P. 1
A estrutura do artigo de opinião

A estrutura do artigo de opinião

5.0

|Views: 36.832|Likes:
Publicado porsilviadsaullo

More info:

Published by: silviadsaullo on Feb 15, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

pdf

text

original

Descrição do gênero Artigo de opinião 1- Condições de produção Esfera: Jornalística Finalidade: convencer o outro de que a tese defendida é a mais

adequada; Influenciar o pensamento dos leitores, isto é, fortalecer ou transformar (inverter, reforçar, enfraquecer) a posição dos destinatários sobre uma questão controversa de interesse social e, eventualmente, influenciar o comportamento desses destinatários; Autor: alguém que domina o assunto (ou pelo menos está razoavelmente informado sobre o assunto), em geral está vinculado a alguma instituição; Suporte/circulação: jornais, revistas, internet etc.; Leitores: leitores de uma publicação (em geral uma elite privilegiada, formadora de opinião) 2-Vozes que circulam Podem ser:   Explícitas ou implícitas; Definidas ou genéricas.

 Uso freqüente de qualificadores e, por vezes, de
modalizadores.

Descrição do gênero Artigo de opinião 1- Condições de produção Esfera: Jornalística Finalidade: convencer o outro de que a tese defendida é a mais adequada; Influenciar o pensamento dos leitores, isto é, fortalecer ou transformar (inverter, reforçar, enfraquecer) a posição dos destinatários sobre uma questão controversa de interesse social e, eventualmente, influenciar o comportamento desses destinatários; Autor: alguém que domina o assunto (ou pelo menos está razoavelmente informado sobre o assunto), em geral está vinculado a alguma instituição; Suporte/circulação: jornais, revistas, internet etc.; Leitores: leitores de uma publicação (em geral uma elite privilegiada, formadora de opinião) 2-Vozes que circulam Podem ser:   Explícitas ou implícitas; Definidas ou genéricas.

3-Conteúdo temático Questões controversas que se supõe de relevância social (nem sempre explícitas nos artigos de opinião). Exemplos de questões polêmicas • O Brasil deve permitir a livre produção de alimentos transgênicos? • A clonagem humana deve ser permitida? • Qual a função da arte? • O aborto deve ser legalizado? • A existência de cotas nas universidades para alunos provenientes de escola pública é justa? • A falta de informação é a grande responsável pela alta incidência de gravidez na adolescência? A maioridade penal deve ser revista? 4-Forma composicional É variável, mas sempre terá: – Uma tese/posição/opinião que é defendida; – Argumentos que sustentam essa tese (que podem ser de vários tipos – de autoridade, de exemplificação, de princípio, de causalidade etc.); – Movimentos argumentativos - sustentação, refutação, negociação _ Também é comum trazer uma contextualização inicial da questão; _ Conclusão que, em geral, retoma a tese ou conclama à ação; 5- Estilo – marcas/recursos lingüísticos  Operadores argumentativos – conectivos e organizadores textuais - ou construções que os tornem implícitos;  3ª ou 1ª pessoa;

3-Conteúdo temático Questões controversas que se supõe de relevância social (nem sempre explícitas nos artigos de opinião). Exemplos de questões polêmicas • O Brasil deve permitir a livre produção de alimentos transgênicos? • A clonagem humana deve ser permitida? • Qual a função da arte? • O aborto deve ser legalizado? • A existência de cotas nas universidades para alunos provenientes de escola pública é justa? • A falta de informação é a grande responsável pela alta incidência de gravidez na adolescência? A maioridade penal deve ser revista? 4-Forma composicional É variável, mas sempre terá: – Uma tese/posição/opinião que é defendida; – Argumentos que sustentam essa tese (que podem ser de vários tipos – de autoridade, de exemplificação, de princípio, de causalidade etc.); – Movimentos argumentativos - sustentação, refutação, negociação _ Também é comum trazer uma contextualização inicial da questão; _ Conclusão que, em geral, retoma a tese ou conclama à ação; 5- Estilo – marcas/recursos lingüísticos  Operadores argumentativos – conectivos e organizadores textuais - ou construções que os tornem implícitos;

Leia o artigo a seguir. Contextualização e/ou apresentação da questão que está sendo discutida. ● Uso de argumentos para defender a posição assumida. Utilização de argumentos para sustentar a posição assumida. 5. Conclusão (ênfase ou retomada da tese ou posicionamento defendido). 1. enquanto autor. se colocou como alguém que discute a questão racionalmente. Possibilidades de negociação. correspondendo-a aos elementos listados anteriormente. dividindo-o em partes. 6. porém. Numere cada parte. 2. todos possuem os seguintes elementos. Utilização de argumentos que refutam a posição contrária. por vezes. 3. . AVALIAÇÃO DE PRODUÇÃO DO GÊNERO ARTIGO DE OPINIÃO Critérios Está OK Deve mudar 1 – Adequação do título 2 – Adequação ao contexto de produção de linguagem: ● A questão discutida é mesmo controversa e de relevância social? ● Você. considerou o leitor e o veículo de publicação do texto? ● Considera que conseguiu atingir seu objetivo de tentar convencer seus leitores? 3 – Estrutura do texto: ● Presença de uma contextualização adequada da questão discutida. A estrutura do artigo de opinião Existem várias possibilidades de organizar a estrutura de um artigo de opinião. ● Explicitação da posição defendida perante a questão. 8. 4. Retomada da posição assumida.  Uso freqüente de qualificadores e. de modalizadores. 3ª ou 1ª pessoa. 7. Explicitação do posicionamento assumido. Consideração de posição contrária e antecipação de possíveis argumentos contrários à posição assumida. (Não existe uma ordem específica para esses elementos e nem todos precisam aparecer num mesmo artigo de opinião). de maneira geral.

● Legibilidade (aspectos da grafia. 4 – Argumentação: ● Seleção de informações relevantes.Presença de uma conclusão adequada. ● Emprego adequado de organizadores textuais. ● . 5 – Marcas lingüísticas: ● Emprego adequado de unidades coesivas (além dos organizadores textuais típicos da argumentação). ● Adequação às normas gramaticais. ausência de rasuras.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->