Você está na página 1de 2

Fidelidade a Deus e a fidelidade de Deus.

Deus é fiel. Ele é fiel a sua palavra. Ele é fiel as suas alianças. Deus não muda, portanto
permanecera fiel sempre.
Embora Deus seja sempre fiel, nós em muitos momento deixamos de ser fiel a nosso
Deus, basta observarmos quantas vezes deixamos de confiar Nele e em sua palavra e
fazemos tudo como bem entendemos, para nossa própria ruína.

Lv 25.18 –E observareis os meus estatutos, e guardareis os meus juízos, e os


cumprireis; assim habitareis seguros na terra.

Nesse texto observamos uma condicional para a benção de Deus, observar seus
estatutos e guardar seus juízos afim de os cumprir. Essa é a condição necessária para
que enfim o povo pudesse habitar a terra com segurança.
Deus tem compromisso com sua Palavra e jamais agira contrario a ela, se desejamos
a benção de Deus devemos nos moldar a sua palavra e então seremos
tremendamente abençoados.

Lv 25.20-23 – 20 E se disserdes: Que comeremos no ano sétimo? eis que não


havemos de semear nem fazer a nossa colheita;
21 Então eu mandarei a minha bênção sobre vós no sexto ano, para que dê fruto por
três anos,
22 E no oitavo ano semeareis, e comereis da colheita velha até ao ano nono; até que
venha a nova colheita, comereis a velha.
23 Também a terra não se venderá em perpetuidade, porque a terra é minha; pois vós
sois estrangeiros e peregrinos comigo.

Deus é fiel. Ele cumpre sua Palavra.


A nós cabe crer e confiar na sua Palavra.
No texto em questão Deus Institui o ano de jubileu. Israel deveria ser fiel e Deus
cumpriria sua palavra sobre a vida do povo.
A benção de Deus é apresentada numa condicional. Se Israel obedecesse a Deus em
todos os seus preceitos Deus se faria presente no meio do povo, com provisão e
cuidado.

Levitico 26.3-13 - 3 Se andardes nos meus estatutos, e guardardes os meus


mandamentos, e os cumprirdes,
4 Então eu vos darei as chuvas a seu tempo; e a terra dará a sua colheita, e a árvore
do campo dará o seu fruto;
5 E a debulha se vos chegará à vindima, e a vindima se chegará à sementeira; e
comereis o vosso pão a fartar, e habitareis seguros na vossa terra.
6 Também darei paz na terra, e dormireis seguros, e não haverá quem vos espante; e
farei cessar os animais nocivos da terra, e pela vossa terra não passará espada.
7 E perseguireis os vossos inimigos, e cairão à espada diante de vós.
8 Cinco de vós perseguirão a um cento deles, e cem de vós perseguirão a dez mil; e
os vossos inimigos cairão à espada diante de vós.
9 E para vós olharei, e vos farei frutificar, e vos multiplicarei, e confirmarei a minha
aliança convosco.
10 E comereis da colheita velha, há muito tempo guardada, e tirareis fora a velha por
causa da nova.
11 E porei o meu tabernáculo no meio de vós, e a minha alma de vós não se
enfadará.
12 E andarei no meio de vós, e eu vos serei por Deus, e vós me sereis por povo.
13 Eu sou o SENHOR vosso Deus, que vos tirei da terra dos egípcios, para que não
fôsseis seus escravos; e quebrei os timões do vosso jugo, e vos fiz andar eretos.

Deus pede a nós fidelidade e em conseqüência, ou em retribuição a nossa fidelidade


ele nos abençoará poderosamente.
Tudo o necessário para que a benção de Deus venha sobre nós é observar os
mandamentos do Senhor, o mais ele fará.
Lembremos que Deus é fiel, sua palavra jamais falhará, Ele o Senhor vela sobre sua
Palavra a fim de cumpri-la. "E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha
palavra para cumpri-la." (Jeremias 1 : 12)

A fidelidade de Deus é diferente da nossa fidelidade, pois Deus sempre será fiel e nós
nem sempre somos fieis.