P. 1
planejamento de fisica

planejamento de fisica

|Views: 6.702|Likes:
Publicado porrenildesr

More info:

Published by: renildesr on Feb 16, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/22/2013

pdf

text

original

ESTADO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL ANTONIO GRÖHS– ÁGUA BOA – MT

PLANO ANUAL DE FÍSICA-2011

PLANEJAMENTO DE ENSINO

PROFESSORES RESPONSÁVEIS: UBIARA JULIANA DAL SOTO DIRCEU LUIS PICH

ÁGUA BOA, FEVEREIRO DE 2011.

INTRODUÇÃO
O conhecimento da Física deve, necessariamente, começar pela pergunta, pela inquietação, pela existência de problemas, pela curiosidade e pela investigação. Cabe a nós educadores, antes de tudo, ensinar a perguntar, despertando a curiosidade do aluno em relação ao conteúdo proposto. Essa é uma questão fundamental no processo de ensino-aprendizagem. Para que o aluno possa fazer perguntas, são necessárias que o ponto de partida seja situações concretas da vida e do cotidiano do mesmo, como, por exemplo, a origem do Universo e sua evolução, os gastos com a conta de luz, o funcionamento de aparelhos usados no dia-a-dia. As situações de aprendizagem devem permitir, em primeiro lugar, que o aluno explicite suas idéias sobre os assuntos em estudo e, posteriormente, devem apresentar problemas que não sejam resolvidos pelas suas próprias idéias. A percepção de que suas justificativas sobre um fenômeno não explicam todas as questões relativas a este leva o aluno a uma postura de investigação da realidade, permitindo-lhe avaliar suas concepções frente às teorias científicas. OBJETIVOS GERAIS Trabalhar de modo que a Física venha contribuir para a formação de uma cultura científica efetiva, permitindo ao indivíduo a interpretação de fatos, fenômenos e processos naturais, redimensionando sua relação com a natureza em transformação. Possibilitar a formação crítica e investigativa, valorizando desde a abordagem de conteúdos específicos até suas complicações históricas, para que o aluno desenvolva suas próprias potencialidades e habilidades, exercendo seu papel na sociedade, compreendendo as etapas do método científico e estabelecendo um diálogo com temas do cotidiano que se articula com outras áreas do conhecimento. Valorizar a aprendizagem a partir de idéias e fenômenos que façam parte do contexto do aluno, possibilitando analisar o senso comum e fortalecer os conceitos científicos interagindo com sua experiência de vida.

1º ANO
CONTEÚDOS 1-Evolução da Física 2-Finalidade da Física 3-Grandezas Físicas 4-Ramos da Física 5-Sistema Internacional de Unidades 6-Potência de dez 7-Divisões da Mecânica OBJETICOS ESPECÍFICOS - Caracterizar a atividade científica como produção humana, condicionada por fatores externos de caráter cultural, social, econômico e político; - Relacionar aspectos do cotidiano com a Física; - Reconhecer a importância da observação e da experimentação, aliadas à reflexão e ao campo de idéias. - Utilizar as unidades de medidas das grandezas físicas, enfatizando o Sistema Internacional de Unidades. - Efetuar operações com números escritos em notação científica. - Reconhecer a Física como um ramo de estudo muito amplo. - Identificar ponto material e corpo extenso. Reconhecer que repouso e movimento dependem do referencial adotado. - Determinar a trajetória e a posição de um corpo em movimento. - Calcular o deslocamento e o espaço percorrido por um corpo. - Conceituar e calcular velocidade escalar média e velocidade escalar instantânea. e caminho - Determinar experimentalmente a velocidade média de um corpo a partir de medidas de distância e de tempo. - Reconhecer que existem movimentos com velocidade variável. - Caracterizar o movimento uniforme. 10Gráficos Uniforme do Movimento - Analisar e interpretar uma gráfica posição X tempo. - Identificar as variáveis que interferem no tempo de queda de um corpo. - Reconhecer que um corpo em queda livre realiza um movimento uniformemente variado. - Estabelecer relações entre posição e tempo e velocidade e tempo, em movimento de queda dos corpos. movimento

CINEMÁTICA ESCALAR Teorias, seus criadores, sua prática. 2- Pontos material e corpo extenso 3-Repouso, movimento e referencial 4-Trajetória 5-Posição escalar 6-Deslocamento percorrido

