Você está na página 1de 24

Governo do Estado do Rio de Janeiro

Secretaria de Estado de Educação

CURRÍCULO MÍNIMO

GEOGRAFIA
ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS
GEOGRAFIA
Currículo
MÍNIMO
Apresentação

A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro está elaborando o Currículo Mínimo da nossa rede
de Ensino. Este documento serve como referência a todas as nossas escolas, apresentando as competências,
habilidades e conteúdos básicos que devem estar nos planos de curso e nas aulas.

Sua finalidade é orientar, de forma clara e objetiva, os itens que não podem faltar no processo de ensino-
aprendizagem, em cada disciplina, ano de escolaridade e bimestre. Com isso, pode-se garantir uma essência
básica comum a todos e que esteja alinhada com as atuais necessidades de ensino, identificadas não apenas
nas legislações vigentes, Diretrizes e Parâmetros Curriculares Nacionais, mas também nas matrizes de
referência dos principais exames nacionais e estaduais. Considera-se também as compreensões e tendências
atuais das teorias científicas de cada área de conhecimento e da Educação e, principalmente, as condições e
necessidades reais encontradas pelos professores no exercício diário de suas funções.

Esta orientação curricular deve ser aplicada em conformidade com as legislações educacionais vigentes
que contemplam aspectos da História e da Cultura Afrobrasileira, Africana e Indígena (Leis 10.639/03 e
11.645/08). Ao conceber a escola como espaço de (des)construção de discursos e local privilegiado de reflexão
sobre as contradições sociais, busca-se fortalecer a implementação das diretrizes nacionais a partir da inclusão
de sugestões pontuais e concretas para o desenvolvimento de práticas pedagógicas que assegurem a
sociodiversidade brasileira.

O Currículo Mínimo visa estabelecer harmonia em uma rede de ensino múltipla e diversa, uma vez que
propõe um ponto de partida mínimo — que precisa ainda ser elaborado e preenchido em cada escola, por cada
professor, com aquilo que lhe é específico, peculiar ou lhe for apropriado.

O trabalho fundamentou-se na compreensão de que a Educação Básica pública tem algumas


finalidades distintas que devem ser atendidas pelas escolas da rede estadual, muitas vezes através da
elaboração do currículo. Isto é, o Currículo Mínimo apresentado busca fornecer ao educando os meios para a
progressão no trabalho, bem como em estudos posteriores e, fundamentalmente, visa assegurar-lhe a
formação comum indispensável ao exercício da cidadania.

Entendemos que o estabelecimento de um Currículo Mínimo é uma ação norteadora que não soluciona
todas as dificuldades da Educação Básica hoje, mas que cria um solo firme para o desenvolvimento de um
conjunto de boas práticas educacionais, tais quais: o ensino interdisciplinar e contextualizado; oferta de
recursos didáticos adequados; a inclusão de alunos com necessidades especiais; o respeito à diversidade em
suas manifestações; a utilização das novas mídias no ensino; a incorporação de projetos e temáticas
transversais nos projetos pedagógicos das escolas; a oferta de formação continuada aos professores e demais
profissionais da educação nas escolas; entre outras — formando um conjunto de ações importantes para a
construção de uma escola e de um ensino de qualidade.

Neste primeiro momento, foram desenvolvidos o Currículo Mínimo para os anos finais do Ensino
Fundamental e para o Ensino Médio regular, nos seguintes componentes: Matemática, Língua
Portuguesa/Literatura, História, Geografia, Filosofia e Sociologia.

Dentro de um contexto de priorização das necessidades, entendemos que estas disciplinas, bem como
esses níveis, segmentos e modalidades de ensino, tiveram urgência no estabelecimento de um Currículo
Mínimo. Todavia, estamos cientes de que este é apenas o passo inicial nessa longa caminhada que continuará
com o desenvolvimento das demais disciplinas, além de material específico para as turmas de Educação de
Jovens e Adultos, Ensino Médio Normal – formação de professores – e também para as turmas dos anos iniciais
do Ensino Fundamental.

3
A concepção, redação, revisão e consolidação deste documento foram conduzidas por equipes
disciplinares de professores da rede estadual, coordenadas por professores doutores de diversas universidades
do Rio de Janeiro, que se reuniram e se esforçaram em torno dessa tarefa, a fim de promover um documento
que atendesse às diversas necessidades do ensino na rede. Ao longo do período de consolidação, dezenas de
comentários e sugestões foram recebidas e consideradas por essas equipes.

Certamente, modificações serão necessárias e pensadas no decorrer do tempo com a aplicação prática
deste Currículo Mínimo. Nos meses de fevereiro a maio de 2011, serão desenvolvidos fóruns e encontros para
debater a primeira versão e possíveis atualizações, permitindo o aperfeiçoamento e a construção democrática
das próximas edições.

Este documento encontra-se disponível para acesso nos portais www.conexaoprofessor.rj.gov.br e


www.educacao.rj.gov.br, onde os professores das disciplinas, segmentos e modalidades ainda não
contemplados pelo projeto Currículo Mínimo poderão buscar outras referências da SEEDUC para o
planejamento de curso de 2011.

Contamos com a utilização deste Currículo Mínimo por todos os professores da rede estadual de ensino.
Colocamo-nos à disposição, pelo endereço eletrônico curriculominimo@educacao.rj.gov.br para os
esclarecimentos e sugestões, comentários e críticas, que serão bem-vindos e necessários à revisão reflexiva das
nossas ações.

Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro

4
Introdução

Geografia
( Ciências Humanas e suas Tecnologias )

O presente Currículo Mínimo de Geografia para o Ensino Fundamental e Médio do Estado do Rio de
Janeiro - que estamos apresentando aqui - é fruto de um trabalho realizado tanto pela equipe de elaboração
quanto pelos diversos comentários, críticas e sugestões recebidas durante o período de consulta pública.
Queremos, de antemão, agradecer imensamente a todos aqueles que se dispuseram a contribuir, apontando
caminhos alternativos e ressaltando aspectos a serem aprofundados.
Graças aos comentários pudemos, por um lado, reexaminar nossos encaminhamentos e, por outro,
reforçar nossa posição sobre certas proposições feitas na versão inicial. O Currículo Mínimo de Geografia é uma
obra em construção, aberta ao diálogo. Pretendemos, honestamente, promover encontros reais e virtuais com
os professores da rede, colher mais de perto as suas opiniões e sugestões, aprimorar e fazer avançar o debate.
Como o leitor poderá notar, o presente documento caracteriza-se:
? - pelo respeito aos graus de complexidade dos conteúdos e maturidade dos alunos nas exigências
relativas às competências e habilidades;
? - pela proposição de instrumentos metodológicos diversificados como forma de alcançar os objetivos
propostos para cada momento e conteúdo, o que fica mais evidente no Ensino Fundamental;
? - pela proposição da necessidade de o aluno conhecer a realidade do seu estado, ou seja, o Rio de
Janeiro;
? - pela abordagem da cartografia como uma ferramenta a serviço da compreensão da dimensão espacial
dos fenômenos;
? - pela tentativa de superação de certos “nós” tão característicos da geografia escolar, como a descrição
enfadonha de dados, principalmente nos estudos regionais (não obstante não se abandone, de forma alguma,
essa escala geográfica de análise);
? - pela tentativa de conciliação entre a presente proposta e as realidades encontradas nos livros
didáticos;
? - pela manutenção de temas fundamentais à Geografia escolar como urbanização, população,
agricultura etc;
? - pela revalorização dos conteúdos da Geografia Física, repeitados os esforços de superação da
dicotomia presente na história de nossa ciência, tratados em suas interações com as ações humanas, com
ênfase na perspectiva ambiental;
? - pela seleção de conteúdos, habilidades e competências que contribuam para a construção do fazer
autônomo, para a formação integral e crítica do aluno-cidadão.
Na apresentação da proposta que foi disponibilizada para consulta pública já chamávamos atenção
para a dificuldade de se propor um “mínimo” em Geografia, tendo em vista questões relativas às características
da disciplina, à diversidade de abordagens contemporâneas, às realidades de cada professor, escola e
município do Estado. Além dessas, nos deparamos com um aspecto extremamente relevante que é a
disposição dos conteúdos ao longo dos anos e dos bimestres escolares. Em outras palavras, a Geografia,
enquanto disciplina escolar, permite disposições diferenciadas do que se pretende ministrar, de acordo com a
concatenação de conteúdos que são pré-requisitos para outros, mas, até mesmo, de acordo também com as
preferências pessoais e profissionais diversas. Assim sendo, preferimos manter, em linhas gerais, a organização
proposta inicialmente.

Um tópico que gerou relativa controvérsia foi o estudo da globalização no primeiro bimestre do Ensino
Médio. Grosso modo, na visão de alguns professores que enviaram suas críticas ao documento inicial, esse tema
deveria ser abordado no terceiro ano, invertendo, em consequência disso, toda ordem proposta. No entanto,
compreendemos ser essa uma temática que embasa e fornece o arcabouço histórico-espacial necessário ao
entendimento dos conteúdos, sendo esse fenômeno uma importante chave interpretativa para a
compreensão da interdependência crescente entre as nações (em diferentes escalas e dimensões), do papel

5
das técnicas, da ciência e da informação, bem como das redes. Assim, o estudo da globalização naquele
momento do Ensino Médio possui, ano nosso ver, um sentido dentro da proposta analítica e metodológica de
integrar o Brasil e o mundo dentro desse contexto e de propor o seu estudo.
Queríamos chamar atenção também para o fato de que o Currículo apresentado prima pela
exequibilidade, ou seja, pela possibilidade real de realização dentro do tempo (determinado) da disciplina
enquanto componente curricular do Ensino Fundamental e Médio. Assim sendo, indicamos no documento
aqueles conteúdos que são primordiais aos nossos estudantes, embora, obviamente, outros pudessem ter sido
propostos. Assim sendo, acreditamos que o Currículo Mínimo não deve ser encarado como uma camisa de
força, mas sim como um documento norteador ao qual o professor, com sua competência e de acordo com seus
interesses intelectuais e políticos, tem a liberdade de reforçar ou incluir aspectos não abordados.
Mesmo que para muitos pareça ser redundante, queremos reafirmar o princípio de que o currículo nunca é
neutro. Na nossa elaboração primamos pela seleção de conteúdos, habilidades e competências que
contribuíssem para a construção do fazer autônomo, para a formação integral e crítica do aluno-cidadão. A
prática desse Currículo Mínimo nas escolas deve primar pelo respeito à diversidade (étnica, sexual, religiosa),
bem como pela valorização da cultura e dos saberes dos alunos e a crítica contundente às desigualdades e
injustiças sociais em diferentes contextos e escalas. Essas são questões que dizem respeito não só a uma
conformação com a legislação mais recente, mas principalmente ao compromisso da Geografia, e de seus
professores, com esses princípios.

Contamos com a utilização deste Currículo Mínimo por todos os professores da Rede Estadual de Ensino,
sabendo que ele virá a auxiliar a atividade docente, ao alinhar as diversas práticas encontradas hoje nas escolas
estaduais do Rio de Janeiro em torno de uma expectativa básica comum, condizente com as compreensões e
necessidades mais atualizadas sobre o ensino na Educação Básica. Ao mesmo tempo, nos colocamos à
disposição, através do e-mail geografia@educacao.rj.gov.br, para os esclarecimentos necessários e para todas
as sugestões, comentários e críticas construtivos que possam ajudar a aperfeiçoar este documento cada vez
mais, de forma que ele corresponda às necessidades e anseios de todos os professores e alunos da rede
estadual.

Rio de Janeiro, 17 de janeiro de 2011.

