P. 1
Números

Números

|Views: 366|Likes:

More info:

Published by: AlexandreRamiroPinto on Mar 17, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/15/2013

pdf

text

original

TODA A BÍBLIA

EM UM ANO

1

NÚMEROS 
  

A PRESENÇA DE DEUS NO DESERTO AUTOR : Moisés (33.2) aprox. 1400 aC pouco antes de sua morte. LIÇÃO CENTRAL: A incredulidade impede a entrada à vida abundante, Hb. 3:7-19. Os primeiros 25 capítulos do livro relatam as experiências, um ano e um mês depois de sair do Egito, da 1ª geração de Israel no deserto, enquanto que os 9 restantes descrevem as experiências da 2ª geração.
2

O NOME NÚMEROS: DEVIDO AOS CENSOS REALIZADOS 
   

Deus manda contar os homens de 20 anos para cima: 603.550 (1:2-3 e 1:46). Manda contar os Levitas: 22.000 (3.14-20) Manda contar os primogênitos: 22.27( 3.40) Manda contar o povo de novo: 601.730 (26:2). A primeira soma do povo foi da geração velha que saiu do Egito e morreu no deserto, a segunda foi da geração nova, a que entrou na terra de Canaã.

3

NO MONTE SINAI 
 

Ex 1:9 são chamados pela primeira vez de povo de Israel. Neste momento se tornaram uma comunidade pois devem enfrentar um inimigo comum. O nascimento da nação de Israel se dá no monte Sinai onde ouviram a voz de Deus e receberam os 10 mandamentos, foram transformados numa comunidade com um corpo político cuja constituição escrita eram as Leis de Deus.
4

ETAPAS DA VIAGEM 
     

Nm 33.3 ± 48 A distância de 350 Km que durou uma vida. A) Do Egito até o Sinai 33.3-15 B) Do Sinai até Cades 33.16-36 D) De Cades até Moabe (em frente a Jericó) - 33.37-49 Ex.13:17 Ora, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não o conduziu pelo caminho da terra dos filisteus, se bem que fosse mais perto; porque Deus disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte para o Egito; Tratado de não-agressão entre Abraão e Abimeleque , rei dos Filisteus, Gn 21:22-34
5

6

7

8 

40 acampamentos na maioria (22) com um acontecimento de conflito, sofrimento, milagre ou receber instruções de Deus.

9

O nº 40 
    

Número que indica um tempo de preparação, ex: 40 dias e quarenta noites do dilúvio (Gn 7,4.12); 40 dias e 40 noites Moisés passa no Monte (Ex 24,18; 34,26; Dt 9,9-11; 10,10); 40 anos foi o tempo da peregrinação pelo deserto (Nm 14,33; 32,13; Dt 8,2; 29,4, etc); Jesus jejuou 40 dias antes de começar seu ministério (Mt 4,2; Mc 1,12; Lc 4,2); A ascensão de Jesus acontece 40 dias depois da Ressurreição (At 1,3).
10

Dissertação de Mestrado: A Rota do Êxodo ± Manu Marcus Hubner ± USP 2009 ± pg 175 a 177

Nº 1 2 3 4 5 6 7

Local Ramsés Sucote Etam Pi Hairote Mará Elim Mar vermelho

Fato Saída do Egito Nuvem

Milagre Pragas

Reclamação/revolta

Batalha

Abertura do mar Leis Ex 19 Águas tornam-se doces Oásis Falta água

Vencem Egípcios

11

Nº 8 9 10 11 12

Local Deserto de Sin Dofca Alus Refidim Sinai

Fato

Milagre Maná e codornizes

Reclamação/revolta Falta alimento

Batalha

Fonte de Miriam 10 mandamentos, tabernáculo, censo Fogo no acampamento / escolha dos 70 Punição de Miriam

Água da pedra / sol para Recebimento da Lei Codornizes

Falta água Bezerro de ouro

Vencem Amalequitas

13

QuibroteHataavá Hazerote

Queriam peixe

14

Revolta de Corá

12

Nº 15

Local Ritmá (Cadesh Barnea) RimonPerez Libma Rissa Qeelata Monte Séfer Harada

Fato Permanência de 19 anos Dt

Milagre

Reclamação/revolta

Batalha

Espiões ± decreto 40 Derrota anos no deserto contra cananitas

16 17 18 19 20 21

Praga
13

Nº 22 23 24 25 26 27 28

Local Maquelote Taate Terá Mitcá Hasmona Moserote Benê-Jaacã

Fato

Milagre Florece o cajado de Araão

Reclamação/revolta

Batalha

Água doce

Volta do Monte Hor até Mosserote Dt

14

Nº 29 30 31 32 33

Local HorGidgate Jotbatá Abrona EzionGeber Cadesh no deserto de Zim Monte Hor Zalmona

Fato

Milagre

Reclamação/revolta

Batalha

Morre Miriam / Edom recusa passagem Morre Araão

Água da pedra

Falta água / Moisés bate na pedra Volta até Mosserote Dt Reclamação Vitória contra Arad

34 35

15

Nº 36 37 38

Local Punom Obote Ijé-Abarim fronteira de Moabe Dibon-Gade

Fato

Milagre Serpente de Bronze

Reclamação/revolta Pessoas mordidas por cobras

Batalha

39

Fim do decreto de 40 anos no deserto Dt Vitória contra Seon e Og Moisés vê a terra de Israel Dt Leis, censo, morre Moisés Dt Imoralidade com Moabitas e adorar Baal Vitória contra Midianitas
16

40

AlmomDiblataim Montes de Abarim (nebo) Planícies de Moabe frente a Jericó

41

42

EVENTOS PRINCIPAIS

17

DO SINAI A CADES-BARNÉIA 
     

pg108

(1-9) A organização e legislação, a 2ª páscoa para ausentes ou impuros. O sinal para partir (nuvem) 10:11-12) A partida do monte Sinai, 3 semanas após o censo (11:4-6) O povo despreza o maná. 11:10-15) O desânimo de Moisés. (11:16-17 ) Os setenta anciãos. (11:31) O envio das codornizes. (12: 1,2 ) A queixa de Miriã e de Arão ( a etíope talvez Zípora).
18

O FRACASSO EM CADES. Quase entram na terra prometida. 
 



(13:1,31) O envio dos espias e seu relatório. (14:2,22,29) A rebelião do povo e a maldição pronunciada contra eles. Toda a geração é sentenciada. (14.25) Deus ordena ao invés de irem para o norte, Canaã, irem para o mar vermelho. (15) Leis diversas: sacrifícios após a conquista, pena para a arrogância (30,31) e ao sábado, pingentes no manto.
19

EM CADES
(16:2,3) Rebelião do levita Corá contra o monopólio do sacerdócio de Araão.  (16:31,49) A terra engole os de Corá e a praga mata 14.700.  (17:8) A vara de Araão frutifica para mostrar a escolha de Deus.  (18) Deveres, tributos e ritual 

20 

 

  

(20.1) na fronteira com Edom morre Miriã (20.10,12) ³...será que teremos que tirar água desta rocha ...´ dá a entender que ele e Araão, não Deus, tirarão água da rocha: Moisés não entrará na terra com o povo. (20.18) Edom nega a passagem e Israel desvia-se na direção do mar morto. (20.28) Morre Araão. (21:8) A serpente de bronze; Jesus lembra esse incidente a Nicodemos, dizendo que ele também deveria ser levantado, para que todos que tivessem fé nele tivessem a vida eterna ( Jo 3.14-15) Olhar para a serpente é um retrato da fé, mais tarde chamaram-na de Neustã e foi destruída por Ezequias (2 Rs18.4) 21

EM CADES

NAS CAMPINAS DE MOABE 
     

(21.23-25) A passagem por Moabe é negada, lutam e conquistam até a fronteira de Moabe do rei Balaque. (22:4-6) Balaque contrata Balaão, o adivinho, a fim de os amaldiçoar. (22:38) O surpreendente é a revelação de que a fonte de conhecimento de Balaão era Deus. Balaão abençoa Israel por 3 vezes e na 4ª anuncia a vitória de Israel. A jumenta que fala para impressionar Balaão a dizer sempre a verdade. (24.1) Balaão vê que agrada a Deus. (24.17) Uma das primeiras profecias sobre o Messias, conhecida pelos magos do Oriente que seguiram a estrela de Belém.
22

NAS CAMPINAS DE MOABE
(25:1,2)) Por ordem de Balaão (31.16) as mulheres midianitas corrompem os israelitas em Peor para adorar Baal, com isso morre o restante da geração que saiu do Egito, exceto Calebe e Josué  (25:11) Finéias (neto de Araão) afasta a ira de Deus e faz-se a aliança de paz.  (26 a 30) O censo da nova geração, divisão das terras, leis de herança, Josué deve suceder a Moisés (27:18). Regras para o culto público. 

23

NAS CAMPINAS DE MOABE
(31:1) O juízo contra os midianitas.  (32.5) Tribos Rúbem e Gade não quiseram entrar em Canaã, ficando na Transjordânia, enviando suas tropas a Canaã.  (33) Resumo da jornada do Egito à Moabe.  (35:11) As cidades refúgio  (36:3,8) Lei da herança das mulheres. 

24

AS QUEIXAS DO POVO
(1) Acerca das dificuldades, 11:1-3  (2) Acerca dos alimentos, 11:4-6-estrangeiros  (3) Acerca dos gigantes, 13: 33-14:2.  (4) Acerca dos líderes, 16:2-3  (5) Acerca dos juízos divinos, 16:41.  (6) Acerca do deserto, 20:2-5.  (7) Pela segunda vez acerca do maná, 21:5. 

25

BÊNÇÃO DE ARAÃO
Nm 6.22-27  Reconhece que é Deus quem dá as coisas boas.  Pede especificamente o dom da paz de Deus. 

26

MILAGRES NO LIVRO DE NÚMEROS
MILAGRE
PROPOSITO

LOCAL

REFERENCIA

1. A LEPRA DE MIRIAM
2. CORÁ E SEUS PARTIDARIOS SÃO DESTRUIDOS

RESPONDER A HAZEROTE ORAÇÃO DE MOISES CASTIGA-LOS PELA REBELDIA

NM 12.10-15

NM 16.31-35

27

MILAGRE
3. A PRAGA ENVIADA E DETIDA 4. A VARA DE ARAO FLORESCE E PRODUZ AMENDOAS
5. ENVIO DE SERPENTES E CURA DE ALGUNS PICADOS

PROPOSITO

LOCAL

REFERENCIA

CENSURAR AS

NM 16.4150

MURMURAÇÕES

CONVENCER OS ISRAELITAS DE SUA AUTORIDADE CENSURAR SUAS

CADES

NM 17.1-8

MURMURAÇÕES

DESERTO DE ZIM

NM 21.7-9

6. A EXORTA-LO JUMENTA DE POR VISITAR BALAAO FALA A BALAQUE

PETOR

NM 22.2831

28

29

1. Uma nova Geração. Todos os que vieram do Egito de vinte anos para cima pereceram exceto Josué e Calebe; 2. Pela segunda vez, estão na divisa da terra prometida;

30 

FIM

31

Voto de Nazireu: separação e consagração a Deus 
   

Havia duas categorias de nazireus: os voluntários e os que os eram por designação divina Sansão foi nazireu designado, antes de nascer, por Deus para toda a vida. No caso de Samuel, foi a sua mãe, Ana, que fez o voto João, o Batizador, estava entre os nazireus que Deus suscitou Para nós, os dias do nosso nazirado só terminarão quando deixarmos este mundo.

32    

Voto de nazireu: não podia beber nem vinho nem bebida forte; não deveria cortar o cabelo; e não podia entrar onde houvesse algum morto. O vinho representa aquilo que alegra o coração do homem (Sal. 104:15), e aqui representa esses prazeres terrenos que, embora não tendo nada de mal em si, corrompem muitas vezes o coração, afastando-o em certa medida de Deus e das coisas de Deus Deixar crescer o cabelo indicava negar-se a si próprio, renunciando a sua dignidade e os seus direitos como homem para se consagrar inteiramente a Deus. Não entrar onde houvesse um morto o homem pecou ficou sob o domínio de satanás recebendo como o salário a morte nos separar de tudo que tenha caído no poder da morte.
33

Motivos    



Indivíduos se juntam para formar um povo: as pessoas sentem-se ligadas por terem uma história comum (ancestralidade), ou, em função de para onde estão indo, por aquilo a que são chamados a alcançar (compartilham idéias e uma meta comum) , estão ligados não pela história e sim pelo objetivo comum. O nascimento da nação de Israel se dá no monte Sinai onde ouviram a voz de Deus e receberam os 10 mandamentos, foram transformados de uma comunidade de destino para uma comunidade de fé, significando um corpo político sob a soberania de Deus., cuja constituição escrita era a Lei. Ex 1:9 neste momento são chamados pela primeira vez de povo de Israel. Neste momento se tornaram uma comunidade do destino ao enfrentarem um inimigo comum.. Ex 3:7-9 ± sair do sofrimento e herdar uma terra prometida. Dt 27:9-10 ± propósito religioso relacionado ao recebimento da leis no monte Sinai

34

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->