O PROCESSO DE LEITURA E DA PRODUÇÃO DE TEXTOS NO FAZER UNIVERSITÁRIO

O PROCESSO DE LEITURA

O objetivo da leitura gera o domínio de habilidades e fatos isolados através da decodificação mecânica de palavras e da memorização pela repetição. Os objetivos da leitura passam a ser a construção de significados e o aprendizado autoregulado . O processo de leitura é concebido como uma interação entre o leitor, o texto, e o contexto; o leitor passa a ser visto como um sujeito ativo, um bom usuário de estratégias e um aprendiz cognitivo.

1

O que o define não é sua extensão mas o fato de que ele é uma unidade de significação em relação à situação. portanto.” 2 . É o lugar. o centro comum que se faz no processo de interação entre falante e ouvinte. é fundamental ao aperfeiçoamento das demais habilidades e à expansão do conhecimento. PRODUÇÃO DE TEXTO “O texto é uma unidade complexa de significação e pode ter qualquer extensão: pode ser desde uma simples palavra até um conjunto de frases.2003). A aptidão para ler e produzir textos com proficiência é o mais significativo indicador de bom desempenho lingüístico (FIORIN & SAVIOLI.O PROCESSO DE LEITURA A leitura. autor e leitor.

daí a importância de o leitor conhecer as circunstâncias e ambiente que motivaram a seleção e a organização dos signos. uma tese. A leitura deve considerar que um texto pode ser produto de relações com outros textos. A palavra ARGUMENTO tem uma origem curiosa: vem do latim ARGUMENTUM. "iluminar". que tem o tema ARGU . cujo sentido primeiro é "fazer brilhar". opinião ou ponto de vista. 3 . ou da interação de autor-leitor. a mesma raiz de "argênteo". ou emissor/receptor. procurando (por todos os meios) fazer com que nosso ouvinte/leitor aceite-a. A produção e recepção de um texto está condicionada à situação.PRODUÇÃO DE TEXTO Um texto é mais ou menos eficaz dependendo da competência de quem o produz. creia nela. "arguto". TEXTO ARGUMENTATIVO É o texto em que defendemos uma idéia. "argúcia".

é preciso retomar os elementos do contexto. para persuadí-lo mais facilmente. para convencê-lo melhor.ESTRATÉGIAS ARGUMENTATIVAS São todos os recursos (verbais e não-verbais) utilizados para envolver o leitor/ouvinte. 4 . para gerar credibilidade. aqueles que estiveram presentes na situação de sua construção. Assim sendo. para impressionálo. sua compreensão depende da compreensão do contexto. Por isso.etc. CONTEXTO Define-se como informações que acompanham o texto. não basta a leitura do texto.

5 .chave? Sublinhar e esquematizar Sublinhar o essencial: idéias.Leitura: como abordar um texto? Qual o meu objetivo ao ler isso? Qual é o assunto? O que sei sobre isso? Qual a velocidade de leitura necessária? Quais as unidades de pensamento e idéias . palavras conceitoschave. Utilizar-se de marcações e signos para posterior recomposição do assunto (*/ ___/?/!/ //). Sublinhar em média 6 palavras por parágrafo.

Fazer a representação gráfica do que se tem. Feito com chaves ou numeração ou estilo rede e associações de idéias.Sublinhar e esquematizar Esquematizar:( é preciso saber sublinhar): Destacar as idéias centrais do texto. Sublinhar e esquematizar Pressupõe relações entre as partes e fidelidade ao texto original. Organizar uma estrutura lógica Flexibilidade e funcionalida (saber o conteúdo em uma olhada!) 6 .

de um filme. pois o objetivo principal é informar o leitor. seja ela narrativa. Resumir O que é um resumo? Condensação do texto/idéias principais Diferente do esquema na forma de colocar as idéias. Fazer uma esquematização prévia.objetivas acrescentando referências bibliográficas e observações de caráter pessoal. Comunicação expressa em linguagem corrente e reduzida. sem qualquer crítica ou julgamento de valor. Trata-se de um texto informativo. Usar frases breves.RESUMO É um texto que se limita a resumir o conteúdo de um livro. de uma peça de teatro ou de um espetáculo. de um capítulo.descritiva ou dissertativa. 7 .

Ordenar idéias do parágrafo. 5. é a apresentação do conteúdo de uma obra. 4. 2. é um comentário do livro com aprofundamento teórico embasado no seu próprio conhecimento acadêmico. Escrever síntese. tem capacidade de juízo crítico. 3. formar frases com todas as idéias do parágrafo.Resumir Como fazer? 1. Redigir com bom estilo e com as próprias palavras. 8 .é uma descrição minuciosa que compreende certo número de fatos. A resenha tem papel importante na vida científica do acadêmico. Ler e reler o texto. 6. além do conhecimento sobre o assunto. Confrontar síntese com original. RESENHA É uma análise bibliográfica. RESENHA CRÍTICA. Organizar idéias tópicos.

bem como a reflexão a que ela conduz. SÍNTESE PESSOAL A síntese pessoal deve levar a discussão da problemática levantada pelo texto. evidenciando a contribuição do autor. sobre o assunto tratado na obra ou livro.RESENHA A finalidade de uma resenha é informar o leitor de maneira objetiva e cortês. 9 . bem como daqueles elementos relacionados com elas. Trata-se de uma etapa ligada antes da construção lógica de uma redação do que à leitura como tal. A leitura deve possibilitar a progressão no desenvolvimento das idéias do autor.

ESQUEMAS O esquema é a representação gráfica. Treinar para a compreensão e interpretação crítica dos textos. 2000 (Coleção Primeiros Passos. São Paulo: Brasiliense. 19 ed. 2002. de coisas e processos. 10 . São Paulo: Atlas. Cipriano et al. 232 p. Maria Helena. MARTINS. 1998. 8ed. 74). Auxiliar no desenvolvimento do raciocínio lógico. Fornecer instrumentos para o trabalho intelectual. MARCONI. resumida. O que é leitura. Referências Bibliográficas uma proposta LUCKESI. Marina de Andrade. CARACTERÍSTICAS: Favorecer a compreensão global do significado do texto. Fazer universidade: metodológica. 200 p. Metodologia científica: para o curso de direito. São Paulo: Cortez.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful