P. 1
Sobre a Economia do Dubai

Sobre a Economia do Dubai

4.5

|Views: 4.879|Likes:
Publicado porcpaixaocosta
Estudo de Juvenal Lucas sobre o paraíso Dubai
Estudo de Juvenal Lucas sobre o paraíso Dubai

More info:

Published by: cpaixaocosta on Aug 23, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/12/2013

pdf

text

original

DUBAILÂNDIA O NOVO MUNDO PARA OS PRIVILIGEADOS “O Dubai é para os privilegiados uma mistura exponencial da Disneylândia e de Las Vegas” No texto

que escrevi como preambulo do “power point” que publiquei no dia 1 de Agosto sobre o Dubai, criei um problema com algumas pessoas que o leram, certamente por considerarem a natureza crítica do meu comentário radical e excessiva. Em sua opinião consideravam a extraordinária intervenção do Xeque do Dubai, Rashid Bin Saeed Maktoum, uma demonstração de lucidez económica, criatividade, engenho. Dizia eu: “O Dubai é o paraíso dos arquitectos e ricalhaços e espelho cintilante da orgia capitalista.” Não é somente o petróleo, mas principalmente a sua “Zona Franca”, que atraiu as empresas multinacionais e capitalistas para aquela zona do mundo, ao proporcionar-lhes múltiplas e vantajosas isenções fiscais e comerciais. Só a forma injusta e desproporcionada como o Sistema Capitalista se apropria da mais-valia do trabalho, tornou possível transformar aquele território na incomensurável ofensa que é, aos milhões de seres humanos que morrem de fome e á imensa miséria, que progride de forma acelerada na esmagadora maioria da humanidade. Ora bem!!! A questão central, não é essa! Independentemente de considerar um absurdo histórico, a organização da sociedade humana admitir a possibilidade de uma pessoa se assumir como dona do petróleo, ou de qualquer outro mineral que a Natureza tenha produzido, não podemos deixar de considerar que, os minerais que extraímos da terra e todos os restantes elementos que prodigamente a natureza nos fornece no seu estado natural, tal como o ar que respiramos e a água que bebemos, deveriam ser, como é óbvio, um benefício da humanidade e nunca propriedade privada pessoal e transmissível. Infelizmente, por enquanto (espero eu!!!), graças á existência dessas injustas regras que protegem a propriedade privada no Sistema Capitalista, essa apropriação que considero arbitrária, indevida e profundamente injusta , ainda é encarada pela humanidade em geral, como lógica e natural, sob as mais variadas argumentações, permitindo-se assim, que as receitas provenientes desses bens que a Natureza tão abundantemente proporcionou á humanidade, revertam em beneficio particular e exclusivo de alguns. Assistimos apaticamente a maior parte das vezes, a ver o produto desses privilégios, consumidos em desperdícios tão ostentatórios e obscenos, que por vezes chegam a provocar o riso, tal como por exemplo a do príncipe Alwaleed, um dos 6.000 príncipes sobrinhos do rei da Arábia Saudita, que para abrir o portão do seu palácio basta dizer “Abre-te Sésamo” e para divertimento do seu filho contratou 18 jogadores profissionais de futebol para jogar com ele. Alem de 3 aviões a jacto, guarda 300 carros na sua garagem, entre Rolls-Royces, Lamborghini Diablo, etc. etc. Ou então como aquele xeque do Qatar, que há poucos dias, enviou de avião para Londres, o seu Lamborghini Murciélago LP640, para uma simples mudança de óleo, gastando neste luxuoso capricho 30.000 euros. Estes ridículos exemplos demonstram a que ponto é escandaloso injusto e irracional o Sistema Capitalista no que se refere às relações de produção, permitindo que por um lado se

consumam e delapidem recursos consideráveis e por outro deixe um ser humano morrer à fome, a cada 3.5 segundos. O nº de pobres não pára de crescer, sendo actualmente 307 milhões, segundo o Relatório da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (UNCTAD). Em 2015, calcula-se que esse número atinja os 420 milhões. O número de pessoas pobres que vivem nos países menos desenvolvidos, com menos de 1 dólar por dia, (havendo regiões, principalmente em África, que não ultrapassam os 50 cêntimos de dólar), duplicou nos últimos 30 anos. 815 Milhões, principalmente de mulheres e crianças, são vítimas crónicas da fome ou de grave subnutrição. Quanto ao resto do Mundo que não está contido nestas estatísticas, remeto quem está a ler este texto, para o documento que publiquei neste mesmo Blogue no dia 29 de Fevereiro passado, sob o titulo “ A Sociedade dos dois décimos” de autoria de Werner Schwab, com o sub-titulo “Os senhores do mundo a caminho de uma outra civilização” . A essência desse documento, assente no conceito teoricamente científico que 1/5 da população chega para satisfazer todas as necessidades da humanidade, deixa aos restantes 4/5 aquele - “ah esses vão ter dificuldades!”. Facilmente irão concluir quando chegarem ao fim desta análise sobre o “fenómeno Dubai”, que ele foi concebido e edificado exclusivamente para esses dois décimos considerando que a maior parte dos restantes oito décimos só terá possibilidades de ver a elite desse quinto a divertir-se. Mas como é ……ainda neste Mundo que estamos a viver, ao ajudarmos a denunciar algumas das suas incoerências e barbaridades, estamos talvez a contribuir para diminuir o tempo que falta para a sua transformação e a ajudar pessoas que por desconhecimento ou irreflexão, não tenham discernido quão objectivamente anti-Natureza e injusta é esta realidade. Em abono da opinião das pessoas que discordaram dos termos em que analisei o “Power Point” sobre o Dubai, baseadas exclusivamente no lado quási secreto em que se têm desenvolvido aqueles empreendimentos, tenho de confessar que sob o ponto de vista meramente económico, também o achava positivo. Estava convencido, contrariamente ao que genericamente acontece com os governantes árabes (e não só!), que normalmente levam o dinheiro para a Suíça ou compram castelos na Inglaterra, que aquela obra era resultado exclusivo da aplicação das receitas do petróleo do Dubai pelo xeque Rashid Bin Saeed Maktoun no desenvolvimento do seu país, fundamentalmente para salvaguardar o seu futuro e dos seus súbditos, tendo em vista que o petróleo vai acabar no Dubai daqui a 10 anos, como está previsto. A profunda alteração da minha opinião, deriva do facto de contrariamente ao que pensava até há pouco tempo, o desenvolvimento exponencial do Dubai não é reflexo dessa aplicação justa e perspicaz do dinheiro ganho com o petróleo do Emirato. Antes pelo contrário! De facto somente 5% do rendimento do Dubai provem desse petróleo. O turismo é responsável por 33% e os restantes recursos têm origem na “Zona Franca”. A gestão do xeque do Dubai, totalitária pela natureza dos seus poderes e pela tradição dos costumes locais, permite que ele sozinho tenha o poder de decidir os destinos do território e utilizar esse espaço a seu belo prazer e com total autonomia. O que á partida parecia um hino de louvor á imaginação e criatividade humana mais não é que o aproveitamento sub-reptício do Capitalismo, para transformar aquele paraíso fiscal num

monstruoso e colossal artifício, não só para funcionar como uma central de branqueamento de capitais e permitir as “legais” fugas ao Fisco. Tudo isto torna o fenómeno Dubai não uma forma de gestão inteligente dos dinheiros próprios do xeque, como foi referido, mas uma aliança de ocasião entre o xeque e o Grande Capital Financeiro, para continuar a aumentar constante e escandalosamente os seus rendimentos livres de impostos. O Dubai é igualmente um paraíso para as multinacionais ali sediadas, na medida em que isso facilita aproveitarem-se das astúcias que a sociedade capitalista permite no que respeita á distribuição da riqueza e praticar impunemente a engenharia financeira necessária, para se apoderar globalmente das mais-valias produzidas pelo mundo do trabalho. A multiplicação desenfreada dos seus lucros e o constante aumento do fosso entre ricos e pobres é tendência universal e consequência lógica da Globalização da Economia. É também, por acréscimo, uma bizarra e inacreditável zona de lazer e divertimento para os privilegiados, onde nada nem ninguém paga impostos. Embora seja criada a ilusão de que as classes economicamente mais débeis também ali têm um local de eleição para seu divertimento, fornecerem algumas instalações hoteleiras com preços mais acessíveis, torna-se um autêntico equívoco, pois para terem acesso à maioria esmagadora das luxuosas instalações criadas para uso exclusivo de quem tem muitíssimo dinheiro, terão de pagar (e muito), apenas para ver o interior desses investimentos. Os excessos, a que vulgarmente associamos as desbragadas e exorbitantes excentricidades dos príncipes árabes, têm também entre estes endinheirados as suas orgíacas manifestações como por exemplo: A grande moda actualmente no Dubai é possuir mini-submarinos, que podem ser escolhidos entre os 14 modelos de luxo fabricados no próprio Dubai. Estes “brinquedos” custam entre 8 e 58 milhões de dólares e podem ter um raio de acção até 4.500 milhas. O Dubai é um dos 7 Emiratos Árabes Unidos. No Dubai vive-se para e pelo dinheiro! A sua moeda é o “Dirham” e a sua cotação anda colada ao dólar norte-americano. A valorização do sector imobiliário foi de 400% em 5 anos Os próprios gestores das empresas que aí exercem a sua actividade, queixam-se da falta de lealdade dos trabalhadores, tal como actualmente acontece com os ases do futebol. Uma mudança de patrão, significa muitas vezes enormes aumentos de salário. O ordenado mínimo de um quadro de empresa é 5.000 euros. Os trabalhadores da construção civil recebem o equivalente a 125 Euros. Trabalham de segunda a sábado 8 horas por dia e vivem amontoados em pavilhões. Vivem lá mais de 200 nacionalidades. As rendas de casa sobem 30% ao ano e inflação é na ordem dos 15%. É voz corrente que no Dubai “os europeus enchem os bolsos e se divertem, os indianos e paquistaneses trabalham e os árabes enriquecem”. Não há nenhum projecto, por mais arrojado e dispendioso que seja, que tenha dificuldades no seu financiamento. O mercado é frenético, vendendo-se todos os empreendimentos em 24 h (segundo Célia Reinaldo, agente imobiliária no Dubai) e o exotismo da imaginação não tem

limites, como é o caso de um hotel com a forma de um iPod, chamado iPad, que oferece sofisticados sistemas de refrigeração, consumo de água e energia. Terá a inclinação da Torre de Pisa que é de 6 graus. Muito dourado, muito mármore, muita coisa gritando dinheiro. A própria Arábia Saudita está a construir um projecto imobiliário de 26 bilhões de dólares, designado “A Cidade da Economia do Rei Abdullah.” Não há problemas de segurança, porque segundo consta, o emirato operando sobre a protecção militar ocidental, é politicamente acusado de pagar ao extremista islâmicos e potenciais “terroristas” que possam prejudicar o desenvolvimento daquele território. A piada que corre entre os estrangeiros que vivem e trabalham no Dubai, é que ali, é o lugar mais seguro do mundo, porque uma das construtoras mais activas e dos maiores investidores é a saudita “Bin Laden Group”e por esse motivo a “Al Qaeda” não ousará a atacar o reduto da própria família do célebre Qsama Bin Laden. Na área da construção civil virada para o turismo a dimensão e quantidade de iniciativas e investimentos é de tal ordem, que 30 % das gruas de todo o mundo estão a trabalhar no Dubai. Uma questão central, que tem a ver com as tradições islâmicas, é como uma economia tão próspera, não esbarra com a rigidez do islamismo? A resposta está no tipo de cultura que prolifera entre a população: Pensar com o bolso!!! “As monumentais obras arquitectónicas do Dubai, no Médio Oriente, são o lado mais vistoso de uma experiência económica e cultural que pode indicar uma resposta ao choque entre o Ocidente e o Islão” (Artigo de Veja.com – O Reino Encantado 25/05/2007). “Da nossa cultura, certamente vamos conseguir manter as roupas típicas, a culinária e a música” (Palavras do Xeque do Dubai) ” “O mundo está mudando em relação á maneira de fazer negócios e se queremos fazer parte dessa transformação, temos de ser abertos e tolerantes” (Palavras do tio Mohammed Bin Rashid Al Maktoun, chefe da família reinante no Dubai) A alienação de valores é tal, que a empresa “Dubai Property Real Estate – BetterHomes ”, utiliza a imagem/símbolo clássica de Che Guevara como logótipo da empresa, porque se considera revolucionária, no meio das empresas que ser dedicam ao negócio imobiliário no Dubai. Para se poder fazer uma ideia da dimensão do que se está a passar no Dubai, vou descrever mais abaixo, com algum pormenor, algumas das principais iniciativas na área da construção civil virada para o turismo, que estão a ser levadas a cabo. Ressalvo de que embora as descrições sejam numerosas, não são exaustivas e reflectem apenas uma parte e pequena da realidade. O Dubai era originariamente um porto de mar, com 20.000 habitantes, com alguns “Dhows” a embarcação típica do Oceano Indico, desembarcando ouro e especiarias para serem revendidos para as outras nações do Golfo Pérsico, Índia ou de África. A sua população era principalmente constituída por pescadores e apanhadores de pérolas. A restante população era nómada até 1968, ano em que o Xeque Mohammed Bin Rashid Maktoun pai do actual xeque Mohammed Bin Saeed Maktoun, passou a dar 800 dólares para se sedentarizarem. O governo além de pagar as festas de casamento, dá de presente a cada casal 20.000 dólares e uma bela casa.

O Dubai só em 1980 teve o 1º prédio de mais de 10 andares. Nesta altura já tem 270 Arranha-Céus construídos, 339 em construção e 330 aprovados, alem a maior concentração de Shoppings Centers do mundo, vendendo todas as melhores marcas sem impostos. Ao nível da hotelaria, já tem 26.000 quartos e prevê em 2010 ter 50.000. O navio QUEEN ELISABETH 2, de 71.000 toneladas, foi vendido por 100.000.0000 de dólares a um grupo imobiliário, para ser transformado num hotel flutuante numa das ilhas do Dubai. A água para consumo das populações vem do mar e é dessalinizada por usinas.

AEROPORTO DO DUBAI (JEBEL ALI) – Maior aeroporto do mundo. 60 Portões de entrada. 1.200.000 Passageiros ano. Tamanho equivalente a 50 estádios de futebol. 850 Edifícios em redor com um Free Shop com 5.400 metros quadrados de lojas, onde até se vendem Porshes. Quando os viajantes desembarcam uma profusão de Bancos e Consultadorias prometem ajudar os seus clientes a fazer os seus negócios. Empréstimos a juros são proibidos, mas sempre há uma forma de ultrapassar essa lei divina Com este vídeo, visualiza o texto http://br.youtube.com/watch?v=KcNHVSPxVu8 VIDEOS COMPLEMENTARES http://br.youtube.com/watch?v=IuedCaar0ds&feature=related http://br.youtube.com/watch?v=nUSqvxk_hyM&feature=related A companhia de aviação COMPANHIA AEREA DOS EMIRATOS ARABES, já comprou 60 Airbus e em 2007 já tinha comprado 70, o que eleva para 130 os aviões desta nova companhia. O valor do investimento é na ordem de 50 bilhões de dólares. AL MAHA SPA RESORT - Para recrear a vida do deserto, conviver com a seu silêncio e a vivências dos beduínos, foi criado um luxuoso hotel, para tornar possível reconstituir um safari no coração de África, nas dunas do deserto a 60 quilómetros da cidade. Tem 42 bangalows, uma linda piscina e um spa http://br.youtube.com/watch?v=0JZX9YKEOlA&feature=related http://br.youtube.com/watch?v=gu4OzEI9cy8&feature=related BURJ AL ALAM -. http://www.forumaberto.com/viewtopic.php?f=60&p=1886 http://inciarco.com/foros/showthread.php?t=2467 DUBAI – A VENEZA DO DESERTO – http://www.forumaberto.com/viewtopic.php?f=60&p=1886 Pressione CTRL e clique http://www.slideshare.net/calvinchin/venice-in-dubai BURJ AL ARAB – È um hotel que custou 6 milhares de milhões de dólares, mas o preço não foi factor de avaliação do projecto. É o único hotel de 7 estrelas do mundo, e o único só com suites. A sua construção levou dois anos e foi necessário mandrilar no fundo do oceano pilhas de aço e peças de cimento pré moldadas, para minimizar a força das ondas. Tem a altura de 321 metros, com janelas que vão do chão ao teto.

Foi concebido por 250 designers/estilistas, 9.000 toneladas de aço, 43.000 metros quadrados de vidro, 13.0000 metros quadrados de mármore de Carrara, 12.000 metros quadrados de granitos brasileiros, 32.000 metros quadrados de mosaicos italianos, 1.500 metros quadrados de folhas de ouro de 24 carates. No exterior, tem de cima a baixo duas camadas de fibra de vidro, revestidas de teflon que serve para suavizar a luz solar e filtrar a intensidade da luz no interior. Á noite o tecido “scrim” serve de tela de protecção e proporciona o show de luzes exuberantes, que juntamente com a água e o fogo dos repuxos, fazem a decoração do exterior. O Hall de Entrada, é um terço da área de todo o hotel, com várias colunas de 180 metros de altura. Todas elas são forradas a ouro de 24 quilates, tal como as varandas dos primeiros andares que bordejam o referido átrio. O restaurante “Sky View”está 200 metros acima do nível do mar e o preço mínimo da refeição por pessoa é 250 Euros. Abaixo do nível do mar também tem um restaurante que proporciona uma visão subaquática, com um cenário de uma diversidade própria dos fundos de coral existentes na polinésia. Tem piscina ao ar livre no 78º andar e um mirante no 124º. As diárias variam entre 1.500 dólares e 10.000 dólares. Balsas luxuosas transportam as pessoas. Só os Rolls Royces do hotel podem circular na estrada elevada sobre o oceano, que liga a terra. Helicópteros pousam nos heliportos que estão suspensos na parte superior do edifício. Uma fonte lança jactos de água no átrio cavernoso e repleto de ouro e mármore. Os porteiros dão as boas-vindas com água de rosas, tâmaras e café, enquanto quadros superiores escoltam os clientes até suites de dois andares, servidas por mordomos pessoais, onde discretamente é feito o check-in É a absoluta opulência de um serviço escandalosamente cortês, que deram a este hotel a reputação de 7 estrelas, havendo uma recepção privada em cada andar e uma brigada de mordomos, altamente treinados, ao serviço de cada cliente , 24 horas por dia. Segundo a classificação do “Mobil Travel Guide”, um hotel de 5 estrelas tem sobre um de 4 estrelas, a superioridade do refinamento. Flores frescas nos quartos, banheira e chuveiros separados, serviço de piscina, selecção de jornais, serviço de quartos 24 horas por dia e quadro de pessoal profissionalmente preparado e educado. Está explicado….agora para ver com olhos de ver clique aqui http://www.youtube.com/watch?v=cKOOFQ-OTmM&NR=1 VIDEOS COMPLEMENTARES Clique aqui http://br.youtube.com/watch?v=uF84VaXe2D8 PARA VER A FONTE DO HOTEL DE DIA CLIQUE AQUI http://www.youtube.com/watch?v=Q3Gd7FMUAWg&NR=1 E DE NOITE CLIQUE AQUI http://www.youtube.com/watch?v=D7GeWzzOu5c&feature=related E O ATRIO (Forrado a ouro 24 quilates) CLIQUE AQUI http://www.youtube.com/watch?v=XvgAANqW1yE&feature=related BURJ DUBAI – É o edifício mais alto do mundo. Tem entre 700 e 800 metros de altura e o custo de 21 milhares de milhões de dólares. A dúvida da sua altura final, reside no facto de estar preparado para ser aumentada, se

aparecer algum outro edifício, em alguma outra parte do mundo, que queira bater esse record. Todo o seu interior é decorado por Giorgio Armani que terá o seu hotel nos primeiros 37 andares. Os 800 apartamentos situados entre o 45º andar e o 108º, foram vendidos no espaço de 8 horas, sendo os restantes reservados para suites e escritórios de várias empresas. Do 140º ao 143º um Clube ocupará os 3 níveis Terá ainda mais 9 hotéis, 30.000 residências e 19 torres residenciais. Consome 946.000 de água por dia. 360.000 Lâmpadas de 10 W. Os elevadores serão os mais rápidos do mundo deslocando-se a uma velocidade de 18 metros por segundo. A sua antena pode ser vista a 95 Kms de distância, pois tem o maior topo estrutural, e o maior pináculo. A área total ocupará um espaço de 2.000.000 de metros quadrados. Tem um grande lago, onde se pode velejar. Tem o maior Shopping Center do mundo (Dubai Mall) com uma área de 3,6 milhões de metros quadrados e mais de 1.000 lojas. Tem 6 hectares de parque e 12 hectares em volta. Para ver o site do Burj Dubai clique aqui http://www.burjdubai.com/ Para ver o maior Shopping Center do mundo o Dubai Mall clique aqui http://br.youtube.com/watch?v=4whguZ_Nufg&feature=related Para ver como o edifício foi crescendo clique aqui http://www.youtube.com/watch?v=j3B2KRj844w&NR=1 Para ver como é o aspecto em Janeiro de 2008 clique aqui http://br.youtube.com/watch?v=Kkck7eL-Od4&feature=related CHESS CITY – É um conjunto de edifícios que tem a forma das peças do conhecido jogo. Está previsto que o seu custo final será de 3 biliões de dólares

DUBAI CREEK – (O Córrego) Embora o significado da palavra seja regato ele é um caudaloso curso de água, criado artificialmente e que divide a cidade ao meio permitindo que nele naveguem grandes embarcações. São oferecidos cruzeiros para explorar as vistas do Dubai de ambos os lados. A maioria (com excepção de Bateaux Dubai) é feita em dhows tradicionais e iclui bufê. É um passeio muito interessante, porque você poderá apreciar simultaneamente o Dubai antigo e a novo. Como na nossa Expo98, também lá existe um teleférico de enorme extensão. Para uma viagem virtual clique aqui http://br.youtube.com/watch?v=BEHVJHNcxKI E também aqui http://br.youtube.com/watch?v=Jj4GsaVJo1o DUBAI HEALTH CARE CITY – É um conglomerado de prédios, destinados a tornar-se um centro médico de referência em todo o médio-oriente. Os edifícios só são alugados a grandes investidores na área da saúde. O Centro Médico, dedica-se ao ensino da medicina á investigação, ao tratamento e prevenção da doença. Clicando aqui http://br.youtube.com/watch?v=0OK0n_YbUuc ficará a ter uma ideia mais concreta do que se trata. DUBAILAND - Custo 64 Biliões de dólares e é um espaço de diversão na linha da Disneylandia, só que em tamanho gigante. 55 HOTEIS sendo 35 de 5 estrelas 6 PARQUES TEMÁTICOS, entre os quais o PARQUE JURÁSSICO, com 11 hectares e o custo de 1,1 biliões de dólares terá 109 dinossauros de 40 espécies (O Tiranossauro Rex vai até respirar, mexer os lábios e seguir com olhos famintos os turistas, sobretudo os de roupa vermelha. As PIRAMIDES DO EGIPTO em tamanho natural. A TORRE EIFFEL, mas com mais 20 metros que a original. O Templo TAJ MAHAL, com a mesma riqueza do templo original. Reprodução da mítica BABILÓNIA E OS SEUS JARDINS SUSPENSOS. AUTODROMOS e VÁRIOS ESTÁDIOS DESPORTIVOS, (Está a ser construída outra pista de esqui “indoor”, maior que a já existente no Emirates Mall, para possibilitar sediar aí os “Jogos Olímpicos de Inverno”. AQUÁRIO (THE AMBASSADOR LAGOON) com 42.000.000 milhões de litros de água, 65.000 peixes, 250 espécies de criaturas do mar. PARQUE LEGGO, em 300 metros quadrados mais de 40 equipamentos, baseados nas coloridas peças. CENTRO DE TERAPIA PARA CAVALOS onde a” A GODOLPHIN” Empresa-Estábulo tem um Boeing 747, só para transportar os cavalos. RESSORTS SUBMARINOS E GINÁSIOS SOFISTICADOS. CENTROS ARTISTICOS-CULTURAIS, OUTLET MALL, PLANETÁRIO, SPA. Dentro em pouco não são imagens de maquetas, como Aqui http://www.youtube.com/watch?v=A2mIfegMI2o Ou Aqui http://www.youtube.com/watch?v=FhvladJbGDE&feature=related mas a visão de uma realidade que já está em avançada execução

DUBAI MARINA – A maior marina do mundo com 200 arranha-céus e mais de 1.000 lojas. Lá se situam os maiores edifícios residenciais do mundo, entre os quais o “Oceano Heights” e o que é de facto o maior do mundo exclusivamente de apartamentos, o “The Princess Tower”que tem o maior Shopping Center do mundo o Dubai Mall, com 6 hectares de parque e 12 hectares em volta. A sua área total ocupa um espaço de 3,6 milhões de metros quadrados. Tem 6 hectares de parque e 12 hectares em volta. Terá um grande lago, onde se poderá velejar. Para ter mais elementos sobre o super luxo do “Ocean Heigts” inclusive um vídeo clique aqui http://www.realtyna.com/dubai_real_estate/en_pt/signatureresidences.html?mosmsg=System+error.+Cannot+translate.+Please+try+later. Uma amostra Aqui http://br.youtube.com/watch?v http://br.youtube.com/watch?v=Or9bdR0fshs =Or9bdR0fshs e Aqui http://br.youtube.com/watch?v=tvfpZovsfxo&feature=related DUBAI PROMENADE – Projecto da Empresa NaKheel responsável pela Palm Island e que está a construir ao lado uma outra península artificial que terá no seu extremo um hotel 5 estrelas. Em forma de roda gigante. Não é exagero. Veja Aqui http://br.youtube.com/watch?v=GK21mc3HIoU DUBAI RACE & GOLF CLUB – Onde correm os cavalos mais caros do mundo (Nad-al-xiba) O Dubai tem 13 Campos de Golf e 4 Hipodromos para corridas de cavalos FONTE DO DUBAI – Custo 281 milhões de dólares. É 25% maior do que a “Bellagio” em Las Vegas, anteriormente considerada a maior do mundo. 6.600 Luzes, 50 projectores. Movimenta 83.380 litros de água em cada ciclo Imagens e mais alguns dados Aqui http://www.uaue.co.ao/content/view/975/2/ HYDROPOLIS – Luxuoso hotel subaquático. Construído a 20 metros de profundidade. Custo 500 milhões de dólares. Os hóspedes são levados num pequeno comboio. A estação Terra tem um túnel de conexão com a área principal e é a recepção do hotel. 220 Suites. Paredes de “Plexiglass”e “domos” em forma de bolha, para permitir uma visão paradisíaca do mundo subaquático. Centro de estudos biológicos. Restaurante e cinema Complete a descrição e veja as imagens Aqui http://digitaldrops.com.br/drops/2006/12/hydropolis-um-hotel-de-luxo-debaixod%C2%B4agua.html JUMEIRAT EMIRATES TOWERS – Custo 4 biliões de dólares. Hotel de luxo com torres gémeas de 300 metros de altura. Cada torre tem 50 andares e 400 quartos. Diversas lojas, cabeleireiro, cafés, bares, 10 restaurantes entre os quais o “VU´s” no 50º andar com vista panorâmica. Guichet de câmbio monetário, cofre, especialidades europeias, japonesas libanesas e do sul da Ásia. Piscinas, tanque para crianças, hidromassagem, solário e Centro de Fitness. http://www.youtube.com/watch?v=gW_gc81vLk0&feature=related MERCADOS – Gold Sulk – O maior mercado de ouro do mundo. Vende-se desde lingotes ao preço da prata, a complicados trabalhos de joalharia, por uma pechincha. É também o maior mercado de jóias do mundo. Al Fahidi Street – Milhares de lojas inundadas com as ultimas novidades electrónicas, vídeos, televisões, equipamentos fotográficos, relógios, etc., etc. Tudo ao preço da chuva. Spice souk – Ruelas estreita do mercado das especiarias. Cravo-da-índia, canela, incenso, frutos secos, pimenta, nozes, etc. Etc. Espectáculo de cores inesquecível.

Um interessante vídeo sobre o Gold Sulk Aqui http://br.youtube.com/watch?v=nM-VUcFLcRc E também Aqui - http://br.youtube.com/watch?v=fROGEOYFmF8&feature=related Este vídeo fala do “Spice Souk” e de outros aspectos do Dubai http://www.youtube.com/watch?v=gyPu2Zbqut4&NR=1 MESQUITA DO DUBAI - O luxo destes templos árabes, tal como o dos cristãos, são de certeza uma ofensa ao seu Deus Confira Aqui http://br.youtube.com/watch?v=fzW021XoJRs&feature=related METRO SUBTERRANEO – O mais automatizado do mundo. Não precisa puxar pela imaginação se abrir Aqui : http://br.youtube.com/watch?v=tAiq6SJFT10 E também Aqui http://ueba.com.br/forum/index.php?showtopic=86640 METRO AEREO (JEBEL ALI) - Clique aqui http://www.youtube.com/watch?v=n4tC875AFCg&NR=1 PALM ISLANDS – Palm Jumeirath - Palm Jebel Ali – Palm Deira. São 3 arquipélagos com o formato de palmeiras. Construídas com 100.000.000 de metros cúbicos de areia e pedra, cada uma. Corresponde á criação de uma área de 120 quilómetros quadrados. A sua forma de palmeira fica a dever-se á solução encontrada para fazer circular a água, a fim de esta se renovar automaticamente. Este arquipélago artificial tem em cada ramo da palmeira, vivendas, restaurantes, shoppings hotéis de luxo e grandes residências com cais individuais, para atracar os iates dos seus proprietários. No parque aquático com peixes tropicais podemse divertir na busca do tesouro, para o estão lá colocados cofres, contendo imitações de barras de ouro. Um apartamento de 160 metros quadrados, custa 500.000 dólares. A Palm Jumeirath, foi toda vendida em 3 dias. A mais pequena das palmeiras tem 100 hotéis, 5.000 apartamentos e 4.000 casas. David Beckham e Michael Owen, tem lá casa. VIDEODA PALM JUMEIRATH - Aqui http://netc.com.br/video/SUzsMGwpUmY/dubai-propertypalm-jumeirah-palm-jebel-ali.html HOTEL ATLANTIS – Uma das instalações da Palm Jumeirath - Aqui http://br.youtube.com/watch?v=h_zbLajAnqc&feature=related VIDEO DA PALM JEBEL ALI –Aqui http://netc.com.br/video/m4kR80a92SI/palm-jebel-alipresentation.html PONTE SHEIK MOHAMMED RASHID AL-MAKTOUN – Custo 800 milhões de dólares. Comprimento da ponte 1,6 quilómetros e 205 metros de altura. O arco Leste terá 379,78 metros e o Oeste 609,6 metros.6 Faixas de rodagem em cada sentido e mais duas para um transporte colectivo, semelhante ao metro. Esta é a 6ª via que cruza o rio Dubai (Dubai Creek) que tem 4 pontes. É um espectáculo …..clique Aqui http://www.youtube.com/watch?v=EHufz8AHMro&feature=related Para ver outra ponte muito interessante também clique aqui http://br.youtube.com/watch?v=RDgi79H53Y PORTO DO DUBAI – É actualmente o 3º mais movimentado Veja a imagem do porto e de mais algumas construções do Dubai Aqui http://funhouse.bubble.ro/pt/286/Dubai_Projects/ Pode ter acesso a imagem do porto do Dubai e mais algumas informações importantes Aqui http://www.mercadoarabe.com.br/dubai.html

http://www.realtyna.com/dubai_real_estate/en_pt/signatureresidences.html?mosmsg=System+error.+Cannot+translate.+Please+try+later. (EMIRATES HALL) – É um dos maiores “ressorts de sky indoor” do mundo. Temperatura interior 4 graus negativos (No exterior de dia 40 graus centigrados, á noite 31 graus centigrados). 22.500 Metros quadrados de área. Tem 5 pistas de dificuldade variada. A mais longa tem 400 metros de comprimento e o inicio é a 60 metros de altura. Capacidade para 1.500 pessoas. Todos os dias são produzidas 6.000 toneladas de gelo. Há um teleférico para transporte dos esquiadores. Área de recreio. Snowboard. Ringue de patinagem de tamanho olímpico. Restaurantes. Cafés temáticos. Lojas de venda de material e roupa de inverno

TECNO PARK – Custo 5 biliões de dólares. Metro aéreo de 150 quilómetros de extensão com 50 estações

THE WORLD – Custo 14 bilhões de dólares. Arquipélago de 300 ilhas formando a imagem do mapa do mundo. Cada ilha varia entre 23.000 metros quadrados e 84.000 metros quadrados, com 50 a 100 metros de distância entre cada ilha. A área utilizada será de 9 quilómetros de comprimento por 6 quilómetros de largura. É um espaço circular tendo no perímetro um quebra-mar ovalado. As ilhas custarão em média 25 milhões de dólares. Foram deslocados 326 milhões de metros cúbicos de areia. Acrescentados 1.200 quilómetros de área costeira. A ilha mais barata custa 10 milhões de dólares. Já está tudo vendido práticamente. Rod Stewart comprou a ilha que representa a Inglaterra. Vai ver neste vídeo que é verdade o que acabo de dizer http://br.youtube.com/watch?v=7eUcRjo9Yv4 Video complementar http://www.youtube.com/watch?v=7eUcRjo9Yv4&NR=1 THE WORLD – (THE FASHION ISLAND) – Esta ilha exclusivamente dedicada á moda tem 80 residências de luxo, desenhadas pelo estilista da Channel Karl Lagerfeld. THE UNIVERSE – (ainda em projecto) – Grupo de ilhas artificiais, semelhante á “The World” inspiradas no Cosmos. É um desafio arquitectónico do Grupo NAKEEL. O projecto será realizado entre Palm Jumeira e a Palm Deira, que inclui o Arquipélago “The World”. Tal como este, terá residências luxuosas, complexos turísticos e comerciais. TORRES GIRATÓRIAS – (DYNAMIC TOWERS) - São edifícios criados pelo arquitecto italiano David Fisher. A altura é de 420 metros.Com 80 andares girando independentemente usando a tecnologia de voz. Esta tecnologia pode interpretar instruções dadas, como por exemplo: “Esquerda” “Direita” em inglês, árabe ou italiano ressalvando que qualquer idioma pode ser programado. A área de cada apartamento varia de 124 metros até às luxuosas “villas” com 1.200 metros quadrados por andar. Cada andar tem um espaço adicional para estacionar o automóvel. Produzirá a sua própria energia através de 79 turbinas eólicas, ajustadas entre cada andar e células fotovoltáicas colocadas no topo do edifício. Do 1º piso ao 20º é para arrendamento do espaço para escritórios. Do 21 ao 35º é para um hotel de luxo extravagante. Do 36º ao 70º são para apartamentos. Do 70º ao 80º São reservados a luxuosas “villas” Logo que foi aberto concurso para reserva dos apartamentos residenciais, foram feitas 600 solicitações de aquisição dos apartamentos e 50 para as luxuosas “villas” dos últimos 10 andares ao preço de 30 milhões de dólares cada uma. Os edifícios são totalmente construídos com peças pré-fabricadas. Com este sistema obtêm-se uma economia de 20% na construção. Foram empregues 600 trabalhadores em vez de 2.00 que seriam necessários se fosse uma construção clássica. Cada andar (ou gomo?) levou 7 dias a construir e 3 semanas a montar.

Para ver como vai ser clique aqui http://br.youtube.com/watch?v=RzQazjw4jI&feature=related ZONA FRANCA (JEBEL ALI) – Criada em 1985. Nela estão instaladas empresas de capital 100% estrangeiro. Possibilidade de repatriamento total do Capital, Lucro, e Remuneração. Não é cobrado qualquer imposto sobre rendimentos, empresas, ou pessoas singulares. O centro Financeiro não fica sujeito às leis da jurisdição dos Emiratos Árabes Unidos. As disposições legais locais não se aplicam às empresas a operar nas Zonas Francas. São ainda oferecidas isenções fiscais e financiamentos subsidiados. Em 13 anos atraiu 1.500 empresas multinacionais. THE WORLD - Outra colossal realização é a criação de ilhas artificiais reproduzindo a forma do mapa-múndi. Nesta realização designada por “The World”, cujos preços variam entre 6,2 e 36,7 milhões de dólares, já estavam vendidas na sua maioria há 6 meses. Por exemplo, os actores Angelina Jolie e Brade Pitt, compraram a ilha que representa a Etiópia. Quer comprar uma ilha? Agora já não há nenhuma para venda. Queria uma com paisagem da Selva Africana? Uma com a exuberância de um Jardim Japonês ou ainda uma com um elegante Castelo Francês Medieval? Quer ver como era? Clique neste endereço http://br.youtube.com/watch?v=kTyks-IRFPY&feature=related para completar os seus conhecimentos sobre o sitio que “eventualmente” estaria interessado em comprar. Agora tem de esperar que a empresa que construiu “The World” comece a construir o “The Universe”, que é o projecto em que essa empresa está empenhada agora. VIDEOS COM VISTAS GERAIS DODUBAI Mais alguns audaciosos projectam e obras já realizadas, Clique aqui http://br.youtube.com/watch?v=2pnSv6yLMuE&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=3rWK3hzcKQs&NR=1 Estes são os carros normais no Dubai. Se você levar o seu “Volswagen Golf”, vai fazer papel de pobretanas - http://www.youtube.com/watch?v=xlrOHgLEZyM&NR=1

PARA REMATAR, VEJA AQUI O VIDEO QUE APRESENTA A SITUAÇÃO EM QUE SE ENCONTRAVA O DUBAI, NO PRINCIPIO DO ANO PASSADO OU POUCO MENOS. FUNDAMENTO ESTA DEDUÇÃO, POR ALGUMAS OBRAS CONHECIDAS, QUE SE NESTE VIDEO AINDA ESTÃO A MEIO OU A COMEÇAR, JÁ ESTAREM ACABADAS, COMO SE PODE VERIFICAR NAS ILUSTRAÇÕES DO TEXTO.
http://br.youtube.com/watch?v=W6rOGkuwSao&feature=related http://br.youtube.com/watch?v=XYK_kQZtFIM http://br.youtube.com/watch?v=5TjeyzsUmTs&feature=related http://br.youtube.com/watch?v=vS3tJy4kVjI&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=zl0MbDpLhqk&feature=related

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->