Você está na página 1de 38

1 - Principles of Attraction – Adam Lyons

da

Adam Lyons
www.attractionexplained.com
2 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

PREFÁCIO
______________________________

Este livro é um guia detalhado sobre minhas


descobertas nos últimos anos na área da atração. É
uma visão geral sobre o conceito de atração, e a
fórmula da qual eu acredito que governa a atração
interpessoal. Eu espero que você aprenda o máximo
possível, tanto quanto eu aprendi, estudando esta
área. Eu não exijo que você saiba de tudo, pois eu
estou constantemente em busca do auto-
aperfeiçoamento. Sendo assim, uma vez que você
entenda alguns dos conceitos por trás de tudo, se
tornará muito mais fácil localizar os erros que você
provavelmente está cometendo em atrair os outros, e
tornará muito mais fácil tomar controle nesse aspecto
da sua vida e finalmente “melhorar sua sorte” com o
sexo oposto.
Adam Lyons

Entender a atração pode lhe ajudar a sair e escolher a parceira que você quiser, e essa liberdade de
escolha pode fazer maravilhas para sua auto-confiança e permitir-lhe se concentrar em outras áreas da
sua vida. Assim, uma grande parte da atração é estar confortável com você mesmo, e a felicidade só
vem de dentro de você. Não importa o que você leia ou internalize, nenhuma outra pessoa nesse planeta
pode te fazer feliz como você pode fazer a si mesmo, e assim que você estiver preparado em aceitar você
como você é, outras pessoas o farão também.

Gostaria de agradecer às pessoas mais do que meu editor me permitiu listar aqui, mas literalmente a
todas as pessoas que me tocaram de alguma forma na incrível jornada que eu tomei nos últimos anos,
que me ajudaram a modelar essa peça, e eu não poderia ter feito nada sem nenhum de vocês.
3 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Conteúdo

______________________________________

Introdução 4

A Fórmula 8

Construindo Conforto 11
Valor 15
Sinais de Atração 15
Rapport 17

Quebrando Rapport 23

Construindo Atração 26
Pretensão 26
Investimento 27
Qualificação 28

Qualidades Atrativas 30
Confiança 30
Liderança 32
Pré-seleção 33
Ambição 34
Excelência 34
Inteligência Social 35

Escalação 36
O Beijo 37

Notas Finais e do Tradutor 38


4 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

INTRODUÇÃO
______________________________________

O processo de atração é misterioso e quase sempre é assustador para a maioria das pessoas. Embora
algumas pessoas tenham um talento natural para esse tipo de coisa, para a maioria de nós, o conceito de
conhecer alguém novo, em começar um relacionamento e de ficar em algum lugar com essa pessoa
especial que você se sente atraído é realmente assustador, e muitas pessoas sentem-se impotente em
fazer algo a respeito. Aqui nós apresentamos a fórmula básica e o processo que nos ajudará a entender a
atração e explicar porque certas coisas funcionam e outras não. Compreender atração é o primeiro
passo para nos capacitar a fazer algo sobre isto; para conhecer novas pessoas, para começar um
relacionamento e obter a pessoas que nós realmente queremos.

Então por que nós temos problemas em começar um relacionamento com outras pessoas?

Não importa quantas maneiras nós desenvolvemos intelectualmente, espiritualmente e socialmente,


nossa principal função continua sendo a mesma que a de qualquer outra criatura nesse planeta: Se
reproduzir. Espiritualidade, política, família e tudo mais que representamos poderia desaparecer muito
em breve se nós não nos multiplicassemos. Não é coincidência que três das quatro indústria da internet
são pornográficas, namoro ou relacionamento social. Essa é a nossa natureza, e nosso propósito de
existência.

Você pensaria que nós nos adaptaríamos muito bem a uma coisa que nós fomos projetados a fazer.
Infelizmente, esse nem sempre é o caso e muitos de nós estamos insatisfeitos com o nosso estado civil
ou com nossos relacionamentos atuais. Uma das principais razões para a coisa toda ser tão difícil, é que
nós tendemos a não entender como nós somos atraídos pelos outros, ou como nós conseguimos entrar
em um relacionamento. São coisas que simplesmente parecem que acontecem com a gente, então nós
pensamos que foi o destino, o acaso ou sorte. Quando um cara tem um encontro sexual com uma garota,
alguns homens dizem que estão “tendo sorte”, e muitas garotas vão lhe dizer que elas estão tendo
“muito azar” com os homens, que elas só atraem idiotas e perdedores. Relacionamentos, romance e
encontros sexuais são coisas que simplesmente acontecem com a gente, algo que nós não temos
controle? Ou será quem tem algo a mais nesse mistério?
5 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Este é um quebra-cabeça gigante que inúmeros psicólogos e cientistas têm estudado por centenas de
anos. Acredite se quiser, todos os relacionamentos românticos e sexuais e todos os encontros da mesma
natureza, são formados da mesma maneira, e está longe de ser algo que simplesmente acontece
magicamente; encontro, atração, e relacionamentos sexuais são estabelecidos seguindo simples
estágios, e um deles pode ser estudado e reproduzido. Entretanto, essa não é uma habilidade que
alguém possa pegar de um livro e usá-la imediatamente. Se nós dividirmos essas habilidades e formulá-
las, nós poderemos estudar e praticar, assim como matemática ou programação de computador; E mais,
aprender habilidades mais específicas que você tem que praticar, assim como pintura ou futebol; então,
gerar atração é definitivamente o último passo. Existe um conjunto de orientações que podem ajudá-lo,
e enquanto algumas pessoas são naturalmente boas, outras precisam ser mostradas as teorias; Mas o
fato é que, não importa da onde você é, quanto mais você praticar, melhor você ficará.

Mas a atração não é baseada no visual? Não é correto dizer que as pessoas olham umas para as outras e
se sente atraídas ou não?

Se olharmos para trás nas últimas décadas, você verá que o que é percebido como atraente, tem mudado
drasticamente, mesmo nos últimos 50 anos, do magro para o volumoso, do fraco para o musculoso. O
fato é que o que é visto como fisicamente atrativo, depende das tendências sociais, e varia muito, porém
sempre sendo um fator chave na procura de alguém para se ter um relacionamento.

A humanidade sempre teve tantos problemas com a atração? A resposta não é tão simples, entretanto, é
justo assumir que com o nosso estilo de vida mais agitado, focado no materialismo e no trabalho, e
nesse mundo moderno, perdemos a noção da maneira correta de como atrair um parceiro. Muitas
pessoas estão tentando subornar outras em um relacionamento, dando presentes e a promessa de um
estilo de vida ainda mais materialista.Muitos de nós já tiveram alguma mágoa no passado, ou alguma
situação que nos causaram medo de se aproximar de alguém que gostamos, formando um
relacionamento, ou ficar preso em algo onde somos usados pelos outros.Essas questões nos fizeram ver
relacionamentos de uma forma diferente, e pode nos prender a um ciclo repetitivo, que é difícil de
romper.
6 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Um dos maiores problemas em aprender como lidar com a atração e relacionamentos é que é difícil
dizer onde estamos errando. Naturalmente, a maioria das lições são aprendidas por causa e efeito.
Vamos dizer que uma criança descobre o fogo pela primeira vez. Ela fica encantada com a chama, e
tenta tocá-la. Ele imediatamente sacode sua mão e puxa de volta, e uma valiosa lição é aprendida: não
toque no fogo, pois machuca. Relacionamentos são mais complicados, por causa do desejo comum de
não machucar os sentimentos dos outros, ou de fazer cena. Muito frequentemente, quando alguém faz
algo que nós não gostamos, nós tentamos disfarçar nossas reações, especialmente com alguém que
acabamos de conhecer ou se não for uma grande coisa, e sabendo que ela não fez por mal, nós
simplesmente deixamos pra lá. Infelizmente, ao fazer isso, estamos evitando que elas aprendam a lição
de causa e efeito, com os erros que cometem com as outras pessoas, então elas não aprendem e não
melhoram. Por causa disso, as pessoas tendem a repetir seus erros com os outros, repetidas vezes. Se a
criança tivesse tocado a chama e nada acontecesse, mas 3 horas depois ela sentisse uma dor na perna,
ela provavelmente não relacionaria os dois acontecimentos.
A fim de aprender o que estamos fazendo de errado com as outras pessoas, nós precisamos dar um
passo para trás e considerar todo o processo, não somente em termos de causa e efeito, mas

A maioria dos relacionamentos são formados passivamente; é que eles não são procurados no mundo
aberto. A maioria dos relacionamentos acontecem se pessoas se conhecerem através do seu grupo de
amigos, no trabalho ou em algum outro círculo social, e sentirem a faísca da atração, como que por
mágica. É claro que não há nada de errado nisso, e é como a maioria das pessoas encontram seus
parceiros, mas algumas pessoas deixam isso com o acaso, e muitas esperam muito tempo para algo do
tipo acontecer. No entanto, essa não é a única maneira de fazer as coisas.

