Escola Secundária 3EB Dr.

Jorge Correia – Tavira Direcção Regional de Educação do Algarve

FUNCIONAMENTO DA LÍNGUA Português Assunto: Sintaxe – FUNÇÕES SINTÁCTICAS INTERNAS AO GRUPO VERBAL 1. Predicativo do Sujeito Seleccionado por um verbo copulativo (ser, estar, andar, continuar, ficar, parecer, permanecer, revelar-se, tornar-se…) O Mário ficou doente. O Pedro está em Cascais. O Aníbal é professor. O Manuel continua bem

2. Predicativo do complemento directo Seleccionado por um verbo transitivo predicativo (achar, chamar, considerar, eleger, julgar, nomear, proclamar, tratar, …) O Presidente acha a Manuela muito competente. O Presidente nomeou o João conselheiro.

3. Complemento directo (CD) Testes sintácticos para determinar o CD 1 – Teste da interrogação: sujeito+verbo+ o quê? 2 - Teste da substituição a) Substituir pela forma acusativa do pronome pessoal átono: o/a; os/as b) Substituir pelo pronome demonstrativo «o» (= isso), quando na presença de uma oração subordinada substantiva completiva a) O João leu o discurso. / O João leu - o

b) O João disse que estava muito honrado com a presença dos amigos. /O João disse - o 4. Complemento indirecto (C. Ind.) - Desempenhado por um G.Prep., frequentemente iniciado pela preposição a Testes sintácticos para determinar o C. Ind. 1 – Teste da interrogação: Verbo+A quem? 2 - Teste da substituição: Substituir pela forma dativa do pronome pessoal: lhe/lhes O Manuel pregou uma partida ao Mário. / O Manuel pregou-lhe uma partida. 5. Complemento agente da passiva (C. A. Pass.) Função sintáctica desempenhada por um GPrep., introduzido pela preposição por, nas frases que estão na forma passiva e que corresponde ao sujeito da frase na forma activa. O Iraque foi V. Aux. + SER no particípio passado atacado V. Princ. pelos americanos. C. A. Pass.

Os americanos atacaram o Iraque (forma activa)

6. Complemento oblíquo (C. Obl.) Função sintáctica desempenhada por um GPrep. (mas que não pode ser substituído pelo pronome pessoal lhe/lhes), um GAdv. ou ambos. A Manuela mora em Lisboa. Testes sintácticos para determinar o C. Obl. 1 – Teste da interrogação a) O que é que se passa com o SUJEITO? / O que é que aconteceu ao SUJEITO? O que é que se passa com a Maria? Come bem O que é que aconteceu à Manuela? Mora em Lisboa A Maria come bem.

b) Impossibilidade de ocorrência numa interrogativa do tipo: O que é que SUJEITO fez CO? / O que é que aconteceu a SUJEITO + CO? O que é que aconteceu à Manuela em Lisboa? O que é que a Maria fez bem? *Come *Mora

Atentar no verbo e na regência preposicional exigida: morar em: A Manuela mora em Lisboa (C. Obl.) colocar em : Ele colocou os livros na mochila (C. Obl.) gostar de: A Ana gosta de chocolates. (C. Obl.) adaptar-se a: Os alunos adaptaram-se ao novo método (C. Obl.) [Note que apesar de iniciar pela preposição a não pode ser substituído por lhe, logo não é C. Ind.] 7. Modificador do grupo verbal Função sintáctica desempenhada pelos constituintes não seleccionados pelo verbo, pelo que a sua omissão não afecta a gramaticalidade da frase. O João foi ao Algarve com a mulher. Vi um filme americano que era espectacular. A função de modificador do grupo verbal pode ser desempenhada por um grupo preposicional (GPrep.), um grupo adverbial (GAdv.) ou por uma outra oração (GFrásico). Testes sintácticos: 1- Verificar se pode ser suprimido sem afectar a gramaticalidade da frase O João foi ao Algarve. Fui ao cinema. Vi um filme americano. Fui ao cinema ontem.

2 – Teste da interrogação O que é que SUJEITO fez Mod.? O que é que o João fez com a mulher? O que é que eu fiz ontem? Foi ao Algarve Fui ao cinema

3 – Pode ser interrogado ou negado e, por isso, se distingue do modificador de frase a) Teste da interrogação: Foi com a mulher que o João foi ao Algarve? b) Teste da negação: Não foi com a mulher mas com a filha que o João foi ao Algarve. II - APLICAÇÃO PRÁTICA Distinga e classifique os complementos e os modificadores a) Aquela jovem indicou, felizmente, o caminho correcto ao turista.

b) Eles chegaram atrasados por brincadeira.

c) Comprámos a nova edição de Os Maias na Bertrand.

d) Falei com todos os colegas novos.

e) Os mais pequenos portaram-se lindamente.

f) Os veraneantes regressaram de férias.

g) As actividades do livro ficaram prontas.

h) Fomos puxados pelo vento.

i) Ficamos entusiasmados.

j) Os ministros responderam às questões dos deputados.

k) As estruturas sindicais consideram a ministra intolerante.

NOME: ____________________________ N.º _____ Turma: _______ Data: ____________

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful