P. 1
APOSTILA SOBRE BLOCOS DE CONCRETO

APOSTILA SOBRE BLOCOS DE CONCRETO

|Views: 11.078|Likes:
Publicado porrrbrothers

More info:

Published by: rrbrothers on Mar 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/03/2013

pdf

text

original

BLOCOS DE CONCRETO WWW.ATLANMAQ.COM.

BR HS211

MÁQUINA PARA BLOCOS E PAVIMENTAÇÕES

Máquina manual de movimento semi-automático. Indicada para iniciantes de fábrica de blocos. Pode fabricar também ½ bloco, canaletas, blocos para pavimentação, com até 30cm de largura por 40cm de comprimento. Número de funcionários recomendado: 1 operador de máquina; 1 operador para betoneira; 2 ajudantes para o transporte dos paletes com os blocos
Equipamento montado em chassis de Compacta até: Vibração com Impacto: Dimensões: Peso do equipamento: 40mm 50 Libras 10 1,60m H · 0,70m L · 1,00 m C 240 kg

Produção em 8 horas de trabalho:
até 1.500 blocos/dia até 750 1 blocos de 15 = blocos/dia até 750 1 blocos de 20 = blocos/dia pavimentação até 60m²/dia Funcionários necessários: 04 2 blocos de 10 =

É recomendável o uso de Betoneira.

500 blocos/dia 1 bloco de 20 = até 750 blocos/dia pavimentação até 60m²/dia Funcionários necessários: 04 . canaletas.HS 2010 MÁQUINA PARA BLOCOS E PAVIMENTAÇÕES Máquina manual de movimento semi-automático.60m H · 0. blocos para pavimentação. Número de funcionários recomendado: 1 operador de máquina. 2 ajudantes para o transporte dos paletes com os blocos Equipamento montado em chassis de Compacta até: Vibração com Impacto: Dimensões: Peso do equipamento: 40mm 50 Libras 10 1.00 m C 240 kg Produção em 8 horas de trabalho:É recomendável o uso de Betoneira. Indicada para iniciantes de fábrica de blocos.000 blocos/dia 2 blocos de 15 = até 1. Pode fabricar também ½ bloco. com até 30cm de largura por 40cm de comprimento. 3 blocos de 10 = até 2. 1 operador para betoneira.70m L · 1.

Número de funcionários recomendado: 1 operador de máquina. blocos para pavimentação. .05m C Peso do equipamento: 380 kg MÁQUINA INDUSTRIAL PARA BLOCOS E PAVIMENTAÇÃO Produção em 8 horas de trabalho: 3 blocos de 10 = 3. iniciantes ou 1 bloco de 20 = 1.000 blocos/dia profissionais. Indicada para fábrica de blocos.E 321 INDUSTRIAL Equipamento montado em chassis de 50mm Compacta até: 80 Libras Vibração com Impacto: 13 Dimensões: 1.000 blocos/dia Máquina manual de movimento semi2 blocos de 15 = 2. Funcionários necessários: 04 com até 30cm de largura por 40cm de comprimento. canaletas.75m L – 1. 90m²/dia lajotas de laje.60m H – 0.000 blocos/dia automático. Lajotas para pavimentação até Pode fabricar também ½ bloco.

60m H – 0. 2 ajudantes para o transporte dos paletes com os blocos.1 operador para betoneira.05m C Peso do equipamento: 380 kg MÁQUINA INDUSTRIAL PARA BLOCOS E Produção em 8 horas de trabalho: PAVIMENTAÇÃO 3 blocos de 10 = 3. GASOLINA OU DIESEL.75m L – 1.000 blocos/dia . É RECOMENDÁVEL O USO DE BETONEIRA 250L OU 400L E 321 FLEX ÓTIMA PARA TRABALHAR EM LOCAIS QUE NÃO TÊM ENERGIA ELÉTRICA!!! A ÚNICA DO MERCADO QUE VOCÊ PODE ESCOLHER O MOTOR A SER UTILIZADO NO LOCAL: ELÉTRICO. Equipamento montado em chassis de 50mm Compacta até: 80 Libras Vibração com Impacto: 13 Dimensões: 1.

Pode fabricar também ½ bloco.Máquina manual de movimento semiautomático.60m H – 1.000 blocos/dia 2 bloco de 20 = 2. 1 operador para betoneira.05m C Peso do equipamento: 580 kg MÁQUINA INDUSTRIAL PARA BLOCOS E PAVIMENTAÇÃO Máquina manual de movimento semiautomático.000 blocos/dia Lajotas para pavimentação até 90m²/dia Funcionários necessários: 04 É RECOMENDÁVEL O USO DE BETONEIRA 250L OU 400L E 432 INDUSTRIAL Equipamento montado em chassis de 50mm Compacta até: 120 Libras Vibração com Impacto: 13 Dimensões: 1.000 blocos/dia 3 blocos de 15 = 3.00m L – 1.000 blocos/dia . Indicada para fábrica de blocos.000 blocos/dia 1 bloco de 20 = 1. 2 blocos de 15 = 2. com até 30cm de largura por 40cm de comprimento. 2 ajudantes para o transporte dos paletes com os blocos. Número de funcionários recomendado: 1 operador de máquina. blocos para pavimentação. iniciantes ou profissionais. canaletas. Produção em 8 horas de trabalho: 4 blocos de 10 = 4. lajotas de laje.

Pode fabricar também ½ bloco. com até 40 cm de largura.00m L – 1. Equipamento montado em chassis de 50mm Compacta até: 120 Libras Vibração com Impacto: 13 Dimensões: 1. Lajotas para pavimentação até 160m²/dia Funcionários necessários: 06 É RECOMENDÁVEL O USO DE BETONEIRA 250L OU 400L E 432 FLEX ÓTIMA PARA TRABALHAR EM LOCAIS QUE NÃO TÊM ENERGIA ELÉTRICA!!! A ÚNICA DO MERCADO QUE VOCÊ PODE ESCOLHER O MOTOR A SER UTILIZADO NO LOCAL: ELÉTRICO.05m C Peso do equipamento: 580 kg .60m H – 1. 1 ajudante para alimentação da betoneira.Indicada para fábrica de blocos em atividade profissional. canaletas. 1 operador para betoneira. Número de funcionários recomendado: 1 operador de máquina. 1 ajudante para alimentação da máquina. lajotas de laje. blocos para pavimentação. GASOLINA OU DIESEL. 2 ajudantes para o transporte dos paletes com os blocos.

1 operador para betoneira.000. Funcionários necessários: 06 lajotas de laje. canaletas.00 + Despesas de Embarques à consulta Características Técnicas Modelo . com até 40 cm de largura. 160m²/dia Pode fabricar também ½ bloco. Lajotas para pavimentação até Indicada para fábrica de blocos em atividade profissional. 1 ajudante para alimentação da máquina. blocos para pavimentação.000.000 blocos/dia 3 blocos de 15 = 3.000 blocos/dia Máquina manual de movimento semi2 bloco de 20 = 2.00 + Despesas de Embarques à consultar P4 IND/FLEX com 01 molde e 01 motor elétrico e 01 motor diesel Valor Unitário: US$ 12. É RECOMENDÁVEL O USO DE BETONEIRA 250L OU 400L POEDEIRA P 4 EQUIPAMENTOS DESTINADOS À EXPORTAÇÃO P4 IND / EXPORT com 01 molde e 01 motor elétrico Valor Unitário: US$ 10. Número de funcionários recomendado: 1 operador de máquina.MÁQUINA INDUSTRIAL PARA BLOCOS E PAVIMENTAÇÃO Produção em 8 horas de trabalho: 4 blocos de 10 = 4.000 blocos/dia automático. 1 ajudante para alimentação da betoneira. 2 ajudantes para o transporte dos paletes com os blocos.

pois os mesmos são depositados diretamente no piso do pátio de secagem.40 2 Blocos 0.20 x 0.20 x 0.10 x 0.40 3 Blocos 0. somente alterando os seus moldes (formas). Trabalhadas (estimada) H= 1. facilitando e agilizando a alimentação para confecção dos Blocos em menor tempo. Dispensa: o uso dos paletes (tábuas) na retirada dos blocos.7 HP 30 segundos por ciclo 4 Blocos 0.15 x 0. 2 HP / 2 Pólos ou Diesel de 4. a Poedeira P4 da “Atlantica Maq” é a mais versátil que existe.20 x 0.00 x L= 1.20 x 0.800 blocos/dia 3 blocos de 15 = 2.40 960 Ciclos 700m² Área mínima operacional para Fábrica MÁQUINA INDUSTRIAL PARA BLOCOS “P4” Deslocamento: deslizante sobre rodas .900 blocos/dia Pavimentos até 150 mts² Funcionários necessários: 04 MESA VIBRADORA MV6 . Alimentação: forçada por silo alimentador acoplado ao carrinho.30 310 Kgs. ou seja. Pode confeccionar muitos tipos blocos em vários desenhos e dimensões.800 blocos/dia 2 bloco de 20 = 1. É RECOMENDÁVEL O USO DE BETONEIRA 250L OU 400L Produção em 8 horas de trabalho: 4 blocos de 10 = 3.05 x C=1.DimensõesP 4 Peso (aproximado) Motor (recomendado) Ciclo de produção (média) Produção por Ciclo Produção em 08 hs.

SP Brasil TELEFONES: +55 (11) 2041-3283 +55 (11) 2042-5611 FAX: +55 (11) 2026-0399 Skype: atlanm Condições de Pagamento: PARCELADO.São Paulo .3 vem acompanhada de motor monofásico ou trifásico de 1 hp.65 m LARGURA 1. E COM.400 rpm). 2 pólos (3. Vídeo Básico de Operação. meios fios.00 m COMPRIMENTO 3. Rua Bartolomeu Soares nº 65A . DE MÁQUINAS LTDA. Pode ser trabalhada também com mourões. Moldadas em chapas perfiladas. sendo: 25% no ato do Pedido + 25% p/ data de Entrega/Retirada da Fábrica em SP.00 m CAPACIDADE MÁXIMA 6 formas de 6 m PESO 180 kg A mesa vibradora MV 6. e 50% finais divididos em até 6x iguais s/ juros.ALTURA 0. placas. TODAS AS MAQUINAS ACIMA COM GARANTIA DE 24 MESES ATLANTICA MAQ IND. Capacidade de carga até 800 kg por vez. Nossos equipamentos já acompanham: Manuais de Instruções. As mesas vibradoras são montadas em chassis de 1/8 perfiladas em "U" entre molas espirais com vibrador central que proporciona melhor resistência e desempenho na produção. vibrando até 1.Ponte Rasa . obtendo assim maior resistência.200 metros lineares de lage ao dia.** . etc.

ANTI-ABRASÃO. transmite através de suas bases de compactação um impacto de 2100 KGf. MOTOR DE 5 HP's. PRONTO PARA SER REAPROVEITADO E ELIMINADO ASSIM TODO O ENTULHO DE SUA EMPRESA. VIBRO COMPACTADOR Este compactador de tipo placa vibratória é autopropelido e compacta efetivamente o terreno a ser adensado. MANDÍBULAS DE AÇO MANGANÊS. Ideal para vários tipos de solos: Sua performace e fácil manejo proporcionam sua aplicação em .TRITURADOR DE BLOCOS CONSTRUÇÃO ROBUSTA. PERMITE A PASSAGEM LIVRE DE 1 BLOCO 20x20x40 . E O MATERIAL TOTALMENTE TRITURADO . Com uma freqüência de vibração de 6500 rpm. COM SISTEMA DE GRELHA REGULÁVEL PERMITINDO O APROVEITAMENTO TOTAL DO MARTELO.

2 pólos Dupla correia e embreagem Transmissão: centrífuga p/ motor a gasolina Peso com motor: 115 Kg FABRICAÇÃO DE BLOCOS DE CONCRETO Introdução FICHA TÉCNICA Setor da Economia: Secundário Ramo de Atividade: Indústria de Produtos do Cimento Tipo de Negócio: Fabricação de Blocos de Concreto Produtos produzidos: Blocos de Concreto para Alvenaria e Pavimentação . valetas. reparo de pavimentos. garantindo a máxima segurança de operação. O motor está protegido por uma estrutura tubular.100 Kgf 5. etc).diferentes tipos de solos (arenosos. etc. cascalho.) e de trabalho (fundações. Características Técnicas PV 55 Dimensão de base: Freqüência de vibração: Velocidade de trabalho: Força centrífuga: Motor a gasolina: Motor elétrico: 650 mm x 550 mm 6500 rpm 24 m / min 2. Segurança de operação: O sistema de amortecimento de vibração é feito com coxins de borracha e a transmissão com embreagem centrífuga e dupla correia com protetor.0 HP 3 cv .

. pinças.Mistura homogênea. o bloco sobrevive e ganha mercados apenas pelas suas qualidades. O ciclo industrial começa com a dosagem racional da mistura e vai até a cura do produto final. Em 1818 Vicat estabelecia na França as primeiras propriedades do concreto simples. De atividade tipicamente manual de construção civil. O desafio era . aqui ainda não se descobriu o potencial um do outro. o que ainda não ocorreu no Brasil. cubadoras.e ainda é . quais sejam. A PRODUÇÃO.HISTÓRICO.combinar as duas energias responsáveis pela excelência dos blocos pré-moldados de hoje. deixar blocos secar ao tempo pode representar uma perda total da competitividade do produto no mercado. Fechar espaços. No caso de blocos de concreto. pega e resistência a compressão. controladores lógicos programáveis. A qualidade dos produtos é cada vez mais exigida. Carrinhos de mão.Secagem e cura controlada. tais como: dosadoras automáticas. muda o produto. cura. Utilizando recursos naturais precisava defender-se dos predadores. Bresser produziu na Virgínia/USA em 1904. Não demorou a perceber que sua sobrevivência dependia da segurança destes refúgios. aparência e economia. chegou-se a um dos processos industriais mais desenvolvidos no mundo. Necessidade do homem proteger espaços em busca de abrigo. baldes e as intermináveis idas e vindas das padiolas à betoneira são parte do passado. Só assim se consegue resistência. . homogeneidade. O início do século XX abria a corrida para a fabricação de máquinas cada vez melhores. A mescla de cal com pozolana dos romanos deu lugar ao cimento que J. muito mais fáceis de serem encontradas e manuseadas. Em escala industrial. O processo produtivo compõem-se de: . Muda o mercado. A utilização dos ligantes na construção se fez necessária pela necessidade em consolidar peças menores. MERCADO. A tentativa de mecanizar um processo de moldar vários blocos numa mesma forma. paletizadoras. ganhava corpo. moldes térmicos. eis a questão! A arte de construir evoluiu por milhões e milhões de anos. A escalada industrial exige equipamentos sofisticados. dos rigores da natureza e de seus próprios semelhantes. tornando o mercado cada vez mais competitivo. . Os precursores dos blocos de concreto que conhecemos hoje talvez sejam os que J.. era preciso definir suas propriedades. As energias de vibração e compactação da mistura precisam atuar devidamente ajustadas e harmonizadas. etc. No Brasil. e com isso a um grande salto tecnológico. transportadores helicoidais. Com a utilização cada vez maior desta mistura.juntaram-se os agregados areia e pedra. mesmo que manualmente. centrais de comando. sistema de cura a vapor. A este primitivo aglomerante hidráulico que secava com água . Smeaton fez na Inglaterra em 1750. Como um produto pouco conhecido e ainda pouco usado.. Atualmente fabrica-se blocos por processos totalmente mecanizados e automatizados. EQUIPAMENTOS.Prensagem. os países mais desenvolvidos já conseguiram ajustar a cultura tecnológica entre consumidores e fornecedores. São Paulo lidera o ranking tecnológico de utilização de blocos de concreto em alvenarias. remonta à pré-história.

CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO. Não melhora a resistência à compressão. compactos e não apresentar trincas e fraturas ou outros defeitos que possam prejudicar o assentamento. tais como: . para a abertura do empreendimento.Registro na Prefeitura do Município.Registro na Secretária da Receita Federal. É uma peça fora das Normas que ainda sobrevive em mercados pouco exigentes. Para melhor garantia ao atendimento do consumidor. Quanto ao aspecto devem ser homogêneos. Legislação Específica Torna-se necessário tomar algumas providências. compactos e com arestas vivas. blocos devem atender às Normas Técnicas Brasileiras. . .Registro no Sindicato Patronal. Quando vazados. devem ter a superfície suficientemente áspera para garantir uma boa aderência. blocos estruturais podem alcançar de 4 até 16 MPa.Blocos com fundo. comprometem sua resistência. Em relação a resistência à Compressão: Tráfego de veículos comerciais de linha maior ou igual a 35 MPa. A ele se dá e se cobra economia. fraturas ou outros defeitos que possam prejudicar o seu assentamento. É ela que confere ao bloco a capacidade de resistir às cargas: tanto as provenientes do transporte e do assentamento quanto as estruturais. altura. Outras características normalizadas são: a geometria do bloco. sem revestimento. o fundo acrescenta rigidez estrutural à peça. teor de umidade e retração por secagem. É a peça preferida dos fabricantes que ainda não dispõem de equipamentos sofisticados em relação às energias de vibração e compactação. Para se ter uma idéia. É importante observar as dimensões estabelecidas em norma. As diversas características do produto são discriminadas pela ABNT. . espessura das paredes. o desempenho estrutural ou a estética do pavimento. Comprimento. que entra na obra para representar um simples papel no enchimento de vãos. mísulas e dimensões do furo devem atender aos valores mínimos especificados pelas Normas. Tráfego de veículos especiais ou com efeitos acentuados de abrasão maior ou igual a 50 MPa. É uma característica importante para quem assenta. Se destinados a receber revestimento. Quanto ao aspecto. não apresentar trincas. o bloco de concreto não é mais aquele elemento isolado. largura. TIPOS DE BLOCOS. Como se vê. devem ser homogêneos.Registro na Secretária da Fazenda. . OBS. resistência e durabilidade ou o acabamento em aplicações aparentes. Pelo lado de quem fabrica. bem como seus limites de tolerância.5 MPa. Existe alguns tipos de blocos e estes atendem a necessidades distintas. absorção de água.Resistência e compressão. . artesanal. . tais como: . observar ainda a espessura das paredes que compõem os blocos. estética e performance.Blocos de Concreto para Alvenaria. O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar o seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da .Registro na Junta Comercial. pois fora das especificações. até a absorção de água. .Geometria. Características estas que vão deste a resistência e a compressão simples.Blocos de Concreto para Pavimentação. . blocos de vedação devem ter resistência média de 2.

Tudo .28º andar . São muitas as normas para a fabricação e testes deste produto. A fabricação de blocos é normalizada segundo a ABNT.empresa (com relação a localização).ipt. Grandes Negócios . Além disso. Para maiores informações consultar a ABNT Entidades CREA/ES – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do ES Av.Google .São Paulo – (SP) 05508-901 Tel.atlanmaq. Caso tenha arquivos que contribuam com a empregabilidade ou rentabilidade.e também o Alvará de Funcionamento. (21) 210 3122 IPT .Estado de Minas . 700.Tudo (Folha de S.Empreendedor .Paulo) . +55 (11) 6141 3283 / 6142 5611 Fax: +55 (11) 6146 5047 Website: http://www.1990).com.Associação Brasileira de Normas Técnicas – Regional Leste RJ/ES/BA Av.br/ Site IPT http://www.Bento Ferreira . (27) 334 9900 ABNT.br/ BIBLIOGRAFIA .org.Negócios (O Estado de S. de Máquinas Ltda.Wikipédia Ministério do Trabalho e Desenvolvimento Esse arquivo foi gentilmente enviado por usuários do Emprega Brasil. 65A – Ponte Rasa – São Paulo – (SP) Cep: 03894-000 Tel.078 DE 11.Rio de Janeiro – (RJ) 20003-900 Tel.org. Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira .Pequenas Empresas. 55 (11) 3767 4002 / 3767 4126 / 3767 4456 / 3767 4744 Fornecedores de Equipamentos: Atlantica Maq Ind. Treze de Maio.Exame SP .abnt. nos envie através do e-mail: arquivos@empregabrasil. 13 .A.Pesquisas Tips . Cesar Hilal. deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.br .Vitória – (ES) 29052-232 Tel.1º andar . Edifício Yung .IPT .Exame . Paulo) . e Com.09.br Endereços na Internet: Site da ABNT http://www.Marketeer .Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo S.Sebrae . Rua Bartolomeu Soares.

5) + 20 Litros de Cimento ou 60 Litros de Areia média/grossa + 20 Litros de Cimento Obs: Podem ser utilizados corantes.0 mts³ de material No Pedrisco (pedra 0) = 16 sacos de cimento Areia média/grossa = 24 sacos de cimento BLOCO ESTRUTURAL DE 15 (14x19x39cm) = 8. 40 Litros de Areia média/grossa + 40 litros de Pedrisco (0) ou Pedra (0.0 m³ de areia média/grossa + 4 m³ de pedrisco Consumo de cimento = 50 sacos ESTES TRAÇOS SÃO BÁSICOS PODENDO SER MODIFICADOS DE ACORDO COM A NECESSIDADE DO CLIENTE. Rendimento Aproximado deste traço: Nos pavimentos de 5cm de altura: até 1.empregabrasil.000) DOS BLOCOS PRODUZIDOS BLOCOS DE 10 (09x19x39cm) DE VEDAÇÃO (COMUM) = 4.85m² DEVEMOS SABER QUE OS MATERIAIS MAIS GROSSOS.0 mts³ de material No Pedrisco (pedra 0) = 12 sacos de cimento Areia média/grossa = 16 sacos de cimento BLOCOS DE 20 (19x19x39cm) DE VEDAÇÃO (COMUM) = 8.5 mts³ de material No Pedrisco (pedra 0) = 09 sacos de cimento Areia média/grossa = 12 sacos de cimento BLOCOS DE 15 (14x19x39cm) DE VEDAÇÃO (COMUM) = 6. TRAÇO E CONSUMO DE MATERIAL PARA PRODUÇÃO DE BLOCO DE PAVIMENTAÇÃO.5 mts³ de material sendo: 5.Emprega Brasil e Você Unidos por um Brasil melhor www.40m² Nos pavimentos de 8cm de altura: até 0.org.br EXEMPLO DE CONSUMO POR MILHEIRO (1.5 m³ de areia média/grossa + 3 m³ de pedrisco Consumo de cimento = 35 sacos BLOCO ESTRUTURAL DE 20 (19x19x39cm) = 12 mts³ de material sendo: 8. DEMORAM MAIS PARA COMPACTAR. TEM MENOS ACABAMENTO E DESGASTAM MAIS RAPIDAMENTE . Traço Básico Comercial: Lembrando que pavimentação é produzida e comercializada por m². numa proporção máxima de 5% do cimento utilizado.

materiais reciclados tais como entulho. a qual tem um formato arredondado com tamanhos de 3 a 6 mm.OS EQUIPAMENTOS. Opções: Também temos as opções de utilizarmos a brita (05) quando fabricarmos peças de pavimentação. que tem a capacidade de confeccionar mais de 180 desenhos e dimensões de blocos diferentes. quando esta mais claro esta misturado com escoria de alto forno e perdem resistência. etc. argila expandida. pois são materiais muito fino que poderá gerar muitos problemas tais como (bloco fraco. . Talco de Pedra e Areia Fina: Muito cuidado com estes dois materiais. MATERIAIS SAIBA COMO SELECIONAR OS MATERIAIS CORRETOS PARA FAZER OS BLOCOS DE ALVENARIA E DE PAVIMENTAÇÃO DE CONCRETO. como esta não tem liga própria deveremos adicionar pelos menos 20% de areia fina. os mais indicados são os CPII e os ARI. somente trocando as fôrmas (ou moldes). é semelhante a uma areia (média / grossa) e sua função é dar liga do pedrisco junto ao cimento. sempre o cimento de boa liga tem um tom de cinza bem escuro. Cimentos: É muito importante a qualidade do cimento. Pedrisco Misto: É a mistura do pedrisco com o pó de pedra em proporções iguais (50%) de cada parte. muito consumo de cimento e também apresentam trincas e fissuras) além de formarem uma pasta quando úmidos o qual prejudica a produção da máquina pois dificulta a infiltração na forma. pedrisco de rio (seixo). também temos como alternativa a areia de barranco. Pó de Pedra: É derivado do pedrisco. Areia: A areia que sempre devemos utilizar é a areia média / grossa e quando utilizarmos a areia grossa. produto este que algumas pedreiras já fornecem e que é muito utilizado principalmente pelos fabricantes de blocos de vedação. são as únicas do mercado. Os Materiais mais usados são: Pedrisco: É a pedra (0). Nossas máquinas atualmente.

DEVEMOS SABER QUE OS MATERIAIS GROSSOS DEMORAM MAIS PARA COMPACTAR.php?code= http://www.abcp.br/cursos/etapa_3.org.sahara.com.br/index. http://www. DÃO MENOR ACABAMENTO E DESGASTAM MAIS RAPIDAMENTE OS EQUIPAMENTOS.php?m=menu_home&action=produtos .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->