DESENHO TÉCNICO

Assunto:

1 - PROJEÇÕES ORTOGRÁFICAS

Engenharia de Produção

FACIC - Cruzeiro - SP

1

PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DE FIGURA PLANA
Na industria em geral, o profissional que vai produzir uma peça não recebe o desenho em perspectiva, mas sim sua representação em projeção ortográfica. A projeção ortográfica é uma forma de representar objetos tridimensionais, de modo a transmitir suas características com precisão e demonstrar sua verdadeira grandeza. Para entender bem como é feita a projeção ortográfica, precisa-se conhecer três elementos: o modelo, o observador e o plano de projeção.

Modelo: É o objeto a ser representado em projeção ortográfica. Ex: um sólido geométrico, uma peça de máquina, um conjunto de peças, etc.

O observador: É a pessoa que vê, analisa, imagina ou desenha o objeto. Para representar o modelo em projeção ortográfica, o observador deve analisá-lo cuidadosamente em várias posições. Veja o observador vendo o modelo de frente, de cima e de lado.

Vendo o modelo de frente

Vendo o modelo de cima

Vendo o modelo de lado

2

Por essa razão. Os planos de projeção podem ocupar várias posições no espaço. usa-se dois planos básicos para representar as projeções de modelos: um plano vertical e um plano horizontal que se cortam perpendicularmente. SPVS – semiplano vertical superior SPVI – semiplano vertical inferior SPHA – semiplano horizontal anterior SPVP – semiplano horizontal posterior 3 . perpendiculares entre se. apenas a direção de onde o observador está vendo o modelo será indicada por uma seta. Em desenho técnico. Plano de projeção: É a superfície onde se projeta o modelo. Ex: A tela de cinema é um bom exemplo de plano de projeção.Em projeção ortográfica deve-se imaginar o observador localizado a uma distância infinita do modelo. dividem o espaço em quatro regiões chamadas diedros.Esses dois planos.

A maioria dos paises utilizam a projeção ortográfica no 1º diedro.DIEDROS Cada diedro é uma região limitada por dois semiplanos perpendiculares entre si. Alguns paises. criado por Gaspar Monge. em que diedro ele está representado. Ao interpretar um desenho técnico. procure identificar. No Brasil. é também conhecido por método mongeano. como os Estados Unidos e Canadá representam seus desenhos técnicos no 3º diedro. a ABNT recomenda a representação no 1º diedro. O método de representação de objetos em dois semiplanos perpendiculares entre se. Os símbolos abaixo indicam em qual diedro o desenho técnico está representado: 1º diedro 3º diedro O símbolo de representação 1º ou 3º diedro aparece no canto inferior direito da folha do desenho. dentro da legenda. de imediato. 4 .

5 . O primeiro modelo a ser tomado como objeto será o ponto. Generalizando esse exemplo: A projeção ortográfica de um ponto num plano é sempre um ponto idêntico a ele mesmo.PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DE UM PONTO Todo sólido geométrico nada mais é que um conjunto de pontos organizados no espaço de determinada forma. o ponto A1 – onde a perpendicular encontra o plano – é a projeção do ponto A. Imagine um plano vertical e um ponto A não pertencente a esse plano. observados na direção indicada pela seta. Traçando uma perpendicular do ponto A até o plano. Por essa razão.

Projeção ortográfica de um segmento de reta paralelo ao plano Imagine o segmento de reta AB. que representa a projeção do segmento AB. observando na direção indicada pela seta. a projeção ortográfica representa o modelo em verdadeira grandeza. no plano vertical. tem a mesma medida. os pontos A e B ficarão determinados. Os segmentos AB e A1B1 são congruentes. Neste caso. ou seja. Traçando duas linhas projetantes a partir das extremidades do segmento. Unindo esses últimos pontos. temos o segmento A1B1. A projeção ortográfica de um segmento paralelo a um plano de projeção é sempre um segmento que tem a medida do segmento tomado como modelo. sem deformação. pelos pontos A1 e B1. paralelo a um plano vertical. 6 . como mostra a figura. isto é.PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DO SEGMENTO DE RETA A projeção ortográfica de um segmento de reta em um plano depende da posição que esse segmento ocupa em relação ao plano.

determinamos. Projeção ortográfica de um segmento perpendicular ao plano Imagine o segmento de reta AB. oblíquo em relação a esse plano. que representa a projeção ortográfica do segmento AB. Isso ocorre porque a projeção de um segmento oblíquo a um plano de projeção é sempre um segmento menor que o modelo. 7 . no plano vertical.Projeção ortográfica de um segmento oblíquo ao plano Imagine um plano vertical e um segmento de reta AB. como mostra a figura. Neste caso a projeção ortográfica não representa a verdadeira grandeza do segmento que foi usado como modelo. obtemos o segmento A1B1. O segmento A1B1 é menor que o segmento AB. Traçando as projetantes a partir das extremidades A e B. Os pontos A1 e B1 são coincidentes. Isso ocorre porque as projetantes traçadas a partir dos pontos A e B e de todos os pontos que formam o segmento coincidem. A projeção ortográfica de todos os pontos do segmento é representada por um único ponto. os pontos A1 e B1. Unindo os pontos A1 e B1. observados na direção da seta. observado na direção indicada pela seta. Essas linhas projetantes vão encontrar o plano num mesmo plano. perpendicular a um plano vertical.

PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DE FIGURA PLANA A projeção ortográfica de figura plana depende da posição que ela ocupa em relação ao plano. B. Quando a figura plana é paralela ao plano de projeção. O retângulo A1B1C1D1 é idêntico ao retângulo ABCD. Ligando os pontos A1. conforme figura: Para obter a projeção ortográfica do retângulo no plano vertical. C1 e D1. que são as projeções dos pontos ABCD no plano vertical. D. B1. C. 8 . sua projeção ortográfica é representada em verdadeira grandeza. deve-se traçar as projetantes a partir dos vértices A. Projeção ortográfica de um retângulo paralelo ao plano Imagine um observador vendo um retângulo ABCD paralelo a um plano de projeção.

Os lados AD e BC são perpendiculares ao plano de projeção (segmento de reta perpendicular ao plano e representado por ponto). Assim a representação do retângulo ABCD no plano vertical fica reduzida ao segmento de reta. Observe na figura que os lados AB e CD são segmentos paralelos entre si e paralelos ao plano de projeção. O retângulo A1B1C1D1 é menor que o retângulo ABCD Projeção ortográfica de um retângulo perpendicular ao plano Imagine o retângulo ABCA perpendicular a um plano vertical. Ligando as projeções dos vértices obtém-se o retângulo A1B1C1D1. A projeção ortográfica desses dois lados é representada em verdadeira grandeza por um segmento de reta. sua projeção ortográfica não é representada em verdadeira grandeza. até atingir o plano.Projeção ortográfica de um retângulo oblíquo ao plano Imagine o retângulo ABCD oblíquo a um plano vertical. Para obter a projeção ortográfica desse retângulo no plano vertical. A projeção ortográfica do retângulo no plano vertical é representada por um segmento de reta. traça-se as projetantes a partir dos vértices. Quando a figura plana é oblíqua ao plano de projeção. que representa a projeção ortográfica do retângulo ABCD. 9 .

No Brasil. Por essa razão. além do plano vertical e do plano horizontal. Este plano é.PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DE SÓLIDOS GEOMÉTRICOS Para produzir um objeto. utliza-se um terceiro plano de projeção : o plano lateral. perpendicular ao plano vertical e ao plano horizontal. em desenho técnico. quando se toma sólidos geométricos ou objetos tridimensionais como modelos. é necessário conhecer todos os seus elementos em verdadeira grandeza. 10 . onde se adota a representação no 1º diedro.costuma-se representar sua projeção ortográfica em mais de um plano de projeção. ao mesmo tempo.

11 .Projeção ortográfica do prisma retangular no 1º diedro Demonstração do prisma retangular em cada um dos planos separadamente: Vista frontal Imagine um prisma retangular paralelo a um plano vertical visto de frente por um observador. BCFG. quatro são perpendiculares ao plano de projeção (ADEH. apenas a projeção ortográfica do prisma visto de frente. conforme figura. dá origem à vista ortográfica chamada vista de frente. CDEF e ABGH). Essa projeção é um retângulo idêntico às faces paralelas ao plano de projeção. Imagine que o modelo foi retirado. obtém-se a projeção ortográfica do prisma vertical. A projeção ortográfica do prisma. então ficará no plano vertical. Este prisma é limitado externamente por seis faces retangulares: duas são paralelas ao plano de projeção (ABCD e EFGH). Traçando linhas projetantes a partir de todos os vértices do prisma. na direção da seta. visto de frente no plano vertical.

ficará no plano horizontal apenas a projeção ortográfica do prisma. Removendo o modelo. Para isso precisa-se de outras vistas. Imagine. conforme figura. que podem ser obtidas por meio da projeção do prisma em outros planos do 1º diedro. A projeção do prisma. então. 12 . é um retângulo idêntico às faces ABGH e CDEF. visto de cima no plano horizontal. determina a vista ortográfica chamada vista superior.Vista superior A vista frontal não dá a idéia exata das formas do prisma. visto de cima no plano horizontal. a projeção ortográfica do mesmo prisma visto de cima por um observador na direção da seta. A projeção do prisma. visto de cima. que são paralelas ao plano de projeção horizontal.

A projeção do prisma. Retirando-se o modelo. Como o prisma está em posição paralela ao plano lateral. na direção indicada pela seta. 13 . Imagine agora. além das vistas frontal e superior uma terceira vista é importante: a vista lateral esquerda. visto de lado no plano lateral. um observador vendo o mesmo modelo de lado. sua projeção ortográfica resulta num retângulo idêntico às faces ADEH e BCFG.Vista lateral Para completar a idéia do modelo. tem-se no plano lateral a projeção ortográfica do prisma visto de lado. determina a vista ortográfica chamada vista lateral esquerda. paralelas ao plano lateral. conforme a figura.

quando retirado o modelo 14 . Projeção do prisma em três planos simultâneos Projeção do prisma nos três planos.REBATIMENTO DOS PLANOS DE PROJEÇÃO.

veja na sequência figura a.REBATIMENTO DOS PLANOS DE PROJEÇÃO Em desenho técnico as vistas devem ser mostradas em um único plano. figura b. figura a figura b figura c figura d 15 . figura c e figura d.

nem as linhas projetantes.Como ficam os planos rebatidos de frente Em desenho técnico não se representam as linhas de intersecção dos planos.Projeção C representada no plano lateral – VISTA LATERAL ESQUERDA 16 .Projeção B representada no plano horizontal – VISTA SUPERIOR . Representação final do prisma retangular em projeção ortográfica .Projeção A representada no plano vertical – VISTA FRONTAL .

PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DE MODELOS COM ELEMENTOS PARALELOS E OBLÍQUOS 17 .

Visualização do modelo sem os planos de projeção Exercício: Complete as vistas. traçando as linhas faltantes (arestas e contornos visíveis) 18 .

PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DE MODELO COM ARESTAS E CONTORNOS NÃO VISÍVEIS vista frontal vista lateral esquerda vista superior 19 .

20 . a partir da vista frontal.PROJEÇÃO ORTOGRÁFICA DE MODELO COM PLANOS OBLÍQUOS Analise a perspectiva e complete a vista superior e a lateral esquerda.

21 . 2 e 3 e desenhe as três vistas de cada uma delas 1 2 3 2) Analise as vistas ortográficas e marque com um X a alternativa que corresponde ao mesmo modelo em perspectiva.EXERCÍCIOS 1) Analise as perspectivas 1.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful