4ª
camada, o átomo de ferro se converte no cátion Fe2+.
seus raios atômicos crescentes.
16) Sódio, magnésio e alumínio, representados respectivamen-
c) De modo tal que todos os elementos de transição se
te por Na, Mg e Al pertencem ao terceiro período da tabela
localizam no mesmo período. periódica por apresentarem a camada M como camada de
d) De maneira tal que os ocupantes de uma mesma valência.
família têm o mesmo número de níveis de energia.
e) De maneira tal que o volume atômico, ponto de fusão 02. (UFPR) A respeito da classificação dos elementos químicos
e energia de ionização variam periodicamente. na tabela periódica, é correto afirmar que:
01) O fato dos elementos de um mesmo grupo apresentarem o
25. (UEPG-PR) A Tabela Periódica (TP) surgiu devido à
mesmo número de elétrons na camada de valência não faz
necessidade em organizar os elementos químicos

9
com que suas propriedades físico-químicas sejam seme- - O núcleo de A contém um próton a mais que o
lhantes. núcleo do Frâncio;
02) Elementos pertencentes a um mesmo período estão dis- - O elemento químico situado imediatamente à
postos na tabela periódica, em ordem crescente de núme- direita de M na tabela periódica é um elemento
ro atômico. Cada período encerra quando o elemento apre- de transição do 4º período;
senta configuração eletrônica estável de gás nobre. - Rb+ e X2+ são isoeletrônicos;
04) Elementos de uma mesma família apresentam o mesmo - A primeira energia de ionização de E é maior do
número quântico principal na camada de valência. que a de Q. Sobre os elementos do conjunto I e
08) Todos os elementos que possuem configuração eletrônica com base nas informações acima, é correto afir-
igual a ns1 na camada de valência são chamados de me- mar;
tais alcalinos.
16) Todos os elementos que possuem configuração eletrônica 01) Os elementos desse conjunto pertencem ao mesmo gru-
igual a ns2 na camada de valência são chamados de me- po ou família da classificação periódica; devem, portanto,
tais alcalinos-terrosos. apresentar propriedades químicas semelhantes.
32) No final de cada período, observam-se os elementos que 02) A configuração eletrônica da camada de valência dos ele-
possuem pequena tendência à reatividade química. Este mentos desse conjunto pode ser representada generi-
comportamento reflete a configuração da camada de va- camente por ns2.
lência com octeto completo. 04) Os elementos desse conjunto combinam-se com o oxigê-
nio para formar óxidos, na proporção de um átomo do ele-
mento para cada átomo de oxigênio.
03. (UFPR) O gráfico abaixo apresenta a primeira ener-gia de
ionização de diversos elementos dos seis primeiros períodos (a 08) O número atômico do elemento A é 88.
primeira energia de ionização é a energia necessá-ria para re- 16) O raio atômico dos elementos A, M e Z cresce na mesma
mover completamente o elétron de maior energia de um átomo ordem.
no estado gasoso). Considerando o gráfico e tendo em vista 32) A ordem dos elementos desse conjunto segundo o valor
conhecimentos de propriedades periódicas dos elementos, é crescente de seus números atômicos é Z, Q, M, X, E e A.
correto afirmar:
05. (UFSC adaptada) Recentemente foi divulgada pela impren-
sa a seguinte notícia: “Uma equipe de cientistas americanos e
europeus acaba de acrescentar dois novos componentes da
matéria à tabela periódica de elementos químicos, anunciou o
laboratório nacional Lawrence Berkeley (Califórnia). Estes dois
recém-chegados, batizados elementos 118 e 116, foram cria-
dos em abril num acelerador de partículas, através do
bombardeamento de objetivos de chumbo com projéteis de
criptônio, precisou o comunicado do laboratório, do Departa-
mento Americano de Energia. A equipe que ‘criou’ os dois no-
vos elementos é composta de cientistas europeus e america-
nos”. (DIÁRIO CATARINENSE -13/06/99).

Com base neste texto, assinale a(s) proposição(ões) verda-


deira(s) de acordo com a classificação periódica atual.
01) O elemento de número 118 será classificado como um gás
nobre.
02) O elemento de número 116 será classificado como perten-
cente à família dos halogênios.
01) Metais de transição não estão representados no gráfico.
04) Os dois novos elementos pertencerão ao período número
02) Em uma família, a energia de ionização geralmente de-
7.
cresce com o aumento do número atômico.
08) O elemento chumbo utilizado na experiência é representa-
04) Quanto maior for o caráter metálico de um elemento quími-
do pelo símbolo Pb.
co, menor será a sua energia de ionização.
16) O novo elemento de número 118 tem 8 elétrons no último
08) Os metais alcalinos apresentam maior energia de ioniza-
nível, quando na sua configuração fundamental.
ção que os halogênios.
32) Esses dois novos elementos são caracterizados como ele-
16) Um ânion é formado quando um elétron é removido de um
mentos artificiais, uma vez que não existem na natureza.
átomo no estado gasoso.
32) Geralmente, o valor da energia de ionização para a retira-
da do segundo elétron é menor que a primeira energia de
ionização.
64) O número da coluna A informa o número de elétrons na
camada de valência de cada elemento químico. LIGAÇÕES QUÍMICAS
04. (UFPR-2002) A figura ao lado representa parte da tabela Introdução
periódica. As posições sombreadas estão ocupadas pelos ele-
mentos químicos do conjunto I = {A, E, M, Q, X, Z}, não ne- Muitas vezes questionamos porque alguns materiais
cessariamente nessa ordem. Sobre esses elementos são são sólidos, outros são líquidos, alguns são duros e outros
fornecidas as informações descritas a seguir: são moles; alguns quebram facilmente e outros não. Sabe-
se, hoje em dia, que essas grandes diferenças de proprie-
- Dentre os elementos químicos do conjunto I, o elemento Z é dades
o mais eletronegativo; entre os materiais se devem em grande parte, às liga-
ções
10
existentes entre os átomos e à forma como esses áto-
mos se dispõem. Por exemplo:
Ligação química é a força de atração, suficien- Ligação entre o átomo de sódio (1A) com o átomo de
temente forte entre dois átomos, mantendo-os uni- cloro (7A):
dos e formando diferentes substâncias químicas.

Denomina-se valência, a capacidade de combinação


dos átomos. Esta valência, em geral, corresponde ao nú-
mero de elétrons que um átomo necessita ganhar ou per-
der, para adquirir estabilidade.
Um elemento que tem 1 valência é classificado como
monovalente; o de 2 valências é divalente, o de 3
valências trivalente e o de 4, tetravalente, e assim por Estrutura de Lewis
diante. Consiste em representar os elétrons da última
camada(elétrons de vlência) por sinais e . Esta repre-
Regra do Octeto sentação é chamada notação de Lewis
Em 1916, o alemão Walter Kössel, observou que um Exemplos:
átomo é mais estável quando sua camada de valência
apresentar 8 elétrons. No mesmo ano, o americano Gilbert +
N. Lewis, verificando as estruturas eletrônicas de átomos Na Cl Na Cl NaCl
quaisquer combinados, observou uma semelhança des-
ses átomos com a estrutura eletrônica dos gases nobres.
Provou-se experimentalmente que os gases nobres,
em geral, não participam das combinações químicas, por Ligação entre o átomo de magnésio (2A) com o
l
isso, podem ser considerados elementos quimicamente átomo de flúor (7A):
inertes. Em 1919, o americano Irving Langmuir, basean-
do-se neste dado experimental e nas idéias de Lewis e
Kössel, criou a teoria (ou regra) do Octeto.
F 2+ -1
“Um átomo adquire a estabilidade quando apre-
sentar 8 elétrons na última camada (camada de Mg Mg F MgF2
valência), ou 2, caso a última camada seja a k, F
2
apresentando configuração eletrônica semelhan-
te a dos gases nobres.”

