P. 1
A cosmogonia grega

A cosmogonia grega

|Views: 899|Likes:
Publicado poradhonay alves

More info:

Published by: adhonay alves on Mar 16, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/28/2012

pdf

text

original

A cosmogonia grega, segundo Hesíodo, desenvolve-se, ciclicamente, de baixo para cima, das trevas para a luz.

Primeiro era o Caos (vazio primordial, vale profundo, espaço incomensurável), matéria eterna, informe, rudimentar, mas dotada de energia prolífica). Depois surgiu a Terra (Gaia) ± como eterna moradia para os deuses no Olimpo e no Tártaro (habitação profunda) e, simultaneamente, Eros (o Amor ± a força do desejo).

Gaia (ou Géia) - a Terra

Nyx - anoite

A Terra (Gaia) dá à luz ao Céu (Urano). fecundada por Erebos.a escuridão Do Caos rebentam a Noite (Nyx) e Erebos (escuridão profunda). .Érebos . Montes e Pontos (mares). Hemera A Noite dá à luz. ao Dia (Hemera) e o Éter.

Hiperión. Réia. Crio. . ela cria os Titãs (Oceano. Jápeto e Cronos) e as Titãnidas (Téia. Febe e Tétis).Titã Téia Com ele. Mnemósina. entretanto Urano não lhes permitia sair do seio da Terra. Ceos.

. Urano e Gaia geraram os Ciclopes (que tinham um só olho no meio da testa) e os Hecatônquiros (Monstros de cem braços e de cinquenta cabeças).ciclope Hecatônquiros Após os Titãs e Titânidas.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->