DICAVE AUTOMÓVEIS LTDA

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

SETEMBRO/2000 ATUALIZAÇÃO: SETEMBRO/2001

1 9. da Portaria no 25. Portaria no 3214/78). que estabelece a obrigatoriedade de elaboração e implementação do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – visando à preservação da saúde e da integridade dos Trabalhadores.2 5.1 5. de 29/12/1994 (Lei no 6514.1 13.1 8.2 REGISTRO DE DADOS INFORMAÇÃO 1 INTRODUÇÃO Este trabalho tem por objetivo atender a NR 09.2 FORMA DE REGISTRO DIVULGAÇÃO 9 PERIODICIDADE E FORMA DE AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DO PPRA 9. pela antecipação e/ou .4 6 7 8 SETOR ADMINISTRATIVO PEÇAS OFICINA VENDAS PLANEJAMENTO ANUAL ESTRATÉGIA E METODOLOGIA DA AÇÃO FORMA DE REGISTRO E DIVULGAÇÃO DOS DADOS 8.3 5.1 14.ÍNDICE: 1 2 3 4 5 INTRODUÇÃO EMPRESA ENDEREÇO QUADRO DE FUNCIONÁRIOS ATIVIDADE DA EMPRESA / SETORES DE TRABALHO 5.2 PERIODICIDADE DA AVALIAÇÃO FORMAS DE AVALIAÇÃO 10 11 12 13 ANTECIPAÇÃO DOS RISCOS RECONHECIMENTO DOS RISCOS EXISTENTES MEDIDAS DE CONTROLE AVALIAÇÕES QUANTITATIVAS 13.2 NÍVEIS DE ILUMINAMENTO NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA – (RUÍDO) 14 REGISTRO DE DADOS E INFORMAÇÃO 14.

definindo ações para atenua-los. 3055 . a manutenção corretiva dos mesmos. ATIVIDADE: CÓDIGO DA ATIVIDADE: GRAU DE RISCO: COMERCIO. A edificação é de alvenaria.: 88.973 / 0002-22 3 ENDEREÇO AV. extingui-los ou mantê-los sob controle. 2 EMPRESA DICAVE AUTOMÓVEIS LTDA.: VEREADOR ABRAHÃO JOÃO FRANCISCO.DOM BOSCO ITAJAÍ / SC CEP.identificação dos Riscos Ambientais existentes na Empresa. MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES 50. A ventilação é natural (através das aberturas) e alguns setores (através de condicionadores de ar). .307-100 FONE: (0xx47) 348-8460 4 QUADRO DE FUNCIONÁRIOS SETOR ADMINISTRATIVO PEÇAS OFICINA VENDAS TOTAL NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS MASCULINO FEMININO 02 03 01 06 07 16 03 5 ATIVIDADE DA EMPRESA / SETORES DE TRABALHO A Empresa tem como atividade à comercialização de veículos novos.796. Em quase todos os ambientes a iluminação é natural (através de aberturas – janelas) e artificial (através de lâmpadas fluorescentes). bem como. que podem ser mensurados e localizados. sendo as paredes do Show Room todas de vidro.20-2 3 (TRÊS) NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS: 19 (DEZENOVE) CNPJ: 01. Presta serviço de socorro externo aos veículos em caso de emergência 24:00h.

álcool e demais produtos de limpeza que se faz necessário. Plantão de final de semana no sistema de rodízio. seja por telefone ou pessoalmente.3 OFICINA RECEPCIONISTA: Responsável pelo atendimento ao cliente na oficina. . aux. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. Trabalha no sistema de rodízio no socorro externo. 5.. Adm. cuidando da entrada e saída dos veículos para manutenção. Serviços gerais) e vendas (vendedor autônomo. gerente). Plantão de final de semana no sistema de rodízio.. OFFICE BOY: Alem dos serviços administrativo interno e externo. Oficina (eletricista. Assessoramento na oficina verificando o funcionamento das peças substituídas. cozinha. venda e atendimento ao cliente. compra. Office boy. sanitários. bem como.2 PEÇAS BALCONISTA: Responsável pela seção de peças. AUXILIAR ADMINISTRATIVA: Responsável pela parte de faturamento da empresa. À parte de limpeza dos escritórios é feita por uma funcionária de empresa terceirizada. encaminhado-os aos setores indicados. COTECH (GERENTE): Responsável geral da manutenção dos veículos na oficina e faz todos os testes driver nos carros após a manutenção. representar a Empresa internamente e externamente. cuidando de contas a receber e a pagar. FAXINEIRA: Encarregada da limpeza do show room.1 SETOR ADMINISTRATIVO GERENTE EXECUTIVO: Zelar pelo bom funcionamento de todas as atividades. aux. supervisor de vendas). Trabalha no sistema de rodízio no socorro externo. os vendedores de consórcio. aux. utiliza produtos químicos tais como: detergentes. Mecânico. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. desinfetantes. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. etc. 5. 5. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. Peças. trabalha sempre em conjunto com a recepção da oficina levando e buscando clientes de carro. Horário de trabalho das 7:30 as 11:30h e 13:00 as 17:00h – segunda a Sexta-feira. recepção. cobrando resultados dos diversos setores. Função terceirizada.A empresa é constituída de parte Administrativa (telefonista/recepção. TELEFONISTA/RECEPÇÃO: Atender todos os clientes. lavador. escritórios. gerente. consórcio. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira.

ELETRICISTA: Responsável pela manutenção elétrica dos veículos e auxilia na manutenção mecânica. Plantão de final de semana no sistema de rodízio. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. Horário de trabalho livre. AUXILIAR DE MECÂNICO: Presta serviço na manutenção mecânica dos veículos e auxilia na manutenção elétrica. executam serviços externos de assessoramento ao cliente. 5. Horário de trabalho das 8:00 as 19:30h – segunda a Sexta-feira e aos sábados 9:00 as 13:00h. O horário do almoço é no sistema de rodízio. VENDEDOR CONSÓRCIO: Normalmente trabalha externamente. preenchem toda a documentação de venda e quando necessário. Prevenção de Combate a Incêndios. efetua a lavação nos veículos novos. LAVADOR DE AUTOMÓVEIS: Responsável pela lavação. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. define metas para os demais vendedores e auxilia nas vendas. Plantão de final de semana no sistema de rodízio. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 19:30h – segunda a Sexta-feira e aos sábados 9:00 as 13:00h. PRIORIDADE S A B CRONOGRAMA . Trabalha no sistema de rodízio no socorro externo. tendo como cobertura telhas metálicas fixadas em estruturas metálicas sem nenhuma parede. 6 PLANEJAMENTO ANUAL PLANEJAMENTO ANUAL METAS Organizar e manter em funcionamento Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA Realizar Treinamentos / Cursos: Primeiros Socorros. executando serviços de vendas de consórcio. Trabalha no sistema de rodízio no socorro externo. A área de trabalho é externa a edificação. AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS: Executa a tarefa de organização e limpeza da oficina e pátio externo.4 VENDAS SUPERVISOR DE VENDAS: Alem de ser responsável pelo setor de vendas. Levantamento e Transporte Manual de Pesos. para manutenção e pós-manutenção. Função Terceirizada. VENDEDOR AUTÔNOMO: Atende aos clientes mostrando os carros e efetuando a venda. Horário de trabalho das 8:00 as 12:00h e 13:30 as 18:18h – segunda a Sexta-feira. Esporadicamente vem na empresa para um atendimento exclusivo ao cliente ou para reuniões.

