P. 1
COMO SE FAZ UM DIÁRIO DE BORDO

COMO SE FAZ UM DIÁRIO DE BORDO

|Views: 1.289|Likes:
Publicado porPatricia Lopes

More info:

Published by: Patricia Lopes on Mar 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/10/2013

pdf

text

original

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DE FRADES Ano Lectivo 2010/2011 Área de Projecto – 12º Ano

COMO SE FAZ UM DIÁRIO DE BORDO
O diário de bordo é um meio de os alunos registarem as suas actividades, reflexões, os seus comentários sobre o modo como o trabalho que desenvolvem em grupo ou individualmente se processa. É uma forma privilegiada de o seu autor descrever e reflectir sobre os problemas que vão surgindo, os obstáculos que decorrem do desenvolvimento do trabalho e da forma de os superar. O registo escrito permite criar o hábito de pensar as práticas, de se pensar a própria aprendizagem. O que se regista no diário de bordo? Sendo o diário de bordo o relato de uma actividade, de uma sessão de trabalho, pode-se afirmar que é um instrumento de registo diário (daí a sua designação!). Deves anotar o local onde decorreu a actividade, a data, a hora do início e fim da tarefa, descreveres o que fizeste individualmente ou em grupo. O registo tem de terminar com uma avaliação, uma reflexão sobre o modo como decorreu a tarefa, o seu efeito no processo de trabalho, as consequências futuras, etc. Se, por exemplo, fores fazer uma consulta à biblioteca registas: o local, dia, hora, o livro (ou outro material) que consultaste, o resultado da pesquisa e a forma de registo. Terminas a entrada no diário de bordo com o balanço da tarefa dando uma reflexão crítica. Para se fazer um registo não é necessário que a actividade seja bem-sucedida: por exemplo, diriges-te a uma instituição para recolheres material e não conseguiste: deves fazer este registo e escreveres as tuas conclusões sobre o sucedido. No diário de bordo podes também registar as questões que queres colocar ao teu professor, reflexões sobre a forma como o teu grupo está a trabalhar. Podem ser dadas indicações adicionais no contexto da tua turma, do projecto que estás a desenvolver. Não há um formulário específico para fazeres o registo. Deves usar, contudo, um formulário simples que te ajudará a organizar o diário de bordo que irá fazer parte integrante do teu portefólio. (1) Vantagens do diário de bordo As vantagens do diário de bordo são várias, o que justifica a sua utilização por muitos professores de outras disciplinas. Vamos apenas referir algumas delas: documentas o teu trabalho: o diário de bordo é um dos testemunhos das actividades que desenvolves; organizas as tuas reflexões pessoais sobre as iniciativas, sobre o teu trabalho; ajuda-te a fazer a auto-avaliação ao longo do desenvolvimento do projecto; promove hábitos de reflexão crítica e de escrita; dá ao professor urna perspectiva do trabalho que desenvolves, da tua aprendizagem, torna-o um bom instrumento de avaliação. Um bom registo Pode-se perguntar: o que é um bom registo de um diário de bordo? É o registo que: faz uma descrição rigorosa da actividade; respeita as referências requeridas: dia, hora, local, recursos; centra a descrição nos seus aspectos essenciais; inclui uma reflexão crítica e comentários significativos. É importante a apresentação e a forma como está redigido. O cumprimento de prazos e o número de entradas são factores de valorização.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->