Os demais elementos que possuem 1 a 7 elétrons na


camada de valência, para adquirirem a estabilidade rea- Ligação entre o átomo de alumínio (IIA) com o átomo
lizam as chamadas ligações químicas. Para isso, doam, de oxigênio (VIA):
recebem ou ainda compartilham seus elétrons de
valência, até adquirirem estrutura de um gás nobre.
De acordo com a transferência ou compartilhamento
de elétrons as ligações químicas entre átomos Al O -2
3+
(interatômicas) são classificadas em:
O Al O Al2O3
z iônicas;
2 3
z covalentes e Al O
z metálicas.

Ligação Iônica ou Eletrovalente


É aquela que ocorre pela atração elétrica entre íons 02) Através da eletrovalência
positivos e negativos (ou quando a diferença de
eletronegati-vidade entre os elementos ligantes seja su- Consiste em construir a fórmula através das eletro-
perior a 1,7). De modo geral, esta ligação ocorre: valências.O número de íons que se unem é inversamen-
te proporcional às suas cargas.

Esquema Geral
Camada de Valência Camada de Valência

onde:
- AyBx
- A é o cátion de eletrovalência + x
- B é o ânion de eletrovalência - y.

11
Exemplo: 27. (CEFET-PR) Sejam 11X e 15Y se eles se combinarem, o com-
posto resultante terá a seguinte fórmula.
Ligação entre o átomo de alumínio (IIIA) com átomo a) X3Y
de oxigênio (VIA):
b) X2Y
c) XY
d) XY3
e) XY2

28. (IST-SC) Dados os seguintes pares de íons:


Cr+3 e F-1 Ag+1 e NO3-1 NH4 e PO4-3
K+1 e CO3-2 Fe+2 e SO4-2
Assinale a opção que apresenta respectivamente, as fórmulas
corretas dos compostos formados por cada par:
a) CrF3 ; K2CO3 ; AgNO3 ; FeSO4 ; (NH4) 3PO4
b) CrF ; KCO3 ; AgNO3 ; FeSO4 ; NH4PO4
c) Cr3F ; K(CO3)2 ; AgNO3 ; Fe(SO4)2 ; NH4(PO4) 3
d) CrF2 ; KCO3 ; AgNO3 ; Fe2SO4 ; NH4PO4
e) CrF2 ; K2CO3 ; Ag(NO3)2 ; FeSO4 ; (NH4) 3PO4

29. (UFSC) De modo geral os compostos que possuem liga-


ções iônicas:
Observações: 01) São solúveis em solventes apolares
02) São encontrados na natureza no estado sólido.
• todo cátion é menor que o respectivo átomo neutro 04) Apresentam ponto de ebulição e pontos de fusão baixos.
• todo ânion é maior que o respectivo átomo neutro 08) São duros e quebradiços
• entre os íons isoeletrônicos, quanto maior o número 16) Apresentam alta condutividade elétrica em solução aquosa.
atômico, menor o raio.
Quando um átomo perde elétreons, o núcleo passa a 30. (PUC-MG) Assinale o elemento que pode formar um cátion
isoeletrônico com o Neônio (Ne) e se ligar ao oxigênio na pro-
atrair fortemente os elétrons restantes diminuindo o raio. porção de 1:1.
Quando um átomo recebe elétrons a carga nuclear fica
menor que o número de elétrons , por consequência a a) F
b) Na
atração diminui aumentando o raio atômico.
c) Mg
d) Al
Propriedades dos compostos iônicos
a) Sólidos e cristalinos com elevados pontos de fu- 31. (ACAFE) Das substâncias apresentada nas alternativas
são e ebulição. abaixo, qual fornece solução aquosa eletrolítica?
b) Duros e quebradiços. a) H2
c) São maus condutores de eletricidade, exceto em b) CCl4
solução aquosa ou fundidos. Sofrem a dissociação iônica c) NaI
d) CO
formando uma solução eletrolítica.
e) O2

32. (PUC-RS) São propriedades características do compos-tos


iônicos.