6
Ensino
Fundamental

6° ao 9° ano

7
Geografia 6º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

1° Bimestre
Foco do bimestre A análise do espaço geográfico na perspectiva da paisagem e do lugar

Objetivos gerais - Reconhecer a ação das sociedades na produção do espaço geográfico a partir da observação
de fenômenos em escala local.
do bimestre - Identificar e diferenciar as paisagens terrestres.

- Identificar, a partir de fotos, trabalhos de campo, depoimentos de moradores etc, as principais características
geográficas e dos atores envolvidos no processo de produção do espaço vivido pelo aluno.
- Reconhecer, com base em relatos, fotos, desenhos, redação, construção de mapas mentais etc, aspectos
que revelam a identidade do aluno com seu lugar de vivência (a escola, o bairro, a cidade)
Habilidades - Identificar, através da observação de fotos, trabalhos de campo, filmes etc, as marcas da ação humana que
distinguem as paisagens terrestres.
e - Reconhecer, em fotos, trabalhos de campo, filmes etc, as impressões deixadas pelas sociedades humanas na
Competências paisagem através dos tempos.
- Observar, em fotos, trabalhos de campo, filmes etc, as diferenças socioespaciais resultantes das formas de
organização das sociedades humanas.
- Reconhecer a importância do trabalho humano na transformação do espaço geográfico, identificando e
diferenciando as principais atividades econômicas desenvolvidas pelo homem.

2° Bimestre
Foco do bimestre O instrumental cartográfico na análise espacial

Objetivos gerais - Reconhecer a cartografia como instrumental para a compreensão de processos socioespaciais.
- Alfabetização cartográfica: identificar os elementos do mapa, compreender os elementos cartográficos
do bimestre para orientação e localização, ler mapas.

- Do desenho ao mapa: reconhecer os elementos do mapa (título, legenda, norte geográfico/rosa dos ventos,
coordenadas, escala) e sua importância para a leitura de mapas, através da construção de mapas mentais
e/ou da análise de mapas antigos e atuais.
Habilidades - Localizar pontos na superfície terrestre, através da leitura de mapas e utilização do sistema de coordenadas
e geográficas.
- Identificar a orientação na superfície terrestre com base na utilização de elementos da natureza e dos pontos
Competências cardeais.
- Ler mapas, de base e temáticos, para reconhecimento da importância da cartografia como instrumental de
análise socioespacial.

8
Geografia 6º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

3° Bimestre
Foco do bimestre Dinâmicas naturais e biomas terrestres

Objetivos gerais
- Reconhecer as dinâmicas da natureza em sua interação.
do bimestre

- Reconhecer, através da observação de esquemas, filmes didáticos, experiências, as especificidades dos


movimentos da Terra (rotação e translação) e identificar sua relação com a definição de dias e noites e as
estações do ano.
- Reconhecer a estrutura interna da Terra e identificar sua relação com a formação do relevo terrestre e a
Habilidades ocorrência de fenômenos naturais, a partir da observação de esquemas, filmes didáticos etc.
- Observar, a partir de esquemas, filmes didáticos, experiências, o sistema de insolação sobre a superfície
e terrestre identificando sua relação com a definição das zonas climáticas da Terra.
Competências - Distinguir os tipos climáticos, a partir da leitura de mapas, e identificar os fatores e elementos que
caracterizam os climas terrestres.
- Identificar as paisagens vegetais e relacioná-las aos tipos climáticos existentes.
- Identificar e diferenciar os biomas terrestres, em fotos, filmes, etc, destacando as dinâmicas características
de cada um.

4° Bimestre
Foco do bimestre Sociedade e natureza na perspectiva ambiental

Objetivos gerais - Reconhecer as especificidades e identificar os efeitos da inter-relação entre a ação humana e as dinâmicas
do bimestre naturais.

- Reconhecer o homem como elemento da natureza, através da leitura de textos, observação de fotos etc.
- Identificar os efeitos mútuos e reversos da ação humana, a partir da leitura de reportagens, filmes etc, em
relação às dinâmicas naturais.
Habilidades - Identificar, a partir de relatos dos alunos, da leitura de reportagens etc, os principais problemas ambientais
e (enchentes, deslizamentos, contaminação do solo, poluição da água, etc.)
- Elencar, a partir da leitura de reportagens, relatórios oficiais etc, as medidas adotadas no sentido de solucionar
Competências ou minizar estes problemas.
- Compreender o significado de desenvolvimento sustentável e identificar as possibilidades de interação
homem-meio a partir desta proposição.

9
Geografia 7º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

1° Bimestre
Foco do bimestre As paisagens naturais brasileiras

Objetivos gerais - Reconhecer a posição geográfica do Brasil na superfície terrestre;


do bimestre - Localizar o Brasil na superfície terrestre, identificando as características principais de sua paisagem natural.

- Reconhecer a localização geográfica do Brasil na superfície terrestre, identificando seus limites naturais,
posição e localização, a partir da leitura e produção de mapas.
- Comparar as regiões dos biomas brasileiros aos domínios climato botânicos, identificando especificadades
da paisagem natural no Brasil, a partir da análise e comaparação de mapas e imagens.
Habilidades - Distinguir, na paisagem brasileira, a partir da leitura de mapas, observação e análise, imagens, filmes e
documentários, as principais unidades naturais, tomando como base a classificação em domínios
e climato botânicos.
Competências - Relacionar os tipos climáticos, as formações vegetais, as formas do relevo e as bacias hidroigráficas às
paisagens climato-botânicas brasileiras, a partir da análise e produção de mapas.
- Localizar e caracterizar, a partir da observação e análise de imagens, leitura e interpretação de mapas,
realização de trabalhos de campo, observação de paisagens em documentários e filmes etc, a paisagem
natural dominante nos limites do estado do Rio de Janeiro.

2° Bimestre
Foco do bimestre Organização político-administrativa e divisão regional no Brasil

Objetivos gerais - Reconhecer a divisão política e a diferenciação socioeconômica do território brasileiro a partir de sua
do bimestre divisão político-administrativa e regional.

- Identificar a organização político-administrativa no Brasil, a partir da leitura e produção de mapas,


diferenciando suas principais unidades: federação, estados, municípios, distritos e vilas.
- Reconhecer a divisão político-administrativa do estado do Rio de Janeiro, identificando seus municípios,
distritos e vilas, a partir da análise de documentos oficiais e leitura e produção de mapas.
- Identificar e comparar, a partir da leitura e comparação de mapas, diferentes formas de regionalização
Habilidades socioeconômica do território brasileiro – os complexos regionais e as regiões do IBGE.
- Identificar, com base na leitura de textos literários e reportagens, comparação de tabelas e gráficos, análise
e de filmes e documentários, etc, os elementos sociais, culturais, econômicos e políticos que conferem
Competências identidade às regiões brasileiras.
- Identificar e analisar, a partir da leitura de textos literários, letras de músicas, reportagens, mapas,
documentários, etc, questões que marcam algumas regiões brasileiras: a indústria da seca no Nordeste;
desmatamento na Amazônia; problemas urbanos no Sudeste, etc.
- Observar e caracterizar, a partir da análise de mapas e dados socioeconômicos, as regiões do estado
do Rio de Janeiro: as regiões econômicas e a Região Metropolitana.

10
Geografia 7º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

3° Bimestre
Foco do bimestre Sociedade e cultura no Brasil

Objetivos gerais - Compreender a estrutura e dinâmicas da sociedade brasileira em seus aspectos demográficos e culturais.
do bimestre

- Identificar, a partir da leitura de mapas geográficos e históricos, as principais concentrações populacionais


no território brasileiro, associando a distribuição populacional aos ciclos econômicos e presença de vias
de transporte no Brasil.
- Identificar, a partir da observação e análise de imagens, as principais características etnico-culturais da
Habilidades população brasileira, relacionando-as às matrizes de referência étnica e cultural.
- Analisar a estrutura demográfica brasileira, observando e comparando em diferentes períodos a estrutura
e etária, os níveis de renda e outros indicadores socioeconômicos da população brasileira, com base na
Competências observação e comparação de tabelas, gráficos e pirâmides etárias.
- Analisar, a partir da leitura e análise de mapas, reportagens, etc, as principais dinâmicas da população
brasileira, caracterizando e diferenciando os fluxos migratórios intra e inter-regionais e urbanos no Brasil,
em diferentes períodos.

4° Bimestre
Foco do bimestre As bases econômicas da organização social brasileira

Objetivos gerais - Compreender as dinâmicas econômicas no Brasil.


do bimestre

- Localizar e diferenciar, a partir da leitura e análise de mapas, as áreas de produção agrícola, industrial e
extrativista no Brasil.
- Identificar, a partir da leitura e análise de mapas e dados disponíveis em tabelas e gráficos, os principais
produtos das atividades econômicas e o destino da produção brasileira.
- Identificar e comparar, a partir da leitura e análise de reportagens e texto didático-científicos, observação
de documentários, etc, os tipos de produção agropecuária no Brasil e relacionar às características da
mão-de-obra empregada na produção.
- Obsevar e analisar, a partir da leitura e análise de reportagens e texto didático-científicos, o papel dos
Complexos Agroindustriais no Brasil.
- Reconhecer e analisar, com base na observação e comparação de tabelas, gráficos e mapas, as características
e consequências da estrutura fundiária no Brasil.
Habilidades - Observar e analisar, a partir da leitura e análise de mapas, reportagens e textos didático-científicos, o avanço
e da fronteira agrícola no Brasil.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e análise de reportagens e de textos didático-científicos, os impactos
Competências da atividade agropecuária sobre o meio ambiente.
- Reconhecer, com base na observação e comparação de tabelas, gráficos e mapas e na interpretação de
reportagens e de textos didático-científicos, as características da atividade extrativa no Brasil e os impactos
desta atividade sobre o meio ambiente.
- Identificar, com base na observação e comparação de tabelas, gráficos e mapas, os principais setores da
atividade industrial no Brasil e classificá-los (base, bens de produção, bens de consumo).
- Observar e analisar a importância da atividade industrial no Brasil, relacionando-a à distribuição da
população e renda, com base na leitura e comparação de tabelas e gráficos.
- Identificar, a partir da leitura e análise de tabelas, gráficos, reportagens e textos didático-científicos,
as principais atividades desenvolvidas no setor de serviços no Brasil.
- Relacionar, com base na leitura e comparação de tabelas e gráficos, os setores de produção e ocupação
da população economicamente ativa.

11
Geografia 8º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

1° Bimestre
Foco do bimestre A globalização: integração e persistência das desiguldades

Objetivos gerais - Compreender os processos de integração no mundo contemporâneo e seus efeitos sobre o
do bimestre aprofundamento das desigualdades sociais e regionais

- Reconhecer, através da interpretação de gráficos, tabelas e mapas, as principais regionalizações do


mundo atual.
- Identificar e localizar, a partir da análise de mapas, os processos de integração regional em curso no
mundo contemporâneo.
Habilidades - Reconhecer, a partir da análise de gráficos, tabelas, mapas, textos didáticos e charges, o papel das diferentes
regiões na divisão internacional do trabalho e a relação de dependência entre os grupos de países.
e - Comparar a DIT tradicional com a atual, observando as transformações relacionadas ao processo de
Competências globalização, identificadas em mapas, gráficos, tabelas, reportagens e textos didático-pedagógicos.
- Reconhecer, a partir da análise de mapas, tabelas e gráficos, da leitura de reportagens e textos
didático-científicos e da interpretação de charges, as transformações socioespaciais relacionadas ao
processo de globalização.

