Você está na página 1de 7

c cccccccccccccccccccccccccccccccccc PRATICAS ADMINISTRATIVAS

| 
  
 

 

c
c

îc
 
3 dos pri iros tipos d vírus conhcido, o vírus d Boot infcta a
partição d inicialização do sist a oprativo. Assi , l é activado
quando o co putador é ligado  o sist a oprativo é carrgado .

îc| 
|  
c
São códigos são dno inados d Trojans ou cavalos d Tróia
nviados pla Intrnt para u dsco nhcido, s notificar o
utilizador.

Inicial nt, os cavalos d Tróia pr itia qu o icro infctado


pudss rcr co andos trnos, s o conhci nto do usuário
Ests códigos são dno inados d Trojans ou cavalos d Tróia

Inicial nt, os cavalos d Tróia pr it ia qu o co putador

c c c c c c c c c c ccc c

c
c cccccccccccccccccccccccccccccccccc PRATICAS ADMINISTRATIVAS

infctado pudss rcr co andos trno s, s o conhci nto


do utilizador. Dsta for a o invasor podria lr, copiar, apagar 
altrar dados do sist a. Actual nt os cavalos d Tróia procura
rouar dados confidnciais do utilizador, co o snhas ancárias.c

îcÑ  

São progra as ou scripts qu "squstra " navgadors d Intrnt,


principal nt o Intrnt Eplorr. Quando isso ocorr, o Hijackr
altra a página inicial do rowsr  i pd o d udá-la, i
propagandas  pop-ups ou janlas novas, instala arras d
frra ntas no navgador  pod i pdir acsso a dtr inados
sits (co o sits d softwar antivírus, por  plo).

îc‰
 

  stado zu i nu co putador ocorr quando é infctado  stá


controlado por trciros. Pod usá-lo para diss inar, vírus,
kloggrs,  procdi ntos invasivos  gral. Nor al nt sta
situação ocorr plo facto do co putador star co su Firwall ou
Sist a  prativo dsactualizados. Sgundo studos, u
co putador qu stá na intrnt nssas condiçõs t quas 50%
d hipótss d s tornar u co putador zu i, qu dpndndo d
qu o controla, quas s pr co fins cri inosos, co o  plo
rouar dinhiro das contas corrnts.

îc
 

Vírus d Macro são parcidos co outros ví rus  vários aspctos:


são códigos scritos para qu, so crtas condiçõs, st código s
"rproduza", fazndo u a cópia dl s o. Co o outros vírus, ls
pod sr scritos para causar danos, aprsntar u a nsag ou

c c c c c c c c c c c
cc c

c
c cccccccccccccccccccccccccccccccccc PRATICAS ADMINISTRATIVAS

fazr qualqur coisa qu u progra a possa fazr.

îc|  

 s vírus do tipo "o a d t po" são progra ados para s


activar  dtr inados o ntos, dfinidos plo su criador.
3 a vz infctado u dtr inado sist a, o vírus só s tornará
activo  causará algu tipo d dano no dia ou o nto prvia nt
dfinido. Alguns vírus s tornara fa osos, co o o "Sta-Fira 13"
 o "Michl Anglo".

îc  
 

         {  {c c  c c  


c

arangnt possívl, os criadors por vzs, diara d lado o
dsjo d danificar o sist a dos utilizadors infctados  passara
a progra ar os sus vírus d for a qu apnas s rpliqu , s o
ojctivo d causar gravs danos ao sist a. Dsta for a, torna as
suas criaçõs ais conhcidas na Intrnt. Est tipo d vírus passou
a sr cha ada d vr  ou wor . Propaga-s pla intrnt plos -
ails qu stão rgistados no clint d - ail, infctando os
co putadors qu arir aqul - ail, riniciando o ciclo.

 

c c c c c c c c c c c cc c

c
c cccccccccccccccccccccccccccccccccc PRATICAS ADMINISTRATIVAS

îc?|

Considrado o ais prigoso

Chga os agora ao nú ro 1 da lista. Cha a-s Stor Wor  foi


idntificado  2006.   Stor Wor nvia u - ail co o título
(por  plo) ³230 ortos  t pstad na Europa´, daí o no 
Stor Wor .

x 
     
    c

Stor Wor infcta 300 il«

Co putadors  nos d u a s ana! Dpois


d tr sido dtctado pla pri ira vz na s ana
passada, o cha ado ³Stor Wor ´ já afctou plo
nos 300 il co putadors. A ?   rfr
qu sta é a pior praga dsd 2005 dada a rapidz d propagação 
as técnicas d disfarc utilizadas plos cir cri inosos para a difusão
do troiano.

 s rsponsávis plos ataqus utiliza o corrio lctrónico co o


vículo para a difusão do código alicioso , s no início utilizava
títulos alusivos às forts t pstads rgistadas na Europa, agora
rcorr a nsagns dntro d u rgisto ais snti ntal, tais
co o ³Wh I Lov You´ ou ³ ur Lov is Strong´.

c c c c c c c c c c c cc c

c
c cccccccccccccccccccccccccccccccccc PRATICAS ADMINISTRATIVAS

A nsag d - ail do Stor Wor é actualizada, d odo a


corrspondr a notícias  vntos rcnts.   ais rcnt surgiu
aquando dos Jogos  lí picos d Pqui (³Dsastr ata 220
pssoas na China´), incntivando os intrnautas a lr a notícia.

3 Wor (vr ,  português),   


 !, é u progra a

"   !, s lhant a u 
. Enquanto u vírus infcta
u progra a  ncssita dst progra a hospdiro para s
propagar, o Wor é u progra a co plto  não prcisa d outro
para scpropagar. c

#
$
|  %

  cavalo d Tróia da itologia aparntava sr u a prnda,


as na ralidad continha no su intrior soldados grgos qu

c c c c c c c c c c c cc c

c
c cccccccccccccccccccccccccccccccccc PRATICAS ADMINISTRATIVAS

s apodrara da cidad d Tróia. Do s o odo, os 'trojan


horss', odrnos cavalos d Tróia, são progra as d co putador
qu aparnta sr softwar útil, as na ralidad co pro t a
sgurança do utilizador  causa uitos danos. 3 trojan hors
rcnt assu ia a for a d u a nsag qu incluía fichiros
anos  qu ra suposta nt actualizaçõs d sgurança da
Microsoft. Na vrdad, tratava-s d u vírus qu tinha por função
dsactivar dtr inados progra as antivírus  firwalls.

V  &'

((?'

Vr   Português, é u progra a s lhant a u vírus,


nquanto u vírus infcta u progra a  ncssita dst progra a
hospdiro para s propagar, o worn é u progra a co plto  não

c c c c c c c c c c ccc c

c
c cccccccccccccccccccccccccccccccccc PRATICAS ADMINISTRATIVAS

prcisa d outro para s propagar.

|)*+?'

São progra as d co putador qu aprsnta Softwar útil. Entra


s pr co pr issão do utilizador.

?  ' Pr it aos utilizadors co conhci ntos d


progra ação adicion funcionalidads ao Windows Liv Mssgr.

?  '

E prsa qu fornc aos clints u a a pla priência gloal n


sgurança d códigos.

c c c c c c c c c c c cc c