P. 1
.codigos de falhas VOLVO FH 12 D12 A

.codigos de falhas VOLVO FH 12 D12 A

5.0

|Views: 16.251|Likes:
Publicado porNey Cepeda

More info:

Published by: Ney Cepeda on Feb 14, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/17/2014

pdf

text

original

Sections

  • Código de falha 21 ± Unidade de controle, falha interna
  • Código de falha 22 ± Unidade de controle, falha de
  • Código de falha 23 ± Sensor de temperatura, líquido de
  • Código de falha 25 ± Sensor de pressão, ar de
  • Código de falha 26 ± Sensor da árvore de comando de
  • Código de falha 27 ± Sensor do volante do motor

Localização dos sensores do Sistema de Controle do

Motor

1. Unidade injetora
2. Sensor de pressão, ar de admissão
3. Sensor de temperatura, ar de admissão
4. Sensor do volante do motor
5. Sensor de temperatura, líquido de arrefecimento
6. Sensor da árvore de comando de válvulas

Códigos de informação

Observar a diferença entre Códigos de falha e Códigos de informação.

Os códigos de informação são fornecidos quando o botão de diagnóstico no painel de

instrumentos é pressionado e uma determinada função está ativa, por exemplo, piloto
automático na posição ON ou o pedal da embreagem pressionado.
Assim que o pedal for liberado, o código de informação desaparece.

Um código de informação não indica uma falha, apenas mostra que um sinal está ativo.

Uma exceção é o código de informação 41 que, além de teste de freio não realizado também
indica contato do interruptor danificado, pedal do freio.
Se, após realizar o teste de freio, o código de informação 41 estiver ativo, mantendo o pedal de
freio pressionado, será possível ler que contato de freio está ativo.
(Ver códigos de informação 42 e 43).

Observar que o piloto automático não funciona antes que o teste de freio tenha sido realizado.

Códigos de informação

41 Teste de freio não realizado ou contato do interruptor danificado, pedal de freio

42 Sinal da luz de freio ativo

43 Contato do interruptor, pedal de freio ativo

44 Contato da marcha lenta do pedal do acelerador ativo (pedal do acelerador pressionado)

45 Contato do interruptor do pedal da embreagem ativo (pedal de embreagem pressionado)

46 Sinal do freio de estacionamento ativo
Seletor de marchas na posição neutra (veículos com Geartronic)

47 Sinal de segurança ativo

51 Piloto automático na posição ON

52 Piloto automático, posição SET ativada

53 Piloto automático na posição ONcom RESUME ativado

61 Sinal do ABS, freio motor ativo

62 Comunicação com Geartronic

63 Sinal do VPS ativo (unidade de controle na posição de programação)

MID 128, Unidade de controle do motor, códigos de

falha

Localização dos sensores do Sistema de Controle do Motor

Códigos de informação

ID
no.:

Um único número para cada código de falha.

MID: Message Identification Description (Identifica o grupo função).

PID:

Parameter Identification Description (Identifica o componente)

SID:

Subsystem Identification Description (Identifica o subcomponente em um grupo
função).

FMI: Failure Mode Identifier (identifica o tipo de falha)

Designações de acordo

com

padrão SAE

ID

no.

MID PID SID

FMI

Códigos

passageiros

Descrição e comentários do

código de falha

101 128 91 ****

3

11

Sensor do pedal do acelerador
(7065), tensão de saída muito alta.
Códigos de falha 11 e 12 - Sensor do
pedal do acelerador e contato da
marcha lenta

102 128 91 ****

4

11

Sensor do pedal do acelerador
(7065), tensão de saída muito baixa.
Códigos de falha 11 e 12 - Sensor do
pedal do acelerador e contato da
marcha lenta

103 128 91 ****

11

11+12

Contato da marcha lenta (7065)
aberto durante a aceleração.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Códigos de falha 11 e 12 - Sensor do
pedal do acelerador e contato da
marcha lenta

104 128 91 ****

12

12

Contato da marcha lenta (7065)
fechado quando na posição de
marcha lenta.
Códigos de falha 11 e 12 - Sensor do
pedal do acelerador e contato da
marcha lenta

106 128 84 ****

3

13

Sinal de velocidade (7052)
700/701/702, tensão de saída muito
alta.
Código de falha 13 - Sinal de
velocidade

Designações de acordo

com

padrão SAE

ID

no.

MID PID SID

FMI

Códigos

passageiros

Descrição e comentários do

código de falha

107 128 84 ****

4

13

Sinal de velocidade (7052)
700/701/702, tensão de saída muito

baixa.

Código de falha 13 - Sinal de
velocidade

108 128 84 ****

5

13

Sinal de velocidade (7052)
700/701/702, não conectado.
Código de falha 13 - Sinal de
velocidade

109 128 84 ****

8

13

Sinal de velocidade (7052)
700/701/702, interferência de alta
freqüência.
Código de falha 13 - Sinal de
velocidade

128 128 **** 251

11

14

Unidade de controle (9070),
alimentação de tensão contínua.
Código de falha 14 ± Relé de
alimentação, unidade de controle

126 128 **** 254

11

21

Unidade de controle (9070), falha de
hardware.
Código de falha 21 ± Unidade de
controle, falha interna

127 128 **** 253

11

22

Unidade de controle (9070), falha de
software.
Código de falha 22 ± Unidade de
controle, falha de programação

129 128 110 ****

0

Temperatura do líquido de
arrefecimento (756B), acima de
103°C.

130 128 110 ****

5

23

Sensor de temperatura do líquido de
arrefecimento (756B), tensão de
saída muito alta.
Código de falha 23 ± Sensor de
temperatura, líquido de
arrefecimento

131 128 110 ****

4

23

Sensor de temperatura do líquido de
arrefecimento (756B), tensão de
saída muito baixa.
Código de falha 23 ± Sensor de
temperatura, líquido de
arrefecimento

133 128 105 ****

0

Temperatura do ar de carga (7067).

134 128 105 ****

5

24

Sensor de temperatura do ar de
carga (7067), tensão de saída muito

Designações de acordo

com

padrão SAE

ID

no.

MID PID SID

FMI

Códigos

passageiros

Descrição e comentários do

código de falha

alta.
Código de falha 24 ± Sensor de
temperatura, ar de admissão

135 128 105 ****

4

24

Sensor de temperatura do ar de
carga (7067), tensão de saída muito

baixa.

Código de falha 24 ± Sensor de
temperatura, ar de admissão

137 128 106 ****

3

25

Sensor de pressão do ar de carga
(7066), tensão de saída muito alta.
Código de falha 25 ± Sensor de
pressão, ar de admissão

138 128 106 ****

4

25

Sensor de pressão do ar de carga
(7066), tensão de saída muito baixa.
Código de falha 25 ± Sensor de
pressão, ar de admissão

140 128 106 ****

11

25

Sensor de pressão do ar de carga
(7066), tensão de alimentação
incorreta.
Código de falha 25 ± Sensor de
pressão, ar de admissão

112 128 **** 21

2

26

Sensor da árvore de comando de
válvulas (753B), faltando o sinal.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Código de falha 26 ± Sensor da
árvore de comando de válvulas

144 128 **** 21

8

26

Sensor da árvore de comando de
válvulas (753B), interferência de alta
freqüência

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Código de falha 26 ± Sensor da
árvore de comando de válvulas

111 128 **** 21+22 11

26+27

Sensor do volante do motor (736A),
falha de sincronização.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Código de falha 26 ± Sensor da
árvore de comando de válvulas
Código de falha 27 ± Sensor do
volante do motor

113 128 **** 21+22 11

26+27

Sensor da árvore de comando de

Designações de acordo

com

padrão SAE

ID

no.

MID PID SID

FMI

Códigos

passageiros

Descrição e comentários do

código de falha

válvulas (753B), falha de
sincronização.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Código de falha 26 ± Sensor da
árvore de comando de válvulas
Código de falha 27 ± Sensor do
volante do motor

110 128 **** 22

2

27

Sensor do volante do motor (753A),
faltando o sinal.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Código de falha 27 ± Sensor do
volante do motor

114 128 **** 1

6

31

Unidade injetora, cilindro 1(6072),
falha elétrica.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

115 128 **** 1

7

31

Unidade injetora, cilindro 1(6072),
falha de balanceamento dos
cilindros.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

116 128 **** 2

6

32

Unidade injetora, cilindro 2(6072),
falha elétrica.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

117 128 **** 2

7

32

Unidade injetora, cilindro 2(6072),
falha de balanceamento dos
cilindros.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

118 128 **** 3

6

33

Unidade injetora, cilindro 3(6072),
falha elétrica.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

Designações de acordo

com

padrão SAE

ID

no.

MID PID SID

FMI

Códigos

passageiros

Descrição e comentários do

código de falha

119 128 **** 3

7

33

Unidade injetora, cilindro 3(6072),
falha de balanceamento dos
cilindros.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

120 128 **** 4

6

34

Unidade injetora, cilindro 4(6072),
falha elétrica.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

121 128 **** 4

7

34

Unidade injetora, cilindro 4(6072),
falha de balanceamento dos
cilindros.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

122 128 **** 5

6

35

Unidade injetora, cilindro 5(6072),
falha elétrica.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

123 128 **** 5

7

35

Unidade injetora, cilindro 5(6072),
falha de balanceamento dos
cilindros.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

124 128 **** 6

6

36

Unidade injetora, cilindro 6(6072),
falha elétrica.

O código de falha é ativado quando a

falha é encontrada e o motor está
funcionando.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

125 128 **** 6

7

36

Unidade injetora, cilindro 6(6072),
falha de balanceamento dos
cilindros.
Códigos de falha 31-36, unidade
injetora

Códigos de falha 11 e 12 - Sensor do pedal do

acelerador e contato da marcha lenta

Interruptor de posição da marcha
lenta.....

= Contato da marcha lenta, pedal do acelerador

Interruptor de posição da marcha
lenta GT.....

= Contato da marcha lenta, pedal do
acelerador, Geartronic

Interruptor "Kick-down" GT.....

= Contato "Kick-down", Geartronic

Padrão.....

= Caixas de mudanças manual

O diagrama na esquerda mostra a faixa normal de tensão e a posição correta de ativação para

o contato da marcha lenta em um veículo com uma caixa de mudanças manual.

Quando o pedal do acelerador está na posição de marcha lenta, a tensão do sensor do pedal
do acelerador não deve exceder 0,65 V, para que as condições para frenagem com freio motor
sejam cumpridas. Mesmo a 0,66 V há um risco de o freio motor não ser ativado.

O diagrama na direita mostra a faixa normal de tensão e a posição correta de ativação para o

contato da marcha lenta em um veículo com uma caixa de mudanças Geartronic.
Veículos com caixas de mudanças Geartronic têm também dois contatos extras, um contato da
marcha lenta e um contato do "kick-down".

Comentários sobre o código de falha 11, Sensor do pedal
do acelerador

Observar que o pedal do acelerador controla outras funções que podem parar de funcionar

mesmo que o pedal do acelerador não gere um código de falha.
Por exemplo, as funções do ATR e do VEB, e também a regulagem do regulador de potência
de saída são interrompidas se o pedal do acelerador não retornar para a sua posição correta
de marcha lenta. As funções do ATR e do VEB não podem, desta forma, operar e a regulagem
da potência de saída pode tornar-se instável próxima da marcha lenta.
Quando o pedal do acelerador não retorna para a sua posição de marcha lenta, isto é
considerado pela unidade de controle visto que a aceleração e o motor são controlados através
do diagrama do pedal do acelerador.

Interruptor de posição da marcha
lenta.....

= Contato da marcha lenta, pedal do
acelerador

O diagrama da esquerda mostra os níveis de tensão que geram o código de falha 11.

O código de falha é gerado tanto para uma tensão muito alta quanto para uma tensão muito

baixa.

O diagrama na direita mostra o tamanho da janela dentro da qual o contato da marcha lenta

será ativado normalmente.
Se o contato for ativado na faixa baixa ou não ativado na faixa alta será gerado o código de
falha 12.
Se o código de falha for registrado, a unidade de controle não realizará a verificação do
componente a não ser que o motor seja reiniciado.

OK..... = Correto Marcha

lenta.....

= Marcha
lenta

Limp

home.....

= Regulagem de
emergência

Os diagramas 1-5 mostram algumas situações possíveis e quais os códigos de falha que são

registrados.

Diagrama 1.

O pedal do acelerador e a função do contato da marcha lenta sem falhas.

Nenhum código de falha é registrado já que os pré-requisitos foram satisfeitos e o motor

funciona normalmente quando em marcha lenta e quando utiliza o acelerador.

Diagrama 2.

O diagrama mostra a situação quando o interruptor da marcha lenta está sempre aberto e

indica a posição de marcha lenta independentemente da posiçãodo pedal do acelerador. O
pedal do acelerador funciona corretamente e fornece o valor correto.

Nesta situação, onde o interruptor da marcha lenta e o sensor do pedal do acelerador fornecem

valores diferentes, a unidade de controle seleciona sempre o valor mais baixo. Neste caso, a
unidade de controle seleciona a informação do interruptor da marcha lenta, o que significa que
o motor pode somente funcionar em marcha lenta.

O código de falha 12 será registrado já que o interruptor da marcha lenta não atinge a sua

janela.

O código de falha 11 também será registrado, já que a unidade de controle não pode

determinar com certeza se o interruptor da marcha lenta ou o sensor do pedal do acelerador
está incorreto.

Diagrama 3.

O diagrama mostra a situação onde o interruptor da marcha lenta está sempre fechado. O

motor funciona normalmente, mas o código de falha 12 será registrado já que o interruptor da
marcha lenta não atinge a sua janela.

Diagrama 4.

Esta é a situação onde o sensor do pedal do acelerador parou de funcionar e indica posição de
marcha lenta independentemente da posição do pedal.

O interruptor da marcha lenta fornece valores corretos, mas como na situação em 2, a unidade

de controle selecionará o valor mais baixo, que é o valor do sensor do pedal do acelerador.

O motor pode funcionar somente em marcha lenta e o código de falha 12 é registrado já que o

interruptor da marcha lenta está fechado abaixo de sua janela.

Diagrama 5.

Neste caso, o sensor do pedal do acelerador está danificado mas o interruptor da marcha lenta

fornece valores corretos.
A unidade de controle, nesta situação, permite que o veículo funcione utilizando a regulagem
de emergência limp home.
Através disto significa que quando a unidade de controle receber um sinal do interruptor da
marcha lenta que o pedal do acelerador está sendo pressionado, a mesma gera o mesmo valor
que para a aceleração de 70%, até que o pedal seja completamente liberado para a posição de
marcha lenta.

O código de falha 11 será registrado já que o sinal de saída do sensor do pedal do acelerador

encontra-se fora do valor permitido.

Combustível..... =

O diagrama mostra o gráfico do pedal do acelerador.

As várias % dos valores mostram o sinal elétrico de saída do sensor quando o pedal do
acelerador é pressionado.
As linhas angulares no diagrama mostram como o motor reage quando a carga muda para uma
determinada posição do pedal do acelerador.

Quando a carga do motor aumenta, a rotação do motor diminui. Quando a rotação do motor
diminui, a unidade de controle aumentará a quantidade de combustível de modo que
acompanhe a linha angular que corresponde ao sinal de saída do pedal do acelerador.

No diagrama, os seguintes limites são registrados:

y Marcha lenta (limite esquerdo)

y Torque máximo (limite superior)

y

Rotação máxima do motor (limite direito)

y Rotação mínima do motor (limite inferior)

Quando a unidade de controle utiliza a regulagem de emergência, porque o pedal do
acelerador está danificado, é utilizado o mesmo valor que para a posição de 70% do pedal do
acelerador. Isso é fornecido se o sensor da marcha lenta estiver correto e se o pedal do
acelerador estiver pressionado.

O aumento da aceleração de 0% a 70% leva aproximadamente 1 segundo.

A razão da escolha de 70% é para garantir que o torque máximo do motor possa ser obtido.
Quando o pedal do acelerador é liberado, a aceleração retorna a 0%.

Nota! Observar que com a unidade de controle na posição de emergência (aceleração de

70%), o motor descarregado atingirá aproximadamente 1900 rpm quando o pedal do

acelerador for pressionado.

Combustível..... =

O diagrama mostra o gráfico do pedal do acelerador para unidades de controle a partir do e

incluindo o P/N 8148335.
A unidade de controle foi introduzida em 1994.

Como pode ser visto no diagrama, a linha limite da rotação máxima do motor diminui para 1600
rpm quando a unidade de controle utiliza a regulagem de emergência.
A linha anteriormente utilizada de 70% não é mais utilizada, e a unidade de controle tentará
fornecer 100%, mas naturalmente será parada pelo novo limite de rotação máxima do motor.

Código de falha 13 - Sinal de velocidade

A unidade de controle pode controlar o sinal de velocidade do tacógrafo de duas maneiras
diferentes:

y Controle do nível de tensão

y Controle da freqüência

Nota! Mesmo se o código de falha foi registrado, a unidade de controle continuará a verificar

constantemente o sinal de velocidade. Se o sinal voltar ao normal, a unidade de controle o

utilizará novamente.

Controle do nível de tensão

O tacógrafo envia um sinal para a unidade de controle. O sinal é na forma de uma onda

quadrada (um trem de pulso) com um nível alto de aproximadamente 8 V e com um nível baixo
de aproximadamente 0,5 V.
Quando o veículo está parado, o sinal pode ser tanto alto quanto baixo dependendo da posição
do sensor na roda dentada no eixo de saída da transmissão.

Na posição de repouso, a unidade de controle começa a diagnosticar os níveis de tensão do

sinal de velocidade.
Durante este diagnóstico, a unidade de controle pode avaliar se há uma interrupção ou curto-
circuito na conexão à massa ou a B+.

O diagnóstico fornece duas alternativas:

Alternativa 1. Sinal sem falha

O sinal varia em torno de 8 V ou em torno de 0.5 V.

Com relação à forma do sinal durante a medição com um osciloscópio:

O nível normal da velocidade pretendida; poderá ser vista uma amostra da corrente de

alimentação de aproximadamente 2 mA que a unidade de controle injeta nos cabos.

Com um tacógrafo motômetro esta será de aproximadamente 1,2 V. A corrente de alimentação
é conectada durante 400 ms a cada 800 ms.
Isto significa que uma onda quadrada sobreposta será observada no sinal do tacógrafo.

Alternativa 2. Código de falha 13

y O nível de tensão do sinal é de 24 V.

Indica um curto-circuito à B+..

y O nível de tensão do sinal é de 0 V.

Indica um curto-circuito à massa.

y O sinal é idêntico ao sinal do circuito de alimentação.

Indica uma interrupção.

Verificação da freqüência

O sinal de velocidade do tacógrafo é utilizado após ter sido dividido por 8, o que significa uma

filtragem segura do sinal. Se ocorrer uma interferência de sinal, na forma de um ou dois picos
de tensão, o valor da velocidade calculada não será afetado em um grau muito alto.

Para que o código de falha 13 seja registrado, a velocidade deverá ultrapassar 460 km/h com
um fator K de 6250, ou ultrapassar 230 km/h com um fator K de 12500.

Nota! Mesmo se o código de falha foi registrado, a unidade de controle continuará a verificar

constantemente o sinal de velocidade. Se o sinal voltar ao normal, a unidade de controle o

utilizará novamente.

Comentários sobre o código de falha 13, sinal de
velocidade

Já que o sinal de velocidade é obtido a partir da saída temporária do tacógrafo, poderá haver
uma falha no tacógrafo.
Um velocímetro correto não é garantia de que a unidade de controle recebe o sinal de entrada
correto.

Se o velocímetro não apresentar uma leitura, o piloto automático também não deverá
funcionar.

Nota! Certificar-se de que os discos de registro do tacógrafo não estão inseridos de modo

incorreto!

Código de falha 14 ± Relé de alimentação, unidade de

controle

ECU (Unidade de Controle Eletrônica).....

Ligado = Direto.....

Desligado = Atraso.....

Quando a chave de partida (150) é girada para a posição de condução, a unidade de controle
faz a conexão à massa do relé de alimentação principal (379) para ativar a corrente da unidade
de controle. Isto ocorre sem atraso.

Quando a chave de partida é girada para posição Off, o circuito de aterramento do relé de
alimentação na unidade de controle interrompe o circuito de aterramento do relé de
alimentação principal, porém com um breve atraso.

O atraso ocorre para que a unidade de controle tenha tempo de realizar determinadas

operações antes de ser desligada.

O código de falha 14 é registrado se a unidade de controle receber tensão do relé de

alimentação principal mesmo que a tensão da chave de partida seja interrompida.
Apesar disso, o motor será desligado, mas o código ativo não poderá ser visto.

Isto pode ocorrer se o relé de alimentação principal sofrer um emperramento e não puder
retornar para a posição de repouso, ou se houver um curto-circuito na instalação elétrica entre
o relé e a unidade de controle.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->