2° Bimestre
Foco do bimestre O continente americano

Objetivos gerais - Reconhecer as especificidades das dinâmicas socioeconômicas no continente americano.


do bimestre

- Localizar o continente americano, seus limites internos e externos, a partir da leitura e elaboração de mapas.
- Reconhecer as características e dinâmicas naturais predominantes no continente americano, a partir da
análise de mapas e imagens.
- Identificar as distintas realidades políticas, sociais, econômicas e culturais dos países do continente
americano, a partir da leitura e interpretação de tabelas, gráficos e mapas, análise de imagens e filmes etc,
Habilidades observando sua relação com o processo de colonização.
- Identificar, em fotos, filmes, etc, as características etnico-culturais dos povos americanos, relacionando-as
e às matrizes européia, africana e indígena, na construção da identidade da população continente americano.
Competências - A partir da análise de imagens, gráficos, mapas, etc, reconhecer as diferenças socioculturais no continente
americano, identificando as divisões subregionais: América Latina e Anglo-Saxônica, América Andina e
América Platina etc.
- Reconhecer o papel hegemônico dos EUA e de seu parceiro econômico, o Canadá, no continente americano.
- Analisar a relação de dependência entre os países latino-americanos e a economia da América
Anglo-Saxônica, a partir da leitura e interpretação de tabelas, gráficos e mapas.

12
Geografia 8º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

3° Bimestre
Foco do bimestre O continente americano

Objetivos gerais - Identificar as dinâmicas e características naturais do continente americano.


do bimestre

- Localizar e distinguir a região latino-americana no continente.


- Caracterização da base econômica das subregiões lationo-americanas, a partir da leitura e análise de
tabelas, gráficos e mapas.
- Reconhecimento das condições sociais nas subregiões latino-americanas, a partir da leitura e análise de
Habilidades tabelas, gráficos, mapas, textos e filmes.
- Reconhecimento e análise do papel das redes ilegais (armas, drogas) na organização socioeconômica
e da América-Latina.
Competências - Reconhecer e analisar, a partir da leitura de reportagens e textos didático-pedagógicos, as mudanças
recentes na América Latina, com a ascenção ao poder de partidos e líderes da esquerda.
- Analisar as especificidades do sistema socialista implantando em Cuba, identificando a origem e
especificidades das condições socioeconômicas na atualidade.

4° Bimestre
Foco do bimestre A integração territorial nas Américas

Objetivos gerais - Compreender os objetivos e características específicas dos blocos econômicos regionais e o papel
do bimestre dos países latino-americanos na economia mundial.

- Identificar e localizar os blocos econômicos existentes na América Latina, com base na leitura e elaboração
de mapas.
Habilidades - Identificar e classificar, a partir da leitura de reportagens e textos didático-científicos e da análise de
e tabelas, gráficos e mapas, os blocos econômicos latino-americanos segundo seus objetivos e sua
importância na economia mundial.
Competências - Reconhecer, a partir da leitura de reportagens e textos didático-científicos, etc, o novo papel dos países
latino-americanos no cenário econômico e político mundial atual – o G20, os BRICs e a Unasul.

13
Geografia 9º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

1° Bimestre
Foco do bimestre África

Objetivos gerais - Compreender as especificidades do quadro natural e as dinâmicas socioeconômicas relacionadas à


do bimestre produção do espaço no continente africano.

- Observar, a partir da leitura e produção de mapas, a posição geográfica e os limites naturais do continente
africano na superfície terrestre.
- Identificar e distinguir, na paisagem do continente africano, a partir da observação e análise de imagens,
filmes e documentários, as principais unidades naturais, tomando como base os biomas terrestres.
Habilidades - Localizar, caracterizar e diferenciar, a partir da leitura e comparação de mapas, a região norte e a África
subsaariana e as dinâmicas socioeconômicas marcantes em cada região.
e - Analisar, a partir da leitura e análise de mapas e reportagens, observação de filmes, etc, a estrutura e
Competências dinâmicas da população no continente africano, identificando e diferenciando as características étnicas,
culturais e religiosas, os fluxos migratórios intra e inter-regionais.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e comparação de tabelas, gráficos, mapas e reportagens, observação
de filmes e documentários, etc, a estrutura da produção nos países africanos e relacionar aos conflitos e
condições de vida da população no continente.
- Identificar e analisar, a partir da leitura de reportagens, análise de mapas e observação de filmes e
documentários, as principais questões que marcam o continente africano (fome, AIDS, conflitos,
refugiados, etc.) relacionando-as ao processo histórico de produção do espaço africano.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e análise de reportagens e textos didático-científicos, os impactos
do modelo de produção social do espaço sobre o meio ambiente.

2° Bimestre
Foco do bimestre Europa

Objetivos gerais - Compreender as dinâmicas naturais e as dinâmicas socioeconômicas relacionadas à produção do


do bimestre espaço europeu.

- Reconhecer a localização geográfica da Europa na superfície terrestre, identificando seus limites naturais,
posição e localização, a partir da leitura e produção de mapas.
- Identificar e distinguir, na paisagem do continente europeu, a partir da observação e análise de imagens,
filmes e documentários, as principais unidades naturais, tomando como base os biomas terrestres.
- Localizar, caracterizar e diferenciar, a partir da leitura e comparação de mapas, as regiões do continente
Habilidades europeu, destacando os países membros do bloco europeu.
- Analisar, a partir da leitura e análise de mapas e reportagens, observação de filmes, etc, a estrutura e
e dinâmicas da população na União Europeia e em sua área de influência no continente, identificando e
Competências diferenciando as características étnicas, culturais e religiosas, os fluxos migratórios inter-regionais e
internacionais.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e comparação de tabelas, gráficos e mapas, análise de reportagens,
observação de filmes, documentários, etc, a estrutura da produção agropecuária e industrial nos países da
União Européia e em sua área de influência no continente.
- Identificar e analisar, a partir da leitura de reportagens, análise de mapas e observação de filmes e
documentários, as principais questões que marcam o continente europeu (adesão de novos membros à
União Européia, envelhecimento da população, migrações, xenofobia, etc).
- Identificar e analisar, a partir da leitura e análise de reportagens e textos didático-científicos, os impactos
do modelo de produção social do espaço sobre o meio ambiente.

14
Geografia 9º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL

3° Bimestre
Foco do bimestre Ásia e Oceania

Objetivos gerais - Compreender as características da paisagem natural em sua interação com as dinâmicas socioeconômicas
do bimestre e suas articulações entre regiões da Ásia e Oceania.

- Observar, a partir da leitura e produção de mapas, a posição geográfica e os limites naturais da Ásia e
Oceania na superfície terrestre.
- Identificar e distinguir, na paisagem da Ásia e Oceania, a partir da observação e análise de imagens,
filmes e documentários, as principais unidades naturais, tomando como base os biomas terrestres.
- Observar e analisar as dinâmicas naturais em sua relação com as dinâmicas socioeconômicas na Ásia de Monções.
- Localizar, caracterizar e diferenciar, a partir da leitura e comparação de mapas, as regiões do continente
asiático, destacando os blocos econômicos constituídos na região.
- Analisar, a partir da leitura e análise de mapas e reportagens, observação de filmes, etc, a estrutura e
dinâmicas da população na Ásia e na Oceania, identificando e diferenciando as características étnicas,
Habilidades culturais e religiosas, a estrutura e dinâmicas da população, os fluxos migratórios inter-regionais e internacionais.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e comparação de tabelas, gráficos e mapas, análise de reportagens,
e
observação de filmes e documentários, etc, a estrutura da produção agropecuária e industrial nas regiões
Competências da Ásia e Oceania.
- Localizar os países de economia periférica e central, com base na produção de mapas, distinguindo as
principais características de cada grupo.
- Identificar e analisar, a partir da leitura de reportagens, análise de mapas e observação de filmes e
documentários, as principais questões que marcam os continente asiático e os principais países da Oceania
(crescimento econômico e controle social na China, dependência de recursos pelo Japão, a formação dos
Tigres Asiáticos, tradição e desenvolvimento tecnológico na Índia, etc.) relacionando-as ao processo histórico
de produção do espaço.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e análise de reportagens e textos didático-científicos, os impactos do
modelo de produção social do espaço sobre o meio ambiente.

4° Bimestre
Foco do bimestre Oriente Médio

Objetivos gerais - Compreender as dinâmicas naturais e socioeconômicas relacionadas à produção do espaço no


do bimestre Oriente Médio.

- Reconhecer a localização geográfica do Oriente Médio na superfície terrestre, identificando seus limites
naturais, posição e localização, a partir da leitura e produção de mapas.
- Identificar e distinguir, na paisagem do continente Oriente Médio, a partir da observação e análise de
imagens, filmes e documentários, as principais unidades naturais, tomando como base os biomas terrestres.
- Analisar, a partir da leitura e análise de mapas e reportagens, observação de filmes, etc, a estrutura e
dinâmicas da população no Oriente Médio, identificando e diferenciando suas características étnicas,
Habilidades culturais e religiosas.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e comparação de tabelas, gráficos e mapas, análise de reportagens,
e observação de filmes e documentários, etc, a estrutura da produção nos países do Oriente Médio,
Competências destacando a importância da economia do petróleo na região.
- Identificar e analisar, a partir da leitura de reportagens, análise de mapas e observação de filmes e
documentários, as principais questões que marcam o continente europeu (o conflito Israel-Palestina, o
problema dos curdos na Turquia, o efeito das guerras e invasões na região, a escassez de água)
relacionando-as ao processo histórico de produção do espaço.
- Identificar e analisar, a partir da leitura e análise de reportagens e textos didático-científicos, os
impactos do modelo de produção social do espaço sobre o meio ambiente.

15
Ensino Médio
a a
1 a 3 série

16
Geografia 1ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO

1° Bimestre
Foco do bimestre A linguagem cartográfica; Estrutura e formação e formas do relevo terrestre

Objetivos gerais - Reconhecer as bases cartográficas necessárias à identificação do território e à compreensão da


do bimestre formação e estruturação do relevo terrestre.

- Compreender a importância da linguagem cartográfica para o entendimento da dimensão espacial dos


fenômenos sociais.
Habilidades - Identificar a evolução e papel dos mapas em diferentes épocas.
- Identificar os elementos que compõem um mapa, de forma a caracterizar e compreender os elementos
e cartografados.
Competências - Utilizar as coordenadas geográficas e escalas na resolução prática de problemas de localização.
- Apreender o processo de formação da Terra e os agentes e fenômenos que compõem sua dinâmica.
- Reconhecer as principais formas e estruturas de relevo terrestre.

2° Bimestre
Foco do bimestre O clima e sua dinâmica

Objetivos gerais - Caracterizar a dinâmica climática nas várias regiões do planeta.


do bimestre

- Comparar e diferenciar clima e tempo


- Reconhecer os principais tipos climáticos existentes no Brasil e no mundo;
Habilidades - Relacionar o clima a outros elementos que compõem a dinâmica terrestre, como por exemplo, a
e vegetação e demais características específicas de cada região.
Competências - Observar as mudanças climáticas resultantes da interação homem x natureza.
- Reconhecer a importância de agentes e fenômenos naturais nas alterações climáticas.

17
Geografia 1ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO

3° Bimestre
Foco do bimestre Vegetação e hidrografia

Objetivos gerais - Identificar a diversidade de biomas existentes e as características hidrográficas das principais
do bimestre regiões do planeta.

- Identificar os principais biomas existentes no Brasil e no mundo, demonstrando suas respectivas


características centrais e as formas de aproveitamento econômico e suas conseqüências.
- Identificar as principais singularidades ou generalidades dos biomas brasileiros.
Habilidades - Compreender a importância das redes hidrográficas na manutenção dos biomas terrestres e sua relevância
e social e econômica.
- Identificar as principais bacias hidrográficas do Brasil e do mundo;
Competências - Analisar as formas assumidas pela ação antrópica especificamente nas áreas das Bacias hidrográficas, as
consequências e formas de preservação;
- Reconhecer e analisar a importância social das redes hidrográficas para as populações ribeirinhas e nativas.
- Reconhecer e analisar a potencialidade e viabilidade econômica de algumas bacias hidrográficas no mundo.

