Você está na página 1de 1
uang0 6201 UAT FER terns PM we (1) ~Bombeiros assinam acordo _de empresacom sindicato ‘lo da assoiagio 0 bombeiro onaiderou que e documento “nto vai prejudicar a nossa cele como bombeiros” mas » principe de direitos e deveres “seré um conforto como bom- q ‘eis trabalhadores’ T eregrasbase. "Noentender daquade delgado sind "ste ndooculminarde ‘um percurs, mas sium pa sa para quea stuacao evolu". ‘Qvem também nto tem divi as sobre aimpertincia do seo Jot Ferreira. O dirigete da Liga dos Bombers Portugues ‘considera queo mesmo resulta a cesidade de regulamentar ‘universo dos bomberos em Portugal. cenalteceu a importineia do Segindo Jot Fee odoai- ‘documento oquaroatsinado mento estabeece que xcs slo ‘no pais -coniderando que se bomberos‘ apesar da finoque ‘nna dum docamentojuride’ exer na corporate, como ‘quecontibuiré para‘amelhora tripulante, motorist, maqueia, ‘das condiqtes de trabalho dos entre outros. Por outro lad on- ‘bombeiro tabalhadorer. Por sidera que sfoeectivamente ‘outroladareferindo que assso- profissionais dentro de uma ‘Gaclo'éuma casa muito espe- extrude vohintarid’ ca uma vez que‘pasuitrabe- Deacondocomanctaintrods- Thadoresewohintarid, firma tris do acordo,‘pretende-se onto de partida’, disse, solic- espirito voluntariado com 0 {tendo colabora¢io de todos desempenho profssona: ‘parnque de evoke Dirgindo- "No plano da gestio de care -tetosbombelrossindalizados ra assumem particular evo as {ue ficarSo abrangidos pelo novas formas de estimlo 20 documenta osindcalista apelou_empenhamento individual ve- ‘Neaaboragao de todos. "Vamos _ tidas em modelos de promordo fserresponsiveise defender ov _profisiona e progress cont ‘secs poste detrabalhs’ ise, mica as quis em atengioo fcrescentando que eros mai méritaexperénciae o dese Penhodas fing screen Senumenta