P. 1
Apocalipse (Barclay)

Apocalipse (Barclay)

|Views: 5.296|Likes:
Publicado porpedrollaet

More info:

Published by: pedrollaet on Mar 11, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/02/2013

pdf

text

original

Há duas interpretações diferentes desta passagem.
H. B. Swete toma as duas primeiras partes deste versículo como um
chamado a Cristo para que cumpra sua promessa de voltar logo a este
mundo. A terceira seria, nesse caso, um convite à alma sedenta para que
venha a Cristo. É muito difícil, entretanto que haja tanta diferença entre
as duas primeiras partes e a terceira. É muito mais provável que toda a
passagem seja um chamado aos homens para que venham a Cristo e o
aceitem como seu Senhor e Salvador. Se o interpretarmos deste modo a
passagem se divide também em três partes.
(1) Primeiro vem o convite do Espírito e da Esposa. A Esposa,
conforme sabemos, é a Igreja. Mas neste caso o que devemos interpretar
é: Quem é o Espírito? É possível que se trate do Espírito que coopera
com os pronunciamentos dos profetas e que sempre está chamando os
homens para que voltem a Deus. Mas é muito mais provável que "o
Espírito", neste caso, signifique a voz de Jesus Cristo. A terminação de
quase todas as cartas às sete Igrejas era, conforme vimos, um convite e
ordem para que as Igrejas ouçam o que o Espírito está dizendo (2:7, 11,
17, 29; 3:6, 13, 22). É bem evidente que Cristo e o Espírito são
identificados. O mais provável é que nesta passagem suceda o mesmo.
Quando o Espírito e a Esposa exclamam: “Vem!” são Jesus Cristo e sua
Igreja os dois que se unem no convite para que aceitemos o que Jesus
Cristo tem para nos oferecer.

Apocalipse (William Barclay)

471
(2) A segunda seção diz que quem ouve, diga: “Vem!” A palavra
“Vem!” deve ser tomada por cada leitor e repetida. Aqui temos a grande
verdade de que cada cristão deve ser um missionário. Aquele que
recebeu o convite diretamente de Cristo deve transmitir esse convite a
outros. Aquele que foi encontrado por Cristo deve encontrar outros para
Cristo. O convidado deve converter-se no convidador. O encontrado
deve converter-se naquele que encontra.
(3) A terceira parte é um convite para que todas as almas sedentas
venham a Jesus Cristo e saciem sua sede. Lembra-nos duas coisas, pelo
menos. Lembra, em primeiro lugar, o convite que Deus fez aos homens
através de um dos maiores profetas: “Todos vós, os que tendes sede,
vinde às águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde, comprai e
comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite.”
(Isaías 55:1). Em Cristo a promessa do profeta recebe seu cumprimento
total. E também lembra as palavras do próprio Jesus Cristo: “Eu sou o
pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim
jamais terá sede” (João 6:35). Todo anelo da alma pode ser satisfeito por
Cristo.

A ADVERTÊNCIA

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->