QUÍMICOS. Adequar níveis de Iluminamento. Implantar o uso de creme protetor para as mãos (oficina). 8 FORMA DE REGISTRO E DIVULGAÇÃO DOS DADOS 8. BIOLÓGICOS E FÍSICOS AGENTES FONTE GERADORA LOCAL DA FONTE GERADORA TRAJETÓRIAS E MEIO DE PROPAGAÇÃO FUNÇÃO NÚMERO DE TRABALHADOR EXPOSTO TIPO DE EXPOSIÇÃO TEMPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÃO QUANTITATIVA AVALIAÇÃO QUALITATIVA LIMITE DE TOLERÂNCIA DADOS EXISTENTES DE COMPROMETIMENTO DA SAÚDE DANOS À SAÚDE . b) estabelecimento de prioridades e metas de avaliação e controle. B – Medidas executadas com prazo entre 2 e 6 meses.1 FORMA DE REGISTRO Todos os dados referentes aos Riscos a que estão expostos os funcionários contêm os seguintes itens: SETORES RISCOS: ERGONÔMICOS.Importância e Utilização Correta de EPI. d) implantação de medidas de controle e avaliação de sua eficácia. Curso de Direção Defensiva (motorista/vendedores). conforme Análise Quantitativa Reuniões para apresentação do PPRA Avaliação do PPRA PRIORIDADES: B A C A – Medidas executadas em prazo inferior a 3 meses. c) avaliação dos riscos e da exposição dos trabalhadores. e) f) monitoramento da exposição aos riscos. Técnicas de alongamentos. Cuidados Posturais. 7 ESTRATÉGIA E METODOLOGIA DA AÇÃO No Programa de Prevenção de Riscos Ambientais seguiram as seguintes etapas: a) antecipação e reconhecimento dos riscos. registro e divulgação dos dados. C – Medidas executadas no período de um ano.

NÍVEL DE ILUMINAÇÃO.2 DIVULGAÇÃO A divulgação do PPRA será feita da seguinte forma: a) Reunião com os empregados dos diversos setores de trabalho para esclarecimento sobre os riscos que estão expostos.MEDIDAS EXISTENTES MEDIDAS DE CONTROLE PROPOSTAS 8.1 PERIODICIDADE DA AVALIAÇÃO Deverá ser efetuada.2 FORMAS DE AVALIAÇÃO O PPRA. Métodos ou Processos de Trabalho. onde são verificados os diversos itens referentes ao PPRA. PRODUTOS DE . 10 ANTECIPAÇÃO DOS RISCOS “Não está previsto” projetos de Novas Instalações. BIOLÓGICOS E FÍSICOS POSTURA INADEQUADA. em formato a critério da Empresa. durante a sua implementação e acompanhamento. membros da CIPA e membros do SESMT quando houver. b) O PPRA ficará à disposição dos trabalhadores interessados e da fiscalização do Ministério do Trabalho. 9. 11 RECONHECIMENTO DOS RISCOS EXISTENTES SETORES ADMINISTRATIVO / OFICINA AGENTES FONTE GERADORA RISCOS: ERGONÔMICOS. direção da empresa ou representantes. uma análise global do PPRA para avaliação do seu desenvolvimento e realização dos ajustes necessários e estabelecimento de novas metas e prioridades. ÁLCALIS CÁUSTICOS. deverá ser avaliado através de reuniões com a participação de representantes dos empregados. Outra forma de avaliação do PPRA é por intermédio de planilhas de Auditoria. sempre que necessário e pelo menos uma vez ao ano. ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL. MICROORGANISMOS PATOLÓGICOS E RUÍDO RECOLHIMENTO DE LIXO. ou de Modificação dos já existentes. 9 PERIODICIDADE E FORMA DE AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DO PPRA 9. QUÍMICOS.