a) Retículo cristalino, elevada dureza, pontos de fusão e de


TESTES ebulição elevados.
b) Dureza baixa, pontos de fusão e de ebulição baixos.
26. Considere as configurações eletrônicas de quatro ele-mentos c) Ausência de retículo cristalino, elevada dureza, pontos de
químicos. fusão e de ebulição elevados.
I. 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p4 d) boa condutividade térmica e elétrica no estado sólido.
e) Ausência de retículo cristalino, baixa dureza, pontos de fu-
II. 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6, 3d4, 4s2
são e ebulição baixos.
III. 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6, 3d10, 4s2, 4p6
IV. 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6, 3d10, 4s2 33. (ACAFE-SC) O elemento X tem eletronegatividade compa-
Têm tendência para perder elétrons os elementos químicos: rável a do elemento Flúor. O elemento Y tem baixa ele-
tronegatividade. Esses dois elementos se combinam para for-
a) I e II mar um composto de fórmula YX. Assinale a alternativa incor-
b) I e III reta.
c) I e IV
d) II e III a) O composto YX conduz corrente elétrica em qualquer si-
tuação.
e) II e IV
b) O composto YX deve ter altos pontos de fusão e de ebuli-
ção.

12
c) O composto YX deve ser solúvel em água.
d) No composto YX, Y deve ser o cátion e X deve ser o ânion.
e) O elemento Y deve fazer parte do grupo dos metais.

34. (FEMPAR-PR) Sobre um composto constituído por um ele-


mento do grupo 2 e outro do grupo 17 da tabela periódica, é
incorreto que:
a) Quando fundido ou em solução, é capaz de conduzir cor-
rente elétrica
b) É um sólido cristalino com alto ponto de fusão e ebulição
c) É insolúvel em água
d) Sua fórmula mínima pode ser representada por AB2
e) É formado pela atração entre pares eletrônicos

QUESTÕES DESAFIO
06. Uma substância iônica foi representada pela fórmula XY.
Sendo assim, na tabela periódica, é possível que X e Y se loca-
lizem, respectivamente nas colunas:
a) IA e IIA
b) IA e VIA
c) IIA e IA
d) IIA e VIA
e) IIA e VA

07. Qual é a fórmula do composto formado pelo elemento x,


cujo subnível mais energético é 3p4, e o elemento y, que é do
grupo IA, do 2º período?

08. Dê a fórmula de um composto iônico formado por um ele-


mento A qualquer da família IIA da tabela periódica e por um
elemento B cujo o elétron mais energético possui o seguinte
conjunto de números quânticos: n = 2, l = 1, m = +1 e s = -½.
OBS: adote a convenção de que o primeiro elétron a entrar o
orbital terá spin - ½.

13
LIGAÇÃO COVALENTE Ligação Covalente Dativa ou Coordenada
As ligações covalentes, também denominadas mo- Existem compostos moleculares em que o número de
leculares, ocorrem somente entre átomos que têm ten- átomos presentes não podem ser explicados, considera-
dências em receber elétrons. Isso quer dizer que as li- dos apenas as ligações covalentes comuns, admite-se,
gações covalentes ocorrem entre átomos de não metais então, que alguns elementos podem formar outras liga-
ou, então, entre não-metais e semimetais. Nas ligações ções; ligação covalente dativa ou coordenada.
entre o hidrogênio (que também é não-metal) com outros A ligação covalente dativa ocorre quando um dos áto-
não-metais, esse tende a receber um elétron e adquirir a mos já possui estrutura estável (configuração dos gases
configuração estável do hélio. nobres) e o outro necessita de um ou de mais pares de
elétrons. Ocorre assim, um compartilhamento, de tal ma-
Assim a ligação covalente ocorre com o com- neira que o par de elétrons ligantes sejam proveniente
partilhamento de pares eletrônicos pertencentes de apenas um dos átomos da ligação.
a átomos distintos.

Representamos, agora, com o auxílio do modelo de


Lewis algumas substâncias covalente mais comuns.
••

••

••

Exemplos: O oxigênio e o enxofre (família 6A) apre-


sentam 6 elétrons no último nível, faltando dois elétrons
Através da distribuição eletrônica observa-se que cada para a estabilidade:
átomo de cloro falta um elétron para completar o octeto e
adquirir estabilidade como os gases nobres. Então, dois
átomos de cloro se unem através de um compartilhamento
de par eletrônico esquematizado segundo Lewis.

O átomo estável de enxofre apresenta 2 pares de elé-


trons que não participam de ligações (pares de elétrons
disponíveis), estes poderão ser “doados” através de liga-
ção a outros átomos que necessitem de elétrons. A isto
chamamos de ligação dativa ou coordenada.

2 lig. Covalente dativas


Ligação Covalente e
Tabela Periódica Alguns compostos covalentes que apresentam liga-
ções dativas:

14
Apresentam ligações covalentes os compostos:
Exceções ao Octeto
a) IeV
Atualmente, os químicos têm conhecimento da exis- b) III e V
tência de muitas moléculas que não obedecem a regra c) II, IV e V
do octeto. Berílio (Be) e boro (B) aparecem em algumas d) II, III, e IV
moléculas com octeto incompleto. Apesar de pertence- e) II, III, IV e V
rem a famílias que tendem a formar cátion em ligação
iônica eles fazem ligações covalentes. O Be é encontra-
do com 4 elétrons na camada de valência e B com 6. 37. (PUC-PR) O que caracteriza fundamentalmente uma liga-
ção covalente é:

a) os elétrons serem transferidos completamente de um átomo


para outro.
b) nunca envolver a participação de hidrogênio.
c) só ocorrer entre dois átomos de carbono.
d) os elétrons serem compartilhados entre os átomos.
e) os elétrons não participarem da ligação.
Duas outras exceções ao octeto são alguns compos-
tos de enxofre e fósforo nos quais aparecem com mais
de 8 elétrons na camada de valência.
38. (UFPR) Com relação às espécies químicas ácido clorídrico,
nitrato de sódio, hidróxido de sódio, dióxido de carbono e água,
é correto afirmar que:
01) Todas essas espécies são compostos iônicos.
02) São espécies moleculares o ácido clorídrico e a água.
04) Nitrato de sódio e hidróxido de sódio pertencem a mesma
função inorgânica.
08) Quando o ácido clorídrico reage com a água, o doador de
Três exceções mais interessantes à regra do octeto próton é o ácido clorídrico.
16) O dióxido de carbono, é um óxido ácido.
são os compostos NO, NO2 e ClO2 com número ímpar de
32) No dióxido de carbono, a hibridação do átomo de carbo-no
é na camada de valência.
sp3.

Propriedades dos Compostos


39. (PUC-SP) Considere quatro elementos químicos represen-
Covalentes tados por X, A, B e C. Sabe-se que:
As substâncias covalentes podem ser sólidas (I2, S8, • os elementos A e X pertencem ao mesmo grupo da tabela
P4), líquidas (Br2, H2O, H2SO4) ou gasosas (Cl2, O2, N2, periódica:
H2). Em relação a dureza são considerados moles. • A, B e C apresentam números atômicos consecutivos, sendo
Apresentam baixos pontos de fusão e ebulição. Em o elemento B um gás nobre.
geral são solúveis em solventes polares e insolúveis em
É correto afirmar que:
solven-te apolares. Não conduzem corrente elétrica, mes-
mo lique-feitos. a) o composto formado por A e C é molecular e sua fórmula é
AC.
b) o composto formado por A e C é iônico e sua fórmula é CA.
TESTES c) o composto AX apresenta ligação coordenada, sendo sólido
a 20°C e 1 atm.
35. (ACAFE-SC) A ligação química entre átomos iguais para d) os elementos A e X apresentam eletronegatividades idênticas,
formar moléculas diatômicas é sempre uma ligação: por possuírem o mesmo número de elétrons na última
camada.
a) eletrovalente
e) C é um metal alcalino-terroso e forma com X um composto
b) iônica
molecular de fórmula CX2.
c) metálica
d) covalente
e) polar 40. (ACAFE-SC) O elemento de número atômico 16 é usado
pela natureza para ligar cadeias de proteínas. A alternativa que
mostra a configuração eletrônica desse elemento e produz o
36. (PUC-PR) Dados os compostos. tipo de ligação que ele forma com átomos de carbono é:
I. Cloreto de sódio a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p4: ligação covalente
II. Brometo de hidrogênio b) 1s2 2s2 2p6 3s1 3p5: ligação covalente
III. Gás carbônico c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p4: ligação iônica
IV. Metanol d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p2 4s2: ligação covalente
V. Fe2O3 e) 1s2 2s2 2p6 3s1 3p5: ligação iônica

