P. 1
Profae 6 Saúde Coletiva

Profae 6 Saúde Coletiva

|Views: 14.525|Likes:
Publicado porLuca Santoro
Profissionalização de Auxiliares de Enfermagem
Cadernos do Aluno

Auxiliares de Enfermagem

SAÚDE COLETIVA

6

Ministério da Saúde
Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde Projeto de Profissionalização dos Trabalhadores da Área de Enfermagem
P A E
Cadernos do Aluno

uxiliares de

Enfermagem

Série F. Comunicação e Educação em Saúde 2a Edição 1a Reimpressão

SAÚDE COLETIVA
Brasília - DF 2003

6

Ó2001. Ministério da Saúde. É permitida
Profissionalização de Auxiliares de Enfermagem
Cadernos do Aluno

Auxiliares de Enfermagem

SAÚDE COLETIVA

6

Ministério da Saúde
Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde Projeto de Profissionalização dos Trabalhadores da Área de Enfermagem
P A E
Cadernos do Aluno

uxiliares de

Enfermagem

Série F. Comunicação e Educação em Saúde 2a Edição 1a Reimpressão

SAÚDE COLETIVA
Brasília - DF 2003

6

Ó2001. Ministério da Saúde. É permitida

More info:

Published by: Luca Santoro on Mar 02, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/22/2013

pdf

text

original

A morbidade refere-se ao comportamento das doenças numa
população exposta ao adoecimento. Seus índices permitem conhecer
que doenças existem habitualmente na área, no período e na população
estudada (prevalência), e quais os novos casos das doenças na mesma
área, período e população (incidência).

Dessa forma, a quantidade de casos de uma doença também per-
mite estimar sua importância para aquela população. Estão relaciona-
dos à morbidade os termos: surto, endemia, epidemia e pandemia.

– Surto é um aumento repentino do número de casos, dentro de
limites muito restritos, como uma série de casos de rubéola em
uma creche, vários indivíduos com conjuntivite em um quartel
ou vários bebês com infecção respiratória em um berçário de
hospital. Também pode ser assim considerado o aumento do
número de casos de uma doença em uma área específica, consi-
derada livre da mesma. Por exemplo, um único caso de poliomie-
lite no Brasil seria suficiente para configurar um surto;

– Endemia é a ocorrência de certo número de casos controlados
em determinada região;

– Epidemia é o aumento do número de casos de determinada doen-
ça, muito acima do esperado e não delimitado a uma região;

– Pandemia, por sua vez, compreende um número de casos de doen-
ça acima do esperado, sem respeitar limites entre países ou conti-
nentes. Os exemplos mais atuais são a Aids e a tuberculose.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->