Quando você entender a fórmula por trás da atração, você pode acender essa faísca em quase todos que
você conhecer. Soa inacreditável? Bem, o fato é que com o fator beleza fora do caminho, não há outra
maneira de definir porque gostamos de outra pessoa, todos nós somos designados a acasalar e enquanto
a situação estiver correta, e os botões certos forem pressionados, uma relação é quase certa a acontecer.
É claro que há outros fatores que contribuem, e você não é a única pessoa no planeta. Outros
relacionamentos, situações passadas, situações atuais, e um milhão de outros fatores externos podem
influenciar a decisão de uma pessoa ao entrar em um relacionamento. Tendo uma boa compreensão do
por que ela funciona pode significativamente aumentar suas chances, especialmente se você estiver se
sentindo um pouco atrás, na corrida para encontrar alguém especial, por qualquer motivo que seja.
7 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Às vezes nos falta um pequeno pedaço que irá nos ajudar a juntar tudo e alcançar resultados
significativamente melhores. A questão não é se vai funcionar, a questão é saber se você quer tentar, e
ver se faz alguma diferença. Como é uma habilidade que exige bastante treino, nenhum livro que você
leia vai fazer funcionar se você não sair e praticar, melhorar e fazer acontecer. Na verdade, pare de ler,
saia e se aproxime de 3 pessoas que você se sinta atraído, e veja o que acontece.

“Oi, Meu nome é [seu nome], como você está?”

Escolher procurar ativamente a pessoa certa pode fazer uma diferença enorme na sua vida. Isso não
significa que você deve se casar com a primeira pessoa que encontrar; Saiba que você terá maiores
chances com uma pessoa que você quer ter um relacionamento, e pode então escolher alguém que
realmente goste, em vez de resolver com a primeira que aparecer ou que você se der bem.

___________________________________________
8 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

A FÓRMULA
_____________________________________________________________

Existem quatro diferentes passos na criação de atração e em levar na direção que você quer ela vá. Estes
passos são:

1) Conforto; estabelecer confiança e segurança


2) Quebra de Rapport; fazendo distinção entre atração e amizade
3) Construindo atração; quando elas começam a ver suas qualidades atrativas
4) Escalação; levando ao beijo, a um encontro, ou aonde você quiser

Cada etapa é uma fase que as pessoas naturalmente percorrem desenvolvendo uma situação romântica
ou sexual, mesmo se elas estejam procurando somente um encontro ou um relacionamento longo. Se
você já teve algum tipo de encontro ou relacionamento, muito provável que você já tenha percorrido
esses passos – todas às vezes – sem mesmo saber.

A ordem desses passos são importantes. Ir a fundo direto no final, pode resultar na confusão ou
distúrbio da outra pessoa. A quebra de rapport sem conforto pode ser desagradável ou insultante, tentar
construir atração sem conforto é um avanço indesejável e escalação sem atração não vai dar certo,
porque elas vão ver você somente como um amigo. Às vezes é possível pular para uma fase posterior,
porém, somente se os estágios anteriores forem completados pela outra pessoa.

Vamos olhar rapidamente para cada estágio em detalhe:

Conforto
Especialmente com um estranho, você quer gerar uma situação onde elas sejam receptivas com você, e
você não tenha medo de fazer algo prejudicial a elas; em breve, você deseja que elas confiem em você.
Às vezes, especialmente quando alguém acha você atraente inicialmente, a pessoa irá procurar construir
conforto com você.
9 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Quebra de Rapport
Quebrar o rapport é essencial para criar atração, assim como o conforto se torna uma amizade
fácil e agradável, porém não excitante. Junto à quebra de rapport, você quer quebrar um
pouco de conforto, geralmente por discordar de algo, provocando ou dizendo algo de caráter
sexual.

Atração
Depois de quebrar o rapport, você estará apto a transmitir suas qualidades atrativas e equilibrar o
estado de excitamento criado pela quebra de rapport e conforto, demonstrando maior valor social e
fazendo da sua companhia, algo excitante e prazeroso. Esta é, provavelmente, o estágio mais difícil de se
aprender do zero, principalmente para aqueles que não tem uma aptidão natural, mas se você já esteve
antes em qualquer tipo de situação romântica ou sexual, você já deve ter feito isso.

Escalação
Depois que um certo nível de atração for alcançado, você estará na posição de escalar e prosseguir, com
um beijo, marcando um encontro, pegando o número de telefone ou qualquer outra coisa que você
queira.

Embora seja possível iniciar a interação com qualquer estágio sem conforto, a menos que a interação
pré-exista de alguma forma, é altamente provável que a ela ocorrerá de uma forma negativa,
significando que você tem de se esforçar para salvar a interação. Por exemplo, abrir um set com muita
atração gerada, poderia causar uma resposta negativa, porque a pessoa que você se aproximou ficará
imaginando se você é tão bom assim, já que você está com medo de falar com elas, certo? Não é preciso
muito para perceber por que alguém responderia negativamente se você começar uma interação
tentando imediatamente construir um relacionamento com ela.

Às vezes haverá situações que não se encaixam nessa fórmula, ou alguns fatores externos estejam
influenciando na interação. Por exemplo, algumas pessoas podem necessitar de mais conforto antes de
você pensar em quebrar rapport com elas. Este é um sistema em fluxos. Se você perceber que alguém
precisa de mais conforto, então é só construir mais conforto, antes de ir para o próximo estágio. Se uma
grande dose de conforto já existir, então você pode abrir com algo um pouco mais controverso,
quebrando rapport imediatamente.
10 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

A medida que você fica mais habituado a lidar com a atração, você não vai mais querer pensar nesses
estágios, e tudo vai acontecer naturalmente. Com tudo, aqueles que são naturalmente bons em construir
atração, passam por esse estágio sem mesmo saber que ele existe, e são essas pessoas de sorte que
queremos imitar, aprendendo sobre atração e todas as outras coisas, e quanto mais você praticar,
melhor você irá se tornar.
11 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Construindo Conforto
_____________________________________________________________

Conforto, nesse contexto, é um estado de estar à vontade na companhia de alguém. Conforto é essencial
para a atração; se alguém não se sente confortável com você, ele não vai querer ter uma longa conversa,
para não falar outras coisas. Estabelecer conforto garante que sua atenção jamais seja indesejada. Em
alguns casos, um nível de conforto pode já existir, se você já conhece a pessoa ou por estar cercado de
muitos amigos em comum. Uma boa quantidade de tempo, entretanto, é necessário para criar conforto
nessas ocasiões, ou mesmo criar a partir do zero. Construir conforto é quase sempre o melhor jeito para
se começar, ao invés de ser demasiadamente agressivo ou flertar com alguém completamente
desconhecido, podendo ocasionar reações negativas, como o clichê “Você vem sempre aqui?” ou
parecendo estranho, desesperado ou até mesmo ameaçador. Nunca pule a fase de construir conforto, a
menos que você tenha uma boa razão para acreditar que a outra pessoa já construiu conforto com você.

Uma das questões mais difíceis que as pessoas enfrentam é como começar uma interação. O
pensamento de se aproximar de um completo estranho, com intenções românticas ou sexuais, pode ser
assustador, realmente assustador. Os homens tem medo da rejeição, e as mulheres ficam assustadas em
parecerem desesperadas ou saírem da cultura de que o é que tem que liderar. Na verdade, esta é uma
das principais razões da qual nós pensamos que os relacionamentos acontecem puramente por sorte,
porque nós não imaginamos como eles começam. A razão da qual os lugares sociais são os melhores
lugares para se encontrar parceiros em potencial é devido ao pré-estabelecimento de conforto de ambas
as partes.

O estabelecimento de conforto é mais fácil quando se lida com as pessoas de dentro do seu próprio
círculo social. Quando possível, a melhor maneira de fazer isso é com uma introdução de um amigo em
comum. Nós naturalmente temos a tendência de ver os amigos dos nossos amigos de uma forma
positiva, a amizade provoca união, e nós imediatamente nos sentimos mais a vontade do que com
pessoas da qual não nos foram introduzidas.
12 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Afinidade
Aviso Científico!
Afinidade é o termo usado para descrever
Este conhecimento é parte de um efeito
eventos físicos próximos, alguma ligação
psicológico conhecido como afinidade. Ele especial ou alguma forma de parentesco
entre variáveis. Pelo âmbito psicológico,
traduz aproximadamente, como é estar afinidade é um dos principais gatilhos para
atração social ou interpessoal.
próximo de alguém de alguma forma ou de
outra. Em termos físicos, poderia ser definido Afinidade foi teorizada primeiramente pelos
psicólogos Leon Festinger Stanle Schachter
como viver na mesma área com outra pessoa, Kurt Lewin and Kurt Bach, e ficou conhecido
como os Estudos Westgate, conduzido pela
em termos não físicos, poderia ser definido
universidade MIT, em 1950.
como ambos pertencentes a mesma associação.
Quanto mais perto é a proximidade, maior é a
afinidade. Por exemplo, aquele que vivem no
mesmo andar em um prédio, tem mais
afinidades entre si, do que com aqueles que
moram em diferentes andares.Igualmente, as
pessoas tendem a ser mais dispostas em aceitar
potenciais parceiros, se o estilo ou aparência
das outras pessoas forem parecidos com a seu,
ou for de uma mesma tendência social ou
grupo. Sua aparente proximidade faz nascer
afinidade

Nesse diagrama, podemos ver que ambas as


pessoas A e B estão atraídas pela pessoa C, Afinidade Social
e C encontra-se dentro dos círculos A e B.
Da mesma forma, C estaria atraído por A e B,
e teria a opção de escolher entre as duas pessoas.
D está fora do grupo, e, portanto, detém o menor nível de afinidade, logo, o menor nível de conforto
com outras partes.