7- Velocidade escalar média 8-Velocidade escalar instantânea 9-Movimento Uniforme

11-Aceleração escalar média 12- Acelerações escalar instantânea 13- Tipos de movimento 14-Movimento variado Uniformemente

15-Equação de Torricelli 16-Gráficos do uniformemente variado 17-Queda dos corpos;

CINEMÁTICA VETORIAL 1-Vetor 2-Vetor oposto 3-Componentes retangulares de um vetor 4-Vetor posição 5-Vetor deslocamento 6-Composição de movimento MOVIMENTO CIRCULAR 1-Ângulo horário 2-Velocidade angular media. 3-Velocidade angular instantânea 4-Movimento circular uniforme 5-Freqüência e período 6-Relação entre velocidade escalar e angular 7-Aceleração centrípeta

- Definir grandezas vetoriais e escalares. - Caracterizar vetor como tendo módulo, direção e sentido. - Decompor uma grandeza em suas componentes vetoriais segundo dois eixos. - Identificar vetor posição e vetor deslocamento. - Conceituar e calcular velocidade vetorial média e velocidade vetorial instantânea. - Decompor um movimento componentes horizontal e vertical. - Identificar o ângulo horário. - Determinar a velocidade angular média de um corpo. - Definir períodos e freqüência. - Estabelecer a relação entre velocidade, freqüência, e raio da órbita circular no movimento circular uniforme. - Caracterizar aceleração centrípeta. em seus

- Identificar forças em varias situações reais. - Descrever diferentes efeitos das aplicações de forças. - Determinar a relação entre força, massa e aceleração. - Reconhecer unidade de medida de força. - Determinar a força resultante de duas ou mais forças que agem sobre um corpo. DINÂMICA - Estabelecer as condições de equilíbrio dinâmico de um corpo - Enunciar o princípio da inércia. - Relacionar força, massa e aceleração. - Enunciar o princípio fundamental da dinâmica. - Conhecer e usar Newton como unidades SI de força. - Distinguir entre massa e peso de um corpo

1-Teorias, seus criadores, sua pratica 2-Força 3-Força resultante 4-Equilíbrio 5-Principio da inércia ou 1ª lei de Newton 6-Massa de um corpo 7-Principio fundamental da 2ª lei de Newton 8-Peso de um corpo 9-Medida de uma força 10-Princípio da ação e reação ou 3ª lei de Newton 11-Plano inclinado 12-Força de atrito FORÇA MOVIMENTO CIRCULAR 1- Aceleração centrípeta 2-Força centrípeta 3-Lei de gravitação universal

- Relacionar o efeito produzido com a força que o provoca. - Construir tabelas e gráficos relacionados força e deformação. - Enunciar e aplicar o principio de ação e reação. - Identificar o atrito como responsável pela variação de velocidade de um corpo.

- Caracterizar força centrípeta. - Relacionar a força centrípeta sobre um corpo de massa m com a velocidade de seu movimento e o raio de sua órbita. - Calcular aceleração centrípeta e força centrípeta. - Descrever o movimento dos planetas.

ENERGIA 1-Trabalho de uma força

- Caracterizar trabalho de uma força como medida da energia mecânica transferida entre sistemas.

2º ANO
CONTEÚDOS

Termologia:
1- Termometria.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS - Descrever o conceito de termometria.

- Definir o conceito de calor e temperatura, 2- Expansão térmica dos sólidos e determinando a diferença entre um e outro. líquidos. - Reconhecer e diferenciar as escalas termométricas do Sistema Internacional de 3- Dilatação linear dos sólidos. Medidas. (Escala Celsius, Escala Fahrenheit, Escala Kelvin) 4- Calorimetria. 5- Capacidade térmica e calor específico. 6- Mudanças de estado de agregação. - Descrever e identificar o que é expansão de um sólido ou de um líquido.

- Caracterizar o que é dilatação linear dos 7- Sublimação, fusão e solidificação, sólidos, assim como identificar a constante de proporcionalidade de coeficiente de dilatação vaporização e liquefação. linear dos materiais. 8- Transmissão de calor. (condução, - Resolver exercícios envolvendo dilatação convecção, irradiação) linear dos sólidos 9- Lei dos gases ideais. 10- Termodinâmica. 11- Energia interna. 12- Primeira e segunda termodinâmica. lei - Reconhecer o que é caloria, saber quanto isso equivale e calcular a mesma para diferentes materiais. -Caracterizar capacidade térmica e calor da específico, explicitar exemplos do cotidiano e resolver cálculos envolvendo estas duas grandezas físicas. - Reconhecer a importância dos fenômenos de mudança de estado de agregação. -Caracterizar cada mudança de estado físico, abordar exemplo do cotidiano dos envolvidos e resolver situações problemas em relação a estes fenômenos. -Caracterizar as diferentes transmissão de calor. -Cotidiano e aplicação transmissão de calor. formas de

envolvendo

-Reconhecer a lei geral dos gases, identificando assim as transformações particulares (isotérmica, isobárica, isocórica). -Descrever o que é termodinâmica. - Identificar o que é energia interna de um corpo. -Descrever os processos usados para se obter a primeira e a segunda lei da termodinâmica.

Óptica:
1- Conceito sobre a luz.

-Descrever o que é luz. -Determinar o conceito de óptica geométrica, exemplificando através do cotidiano.

2- Óptica geométrica. 3- Classificação dos meios. 4- Propagação retilínea da luz. 5- Sombra e penumbra. 6- Câmara escura de orifício. 7- Reflexão e refração da luz. 8- Leis da reflexão. 9- Espelhos. 10- Imagens planos. formadas por espelhos -Identificar as leis da reflexão. -Descrever o conceito de espelhos. -Identificar como se da às imagens formadas e por espelhos planos. -Descrever as diferentes classificações dos meios. -Caracterizar o que é e como se da à propagação retilínea da luz. -Estabelecer a diferença entre sombra e penumbra, interagindo estes ao cotidiano e aplicações. -Descrever através do experimento da câmara escura de orifício a evidência da propagação retilínea da luz. -Determinar a diferença entre refração e reflexão da luz.

11- Imagem de um objeto extenso. 12- Espelhos convexo) esféricos. (côncavo

-Descrever como se forma as imagens de um 13- Elementos geométricos de um espelho objeto extenso e sua aplicação no cotidiano. esférico. -Caracterizar a diferença entre os dois tipos 14- Reflexão em espelhos esféricos. de espelhos esféricos (côncavo e convexo). 15- Focos de espelho esférico. -Determinar os elementos de um espelho esférico.

16- Imagem de um espelho côncavo e convexo. -Especificar as diferentes formas de reflexão existentes em espelhos esféricos. 17- Refração da luz. -Identificar e diferenciar o foco de um 18- Leis de refração da luz. espelho côncavo para um convexo. 19- Dispersão e formação de imagens. 20- Lentes. -Caracterizar como se da à refração da luz. 21- Lentes esféricas delgadas. -Calcular o índice de refração da luz. 22- Lentes divergentes e convergentes. -Determinar a lei da refração e resolver exercícios envolvendo o mesmo. -Caracterizar o que é dispersão da luz e como se da à formação de imagens. -Conceitualizar o que é lentes. -Caracterizar os diferentes tipos de lentes, determinado a característica de cada uma. -determinar o que são lentes convergentes e divergentes, dando exemplos do cotidiano em que se é usado. -Resolver exercícios de fixação envolvendo o conteúdo de lentes - Caracterizar como se dá a imagem em um espelho convexo e em um espelho côncavo.

Ondas:
1- Ondas mecânicas. 2-Ondas transversais e longitudinais. 3-Comprimento de onda. 4-Som.

-Definir o que é uma onda mecânica, exemplificando a mesma. Caracterizar o que é uma onda longitudinal e uma onda transversal, colocando a diferença entre uma e outra. -Definir o que é o comprimento de onda e resolver exercícios envolvendo os mesmo. -Determinar o que chamamos de som.

5-Ondas eletromagnéticas. 6-Reflexão e refração de uma onda. 7-Difração de uma onda. 8-Polarização. 9-Ressonância. 10-Efeito Doppler. -Caracterizar o que é difração e como isto acontece em nosso cotidiano. -Caracterizar ondas eletromagnéticas, seu meio de propagação e resolver aplicações. -Determinar como se da a reflexão e a refração nos meios.

-Definir polarização, determinando como ocorre este fenômeno e de que onda isto é 11-Interferência e ondas estacionárias. exclusivo. -Caracterizar o que é ressonância, como funciona e seus efeitos. -Definir o Efeito Doppler. -Caracterizar o que é e como funciona a interferência de uma onda, assim como definir ondas estacionárias. -Resolver atividades envolvendo conteúdos relacionados a ondas. os

Hidrostática
1. Empuxo 2. Estudo da densidade 3. Massa específica e densidade; 4. Pressão; 5. 6. Experiência de Torricelli; Princípio de Stevin; princípio de Arquimedes; 7. Princípio de Pascal; 8. Vasos comunicantes;

- Estudar os fluidos, seus comportamentos e diferenciação; - Verificar o princípio de Archimedes; - Diferenciar densidade; pressão, massa especifica,

30 ANO
CONTEÚDOS ELETROSTÁTICA 1- Conceitos OBJETICOS ESPECÍFICOS - Reconhecer a importância dos fenômenos eletrostáticos no desenvolvimento da eletricidade. 2-Força elétrica 5-Trabalho e potencial elétrico 6-Capacidade de um condutor 7-Capacitores Reconhecer a existência de dois tipos de carga elétrica: positiva e negativa. Enunciar algumas propriedades dos elétrons, prótons e nêutrons. Descrever os processos de eletrização: atrito, contato e indução. Identificar diferenças entre condutores e isolantes, do ponto de vista da estrutura da matéria. Distinguir condutores de isolantes. Distinguir corpos eletrizados de corpos não eletrizados. Aplicar o princípio de conservação e quantização da carga em processo de eletrização. Caracterizar e aplicar a lei de Coulomb para cargas elétricas puntiformes. Definir unidade de carga elétrica. Representar graficamente a lei de Coulomb. Descrever a influência de um corpo carregado eletricamente na região vizinha. Descrever como se detecta a existência de um campo elétrico. Determinar as características de campo elétrico em pontos em torno de uma carga elétrica. Aplicar o conceito de campo elétrico. Determinar o campo elétrico resultante devido a duas ou mais cargas puntiformes. Determinar a direção e o sentido do campo elétrico em pontos em torno de um corpo eletrizado. Avaliar a concentração de cargas sobre uma superfície condutora de formato irregular. Avaliar a distribuição de cargas na superfície de um condutor carregado. Caracterizar o campo elétrico interno, na superfície e externo a um condutor esférico. Calcular o trabalho elétrico para mover uma carga elétrica num campo elétrico conservativo. Definir energia potencial elétrica. Caracterizar potencial elétrico. Definir diferença de potencial elétrico. Caracterizar campo elétrico uniforme. Estabelecer a configuração do campo elétrico entre placas paralelas carregadas. Determinar o potencial de equilíbrio de dois ou mais condutores colocados em contato. Caracterizar energia potencial elétrica de um condutor. Caracterizar capacitor Descrever o armazenamento de energia num capacitor. Determinar o condensador equivalente de uma associação em série, em paralelo ou mista.

3-Campo elétrico

ELETRODINÂMICA 1-Corrente elétrica -

Caracterizar uma associação em série ou em paralelo de condensadores. Interpretar a corrente elétrica como fluxo de elétrons num condutor metálico. Definir intensidade de corrente elétrica. Identificar o ampère como unidade SI de corrente elétrica e relaciona-la com alguns de seus submúltiplos. Identificar efeitos da passagem da corrente elétrica. Indicar aplicações práticas da eletrólise. Caracterizar o efeito Joule da corrente elétrica e dar algumas de suas aplicações. Identificar os elementos de um circuito elétrico. Classificar objetos como condutores e isolantes. Explicar o funcionamento de um fusível. Definir resistência elétrica de um condutor. Enunciar as leis de Ohm. Reconhecer o ohm como unidade SI de resistência. Comparar materiais condutores a partir de uma tabela de resistividade. Identificar resistores não-ômicos. Estabelecer a relação entre a diferença de potencial entre dois pontos do circuito e a intensidade da corrente elétrica nesse trecho. Relacionar a resistência de um condutor com a natureza do material que a constitui, com o seu comprimento e com a área de sua secção. Descrever a utilização prática dos reostatos. Determinar a potência dissipada em um resistor. Descrever a constituição de uma lâmpada de incandescência. Relacionar a potência de aparelhos eletrodomésticos com a diferença de potencial nos seus terminais e com a intensidade da corrente que os atravessa e usar esse conhecimento para calcular consumo de eletricidade. Distinguir os dois tipos de associação: em série em paralelo. Determinar o valor do resistor equivalente de associações: em série, em paralelo e mista. Comparar a luminosidade de lâmpadas associadas em série e em paralelo. Identificar o sentido da corrente elétrica num circuito simples. Reconhecer o amperímetro como aparelho de medida da intensidade de corrente. Reconhecer o voltímetro como aparelho de medida da diferença de potencial. Intercalar corretamente um amperímetro e um voltímetro num circuito. Explicar o funcionamento de um gerador elétrico. Caracterizar energia fornecida por uma fonte de f.e.m.(força eletromotriz). Distinguir gerador real de gerador ideal. Identificar os pólos de uma pilha e o sentido da corrente elétrica. Estabelecer a equação de um gerador. Calcular o rendimento de um gerador.

2-Estudo de resistores

3-Associação de resistores

-

4-Medidores elétricos

-

5-Geradores e receptores

-

6-Circuitos elétricos ELETROMAGNETISMO -

Caracterizar corrente de curto-circuito. Enunciar e aplicar a lei de Ohm-Pouillet. Construir a curva característica de um gerador. Estabelecer a equação de um gerador a partir da curva característica. Explicar o funcionamento de um receptor elétrico. Caracterizar FCEM (força contra-eletromotriz). Observar e descrever aplicações da energia elétrica. Enunciar e aplicar a lei de Omh generalizada. Caracterizar as leis de Kirchhoff. Construir circuitos elétricos. Identificar os elementos de um circuito elétrico e aplicar as leis de Kirchhoff. Descrever as propriedades de um ímã. Identificar os pólos norte e sul magnéticos de um ímã de uma bússola. Conceituar campo magnético. Descrever as interações entre uma bússola e a Terra. Explicar o significado das linhas de força. Determinar a configuração do campo magnético a partir das linhas de força. Identificar a interação entre corrente elétrica e bússola. Caracterizar indução magnética. Descrever a experiência de Oersted. Definir vetor indução magnética. Determinar as características do campo magnético. Determinar as condições em que se induz corrente elétrica em uma espira, utilizando um ímã de barra. Caracterizar e calcular força magnética aplicada a uma carga elétrica que se movimenta num campo magnético uniforme. Identificar as características da força magnética sobre um condutor retilíneo imerso em um campo magnético uniforme. Descrever referenciais inerciais. Descrever a origem da teoria da relatividade e seus componentes. Identificar o que é mecânica quântica e suas propriedades. Determinar o efeito fotoelétrico. Descrever a origem e identificar o átomo de Bohr. Determinar partículas elementares. Bombas nucleares.

Física Moderna

-

ESTRATÉGIAS DE ENSINO
- Realização de aulas expositivas, contextualizando os conteúdos e articulando-os nas diferentes disciplinas do currículo de ensino; - Resolução de exercícios em classe e extraclasse; - Domínio da tecnologia (laboratório de informática, DVD, TV, retroprojetor e data show) para facilitar e estimular o aprendizado dos alunos; - Acolhimento e respeito à diversidade, utilizando-a para enriquecer as aulas; - Administração da classe, inclusive para lidar com imprevistos; - Envolvimento nas questões da escola, desempenhando outras funções além das tradicionais de sala de aula (projetos); - Organização, análise e seleção das informações recebidas diariamente para aplicação nas aulas; - Estímulo ao trabalho cooperativo através de: seminários, estudos dirigidos e pesquisas. - Ensino- aprendizagem que envolva experimentos científicos dentro da sala de aula, visando a interação do aluno com a própria realidade e a compreensão de conceitos físicos através de atividades práticas.

MATERIAIS PARA SEREM UTILIZADOS
- Apostilas específicas para o desenvolvimento de cada conteúdo; - Textos complementares extraídos de obras científicas, periódicos e mídia como material de apoio; - Computador, DVD, TV, retroprojetor, data show; - Como fontes de pesquisas: biblioteca e Internet; - Quadro, giz e cartazes. - Atividades envolvendo experiências científicas.

AVALIAÇÃO
• • • • • • Avaliação será contínua para verificação de aprendizagem e exercício da responsabilidade, através das tarefas realizadas em sala de aulas, tarefas de casa, postura e comportamento, assiduidade e adequação geral às regras da escola; Trabalhos em grupos: seminários e estudos dirigidos; Portfólios ou relatórios; Avaliação escrita. Trabalhos de experimentação. Relatórios de experimentação.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->