Você está na página 1de 13
Conhecida também como calazar, esplenomegalia tropical e febre dundun.
Conhecida também como calazar, esplenomegalia tropical e febre dundun.

Conhecida também como

calazar, esplenomegalia

tropical e febre dundun.

Conhecida também como calazar, esplenomegalia tropical e febre dundun.
Conhecida também como calazar, esplenomegalia tropical e febre dundun.
Conhecida também como calazar, esplenomegalia tropical e febre dundun.
Conhecida também como calazar, esplenomegalia tropical e febre dundun.

Como é transmitida a Leishmaniose Visceral ?

Como é transmitida a Leishmaniose Visceral ? flebótomo Lutzomyia longipalpis
Como é transmitida a Leishmaniose Visceral ? flebótomo Lutzomyia longipalpis
Como é transmitida a Leishmaniose Visceral ? flebótomo Lutzomyia longipalpis
Como é transmitida a Leishmaniose Visceral ? flebótomo Lutzomyia longipalpis
Como é transmitida a Leishmaniose Visceral ? flebótomo Lutzomyia longipalpis

flebótomo Lutzomyia longipalpis

Sinais e Sintomas

Indivíduos humanos apresentam:

febre de longa duração,

fraqueza

emagrecimento

palidez

Fígado e baço podem ter seu tamanho aumentado,

e pode atingir também a medula óssea.

• emagrecimento • palidez Fígado e baço podem ter seu tamanho aumentado, e pode atingir também
• emagrecimento • palidez Fígado e baço podem ter seu tamanho aumentado, e pode atingir também
• emagrecimento • palidez Fígado e baço podem ter seu tamanho aumentado, e pode atingir também
• emagrecimento • palidez Fígado e baço podem ter seu tamanho aumentado, e pode atingir também

Período de Incubação

Muito variável. Dura entre dez dias e dois anos.

Período de Incubação Muito variável. Dura entre dez dias e dois anos.
Período de Incubação Muito variável. Dura entre dez dias e dois anos.
Período de Incubação Muito variável. Dura entre dez dias e dois anos.
Período de Incubação Muito variável. Dura entre dez dias e dois anos.
Período de Incubação Muito variável. Dura entre dez dias e dois anos.

Tratamento

Tratamento
Tratamento
Tratamento

Medidas de Controle e Prevenção

Manter a casa, quinta e arredores limpos e livres de lixo, principalmente orgânico.

Aplicar repelentes nas paredes, muros e quintais e

usar telas finas em portas e janelas.

lixo, principalmente orgânico. Aplicar repelentes nas paredes, muros e quintais e usar telas finas em portas
lixo, principalmente orgânico. Aplicar repelentes nas paredes, muros e quintais e usar telas finas em portas
lixo, principalmente orgânico. Aplicar repelentes nas paredes, muros e quintais e usar telas finas em portas
lixo, principalmente orgânico. Aplicar repelentes nas paredes, muros e quintais e usar telas finas em portas
lixo, principalmente orgânico. Aplicar repelentes nas paredes, muros e quintais e usar telas finas em portas

Modo de Transmissibilidade

Modo de Transmissibilidade

Exames para detecção

Exame de sangue para análise de anticorpos

específicos, punção - com inoculação do material

em cobaias ou

Biópsia dos possíveis órgãos afetados são as

principais formas de confirmar a presença do

patógeno.

– ou • Biópsia dos possíveis órgãos afetados são as principais formas de confirmar a presença
– ou • Biópsia dos possíveis órgãos afetados são as principais formas de confirmar a presença
– ou • Biópsia dos possíveis órgãos afetados são as principais formas de confirmar a presença
– ou • Biópsia dos possíveis órgãos afetados são as principais formas de confirmar a presença
Conhecida também por “úlcera de bauru”, “nariz de tapir” e “ferida brava”.
Conhecida também por “úlcera de bauru”, “nariz de tapir” e “ferida brava”.

Conhecida também

por “úlcera de bauru”, “nariz

de tapir” e “ferida brava”.

Conhecida também por “úlcera de bauru”, “nariz de tapir” e “ferida brava”.
Conhecida também por “úlcera de bauru”, “nariz de tapir” e “ferida brava”.
Conhecida também por “úlcera de bauru”, “nariz de tapir” e “ferida brava”.
Conhecida também por “úlcera de bauru”, “nariz de tapir” e “ferida brava”.
Forma cutâneomucosa , evolução desta primeira, há a presença de feridas no nariz, boca ou

Forma cutâneomucosa, evolução desta primeira, há a

presença de feridas no

nariz, boca ou garganta cujo aumento pode comprometer

essas estruturas

ou garganta cujo aumento pode comprometer essas estruturas Na Forma cutâneodifusa , surgem nódulos em várias

Na Forma cutâneodifusa, surgem nódulos em várias

regiões do corpo,

principalmente nos membros.

As cicatrizes destas ulcerações podem permanecer e, caso o tratamento não seja feito de forma
As cicatrizes destas ulcerações podem permanecer e, caso o tratamento não seja feito de forma

As cicatrizes destas ulcerações podem permanecer e, caso

o tratamento não seja feito de forma correta, após meses ou

anos a doença pode ressurgir.

podem permanecer e, caso o tratamento não seja feito de forma correta, após meses ou anos
podem permanecer e, caso o tratamento não seja feito de forma correta, após meses ou anos
O tratamento é feito não só visando a cura clínica, mas também o impedimento de

O tratamento é feito não só visando a cura clínica, mas também o

impedimento de que a doença evolua para as outras formas mais graves e,

também, para evitar recidivas. Como alopático, pode ser receitado um antimonial pentavalente. Quando o tratamento com este não apresenta

resultados satisfatórios, imunoterapia e imunoprofilaxia podem ser

requeridos.

Medidas de Controle e Prevenção

A utilização de roupas adequadas

Uso de repelente quando estiver em ambiente de mata,

Visitar o médico em casos de feridas,

Destinar adequadamente o lixo, e

Evitar banho de rio ao entardecer

Evitar animais domésticos com feridas características,

Procurar a prefeitura a fim de que o sangue destes seja

recolhido para análise.

com feridas características, • Procurar a prefeitura a fim de que o sangue destes seja recolhido