RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO CRAS

Trimestre: Ano:

1. Identificação: Município: Endereço: Localização: Comunidade Quilombola Comunidade Indígena Assentamentos / Ciganos Telefone (s): E-mail: ( ( ( ( ) Urbana ) ) ) ( ) Rural Porte:

Localização: Localização: Localização:

2. Horário de Funcionamento: Quantidade de horas por dia: Quantidade de dias por semana: de: às: horas.

Acompanhamento de indivíduos pelo PAIF. Famílias em acompanhamento pelo PAIF. . Quantidade Trimestre Anterior Quantidade Trimestre Atual Observações/Avanços/ Dificuldades 02. 05. Ações desenvolvidas pelo CRAS Atendimentos 01.3. Número de beneficiários do BPC (Idosos). 07. Número de beneficiários do BPC na Esc ola. Bolsa Família em 04. Famílias em descumprimento das condicionalidades do Programa Bolsa Família em acompanhamento pelo PAIF (Informar quando for da saúde ou educação). Famílias de beneficiários do BPC e BPC na Escola em acompanhamento pelo PAIF. 06. 03. Famílias do Programa acompanhamento pelo PAIF.

11. 10. Adolescente em Continuação do Item 03 . do BPC na Escola 12. Quantos beneficiários do BPC na Escola estão fora da escola. Quantos beneficiários desistiram da escola.Continuação do Item 03 Atendimentos 08. Quantos beneficiários do BPC na Escola estão inseridos na escola. Visitas domiciliares. Quantidade Trimestre Anterior Quantidade Trimestre Atual Observações/Avanços/ Dificuldades 09. Número de beneficiários do BPC (PCD). 14. 13. Famílias do Projovem acompanhamento pelo PAIF. Número de reuniões do grupo gestor municipal com a equipe técnica do Programa BPC na Escola.

Pessoas idosas em acompanhamento pelo PAIF. 16. Atividades do Projovem Adolescente ² Serviço Socioeducativo Período: Número de jovens excluídos: Técnicos do CRAS de referência: Número de Coletivos: Admitidos: .Atendimentos Quantidade Trimestre Anterior Quantidade Trimestre Atual Observações/Avanços/ Dificuldades 15. Famílias de crianças acompanhamento pelo PAIF. Ciganos e Ribeirinhos. Indígenas. até 06 anos em 18. Ações Itinerantes 4. 20. Acompanhamento de famílias tradicionais: Quilombolas. 19. Acompanhamento de pessoas c om deficiência e pessoas idosas no domicílio. 17. Assentados. Famílias de pessoas idosas em acompanhamento pelo PAIF.

Nome de fantasia/ Ciclo/Endereço Número de jovens no coletivo Temas trabalhados/ Percurso Atividades Relacionadas Resultados Alcançados Dificuldades Nome do Orientador Social Sugestões/ Observações 5. Atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças até 06 anos e suas Famílias Técnico do CRAS responsável pelo serviço: Orientador de atividades lúdicas: .

Total de encontros com crianças de até 06 anos Total de encontros com crianças de até 06 anos e suas famílias Número de crianças até 06 anos Número de Famílias Atividades Desenvolvidas Objetivos Observações .

6. Atividades Coletivas Observações/ Avanços/ Dificuldades Grupos/Oficinas de Inserção Produtiva Nº de Participantes Nº de Encontros Temáticas Desenvolvidas Facilitador Convidado/ Parceria .

Encaminhamentos à Rede Socioassistencial (Entidades públicas e privadas / Organizações não governamentais. entre outros) Entidade/ Organização Demanda Encaminhada Idade Sexo Observações .7.

Data Técnicos Capacitados Instituição Promotora Temática Local Carga Horária Semanal .8. Participação em Atividades de Capacitação/Reuniões/Encontros/Assembléias e outros.

Recursos Humanos Secretário (a) de Assistência Social: Nome Cargo / Função Registro no Conselho Profissional Carga Horária Semanal Salário (R$) Equipe Técnica PBF Descontos/ Encargos INSS/ISS Vínculo ___________________________ _______ Secretário (a) de Assistência Social ______________________ ____________ Coordenador (a) do CRAS Data: _____ / _____ / ________ .9.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful