P. 1
ESTATUTO DO CENTRO ACADÊMICO DE DIREITO DA FACULDADE OMNI

ESTATUTO DO CENTRO ACADÊMICO DE DIREITO DA FACULDADE OMNI

|Views: 210|Likes:

More info:

Published by: Anderson Aguiar Caldeira on Feb 19, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/06/2014

pdf

text

original

ESTATUTO DO CENTRO ACADÊMICO DE DIREITO DA FACULDADE OMNI

Construindo nosso Centro Acadêmico

Estatuto do CAD Faculdade OMNI foi criado afim de fomentar a organização e participação dos estudantes nas questões de interesse coletivo e individual, promovendo a discussão e a formação de idéias e projetos científico-jurídicos.

sediado na Av. associação civil sem fins lucrativos. Participação direta. desde que manifestem interesse. II. da cidade de Itaboraí e regido pelo presente estatuto é o órgão de representação estudantil do curso de graduação em Direito da Faculdade OMNI. doravante designado CAD . Respeitar e cumprir as disposições do presente estatuto.Faculdade OMNI todos os estudantes regularmente matriculados no curso de graduação em Direito. Artigo 3º . de duração indeterminada. regimento e duração Artigo 1º . órgão representativo de base e instância deliberativa do CAD Faculdade OMNI. sede. Votar e ser votado em Assembléia Geral. departamento. Capítulo II Dos membros Artigo 2º .O Centro Acadêmico de Direito da Faculdade OMNI. Capítulo III Dos princípios e finalidades Artigo 5º . III. da Faculdade OMNI e do CAD .Faculdade OMNI: . Criar comissões de qualquer natureza. III. natureza.São deveres dos membros do CAD . Respeitar as decisões das instâncias deliberativas dos estudantes. pela palavra oral ou escrita. Participar das atividades organizadas pelo CAD . órgão sem filiação político-partidária ou religiosa. Artigo 4º .Faculdade OMNI.São princípios e finalidades do CAD .São direitos dos membros do CAD . II.Faculdade OMNI. Preservar o patrimônio público.Faculdade OMNI: I.Capítulo I Da denominação. 22 de Maio nº 5300 Centro. que não firam a hierarquia estabelecida por esse Estatuto.Faculdade OMNI: I. IV. livre e independente de órgãos públicos ou governamentais.Faculdade OMNI. em qualquer comissão.São membros do CAD .

judicial ou extrajudicialmente. sexo. II. nacionalidade. subvenções. Capítulo IV Do Patrimônio Artigo 6o .Faculdade OMNI são: I. VI. VII. VIII. Defender a paridade da participação estudantil nos Órgãos Colegiados em relação aos demais segmentos da Faculdade. religião. Buscar a aproximação entre os corpos discente. V.Faculdade OMNI somente poderá ser realizada mediante a decisão da maioria absoluta dos membros da Diretoria do CAD . Lutar contra todas as formas de opressão e exploração. IV. idade. Artigo 8º . Organizar e incentivar promoções de caráter político. V. Representar seus membros. III. convênio ou atividade realizada pelo CAD Faculdade OMNI.Faculdade OMNI promoverá a manutenção dos princípios e finalidades do CAD .Qualquer alteração do patrimônio do CAD . convicção política ou social. II. no todo ou em parte. As receitas de qualquer promoção. cultural. Quaisquer doações que não interfiram na autonomia administrativa. na Faculdade OMNI e no Brasil.O patrimônio do CAD . sem qualquer distinção de raça.Faculdade OMNI e com a ciência e anuência de. 2/3 do Conselho dos Representantes de Turma.Faculdade OMNI e é constituído por todos os bens de qualquer natureza que o CAD .Os recursos financeiros do CAD . legados. Artigo 7º . contribuições. científico e social que visem o aprimoramento da formação universitária de seus membros e cidadã dos brasileiros. saldos dos exercícios financeiros e quaisquer outras formas não vedadas pela lei. voltado aos interesses da população brasileira. docente e técnicoadministrativo da Faculdade OMNI. IV. .Faculdade OMNI.I. cor. Lutar pelo ensino de qualidade. no mínimo. III. em todos os níveis. financeira e política do CAD .Faculdade OMNI possui e pelos que vier a possuir por meio de aquisições. Os lucros provenientes do emprego de capital ou bens patrimoniais. defendendo os interesses do conjunto destes. Lutar pela implementação de políticas que facilitem a permanência dos estudantes nas universidades. Lutar pela efetiva ocupação das vagas discentes nos órgãos colegiados da Faculdade OMNI. As rendas eventuais. As contribuições espontâneas dos estudantes.

Artigo 11 . que abster-se-ão do direito ao voto. Seção 1 – Das Assembléias Gerais. Artigo 14 . por convidados. Capítulo V Da organização do Centro Acadêmico de Direito Artigo 13 . .A Diretoria do CAD . Artigo 12 . Artigo 15 . 3º. a prestação de contas deve ser afixada em mural na sede do CAD e em site da instituição ou criado e divulgado para este fim.A Assembléia Geral é o órgão máximo de deliberação da entidade.As despesas devem ser aprovadas pela maioria absoluta da Diretoria do CAD .A Assembléia Geral reunir-se-á ordinariamente: I. A Diretoria do Centro Acadêmico de Direito.São instâncias deliberativas do Centro Acadêmico de Direito: 1º. Para posse da nova diretoria eleita. observando-se o disposto no presente estatuto.Faculdade OMNI. Artigo 10 . O Conselho de Representantes de Turma. sendo que. excepcionalmente. A Assembléia Geral.No caso de ausência temporária de diretoria responsável pela gestão do CAD .Faculdade OMNI é obrigada a prestar contas de sua gestão financeira semestralmente à Assembléia Geral e trimestralmente ao Conselho de Representantes de Turma.Faculdade OMNI.Artigo 9º . caberá ao Conselho Representantes de Turma a administração do patrimônio desta. responsável pela sua aprovação. nos termos deste estatuto e compõe-se de todos os membros do Centro Acadêmico de Direito e. as despesas só poderão gerar obrigações futuras que ultrapassem o período da gestão em exercício com aprovação pelo Conselho de Representantes de Turma. 2º. no momento da sua contratação.Após aprovada.

ou em segunda convocação. é órgão de representação exclusiva dos estudantes e será constituído somente pelos representantes de turma. ordinariamente mensalmente. adendos e propostas apresentadas por qualquer um de seus membros. Artigo 16 .Compete à Assembléia Geral: II. reivindicações. Aprovar e reformular o presente estatuto do Centro Acadêmico de Direito. no mínimo. Discutir e votar as teses. eleitos semestralmente pelos estudantes de cada turma. 24 horas de antecedência.A Assembléia Geral deliberará por maioria simples de voto. 30 (trinta) minutos depois com qualquer número.O Conselho de Representantes de Turma é a instância intermediária e deliberativa do Centro Acadêmico de Direito.A convocação para as Assembléias Gerais serão feitas pela diretoria do Centro Acadêmico de Direito. monções. quando convocada por metade mais um do conselho de representantes de turma ou da diretoria do Centro Acadêmico de Direito. recomendações. . sendo obrigatório quorum mínimo de 5% dos estudantes do Curso de Direito para sua instalação. Artigo 20 . através de edital. divulgado com antecedência mínima de 48 horas. Artigo 18 .O conselho de Representantes de Turma reunir-se á. quando convocado pela Diretoria do CA ou metade mais um de seus membros. Em qualquer caso. e extraordinariamente.Do Conselho de Representantes de Turma. Seção 2. Artigo 17 .Parágrafo Único . em caso não previsto neste estatuto. III. discriminando e fundamentado todos os assuntos a serem tratados. Artigo 19 .A Assembléia Geral reunir-se-á extraordinariamente. a convocação será feita com.

aprovadas na Assembléia Geral e na Diretoria. nos limites legais. II. Deliberar. sendo a diretoria do CAD responsável pela eleição. III. Parágrafo Único – É vedado o acúmulo de cargos na direção.Presidente.A Diretoria será constituída pelos seguintes membros I. qualquer de seus membros. V. Primeiro Secretário. podendo convocar.Compete ao Conselho de Representantes de Turma: I. definir os prazos de inscrição de chapas. . eleição e posse. Artigo 21 . Seção 3 – Da Diretoria Artigo 23. IV. Artigo 22 . para esclarecimentos. IV. III. deliberando por maioria simples de seus votos. Vice . V. Eleger a Comissão Eleitoral que organizará as eleições.O Conselho de Representantes de Turma será eleito em todo começo de semestre letivo. II. Discutir e ajudar na implementação das atividades do Centro Acadêmico de Direito. Primeiro Tesoureiro. Apreciar as atividades da Diretoria. Zelar pelo cumprimento do Estatuto e deliberar sobre casos omissos. homologação. Presidente. sobre assuntos de interesse dos estudantes e de cada Sala representada. VI. Segundo Secretário.Parágrafo único – O conselho de Representantes de Turma funcionará com quorum mínimo de metade mais um de seus membros. Segundo Tesoureiro.

Artigo 27 . Assinar juntamente com o tesoureiro. VII. Representar o Centro Acadêmico de Direito junto às entidades representativas de outros setores da comunidade educacional. Desempenhar as demais funções inerentes ao cargo. Artigo 26. Publicar os avisos e convocações de reuniões. c. Dar conhecimento aos estudantes sobre: a. pelo menos uma vez por mês e extraordinariamente.Artigo 24 . Normas estatuárias que regem o Centro Acadêmico de Direito.Compete ao Presidente: I. III. Convocar e presidir as reuniões e assembléias ordinárias e extraordinárias. Substituir o Presidente nos casos de ausência. V. Assinar juntamente com o(s) secretário(s) a correspondência oficial do CAD. divulgar editais e expedir convites. Desempenhar as demais funções inerentes ao cargo. II. IV.Compete ao Primeiro Secretário: I. III. Representar o Centro Acadêmico de Direito na faculdade e fora dela. Reunir-se. Artigo 25. A programação e a aplicação dos recursos do fundo financeiro. . VI. As atividades desenvolvidas pela Diretoria.Cabe à diretoria do CAD: I. ordinariamente. por solicitação da metade mais um de seus membros. Representar o Centro Acadêmico de Direito junto aos órgãos colegiados da faculdade. os documentos referentes ao movimento financeiro. Auxiliar o Presidente no exercício de suas funções. b.Compete ao Vice Presidente: I. impedimento ou vacância do cargo. II. II.

Manter em dia toda a escrituração do movimento financeiro do CAD. da democracia e da construção coletiva do processo eleitoral.Faculdade OMNI são: I. Capítulo VI Das Eleições Artigo 31 . juntamente com o Presidente. Lavrar as atas das reuniões da diretoria e das Assembléias. Auxiliar o Primeiro Tesoureiro em suas atribuições. II. III.Compete ao Segundo Tesoureiro: I. Artigo 28 .Compete ao Primeiro Tesoureiro: I. Ter sobre seu controle direto todos os bens do Centro Acadêmico de Direito. Substituir o Primeiro Secretário em seus impedimentos eventuais e em caso de vacância do cargo.Compete ao Segundo Secretário: I. Assumir a tesouraria nos casos de impedimento do Primeiro Tesoureiro e nos casos de vacância do cargo. os documentos e balancetes. IV.II.Os princípios que regem as eleições do CAD . A transparência e a garantia de liberdade e pluralidade de idéias. Manter em dia os arquivos da entidade. Artigo 29 . Artigo 30 . III. Auxiliar o Primeiro Secretário em suas tarefas. bem como os relativos à movimentação bancária. A supremacia da participação. . II. assegurando um processo legítimo e representativo. Redigir e assinar. a correspondência oficial do CAD. II. Assinar juntamente com o Presidente. II.

III. VI.Artigo 32 . VII. As possibilidades e a forma de apresentação e avaliação de recursos. local e forma para inscrição de chapas.A Comissão Eleitoral (CE) será responsável pela realização de todo o processo eleitoral. As penalidades para infrações às normas eleitorais. em reunião do Conselho de Representantes de Turma. II. Data e local da reunião do Conselho de Representantes de Turma que aprovou o Edital de Eleição. Data. IV. Período em que poderá ser realizada a campanha eleitoral. na qual após julgados as eventuais apelações e encaminhamentos decorrentes destes julgamentos dar-se-á a posse da nova Diretoria. VI. Artigo 33 . II. V. .Depois de estabelecida a CE. fiscalização e apuração das eleições.É condição para ocupar qualquer cargo eletivo do Centro Acadêmico de Direito estar regularmente matriculado no estabelecimento de ensino. Edital de Eleição que deverá conter: I. Artigo 35 . O prazo. compete a esta apresentar para aprovação. Convocação de reunião do Conselho de Representantes de Turma. Os requisitos para a inscrição das chapas. Artigo 36 . A data da realização da eleição e horários de votação. facultativo.Compete ao Conselho de Representantes de Turma aprovar o Regimento e a Comissão Eleitorais. seus números de matrícula e respectivos cursos. horário e local da apuração do resultado das eleições. Assinatura dos componentes da Comissão Eleitoral e o carimbo oficial do CAD Faculdade OMNI. Os procedimentos de votação.As eleições para a Diretoria do CAD . Composição da Comissão Eleitoral e indicação nominal de seus componentes. Parágrafo Único . IV. A composição. V. universal e secreto dos membros do CAD . III. funcionamento e competências da Comissão Eleitoral.Faculdade OMNI serão majoritárias e na forma de "Chapas Completas".Faculdade OMNI. em reunião com antecedência mínima de um mês do final do mandato da gestão em exercício. com voto direto. Artigo 34 . no Curso de Direito. quando houver pleito. VIII. O funcionamento da campanha eleitoral.O Regimento Eleitoral deverá conter normas que obedeçam ao presente Estatuto e regulamentem: I. horário.

Artigo 37 .São eleitores nesse processo todos os membros do CAD . Parágrafo único: Em caso de empate. sendo a comissão eleitoral responsável por encaminhar o novo processo eleitoral.Faculdade OMNI. Artigo 42 . haverá nova eleição. Artigo 39 . . Artigo 38 .Os casos omissos no presente estatuto serão decididos pela Assembléia Geral ou pelo Conselho de Representantes de Turma.A apuração dos votos ocorrerá no dia da realização das eleições. Parágrafo único . maioria absoluta do Conselho de Representantes de Turma e posterior aprovação em Assembléia Geral. Artigo 44 .Será considerada vencedora a chapa que obtiver maior número de votos. revogando-se as disposições em contrário.Neste caso o seu patrimônio será destinado a entidades congêneres. Artigo 40 . definidas de acordo com a última Assembléia Geral.A duração do mandato da diretoria será de 2 (Dois) anos a contar do dia da posse da mesma.O presente Estatuto só poderá ser modificado em Assembléia Geral. especialmente convocada para este fim.Este Estatuto entra em vigor depois de aprovado pelas instâncias estudantis competentes.Faculdade OMNI se dará somente com aprovação pela maioria absoluta da Diretoria do CAD.A extinção do CAD . devendo ser registrado em cartório. Parágrafo único – A mesa de apuração será composta por dois membros de cada chapa concorrente mais a comissão eleitoral. Capítulo VII Das Disposições Gerais e Transitórias Artigo 41 . Parágrafo Único . Artigo 43 .é admitida a reeleição por mais 01 mandato. imediatamente após o encerramento da votação. sendo este último em resolução aprovada por no mínimo quatro quintos da totalidade dos constituídos votantes e presentes.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->