Estrutura Algébrica

³Matemática é a ciência que exige a prova de tudo o que é verdadeiro´ José
Petrúcio.

Leis de transformações algébricas: 1. Aditiva: y = x+a 2. Multiplicativa: y = k.x / k é uma constante. 3. Recíproca: y = 1/x , x é diferente de 0 Aplicação: Dada a equação P(x)=x3+x2+x+1, determine a sua transformada P(y)= 0 de acordo com cada uma das seguintes leis: a) Y = X+2 b) Y = 3X c) Y = 1/X, X é diferente de zero Solução: a) Y = X + 2 I. Deixamos a equação em função de X, onde X = Y- 2 e substituímos a expressão na equação polinomial P(x)=x3+x2+x+1 II. Ficaremos com (Y ± 2)3+(y ± 2)2+(y ± 2) +1 III. Desenvolvendo ficaremos com Y 3-6Y2+12Y-8+Y2-4Y+4+Y-1=0 IV. Separando os termos em comum teremos a equação transformada Y3-5y2+9Y-5=0. b) Y= 3X

c) X = 1/X, X é diferente de zero

Página

1

Miscelânea de Problemas

1. A relação da transformação para a qual multiplicativa de a) y=-2x b) y=-x c) y=x d) y=2x e) N.D.A 2. Uma função cujas raízes são o quádruplo das raízes de é? a) b) c) d) e) N.D.A 3. Sendo a,b e c raízes da equação a) Ž‘‰ b) Ž‘‰  Ž‘‰ c) Ž‘‰  d) Ž‘‰ e) N.D.A 4. A transformada aditiva de segundo grau. a) b) c) d) e) N.D.A
Respostas:
Ž‘‰ é?

é uma transformada

o valor da expressão

desprovida do termo do

Página

2

Página 3 .

onde A 0 é o coeficiente dominante. Exercício: equação polinomial cujas raízes sejam 1.Coeficiente Dominante É o valor numérico que acompanha a variável de maior expoente ex: 1x3+1x 2+x+1. A forma fatorada de um polinômio é A0(x-a)(x-b)(x-c)=0 . dai teremos: a=1 . Página 4 . Quando o coeficiente dominante é um a equação e chamada de Mônica ou Polinômio Mônico. b=2 e c=3 x3-6x 2+11x-6=0 1(x-1)(x-2)(x-3) = x 3-6x 2+11x-6 2) Resolva a equação x3-6x2+11x-6=0 sabendo que as raízes estão em P. 3) A soma dos 5 termos de uma P.A.G. escreva a P.2 e 3. 1) Escreva a R= como o coeficiente dominante não é exposto A0=1.G de números reais é 484 e a soma dos termos de ordem par é 120.

sabendo que as raízes estão em Página 5 . a de 1° espécie é quando os termos eqüidistantes são iguais em número e sinal ex: 6x 4-35x 3+62x 2-35x+6=0 . sendo de grau impar admite raiz 1.G. E de 2°espécie quando os termos eqüidistantes são simétricos.p da equação X2-PX+Bm=0 teremos : Resolver a equação Resolver a equação P. Exercício: Resolva as seguintes equações recíprocas: 1) 2) 3) 4) 6x6-13x5-6x4+26x3-6x2-13x+6=0 6x4-35x3+62x2-35x+6=0 6x3-19x2+19x-6=0 2x4-4x3+4x-2=0 Prove que + se a + e + b são raízes = m.Equação Recíproca Existem dois tipos de equação recíproca. sendo de grau par admite raiz 1 e -1.

Página 6 .

Qual a relação de transformada para a qual transformada multiplicativa da equação Respostas: é uma . Qual é a equação polinomial cujas raízes são iguais as raízes da equação acrescida de 50%. desprovida de é 7. determinar sua transformada 2. 5. Dada a equação: recíproca. Página 7 . 3. 6.Miscelanea de Problemas: 1. Determinar a relação de transformação mediante a qual uma transformada multiplicativa de . . Determinar a transformada aditiva de termo do segundo grau. Determinar a relação de transformada mediante a qual primitiva da transformada aditiva éa . 4. Obter uma equação cujas raízes sejam os inversos das raízes de .

Página 8 .

b=-5 a=-25. b=2 a=25. b=-8 a=8.q+r com a”0” „ para r=0 divisão exata.q+r Respostas: Página 9 . b=2 a=-10. a) b) c) d) e) f) Ache q e r nas seguintes divisões: a=10. a<b q=0 e r=a. 1. b=25 Nota: a expressão a=b. a•0.Assunto Extra Divisão Euclidiana em Z: Teorema: sejam a e b dois números inteiros onde existe um único par de números inteiros (q.r) tais que : a=b. b>0. b=8 a=-25.

Em lugar da letra F costuma-se usar outros símbolos como a operação est rela(*).*). quadro( ).c(a. onde a b=a.*). (A. (R.T). truco ou treco (T). adição(+) e multiplicação( ).d. chamase operação interna ou operação em A toda função F:AXA A. Ex: c=afb c=a*b ou c=a b Grupóide: E um conjunto não vazio munido de uma operação de adição e de multiplicação. (N.b é um grupóide? Por quê? 3.Álgebra Abstrata E a parte da matemática que estuda as diversas operações que podemos realizar com um conjunto finito. (R. onde a*b=a é um grupoide? Por quê? Página 10 .b) é um grupoide? Por quê? 4. onde a*b=a+b é um grupóide? Por quê? 2. anti ± truco ou anti-treco ( ). onde aTb= m. Diga-me: 1. ). bola(o). Operações Internas ou Operações num Conjunto: Considere um conjunto A não vazio (A0) é o produto cartesiano de AXA=A 2.

a*b=ab     c) <P.ad+b) (1. a) b)             No grupóide <N.12} mostrar que a maximação não é uma operação em A. f) <I. >.4) (-1.T> sendo a operação T em ZXZ definida por (a. Qual dos pares ordenados são grupóides? a) (R. a) b) c) 3.d)= (ac.*>. e) <I.-2)T(4.2)T(3. 2.2.T> a operação T é definida por aTb=a+b+2ab calcule: (-1)T2 (2T1)T3 [(-2)T(-3)]T5 Seja o conjunto A={1.8.3.b)T(c.T).b b) (N.*>.*).*>. 5. Resolver em N a equação 3*(x*x)+2*x=160 sendo a operação * em N definida por a*b=a+b+ab Seja o grupoide <ZXZ.Miscelânea de problemas: 1. d) <P.*> a operação * é definida por a*b=ab 2 calcule: 2*3 3*2 (2*3)*2 No grupóide <Z. a) b) c) 4.3) Página 11 . aTb=a. 6.

Página 12 .

*> um grupoide. para todo a. Associatividade ou (Semi-Grupo): Diz-se que a operação * e associativa se. e somente se: aT(b*c)=(aTb)*(aTc) distributiva à direita. Para todo a e b pertencentes ao conjunto A. Comutatividade:Diz-se que a operação * é comutativa se. e somente se: (a*b)*c=a*(b*c). Seja o conjunto A. munido de duas operaç ões * e T.b pertencentes ao conjunto A . Página 13 . Distributividade: Diz-se que a operação T é distributiva em relação a operação * se.Propriedades de uma Operação Seja <A. e somente se: a*b=b*a.

b) T (c. bd) II) (a. > b) <R. (ad+bc)] Respostas: Página 14 . o). a*b=a b e) (R.. aob=¥a.b c) (R. . b) T (c. o). Quais dos grupoides acima são associativos ou (semi ± grupos) 3.. de a distributividade da segunda em relação à primeira: a) <R. > c) <R*.+. Determinar quais dos grupoides são comutativos: a) (R. d) = (a+c. : > d) <R*. Mostrar que são comutativas as operações T em RXR=R 2 assim definidas: I) (a. T).*). onde a*b=1/2 (a+b) b) (R. . aob=a+b 2 2.*).+. . Nos grupoides seguintes. : > 4. d) = [(ac-bd).Pratica em exercício: 1. aTb=a+b+ab d) (N. .

Página 15 .

Página 16 . diz-se que x pertencente ao conjunto A é o elemento absorvente para a operação * se.Elementos notáveis de um grupoide. e somente se existir o elemento a¶ pertencente ao conjunto A tal que: a*a¶=a¶*a=e. Elemento Neutro: Diz-se que e pertencente ao conjunto A é o elemento neutro para a operação * se.*) um grupoide. e somente se: a*x=x*a=x. Elementos Simplificáveis ou Regulares: Diz-se que um a pertencente ao conjunto A é simplificável (ou regular) para a operação * se. e somente se: a*a=a. Elementos Idempotentes: Diz-se que um elemento pertencente a A é um elemento idempotente para a operação * se. e somente se:a*e=e*a=a. Elementos Simetrizáveis: Diz-se que um elemento a pertencente ao conjunto A é simetrizável para a operação * se. e somente se: a*b=a*c b=a (simplificável a esquerda) e b*a=c*a b=c (simplificável a direita). Seja (A. Elemento Absorvente: Seja a pertencente ao conjunto A e seja x um elemento de A.

*). Página 17 . onde   c) (Z. Determinar o elemento absorvente para a operação * em Q definida por  3.*).*).Pratica em exercício: 1. onde a*b= c) (Q.*). onde 5. Mostrar que a operação * em R definida por a*b = a+b 2 não admite elemento neutro. Determine o elemento neutro para a operação * nos seguintes grupóides: a) (Q. onde a*b=a 2.*).*). Determine os elementos idempotentes para a operação * nos seguintes grupóides: a) (z. onde a*b=a 2+b2+ab d) (R. onde a*b=ab 2 b) (R+. Determine o elemento absorvente para a operação em R definida por a b=ab-(a+b)+2 4. onde b) (R.*).

Página 18 .

Em outras palavras. Página 19 . Existência de elemento neutro: a*e=e*a=a. Seja (A. para todo a pertencente ao conjunto A.b. Associativa: (a*b)*c=a*(b*c) para todo a. Definição de Monoide: Monoide é um conjunto não vazio (A 0) munido de uma operação * que admite as seguintes propriedades: I.b. Definição de Grupoide: Diz-se que um grupoide (A. II.*) onde a operação * é definida por a*b=a. e somente se.b é: a) Um monóide. Associativa: (a*b)*c=a*(b*c) para todo a. monóide é um semi grupo com elemento neutro.) Verifique se o grupoide (R. então o grupo (A.c pertencente ao conjunto A. Existência de elemento neutro: a*e=e*a=a. isto é : a*b=b*a para todo a. para todo a pertencente ao conjunto A. forem verificadas as seguintes propriedades: I.*) será chamado de grupo abeliano( em homenagem a Miels Henrik Abel.c pertencente ao conjunto A.Monoide. III. Todo elemento a pertencente ao conjunto A possui o seu simétrico a¶ pertencente ao conjunto A: a*a¶=a¶*a=e.*) um grupoide. II.b pertencente ao conjunto A. b) Um grupo.*) tem a estrutura de um grupo se. Grupo e Grupo Abeliano. Se a operação * for comutativa.

No grupóide (A.d)=(ac. Determinar o elemento neutro para a operação T. . a operação truco sendo definida por: aTb=a+b -5 é um grupo. ).-3)T(x.*) é um grupo abeliano.b)T(c. ) é Respostas: Página 20 . 4. (Q.b E R e a0} é a operação T em A definida por: (a.b+d+2bd) II.6) E A. Mostrar que são monóides os seguintes grupóides: I.4). Mostrar que o grupóide (R. Mostrar que (R. a operação * em R sendo definida por : a*b= mostrar que (G.T). Determinar o simétrico do elemento (2. II.bc + d) I.y)=(1/2. Seja o conjunto : um grupo abeliano .d)= (a+c. onde (a.T). Mostrar que a operação T Não é comutativa. 2. onde a*b=a+b-1/3ab 3. 5.*).b)/a. o conjunto A={(a.Prática em Exercício: 1. III. IV. Resolver em A a equação (2. (R2.b) (c.

Página 21 .

onde i 2=-1. é um grupo . Página 22 . sendo definida por a b= mostrar > é um grupo.F4(x)= R assim definidas F 1(x)=x.F3.0) é um grupo não abeliano.F3. F4 . sendo ³ ´ a operação de composição de funções.F4. sendo ³ ´ a operação de composição de funções. Seja G o conjunto cujos elementos são as 6 funções: F1. Mostrar que <{1. >. F2(x)= .i.F4} mostrar que <G.-i}. e construir a tábua deste grupo. F5 .F3(x)=e o conjunto G={ F1.F4 : R* x.F2 . >. F3 .F2.F2. que 2.F2.Grupos 1. 3.-1.1} assim definidas: F1 F6 .F3. > é um grupo. 4. mostrar que (G.F6 : R={0.F5. Seja um grupóide <Q +*.e construir a tábua deste grupo. Sejam as funções F1. a operação <Q+*.

Página 23 .

Página 24 .

F3. matriz é a notação em duas linhas da função F.F2. então toda permutação F admite a inversa F dai o conjunto das permutações munido da operação ³ ´ tem a estrutura de um grupo.2.3..lembre ± se.Grupo de Permutação Seja o grupo A={1.. Quantas e quais são as permutações do conjunto A={1. A permutação idêntica de A é : -1 uma permutação de .. sendo F uma função bijetora.3}? E represente as em notação de duas linhas.F5. Pratica em exercícios... construa a tábua da operação ³ ´ com as funções determinadas : F1.... 1.2.F6 Página 25 .F4.n} e a função bijetora A definida por. isto não é uma .

Página 26 .

que admite as seguintes propriedades: Associativa: (a*b)*c=a*(b*c) . ƒ „ … Elemento neutro: a*e=e*a=a.*) tem a estrutura de um grupo abeliano. Página 27 .Grupo de Permutação Anéis Conceito: Anel é um conjunto A não vazio (A0) munido de duas operações * e T. ƒ Simétrica: a*a¶=a¶*a=e Comutativa: a*b=b*a. ƒ „ Em outros temos : o par ordenado (A.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful