Você está na página 1de 2

RESPIRAÇÃO ESPIRITUAL

Objetivo: A respiração tem muita importância na comunicação com Deus. No Gênesis descreve-se que Javé
fez um corpo de barro e com um sopro lhe infundiu o seu espírito.
Segundo esta imagem, a Vida de Deus entra no ser humano por meio da respiração.
Jesus, depois de sua Ressurreição, soprou sobre os apóstolos e disse:
“Recebam o Espírito Santo” (Jo. 20,22).
Transmitiu o seu Espírito com a expiração.
Isso mostra que a respiração tem algo a ver com a própria vida. Concentrar-se nela é como
concentrar-se naquilo que une a Deus. É como concentrar-se no Espírito Santo que nos vivifica.
Na oração, trata-se de concentrar-nos na respiração e sentir como a vida entra em nós.
Por meio do ar que entra e sai, o Espírito nos vivifica.
A concentração na respiração leva a um recolhimento e a uma paz maiores.
E quando alguém tem mais paz, está mais unido a Deus.

* Começar este exercício repetindo a técnica das sensações corporais.


* Tome consciência da sua respiração; deixe que o seu respirar vá lhe
serenando.
* Tome consciência do ar que entra e que sai das suas narinas. Sinta seu toque;
repare em que parte das
narinas sente o toque do ar quando inspira; e em que parte das narinas quando
expira.
* Tome consciente do calor ou do frio do ar – frio quando entra, calor quando sai
das narinas.
* Não se concentre no ar que entra nos pulmões; somente no ar que entra e sai
das narinas.
* Sinta agora o ar como um oceano, carregado do poder e da presença de Deus.
Você está mergulhado n’Ele; Ele o envolve por todos os lados. Sinta a
atmosfera carregada da presença
amorosa de Deus. Pode-se respirar Deus como se respira o ar.
O ar está cheio da presença de Deus: seu poder, sua graça, sua imensidade...
* Enquanto inspira esteja consciente de que o Espírito de Deus e tudo o que há
de bom no mundo está
entrando em você; encha os pulmões com a divina energia que Ele traz
consigo.
É a energia de Deus que penetra em você, mantendo você vivo.
Respirar é viver. A presença de Deus mantém viva a sua pessoa.
Quando você aspira o ar, exprima seus desejos de encher-se de Deus, de amor,
de intimidade...
Perceba esta sensação à medida que se respira Deus para dentro: paz, alegria,
louvor, adoração...
* Cada vez que você inspira sinta a nova Vida que Deus lhe comunica.
Vai surgindo em você uma energia que transforma a vida.
* Não diga nada, não pense nada... expira... inspira... Tome consciência dessa
presença que vai penetrando
dentro de você. Encha-se dessa presença que vai lhe inundando:
“O Reino de Deus está dentro de vocês”
“Vocês são o templo do Espírito Santo”
“Viremos a ele e faremos nele nossa morada”.

* Enquanto expira, imagine que você está expulsando suas impurezas, seus
medos, sentimentos negativos,
pecados, dúvidas, desordens...
* Lentamente vai se realizando uma autêntica purificação no seu interior:
purificação de suas ocultas e se-
cretas desordens – egoísmo, inveja, sensualidade, gula, ira...
Estas desordens não podem conviver com a presença de Deus, que vai
enchendo todo o seu interior.
* Cada vez que você expira sinta as toxinas do mal e do pecado que se vão.
* Agora, entre numa profunda comunicação com Deus: não o faça de forma
verbal.
Expresse seus sentimentos para com Deus através da respiração; não use
palavras.
É a comunicação não-verbal daquele que sente nascer em si uma energia que
transforma a vida.
* Expresse, em 1º lugar, um grande desejo por Ele: - “Meu Deus, eu anseio por Ti”.
Não use palavras, nem a mente. Use só a respiração (talvez expresse isso com
uma respiração profunda).
* Expresse o desejo de ser purificado, perdoado:- “Meu Deus, cria em mim um ser
novo”.
* Expresse a entrega, a generosidade, o amor, a humildade... por sua maneira de
respirar.
* Expresse uma atitude de louvor, ação de graças, arrependimento, gratidão...