O efeito da afinidade é a tendência para as pessoas formares amizades, ou relacionamentos românticos


com aqueles que elas se encontram com freqüência. Em outras palavras, relacionamentos tendem a ser
formados entre aqueles que possuem maior afinidade.
Afinidade se aplica a grupos sociais, e é assim que são formados diretamente o conforto entre pessoas
das quais lhe foram introduzidas.
13 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Estes, podem ser os amigos de sala, amizade do círculo social ou até mesmo colegas de trabalho, e explica a
tendência de professores saírem com outros professores, policiais saindo com outros policiais, e assim por diante.

Aviso Científico! Este tipo de conhecimento é frequentemente referido


como “mero efeito de exposição”, que se baseia na idéia
Em 1956, Alan C Kerckhoff
conduziu um estudo sobre a de que quanto maior a exposição, mais agradável se
afinidade residencial. Cerca de 70%
dos casasi, viviam 20 quarteirões torna. O mero efeito de exposição é uma ferramenta
dos seus parceiros antes de bem conhecida pela indústria da publicidade, também
casar.Isto parece óbvio quando você
pensa sobre isso, mas não é algo do conhecida como “aviso da marca”. As pessoas começam
qual as pessoas pensam com a confiar e gostar de um produto somente porque se
freqüência.
tornam familiares com o mesmo.
Em relação à atração, a psicologia diria que se uma pessoa pertence ao mesmo círculo social que você,
ou do mesmo bairro que você, vocês vão se achar mais atraentes. Na realidade, o que está acontecendo
é que eles estão se tornando mais confortáveis uns com os outros, e eles vão começar a confiar na sua
personalidade. Psicólogos usam o termo “princípio de exposição” para descrever o fenômeno do qual
quanto maior a frequencia que uma pessoa é vista por alguém, mais atrativo e inteligente essa pessoa
aparenta ser. Medo de estranhos é algo inerente a nós, e é algo que pode ser visto documentado em
nossa história, assim como no resto do reino animal. Familiaridade remove esse medo inicial e permite
que alguém o considere mais favorável, e começa a construir conforto. Estudos tem sido feito do qual
um sujeito era exposto a um trecho de música, uma fotografia ou pessoa, e mesmo que por um pequeno
período de tempo, deixaram essas pessoas mais emocionadas que outras.
Uma maneira comum em que isso se manifesta é quando as pessoas inicialmente não gostam de uma
música, mas, mais tarde, se encontram cantando essa música, devido a grande exposição que tiveram,
fazendo com que, muitas vezes, comprem o cd.

No entanto, fazer parte de um grupo social, ou vivendo na mesma região, não é o único jeito de se
construir esse conforto, mesmo que você não conheça ninguém. Contanto que você possa construir
conforto com algum deles, o efeito será igual a de uma bola de neve, onde quanto mais conforto você
cria, mais pessoas você irá se misturar.
14 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

O problema com isto, todavia, é que você precisaria construir conforto com um grupo inicial, a fim de
começar todo o processo de alguma forma, e se você não conhecer inicialmente um grupo de pessoas,
poderá ser mais difícil. Essa é a hora onde outras técnicas de conforto são necessárias.

Sem a vantagem de uma introdução mútua, as coisas começam a ficar um pouco mais complicado, mas
ainda existem muitas coisas que você pode fazer. O próximo passo mais fácil é olhar para as pessoas que
já querem conversar com você, e você ficaria surpreso em saber que são muitos. Qualquer um que te
notar, olha por você por mais tempo do que o comum, ou que sorri para você é um convite para uma
conversa – eles querem construir conforto com você. Tudo que você tem que fazer é sorrir, se aproximar
e começar uma conversa.

Com um estranho que não está mostrando nenhum sinal de atração – que não está querendo construir
conforto com você, você terá que se aproximar e então quebrar o gelo. O que você quer conseguir,
fazendo isso, é melhorar a situação de alguma forma com a sua presença, agregando valor a eles.
Supondo que alguém está brigando com um mapa para achar a direção certa, essa é uma boa
oportunidade para ajudar, mas muitas vezes, nós não temos uma situação fácil assim. Mesmo assim,
sendo uma engraçada e interessante conversa para eles, é mais do que suficiente para agregar valor. Um
comentário casual ou um complemento sobre algo é muitas vezes uma boa abordagem. Por exemplo, se
você visse alguém que você gostou do outro lado da rua, você poderia dizer:

“Hey, desculpe encomodar, mas se eu não dissesse oi a você, eu me mataria. É difícil ver alguém
nessa cidade que tenha um rosto amigável. Prazer em conhecer você!”

Com o quebra gelo feito, você despertou o interesse, e agora você pode tomar a conversa adiante.
Lembre-se sempre que você deve ser alguém que mude o dia delas de alguma maneira, demonstrando
algum valor positivo para elas. Isso não precisa ser assustador, e adicionar valor a elas pode ser simples,
como ter uma conversa interessante.
15 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Valor
Quando for falar com alguém novo, um dos pontos principais a considerar é se você está indo para
agregar valor a eles, ou ter valor a partir deles. As pessoas são subconscientemente alertas com muitos
fatores relativas às suas interações com outras pessoas. Muitas pessoas reagem negativamente quando
são abordadas na rua por um mendigo, muitas vezes sem mesmo dar-lhes tempo de falar.
Isto é causado por um receio de que eles querem nosso valor, não apenas por pedir dinheiro, mas em
um nível mais profundo, por associação.
Entretanto, se alguém de alguma forma soubesse que aquele mendigo na verdade era um agente secreto
trabalhando disfarçado, esse alguém pararia, e pagaria por sua atenção. Isto é devido ao fato de que a
percepção do valor do mendigo mudou; de repente, eles estão oferecendo mais pela interação e dando-
lhe um motivo para ouvir mais.

Existem várias maneiras de adicionar valor, a mais fácil é mover a conversa rapidamente para um
tópico interessante, logo após a introdução inicial. Se você ficar preso em um assunto, lembre-se de
como as pessoas gostam de falar delas mesmas! Tenha em mente o que as pessoas procuram, ambições
e alegria são coisas mais interessantes para se falar do que fatos mundanos, como seu dia a dia no
trabalho, ou se ela tem irmãos ou irmãs.

Sinais de Atração
Há uma variedade de sinais do qual podemos saber se alguém está atraído por nós. É procurando
construir conforto com nós que as outras pessoas eventualmente pensam na hipótese de uma situação
romântica ou sexual. Se você está recebendo esses sinais antes mesmo de falar com elas, então a
interação vai começar com o pé direito, tornando todo o processo muito mais fácil. Conhecendo pessoas
dentro do seu círculo social, e procurando esses sinais nelas, é provavelmente, a melhor maneira de
começar uma interação. Alguns desses sinais é muito mais fácil de reconhecer do que outros:

Contato Visual - Este é, provavelmente, um dos maiores sinais. Se alguém está olhando para você,
mesmo se ela virar a cara quando você olhar para elas, o sinal está lançado, e é hora de abordar. Tudo o
que você precisa fazer é andar calmamente e confiante até elas e dizer “Oi”. Dependendo do nível de
confiança delas, você pode precisar construir um pouco mais de conforto, e quanto mais hesitante ela
estiver, mais conforto terá de ser construído. Contato visual é a chave para começar.
16 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Sorriso - Se alguém está sorrindo para você enquanto te olha, então você pode ter a certeza que é um
sinal para abordar. Não espere, mova-se. Um sorriso nunca mente. A característica de sorrir é uma
influência genética de baixo nível, e mesmo as pessoas que nasceram cegas, que nunca viram um
sorriso, vão sorrir quando gostarem de algo.

Proximidade - Quando alguém se move para perto de você, e atinge sua zona de conforto, é um
convite claro para iniciar uma conversa. Este é um dos sinais mais sutis, e também o mais fácil de
interpretar errado, mas se a pessoa sentar do seu lado intencionalmente, uma pequena quantia de
conforto se estabelece. Se você estiver interessado nelas, então comece uma conversa, e desde que
comece com o pé direito, tudo vai dar certo.

Toque - Uma forma mais extrema de proximidade é o contato físico, que é um forte sinal de atração.
Mesmo se isso acontecer por acidente, se alguém trombar em você em público, essa pessoa irá
imediatamente procurar conforto com você, se desculpando ou lhe dando uma abertura similar. Você
pode também acionar esses sinais em outra pessoa, principalmente aquelas que não estou ativamente
procurando conforto com você no momento, mas provavelmente te dando um pequeno convite para
isso. Existem diversas maneiras diferentes de tentar fazê-lo, mas um dos mais fáceis é simplesmente,
sorrir para elas. Um sorriso amigável é uma das maneiras mais fáceis de construir conforto com alguém,
e as pessoas tendem a retribuir um sorriso muito facilmente. Se ela retribuir, é um convite quase tão
bom quanto quando elas inicialmente sorriem para você. Tente – saia e sorria para alguém
aleatoriamente. Muitas responderão positivamente.

Se uma pessoa não tem interesse em construir conforto com você, então você deve ser um pouco mais
proativo. A maneira mais fácil de fazer isso é com técnicas de construção de rapport. Existem
numerosas técnicas disponíveis na Internet e em muitos livros, detalhando as diversas maneiras de se
construir rapport. Algumas das mais fáceis são aprendidas e apresentadas aqui. Na realidade, você não
precisa entender as dificuldades em como se construir rapport, porque é algo que quase sempre
fazemos naturalmente – nós somos seres sociais antes de tudo, mas algumas sugestões podem ajudá-lo,
se você quiser praticar.
17 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Rapport:

Rapport é uma das principais áreas da interação humana inconsciente. Estes são todos pequenos
pensamentos inconscientes acontecendo na superfície, quase como as emoções que nós sentimos
quando ouvimos o que os outros dizem, ou as coisas que eles fazem. Quando você sentir “rapport” com
alguém que você está tornando-se “em sintonia”, comece a compartilhar um senso de igualdade.
Construir Rapport é usado para construir uma melhor conexão com alguém e, naturalmente, leva um
longo caminho para isso. Você pode construir Rapport usando apenas uma ou duas técnicas descritas
abaixo, quando mais você usar, entretanto, um rapport maior é gerado. Algumas dessa técnicas estão
descritas abaixo:

Igualdade: É importante também relacionar as histórias delas com a sua própria vida, encontrando
pontos em comum em suas conversas da qual ajudará a construir rapport com elas. Lugares similares
onde viveram, local de férias semelhantes, lugares onde ambos já estiveram, ou hobbies que ambos
gostem, são pontos do qual funcionam bem na hora de construir rapport com alguém.

Ejetar – Curiosamente, uma outra maneira de adicionar valor é deixando a conversa


temporariamente. Quando você conhece alguém pela primeira vez, há um receio de que você possa
ocupar o tempo delas e interferir com as suas tarefas ou qualquer outra coisa que eles estejam tentando
alcançar. Ao deixar a interação logo depois de entrar nela, você deixa claro que não tem intenção de
ocupar o tempo e “drenar” valor delas.

Você pode reiniciar a conversa depois, mesmo se for apenas alguns segundos depois. O ato de deixar a
interação cria uma grande sensação de conforto, e depois quando você retornar, você já terá construído
uma familiaridade desde a primeira interação, criando uma nova sensação de conforto. A distância
entre as interações precisa ser adaptado a cada situação independentemente. Em uma boate , por
exemplo, você provavelmente levaria bons 30 minutos entre as duas interações. Entretanto, num coffee
shop, levaria apenas alguns momentos entre a duas interações.

Se você não tem tempo para fazer as duas interações, por exemplo, se você estiver de passagem pela rua,
você pode usar uma falsa ejeção, mas dizendo a alguém que você vai “apenas ocupá-las por um
momento”. Isso dará a elas uma impressão que você vai ir embora, e vai para outra direção, deixando-
as mais confortáveis.
18 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Empatia – Empatia é o processo compartilhado de identificação dos sentimentos de outra pessoa;


colocando-se “na pele deles”. O papel da empatia na atração é criar experiências parecidas, procurando
entender exatamente o que a outra pessoas está sentindo, e então tentar imitar ou absorver esse
sentimento o máximo que você conseguir. Você não precisa literalmente se imaginar como sendo outra
pessoa, isso é uma tarefa um pouco mais difícil. Alguns atores gastam muito tempo aprendendo a atuar
perfeitamente. O sistema de reconhecimento das emoções de outras pessoas é algo que fazemos
inatamente, e pode ser alcançado inconscientemente. Então, uma vez que você tenha entendido as
emoções de outra pessoa, você pode começar a imaginar em entender como eles se sentem.

Um dos melhores métodos de fazer isso é lembrando um momento que você experimentou a emoção
que elas estão descrevendo e imaginar como você se sentiu naquele momento. Essa conexão é uma
maneira forte de construir conforto com alguém que experimentou as mesmas emoções que você.
Algumas pessoas acham que encontrar empatia é difícil, assim como compartilhar emoções com outras
pessoas é um ato aberto e desinibido. Uma técnica simples é dividir a empatia verbalmente, ao invés de
usar a emoção. Concordando verbalmente, a fim de ajudar a dividir seus sentimentos; Por exemplo,
frases como “eu sei exatamente o que você quer dizer”, ou “Eu não posso imaginar como você se sentiu”.

Adicionando emoção à sua própria conversa é tão importante quanto ouvir alguém diferente.
Adicionando emoção à conversa é uma técnica muito poderosa, embora muitas pessoas não o façam.
Uma das maneiras mais fáceis de fazer isso é para explicar como você se sentia, ou o que você estava
pensando na hora do acontecimento. Por exemplo, imagine que alguém lhe fale o seguinte:

“Eu estava na estrada e vi um cachorro. Ele não se movia. Eu chamei uma ambulância, e eles se
recusaram a levá-lo”

Sem emoção, a história é sem graça, e não faz ninguém sentir empatia por ela. Mas agora, vamos
imaginar que eles vão contar a história com emoção:
19 - Principles of Attraction – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

“Eu estava na estrada e vi um cachorro. Eu fiquei chocado. Eu senti pena pelo pobre coitado. Ele não
se movia. É impressionante como coisas assim pode afetá-lo. Eu não sabia o que fazer. Eu chamei
uma ambulância, quer dizer, eu pensei na primeira coisa que eu poderia fazer. Você acredita que eles
recusaram a levar o cachorro?”

A emoção aumenta tremendamente a história. Ela acrescente profundidade, e permite que alguém
vivencie e reviva o momento, e simpatize com você. Compartilhando essas histórias e provocando essas
emoções no ouvinte, você está pronto para construir um rapport profundo, baseado nas emoções que
você está compartilhando.

Isto é semelhante a vivenciar uma experiência juntos. Empatia também é importante para medir o
quanto de conforto você tem com alguém. Entenda que quanto mais rapport você tiver com elas, se elas
não estiverem quentes com você, ou dando sinais que elas estão desconfortáveis com a sua presença,
talvez seja hora de pensar sobre construir conforto de outra maneira.

Linguagem Corporal - Linguagem Corporal é uma das formas mais básicas de comunicação.
Um exemplo muito simples, é quando você está falando com alguém com o seu corpo inclinado para
trás. Não é uma boa maneira de se manter a conversa, pois vai deixar a outra pessoa se sentindo
bloqueada por você, ou até mesmo achar que você é rude. Uma das maneiras mais fáceis de construir
rapport com alguém é espelhá-los através da linguagem corporal.

Cada um de nós temos coisas em comum e ações que tendemos a fazer durante uma conversa. Muitos
desses movimentos sutis mudam, conforme a conversa muda. De errados movimentos bruscos a
pequenos gestos descontraídos, ou mesmo nem se mexer. Outra forma de empatia é simular os traços
da linguagem corporal da pessoa da qual você está tentando construir rapport. Imitando a linguagem
corporal delas, você estará entrando no ritmo delas, e achando mais coisas em comum para ajudar a
construir rapport.

A forma como alguém senta, a forma como alguém inclina a cabeça, ou mesmo a forma como alguém
segura um copo, são coisas que podem ser imitadas, podendo construir rapport de uma forma
inconsciente. Amigos ou pessoas que vivem no mesmo bairro muitas vezes tem os mesmos gestos
físicos. Se você encontrar alguém fazendo um gesto repetidas vezes, você pode imitá-lo. O nível de
rapport pode ser aumentado.
20 - Principles of Attraction – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Obviamente que é importante imitar naturalmente, porém evitando fazer movimentos exagerados, e
sim movimentos mais sutis, ligeiramente discretos para com as pessoas que você está tentando
construir rapport. O ritmo da respiração é outra forma de construir rapport usando a linguagem
corporal. Se alguém tem o ritmo da respiração mais relaxado, e você tentar falar com elas de uma forma
apressada e com uma respiração ofegante, você não vai conseguir construir rapport. Coincidindo o
estilo e ritmo da respiração irá fazer uma diferença significativa para os níveis de conforto que você está
tentando criar.

Uma vez que você tenha estabelecido um rapport confortável, e até mesmo possível liderar seu
comportamento. Você deve ser capaz de fazê-los mudar sua linguagem corporal, simplesmente
mudando a sua linguagem ou posição, deixando-os mais confortáveis. Esta adesão é um bom sinal de
que o rapport foi atingido, e é um bom teste para ver quanto de rapport você tem.

Contato Visual – Manter contato visual é importante por uma série de razões, e é um dos fatores
chaves para mostrar que você está confortável com alguém em uma conversa. Pessoas sem confiança ou
pessoas que não sabem ao certo o que estão dizendo, costumam olhar para qualquer coisa, menos para
a pessoa da qual estão conversando. Muitas vezes nós lemos sugestões dadas pelo olhar da outra pessoa
que estamos conversando, isso a um nível subconsciente. Nossas emoções são mais fáceis de ler, e as
pessoas terão mais facilidade em construir empatia com você. Sem um contato visual sólido, as pessoas
podem começar a duvidar do que você está dizendo, e começar a sentir-se desconfortáveis.

Contato visual afeta nossa habilidade de nos comunicarmos com as outras pessoas. Muitas pessoas sem
auto-confiança caminham olhando para baixo, ao invés de manter contato visual com outra pessoa. Isto
não afeta apenas o seu discurso, direcionando sua voz para o chão e contraindo o peito, como também
tornando sua voz mais difícil de ser projetada. Isso também comunica medo, como se estivesse com
medo de fazer contato visual. Estes fatores combinados são muito prejudicial para a construção de
conforto.

Paralinguagem - Paralinguagem engloba os aspectos da comunicação não relacionado a


linguagem, incluindo a qualidade vocal, volume, tempo, expressões faciais e gestos. Na linguagem
escrita, podemos incluir a pontuação e os emoticons. Igualmente a linguagem corporal, paralinguagem
é uma forma mais sutil de comunicação. Paralinguagem é muitas vezes espressada deliberadamente em
um nível consciente, embora possa também ser expressa subconscientemente como uma demonstração
de emoção.
21 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Tal como acontece com a linguagem corporal, imitar a paralinguagem de alguém pode fazer uma
diferença significativa na hora de construir conforto. Para dar um exemplo, se você abordar alguém e
começar a gritar quando eles estiverem sussurrando baixinho, muito provável que você não consigo
construir muito rapport. No entanto, se eles estão gritando com você também, então seria
perfeitamente aceitável gritar de volta. Copiar linguagens é algo que muitos de nós fazemos, sem
mesmo saber. Você certamente já ouviu falar no uso exagerado de certas palavras, e é incrível ver como
elas se espalharam. Alguns exemplos modernos dessas palavras incluem “basicamente”,
“aleatoriamente” e “incrível”.

NOTA DO TRADUTOR: Palavras traduzidas ao pé da letra. Não usamos essas palavras de forma
exagerada aqui no Brasil.

Elementos paralinguísticos podem ser encontrados na comunicação moderna, como mensagens de


texto através do uso de emoticons. Essa habilidade de expressar e construir conforto através da palavra
escrita, é algo que pode fazer uma diferença significativa na construção de conforto com alguém,
especialmente se você falou com elas por alguns minutos antes de pegar o número de telefone, e estão
usando mensagens de texto para continuar a interação.

Paralinguagem é uma das melhores maneiras de reconstruir conforto, isso se você tiver cometido um
erro específico em um estágio anterior e perdeu uma boa quantidade de conforto. Imagine mandar uma
mensagem de texto para alguém assim:

"Eu te odeio"

Naturalmente, está não é uma frase para construir conforto. Adicionando uma pequena quantia de
Paralinguagem, você pode mudar completamente o contexto.

"Eu te odeio! :o)"

Ao usar um emoticon amigável, a carinha feliz (se você não está acostumado a usar emoticons, é só
inclinar sua cabeça para a esquerda para poder ver os emoticons), adicionamos emoções às nossas
palavras. Desta forma, podemos usar a paralinguagem para estabelecer empatia até mesmo por
mensagens de texto ou emails.
22 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Com linguagem corporal, empatia, contato visual e outras coisas, fica mais fácil para construir conforto
e rapport. Com uma conversa iniciada, é simples encontrar uma desculpa para fazer acontecer. Poderia
ser qualquer coisa, desde perguntar de um bom lugar para se tomar um café, até dizer a alguém que tem
um olhar amigável, e você tinha que dizer olá. Enquanto você estiver construindo conforto e não
assustando a pessoa, as coisas não vão dar errado.

Assim que você sentir que você tenha atingido um nível significativo de conforto com alguém, ao ponto
que a conversa flua naturalmente, e elas não pareçam estar dando desculpas para irem embora, então é
hora de quebrar rapport. Não existe um ponto específico de quando isto irá acontecer. Por vezes, pode
demorar mais tempo para construir um nível significativo de conforto com alguém, para alcançar um
nível onde você possa sentir que elas estão confortáveis falando com você, e às vezes isso irá acontecer
imediatamente. Em qualquer desses casos, é hora de quebrar rapport.
23 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

QUEBRANDO RAPPORT
__________________________________
Uma vez que um bom nível de conforto esteja estabelecido, é importante não deixar as coisas ficarem
muito aconchegantes. Puro conforto que nunca é temperado com um pouco de conflito é bom, mas
desinteressante e acaba por conduzir a uma amizade platônica, e não à atração. A maioria das pessoas
sabem como é gostar de alguém que as consideram somente como amigo, e o fato delas nunca terem
quebrado o rapport é a grande razão da qual isso acontece.

Quebrar rapport com o conforto construído ocasiona um leve conflito. Quebrar rapport é emocionante!
Provocando um desacordo, chavecando ou sendo sexualmente sugestivo, são todas boas maneiras de
quebrar rapport, e você deve fazer isso assim que for seguro para fazê-lo; quando a conversa está
fluindo naturalmente, e elas não dão desculpas para irem embora, então é hora de quebrar rapport. Não
existe uma “melhor maneira” de se fazer isso, mas algumas atitudes podem ajudar a desenvolver uma
situação dessas de diferentes maneiras, por exemplo, uma quebra de harmonia lasciva (insinuações)
abre o caminho para desenvolver situações desse tipo.

Por que é importante construir conforto primeiro? Bom, vamos dar uma olhada no exemplo a seguir. Se
você dizer a alguém que você nunca viu antes que ele cheira a um mendigo suado, ele provavelmente
não irá te receber de uma maneira amigável. No entanto, após alguns minutos de uma boa conversa, se
você falar essa mesma coisa com um sorriso no rosto, e dando uma cotovelada de brincadeirinha, você
receberá um pequeno empurrão ou tapa, ou no mínimo um olhar chocado. Sorrir é o ponto chave aqui,
para garantir que você mantenha um nível de conforto e não estrague o que você já estabeleceu.

Fazendo brincadeirinhas de criança, como apontar o dedo no peito de alguém, e quando ele olhar para o
peito você rapidamente bater no nariz da pessoa com o mesmo dedo é uma boa maneira de quebrar o
rapport, assim como provocar essa pessoa de qualquer maneira, chamando-as de nerd, fazendo-as
tropeçar ou agarrando-as. Qualquer coisa que faça-as rir servirá como uma ferramenta para quebrar
rapport.

Tenha em mente que o objetivo é somente criar um conflito com o conforto que você já construir, para
então fazê-los ver você de uma perspectiva diferente, e não erradicar completamente o conforto.
24 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Quebrar muito o rapport pode fazer com que alguém se sinta muito desconfortável, então, você voltaria
à estaca zero, e teria que reconstruir o conforto de novo. Por exemplo, “Sabe, você fica realmente sexy
quando sorri desse jeito” é freqüentemente uma quebra sexual suave, enquanto “Eu quero te levar para
casa e te comer todinha” faria qualquer mulher ficar desconfortável nesse estágio! Sexo é um assunto
um tanto quanto proibido, e qualquer comentário a respeito serve para quebrar o rapport.

Quebra de Rapport Sexual – Insinuações sexuais são conhecidas há muito tempo como uma
boa maneira para começar a construir atração, por outro lado, você pode usar mais ou menos,
dependendo de como a pessoa da qual você está falando está acostumado com esse tipo de brincadeira.
Uma maneira cuidadosa para se usar isso é dizer a alguém que ela foi sexy quando fez uma determinada
coisa. Um bom exemplo seria dizer algo como: você fica muito sexy quando sorri desse jeito. Isso
quebra a zona da amizade criada pelo conforto, e ajuda a outra pessoa a ver você de uma forma sexual.
Há um grande número de técnicas para isso descritas na seção anterior desse livro. Realizando quase
qualquer uma técnica de construção de rapport explicado acima na ordem inversa, é quase garantido
que uma quebra de rapport aconteça. Só tome cuidado para não exagerar, ou será necessário construir
conforto tudo de novo.

Provocação – Vamos analisar a provocação por um minuto. Provocar é uma maneira divertida de
quebrar rapport. Tenha cuidado para não insultar. Procure por um comentário provocante, do qual você
receba alguma reação, e esperamos que seja uma reação física. Escolha algo do qual elas não sejam
muito auto-confiantes, e brinque com isso – dando-lhes um tapinha na cabeça para funcionar melhor.
Se a sua provocação for entendida com uma exclamação ou com olhar fulminante, você está indo bem.
Se você receber um tapinha no braço ou na perna, então as coisas estão indo realmente bem.

Desacordo – Você pode criar uma pequena discussão com alguma coisa que elas disseram, criando
uma um desafio intelectual ou moral para elas. De qualquer forma, uma pequena discordância de
qualquer maneira é um jeito muito forte de quebrar o rapport. A palavra “Não” é muito poderosa e
particularmente boa para indicar uma discordância. É só esperar alguém expressar uma opinião da qual
você não concorda totalmente, para falar de uma forma educada que você discorda com essa pessoa,
mostrando seu ponto de vista. Uma pessoa que pode te desafiar é uma pessoa interessante para
conversar. As pessoas ficam curiosas em entender o porque que alguém não concorda com a gente, e
isso é exatamente o que é preciso para começar a construir atração.
25 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Uma outra maneira de quebrar rapport é terminar a conversa e voltar algum tempo depois. A remoção
do conforto cria a necessidade de quebrar rapport. Se a quebra de rapport der errada, é possível
recuperar a interação dizendo que você estava “só brincando” e não queria magoar ninguém. Lembre-se
de que não se trata de mentir para conseguir o que quer, se trata de compreender como funciona a
atração interpessoal, para tornar todo o processo transparente.

Realmente não importa o que você faz, desde que você faça uma pausa da qual interrompa um pouco o
fluxo natural da formação da amizade, sem destruir o conforto com elas. No entanto, se você decidir
quebrar rapport, tenha em mente que é apenas uma fase de transição de construção de conforto até a
geração de atração, e você não deve demorar muito tempo aqui – você não está procurando por uma
briga!
26 - Princípios ds Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

CONSTRUINDO ATRAÇÃO
_______________________________________________________

Uma vez que você estabeleceu conforto e quebrou um pouco do rapport, é hora de começar a construir
atração. Este é o estágio do qual nós demonstramos nosso valor como potenciais parceiros, e tentar
convencer porque alguém gostaria de ficar com a gente. Este é, sem dúvida, a parte mais complicada de
todo o processo, e certamente o mais difícil de aprender do zero. Em relação à quebra de rapport, nós
devemos tomar cuidado para não destruir todo o conforto, e sim procurar a construir atração. Na
realidade, conforme construímos atração, devemos também trabalhar para reforçar o conforto que
estabelecemos anteriormente.

Tentar mostrar nossas qualidades atrativas, pode parecer um pouco frio, distante ou arrogante, e
misturar isso com conforto cria uma emocionante experiência puxa-empurra para a nossa futura
parceira. Construir atração é fazer o Push, para longe de você; demonstrando seu valor superior e suas
melhores qualidades pode ser um pouco intimidador. Enquanto isso, reforçar o conforto é fazer o Pull,
trazendo elas de volta para você. Idealmente, quando a atração nasce, você quer que elas procurem
conforto com você, enquanto você empurra (push), o que irá se consolidar quando você puxar elas de
volta (pull), reforçando o comportamento de procurar conforto. A chave para administrar o crescimento
do sucesso da atração é o equilíbrio. Muito conforto pode te levar até a zona da amizade, e pouco
conforto pode fazer você parecer arrogante.

Há diversas maneiras para que a atração seja construída, no entanto, existem três técnicas eficazes para
se fazer isso: Pretensão, Investimento e Qualificação.

Pretensão
Uma regra simples para construir atração, porém difícil de dominar, é a pretensão. Sendo pretensioso,
acreditamos que temos muitas qualidades atrativas, e acabamos assumindo isso para quem for. Isso
segue na tendência natural do ser humano para aceitar o que as pessoas a nossa volta aceitam, mas isso
requer muita confiança pessoal para fazer dar certo! Para fazer isso, você precisa ser confiante, seguro e
à vontade, tudo ao mesmo tempo. Isso é mais fácil ser dito do que feito, especialmente quando se fala de
membros do sexo oposto, mas quanto mais você falar com outras pessoas, mais fácil se torna.
27 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Investimento
Investimento é outra maneira de se construir atração. Com investimento, a atração de alguém cresce
devido ao tempo ou esforço que estão investindo em você. O simples fato de que elas estão falando com
você constrói um investimento, em pequena escala. Pedir para alguém sair do seu assento, ou dar lugar
para você, para te comprar uma bebida ou desistir de algo, constrói um investimento – nós damos valor
para as coisas que batalhamos para ter, e quanto mais alguém faz por você, mais esse alguém está
atraído por você.

Através do investimento que você faz em alguém, você espera que esse alguém também invista em você.
Quanto mais trabalhamos para conseguir algo, mais damos valor. Imagine ganhar um carro
extremamente caro de uma rifa. O valor do carro para você é o valor financeiro do veículo em questão, e
talvez alguma gratificação emocional de ter tido tanta sorte. Agora imagine passar os próximos 10 anos
da sua vida economizando cada centavo para comprar o mesmo carro. Com certeza, representa muito
mais; representaria cada gota de sangue e suor derramado que você teve, e o carro agora vale muito
mais para você do que simplesmente o valor monetário do veículo.

A lição por trás dessa história é que nós damos mais valor para as coisas que trabalhamos para
conseguir. É por isso que é quase sempre contra produtivo entrar facilmente na vida de alguém, e por
isso muitas pessoas perguntam “Posso lhe pagar uma bebida?”, sendo que é uma péssima maneira de
abordar alguém. Enquanto isso, a qualquer momento, outra pessoa está gastando seu tempo, esforço e
dinheiro em você. Eles estão fazendo um investimento e, essencialmente, tentando construir conforto
com você, e se esforçando para colocar valor diante de seus olhos.

Há uma série de maneiras para fazer alguém investir tempo em você, no entanto, a maneira mais fácil é
através da conversa. Um ponto importante aqui é que elas devem investir e se empenhar na conversa, e
quanto mais elas sem interessam na conversa, mais elas investem, portanto, mais chances de elas
quererem algo com você. Uma ótima maneira de conseguir que alguém coloque energia na conversa, é
através de um processo chamado qualificação.
28 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Qualificação
Qualificação ocorre quando uma pessoa tenta se mostrar a outra pessoa, e aplicá-lo para criar atração
envolve uma situação da qual alguma parceira em potencial tenta se mostrar para você. Isto é
geralmente obtido através de questões de liderança, e eles se vêem tentando convencê-lo do porque
você deveria se sentir atraído por elas. Isso pode soar um pouco hipócrita, mas é uma coisa que muitas
pessoas fazem, sem mesmo perceber. Qualificação é um processo comum para demonstrar nossa
posição na sociedade, questionando as outras pessoas de seus motivos, competências e habilidades. A
pessoa que faz as perguntas ou testes, quase sempre é a pessoa de maior valor, e conseqüentemente a
pessoa que têm atração. A pessoa que está tentando se mostrar está tentando construir conforto,
buscando aprovação e, portanto, investindo na situação, da qual explica o porque de muitas pessoas
acharem o poder atrativo.

Qualificação funciona tanto como uma forma de construir atração quanto um indicador para medir o
quanto as coisas estão indo bem – quanto mais elas se qualificam para você, mais elas ligam para o que
você pensa delas. Existem dois tipos de perguntas de qualificação: perguntas abertas e fechadas. Uma
pergunta aberta não possui expectativas, mas é o tipo de questão que ajuda a aprender sobre a outra
pessoa. É simplesmente uma pergunta sobre elas mesmas. Não faça perguntas banais da qual você está
acostumado, por exemplo, “O que você faz?”. Ao invés disso, pergunte-as sobre suas esperanças, sonhos
e ambições. Pergunte a elas onde elas gostariam de estar agora, se elas pudessem escolher qualquer
lugar do mundo, e pergunte o por que. Um bom exemplo de pergunta aberta é:

"Qual foi o lugar mais interessante que você já visitou?"

Este é um perfeito exemplo que pressupõe que o lugar que elas escolheram deve ser um lugar
interessante, pois exige que a pessoa pense mais, ao invés de responderem a pergunta “ aonde você
viajou no último feriado?” Assim que elas responderam, você pode desenvolver mais essa qualificação,
perguntando a elas do por que o lugar é tão interessante. Perguntando o por que, você está permitindo
que a conversa continue a um nível mais profundo, e fazendo com que elas invistam na interação.
29 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Uma pergunta fechada possui uma ocorrência de causa e efeito. Na verdade, você está procurando uma
resposta específica a fim de verificar seu nível de atração por você; quanto mais conforto e atração elas
sentirem por você, mais elas responderão com vontade e sinceridade. Um bom exemplo de uma
pergunta fechada com uma declaração é:

"Sabe, Eu só saio com mulheres que sabem cozinhar. Você sabe cozinhar?"

Não importa como elas respondem às perguntas. Pelo simples fato delas responderem, elas estão
abertas à você. Se elas te falaram que são boas cozinheiras, então é um forte sinal de que ela está atraída
por você. Elas podem até oferecer cozinhar para você. Se isso acontecer, é Bingo!
30 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

QUALIDADES ATRAENTES
______________________________________

Há um número significativo de qualidades atrativas que podemos gerar, e carregando essas qualidades
conosco, uma boa parte da atração pode ser criada antes mesmo de conhecer alguém que você gostaria
de construir um relacionamento. Quanto mais qualidades uma pessoa possui, mais as pessoas irão
notar. As mais importantes qualidades são:

Confiança; a crença de que você é atraente


Liderança; a habilidade de influenciar os outros
Pré-seleção; considerado atrante pelos outros
Ambição; tendo um future promissor
Excelência; possuir habilidades e experiências valiosas
Inteligência Social; saber o comportamento correto para cada situação

Embora tenha outras qualidades que também possam ser consideradas atraentes, algumas são menos
importantes ou fogem dessa estrutura. Existe um grande número de livros e cursos que ajudam a
melhorar essas características individualmente, e se você tiver problema com alguma qualidade em
especial, você pode aprender com esse livros ou cursos.

Confiança
Está é uma qualidade que expressa auto-confiança ou segurança. Nossa confiança é espelhada em tudo
o que fazemos, desde as palavras que usamos para falar, até nosso jeito de andar, ficar parado e
interagir com os outros. Uma das coisas mais importantes em ter confiança é entender seu valor, ou
mais importante, não ser necessitado. Quando você busca validação das outras pessoas, você demonstra
que tem baixa confiança, e isso é visto como sendo nada atraente. Perceba-se na interação com outras
pessoas. Você está buscando a aprovação nas coisas que está fazendo, ou vestindo? Estes são sinais de
baixa confiança. Um dos fatores chaves para a confiança é acreditar em você mesmo. A auto-confiança é
baseada no conhecimento e experiências passadas, pois se você fez algo antes, você pode fazer de novo.
31 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Uma das melhores maneiras de conseguir a confiança de um membro do sexo oposto é feita em etapas:
começar a falar com pessoas aleatoriamente, até que você esteja confiante o bastante para fazê-lo
regularmente. Em seguida, continuar a falar com as pessoas, porém, agora de uma forma confiante e
por mais tempo. Finalmente, você pode passar para as outras etapas, até que o processo se torne natural
para você. Ser confiante na hora de mostrar seu ponto de vista e expressar sua opinião, pode ser uma
qualidade extremamente atraente. Essa é a chave para mostrar não ser necessitado perante as outras
pessoas. Isso não significa que você deve começar a ter opiniões contrárias a todo mundo, apenas para
ser notado. No entanto, tendo um pensamento forte e compartilhar com os outros, pode ser uma
qualidade muito atraente.

Confiança muitas vezes é retratado através da linguagem corporal. Existem dois tipos de linguagem
corporal: a voluntária e a involuntária. A linguagem corporal voluntária tende a ser retratada através
dos movimentos e posições do corpo, enquanto a linguagem involuntária tende a ser transmitida
através das expressões faciais. Uma vez que sejam controladas voluntariamente, a maioria das pessoas
se ajustarão mais facilmente a uma melhor posição. Considerando que a maioria da conversa é feita
através da linguagem corporal, é importante trabalhar nesse quesito. Muitos cientistas acreditam que a
linguagem corporal entre os humanos e os macacos é bem parecida. O mais notável é a importância de
uma postura ereta entre os machos dominantes.

O líder do grupo, ou o “macho alpha”, freqüentemente anda com a cabeça erguida, exibindo sua postura
e olhando para todos a seu redor. Embora não possamos ser todos macho alpha, não há como substituir
uma linguagem corporal confiante, somente andar com suas costas ereta, e fazer contato visual com
outras pessoas no ambiente. Fazendo isso com um sorriso no rosto, certamente irá fazer com que
algumas pessoas retornem o olhar com um sorriso semelhante para você, e assim tentar construir
conforto com você.
32 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Liderança AVISO CIENTÍFICO!

Liderança é uma poderosa qualidade na


Um tipo de liderança que a maioria das pessoas
manipulação de interações sociais. Não é estão acostumadas é o conceito de líder alpha.
Como os nossos antepassados mais próximos,
necessário liderar todos à sua volta, ou liderar os macacos, um macho alpha dominante irá
o tempo todo. O que é importante, porém, é apresentar traços de concorrência, comporta-
mento territorial e violência, que fazem com
ter uma boa compreensão de como conduzir que os outros animais o sigam. Esta não é a
única maneira, entretanto. O macaco Bonobo,
e ser capaz de fazê-lo quando necessário. outra espécie próxima ao homem, não segue
o líder alpha do grupo. Os Bonobos seguem
a líder fêmea do grupo, que possui o apoio das
É uma percepção comum que em qualquer outras fêmeas do bando, formando uma cole-
ção de fêmeas capazes de assumir qualquer
situação exista um líder – o general de um exército, macho alpha único. Em sua sociedade, a
o coordenador de uma escola ou o chefe em um liderança da fêmea líder supera a agressivida-
de do macho alpha.
trabalho. Em contextos puramente sociais, isso
Em muitas sociedades humanas, temos um
tende a não ser verdade; na verdade, em cada
fenômeno parecido; culturas democráticas são
situação há alguns líderes afetando uma governadas pelos maiores líderes sociais, que
ganham sua posição através da aprovação da
determinada situação a qualquer momento, maioria de seus seguidores. Eles não podem
assumir um comportamento territorial ou
e isso é verdadeiro nas dinâmicas sociais.
violento, mas a sua capacidade de gerenciar
redes sociais e influenciar os outros o fazem
um líder social.

Como outras formas de liderança, liderança social abrange a capacidade de influenciar,


motivar e capacitar os outros a nossa volta, mas sem a estrutura hierárquica ou responsável de
uma situação mais formal. Particularmente em liderança social, a sutileza é importante para
ser verdadeiramente um líder, e não simplesmente agressivo ou arrogante. Líderes sociais
influenciam outras pessoas de diversas maneiras, desde a organização de festas, motivando os
outros a dançarem, ou talvez garantir aos membros mais tímidos do grupo a participar de uma
conversa.

Os traços a seguir são intimamente associados à liderança:

1) Modelo; dando e exemplo


2) Otimismo; os seguidores pegam confiança no líder pelo que ele faz
3) Co-operação; a habilidade de trabalhar com os outros
4) Propósito; ter objetivos focados
5) Inspiração Carismática; a habilidade de inspirar e encorajar
33 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

6) Iniciativa; ser pro-ativo e ser capaz de tomar decisões


7) Empatia; entender seus seguidores

Quanto mais dessas características você demonstrar, mais você será visto como um líder.
Essas características podem ser desenvolvidas, mas algumas são mais trabalhosas do que
outras, especialmente se você não se vê como otimista ou tiver dificuldades em tomar
decisões. Assim como a confiança, a melhor maneira de se desenvolver é praticando. Tente
colocar-se em situações da qual você vai ter a oportunidade de desenvolver habilidades de
liderança – algo tão simples como organizar um jantar com um certo número de pessoas, e se
você planejar bem, ajudará a desenvolver as principais características acima citadas.

Pré-seleção
Você provavelmente está familiarizado com os ditados “Mantendo-se com o Jones” ou a frase “a grama
do vizinho é sempre mais verde” (NOTA do Tradutor: A frase “Mantendo-se com o Jones”
provavelmente é um ditado popular nos EUA, creio que não tenha uma tradução equivalente aqui no
Brasil). Nós valorizamos certas coisas com base em como as pessoas ao nosso redor valoriza as mesmas
coisas; nós frequentemente olhamos para os outros para ver o que eles dão valor. Nós queremos ter o
que as outras pessoas fazem. Pré-seleção é a idéia de que se você é cercado por pessoas que querem
você, outros também irão querer você. Por isso algumas pessoas tendem a ser mais atrativas quando
estão em algum tipo de relacionamento, ou quando uma pessoa aparece na TV e começa a ter sorte nos
relacionamentos.

AVISO CIENTÍFICO!

Em 2006, o psicólogo Benedict Jones fez um teste com o sexo feminino, no qual elas tinham
que ver 8 pares de faces masculinas, e indicar qual face de cada par elas preferiam e por que.
Depois disso, as participantes assistiram a uma apresentação onde elas viram as mesmas
faces masculinas, mas em cada par, foi mostrada uma mulher olhando para as faces, ou
com uma expressão de felicidade (sorrindo), ou uma expressão relativamente negativa (séria).
Após a apresentação, asparticipantes repetiram o teste inicial das preferências das faces.

As participantes femininas mostraram uma preferência maior pelas faces onde outras
mulheres estavam sorrindo enquanto olhavam as faces masculinas.
34 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

O processo pelo qual sendo visto atraente


por alguns faz você parecer mais atraente
para outros é chamado de “Social
Transmission”, e como seu valor é
percebido, é transmitido entre as pessoas
ao seu redor. Resumindo, se você está
tentando conhecer mulheres, terá maiores
chances se tiver outras mulheres com você.
A “Social Trasmission” que você ganha do
seu grupo ajuda a ganhar pré-seleção com
pessoas fora do seu grupo, e faz você mais
atraente à qualquer parceira potencial que
você possa encontrar.

Ambição
Ter sonhos e ambições é uma boa maneira de demonstrar seu valor a longo prazo. Suas
ambições tem de ser congruentes e verdadeiras, baseadas em sua vida. Por exemplo, a
ambição de se tornar um astronauta sem toda a preparação necessária é um pouco ambicioso
demais. Entretanto, planejar se tornar o chefe da sua empresa, ou montar seu próprio negócio
não é só uma ambição aceitavel, mas sim um objetivo a ser alcançado em sua vida. Ter seus
objetivos e ambições pode ser uma boa maneira de demonstrar atração, além de te
fundamentar naturalmente ema sua própria vida

Excelência
Possuir experiências e habilidades aumentam nosso valor como parceiros em potencial. Todos nós
somos bons em certas habilidades. Se você não sabe a sua habilidade ainda, então olhe para trás e
pense nas experiências que você teve, da qual obteve sucesso. Como uma espécia, essas habilidades são
todas adicionadas aos genes comuns, e nos ajuda a achar nosso lugar e valor dentro do grupo social. É
importante que você mostre suas habilidades sem ser prepotente ou arrogante. A melhor maneira de
fazer isso é não demonstrar isso no começo da conversa, deixando para um pouco depois. É importante
não parecer arrogante. Se você for realmente bom em suas habilidades, o desempenho vai ser mais do
que adequado para demonstra-la.
35 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

É muito melhor do que prometer ou falar, mas só no caso de sair errado ou se sobrecarregar depois de
começar a falar sobre suas habilidades.

Se você não possui uma habilidade da qual acha que seja digna de mostrar, por que não sair e conseguir
uma? A maioria dos hobbies são uma boa pedida para construir seu círculo social, para manter-se
ocupado, o que ajuda a impedir que você pareça necessitado, e finalmente, para mostrar sua excelência
e aumentar sua atratividade.

Inteligência Social
Em qualquer situação social, existe uma maneira correta de se comportar, e agindo de uma forma que
foge a esses padrões e limites, te deixará fora do grupo, ou dificultará sua entrada no mesmo. Por
exemplo, voltando para sua casa no bairro do Queens para jantar, gritando um monte de palavrão pode
não ser a melhor maneira de se comportar, ou ir em uma rave, sentar e ficar quieto na sua também não
é a melhor maneira de se comportar. O objetivo aqui não é se misturar na multidão, mas sim se
comportar de uma maneira que assegure a aceitação social.

Demonstrando suas qualidades atrativas é a melhor maneira de ser visto como alguém sociável, que se
desloca de grupo em grupo e mistura-se com todos; embora isso pareça assustador para os menos
experientes, isso pode fazer uma enorme diferença na sua capacidade de atrair o sexo oposto. Se você
quiser ser realmente atraente, então é altamente recomendável que você trabalhe em diversas
qualidades atraentes possíveis, e integrá-las em sua vida, assim entenderá como realmente atrair os
outros.
36 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

ESCALAÇÃO
______________________________________

Assim que começar uma conversa, fazer elas ficarem confortáveis com a sua presença, quebrar rapport
e ser um pouco arrogante, o bastante o suficiente para elas começarem a dar pequenas “mordidas” em
você, fazendo push e pull, construindo atração através de suas qualificações e fazendo com que elas
invistam mais tempo e energia em você e na interação, então você estará pronto para escalar. Esse é o
momento certo para levar a interação para onde você quiser que ela vá. Você pode tentar um beijo,
tentar um encontro, ou qualquer outra coisa que quiser.

Escalação tem tudo a ver com “ter uma chance”, e sem conforto e atração, as chances são mínimas. Seu
objetivo é fechar a diferença física entre você e seu alvo, refletindo como vocês estão se interagindo. É
importante notar que muitas pessoas se sentem desconfortáveis fazendo isso quando seus amigos estão
olhando, principalmente quando vocês querem ir a um lugar calmo ou estão entre estranhos. Em um
outro lugar como uma pista de dança, um bar ou qualquer outro lugar que eles não se sentem como se
estivessem sendo vigiados, fará com que eles se sintam mais livres para fazer a escalação.

O toque físico é grande parte da escalação. Uma mão suave no cotovelo, ou um pequeno toque na perna
são bons lugares para se começar; não há necessidade de ser exagerado, basta apenas começar o contato
físico de uma forma descontraída e suave. Enquanto as coisas estiverem devagar, nosso objetivo é fazer
com que elas abracem você e se sintam confortáveis com isso. Provavelmente a coisa mais importante
de se aprender sobre o toque é que ele é um ótimo negócio. Se parecer que você está procurando
conseguir algo tocando-as, se você está mais preocupado em colocar suas mãos sobre elas do que em
você ou qualquer outra coisa, ou se você agir como se tocar nelas fosse um passo importante ou
assustador, então você vai deixá-las desconfortáveis.

Imagine que um cara e uma garota estão sentados perto de um bar, encostados um no outro e tendo um
momento legal e agradável juntos. De repente, o cara olha para baixo e fala: “A propósito, eu adorei sua
calça jeans – onde você comprou?”, indicando a calça com as mãos, e passando os dedos nela também.
Isso soa natural e inofensivo.
37 – Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

Agora imagine a mesma situação, mas dessa vez o cara parece nervoso, e olha para baixo algumas vezes,
mas o limite de sua mão fica a poucos centímetros da perna da garota. Ele vai com a intenção de tocá-la,
porém ele pára e fala “Posso encostar aqui?”. Agora ficou estranho, e a garota se pergunta por que o que
este homem estranho está tentando fazer com ela.

É claro que mesmo o toque natural pode ter uma reação adversa em algumas ocasiões. Algumas pessoas
simplesmente não estão acostumadas com o toque físico. Se isto acontecer, simplesmente peça
desculpas, e diga que nem sequer percebeu, e dê uma risada. Depois, volte alguns passos, construia
mais conforto, e tente de novo. Se você chegar a um ponto onde esteja tocando o pescoço dela, sem
encontrar qualquer resistência, pode ter certeza que é seguro o bastante para tentar dar um beijo.

O Beijo
Chegar ao beijo pode ser um ponto muito difícil para muitas pessoas, no entanto, se você fizer tudo
direitinho, não é preciso ficar nem um pouco assustado. Normalmente, se você chegar num ponto onde
você está olhando para os olhos dela, e ela fazendo o mesmo, você sentirá uma certa tensão, o que
ocasionará pequenos sorrisos em seus lábios.

Uma técnica que você pode usar se não quiser mais se comprometer, é tentar dar um abraço e depois
um beijo na bochecha da outra pessoa, então se inclinar para trás sem soltar o abraço. Tente outro beijo
na bochecha, mas dessa vez, fique atento aos movimentos da cabeça dela. Ela se moveu em direção ao
beijo ou virou o rosto? Se ela virou o rosto, solte o abraço e começe a escalar de novo, talvez construindo
um pouco mais de conforto. Mas se ela foi em direção ao beijo, incline-se e beije-a!
38 - Princípios da Atração – Adam Lyons – Traduzido por PepeR

NOTAS FINAIS
_______________________________________________________

Naturalmente, existem diferentes aspectos a ser considerados na construção da atração interpessoal


com alguém. Algumas pessoas são mais fáceis de se conversar que outras, e nem toda batalha pode ser
vencida. No entanto, entender os princípios fundamentais e a fórmula da atração pode ajudar a
responder muitas perguntas difíceis, como: “Por que elas não gostam de mim?” ou “Por que sempre só
consigo a amizade?”

Este livro apenas fornece algumas direções e justificativas, apenas para citar os tópicos mais
importantes e necessários e explicar o básico de cada um. Naturalmente existe mais coisas de cada
tópico, e para cada página deste livro há um pelo menos um livro para cada assunto citado. Mas, por
agora, a melhor coisa a se fazer é pegar o que você aprendeu aqui, sair e se divertir, e achar a garota
certa para você!

NOTAS DO TRADUTOR

Este livro foi totalmente traduzido. Ele fala somente dos fundamentos da atração e suas bases. Críticas,
sugestões e agradecimentos favor me mandar um e-mail, ou me adicionar no MSN:
marcello8288@hotmail.com. Eu, PepeR, espero realmente que cada pessoa que se envolver nesse
mundo PUA, seja humilde o suficiente para respeitar todos aqueles que não sabem dessa vida, e até
mesmo aqueles que sabem. Você não é o primeiro, e nem o último, então contribua para uma expansão
em melhoria da comunidade, afinal todos aqui tem o mesmo objetivo. E não se esqueça de quem um dia
você já foi!

Abraços!