Você está na página 1de 2

7.

AS DUAS TESTEMUNHAS

QUEBRANDO-GELO

INTRODUÇÃO: Hoje podemos ver que as duas testemunhas: o Antigo e o


Novo Testamento são importantes testemunhas quanto à origem e
perpetuidade da lei de Deus e do poder da salvação. Nessa breve alegoria é
retratada a história do grande conflito entre a verdade e a mentira. Ela mostra
que os obstáculos não são capazes de deter a pregação do evangelho e que a
causa da justiça finalmente será vitoriosa.

1. Alguma vez você teve que enfrentar oposição ao pregar o evangelho?


Como você reagiu a essa dificuldade?

RETRATO BÍBLICO
Apocalipse 11: 3 – 13

2. Que disse, às testemunhas, a voz vinda do Céu? Descreva o que


aconteceu com as testemunhas após a morte delas.

3. Considere os fatos:A Lei de Deus foi “pisoteada”, desprezada e modificada


pelos homens até o estado de “morte”. Que lições aprendemos ao pregar o
evangelho e acharmos que não está tendo resultado?

4. Adolescentes: Depois que as testemunhas morreram, os que habitavam


sobre a terra se alegraram. Perecia que o mal havia vencido. Já houve
algum momento que você pensou que não havia saída, mas no final deu
tudo certo? Como foi?

5. Jovens:Por que Deus permitiu que as Testemunhas fossem mortas? Qual


a mensagem que Deus deu ao mencionar que elas ressuscitaram?

AMPLIE SUA VISÃO:Ellen White falando das duas testemunhas disse: “Estas
são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus de toda a
Terra’. (Apo. 11:4). ‘Tua palavra é lâmpada para meus pés, e luz para os meus
caminhos’. (Sal. 119: 105). As duas testemunhas representam as Escrituras do
Velho e Novo Testamento. Os tipos, sacrifícios e profecias do Velho
Testamento apontam para um Salvador por vir. Os evangelhos e as epístolas
do Novo Testamento falam acerca de um Salvador que veio exatamente da
maneira predita pelos tipos e profetas.” (O Grande Conflito p. 264 e 265).
ILUSTRAÇÃO: Dei estudos bíblicos para a filha de uma senhora, que foi
batizada e depois a mãe também aceitou a Jesus Cristo. Três meses após o
batismo, a mãe cometeu suicídio. A notícia me abalou muito. O sermão
fúnebre, feito pelo pastor da denominação anterior daquela senhora, já que
quase toda família era de outra religião foi mais ataque à Igreja Adventista, do
que consolo para os familiares. Eu fiquei desnorteado. À saída do cemitério, a
outra filha da falecida me pediu para ir a casa dela dizer se a mãe dela poderia
ser salva. Foi uma ressurreição da palavra de Deus. Durante mais dois anos
liderei um Pequeno Grupo naquela casa e quase toda família e alguns amigos
foram batizados. Deus transforma as aparentes derrotas em vitórias.

ENQUADRANDO-SE NA FOTO

6. Que implicações para sua vida existem no fato de reconhecer que você não
tem enfrentado os desafios para testemunhar de Jesus? O que você vai
fazer para enfrentar os desafios para que Cristo possa nascer nos
corações?

CONCLUSÃO:Estamos chegando aos últimos dias da história deste mundo e


Deus espera que defendamos a sua palavra contra os diversos tipos de
ataques. Eles tentam “derrubar” a Bíblia, mas a palavra de Deus triunfará. A
necessidade de pregarmos a mensagem da salvação unicamente por Cristo e
a obediência às suas leis, transpondo obstáculos, nos leva a meditarmos se
estamos dispostos a enfrentar os desafios assustadores. Lembre-se: com Deus
a vitória é certa.

Você também pode gostar