P. 1
GRANDES VIAS AFERENTES

GRANDES VIAS AFERENTES

|Views: 2.472|Likes:
Publicado porAna Claudia Lima

More info:

Published by: Ana Claudia Lima on Mar 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/05/2013

pdf

text

original

GRANDES VIAS AFERENTES

Vias de dor e temperatura: Via Neoespinotalamica Transmite sensações de dor aguda e localizada, o neurônio de primeira ordem de localiza na raiz dorsal e faz sinapse com um neurônio de segunda ordem cujo os axônios decussam pelo plano mediano e vão para o funículo lateral onde ascendem e formam o tracto espino talâmico anterior constituindo o lemenisco espinhal que vai para o tálamo e faz sinapse com um neurônio de terceira ordem no núcleo ventral póstero lateral seus axônios passam pela cápsula interna e chega ao córtex.

Via paleoloespinotalamica Transmite sensações de dor crônica e difusa, nesta via o neurônio de primeira ordem se localiza no gânglio espinhal, penetra na medula, e encontra o neurônio de segunda ordem, que está na coluna posterior da medula. Seus axônios vão para o funículo lateral do mesmo lado e do lado oposto e sobem para formar o tracto espinoreticular. Este sobe junto ao tracto espinotalâmico lateral e termina fazendo sinapse com o neurônio de terceira ordem em vários níveis da formação reticular e dá origem às fibras reticulo-talâmicas que terminam nos núcleos intralaminares do tálamo (4º neurônio) e a vai para o córtex.

Via de propriocepção consciente, tato epicrítico e sensibilidade vibratória

É responsável por sensações proprioceptivas táteis, vibratórias e de esteriognosia, essas informações vem de um neurônio de primeira ordem que entra pelo corno posterior da medula e ascende pelos fascículos grácil e cuneiforme até o bulbo onde se encontram os núcleos grácil e cuneiforme, nos núcleos os neurônios fazem sinapse com um neurônio de segunda ordem e decussa e vai até o tálamo onde faz sinapse com um neurônio de terceira

A via espinocerebelar posterior é responsável pela sensibilidade da pele. Daí o estímulo chega no gânglio espiral (neurônio I) seguindo para o neurônio II presente no núcleo coclear (ponte). mais precisamente o corpo geniculado lateral com saída para a radiação óptica para o lobo occipital Via Auditiva Na via auditiva o som é inicialmente percebido por estruturas presentes no ouvido interno (cóclea) que contém células ciliadas (estereocílios) que movimentam-se na presença do som deslocando a membrana basilar que. neurônio de segunda ordem integra a medula ao cerebelo formando as vias espinocerebelares anteriores e espinocerebelares posteriores. . neurônios de terceira ordem em seguida a informação atinge o tálamo. contém o órgão de Corti (receptor sensorial). Via Proprioceptiva Inconsciente O neurônio de primeira ordem localiza -se no gânglio lateral à medula espinhal. Via Óptica Os neurônios de primeira ordem da via óptica levam a informação visual vai para as células bipolares. decussa logo que entra no corno medular. Há decussação parcial da via no corpo trapezóide seguindo para o colículo inferior do mesencéfalo (neurônio III) fazendo conex ão com o corpo geniculado medial do tálamo. dos músculos e visceral. ascendendo para o cerebelo contralateralmente ao estímulo. Já a via espinocerebelar anterior. Do tálamo a via auditiva segue pelo giro transverso temporal para o córtex auditivo. ipsilateralmente.ordem que após envia as sensações ate o córtex sensorial primário no giro pós central que envia essas informações até as áreas de associação. células horizontais e amácrinas são estimuladas enviando os sinais para as células ganglionares. por sua vez. representando o neurônio de segunda ordem.

O neurônio de segunda ordem situa-se no bulbo olfatório seguindo pelo tracto olfatório. A partir do tálamo a gustação é retransmitida para o córtex cerebral. células gustativas e axônios gustativos aferentes. tálamo e córtex órbito-frontal. A partir do tracto olfatório o sinal pode seguir dois caminhos distintos: corpo mamilar através da estria olfatória medial ou úncus através da estria olfatória lateral. . As vias do olfato seguem. Mesmo não sendo neurônios as células gustativas são receptores que ativam os axônios aferentes que levam a despolarização das células nervosas que inervam ess a região (nervos cranianos VII. Via Olfatoria Os neurônios de primeira ordem estão presente no tecto da cavidade nasal. após despolarizarem as células receptoras olfativas. neste local há neurogênese. Daí a informação segue para o bulbo seguindo para o tálamo.Via Gustativa Cada receptor gustativo possui células basais. IX e X). pelo nervo olfatório (I par de nervo craniano) para o bulbo olfatório (glomérulo olfativo).

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->