Você está na página 1de 7

Termos de garantia

A METALÚRGICA ALBACETE IND. E COM. LTDA. certifica estar

1 ANO
entregando um produto em perfeitas condições de uso e adequado aos
fins que se destina. Todo e qualquer defeito de fabricação poderá ser
reclamado ao revendedor autorizado, dentro do prazo máximo de um ano
a contar da data da emissão da respectiva nota fiscal de venda, correndo
por conta do adquirente as despesas de transporte até a fábrica, à Rua
Xavantes, 120, Meudon - Teresópolis - RJ.

Fica sem efeito a presente garantia, se o produto sofrer danos


provocados por acidentes, uso indevido, maus tratos, agente da natureza
ou instalação em rede elétrica em desacordo com as instruções do
Gerador de Vapor

MANUAL GERADOR DE VAPOR ELÉTRICO SV E LUXO - COD. 000003


presente manual.

Verifique o estado do seu equipamento no ato do recebimento.


Elétrico
Avarias ocorridas durante o transporte também não são cobertas pela
Garantia Albacete.

OBS.: As informações que acompanham o produto (manual, embalagem,


etiquetas, marcações) e o próprio produto em si estão sujeitos a alterações sem
prévio aviso do fabricante

REVENDEDOR:

CLIENTE:

ENDEREÇO: EST.: N. FISCAL:

CIDADE:
Mod. Luxo
DADOS DO EQUIPAMENTO:

Mod. SV

Metalúrgica Albacete Ind. e Com. Ltda.

Nossos revendedores estão autorizados a prestar assistência técnica. Caso não


seja satisfatório este atendimento, queira comunicar-se com a COMISSÃO DE
ASSISTÊNCIA AO CONSUMIDOR da METALURGICA ALBACETE IND. E COM.
LTDA. pelo telefone (021) 2742-4450.

Manual de Instruções
METALÚRGICA ALBACETE IND. E COM.
Rua Xavantes, 120 - Meudon - Teresópolis - RJ - CEP: 25976-030
PABX: (021) 2643-9002 - FAX: (021) 2643-1787 Para sua segurança e melhor aproveitamento no uso deste produto,
e-mail: info@albacete.com.br - home page: http://www.albacete.com.br
antes de executar a instalação, leia atentamente este Manual de Instruções
Antes de chamar a assistência técnica faça a verificação de:
GERADOR DE VAPOR ELÉTRICO
LUXO - SV
Apresentação
O gerador para Colocar respiro e ou Para que você faça o melhor uso deste produto, leia atentamente este
-Ambiente saturado. melhorar a circulação
de enviar vapor Manual de Instruções. Após a instalação, guarde-o, pois ele é um guia
de ar na sauna.
para esclarecer suas dúvidas. Conserve-o e a respectiva Nota Fiscal
de Compra para futuras consultas.
Por tratar-se de um produto técnico, deverá ser instalado por pessoas
-Bóia desregulada. -Regular a bóia e verificar
qualificadas.
a pressão do registro ou O objetivo deste manual é facilitar a instalação, funcionamento e
torneira, se necessário
Vazamento feche um pouco. conservação do equipamento, se as informações contidas forem
de água insuficientes, a ALBACETE está à disposição para esclarecer qualquer
dúvida.
-Entupimento interno -Tirar a bóia e desentupila.
na bóia de alimentação
Índice
Aparelho -Disjuntor -Colocar um disjuntor Introdução...........................................................................................02
desliga pré-dimensionado dimensionado com a
sozinho especificação
do gerador. Caracteristicas ...................................................................................02
Especificações técnicas..................................................................02;03
Construção da Sauna.........................................................................04
Aparelho não -Tubulação de saída de -Eliminar redução, curvas Instalação Hidráulica...........................................................................05
tem bom vapor mal elaborada, e sinfonagem na saída Instalação Elétrica........................................................................06;07;08
resistência com alguma de vapor ou trocar Acionamento.......................................................................................09
rendimento fase queimada. resistência.
Manutenção........................................................................................10
Acessórios...........................................................................................11
Antes de chamar a assistência técnica...............................................12
Termo de Garantia...............................................................................13
Aparelho não -Reservatório sem -Desentupir a bóia e
liga água. verificar se a torneira
(luz vermelha acende) ou registro não está
fechado.

12 01
Introdução
Acessórios:
A sauna a vapor tem multiplas indicações que beneficiam a estética e,
Essências
principalmente a saúde. Um desses benefícios é a ativação da
circulação sanguínea sem necessidade de qualquer esforço físico.
È ótimo aliado nos tratamentos de celulites e emagracimentos, já que As essências para sauna têm a finalidade de aromatizar
possibilita o aumento da transpiração, eliminando as toxinas e o ambiente da sauna deixando-o ainda mais agradável.
impurezas. A Albacete oferece como item opcional a essência de
Com o objetivo de oferecer a você todos estes benefícios, a Albacete eucalipto que pode ser usada na sauna com pulverizador
criou uma ampla linha de geradores de vapor para diversos tipos de manual .
sauna.com certeza, um deles será ideal para levar um novo bem estar Deve-se inserir a essência dentro do borrifador, e aspira-
ou seu lar. la dentro da sauna na quantidade desejada

Caracteristicas Portas
Os geradores de vapor elétrico mod. Luxo e SV da Albacete são As portas Albacete são fornecidas em dois modelos:
produzidos com gabinete em fibra de vidro e comandado por dois Porta em aço inox e porta em alumínio ambas com
interruptores e dois contactores magnéticos, podendo atingir uma batentes em alumínio ,visor e dimensões de 1.90x0.57.
temperatura de até 60º.As resistências são blindadas, fabricadas com
fio níquel cromo e a vedação com o corpo do gerador é feita com O-ring
de silicone. Ducha circular
A entrada d´água é automática, não permitindo o funcionamento da
sauna na falta d´água . Para maior comodidade a sauna pode funcionar Produzida em latão cromado com
com regulagem automática de temperatura do ambiente, através de um crivo de 8" em ABS. Conexão de
painel com termostato(opcional) que liga e desliga parcialmente as entrada de água de 1".
resistências toda vez que a temperatura regulada mude.
A isntalação permite que a sauna funcione continuamente na sua
potência parcial ou total.

Especificações técnica B
Duchas ABS
alt. saída
potência A B C vapor bitola
Geradores

6Kw/9kw 0.69 m. 0.54 m. 0.27 m. 0.53 m. 1 1/4 Ducha em ABS cromado com braço
SV

12kw 0.69 m. 0.54 m. 0.27 m. 0.53 m. 1 1/2


15kw/18 kw 0.69 m. 0.54 m. 0.27 m. 0.53 m. 2
em latão cromado e canopla de
21kw 0.86 m. 0.61 m. 0.45 m. 0.72 m. 2 A acabamento em ABS preto.
gerador
painel 0.17 m. 0.06 m. 0.14 m. Fornecida em duas versões:
alt. saída
potência A B C vapor bitola
Geradores

6Kw/9kw 0.69 m. 0.54 m. 0.27 m. 0.53 m. 1 1/4


crivo de 8" com braço de ¾
LUXO

12kw 0.69 m. 0.54 m. 0.27 m. 0.53 m. 1 1/2


15kw/18 kw 0.69 m. 0.54 m. 0.27 m. 0.53 m. 2 crivo de 6" com braço de ½
painel 0.17 m. 0.06 m. 0.14 m. C

02 11
Manutenção:
Gerador elétrico de vapor LUXO / SV
Cabine Potência Fase Volts Fio m/m Disj. Amp. Mod.
Para sua total comodidade, todos os geradores de vapor Box Bif. 220 6 2 40
e cabine da Albacete, são equipados com gabinete removível que LUXO
6 a 9m³ 6 Kw Trif. 220 6 3 30
SV
facilita a montagem e desmontagem do equipamento sem remover Trif. 380 6 3 25
as conexões para uma eventual manutenção no local. Bif. 220 10 2 50
9 a 12m³ 9 Kw Trif. 220 10 3 40 LUXO
SV
Trif. 380 6 3 25
Retire os parafusos
Bif. 220 16 2 70
12 a 18m³ 12 Kw Trif. 220 10 3 50
LUXO
SV
Trif. 380 10 3 40
Trif. 220 10 3 50 LUXO
15a 23m³ 15 Kw
Trif. 380 10 3 40 SV
Trif. 220 16 3 60 LUXO
18 a 27m³ 18 Kw
Trif. 380 16 3 50 SV
Trif. 220 25 3 70
21 a 32m³ 21 Kw SV
Trif. 380 16 3 60

Leia atentamente as etiquetas de identificação técnica


3 2 1 - Gabinete
2 - Chave liga/desliga para
acionamento da(s) resistência(s).
3 - Sinalizador verde indica que a
resistência está acionada.
Levante o gabinete
4 - Sinalizador vermelho indica
falta d’água na alimentação do aparelho
4
Sempre que necessário lave o reservatório de água, abrindo 6
1
o registro do dreno e da entrada de água simultaneamente deixando 5
a água circular num período de 3 a 5 minutos. quando utilizar água
não tratada ,poço, rio, etc, este procedimento deverá ser feito sem-
pre que utilizar o aparelho deixando posteriormente o reservatório
Vazio;nestes casos é obrigatório a utilização de filtro de água.
Para manter o gerador sempre com aspecto de novo, faça a 7
limpeza do gabinete com água morna e sabão periodicamente.
Após o uso da sauna desligue todos os sistemas, inclusive o 8
quadro de disjuntores. Feche o registro da água e após um dia de
5 - Saída de Vapor
uso drenos para manter o reservatório da água sempre seco para a
6 - Conector para entrada de força
limpeza do mesmo evitando a corrosão.
7 - Entrada d`água
8 - Dreno

10 03
Construção da Sauna ACIONAMENTO DO GERADOR
Para ativar o equipamento é simples, basta seguir os tópicos abaixo:
-Faça uma revisão geral nas conexões hidráulicas e elétrica, em
10- Inclinação
do teto 5%
seguida abra o registro ou torneira da entrada de água e mantenha- o
3-Quadro do
termostato aberto.
1- Saída de ar
2-Sensor
do termostato - Interruptor 1 -Potência parcial, com produção contínua de vapor.
4-Quadro
- Interruptor 2 - Potência total, com produção contínua de vapor.
com
6-União dijuntores
Com o controle de temperatura manual , a sauna deverá ter um
termômetro instalado no interior do comodô.
5 - Gerador
9-Saída Após atingir a temperatura desejada (40 a 45º) desligue o interruptor 2.
12- Ponto de agua de vapor

7 - Registro
11- Ralo do dreno Controle automático de temperatura (opcional)
Com o controle automático de temperatura, o procedimento será
o mesmo descrito nos tópicos acima, porém após o acionamento dos in-
-Deixar saída do ar ( 1 ) da sauna com Ø mínimo de ¾” . terruptores, você deverá indicar no painel do controle automático a
-A saunadeve ser instaladano lado externodo cômodoo mais próximo temperatura média desejada para o banho de sauna, que será controlada
possívelda parede
automaticamente acionando e desligando o aparelho sempre que
-Deixardois pontosde água,um o mais próximode onde o aparelhofor
instalado,e outrodentroda sauna necessário .
-Tubulação de saída de vapor em cobre ou ferro galvanizado
-Nuncareduziro diâmetroda saídade vaporou colocarmais de 3
cotovelosnas conexõesda sua montagem
Após o uso da sauna desligue todos os sistemas, inclusive o quadro
-O vapor deve ser liberado no cômodo numa altura máxima de 20cm do piso,
- O revestimento interno do cômodo deve possuir isolamento térmico (verniculita) ! de disjuntores.Feche o registro da água e abra o registro do dreno
para manter o reservatório da água sempre seco evitando a
e azulejo de preferência. corrosão.
- Construir assentos e piso com material anti-derrapante.
- Iluminação blindada com interruptor do lado de fora do ambiente.
- Porta em alumínio ou aço inox com isolação térmica, munida de visor sem pos-
suir qualquer tipo de fechadura apenas fecho de pressão.
- A porta deve abrir sempre para o lado de fora.
- Instalar ralo para escoamento de água no piso.
- Instalar um ponto de água no interior no cômodo.
OBS.: Para saunas com vidro panorâmico usar desembaçador
e espessura mínima do vidro deverá ser de 6mm.
Saunas com parede de vidro com saída para piscina colocar
algum material para visualizar o final do vidro para evitar acidentes.

04 09
PAINEL COM CONTROLE AUTOMÁTICO
INSTALAÇÃO HIDRÁULICA
DE TEMPERATURA
ABASTECIMENTO
O abastecimento é mui- QUADRO DE COMANDO
to simples, pode ser efetuado O painel com controle automático COM TERMOSTATO(OPCIONAL)

por uma torneira com rosca na de temperatura foi desenvolvido


Ponta, ou através de um registro, para automatizar seu ambiente de Sauna
PRODUÇÃO CONTÍNUA DE VAPOR

ambos intermediados por sauna, ligando e desligando

TE
TO
uma mangueira flexível, que sempre que a temperatura for
RM
OSTA
SUA SATISFAÇÃO
NOSSO OBJETIVO

tem a finalidade de levar a água atingida. Este quadro é opcional


do ponto de alimentação até a e adquirido separadamente.
conexão de entrada do aparelho. Figura 02
Figura 02
A alimentação pode ser feita com
água da rede pública (rua) ou reserva- A instalação deve ser feita na parte externa da sauna numa altura
tório particular (caixa). proximada de 1,60 m. Antes de fixar o quadro, abra a sua tampa e
retire do seu interior o cabo sensor, e passe-o através da saida
no quadro de comando e o insira no conduite para o interior da
Não utilize água tratada com cloro (de piscina) para abastecer
sauna, o mais longe possível do gerador.
! o gerador, caso venha à utilizar água de poço convém filtrar
antes de abastecer o gerador. O bulbo tem a finalidade de registrar a temperatura no interior da
sauna e assim controlar automaticamente o gerador.
Ele não deverá encostar na parede ficando numa posição perpen-
SAÍDA DE VAPOR dicular a mesma( sem qualquer inclinação), para que o mercúrio
Na saída de vapor do gerador será acoplada a uma tubulação que levará existente no interior do bulbo não seja afetado.
a vaporização até a sauna. esta conexão deverá ser feita de cobre ou
ferro galvanizado,que deverá obedecer o mesmo diâmetro em toda
a sua extensão.
Esta tubulação não deverá ultrapassar o número máximo de 3
3 cotovelos ,sendo que o último deles direcionado para o piso.

Nunca reduza o diâmetro da tubulação de vapor, nunca faça bolsa ou


! sifão na tubulação,nunca instale a tubulaçãocom aclive, sempre com
declivepara a região baixa da sauna

DRENO

É utilizado para fazer a troca de água do reservatório de alimen-


tação esta drenagem é usual, ou seja, deverá ser feita a cada término
do banho de sauna, mantendo este reservatório vazio quando o gerador
não estiver acionado. Entrada de
água
05 08
INSTALAÇÃO ELÉTRICA Aterramento
Antes de iniciar a instalação elétrica consulte a O sistema de aterramento é a maneira mais segura de se evitar choques
tabela de dados técnicos e a etiqueta de identificação, para elétricos. Para tanto, é necessário que seja feito corretamente por
certificação da potência, amperagem e tensão do gerador. pessoas qualificadas.
A instalação deverá ser feita por um profissional qualificado, deve ser
feita independente diretamente do quadro de força, evitando assim Terrra,, providencie.
- Se sua instalação não dispõe de Fio Terrra
sobrecarga de energia, use um disjuntor apropriado para seu - Nunca conecte o Fio Terra do Aquecedor Elétrico diretamente ao
aparelho. Neutro da instalação.
Importante: - O Neutro de sua instalação elétrica não pode ser utilizado como Terra.
Verifique sempre a etiqueta de identificação no gerador para Para utilizá-lo deve ser aterrado e construído conforme as normas da
sua segurança e instalação correta do produto. concessionária e a NBR 5410 “ Instalações Elétricas de Baixa Tensão -
Procedimento” .
380V
220V Um bom sistema de aterramento pode ser obtido através da colocação
Trifásico
Bifásico de uma ou várias hastes metálicas no solo e/ou da utilização das
1
1 ferragens das fundações da construção, de forma a se obter, conforme
2 determinada a NBR 5410, uma impedância máxima de 1 Ohm como
2
3 FIG.01:
Fio Terra
Neutro
Fio Terra - Se houverem emendas, deverão ser eletricamente bem feitas.
- O Fio Terra, ou Condutor de Proteção deverá sempre ser conectado no
Terminal de Aterramento do quadro de distribuição.
220V 110V Em caso de dúvidas, entre em contato com a concessionária de energia
Trifásico Monofásico de sua região. CAIXA DE MEDIÇÃO CAIXA DE
DISTRIBUIÇÃO
1 1 NEUTRO GERAL

2 Neutro FF BARRA DENEUTRO

3 Fio Terra FFNT


Fio Terra BARRA DE TERRA

TERRA CABOS DE EQUALIZAÇÃO


ATERRAMENTO DA
REDE DE ENERGIA ELÉTRICA
EM CAIXA DE INSPEÇÃO

SOLO

PROTEGER CONTRA
CORROSÃO

CABO DE COBRE
EM TUBULAÇÃO
MÍNIMA DE 16MM
FIG.01
07
06

Você também pode gostar