P. 1
Aula 02 - Ponto 02 - Atos e Fatos Contabeis

Aula 02 - Ponto 02 - Atos e Fatos Contabeis

3.0

|Views: 7.956|Likes:
Publicado porAne Narjara Duarte

More info:

Published by: Ane Narjara Duarte on Mar 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/17/2014

pdf

text

original

Sections

  • 1 Roteiro
  • 3 Atos e Fatos Contábeis
  • 3.1 Atos
  • 3.2 Fatos
  • 3.3 Exemplos de Atos e Fatos Contábeis
  • 3.3.1 Apresentação de Atos e Fatos Contábeis
  • 3.3.2 Análise e Comentários
  • 3.3.2.1 Compra de móveis a prazo
  • 3.3.2.2 Depósito em banco
  • 3.3.2.3 Saque de cheque
  • 3.3.2.4 Despesa de aluguel
  • 3.3.2.5 Receita de comissão
  • 3.3.2.6 Pagamento do aluguel devido
  • 3.3.2.7 Venda pelo custo – à vista
  • 3.3.2.8 Venda com lucro – à vista
  • 3.3.2.9 Venda com prejuízo – à vista
  • 3.3.2.10 Pagamento de duplicata com abatimento
  • 3.3.2.11 Recebimento de duplicata com juros
  • 3.3.2.12 Recebimento de duplicata com abatimento
  • 3.3.2.13 Aval dado a 3o
  • 3.3.2.14 Hipoteca dada ou recebida
  • 3.3.3 Resultado
  • 4 Resumo
  • 5.2 Atos e Fatos Contábeis
  • 5.3 Gabarito

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Sumário

1 2 3 ROTEIRO ............................................................................................................... 2 INTRODUÇÃO ........................................................................................................ 2 ATOS E FATOS CONTÁBEIS .................................................................................... 2 3.1 3.2 3.3 3.3.1 3.3.2 3.3.2.1 3.3.2.2 3.3.2.3 3.3.2.4 3.3.2.5 3.3.2.6 3.3.2.7 3.3.2.8 3.3.2.9 3.3.2.10 3.3.2.11 3.3.2.12 3.3.2.13 3.3.2.14 3.3.3 4 5 ATOS .............................................................................................................2 FATOS ............................................................................................................3 EXEMPLOS DE ATOS E FATOS CONTÁBEIS .....................................................................5 Apresentação de Atos e Fatos Contábeis......................................................5 Análise e Comentários..............................................................................6 Compra de móveis a prazo ................................................................6 Depósito em banco...........................................................................7 Saque de cheque .............................................................................9 Despesa de aluguel ........................................................................ 11 Receita de comissão ....................................................................... 13 Pagamento do aluguel devido ........................................................... 16 Venda pelo custo – à vista ............................................................... 18 Venda com lucro – à vista................................................................ 20 Venda com prejuízo – à vista ........................................................... 22 Pagamento de duplicata com abatimento........................................... 24 Recebimento de duplicata com juros................................................. 29 Recebimento de duplicata com abatimento ........................................ 32 Aval dado a 3o .............................................................................. 34 Hipoteca dada ou recebida .............................................................. 34

Resultado............................................................................................. 35

RESUMO............................................................................................................... 36 EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO (QUESTÕES DE CONCURSO) ........................................ 37 5.1 5.2 5.3 TÍTULOS DE CRÉDITO –
DEFINIÇÕES TEÓRICAS ............................................................. 37

ATOS E FATOS CONTÁBEIS ................................................................................... 38 GABARITO ..................................................................................................... 42

Luiz Eduardo Santos

www.pontodosconcursos.com.br

Página 1 de 42

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis

1 Roteiro
a) Atos e Fatos Contábeis. a. Atos b. Fatos Contábeis i. Fatos Contábeis Permutativos ii. Fatos Contábeis Modificativos aumentativos iii. Fatos Contábeis Modificativos diminutivos iv. Fatos Contábeis Mistos aumentativos v. Fatos Contábeis Mistos diminutivos

2 Introdução
Neste segundo ponto do nosso curso, daremos mais um passo em direção ao conhecimento da Contabilidade, ao domínio de sua lógica e à utilização de sua linguagem. O objetivo é analisar de modo didático e claro, porém preciso e rigoroso, os acontecimentos que têm influência no Patrimônio, introduzindo as bases do pensamento necessário para o domínio da técnica do lançamento contábil. Esperamos que o aluno, ao final da leitura deste ponto, mais do que classificar os fatos contábeis, tenha adquirido a capacidade de visualizálos no contexto do patrimônio.

3 Atos e Fatos Contábeis
3.1 Atos
Atos Administrativos (também denominados Atos Contábeis) são eventos – acontecimentos –, ocorridos na empresa (na azienda), que têm por característica NÃO ALTERAR o patrimônio da empresa (da azienda). São exemplos de Atos Contábeis as garantias, consignações, custódias e cobranças de títulos de terceiros. Exemplificando, imaginem a seguinte situação (pela qual eu já passei): chegando a Porto Alegre (vindo do Rio de Janeiro, para participar do curso de formação – 2a fase do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal – em Porto Alegre-RS), precisei alugar um apartamento, para

Luiz Eduardo Santos

www.pontodosconcursos.com.br

Página 2 de 42

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis morar com minha família, mas não tinha fiador1. Então, fui procurar meu cunhado (sempre o cunhado!), para que ele fosse meu fiador e ele aceitou (para minha felicidade e preocupação dele). Agora, vamos analisar, a seguir, a situação descrita no parágrafo acima, do ponto de vista patrimonial. (1) Quando meu cunhado assinou o contrato de locação, como fiador, aconteceu algo em seu patrimônio (surgiu ou desapareceu algum bem, direito ou obrigação ou, ainda, foram trocados valores entre bens, direitos e obrigações)? Não, naquele momento não aconteceu nada disso. (2) Então, o que aconteceu? Aconteceu que, simplesmente, se ocorresse o evento (futuro e incerto) – de que eu não pagasse o aluguel – meu cunhado passaria a ter a obrigação de pagá-lo. Veja que, no momento da assinatura do contrato de locação, não nasceu qualquer obrigação para meu cunhado, mas uma eventual obrigação somente nasceria sob uma condição (condição é definida como evento futuro e incerto), a condição de que eu não pagasse o aluguel. (3) E, então, quando aconteceu o evento que – efetivamente – teve efeitos no patrimônio de meu cunhado? Felizmente nunca, pois eu sempre paguei o aluguel religiosamente em dia, até o momento em que eu entreguei o imóvel de volta a seu proprietário, no final do prazo da locação.2 (4) E, se não houve nenhum efeito no patrimônio do meu cunhado, o que aconteceu? Aconteceu um Ato Contábil (também denominado Ato Administrativo), que consiste em um evento (ninguém duvida que aconteceu a fiança) que ocorre sem efeito no patrimônio (essa fiança não modificou em nada o patrimônio do meu cunhado).

3.2 Fatos
Fatos contábeis são ocorrências que têm por efeito a alteração do Patrimônio, seja ela qualitativa (troca de valores entre elementos do patrimônio – bens, direitos ou obrigações) ou quantitativa (alteração do

1

A fiança é um contrato – que tem por objeto a estipulação de uma garantia pessoal para o adimplemento de um outro contrato. O exemplo mais conhecido de fiança é a fiança locatícia, que consiste na oferta, pelo locatário, de uma garantia pessoal (da pessoa do fiador) para o adimplemento (pagamento) da obrigação oriunda da locação (o aluguel). Pela aplicação do Princípio da Oportunidade (tempestividade), visto no ponto 01 deste curso, somente no momento em que eu me tornasse um inadimplente, é que poderia nascer – no patrimônio de meu cunhado – uma obrigação. Nunca antes disso!

2

Luiz Eduardo Santos

www.pontodosconcursos.com.br

Página 3 de 42

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis valor global do patrimônio – aumento ou redução do valor dos [bens (+) direitos (-) obrigações] ). Os Fatos Contábeis, acontecimentos que ALTERAM o patrimônio da empresa, se classificam em: a) permutativos (qualitativos) ⇒ são Fatos que somente alteram bens, direitos e obrigações como, por exemplo, a compra de mercadorias; b) modificativos (quantitativos) Patrimônio Líquido: ⇒ são Fatos que alteram o

b.1) aumentativos (positivos) ⇒ são Fatos modificativos que aumentam o Patrimônio Líquido como, por exemplo, uma receita de aluguel; b.2) diminutivos (negativos) ⇒ são Fatos Modificativos que diminuem o Patrimônio Líquido como, por exemplo, as despesas; c) mistos ⇒ Fatos que, ao mesmo tempo, são permutativos e modificativos, ou seja, há troca de elemento patrimonial com lucro ou prejuízo: c.1) aumentativos (positivos) ⇒ venda com lucro, por exemplo; c.2) diminutivos (negativos) ⇒ venda com prejuízo, por exemplo. Fatos Permutativos são aqueles que, conforme o próprio nome diz, representam eventos do tipo em que acontece uma “troca” de valores entre elementos patrimoniais sem modificação do tamanho do patrimônio (sem alteração do valor da diferença entre bens/direitos e obrigações). Para ilustrar o conceito, faço uma alusão à situação de uma tia minha, que fez operação plástica: ela retirou gordura da barriga e a enxertou nas bochechas, nos lábios, nas nádegas e nas pernas. Repare que o “patrimônio” dela ficou do mesmo tamanho, mudando apenas sua configuração. Esse também é o caso dos fatos permutativos – há troca de valores entre os bens, os direitos e as obrigações, sem alteração do valor do Patrimônio Líquido. Fatos Modificativos são aqueles em que, não havendo troca de valores entre elementos do patrimônio, há surgimento ou desaparecimento de um elemento que enseja o aumento ou a diminuição do patrimônio (alteração do valor do Patrimônio Líquido). Para didaticamente ilustrar o conceito, comparo o Fato Modificativo Aumentativo com a operação plástica em que uma atriz (modelo e manequim) coloca silicone nos seios – repare que, nesse caso, não há troca de valores entre elementos do “patrimônio”, mas há entrada de um elemento novo no “patrimônio” da atriz, aumentando-o. Ainda, com fins meramente didáticos, para ilustrar a idéia de Fato Modificativo Diminutivo, lanço mão da idéia da

Luiz Eduardo Santos

www.pontodosconcursos.com.br

Página 4 de 42

Pagamento do aluguel devido. no lixo.3. Depósito em banco. Pagamento de duplicata com abatimento. A seguir. Finalmente. A correta identificação dos efeitos patrimoniais de cada evento ocorrido com influência no patrimônio é de extrema valia para o entendimento dos lançamentos (matéria a ser vista em seguida – neste curso). Luiz Eduardo Santos www.br Página 5 de 42 . Recebimento de duplicata com juros. Saque de cheque. Venda com lucro – à vista. Nos Fatos Mistos há – concomitantemente – uma troca de valores entre elementos do patrimônio e sua redução ou majoração por entrada ou saída de um elemento novo. Hipoteca dada ou recebida. Venda pelo custo – à vista. Despesa de aluguel.com. analisaremos (do ponto de vista patrimonial) cada um deles.pontodosconcursos. Recebimento de duplicata com abatimento. Com a lipoaspiração.3 Exemplos de Atos e Fatos Contábeis Vistas as definições de atos e fatos.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis lipoaspiração. Receita de comissão.1 Apresentação de Atos e Fatos Contábeis Sejam os acontecimentos abaixo referenciados: Compra de móveis a prazo. 3. 3. vamos – neste item – analisar vários eventos (sempre do ponto de vista patrimonial) e aprender a classificá-los nos termos acima apresentados. há diminuição do “patrimônio”. Fatos Mistos são aqueles que se enquadram (ao mesmo tempo) no conceito de fato permutativo e modificativo. Venda com prejuízo – à vista. Aval dado a 3o. bem como apresentada sua classificação. pela saída da gordura que é jogada fora.

e que deverá ser aceito pelo leitor.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos. a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa. esquematicamente. analisaremos o efeito.com. sendo uma situação patrimonial inicial simples.000.00 em dinheiro colocado pelos sócios).3.00 Obrigações - --------------------------.pontodosconcursos. 3 Ao longo desse curso.2 Análise e Comentários 3. Luiz Eduardo Santos www. um elemento que antes não existia – um bem representando os móveis adquiridos.3.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 3. do evento compra de móveis a prazo (no valor de dez mil reais): a) Irá aparecer. para que se possa prosseguir no pensamento a ser exposto. encontra-se representado. pelo autor. representados por: (1) um montinho de R$ 50.000. Na situação inicial proposta.2.1 Compra de móveis a prazo Para analisar o evento compra de móveis a prazo partiremos de um patrimônio inicial que tenha apenas dinheiro (R$ 50. A seguir.000. o citado patrimônio: Dinheiro Ativo Passivo 50. sempre que tivermos que representar algo. nesse patrimônio. a quantidade de “areia” (entre bens.00 – nenhuma obrigação Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01. poderia ter sido outra configuração patrimonial qualquer. Proposto aleatoriamente como “uma licença poética”.00 Repare que essa situação inicial foi proposta apenas para que tenhamos um exemplo de patrimônio onde representar o evento descrito3. partiremos de um patrimônio inicial existente.000. Visto o patrimônio inicial proposto.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50. escolhemos esta por entendermos que. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”. no patrimônio. (2) um buraco tapado de R$ 0.br Página 6 de 42 . portanto.000. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50. deduzidos das obrigações.00 – em dinheiro Ativo. o entendimento fica facilitado. Passivo.

o citado patrimônio inicial: Luiz Eduardo Santos www. Assim.2 Depósito em banco Para a análise dos efeitos patrimoniais do evento depósito em banco.br Página 7 de 42 . também.000 Veja que se. conclui-se que houve troca de valor entre elementos do patrimônio sem alteração do valor do Patrimônio Líquido. Utilizando a metáfora da caixa de areia. esquematicamente. por outro lado. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO PERMUTATIVO. o que é irrelevante para o Patrimônio Líquido (pois a quantidade de areia existente continua a ser a mesma – tendo apenas mudado de lugar).00 ------------------------------------------.000.00 em dinheiro colocado pelos sócios). mas a areia mudou de lugar. imediatamente após a ocorrência do fato descrito.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis b) Irá aparecer. por um lado.000.00 50.000. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou constante. contendo apenas dinheiro (R$ 50. Portanto.000.00. uma obrigação que antes não existia a obrigação de pagar o fornecedor pelos móveis adquiridos. Ora.000.000+10.000.00.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.com.000. o Ativo aumentou em R$ 10. partiremos do mesmo patrimônio inicial proposto para o evento inicial. o patrimônio.2. encontra-se representado. direitos e obrigações ficou constante: foi tirado do patrimônio o equivalente a “dez mil grãos de areia” (cavando-se um buraco do Passivo – que representa a obrigação de pagar fornecedores) e essa areia foi colocada no Ativo (bens – móveis) representado pelo montinho de “dez mil grãos de areia”. nesse patrimônio. irá ter a seguinte configuração: Ativo Dinheiro Passivo 10. se a quantidade de areia ficou constante. o Patrimônio Líquido não foi alterado. A seguir. É como se areia tivesse sido tirada do Passivo e colocada no Ativo.00 Obrigações com fornecedores Móveis 10. repare que a quantidade de areia existente entre bens.00 50. 3.000-10. o Passivo também aumentou em R$ 10.pontodosconcursos.3.

Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50. imediatamente após a ocorrência do fato descrito. percebe-se que o Passivo não sofreu qualquer Luiz Eduardo Santos www.00.00.00 Veja que. foram colocados no banco. do dinheiro existente.00 – em dinheiro Ativo. (1) dos cinqüenta mil reais inicialmente existentes.000. Adicionalmente. o Ativo aumentou e diminuiu em R$ 10.000. considere o seguinte acontecimento: dez mil reais. Assim.00 Obrigações 10.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens. nesse mesmo ativo. Assim. houve concomitantemente aumento e redução: (1) a quantidade de dinheiro foi reduzida em R$ 10. (2) por outro lado. Assim. a quantidade de “areia” (entre bens.br Página 8 de 42 .000. passa a haver apenas quarenta mil reais e (2). o patrimônio.000. permanecendo seu total constante. representados por: (1) um montinho de R$ 50.000. surge no patrimônio um direito que antes inexistia (o direito de sacar dez mil reais no banco). no Ativo.00 - --------------------------.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50. direitos e obrigações.000.00 – nenhuma obrigação Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01.00 (de cinqüenta mil reais para quarenta mil reais).00 Nessa situação inicial. a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.com. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”.00 Obrigações Dinheiro - --------------------------. irá ter a seguinte configuração: Ativo Dinheiro Depósito Bancário Passivo 40. por outro lado. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50.pontodosconcursos. Passivo. quando quiser). pelo surgimento do direito denominado depósito bancário (que representa o direito da empresa de sacar esse valor no banco.000. houve um aumento.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Passivo 50. de R$ 10.000.000.000. (2) um buraco tapado de R$ 0. Pois bem.

00 – em dinheiro Luiz Eduardo Santos Ativo. representados por: (1) total do Ativo. contendo dinheiro (R$ 40. mas em outro de seus elementos (no montinho de areia que representa o direito depósito bancário.000.br .00 em dinheiro) e. do montinho que representa a quantidade de dinheiro existente.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.00 - --------------------------.000. apresentando a seguinte configuração: (1. a quantidade de “areia” (entre bens.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis alteração.000. portanto.3 Saque de cheque Para a análise dos efeitos. Página 9 de 42 www.00 Obrigações 10.00 Nessa situação inicial. encontra-se representado. partiremos de um patrimônio inicial proposto. repare que a quantidade de areia existente entre bens. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO PERMUTATIVO.000.3.a) um montinho de R$ 40. restando nele o equivalente a “quarenta mil grãos de areia”. depósito bancário (R$ 10. É como se a areia tivesse sido tirada de um montinho do Ativo e colocada em outro montinho desse mesmo Ativo.2. conclui-se que houve troca de valor entre elementos do patrimônio sem alteração do valor do Patrimônio Líquido.000. Utilizando a metáfora da caixa de areia.00 em depósitos bancários). no valor equivalente a “dez mil grãos de areia”. o Patrimônio Líquido não foi alterado. o que é irrelevante para o Patrimônio Líquido (pois a quantidade de areia existente continua a ser a mesma – tendo apenas mudado de lugar). e essa areia foi colocada no mesmo Ativo. se a quantidade de areia ficou constante. mas a areia mudou de lugar.000.pontodosconcursos. direitos e obrigações) existente no patrimônio é de “cinqüenta mil grãos de areia”. tirados do Ativo. esquematicamente.00. do evento denominado saque de cheque (no valor de R$ 6. Ora. o citado patrimônio inicial: Ativo Dinheiro Depósito Bancário Passivo 40.com. A seguir. 3. também. equivalente a R$ 50.000.000. no patrimônio. direitos e obrigações ficou constante: foi tirado do patrimônio o equivalente a “dez mil grãos de areia”.00). o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou constante.

Utilizando a metáfora da caixa de areia.00). mas em outro de seus elementos. direitos e obrigações ficou constante: foi tirado do patrimônio o equivalente a “seis mil grãos de areia”. Para manter o conceito de patrimônio – visto no ponto 01 –. É como se areia Luiz Eduardo Santos Página 10 de 42 www. e essa areia foi colocada no mesmo Ativo.000. direitos e obrigações. e guardados no caixa.00. por outro lado.com. Assim.000. o patrimônio.000. irá ter a seguinte configuração: Ativo Dinheiro Depósito Bancário Passivo 46. permanecendo seu total constante.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens. nesse mesmo ativo.000.00 – nenhuma obrigação Passivo. Assim. de quarenta mil reais para quarenta e seis mil reais). o valor dos depósitos bancários foi reduzido em R$ 6. no Ativo. dos dez mil reais existentes em depósitos bancários. no montinho de areia que representa a quantidade de dinheiro existente em caixa (quantidade essa que foi majorada.b) um montinho de R$ 10.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.000. O Passivo. do montinho que representa o direito denominado depósito bancário. a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa. para quarenta e seis mil reais). portanto.000. não sofreu qualquer alteração. por outro lado.000. são retirados do banco. passam a existir apenas quatro mil reais e (2). o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou constante.00 Obrigações 4.000. Assim.00 para R$ 46.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis (1. imediatamente após a ocorrência do fato descrito. houve um aumento da quantidade de dinheiro existente (de R$ 40.00 Veja que. existente.pontodosconcursos.00 – em depósitos bancários Ativo.br . o Ativo aumentou e diminuiu em R$ 6. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50. ocorre um aumento da quantidade de dinheiro em caixa (de quarenta mil reais iniciais.000. (1) dos dez mil reais inicialmente existentes em depósitos bancários. considere o seguinte acontecimento: seis mil reais. por outro lado. repare que a quantidade de areia existente entre bens.00 - --------------------------. no patrimônio. tirados do Ativo. (2) um buraco tapado de R$ 0. mediante o saque de um cheque. Pois bem.00. restando nele o equivalente a “quatro mil grãos de areia”.

000. permitiu que o locatário utilizasse o imóvel por um mês. um acordo.com. Observe-se que é desnecessária a presença de um instrumento escrito (basta o acordo das partes. (3) o locador (proprietário) cumpriu sua parte no combinado. que pode até ser verbal).000.4 Despesa de aluguel Antes de iniciar a análise do evento denominado despesa de aluguel (no valor de R$ 1. conforme abaixo: Dinheiro Ativo Passivo 50. 4 Luiz Eduardo Santos www. Assim. ou seja.000.00 em dinheiro – em caixa).000. partiremos de um patrimônio inicial.00). representados por: (1) um montinho de R$ 50. mas – geralmente – há contratação por escrito – veja convenção da objetividade no ponto 01. Ora. proposto. subentende-se: (1) que houve a contratação de um aluguel (locação)4.00 Obrigações - --------------------------.3. no patrimônio. mas a areia mudou de lugar.00 – em dinheiro Ativo. cabe uma breve referência ao que foi apresentado no ponto 01 (quando da análise do Princípio da Competência): por despesa entende-se uma redução do patrimônio.000.00). Essa situação enseja a ocorrência de um FATO PERMUTATIVO. (2) que nossa empresa é locatária e usou o imóvel por um mês. 3. a quantidade de “areia” (entre bens. o Patrimônio Líquido não foi alterado. (no valor de R$ 1.000. Por contrato. conclui-se que houve troca de valor entre elementos do patrimônio sem alteração do valor do Patrimônio Líquido.00 Na situação inicial proposta. ou seja.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis tivesse sido tirada de um montinho do Ativo e colocada em outro montinho desse mesmo Ativo. se a quantidade de areia ficou constante. denominado despesa de aluguel. entende-se uma manifestação bilateral de vontades. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”.br Página 11 de 42 . quando se fala em despesa de aluguel.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50. o que é irrelevante para o Patrimônio Líquido (pois a quantidade de areia existente continua a ser a mesma – tendo apenas mudado de lugar). desse evento. Para a análise dos efeitos. portanto. contendo dinheiro (R$ 50.2.pontodosconcursos.

000.000. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50. direitos e obrigações. irá ter a seguinte configuração: Dinheiro Ativo Passivo 50. do evento despesa de aluguel (no valor de mil reais): a) Irá aparecer. portanto.000.00 Aluguéis a pagar 1. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou reduzido em R$ 1. repare que a quantidade de areia existente entre bens. direitos e obrigações. no valor de R$ 1.000. representando a obrigação aluguéis a pagar e essa areia “foi jogada para fora do patrimônio”. Por outro lado.br Página 12 de 42 . para gerar o buraco de “mil grãos de areia”.com. reduzindo o seu tamanho.000.00).00 e o Passivo foi majorado em R$ 1. no patrimônio.00 (de R$ 50.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens. b) O aparecimento dessa obrigação reduz o valor do patrimônio cinqüenta mil reais.00 --------------------------.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis (2) um buraco tapado de R$ 0. Assim. de Assim. uma obrigação que antes não existia a obrigação de pagar o aluguel (denominada aluguéis a pagar.000.000. pelo surgimento da obrigação de pagar o aluguel (Aluguéis a pagar no valor de R$ 1. permanecendo os mesmos cinqüenta mil reais em dinheiro. imediatamente após a ocorrência do fato descrito. o patrimônio que tinha o equivalente a “cinqüenta mil grãos de areia”. Ora. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) ficou reduzida (de 50. o patrimônio. para quarenta e nove mil reais.000. Entre bens. Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01. o Ativo ficou constante em R$ 50.pontodosconcursos.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 49. Utilizando a metáfora da caixa de areia.00 para R$ 49. direitos e obrigações foi reduzida: foi tirado do patrimônio o equivalente a “mil grãos de areia”. passa a ter o equivalente a “quarenta e nove mil grãos de areia”.000. no Passivo houve um aumento.000. Visto o patrimônio inicial proposto.00).000. no Ativo não houve qualquer alteração.00).00 Veja que.000.00 para Luiz Eduardo Santos www. nesse patrimônio.00. analisaremos o efeito.00 – nenhuma obrigação Passivo. a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa. cavados do Passivo.

no momento.000. Assim. Porém. Mas.br Página 13 de 42 . Assim. (3) nasce para nossa Luiz Eduardo Santos www.pontodosconcursos. Obs.2. mantendo nosso objetivo. (2) que nossa empresa.000.00). por outro lado. apenas a título de esclarecimento.00). o Patrimônio Líquido foi alterado. estamos analisando (do ponto de vista dos respectivos efeitos patrimoniais) os fatos contábeis. ao seu final. subentende-se: (1) houve uma intermediação de negócios realizada por nossa empresa. sem qualquer preocupação com o modelo de registro do fato no sistema de informações contábil – a técnica do registro dos fatos contábeis (lançamento) será vista adiante neste ponto. (2) essa redução não é diretamente registrada no patrimônio líquido de imediato. ficando o Patrimônio Líquido constante até o final do exercício? Passo a analisar a dúvida acima referenciada porque.5 Receita de comissão Antes de iniciar a análise do evento denominado receita de comissão (no valor de R$ 3. logrando sucesso na intermediação do negócio. por enquanto. Faz-se mister esclarecer que. cabe uma breve referência ao que foi apresentado no ponto 01 (quando da análise do Princípio da Competência): por receita entende-se um aumento do patrimônio.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 49. já há redução do patrimônio.: Neste ponto da matéria pode surgir uma dúvida. (3) essa redução fica registrada em uma conta denominada “de resultado” durante um período denominado exercício e. basta saber que: (1) no momento. não levaremos em conta as formalidades de lançamento e de contas. quando se fala em receita de comissão. após a introdução do conceito de conta contábil. No momento da ocorrência do fato em questão (fato modificativo diminutivo) a redução do patrimônio é registrada diretamente no Patrimônio Líquido (conforme acima representado) ou é registrada em uma conta especial (conta de resultado). de livros contábeis e da apresentação das teorias das contas.3.com. de apresentação didática da Contabilidade. típica de alunos que já tiveram contato com a Contabilidade. a seguir reproduzida. apesar de ser irrelevante para a classificação do evento ora em questão. a informação é transferida para o Patrimônio Líquido. para concentrarmos a atenção no entendimento do efeito dos eventos no patrimônio (que permite a correta classificação dos fatos contábeis e que facilitará sobremaneira o ulterior aprendizado de seus registros – lançamentos). 3. não houve troca de valor entre elementos do patrimônio. trata-se de uma dúvida recorrente – em sala de aula – neste ponto da matéria. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MODIFICATIVO DIMINUTIVO. cumpriu sua parte no que havia sido combinado.

proposto. do evento receita de comissão (no valor de três mil reais): Irá aparecer.000. irá ter a seguinte configuração. Visto o patrimônio inicial proposto. receita de comissão. para cinqüenta e três mil reais.00 em dinheiro – em caixa).00 Na situação inicial proposta. direitos e obrigações. analisaremos o efeito. pela intermediação realizada (denominado comissões a receber). no patrimônio. o patrimônio. Passivo. contendo apenas dinheiro (R$ 50. imediatamente após a ocorrência do fato descrito.000. O aparecimento desse direito aumenta o valor do patrimônio cinqüenta mil reais.000.000.00). no patrimônio.com. desse evento.00 Obrigações - --------------------------.000. no valor de R$ 3. Para a análise dos efeitos. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50. Luiz Eduardo Santos www.00). (2) um buraco tapado de R$ 0. a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.pontodosconcursos.00 – em dinheiro Ativo. portanto. a quantidade de “areia” (entre bens.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens.000. (no valor de R$ 3. um direito que antes não existia o direito de receber a comissão pela intermediação de negócios realizada (denominado comissões a receber. de Assim. nesse patrimônio. partiremos de um patrimônio inicial.000. Dinheiro Ativo Passivo 50.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis empresa um direito – o de recebimento da comissão.00 – nenhuma obrigação Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”. representados por: (1) um montinho de R$ 50.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.br Página 14 de 42 .

o Patrimônio Líquido foi alterado. o patrimônio que tinha o equivalente a “cinqüenta mil grãos de areia”.000. por outro lado.: Conforme comentado no exemplo anterior. Mas.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Dinheiro Comissões a receber 50.00 (de 50. no Ativo. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MODIFICATIVO AUMENTATIVO. Utilizando a metáfora da caixa de areia. Faz-se mister esclarecer que.00). neste ponto da matéria também pode surgir a mesma dúvida. direitos e obrigações. representando o direito comissões a receber e essa areia “caiu de páraquedas no patrimônio” aumentando o seu tamanho.00 para 53. repare que a quantidade de areia existente entre bens.000. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) foi majorado em 3. ficando o Patrimônio Líquido constante até o final do exercício? Analiso. Por outro lado. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) foi majorada (de R$ 50. tratase de uma dúvida recorrente em sala de aula – neste ponto da matéria. estamos analisando (do ponto de vista dos respectivos efeitos patrimoniais) os fatos contábeis.00. para gerar um montinho de “três mil grãos de areia”. Entre bens.com.00). pela entrada de um direito no valor de R$ 3. Assim.pontodosconcursos.00 --------------------------.00 e o Passivo ficou constante.000. se o Ativo foi majorado em R$ 3.000. Obs. no Passivo não houve qualquer modificação. no momento. apesar de irrelevante para a correta classificação do evento em tela como fato modificativo diminutivo.000. aqui.00 Passivo - Veja que. não houve troca de valor entre elementos do patrimônio. esta a dúvida porque. de cinqüenta mil reais para cinqüenta e três mil reais. direitos e obrigações foi majorada: foi colocado no patrimônio o equivalente a “três mil grãos de areia”.000.000. Ora. no Ativo houve um aumento.000. passa a ter o equivalente a “cinqüenta e três mil grãos de areia”.br Página 15 de 42 .00 Obrigações 3. Luiz Eduardo Santos www.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 53.000. típica de alunos que já tiveram contato com a Contabilidade: No momento da ocorrência do fato em questão (fato modificativo aumentativo) o aumento do patrimônio é registrado diretamente no Patrimônio Líquido (conforme acima representado) ou é registrado em uma conta especial (conta de resultado).00 para R$ 53.000.

3. (3) o locador (proprietário) cumpriu sua parte no combinado.000. encontra-se representado o citado patrimônio: Luiz Eduardo Santos www.3. partiremos de um patrimônio inicial. A seguir.00). ou seja. mantendo nosso objetivo. (4) que ocorreu uma despesa de aluguel.00).000. contendo dinheiro (R$ 50.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis sem qualquer preocupação com o modelo de registro do fato no sistema de informações contábil – a técnica do registro dos fatos contábeis (lançamento) será vista adiante neste curso.pontodosconcursos. cabe referenciar que. ao seu final. Porém. desse evento. denominado pagamento do aluguel devido. reduzindo o patrimônio e fazendo surgir uma obrigação de pagar o aluguel e (5) agora. de livros contábeis e da apresentação das teorias das contas. por enquanto. subentende-se: (1) que há um contrato de aluguel. após a introdução do conceito de conta contábil.00).00. a empresa vai utilizar o dinheiro que tem em caixa para pagar o aluguel (o que geralmente acontece até o dia 10 do mês subseqüente ao do aluguel). a informação é transferida para o Patrimônio Líquido. para concentrarmos a atenção no entendimento do efeito dos eventos no patrimônio (que permite a correta classificação dos eventos apresentados e que facilitará sobremaneira o ulterior aprendizado dos registros – lançamentos).6 Pagamento do aluguel devido Para facilitar a análise dos efeitos patrimoniais do evento denominado pagamento do aluguel devido (no valor de R$ 1. (2) que nossa empresa é locatária e usou o imóvel por um mês.000. (3) então esse aumento fica registrado em uma conta denominada “de resultado” durante um período denominado exercício e. não levaremos em conta as formalidades de lançamento e de contas. permitiu que o locatário utilizasse o imóvel por um mês.000.2. no patrimônio. no valor de R$ 1.br Página 16 de 42 . Assim. basta saber que: (1) no momento já há aumento do patrimônio. de apresentação didática da Contabilidade.00 em dinheiro – em caixa) e uma obrigação (de pagar o aluguel – denominada aluguéis a pagar. resultando em um patrimônio de R$ 49. proposto. quando se fala em pagamento do aluguel devido.com.000. (2) mas esse aumento não é diretamente registrado no patrimônio líquido de imediato. Para a análise dos efeitos. (no valor de R$ 1.

irá ter a seguinte configuração: Ativo Dinheiro Passivo 49.000.pontodosconcursos. analisaremos o efeito.br Página 17 de 42 .000. Assim.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 49.com. pelo desaparecimento da obrigação de pagar o aluguel (Aluguéis a pagar no valor de Luiz Eduardo Santos www.00 Aluguéis a pagar - --------------------------. imediatamente após a ocorrência do fato descrito. a quantidade de “areia” (entre bens. Visto o patrimônio inicial proposto. representados por: (1) um montinho de R$ 50.00 – em dinheiro Ativo. direitos e obrigações) é de “quarenta e nove mil grãos de areia”. houve uma redução de valores.00 – obrigação aluguéis a pagar Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01. Por outro lado. no Passivo houve também uma redução de valores. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 49. valor esse a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.000.000. no valor de mil reais também. de cinqüenta mil reais para quarenta e nove mil reais em dinheiro.000. (2) um buraco de R$ 1. o desaparecimento da obrigação de pagar o aluguel.00 --------------------------.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 49.00 Na situação inicial proposta. Passivo. pela saída do dinheiro no valor de R$ 1.00. por outro lado. no Ativo.000. o patrimônio. no patrimônio.000.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Passivo 50. portanto.00 Aluguéis a pagar Dinheiro 1.00 Veja que. do evento denominado pagamento do aluguel devido (no valor de mil reais): a) Será reduzido o valor em dinheiro existente nesse patrimônio.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos deduzidos das obrigações.000.000. b) Ocorrerá.

br Página 18 de 42 . relativos ao princípio da competência. por outro lado. venda pelo custo – à vista.00). no valor de R$ 15. Mas.000.00 e o Passivo também foi reduzido em R$ 1. Obs. Portanto. Entre bens. pelo princípio de competência. no valor de R$ 49. Assim.: Repare que. Ora. é nesse momento que o vendedor cumpre o que havia combinado (entregar um bem para terceiros – no caso. A seguir. repare que a quantidade de areia existente entre bens.00 para R$ 49.3. o momento da venda é um momento mágico. no momento ou posteriormente à venda.000.7 Venda pelo custo – à vista Na Contabilidade. encontra-se representado o citado patrimônio: Luiz Eduardo Santos www. o tamanho do Passivo).00) e nenhuma obrigação.000. não há despesa no momento em que o dinheiro sai do patrimônio.000.00).000. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO PERMUTATIVO.00. houve troca de valor entre elementos do patrimônio (dinheiro e obrigação).00 em dinheiro colocado pelos sócios).pontodosconcursos. proposto. apesar de ter havido pagamento. nesse momento é que ocorre um fato que pode vir a ensejar o aumento ou mesmo a redução de seu patrimônio. no patrimônio. o Ativo foi reduzido de R$ 50. resultando em um Patrimônio Líquido de R$ 50. Isso está de acordo com os conceitos.00. desse evento. Isso porque.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis R$1. continua tendo exatamente esse tamanho – equivalente a “quarenta e nove mil grãos de areia”. Utilizando a metáfora da caixa de areia.000.000. 3.2. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou constante. vistos no ponto 01. Para a análise dos efeitos. e essa areia foi “utilizada para tapar um buraco existente no Passivo” (reduzindo. Assim. o Patrimônio Líquido não foi alterado.000.000. do montinho que representa dinheiro. (no valor de R$ 15. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) permaneceu constante (em R$ 49. no Ativo.com. o comprador).000. portanto.00 (de R$ 1. um estoque de mercadorias para venda (bens denominados estoque de mercadorias. direitos e obrigações. partiremos de um patrimônio inicial.000.00). contendo dinheiro (R$ 35. independentemente do recebimento de valores – por conta da venda – ocorrer antes. direitos e obrigações foi reduzida: foi tirado do patrimônio o equivalente a “mil grãos de areia”.00 para zero). o patrimônio que tinha o equivalente a “quarenta e nove mil grãos de areia”.

analisaremos o efeito.00 – representando nenhuma obrigação a pagar.00 Veja que. no valor dos mesmos quinze mil reais.00 Obrigações 15. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”.000.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.00 --------------------------. no mesmo montante (de trinta e cinco mil reais para Luiz Eduardo Santos www. no Ativo houve uma redução e um aumento de valores. (2) um montinho de R$ 15.000.00 Passivo - Na situação inicial proposta. do evento venda pelo custo (no valor de quinze mil reais): a) Será aumentado o valor em dinheiro existente nesse patrimônio. no valor de R$ 0. por outro lado. 35. o patrimônio. Visto o patrimônio inicial proposto.00.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.00 – estoque de mercadorias (3) um buraco tapado. b) Ocorrerá. Ativo.000.br Página 19 de 42 . representados por: (1) um montinho de R$ 35. respectivamente redução de quinze mil reais.000. Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01.00 – em dinheiro Ativo. portanto.000. valor esse a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos deduzidos das obrigações. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50.000.000. em mercadorias.com. Assim.000. o desaparecimento de estoque de mercadorias. para zero e aumento.pontodosconcursos. pela entrada de R$ 15.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Dinheiro Estoque de mercad.00 Obrigações - --------------------------. irá ter a seguinte configuração: Dinheiro Ativo Passivo 50. no patrimônio. imediatamente após a ocorrência do fato descrito.000. entregues pelo cliente. a quantidade de “areia” (entre bens.

00) e nenhuma obrigação.000. 3. Mas.000.000. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou constante.00). repare que a quantidade de areia existente entre bens.000.3. conforme já visto.00. encontra-se representado – esquematicamente – o citado patrimônio: Luiz Eduardo Santos www. pelo princípio de competência.00). Assim.00.br Página 20 de 42 . no patrimônio. contendo dinheiro (R$ 35. na quantidade de dinheiro existente. por outro lado. o Patrimônio Líquido não foi alterado. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) permaneceu constante (em R$ 50. no valor de R$ 50. (no valor de R$ 20.2.8 Venda com lucro – à vista Na Contabilidade.pontodosconcursos. Assim. direitos e obrigações não foi alterada: é como se (1) tivesse sido tirado do patrimônio o equivalente a “quinze mil grãos de areia”. desse evento. no valor de R$ 15.000. Por outro lado. para nosso patrimônio) aumentando o montinho que representa o dinheiro existente. partiremos de um patrimônio inicial. é nesse momento que o vendedor cumpre o que havia combinado (entregar um bem para terceiros – no caso. no Passivo não houve qualquer aumento ou redução. Isso porque.00 em dinheiro – em caixa). o momento da venda é um momento mágico – nunca é demais repetir. do montinho que representa o estoque de mercadorias no ativo e essa areia tivesse sido jogada fora (para fora do patrimônio – em direção ao patrimônio do cliente) e (2) tivesse caído de pára-quedas “quinze mil grãos de areia” (vindos do patrimônio do cliente. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO PERMUTATIVO. nesse momento é que ocorre um fato que pode vir a ensejar o aumento ou a redução de seu patrimônio. um estoque de mercadorias para venda (bens denominados estoque de mercadorias. proposto.com. no momento ou posteriormente à venda. Ora.00. por conta da venda. o comprador). venda com lucro – à vista. houve troca de valor entre elementos do patrimônio (dinheiro e estoque de mercadorias). A seguir. Utilizando a metáfora da caixa de areia.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis cinqüenta mil reais).000. Para a análise dos efeitos. ocorrer antes. resultando em um patrimônio de R$ 50. independentemente do recebimento de valores.000. referente a bens adquiridos por R$ 15.

referente a bens adquiridos por R$ 15. representados por: (1) montinhos de areia totalizando R$ 50. no patrimônio. portanto. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”. no valor de R$ 0. no valor de quinze mil reais. do evento venda com lucro (no valor de R$ 20.00 Obrigações 15.000.000. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50. o desaparecimento de estoque de mercadorias.000. Visto o patrimônio inicial proposto.000.000. por outro lado.00 – em dinheiro Ativo.000.com. Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01. b) Ocorrerá.00. a quantidade de “areia” (entre bens.a) um montinho de R$ 35.00 – estoque de mercadorias Ativo.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Dinheiro Estoque de mercad.00 --------------------------. (1.00): a) Será aumentado o valor em dinheiro existente nesse patrimônio. valor esse a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.000.000. irá ter a seguinte configuração.000.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos deduzidos das obrigações.00. 35. entregues pelo cliente. o patrimônio.br Página 21 de 42 . pela entrada de R$ 20. representando nenhuma obrigação a pagar. analisaremos o efeito.000. (2) um buraco tapado.pontodosconcursos. Assim.00: (1.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50. imediatamente após a ocorrência do fato descrito.b) um montinho de R$ 15.00.00 Passivo - Na situação inicial proposta. Luiz Eduardo Santos www.

Utilizando a metáfora da caixa de areia. independentemente do recebimento de valores. no Ativo. direitos e obrigações foi alterada: é como se (1) tivesse sido tirado do patrimônio o equivalente a “quinze mil grãos de areia”.00 Obrigações Passivo - Estoque de Mercad. de trinta e cinco mil reais para cinqüenta e cinco mil reais.2.000. no momento ou posteriormente à venda.000.00). houve uma redução e um aumento de valores. no Passivo não houve qualquer aumento ou redução.9 Venda com prejuízo – à vista Na Contabilidade.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Dinheiro 55. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) foi majorada (em R$ 5. Respectivamente: (1) redução do valor de mercadorias. Assim. para o patrimônio da empresa).00 para R$ 55. Assim.00 (de R$ 50. o momento da venda é um momento mágico – nunca é demais repetir.000. do montinho que representa o estoque de mercadorias no ativo e essa areia tivesse sido jogada fora (para fora do patrimônio – em direção ao patrimônio do cliente) e (2) tivesse caído de pára-quedas “vinte mil grãos de areia” (vindos do patrimônio do cliente. Adicionalmente.000. houve – também – uma troca de valor entre elementos do patrimônio (dinheiro e estoque de mercadorias).com. Por outro lado.00 para R$ 55.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 55.000. no valor de R$ 5. ocorrer antes.br Página 22 de 42 . Luiz Eduardo Santos www. 3. nesse momento é que ocorre um fato que pode vir a ensejar o aumento ou a redução de seu patrimônio. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MISTO AUMENTATIVO. Ora.000. aumentando o montinho que representa o dinheiro existente. conforme já visto. o Patrimônio Líquido foi alterado – para maior.00 Veja que. o comprador). repare que a quantidade de areia existente entre bens. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou majorado. Isso porque.pontodosconcursos. de quinze mil reais para zero e (2) aumento de dinheiro.00 de R$ 50. é nesse momento que o vendedor cumpre o que havia combinado (entregar um bem para terceiros – no caso. --------------------------.00).000.000.3. pelo princípio de competência. por conta da venda.

pela entrada de R$ 10. do evento venda com prejuízo (no valor de R$ 10. no patrimônio. analisaremos o efeito. partiremos de um patrimônio inicial. no valor de R$ 15.br Página 23 de 42 .00 – em dinheiro Ativo. encontra-se representado esquematicamente o citado patrimônio inicial proposto: Ativo Dinheiro Estoque de mercad. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”.00): a) Será aumentado o valor em dinheiro existente nesse patrimônio. por outro lado. (1. representando nenhuma obrigação a pagar.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos deduzidos das obrigações.a) um montinho de 35.000.000.000. A seguir. no valor de quinze mil reais. e referente a bens adquiridos por R$ 15. (no valor de R$ 10. e referente a bens adquiridos por R$ 15.00 --------------------------. portanto. Luiz Eduardo Santos www. b) Ocorrerá. composto por montinhos de areia que totalizam R$ 50.000. representados por: (1) Um Ativo.000. irá ter a seguinte configuração. desse evento.000. a quantidade de “areia” (entre bens. no patrimônio.00 Obrigações 15. o desaparecimento de estoque de mercadorias.000. Visto o patrimônio inicial proposto.b) um montinho de 15.000.000. contendo dinheiro (R$ 35.00 em dinheiro – em caixa) e um estoque de mercadorias para venda (bens denominados estoque de mercadorias.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Para a análise dos efeitos.00.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.com. o patrimônio.000.pontodosconcursos.00.00). resultando em um patrimônio de R$ 50. 35. entregues pelo cliente. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50.000.00: (1. denominado venda com prejuízo – à vista. valor esse a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.00). Assim. proposto.000.00. (2) Um Passivo composto por um buraco tapado.000. Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01.00. no valor de R$ 0.000. imediatamente após a ocorrência do fato descrito.00 – estoque de mercadorias Ativo.000.00 Passivo - Na situação inicial proposta.00.

o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou reduzido do valor de R$ 5. Antes de dominar a técnica de registro desses acontecimentos.000. quase sempre. que não tenham formação acadêmica na área contábil5). é o entendimento dos acontecimentos típicos do mundo dos negócios.000.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Dinheiro 45. de páraquedas. em diferentes elementos.00 – de R$ 50. houve – também – uma troca de valor entre elementos do patrimônio (dinheiro e estoque de mercadorias). Utilizando a metáfora da caixa de areia. da vida das empresas. de quinze mil reais para zero e (2) aumento de dinheiro.000.00 Veja que. no Passivo não houve qualquer aumento ou redução. É como se: (1) tivesse sido tirado do patrimônio o equivalente a “quinze mil grãos de areia”. para nosso patrimônio) aumentando o montinho de areia que representa o dinheiro existente. Adicionalmente. e essa areia tivesse sido jogada fora (para fora do patrimônio – em direção ao patrimônio do cliente) e (2) tivesse caído.3. Luiz Eduardo Santos www.000.00 (de R$ 50.000.com.2.000. houve redução e aumento de valores. no Ativo.000. Respectivamente: (1) redução do valor de mercadorias. Assim.00).br Página 24 de 42 . Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MISTO DIMINUTIVO.00 para R$ 45.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 45. Por outro lado. de classificação dos elementos patrimoniais envolvidos nesses acontecimentos e de preparação/análise 5 Exatamente o público a que este curso se destina. repare que a quantidade de areia existente entre bens. no patrimônio o equivalente a “dez mil grãos de areia” (vindos do patrimônio do cliente. --------------------------.00). de trinta e cinco mil reais para quarenta e cinco mil reais. o Patrimônio Líquido foi alterado – reduzido. notadamente para neófitos (que é. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) foi reduzida (em R$ 5. Ora. no Ativo.00 para R$ 45.10 Pagamento de duplicata com abatimento Uma das maiores dificuldades no estudo da Contabilidade. 3. direitos e obrigações foi alterada.pontodosconcursos.00 Obrigações Passivo - Estoque de mercad. do montinho que representa o estoque de mercadorias. o caso dos candidatos em concursos públicos na área fiscal.000.

Esse é o conceito de cartularidade: a obrigação (antes intangível) passa a existir em um papel (que é palpável). que o entendimento dos acontecimentos da vida de uma empresa são atinentes a outras áreas do conhecimento que não propriamente à Contabilidade6. Para isso. onde está escrito que alguém deve entregar uma soma de dinheiro a outro alguém. porém. Esse papel tem a capacidade de mudar de mãos e. especificamente de duplicata. em muitos momentos de nosso curso. antes de mais nada. assim. b) Veja que. em um determinado momento futuro.com. sem os quais. com a utilização de técnicas próprias da Matemática Financeira. quem adquire o papel passa a ser aquele que tem o direito de exigir o pagamento nele referenciado – com a especificidade de que esse pagamento pode ser exigido do devedor inicial ou daquele que.2.1 Observações teóricas títulos de crédito em geral sobre duplicatas e O conceito de títulos de crédito pode ser dado. 3.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis dos demonstrativos contábeis. o entendimento da Contabilidade ficaria sobremaneira prejudicado. pelo credor. Ver o conceito de Sistema Aberto. e a relação da contabilidade com outras disciplinas – matéria vista no ponto 01. Os acontecimentos são regrados pelo Direito e avaliados do ponto de vista da Economia e da Administração. de forma didática e com o único intuito de esclarecimento. Para tratar do evento pagamento de duplicata com abatimento. passou o título adiante. no qual a Contabilidade se classifica. propomos. mesmo antes da data de sua quitação pelo devedor. o crédito passa a ser utilizável. Dessa forma. portanto. sem quaisquer outras preocupações. basta negociar com terceiros o endosso do título – por um determinado valor acordado entre as partes. Somente tendo uma clara idéia do fato ocorrido é que será possível dominar a técnica de seu registro.br Página 25 de 42 .pontodosconcursos. quando isso ocorre. é necessário saber o que aconteceu (com detalhes). como: a) Um papel. 6 Luiz Eduardo Santos www. posteriormente. uma breve explanação dos conceitos de títulos de crédito e. É mister colocar.3. Esse é o conceito de mobilização do crédito (que passa de mãos em mãos) através da passagem do título – denominada endosso. são feitas alusões a conceitos típicos dessas disciplinas.10.

br Página 26 de 42 . tem o formato de um título de crédito – trata-se do cheque. e o tomador – também chamado de beneficiário. por outro lado. mais utilizados no Brasil. ela passa a ser a titular de um direito denominado DUPLICATAS A RECEBER e – ao contrário – quando uma empresa efetua compras a prazo de bens ou serviços. a Nota Promissória é autônoma em Luiz Eduardo Santos www. quando uma empresa efetua vendas a prazo de bens ou serviços. quem emite o documento (sacador) é o vendedor (dos bens ou serviços) e quem fica obrigado a pagar o valor (sacado) é o comprador.com. ou tacitamente. é necessário que ele aceite o título (expressamente. assim. temos a duplicata e a nota promissória. temos que se trata de um título de crédito causal (ou seja. a Letra de Câmbio não é largamente utilizada no Brasil e. Para que o comprador fique efetivamente obrigado a pagar o valor constante da Duplicata. aquele que deve receber o valor a ser pago. Na Duplicata. Falando da Duplicata. Como exemplos de títulos de créditos. mas no presente. Finalmente. Toda a teoria dos títulos de crédito está baseada na idéia da Letra de Câmbio (que tem. o sacado e o tomador. contrai uma obrigação denominada DUPLICATAS A PAGAR. o sacado – aquele que recebe a ordem para pagar um valor a alguém. A Nota Promissória. porque sendo uma ordem de pagamento à vista. Porém. O cheque é denominado cambialiforme (tem a forma de um título de crédito. o nome Duplicata deriva do fato de que ela seja uma cópia da Nota Fiscal (da venda do bem ou do serviço). Há também um título que. assinando na face do título. A causa da Duplicata somente pode ser uma venda de mercadorias/produtos ou a prestação de serviços – ambos a prazo. apesar de não se classificar como um típico título de crédito. há a presença de três figuras (três personagens): o sacador – aquele que dá a ordem para que alguém pague um valor para alguém. a possibilidade de definição de três pessoas diferentes para designar o sacador. não tem causa definida em lei. que deve ter uma causa de sua existência determinada em lei). sem que o seja). em sua estrutura. Outra peculiaridade do cheque é que ele não pode circular indefinidamente – a lei proíbe vários endossos. não representa um valor a ser pago em um momento futuro. atestando o recebimento do bem ou serviço vendido). Em suma.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Nos títulos de crédito em geral.pontodosconcursos. Ou seja. o motivo pelo qual uma Nota Promissória veio a existir é irrelevante – em outras palavras. concentraremos nosso estudo nos títulos de crédito efetivamente utilizados.

000. A seguir. 3.00.000.3. proposto.000.br Página 27 de 42 . que recebe a ordem para pagar o valor consignado no cheque. pagar. para quitação de uma obrigação inicialmente contraída no valor de R$ 15. as figuras do Sacador e do Sacado se confundem na pessoa do Devedor Esta simples classificação já foi objeto de questão de prova em concurso. quanto ao cheque. um estoque de mercadorias para venda (bens denominados estoque de mercadorias. partiremos de um patrimônio inicial. Título Sacador Sacado Tomador Duplicata o Vendedor o Comprador o Vendedor (*) Promisória Cheque o Devedor o Correntista o Devedor o Banco o Credor o Beneficiário (**) Obs: (*) na duplicata. no patrimônio.2 Análise do fato contábil a pagar decorre da compra de de duplicata. Resumidamente. com abatimento. pagamento de duplicata com abatimento. na tabela abaixo. no valor de R$ 15. (de R$ 14.com. o devedor da obrigação é quem emite o título e o credor é o beneficiário do pagamento.pontodosconcursos.00). Para a análise dos efeitos.00).2. o emitente do cheque (correntista – titular da conta-corrente no banco) é o sacador. é o sacado. as figuras do Sacador e do Tomador se confundem na pessoa do Vendedor (**) na Promissória. no valor de R$ 15. inicialmente acordado entre as partes). apresentamos os três principais tipos de títulos utilizados em nosso país. Finalmente. resultando em um patrimônio de R$ 50.000. Na Nota Promissória. contendo dinheiro (R$ 50. O banco.00) e uma obrigação. com um abatimento (ou seja. pelo bem ou serviço pagando menos do que o valor Visto que a existência de uma duplicata bens ou serviços a prazo. o pagamento significa a quitação da obrigação de adquirido.00 em dinheiro – em caixa). encontra-se esquematicamente representado o citado patrimônio inicial proposto: Luiz Eduardo Santos www.000. desse evento.10. de pagar por compras a prazo (denominada duplicatas a pagar.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis relação à causa que a ensejou.00.000. com a indicação dos sujeitos a cada um deles relacionados. E o tomador é o beneficiário do cheque (o portador. ou aquele determinado no próprio documento se o cheque for nominal).

Visto o patrimônio inicial proposto. de R$ 15.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos deduzidos das obrigações (R$ 50.00.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50. (2) Um Passivo composto por um buraco.pontodosconcursos.00): a) Será reduzido o valor em dinheiro existente nesse patrimônio. a quantidade de “areia” (entre bens.000. do evento denominado pagamento de duplicata com abatimento (no valor de R$ 14. o desaparecimento de uma obrigação (denominada duplicatas a pagar) de quinze mil reais.000. b) Assim. Passivo 50.000.000. o patrimônio. irá ter a seguinte configuração: Luiz Eduardo Santos www. (1.000. por outro lado.000. representando a obrigação a pagar a duplicata pela compra realizada a prazo Passivo.000.br Página 28 de 42 .00. portanto. entregues ao vendedor. Ocorrerá.000.a) um montinho de R$ 50.000. Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01.00 Duplicatas a pagar 15.000. composto de montinhos que totalizam R$ 65.00: (1.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Dinheiro Estoque de mercad.000.00 Na situação inicial proposta.000. no patrimônio.00 + R$ 15.00 15. valor esse a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa. imediatamente após a ocorrência do fato descrito.000.00 = R$ 50. para quitação de uma obrigação inicialmente contratada por R$ 15.00 – estoque de mercadorias Ativo. pela saída de R$ 14.b) um montinho de R$ 15.000. analisaremos o efeito. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”.00).00 --------------------------.000.00.000. representados por: (1) Um Ativo.00 – em dinheiro Ativo.com.00 – R$ 15.

00).000. a título de juros7. quando há recebimento com juros.3. Assim.br Página 29 de 42 . se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) foi aumentada (em R$ 1.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 51. Adicionalmente. 3.00 Duplicatas a pagar - Estoque de Mercad. houve uma redução. do valor do dinheiro existente.000. (2) esses “quatorze mil grãos de areia” tivessem sido utilizadas para tapar (ainda que parcialmente) o buraco duplicatas a pagar. do montinho que representa dinheiro em caixa. ficou na posição de exigir. no Passivo. no Ativo. no ativo. juros a receber são – geralmente – o resultado de uma operação qualquer em que nossa empresa deixou dinheiro com alguém. no patrimônio. direitos e obrigações foi alterada: é como se (1) tivesse sido tirado do patrimônio o equivalente a “quatorze mil grãos de areia”.000.00 – de R$ 50.00). Assim.com.000.00 para R$ 51. no item anterior.000. a empresa recebe – além do valor inicialmente contratado (valor da venda a prazo) – um valor adicional. de pára-quedas. então. o equivalente a “mil grãos de areia” terminando de tapar o buraco que representa a obrigação duplicatas a pagar. por algum tempo e.11 Recebimento de duplicata com juros Conforme já visto. Assim. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou majorado do valor de R$ 1.000. Ora. a existência de duplicatas a receber no patrimônio é decorrente da realização de vendas a prazo e consiste no direito de exigir o pagamento do valor referente à venda. o Patrimônio Líquido foi alterado – majorado.00 --------------------------.000. dessa Luiz Eduardo Santos www.2.000. no total de quinze mil reais .pontodosconcursos. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MISTO AUMENTATIVO. houve também uma redução.00 (de R$ 50. houve – também – uma troca de valor entre elementos do patrimônio (dinheiro e duplicatas a pagar). Utilizando a metáfora da caixa de areia. no total de quatorze mil reais – de cinqüenta mil reais para trinta e seis mil reais. 7 O conceito de Juros é o do valor do dinheiro no tempo.de quinze mil reais para zero (pelo desaparecimento da obrigação duplicatas a pagar). Por outro lado. 15. no Passivo.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Ativo Dinheiro Passivo 36. e (3) tivesse caído.000.00 para R$ 51. anteriormente existente no passivo. repare que a quantidade de areia existente entre bens.00 Veja que.

Ativo Dinheiro Duplicatas a receber 35.000.00.000.00. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de 50. No exemplo.00. Visto o patrimônio inicial proposto. no valor de R$ 15.000.000. (de R$ 16. analisaremos o efeito. A seguir. (2) Um Passivo composto por um buraco tapado.00 Passivo - Na situação inicial proposta. no patrimônio. mas a quitação ocorreu com atraso. representando a inexistência de obrigações a pagar Passivo.000.000. composto por montinhos de areia que totalizam R$ 50.br Página 30 de 42 . no valor de R$ 0. contendo dinheiro (R$ 35.00). valor esse a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.00 – em dinheiro em caixa Ativo.000. (1.00: (1. de R$ 15. partiremos de um patrimônio inicial. encontra-se representado o citado patrimônio.b) um montinho de R$ 15.00 adicionais recebidos a título de encargos pelo atraso na quitação).000.00 Obrigações 15. representados por: (1) Um Ativo. Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01.00) e nenhuma obrigação.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Para a análise dos efeitos. sendo os R$ 1.000.a) um montinho de R$ 35. inicialmente contratado. portanto.000.000. do evento denominado recebimento de duplicata com juros (no valor de pessoa.00 --------------------------. uma remuneração do dinheiro.00 em dinheiro – em caixa).000. resultando em um patrimônio de R$ 50.00 = R$ 50.00 – Duplicatas a receber Ativo.000. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”.000. a quantidade de “areia” (entre bens. os juros são decorrentes do fato de que não houve pagamento na data inicialmente acordada.000. Luiz Eduardo Santos www. um direito de exigir que clientes paguem por vendas realizadas a prazo (denominado duplicatas a receber. pela quitação do valor. no Passivo.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos deduzidos das obrigações (R$ 35.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50.00 + R$ 15.pontodosconcursos.000.00. desse evento. no patrimônio. denominado recebimento de duplicata com juros. proposto.com.

e (3) tivesse caído.000.000. também colocados no montinho que representa dinheiro.00 – de trinta e cinco mil reais para cinqüenta e um mil reais em dinheiro e (2) uma redução no direito duplicatas a receber. houve – também – uma troca de valor entre elementos do patrimônio (dinheiro e duplicatas a receber).000. o patrimônio. do montinho que representa o direito duplicatas a receber.00 obrigações Passivo - Duplicatas a receber --------------------------.000.00). o desaparecimento de um direito (denominado duplicatas a receber). houve um aumento e uma redução de valores: (1) um aumento na quantidade de dinheiro existente.000.00). no montante de R$ 16. pela entrada de R$ 16. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) foi aumentada (em R$ 1. direitos e obrigações foi alterada.com.00 para R$ 51.000.pontodosconcursos. de quinze mil reais.br Página 31 de 42 . no patrimônio o equivalente a “mil grãos de areia” adicionais. relativo a um direito de R$ 15. Ativo Dinheiro 51. Adicionalmente. irá ter a seguinte configuração.00 de R$ 50. Por outro lado.00 Veja que. entregues pelo comprador.000. por outro lado. Ora. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou majorado do valor em R$ 1.000. repare que a quantidade de areia existente entre bens. no montante de quinze mil reais – de quinze mil reais para zero. o Patrimônio Líquido foi alterado – majorado.00 e com a incidência de encargos no valor de R$ 1. Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MISTO AUMENTATIVO.000. imediatamente após a ocorrência do fato descrito. de pára-quedas. no Passivo não houve qualquer aumento ou redução.00): c) Será aumentado o valor em dinheiro existente nesse patrimônio. Utilizando a metáfora da caixa de areia. Assim. no ativo.000. Luiz Eduardo Santos www.00.00.00 (de R$ 50. É como se: (1) tivesse saído do patrimônio o equivalente a “quinze mil grãos de areia”. no Ativo. no Ativo.00 para R$ 51.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis R$ 16. em caixa.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 51.000.000. d) Assim.000. no Ativo (2) esses “quinze mil grãos de areia” tivessem sido colocados no montinho que representa dinheiro em caixa. Ocorrerá.

a empresa recebe apenas parte do valor inicialmente contratado8. no Passivo.000. portanto. direitos e obrigações) é de “cinqüenta mil grãos de areia”.00 Obrigações 15. no valor de R$ 15. inicialmente contratado.000. quando há recebimento com abatimento. A seguir. de R$ 15.00. contendo dinheiro (R$ 35.000.pontodosconcursos.000. partiremos de um patrimônio inicial. proposto. desse evento.00 --------------------------.00 – em dinheiro em caixa Ativo.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 3.3.000.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 50. Assim. Para a análise dos efeitos.b) um montinho de R$ 15. Ativo Dinheiro Duplicatas a receber 35. na qual o vendedor temendo a inadimplência do comprador.com.br Página 32 de 42 .000.00. 8 Há. dois motivos para ensejar o recebimento em valor menor do que o inicialmente contratado: (1) o fato de que o cliente estaria pagando em data anterior àquela do vencimento da duplicata e – pelo valor do dinheiro no tempo – pagaria um valor menor do que aquele inicialmente contratado e (2) uma negociação ulterior à venda. pela quitação do valor. resultando em um patrimônio de R$ 50. a título de abatimento).00 – Duplicatas a receber Ativo. no patrimônio.00. representados por: (1) Um Ativo composto por montinhos de areia que totalizam R$ 50.a) um montinho de R$ 35.000.12 Recebimento de duplicata com abatimento Conforme já visto.00) e nenhuma obrigação. a existência de duplicatas a receber no patrimônio é decorrente da realização de vendas a prazo e consiste no direito de exigir o pagamento do valor referente à venda.000.00: (1. denominado recebimento de duplicata com abatimento. a quantidade de “areia” (entre bens. encontra-se representado o citado patrimônio.00.000.2.00 em dinheiro – em caixa). basicamente.000.000. um direito de exigir que clientes paguem por vendas realizadas a prazo (denominado duplicatas a receber. (1. Luiz Eduardo Santos www.00 Passivo - Na situação inicial proposta. aceita a quitação da operação por um valor menor. (recebimento de R$ 14.000. com uma redução de R$ 1.

Ativo Dinheiro 49.000. repare que a quantidade de areia existente entre bens. É como se: (1) tivesse saído do patrimônio o equivalente a “quinze mil grãos de areia”.pontodosconcursos. do montinho que representa o direito duplicatas a receber.com. no valor de R$ 0. do evento recebimento de duplicata com abatimento (recebimento de R$ 14. valor esse a ser entregue aos sócios quando da liquidação da empresa.00). f) Assim.000.00 + R$ 15. Ocorrerá. relativo a um direito de R$ 15. o Patrimônio Líquido (diferença entre Ativo e Passivo) deve ser representado por um buraco de R$ 50.00 obrigações Passivo - Duplicatas a receber --------------------------. o desaparecimento de um direito (denominado duplicatas a receber). no valor de quinze mil reais. no ativo (2) desses “quinze mil grãos de areia”. representando a inexistência de obrigações a pagar Passivo.00). entregues pelo comprador. Visto o patrimônio inicial proposto.000.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis (2) Um passivo composto por um buraco tapado. Assim.000. analisaremos o efeito. por outro lado. o patrimônio. Para manter o conceito de patrimônio visto no ponto 01. no Passivo não houve qualquer aumento ou redução.00. o Patrimônio Líquido (que é a diferença entre Ativo e Passivo) ficou reduzido no valor em R$ 1.000.00): e) Será aumentado o valor em dinheiro existente nesse patrimônio.000.00. direitos e obrigações foi alterada. Por outro lado.000. Utilizando a metáfora da caixa de areia.000. de quinze mil reais. com redução de R$ 1. no valor de R$ 14.00. imediatamente após a ocorrência do fato descrito. no patrimônio.00 Veja que.00 (de R$ 50.00 – de trinta e cinco mil reais para quarenta e nove mil reais e (2) uma redução no direito duplicatas a receber.00 para R$ 49.00 – onde deve caber a quantidade de areia representada por bens e direitos deduzidos das obrigações (R$ 35. irá ter a seguinte configuração. “quatorze mil grãos de areia” tivessem sido colocados no montinho que representa dinheiro em Luiz Eduardo Santos www. reduzido-o de quinze mil reais para zero.000.000.000.00 = R$ 50. no Ativo.00. pela entrada de R$ 14.000.br Página 33 de 42 .000.Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 49. houve um aumento e uma redução de valores: (1) um aumento na quantidade de dinheiro existente.000.

14 Hipoteca dada ou recebida A hipoteca é definida como um direito real de garantia sobre bens imóveis.2. toma dinheiro emprestado nas seguintes condições: a) recebe o dinheiro. o Patrimônio Líquido foi alterado – reduzido. Luiz Eduardo Santos www. no âmbito da Contabilidade.2. na data da exigência do título.13 Aval dado a 3o O Aval dado a terceiro é um evento que não caracteriza um fato contábil. Para ilustrar a questão. necessitando de um empréstimo por qualquer motivo.00 para R$ 49. assume a obrigação de realizar o pagamento.00). e c) oferece ao credor – como garantia de que haverá o pagamento contratado – um bem imóvel. 3. não ocorre fato contábil – pois isso não enseja qualquer efeito no patrimônio. Repare que. se. Assim.00 – de R$ 50.000. subsidiariamente ao sacado. b) assume o compromisso de pagá-lo em uma determinada data (com ou sem juros. conforme as condições de pagamento negociadas). o garantidor verá nascer em seu patrimônio uma obrigação exigível. somente no momento em que o sacado não honrar seu compromisso. Nota-se que as garantias em geral ensejam meros atos contábeis. 3.pontodosconcursos.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis caixa.br Página 34 de 42 . Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MISTO DIMINUTIVO.000. Adicionalmente.3. cabe esclarecer que o aval é uma garantia típica dos títulos de crédito. nascerá uma obrigação para o avalista (a obrigação de honrar o compromisso do devedor original.3. no ativo. em seu lugar). Em outras palavras. No momento em que o avalista concorda em garantir o pagamento do título. e (3) os outros “mil grãos de areia” tivessem sido jogadas para fora do patrimônio. houve – também – uma troca de valor entre elementos do patrimônio (dinheiro e duplicatas a receber). a hipoteca ocorre quando alguém. reduzindo-o. o sacado não honrar seu compromisso. Isso porque quando se garante o adimplemento de uma obrigação. mas um mero ato (denominado. O avalista é aquele que. ato contábil ou ato administrativo). nessa situação. e se isso acontecer. o avalista poderá ter de fazê-lo. se a quantidade de areia existente entre os montinhos (bens e direitos) e os buracos (obrigações) foi reduzida (em R$ 1. somente na condição (evento futuro e incerto) de não pagamento tempestivo pelo devedor. tecnicamente.com. Ora.000.

a hipoteca (dada ou recebida) não logra alterar – de forma alguma – o patrimônio do devedor ou do credor. pelos motivos acima colocados. para assegurar que um contrato seja cumprido. em tudo. Um exemplo seria a quitação do valor do empréstimo com a utilização dos aluguéis da locação de um bem dado em anticrese.3. mas sim um bem móvel.pontodosconcursos.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis Caso não ocorra o pagamento. Apenas na condição (evento futuro e incerto) de não pagamento tempestivo das prestações advindas do empréstimo. Luiz Eduardo Santos www. 3.o aluguel. o credor pode tomar o bem dado em garantia (no âmbito de uma ação judicial). ocorrerá um fato contábil. caracterizando mero ATO. sem destruí-lo. Ainda. de forma ulterior e superveniente. O penhor é.3 Resultado Fato 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Descrição Compra de móveis a prazo Depósito em banco Saque de cheque Despesa de aluguel Receita de comissão Pagamento do aluguel devido Venda pelo custo – à vista Venda com lucro – à vista Venda com prejuízo – à vista Pagamento de duplicata com abatimento Recebimento de duplicata com juros Recebimento de duplicata com abatimento Aval dado a 3o Hipoteca dada ou recebida Classificação FP FP FP FmoFmo+ FP FP Fmi+ FmiFmi+ Fmi+ FmiATO ATO 9 Frutos são definidos como aquilo que pode ser separado de um bem. Portanto. (b) para o capital – os juros. falando em garantia. Exemplos de frutos são: (a) para a terra . possa ser feita a quitação da obrigação atinente ao empréstimo. conforme combinado. Todas essas garantias são ATOS. Em outras palavras. (c) para árvores – as frutas e etc.com. semelhante à hipoteca com a diferença de que o bem dado em garantia não é imóvel. fruto são os bens acessórios gerados pelo bem principal – sem que este seja destruído.br Página 35 de 42 . é que. A anticrese consiste no oferecimento de um bem para que. com a utilização dos frutos9 daquele bem. não podemos deixar de fazer referência à fiança – que é uma garantia pessoa dada por alguém. Outras figuras assemelhadas à hipoteca são: (1) o penhor e a (2) anticrese.

aumento do valor do patrimônio Líquido. são permutativos e modificativos. Como exemplos. extinção de uma obrigação. desaparecimento de um bem ou de um direito. podemos citar a Receita de aluguel. Fatos contábeis são eventos que. Como exemplos. ocorrendo na empresa. com a conseqüente redução do valor do patrimônio Líquido. citamos as vendas com prejuízo. Luiz Eduardo Santos www. Os fatos contábeis mistos diminutivos são aqueles em que há troca de valores entre elementos do patrimônio e. ainda. Fatos contábeis modificativos são aqueles em modificação do valor do Patrimônio Líquido.br Página 36 de 42 . ocorrendo apenas troca de valores entre elementos patrimoniais. Como exemplo de atos contábeis temos as garantias. Os fatos contábeis modificativos aumentativos são aqueles em que há surgimento de um bem ou direito ou. Em outras palavras. Fatos contábeis mistos são aqueles que. modificativos ou mistos. podemos citar a compra de veículos a prazo. alteram (qualitativamente ou quantitativamente) o patrimônio. são aqueles em que há troca de valores entre elementos patrimoniais e. as custódias e as consignações. com o conseqüente aumento do valor do patrimônio Líquido.com. Os fatos contábeis mistos aumentativos são aqueles em que há troca de valores entre elementos do patrimônio e. redução do valor do patrimônio Líquido. etc. adicionalmente. o saque de um cheque. também. subdividindo-se entre fatos contábeis modificativos aumentativos e fatos contábeis modificativos diminutivos. Os fatos contábeis modificativos diminutivos são aqueles em que há surgimento de uma obrigação ou. ao mesmo tempo. despesas com tributos. Fatos contábeis se dividem em fatos permutativos. citamos as vendas com lucro. etc. etc. ainda. ocorrendo. alteração no valor do patrimônio líquido. Como exemplo. o depósito bancário. Fatos contábeis permutativos são aqueles em que não há modificação no valor do Patrimônio Líquido. não alteram (qualitativamente ou quantitativamente) o patrimônio.pontodosconcursos.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 4 Resumo Atos contábeis são eventos que. São exemplos de fatos contábeis modificativos diminutivos as depesas de comissão. adicionalmente. a Receita de comissões. Como exemplo.

pontodosconcursos. a leitura do referido livro é fortemente recomendada. a) a nota promissória é um título de crédito autônomo. b) O sacado na Nota promissória é o credor enquanto na duplicata o sacado é o devedor. próprio para operações mercantis de compra e venda entre pessoas físicas. de forma prática.br Página 37 de 42 . na solução de questões de concurso. d) A nota promissória e a duplicata são títulos de crédito. 10 Luiz Eduardo Santos www. Gabarito d Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”. teórico.1 Títulos de Crédito – definições teóricas 5. que só é emitido por pessoas jurídicas.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 5 Exercícios de Fixação (Questões de concurso) 5. c) A duplicata é um título de crédito próprio para transações financeiras. o emitente é também chamado sacador. para consolidação do aprendizado. sendo que na primeira o emitente é também chamado sacado.1 AFRF – 200310 Enunciado Assinale abaixo a opção que contém a asserção verdadeira. e) A triplicata é um título de crédito de emissão obrigatória. e na segunda. Após o estudo desse curso. em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados.1.com. do mesmo autor. mas apenas quando houver o extravio da segunda duplicata.

do mesmo autor.2. conseguindo um desconto de 2.2 Analista . tomou uma refeição de 12. Em seguida tomou 30.00 c) 2. sapatos. mas que sua mãe lhe deu de presente. De manhã cedo nada tinha.00 d) 187.) comprado por 105. tomou o ônibus pagando 1.00 Gabarito A 5.00.00.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 5.00 e) 189. para consolidação do aprendizado. Contou o dinheiro e viu que vendera metade dos bombons e chicletes por 40. Após o estudo desse curso.00 emprestados de seu pai. na solução de questões de concurso. José Henrique possui um "capital próprio" no valor de: a) 107. Vestiu o traje novo (calça. teórico. Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”. 12 11 Luiz Eduardo Santos www.Especialidade: Contabilidade12 Enunciado Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”.00. Após o estudo desse curso. de forma prática.1 AFRF – 200011 Enunciado 51 – José Henrique resolveu medir contabilmente um dias de sua vida começando do "nada" patrimonial . a leitura do referido livro é fortemente recomendada.MPU .20. mas só pagou 10. etc.pontodosconcursos. várias caixas de bombons e chicletes e passou a vendê-los no calçadão. de forma prática.2 Atos e Fatos Contábeis 5. a leitura do referido livro é fortemente recomendada. no fim do dia.2.00 b) 120. para consolidação do aprendizado. cansado. comprou o jornal por 1.00.80 de passagem. teórico. Chegando ao CONIC. do mesmo autor. na solução de questões de concurso. comprou fiado.br Página 38 de 42 . por 50. No fim do dia.00. podemos ver que.00.Área: Pericial . camisa . Com base nessas informações. em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados. em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados.com.

13 Luiz Eduardo Santos www.A operação de compra de mercadorias com pagamento a vista é considerada como um fato contábil: a) de iliquidez b) modificativo c) misto d) extraordinário e) permutativo 5. constitui um a) Fato Administrativo Permutativo. Após o estudo desse curso. com encargos de multas e de juros. 5.com.3 Contador da Prefeitura do Recife – 200313 Enunciado 62. e) Fato Administrativo Composto aumentativo.2.A empresa “. d) Fato Administrativo Composto diminutivo. c) Fato Administrativo Modificativo aumentativo. realizou uma operação de recebimento de duplicata no valor de R$ 100.pontodosconcursos. a leitura do referido livro é fortemente recomendada. b) Fato Administrativo Modificativo diminutivo.00. em dinheiro.br Página 39 de 42 . na solução de questões de concurso. Assinale o tipo de fato contábil presente na única opção correta. teórico. Essa operação gerou um registro contábil de débito à conta CAIXA e crédito à conta Duplicatas a Receber.2.O pagamento de uma letra de câmbio já vencida.” Ltda.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 41. a) Aumentativo b) Diminutivo c) Misto d) Modificativo e) Permutativo Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”.4 Auditor Municipal do Recife – 2003 (ESAF) ENUNCIADO 39. para consolidação do aprendizado. do mesmo autor. de forma prática. em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados.

Líquido 50 fornecedores 20 20 credores 100 150 capital social 100 220 220 Ativo Caixa Clientes mercadorias imobilizado "DEPOIS" Passivo e P. com a utilização de lucros acumulados e de reservas legais. b) permutativo.6 MTB – CESPE/UNB . Ativo Caixa mercadorias imobilizado "ANTES" Passivo e P. por uma empresa estatal. e) modificativo diminutivo. 5.2. Líquido 50 fornecedores 20 10 credores 100 15 capital social 105 150 225 225 Pode-se afirmar que o fato contábil ocorrido entre “ANTES” e “DEPOIS” é um fato: a) misto aumentativo.com.br Página 40 de 42 .2. d) apuração do resultado de correção permanente e do patrimônio líquido monetária de ativo e) aumento de capital com nova subscrição dos sócios Luiz Eduardo Santos www.pontodosconcursos. c) aumento de capital. para pagamento a prazo.5 AGERS/RS 1998 ENUNCIADO Considere a representação gráfica do patrimônio em R$ em dois momentos.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 5. b) recebimento de doação. c) misto diminutivo. d) modificativo aumentativo.1994 ENUNCIADO A operação que caracteriza um fato contábil permutativo é o (a): a) execução de serviços a terceiros.

b) fato contábil permutativo. Luiz Eduardo Santos www. c) fato contábil misto.com.8 Perito da Polícia Federal . d) ato administrativo. c) misto diminutivo. para isso. b) modificativo diminutivo. com recebimento de troco em dinheiro e) na realização de capital subscrito 5.1993 ENUNCIADO Determinada empresa decidiu aumentar o seu capital. utilizando-se.7 Técnico de Finanças e Controles – 1996 (ESAF) ENUNCIADO Ocorre um fato contábil modificativo aumentativo: a) na prestação remunerada de serviço b) no recebimento de duplicata julgada incobrável mas ainda não baixada c) na alienação de mercadorias a prazo.2. e) modificativo aumentativo.2. com incidência de juros de mora. d) na permuta de bens do ativo. d) misto aumentativo.2.br Página 41 de 42 . Essa decisão caracteriza-se como um: a) fato contábil modificativo. de recursos de lucros obtidos em exercícios anteriores.9 Fiscal de ISS – SP (FCC) ENUNCIADO O pagamento de uma dívida com juros de mora representa um fato contábil: a) Permutativo.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 5. 5.pontodosconcursos.

9 Assunto / Concurso-questão 1 Títulos de Crédito – definições teóricas AFRF – 2003 2 Atos e Fatos Contábeis AFRF – 2000 Analista .3 Gabarito 1.6 2.Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Atos e Fatos Contábeis 5.br Página 42 de 42 .7 2.com. D A D E E A C A B C Luiz Eduardo Santos www.8 2.1 2.Área: Pericial .pontodosconcursos.3 2.1993 Fiscal de ISS – SP (FCC) Gab.2 2.Especialidade: Contabilidade Contador da Prefeitura do Recife – 2003 Auditor Municipal do Recife – 2003 (ESAF) AGERS/RS 1998 MTB – CESPE/UNB .1 2.5 2.1994 Técnico de Finanças e Controles – 1996 (ESAF) Perito da Polícia Federal .MPU .4 2.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->