15
41. (UDESC) Dentre as moléculas H2S, H2SO4, HBr, NH3, e Cl2, do átomo central o mais afastado possível, o que corres-
a única que apresenta ligação dativa é: ponde a situação de repulsão mínima.
a) H2S
b) H2SO4 Vejamos alguns exemplos:
c) HBr CO2: a fórmula de Lewis mostra que o átomo central
d) NH3
apresenta pares de elétrons compartilhados (pares ligan-
e) Cl2
tes), em sua distribuição nas formas mais afastada cor-
res-pondendo à distribuição linear.
42. (ACAFE-SC) O composto ácido sulfúrico é um ácido oxige-
nados que apresenta:
a) 6 ligações covalentes e 1 iônica
b) 4 ligações covalentes e 2 dativas BCl3: A fórmula de Lewis mostra que o átomo central
c) somente 6 ligações covalentes simples.
está envolvido por três pares eletrônicos, no caso, a dis-
d) 4 ligações covalentes e 2 iônicas
e) somente 4 ligações covalentes simples.
tribuição mais afastada corresponde aos vértices de um
triângulo. A molécula resultante dá-se o nome de trigonal
plana.
43. (UEPG-PR) Nas ligações químicas em que o par de elé-
trons compartilhado foi fornecido por apenas umdos átomos li-
gados, temos:
a) ligação iônica
b) ligação covalente comum H2O: O átomo central tem em torno de si o equivalen-
c) ligação metálica
te a três pares eletrônicos. Tendo em vista a posição do
d) ligação eletrovalente
e) ligação covalente dativa
núcleo dos três átomos a molécula resultante é angular.

44. (ITA-SP) Esta questão refere-se à classificação periódica


dos elementos esquematizada a seguir. Os símbolos dos ele-
mentos foram substituídos por letras arbitrariamente escolhi- CH4: A presença de quatro pares de elétrons em torno
das. A letra T representa o símbolo de um gás nobre. do átomo central, que apresentam distribuição o mais
afastado possível quando orientados segundo os vérti-
V ces de um tetraedro.
W
M G J L R
X Y U Q Z T
Resumindo, tem-se
Resumindo, tem-se:
Baseado na posição dos elementos mencionados na tabela N°. Pares Arranjo Geométrico dos Pares de e- Exemplo Geometria
de e- Molecular
periódica anterior, a fórmula falsa é: Nome Representação Fórmula Eletrônuca Fórmula Estrutural

a) X-L Cl Be Cl Cl Be Cl

b) YM2 2 linear : A :
180° linear

c) M2J3 O C O O = C = O

d) QW3
e) GR4 F
F
120° 120° trigonal
3 trigonal
24 80 A B B plano
45. (CESGRANRIO-RJ) Os átomos X e Y possuem, respec- plano
F F F F

tivamente, 12 e 45 nêutrons e formam um composto binário. A


fórmula que representa esse composto é: O H
O angular
H H plana
a) XY H 105°

b)XY2
c) X2Y 4 tetraédico
109°28’
A H N H N
H piramidal
d) X2Y3 H
H
H 107°

e) X3Y2
H H
tetraédrica

GEOMETRIA MOLECULAR
H C H C
H H
H H 109°28’

No átomo central, os pares eletrônicos livres (que não Cl


Cl

participam das ligações) e os pares eletrônicos ligantes


90° Cl
Cl bipirâmide
bipirâmide 120° A
P Cl P trigonal
trigonal
(que participam) devem distribuir-se no espaço em torno
5
Cl Cl Cl
Cl
Cl

16
TESTES 51. (CEFET-PR) A reação química entre a água e um ácido ori-
gina o íon hidrônio. Com relação a este íon podemos afirmar:
a) apresenta geometria molecular trigonal e uma ligação du-
46. (UFC-CE) Selecione as alternativas onde há exata corres-
pla.
pondência entre a molécula e sua forma geométrica.
b) apresenta geometria molecular trigonal e uma ligação coor-
01) N2 - linear denada.
02) CO2 – linear c) apresenta geometria molecular piramidal e uma ligação du-
04) H2O – angular pla.
08) PCl5 – plana trigonal d) apresenta geometria molecular linear e uma ligação dupla.
16) CCl4 – tetraédrica e) apresenta geometria molecular piramidal e uma ligação co-
32) BF3 – pirâmide trigonal ordenada.

47. (UFP) Numere a segunda coluna (estrutura geométrica) de


acordo com a primeira coluna (composto químico), assinalando
CRISTAIS DE GELO
a alternativa correta:
O japonês Dr. Masaru Emoto
I. NH3 ( ) linear demonstrou através de estudos que as
II. HF ( ) angular emoções e pensamentos humanos
III. SO2 ( ) piramidal podem alterar a estrutura cristalina do
gelo. Este estudo teve início em 1994,
IV. CH4 ( ) tetraédrica quando o Dr. Emoto recolheu amostras
de água de várias fontes, as congelou,
a) I, II, III e IV examinou com a ajuda de um
b) I, III, IV, e II microscopio de campo escuro e tirou
c) II, III, I e IV fotografias.
d) II, IV, III e I Ele teve um surpresa quando observou
e) III, II, IV e I as diferentes formas de cristalização
das moléculas de água. No primeiro
experimento utilizou amostra de uma
48. (PUC-SP) Qual das seguintes estruturas representa melhor fonte pura do Japão (fig.: 1), o segunto
a geometria da modécula do NH3 ? foi com uma amostra de água de rio
contaminado (fig.: 2). A diferença na
Dados: 7N. 1H. cristalização foi evidente. Logo depois,
um sacerdote ofereceu uma oração à
a) b) c) água contaminada e o Dr. Emoto repetiu
o experimento (fig.: 3) só por
curiosidade.
Observou uma harmoniosa estrutura
cristalina hexagonal. O experimento foi
repetido inúmeras vezes com o mesmo
d) e) resultado. Em inúmeros experimentos
esta água foi exposta a diferentes tipos
de ruídos, estilos de música e idiomas,
tendo também diferentes resultados.
Dr. Emoto se deu conta de que as vibrações de certos sons,
com diferentes frequências, assim como as vibrações das
49. (UFPB) Dados os compostos covalentes, com a respecti- orações, influenciam no campo magnético de ressonância
vas estruturas: das moléculas de água, alterando na cristalisação das
mesmas.
I. BeH2 - linear *Observação: as figuras deste texto foram retiradas do
II. CH4 - tetraédrica livro:”Los Mensajes del Agua”
III. H2O - linear
IV. BF3 - piramidal
V. NH3 - trigonal plana fig.: 1 - Àgua de uma fonte no Japão.

Pode-se afirmar que estão corretas


a) apenas II, IV, e V
b) apenas I, e II
c) apenas II, III, e IV fig.: 2 - Àgua
d) apenas I, III, e V contaminada.
e) todas

50. (CESGRANRIO) Assinale o item que se apresenta a única


espécie de estrutura linear.
a) H2O
b) C2H4 fig.: 3 - Água contaminada após oração.
c) CO2
d) NH3
e) H2SO4

17

Você também pode gostar