4° Bimestre
Foco do bimestre A questão ambiental

Objetivos gerais - Analisar a questão ambiental e as lutas em defesa do ambiente


do bimestre

- Avaliar as mudanças ocorridas nas paisagens naturais consequentes da ação humana.


- Confrontar os interesses sociais, ambientais e econômicos existentes nesses problemas.
Habilidades - Reconhecer a especificidade e generalidade de algumas questões ambientais levando em consideração
as características em micro e macro escala.
e - Discutir criticamente o modelo de civilização baseado na exaustão dos recursos naturais.
Competências - Contextualizar as principais conferências internacionais para o ambiente, seus princípios e propósitos,
os interesses em jogo, grupos e países envolvidos.
- Identificar, comparar e analisar os principais problemas ambientais em diferentes escalas.

18
Geografia 2ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO

1° Bimestre
Foco do bimestre Globalização e blocos econômicos

Objetivos gerais - Analisar o processo de globalização e a organização da economia-mundo em blocos


do bimestre

- Compreender a organização do espaço mundial considerando os aspectos históricos e geopolíticos do


mundo no século XX: pós- Segunda Guerra; a Guerra Fria; as organizações políticas, econômicas e militares;
o mundo bipolar; o colapso do socialismo; as novas fronteiras.
- Analisar o papel das multinacionais em diferentes escalas.
- Compreender os fluxos e redes – em diferentes aspectos e escalas – que estão envolvidos no processo
de globalização.
- Destacar e analisar criticamente os aspectos positivos e negativos do processo de globalização.
Habilidades - Analisar a economia mundial, considerando os fluxos de informações, capitais e mercadorias.
- Discutir a importância da ciência e das tecnologias no contexto da globalização.
e - Discutir os elementos ou características do mundo contemporâneo que promovem a integração econômica,
Competências social, política, cultural. Ao mesmo tempo, reconhecer e analisar os processos de fragmentação em diferentes
setores e escalas.
- Discutir a questão das redes ilegais da globalização, identificando os nós, os vetores principais, os fluxos e as
consequências.
- Identificar e caracterizar os principais blocos econômicos da atualidade, destacando os países membros, os
princípios fundamentais, as medidas adotadas para a integração, os problemas ou questões.
- Contextualizar o papel do Brasil no mundo globalizado, seu papel como país semi-periférico e sua influência
no Mercosul. Da mesma forma, identificar as parcerias com outras economias emergentes: Rússia, China, Índia.

2° Bimestre
Foco do bimestre População mundial e brasileira

Objetivos gerais - Discutir as estruturas e os movimentos da população mundial e brasileira


do bimestre

- Identificar e compreender os princípios fundamentais das teorias demográficas, relacionando-as às questões


atuais relativas ao controle da população, ao crescimento populacional e às questões ambientais.
- Caracterizar a população com relação à sua estrutura etária, sexual e ocupacional.
- Compreender a diferenciação espacial da distribuição da população nas várias regiões do mundo.
- Discutir o problema do envelhecimento da população e suas consequências.
- Discutir a questão do desemprego no mundo atual, dando especial ênfase no Brasil, ressaltando as
implicações econômicas e sociais dessa questão.
Habilidades - Analisar e diferenciar a dinâmica das estruturas da população nos países centrais e periféricos.
- Identificar os principais fluxos migratórios atuais, em diferentes escalas, destacando as motivações dos
e migrantes, os contextos socioeconômicos, políticos e culturais tanto do ponto de vista da área de repulsão
Competências quanto da receptora.
- Analisar criticamente o racismo e a xenofobia no contexto dos movimentos atuais das populações.
-Identificar os conflitos étnico-nacionalistas e separatistas, destacando as causas, os atores envolvidos e as
implicações dos conflitos na sua dimensão humana.
- Identificar os principais fluxos migratórios no Brasil, destacando os seus respectivos contextos, áreas afetadas
e consequências.
- Analisar a diversidade étnica do povo brasileiro num contexto histórico, econômico e social.
- Discutir a questão do racismo e do preconceito no Brasil.

19
Geografia 2ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO

3° Bimestre
Foco do bimestre Urbanização mundial e brasileira

Objetivos gerais - Analisar o fenômeno urbano numa perspectiva espacial e histórica


do bimestre

- Compreender a cidade identificando suas transformações sócio-espaciais (aspectos migratórios,


características demográficas e fenômenos históricos responsáveis pela sua formação).
- Analisar a urbanização no século XX, o crescimento e o desenvolvimento das metrópoles em diferentes
contextos e escalas.
- Comparar o processo de urbanização entre diferentes grupos de países: contexto, características do
Habilidades processo, mercado de trabalho, estrutura urbana, etc.
e - Compreender a rede hierárquica de cidades, destacando os papéis diferenciados dos "nós" dessas redes,
os fluxos e dinâmicas entre as mesmas.
Competências - Apreender o processo de urbanização brasileira, considerando seus aspectos sócio-espaciais: habitação,
segurança, lazer.
- Discutir e analisar os papéis diferenciados das redes de cidades no Brasil.
- Reconhecer o espaço urbano como espaço do encontro das diferenças e do exercício da cidadania.
- Valorizar as diferentes manifestações culturais urbanas como o samba e o funk (e outras).

4° Bimestre
Foco do bimestre Geografia agrária

Objetivos gerais - Caracterizar espaço agrário do mundo e do Brasil, analisando as transformações e permanências,
do bimestre os atores e projetos políticos

- Analisar a questão agrária nas várias regiões do mundo discutindo: as formas de produção, a mão-de-obra e
tecnologias empregadas, o mercado-alvo, as relações com outros setores da economia.
- Discutir o processo de modernização acelerado das atividades agropecuárias no mundo contemporâneo,
analisando as suas consequências e implicações em diferentes aspectos da vida.
- Discutir criticamente a questão da fome e do mercado mundial de alimentos.
- Compreender o conceito de Segurança Alimentar implementada por diferentes países.
Habilidades - Caracterizar as diferenças internas no território brasileiro com relação à sua produção agropecuária,
e trabalhando dialeticamente modernização/permanências.
Competências - Analisar o histórico da estrutura fundiária e da luta pela terra no Brasil.
- Discutir as relações de trabalho no campo.
- Analisar os movimentos sociais que reivindicam a posse da terra no País, destacando suas motivações,
reivindicações e ações políticas.
- Analisar e identificar os aspectos ambientais, sociais e econômicos dos transgênicos, orgânicos e
convencionais.
- Identificar o espaço agropecuário brasileiro no seu processo de produção.

20
Geografia 3ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO

1° Bimestre
Foco do bimestre A atividade industrial

Objetivos gerais - Analisar as formas de organização da atividade industrial no mundo contemporâneo: as redes e os
do bimestre territórios produtivos.

- Identificar e caracterizar as revoluções industriais enfatizando: as fontes energéticas, as formas de organização


do trabalho e as relações sociais e a distribuição espacial.
- Localizar a distribuição da indústria no mundo atual, caracterizando-as com relação ao uso de tecnologia,
conexão a redes de diferentes tipos e em diferentes escalas, suas implicações econômicas, sociais e ambientais.
Habilidades - Analisar e comparar as divisões internacionais do trabalho e seus impactos na distribuição espacial da
e produção e circulação e riquezas.
Competências - Localizar e analisar a função dos tecnopolos em países da União Europeia, Estados Unidos, Japão.
-Analisar o processo histórico do crescimento industrial e econômico da China e países dos Tigres Asiáticos;.
- Compreender o processo de industrialização na América Latina.
- Compreender o processo de industrialização brasileiro numa perspectiva geo-histórica.
- Identificar e caracterizar a distribuição espacial da indústria no Brasil atual;

2° Bimestre
Foco do bimestre As redes de transportes e informacionais

Objetivos gerais - Compreender o papel das redes de transportes e de informação na organização socioespacial
do bimestre contemporânea.

- Levantar e identificar os tipos de modais: hidroviário, ferroviário, rodoviário e aeroviário.


- Identificar e compreender os modais de acordo com o processo de logística e organização espacial
(vantagens e desvantagens).
Habilidades - Compreender a utilização do transporte intermodal em escala local e global.
- Analisar e contextualizar o processo histórico dos meios de transporte do Brasil.
e - Compreender o desenvolvimento técnico e tecnológico e sua relação com a evolução dos meios de
Competências comunicação.
- Identificar a existência dos canais de comunicação contemporâneos (telecomunicações e infovias).
- Analisar a compressão espaço/tempo e suas consequências na integração do território brasileiro.

21
Geografia 3ª SÉRIE / ENSINO MÉDIO

3° Bimestre
Foco do bimestre Energia

Objetivos gerais - Discutir as especificidades das matrizes energéticas no Brasil e no Mundo e suas implicações ambientais.
do bimestre

- Compreender e localizar a infraestrutura energética no mundo: a geopolítica do petróleo, a crise do petróleo


no mundo, o carvão, gás natural, energia nuclear, energia elétrica e fontes alternativas.
Habilidades - Identificar e localizar as matrizes energéticas no Brasil: sua estrutura, evolução e aspectos socioeconômicos.
- Analisar as implicações econômicas, políticas, sociais e ambientais das matrizes energéticas brasileiras.
e
- Reconhecer e compreender a importância das fontes de energia alternativas brasileiras (álcool, biodiesel e outros).
Competências - Identificar e classificar as fontes energéticas.
- Compreender a importância geopolítica das fontes energéticas, em especial, o petróleo.

4° Bimestre
Foco do bimestre Geografia do Rio de Janeiro

Objetivos gerais - Discutir as dinâmicas naturais e a organização social, política e econômica do Estado do Rio de Janeiro.
do bimestre

- Levantar e identificar os aspectos gerais: características históricas, físicas e socioeconômicas do Estado do


Rio de Janeiro.
- Identificar cartograficamente as regiões geoeconômicas do Estado.
Habilidades - Reconhecer as peculiaridades de cada região geoeconômica do Estado do Rio de Janeiro.
- Reconhecer, a partir da observação de imagens e análise de mapas, as características naturais do território
e fluminense – hidrografia, ambientes climato-botânicos, relevo.
Competências - Relacionar, com base na leitura de reportagens e análise de mapas, o processo de ocupação do território
fluminense a problemas ambientais recorrentes no Estado – enchentes, erosão, lixiviação, deslizamentos
- Observar, a partir da leitura de reportagens, o impacto das grandes obras de infra-estrutura nas dinâmicas do
estado – o Comperj, o Arco Metropolitano e outros.

22
Equipe de Elaboração

Prof. Carlos Frederico Moreira Kruger – C.I.E. Miécimo da Silva


Prof. Edimilson Antônio Mota - Colégio Estadual Nilo Peçanha
Profa. Geiza Oliveira De Carvalho - CIEP 369 - Jornalista Sandro Moreyra
Profa. Heloisa Helena Gonçalves - Instituto de Educação Professor Carlos Camacho
Profa. Maria Teresa Silva Telles - Colégio Estadual Círculo Operário

Coordenação da Equipe
Prof. Dr. Linovaldo Lemos (IFF-Campos)
Profa. Dra. Rejane Cristina de Araujo Rodrigues (PUC-Rio e CAP-UERJ)

Agradecimento
Agradecemos a todos os professores que enviaram os seus comentários e contribuíram
significativamente para a discussão e a construção deste documento.

23