UTILIZAR BACTERICIDAS E GERMICIDAS CAPAZES DE INIBIR O CRESCIMENTO DE MICROORGANISMOS SETORES ADMINISTRATIVO / VENDAS AGENTES FONTE GERADORA LOCAL DA FONTE GERADORA TRAJETÓRIAS E MEIO DE PROPAGAÇÃO FUNÇÃO NÚMERO DE TRABALHADOR EXPOSTO TIPO DE EXPOSIÇÃO TEMPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÃO QUANTITATIVA AVALIAÇÃO QUALITATIVA LIMITE DE TOLERÂNCIA DADOS EXISTENTES DE RISCOS: ERGONÔMICOS. PASSAR A UTILIZAR BOTAS DE PVC OU BORRACHA E AVENTAL IMPERMEÁVEL PRINCIPALMENTE NA LIMPEZA DE SANITÁRIOS.LOCAL DA FONTE GERADORA TRAJETÓRIAS E MEIO DE PROPAGAÇÃO FUNÇÃO NÚMERO DE TRABALHADOR EXPOSTO TIPO DE EXPOSIÇÃO TEMPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÃO QUANTITATIVA AVALIAÇÃO QUALITATIVA LIMITE DE TOLERÂNCIA DADOS EXISTENTES DE COMPROMETIMENTO DA SAÚDE DANOS À SAÚDE MEDIDAS EXISTENTES MEDIDAS DE CONTROLE PROPOSTAS LIMPEZA. SOL NO PERÍODO DA TARDE PROVOCA AQUECIMENTO E OFUSCAMENTO. TRÂNSITO DE VEÍCULO NA OFICINA E NA AVENIDA AMBIENTE DE TRABALHO POSTO DE TRABALHO. RUÍDO EXTERNO QUANDO A PORTA DE ENTRADA ESTA ABERTA E INTERNO QUANDO A PORTA DE ACESSO A OFICINA ESTA ABERTA FAXINEIRA / AUX.230 a 380 LUX (NOITE) RUÍDO: 60 a 70 dB(A) DEPOIMENTO DE FUNCIONÁRIOS QUANTO AO AQUECIMENTO E OFUSCAMENTO NO PERÍODO DA TARDE NA RECEPÇÃO E NA MESA CENTRAL DE VENDAS NO SHOW ROOM ILUMINAÇÃO: 500 LUX (MÍNIMO) RUÍDO: 65 dB(A) PARA 8 HORAS DE EXPOSIÇÃO (DIÁRIA) NÃO HÁ REGISTRO . FERIMENTOS DIVERSOS. LIMPEZA DE SANITÁRIOS E TRÂNSITO DE VEÍCULO NA OFICINA E NA AVENIDA AMBIENTE DE TRABALHO CONTATO COM O CORPO. NÍVEL DE ILUMINAÇÃO. SERVIÇOS GERAIS 02 HABITUAL 40 HORAS SEMANAIS / 44 HORAS SEMANAIS ILUMINAÇÃO: 225 a 765 LUX RUÍDO: 50 a 70 dB(A) CONTATO COM PRODUTOS DE LIMPEZA. FADIGA VISUAL. DOENÇAS INFECTOCONTAGIOSAS. VENDEDOR AUTÔNOMO E CONSÓRCIO 11 HABITUAL / INTERMITENTE 44 HORAS SEMANAIS / 54 HORAS SEMANAIS (VENDAS) ILUMINAÇÃO: 830 a 6700 LUX (DIA) . SUPERVISOR DE VENDAS. ADMINISTRATIVA. RUÍDO EXTERNO QUANDO A PORTA DE ENTRADA ESTA ABERTA E INTERNO QUANDO A PORTA DE ACESSO A OFICINA ESTA ABERTA GERENTE EXECUTIVO. OFFICE BOY. PERDA AUDITIVA UTILIZAÇÃO DE AVENTAL NÃO IMPERMEÁVEL E LUVAS DE PVC MANTER O USO DE LUVAS PVC OU LATEX. EXCREMENTOS HUMANOS ILUMINAÇÃO: 150 LUX (MÍNIMO) RUÍDO: 85 dB(A) PARA 8 HORAS DE EXPOSIÇÃO (DIÁRIA) NÃO HÁ REGISTRO COMPROMETIMENTOS OSTEOMIOARTICULARES. ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL. DERMATITES. TELEFONISTA/RECEPÇÃO. RADIAÇÃO SOLAR E RUÍDO POSTO DE TRABALHO. AUX. SOL NO PERÍODO DA TARDE. FÍSICOS POSTURA INADEQUADA.

MANTER AS PORTAS DE ENTRADA E DE ACESSO A OFICINA FECHADAS SETORES OFICINA / PEÇAS AGENTES FONTE GERADORA LOCAL DA FONTE GERADORA TRAJETÓRIAS E MEIO DE PROPAGAÇÃO FUNÇÃO NÚMERO DE TRABALHADOR EXPOSTO TIPO DE EXPOSIÇÃO TEMPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÃO QUANTITATIVA AVALIAÇÃO QUALITATIVA LIMITE DE TOLERÂNCIA DADOS EXISTENTES DE COMPROMETIMENTO DA SAÚDE DANOS À SAÚDE MEDIDAS EXISTENTES MEDIDAS DE CONTROLE RISCOS: ERGONÔMICOS. BALCONISTA 05 HABITUAL E INTERMITENTES 44 HORAS SEMANAIS ILUMINAÇÃO: 380 a 640 LUX RUÍDO: 60 a 80 dB(A) CONTATOS COM ÓLEOS MINERAIS. GRAXAS E SOLVENTES ILUMINAÇÃO: 500 LUX (MÍNIMO P/ BANCADA E MESA) .COMPROMETIMENTO DA SAÚDE DANOS À SAÚDE MEDIDAS EXISTENTES MEDIDAS DE CONTROLE PROPOSTAS COMPROMETIMENTOS OSTEOMIOARTICULARES. PERDA AUDITIVA. INTOXICAÇÃO MASCARA E ÓCULOS PARA SOLDA ADEQUAR NÍVEIS DE ILUMINÂNCIA PARA AS BANCADAS E MESA . ALTERAÇÃO NO BALANÇO TÉRMICO. ELETRICISTA. AUX. FADIGA VISUAL. ÓLEOS MINERAIS. QUÍMICOS POSTURA INADEQUADA. PERDA AUDITIVA BARREIRA PARCIAL INTERNA UTILIZAR CADEIRAS COM AJUSTE DE ALTURA E ENCOSTO. DERMATOSES. FERIMENTOS DIVERSOS.300 LUX GERAL RUÍDO: 85 dB(A) PARA 8 HORAS DE EXPOSIÇÃO (DIÁRIA) NÃO HÁ REGISTRO COMPROMETIMENTOS OSTEOMIOARTICULARES. PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA) AMBIENTE DE TRABALHO POSTO DE TRABALHO. NÍVEL DE ILUMINAÇÃO. EVITAR SUPERFÍCIES TRANSPARENTES OU USAR BARREIRAS EXTERNA OU INTERNAS CONTRA RADIAÇÃO SOLAR. FADIGA VISUAL. FÍSICOS. RUÍDO INTERNO QUANDO HÁ CARROS EM FUNCIONAMENTO OU UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS CARACTERÍSTICAS (EX. ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL. GRAXAS. ADEQUAR NÍVEL DE ILUMINAMENTO PARA ATIVIDADES NOTURNA. SOLVENTES POSTO DE TRABALHO. INALAÇÃO RECEPCIONISTA. CONTATO COM O CORPO (PRINCIPALMENTE AS MÃOS). COTECH (GERENTE). TRÂNSITO DE VEÍCULO NA OFICINA E NA AVENIDA. RUÍDO. MECÂNICO.

AVENTAL IMPERMEÁVEL. UMIDADE. PROTETORES AURICULARES. FERIMENTOS DIVERSOS. ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL. spray descarbonizante e antiferrugem. borracha de silicone. SETORES OFICINA AGENTES FONTE GERADORA LOCAL DA FONTE GERADORA TRAJETÓRIAS E MEIO DE PROPAGAÇÃO FUNÇÃO NÚMERO DE TRABALHADOR EXPOSTO TIPO DE EXPOSIÇÃO TEMPO DE EXPOSIÇÃO AVALIAÇÃO QUANTITATIVA AVALIAÇÃO QUALITATIVA LIMITE DE TOLERÂNCIA RISCOS: ERGONÔMICOS. FÍSICOS. furadeiras. graxas. QUÍMICOS POSTURA INADEQUADA. FADIGA VISUAL.PROPOSTAS DE TRABALHO. MASCARA ADEQUADA PARA NEBULIZAÇÃO. DADOS EXISTENTES DE COMPROMETIMENTO DA SAÚDE DANOS À SAÚDE MEDIDAS EXISTENTES MEDIDAS DE CONTROLE PROPOSTAS . esmeril. Nota: Todo o pessoal envolvido na manutenção de veículos mantém contato com os seguintes produtos químicos e equipamentos: gasolina. solda oxigênio/elétrica e carregador de bateria. PERDA AUDITIVA. POIS OS EFEITOS DOS HIDROCARBONETOS SÃO CUMULATIVOS. ÁLCALIS CÁUSTICOS. OS CRITÉRIOS SÃO QUALITATIVOS E VARIAM DE PESSOA PARA PESSOA NÃO HÁ REGISTRO COMPROMETIMENTOS OSTEOMIOARTICULARES. TAIS COMO: CALÇADO DE SEGURANÇA. PASSAR A UTILIZAR BOTAS DE PVC OU BORRACHA. RUÍDO. CONTATO COM O CORPO (PRINCIPALMENTE AS MÃOS). DERMATOSES. LUVAS. ADOTAR E TORNAR OBRIGATÓRIO O USO DE EPI. álcool. EQUIPAMENTO DE LAVAÇÃO EM FUNCIONAMENTO. HIDROCARBONETOS POSTO DE TRABALHO. ROUPAS E MASCARA/ÓCULOS PARA SOLDA. INTERCAPE E PRETINHO DE PNEU. INTOXICAÇÃO LUVAS DE PVC E MASCARA INADEQUADA MANTER O USO DE LUVAS PVC OU LATEX. etc. LAVAÇÃO DE VEÍCULOS AMBIENTE DE TRABALHO POSTO DE TRABALHO. PROTETORES AURICULARES E OUTROS QUE SE FAZEREM NECESSÁRIOS. DE ACORDO COM O SERVIÇO A SER EXECUTADO. CREMES PROTETORES PARA MÃOS. ADOTAR E TORNAR OBRIGATÓRIO O USO DE EPI. lubrificantes. NÍVEL DE ILUMINAÇÃO. BIOMBO PARA SERVIÇOS COM SOLDA. óleo. silicone spray. AVALIAÇÃO DOS AGENTES QUÍMICOS CONTIDOS NO SOLOPAN. SHAMPOO E UMIDADE EXCESSIVA ILUMINAÇÃO: 300 LUX (MÍNIMO) RUÍDO: 85 dB(A) PARA 8 HORAS DE EXPOSIÇÃO A LEGISLAÇÃO NÃO ESTABELECE TEMPO MÍNIMO DE EXPOSIÇÃO OU FREQÜÊNCIA. INALAÇÃO LAVADOR DE AUTOMÓVEIS 01 HABITUAL / INTERMITENTE 44 HORAS SEMANAIS ILUMINAÇÃO: 2200 LUX RUÍDO: 70 a 85 dB(A) CONTATOS COM DETERGENTES.

.Nota: Na lavação de veículos o funcionário mantém contato com os seguintes produtos químicos: shampoo. OFICINA / LAVAÇÃO . intercape. BIOMBO PARA SERVIÇOS COM SOLDA. . . DE ACORDO COM O SERVIÇO A SER EXECUTADO. . solapam.ADOTAR E TORNAR OBRIGATÓRIO O USO DE EPI.ADEQUAR NÍVEL DE ILUMINAMENTO PARA ATIVIDADE NOTURNA. TAIS COMO: CALÇADO DE SEGURANÇA.ADEQUAR NÍVEIS DE ILUMINÂNCIA PARA AS BANCADAS. . FECHADA. GERAIS SEÇÃO DE PEÇAS / BALCONISTA SHOW ROOM / MESA CENTRAL DE VENDAS E TELEFONISTA/RECEPÇÃO OFICINA / MECÂNICOS.ADOTAR E TORNAR OBRIGATÓRIO O USO DE EPI: LUVAS E BOTAS DE PVC. . LUVAS.CRIAR BARREIRA CONTRA RADIAÇÃO SOLAR E OFUSCAMENTO. . PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA COM FILTRO ADEQUADO E PROTETORES AURICULARES.MANTER A PORTA DE ENTRADA E DE ACESSO A OFICINA. . 12 MEDIDAS DE CONTROLE SETOR / FUNÇÃO TODOS OS SETORES ADMINISTRAÇÃO / FAXINEIRA OFICINA / AUX. AVENTAL IMPERMEÁVEL E UTILIZAR BACTERICIDAS E GERMICIDAS. .ADOTAR E TORNAR OBRIGATÓRIO O USO DE EPI: LUVAS E BOTAS DE PVC. detergente. ALERTANDO OS EMPREGADOS SOBRE OS RISCOS EXISTENTES NOS LOCAIS DE TRABALHO E EXAMES LABORATORIAIS A CRITÉRIO MÉDICO. pretinho de pneu e demais produtos de limpeza que se faz necessário. .CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.IMPLANTAÇÃO DE ORDENS DE SERVIÇO. ELETRICISTA MEDIDAS DE CONTROLE A SEREM TOMADAS .ADEQUAR NÍVEIS DE ILUMINÂNCIA PARA MESA DE TRABALHO. SERV. CREMES PROTETORES PARA AS MÃOS. ROUPAS E MASCARA/ÓCULOS PARA SOLDA.TREINAMENTO SOBRE O USO DE EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.CURSO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS. AVENTAL IMPERMEÁVEL. PROTETORES AURICULARES E OUTROS QUE SE FAZEREM NECESSÁRIOS. .

Reclamações quanto ao ofuscamento do sol no período da tarde.0 cm BWC (M) Circulação Sala Recepção Mesa de Trabalho (balcão) Oficina Geral da Sala Lavação Área de Lavação (média) 1) 2) 3) 4) 5) Medição foi feita com iluminação Natural e Artificial. Medição foi feita com iluminação natural.13 AVALIAÇÕES QUANTITATIVAS 13.1 NÍVEIS DE ILUMINAMENTO SETOR ATIVIDADE / EQUIPAMENTO OBTIDO NÍVEL MÍNIMO OBSERVAÇÕES RECOMENDADO (LUX) (LUX) DIA NOITE VALOR Sala Gerente Executivo Telefonista / Recepção Sala Auxiliar Administrativa Sala Venda de Consórcio Sala Supervisor de Vendas Show Room Mesa de Trabalho Mesa de Trabalho / Balcão Mesa de Trabalho Mesa de Trabalho Mesa de Trabalho 1100 3300 990 830 890 2260 6700 2090 1760 2980 765 225 240 200 380 560 640 387 560 1500 540 2700 1800 2200 280 330 230 350 300 380 - 500 500 500 500 500 200 500 500 500 500 150 150 200 150 500 500 300 500 300 1000 150 500 300 300 1) 1) / 4) / 5) 1) 1) 1) 1) 1) 1) / 4) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 1) 2) Balcão do Bar / Café Mesa esquerda Vendas Mesa central Vendas Mesa direita Vendas Geral do Show Room (média) BWC (M) Circulação BWC (F) Circulação Cozinha Mesa de Refeição Escada de acesso Média a Cozinha Seção de Peças Mesa de Trabalho Mesa de Trabalho Computador Corredor de Circulação (média) Oficina Bancadas de Trabalho (média) Geral da Oficina (média) Ponto de Luz Auxiliar a 30. Reclamação de aquecimento do local de trabalho. por radiação solar no período da tarde. Medição foi feita com iluminação Artificial. .

As medições foram feitas nos locais de trabalho. foi feita com a porta de acesso de carro aberta. leitura em resposta lenta (SLOW) e na curva de compensação A (anexo 1 da NR-15).2050 .LEVANTAMENTO: Eng. quando os campos de trabalho são indefinidos. Procurou-se fazer as medições nas condições mais desfavoráveis. . modelo 170. foi feita com os equipamentos de lavação ligados. foi feita com carro em funcionamento e manobra.2 NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA – (RUÍDO) SETOR NÍVEL DE RUÍDO EM (dB) CURVA DE COMPENSAÇÃO (A) RESPOSTA LENTA (SLOW) OBSERVAÇÕES Sala Gerente Executivo Telefonista / Recepção Sala Auxiliar Administrativa Sala Venda de Consórcio Sala Supervisor de Vendas Show Room BWC (M) BWC (F) Cozinha Seção de Peças Oficina BWC (M) Sala Recepção Oficina Lavação 1) 2) 3) 4) 5) Medição Medição Medição Medição Medição 50 a 65 60 a 70 50 a 65 50 a 65 50 a 65 60 a 70 50 a 65 50 a 65 < 60 60 a 70 60 a 70 70 a 80 60 a 70 60 a 70 70 a 85 1) / 2) 1) 1) / 2) 1) / 2) 1) / 2) 1) 1) 1) 1) 1) 1) / 3) 1) / 3) / 4) 1) / 3) 1) / 2) / 3) 5) foi feita com a porta de entrada principal e porta de acesso a oficina abertas. foi feita com a porta da sala aberta. 13. ou a 75 cm do solo. As medições foram feitas sempre na altura do aparelho auditivo dos trabalhadores e nos vários postos de trabalho. GINO MALIMPENSA FILHO DATA DO LEVANTAMENTO: 25/08/2000 APARELHO DE MEDIÇÃO UTILIZADO: Medidor de nível de pressão sonora marca REALISTIC CAT No 33 . LEVANTAMENTO: Eng. GINO MALIMPENSA FILHO DATA DO LEVANTAMENTO: 25/08/2000 APARELHO DE MEDIÇÃO UTILIZADO: Luxímetro marca YU FUNG.

na ocorrência de riscos ambientais nos locais de trabalho que coloquem em situação de grave e iminente risco um ou mais Trabalhadores. comunicando o fato ao superior hierárquico direto para as devidas providências. 14.2 INFORMAÇÕES Os Trabalhadores Interessados terão o direito de apresentar propostas e receber informações e orientações a fim de assegura a proteção aos riscos ambientais identificados na execução do PPRA. Os Empregadores deverão informar os Trabalhadores de maneira apropriada e suficiente sobre os riscos ambientais que possam originar-se nos locais de trabalho e sobre os meios disponíveis para prevenir ou limitar tais riscos e para proteger-se dos mesmos. estruturado de forma a constituir um histórico técnico e administrativo do PPRA. O Empregador deverá garantir que. os mesmos possam interromper de imediato as suas atividades. c) O registro de dados deverá estar sempre disponível aos trabalhadores interessados ou seus representantes e para as autoridades competentes. b) Manter este registro por um período de no mínimo 20 anos. - - - .1 REGISTRO DE DADOS O Registro do PPRA será feito da seguinte forma: a) Manter um registro de dados. Sempre que vários Empregadores realizem simultaneamente atividades no mesmo local de trabalho terão o dever de executar ações integradas para aplicar as medidas previstas no PPRA visando à proteção de todos os Trabalhadores expostos aos riscos ambientais gerados.14 REGISTRO DE DADOS E INFORMAÇÃO 14.

ITAJAÍ. MAURO KNOLL MÉDICO DO TRABALHO CRM: 4416 _____________________________ ASSINATURA DO EMPREGADOR _____________________________ Eng. ELETRICISTA CREA: 36. 12 SETEMBRO DE 2000. SENDO QUE O ACOMPANHAMENTO E TODAS AS MEDIDAS NECESSÁRIAS PARA A IMPLANTAÇÃO DO MESMO SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DA EMPRESA. GINO MALIMPENSA FILHO Eng.O PRESENTE PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS FOI ELABORADO E DESENVOLVIDO POR MO – ASSISTÊNCIA MÉDICA E ODONTOLÓGICA LTDA.405-0 – SC . ________________________ Dr.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful