SUCESSOS MUSICAIS CIFRADOS PARA VIOLÃO Alceu Valença "Anunciação" Intro: (G Am C G)2x G Am | Na bruma leve das paixões que vem

de dentro | C G | Tu vens chegando prá brincar no meu quintal | bis Am | No teu cavalo peito nu cabelo ao vento | C G | E o sol quarando nossas roupas no varal | Refrão: G7 Em | Tu vens tu vens | bis F C G | Eu já escuto os teus sinais | Am A voz do anjo sussurou no meu ouvido C G E eu não duvido já escuto os teus sinais Am Que tu virias numa manhã de domingo C G Eu te anuncio nos sinos das catedrais ...refrão Alceu Valença Baião E EU VOU MOSTRAR PRÁ VOCES COMO SE DANÇA O BAIÃO QUEM QUISER APRENDER A7 FAVOR PRESTAR ATENÇÃO MORENA CHEQGUE PRÁ CÁ BEM JUNTO AO MEU CORAÇÃO C AGORA É SÓ ME SEGUIR B7 E QUE EU VOU DANÇAR UM BAIÃO A EU JÁ DANCEI BALANCÊ XAMEGO, SAMBA E XERÉM

MAS O BAIÃO TEM UM QUE Em QUE AS OUTRAS DANÇAS NÃO TEM A7 QUEM QUISER É SÓ DIZER C POIS EU COM SATISFAÇÃO B7 E VOU DANÇAR CANTANDO BAIÃO A EU JÁ DANCEI NO PARÁ TOQUEI SANFONA EM BELÉM CANTEI LÁ NO CEARÁ Em E SEI O QUE ME CONVÉM A7 E QUEM QUISER É SÓ DIZER C POIS EU COM SATISFAÇÃO B7 E VOU DANÇAR CANTANDO BAIÃO COMO DOIS ANIMAIS Alceu Valença Tom: E B7 E B7 E Uma moça bonita de olhar agateado B7 E B7 E B7 E B7 E Deixou em pedaços meu coração B7 E B7 E Uma onça pintada e seu tiro certeiro B7 E B7 E B7 E B7 E Deixou os meus nervos de aço no chão B Abm C#m Abm Foi mistério e segredo e muito mais B Abm C#m Abm Foi divino brinquedo e muito mais A B7 (E B7) Se amar como dois animais

Alceu Valença Como Dois Animais Tom: E E Bm7 E D E Uma moça bonita de olhar agateado Bm7 E D E Bm7 E D Deixou em pedaços o meu coração E Bm7 E D E Uma onça pintada e seu tiro certeiro Bm E D E Bm7 E D Deixou os meus nervos de aço no chão E C#m G#m C#m G#m C#m G#m Foi Mistérios e segredo e muito mais C#m G#m C#m G#m C#m G#m Foi divino brinquedo e muito mais A D A E Bm7 E D Se amar como dois animais E Bm7 E D E Meu olhar vagabundo de cachorro vadio Bm E D E Bm7 E D Olhava a pintada e ela estava no cio E Bm7 E D E Era um cão vagabundo e uma onça pintada Bm7 E D E Bm7 E D E Se amando na praça como os animais E C#m G#m C#m G#m C#m G#m Foi Mistérios e segredo e muito mais C#m G#m C#m G#m C#m G#m Foi divino brinquedo e muito mais A D A E Bm7 E D Se amar como dois animais ESTAÇÃO DA LUZ A A6

Lá vem chegando o verão C#m No trem da estação da luz D F#m Bm

É um pintor passageiro colorindo o mundo inteiro

D A D7 A Derramando seus azuis lá vem chegando o verão A A6 Lá vem chegando o verão C#m No trem da estação da luz D F#m Bm Com seu fogo de janeiro colorindo o mundo inteiro D A D7+ A Derramando seus azuis pintor chamado verão D7+ A Bm Tão nobre é sua aquarela papoulas vermelhas F#m Bm Alceu Valença "La Belle de Jour" Tom: C Introdução: C Em C Eu me lembro da moça bonita Em da praia de Boa Viagem C Em E a moça no meio da tarde. de um domingo azul Am7 Em Azul era a belle e de jour era a bela da tarde F Teus olhos azuis como a tarde. G a tarde de um domingo azul C La belle de jour .

no azul viajava F Seus olhos azuis como a tarde G a tarde de um domingo azul C La belle de jour Alceu Valença "Morena Tropicana" Intro: 2x (Bm F#m Em F#7) Bm F#m Da manga rosa eu quero o gosto e o sumo Em F#7 Bm Melão maduro sapoti joá F#m Jaboticaba teu olhar noturno Em F#7 Bm Beijo travoso de umbu-cajá A D Pele macia é carne de caju A D Saliva doce. doce mel. mel de uruçu C#m7 F#7 Bm Linda morena fruta de vez temporana A7 Caldo de cana-caiana F#7 Bm Vou te desfrutar C#m7 F#7 Bm Linda morena fruta de vez temporana A7 Caldo de cana-caiana F#7 Bm Vem me desfrutar .Am7 Em Belle de jour. oh! oh! C La belle de jour era a moça Em mais linda de toda cidade C E foi justamente pra ela que eu Em escrevi o meu primeiro blue F7M Em Mas la belle de jour.

Bm F#m Em F#7 Morena tropicana. Bm F#m E todo tempo que eu tiver para mim é pouco Em F#7 Bm Pra dançar com meu benzinho numa casa de reboco Bm F#m Todo tempo que eu tiver para mim é pouco Em F#7 Bm Pra dançar com meu benzinho numa casa de reboco . eu quero teu sabor hummm.Bm F#m Em F#7 Morena tropicana. doce mel.......... Bm F#m Em F#7 Morena tropicana. Bm F#m Em F#7 Morena tropicana... eu quero teu sabor hummm.... Solo: 2x (Bm F#m Em F#7) Bm F#m Em F#7 Morena tropicana.. eu quero teu sabor hummm........ eu quero teu sabor hummm.. mel de uruçu C#m7 F#7 Bm Linda morena fruta de vez temporana A7 Caldo de cana-caiana F#7 Bm Vou te desfrutar C#m7 F#7 Bm Linda morena fruta de vez temporana A7 Caldo de cana-caiana F#7 Bm Vem me desfrutar Bm F#m Em F#7 Morena tropicana.. Bm F#m Da manga rosa eu quero o gosto e o sumo Em F#7 Bm Melão maduro sapoti joá F#m Jaboticaba teu olhar noturno Em F#7 Bm Beijo travoso de umbu-cajá A D Pele macia é carne de caju A D Saliva doce. eu quero teu sabor hummm. eu quero teu sabor hummm.

Alceu Valença "Pelas Ruas Que Andei" (Alceu Valença/Vicente Barreto) Intro: (Bm C#m D A) (vocalização) D A Na madalena revi teu nome D A Na Boa Vista quis te encontrar D G Rua do Sol da Boa Hora E7 A Rua da Aurora. procurei D A Procurei... procurei te encontrar . procurei te encontrar D A Pelas ruas que andei.. procurei D A Procurei. eu quero teu sabor hummm.. Boa Viagem E A Na Piedade tanta dor D A Pelas ruas que andei. matriz saudade D C#m Na soledade de quem passou D Rua Benfica..Bm F#m Mas todo tempo que eu tiver para mim é pouco Em F#7 Bm Pra dançar com meu benzinho numa casa de reboco Bm F#m Em F#7 Bm.... vou caminhar C#m F#m Rua das Ninfas. Morena tropicana.

a solidão devora F#m E É amiga das horas. prima-irmã do tempo Bm E E faz nossos relógios caminharem lentos F#m E F#m Causando um descompasso no meu coração E F#m A solidão dos astros E F#m A solidão da lua E F#m A solidão da noite E F#m A solidão da rua (repete Intro) Tom: A E7 A que beijinho doce D que ela tem E7 depois que beijei ela A nunca mais beijei ninguém D que beijinho doce B7 foi ela quem trouxe E7 de longe prá mim REFRÃO D se me abraça apertado E7 suspira dobrado A E7 que amor sem fim A A7 coração que manda .Alceu Valença "Solidão" Intro: (E F#m) E F#m E A solidão é fera.

Dm G7 que não vai embora C C7 porque gosta de mim F C G7 C Am Amor.porque gosta de mim . G7 C se ela vai embora. G7 C Am se ela vai embora. Dm G7 que não vai embora C G7 que não vai embora C G7 C C7 Encosta a tua cabecinha no meu ombro e chora F C E conta logo a tua mágoa toda para mim G7 C Am Quem chora no meu ombro eu juro que não vai embora.D quando a gente ama E7 se estou junto dela sem dar um beijinho A coração reclama REFRÃO ENCOSTA TUA CABECINHA Tom: C C G7 C C7 Encosta a tua cabecinha no meu ombro e chora F C E conta logo a tua mágoa toda para mim G7 C Am Quem chora no meu ombro eu juro que não vai embora. porque eu vivo tão sozinho Dm F C Não sei se a saudade fica ou se ela vai embora.se ela vai embora Dm F C Não sei se a saudade fica ou se ela vai embora. eu quero o teu carinho.

Almir Sater "Chalana" Tom: D Intro: D D La vai a chalana A Bem longe se vai D Navegando no remanso A Do rio do Paraguai G Ah! Chalana sem querer D Tu aumentas minha dor A Nessas águas tão serenas D Vai levando meu amor G Ah! Chalana sem querer D Tu aumentas minha dor A Nessas águas tão serenas D Vai levando meu amor E assim ela se foi A Nem de mim se despediu G A chalana vai sumindo A D Na curva lá do rio E se ela vai magoada A Eu bem sei que tem razão Fui ingrato D Eu feri o seu meigo coração G Ah! Chalana sem querer D Tu aumentas minha dor A Nessas águas tão serenas D Vai levando meu amor .

D estrada eu sou | Am C |Conhecer as manhas e as manhãs. nada sei | Am C |Conhecer as manhas e as manhãs. |Am C |é preciso paz pra poder seguir. porque já chorei demais D C Hoje me sinto mais forte. TOCANDO EM FRENTE Tom . |Am C |É preciso o amor pra poder pulsar. | Am C G |o sabor das massas e das maçãs. G eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou. mais feliz quem sabe G D eu só levo a certeza de que muito pouco eu sei.G Ah! Chalana sem querer D Tu aumentas minha dor A Nessas águas tão serenas D Vai levando meu amor. | Am C G |o sabor das massas e das maçãs. ir tocando em frente D C como um velho boiadeiro levando a boiada. |Am C . | Am G |é preciso a chuva para florir. D C Sinto que seguir a vida seja simplesmente G conhecer a marcha.G D C Ando devagar porque já tive pressa G e levo esse sorriso.

G e cada ser em si.[ acordes ] --D = XX0232 C = X32010 G = 320033 Am = X02210 Dica: Toque esta música com o dedilhado P-I-M-A-M-I. | Am C G |o sabor das massas e das maçãs. |Am G |é preciso a chuva para florir. |Am C |é preciso paz pra poder seguir. G e cada ser em si. . D de ser feliz | Am C |Conhecer as manhas e as manhãs. carrega o dom de ser capaz. carrega o dom de ser capaz. | Am C |é preciso paz pra poder seguir. D C Sinto que seguir a vida seja simplesmente G conhecer a marcha. ir tocando em frente D C Cada um de nós com põe a sua própria história. D de ser feliz --. | Am C |É preciso o amor pra poder pulsar. D C Sinto que seguir a vida seja simplesmente G conhecer a marcha. |Am G |é preciso a chuva para florir.|É preciso o amor pra poder pulsar. fica muito bonito. ir tocando em frente D C Cada um de nós compõe a sua própria história.

FIO DE CABELO Tom: G Intro: D7 G D7 G Quando a gente ama D7 G Qualquer coisa serve para relembrar G7 Um vestido velho da mulher amada C Tem muito valor D7 G Aquele restinho do perfume dela que ficou no frasco Sobre a penteadeira D7 Lembrando que o quarto G Já foi o cenário de um grande amor D D7 G E hoje o que encontrei me deixou mais triste D Um pedacinho dela que existe C G Um fio de cabelo no meu paletó D D7 Lembrei de tudo entre nós G Do amor vivido D Aquele fio de cabelo comprido C D G Já esteve grudado em nosso suor Quando a gente ama D7 G E não vive junto da mulher amada Qualquer coisa à toa G7 C É um bom motivo pra gente chorar D7 Apagam-se as luzes ao chegar a hora G De ir para a cama D7 A gente começa a esperar por quem ama G Na impressão de que ela venha se deitar .

também. pra matar minha saudade. entrei a dançar. ó gente. LUAR DO SERTÃO Tom: G G Em Am Oh que saudade do luar da minha terra D7 G D7 Lá na serra branquejando. D7 G quatro guapos a cantar: D7 Galopeira. C D7 G Paraguai eu voltarei.Chitãozinho & Chororó Galopeira (Maurício Zayas/Cardoso Campo) Tom: G G Foi num baile. folhas secas pelo chão G Em Am Este luar cá da cidade tão escuro D7 G D7 Não tem aquela saudade. ó gente. luar como esse do sertão . C E ao som de suas guitarras. luar como esse do sertão G Em Am D7 G D7 Não há. Paraguai eu voltarei D7 Pra minha felicidade. capital do Paraguai onde eu vi as paraguaias D7 sorridentes a bailar. oh! Não. do luar lá do sertão! G Em Am D7 G D7 Não há. D7 G pra minha felicidade. nunca mais te esquecere…ei D7 C D7 G Galope…eira. oh! Não. em Assunção. galopeira G eu. D7 Em Galope…eira.

G Em Am Se a lua nasce por detras da verde mata D7 G D7 Mais parece um sol de prata. o Sabiá G Tô indo agora tomar banho de cascatas Am . a nascer no coração REFRÃO G Em Am Quando vermelha no sertão desponta a lua D7 G D7 Dentro da alma flutua. o Sabiá G A Majestade . prateando a solidão G Em Am E a gente pega na viola e ponteia D7 G D7 E a canção e a lua cheia. tambem rubra nasce a dor G Em Am E a lua sobe e o sangue muda em claridade D7 E a nossa dor muda em saudade G D7 Branca assim da mesma cor REFRÃO MAJESTADE. O SABIÁ Tom: G Intro: G D7 G D7 G D7 G Meus pensamentos tomam forma e eu viajo Am Eu vou prá onde Deus quiser D7 Um video tape que dentro de mim Am D7 Retrata todo meu inconsciente G De maneira natural C Ah! Tô indo agora prá um lugar todinho meu G Quero uma rede preguiçosa prá deitar Em minha volta sinfonia de pardais D7 D Cantando para a Majestade.

o Sabiá No Rancho Fundo Tom: G G No rancho fundo B7 Em Bem pra lá do fim do mundo B7 C Onde a dor e a saudade Am D7 G D7 Contam coisas da cidade...Quero adentrar nas matas onde Oxossi é o Deus D7 Am Aqui eu vejo plantas lindas e cheirosas D7 Todas me dando passagem G Perfumando o corpo meu C Ah! Tô indo agora prá um lugar todinho meu G Quero uma rede preguiçosa prá deitar Em minha volta sinfonia de pardais D7 D Cantando para a Majestade. G No rancho fundo B7 Em . o Sabiá G A Majestade . o Sabiá G A Majestade . o Sabiá G Esta viagem dentro de mim foi tão linda Am Vou voltar à realidade prá este mundo de Deus D7 Am É que o meu eu este tão desconhecido D7 G jamais será traído pois este mundo sou eu C Ah! Tô indo agora prá um lugar todinho meu G Quero uma rede preguiçosa prá deitar Em minha volta sinfonia de pardais D7 D Cantando para a Majestade.

De olhar triste e profundo B7 C Um moreno conta as "mágua" Am D7 G Tendo os olhos rasos d'água E7 Pobre moreno Bm E7 Am Que de tarde no sereno Cm Bm Espera a lua no terreiro Am D7 G Tendo o cigarro por companheiro E7 Sem um aceno Bm E7 Am Ele pega da viola Cm Bm E a lua por esmola Am D7 G D7 Vem pro quintal desse moreno G No rancho fundo B7 Em Bem pra lá do fim do mundo B7 C Nunca mais houve alegria Am D7 G D7 Nem de noite nem de dia G Os arvoredos B7 Em Já não contam mais segredos B7 C E a última palmeira Am D7 G Ja na cordilheira E7 Os passarinhos Bm E7 Am Internaram-se nos ninhos Cm Bm De tão triste esta tristeza Am D7 G Enche de trevas a natureza E7 Tudo por que? Bm E7 Am Só por causa do moreno Cm Bm .

G. hoje é pequeno Am D7 G D7 Para uma casa de sapê G Se Deus soubesse B7 Em Da tristeza lá serra B7 C Mandaria lá pra cima Am D7 G D7 Todo o amor que há na terra G Porque o moreno B7 Em Vive louco de saudade B7 C Só por causa do veneno Am D7 G Das mulheres da cidade E7 Ele que era Bm E7 Am O cantor da primavera Cm Bm Que até fez do rancho fundo Am D7 G O céu maior que tem no mundo E7 O sol queimando Bm E7 Am Se uma flor lá desabrocha Cm Bm A montanha vai gelando Am D7 G Lembrando o aroma da cabrocha O Homem de Nazareth Tom: A Intro: D . mas ninguém jamais o esqueceu A D A .G .Que era grande.E A D A Ei! está chegando o ano dois mil D A Tanto tempo faz que ele morreu D A D G E O mundo se modificou.D .

E eu sou ligado no que ele falou D A Sou parado no que ele deixou D A D G E O mundo só será feliz. vamos seguir com fé. se a gente cultivar o amor A D A D A Ei. irmão!!!! Saudade da minha Terra Tom: F F C7 de que me adianta viver na cidade se a felicidade não me acompanhar F adeus paulistinha do meu coração lá pro? meu sertão eu quero voltar A# G7 C7 ver a madrugada quando a passarada fazendo alvorada começa a cantar A# C7 F com satisfação arreio o burrão cortando o estradão saio a galopar A# C7 F C7 F . vamos seguir com fé. sob o símbolo de sua cruz E Bm E C#m Ele era o rei mas foi humilde o tempo inteiro F#m7 B E7 Ele foi filho de carpinteiro e nasceu em uma manjedoura Bm E C#m Não saiu jamais muito longe de sua cidade F#m7 B B7/D# E4 E Não cursou nenhuma faculdade. tudo o que ensinou | D# G# |bis O Homem de Nazareth | F A# Ei. vamos seguir com fé. tudo o que ensinou D G O Homem de Nazareth E A D A Reis e rainhas que este mundo viu D A Todo povo sempre dirigiu D A D G E Caminhando em busca de uma luz. mas na vida Ele foi doutor D E A Ele modificou o mundo inteiro (3x) D E A Ele revolucionou o mundo inteiro F A# D#/A# A# D#/A# A# Ei irmão. tudo o que ensinou D#/A# G# O Homem de Nazareth F A# D# A# D# A# | Ei irmão. irmão.

: ( A D/A ) A D/A Pai e mãe.eu vou escutando o gado berrando sabiá cantando no jequitibá C7 por Nossa Senhora meu sertão querido vivo arrependido por ter te deixado F esta nova vida aqui na cidade de tanta saudade eu tenho chorado A# G7 C7 aqui tem alguém diz que me quer bem mas não me convém eu tenho pensado A# C7 F eu digo com pena mas essa morena não sabe o sistema que eu fui criado A# C7 F C7 F tô aqui cantando de longe escutando alguém tá chorando com o rádio ligado G D7 que saudade imensa do campo e do mato do manso regato que corta as campinas G aos domingos ia passear de canoa nas lindas lagoas de água cristalinas C A7 D7 que doce lembrança daquelas festanças onde tinha danças e lindas meninas C D7 G eu vivo hoje em dia sem ter alegria o mundo judia mas também ensina C D7 G D7 G estou contrariado mas não derrotado eu sou bem guiado pelas mãos divinas D7 pra? minha mãezinha já telegrafei eu já me cansei de tanto sofrer G nesta madrugada estarei de partida pra? terra querida que viu nascer C A7 D7 já ouço sonhando o galo cantando o nhambú piando no escurecer C D7 G a Lua prateada clareando a estrada a relva molhada desde o anoitecer C D7 G D7 G eu preciso ir pra? ver tudo ali foi lá que nasci lá quero morrer Artista : Djavan Álbum : Música : Sina Intr. ouro de mina A E7/G# .

estrela do mar A E7/G# O sol e o dom. um dia a fúria F#m7 C#m7 Desse front virá lapidar D7M O sonho até gerar o som E7 A Como querer caetanear o que há de bom BORBULHAS Introdução: Dm G7 Dm G7 C TENHO UM CORAÇÃO G/B DIVIDIDO ENTRE A ESPERANÇA E A RAZÃO Dm TENHO UM CORAÇÃO F Dm G/B Dm G7 BEM MELHOR QUE NÃO TIVERA C ESSE CORAÇÃO G/B NÃO CONSEGUE SE CONTER AO OUVIR TUA VOZ Dm POBRE CORAÇÃO F Dm G/B Dm SEMPRE ESCRAVO DA TERNURA G7 C QUEM DERA SER UM PEIXE G/B . pura rotina. art-nuveau E7/G# F#m7 Da natureza. jazz D# A Tocarei seu nome prá poder falar de amor D/A A Minha princesa. reveillon A D/A O luar.Coração. desejo e sina F#m7 C#m7 D7M Tudo mais. jazz D/E C/D F#m7 A luz de um grande prazer é irremediável neon D/E D7/9 E7 Quando o grito do prazer açoitar o ar. quiçá. tudo o mais C#m7 D7M D# Pura beleza.

PARA EM TEU LÍMPIDO AQUÁRIO MERGULHAR FAZER BORBULHAS DE AMOR PRA TE Dm ENCANTAR F G/B Dm G7 PASSAR A NOITE EM CLARO, DENTRO DE TI C UM PEIXE, PARA ENFEITAR DE CORAIS TUA G/B CINTURA FAZER SILHUETAS DE AMOR À LUZ Dm F Dm G/B DA LUA, SACIAR ESSA LOUCURA Dm G7 DENTRO DE TI... solo (C/ G/B / Dm Am/ Bb F/G4 G7) C CANTA CORAÇÃO G/B QUE ESTA ALMA NECESSITA DE ILUSÃO Dm SONHA CORAÇÃO F Dm G/B Dm G7 NÃO TE ENCHAS DE AMARGURA C ESSE CORAÇÃO G/B NÃO CONSEGUE SE CONTER AO OUVIR TUA VOZ Dm POBRE CORAÇÃO F Dm G/B Dm SEMPRE ESCRAVO DA TERNURA G7 C QUEM DERA SER UM PEIXE G/B PARA EM TEU LÍMPIDO AQUÁRIO MERGULHAR FAZER BORBULHAS DE AMOR PRA TE Dm ENCANTAR F G/B Dm G7 PASSAR A NOITE EM CLARO, DENTRO DE TI C UM PEIXE, PARA ENFEITAR DE CORAIS TUA G/B CINTURA FAZER SILHUETAS DE AMOR À LUZ Dm F Dm G/B DA LUA, SACIAR ESSA LOUCURA Dm G7 DENTRO DE TI... Ab Bb7 Gm UMA NOITE PARA UNIR-NOS ATÉ O Cm Gm Ab Bb7 Gm

FIM..... CARA CARA BEIJO A BEIJO Cm Gm Ab Bb7 E VIVER ...... PARA SEMPRE C DENTRO DE TI .......solo (C/ G/B / Dm /F/G7/ Dm G7) G7 C QUEM DERA SER UM PEIXE G/B PARA EM TEU LÍMPIDO AQUÁRIO MERGULHAR FAZER BORBULHAS DE AMOR PRA TE Dm ENCANTAR F G/B Dm G7 PASSAR A NOITE EM CLARO, DENTRO DE TI C UM PEIXE, PARA ENFEITAR DE CORAIS TUA G/B CINTURA FAZER SILHUETAS DE AMOR À LUZ Dm F Dm G/B DA LUA, SACIAR ESSA LOUCURA Dm G7 DENTRO DE TI... Ab Bb7 PARA SEMPRE C DENTRO DE TI CANTEIROS Cecília Meireles Intr.: D G D A Bm Bm/A G D Quando penso em você fecho os olhos de saudade A G F# A/B A7 Tenho tido muita coisa, menos a felicidade D A Bm Bm/A G D Correm os meus dedos longos em versos tristes que invento A F# A/B Nem aquilo a que me entrego já me traz contentamento D7 G C7 F Pode ser até manhã, cedo claro feito dia Gm A Dm Mas nada do que me dizem me faz sentir alegria D7 Gm C7 F Eu só queria ter no mato um gosto de framboesa Gm A Dm Prá correr entre os canteiros e esconder minha tristeza (Dm Dm/C Dm/B Dm/Bb) Que eu ainda sou bem moço prá tanta tristeza E deixemos de coisa, cuidemos da vida,

Pois se não chega a morte ou coisa parecida E nos arrasta moço, sem ter visto a vida Deslizes - Fagner C Não sei porque Em/5 Am Am/7 Insisto tanto em te querer Gm7 C7,9 F Você sempre faz de mim o que bem quer Dm A5+ Dm Se ao teu lado sei tão pouco de você G7 C G7 É pelos outros que eu sei quem você é C Em/5 Eu sei de tudo com quem andas Am Am/7 Aonde vais Gm7 C7,9 Mas eu desfaço o meu ciúme F DmA5+ Mesmo assim A5+ Dm Pois aprendi que o meu silêncio vale mais F G C C7 E desse jeito eu trazer você pra mim F G Am C E como prêmio eu recebo o teu abraço F G Am C7 Subornando o meu desejo tão antigo F G E fecho os olhos para todos Am Am/7 Os teus passos Dm G7 C G7 Me enganando só assim somos amigos C Em/5 Am Am/7 Por quantas vezes me dá raiva de querer Gm7 C7,9 F DmA5+ Em concordar com tudo o que você me faz A5+ Dm G7 Já fiz de tudo pra tentar te esquecer F G C G7 Falta coragem para dizer que nunca mais C Em/5 Nós somos cúmplices, nós dois Am Am/7

vamos embora sem demora.Somos culpados Gm7 C7. o tempo é quente E7 A7 E o dragão é voraz.9 No mesmo instante em que teu corpo F DmA5+ Toca o meu A5+ Dm Já não existe nem o certo nem errado G7 C C7 Só o amor que por encanto aconteceu F G Am C7 E é assim que eu perdôo os teus deslizes F G Am C7 E é assim o nosso jeito de viver G Am C7 Em outros tu resolves tuas crises Dm Em outras bocas G7 C Não consigo te esquecer. Pedras Que Cantam .. G A7 D vamos pra frente que pra trás não dá mais G C G C G C G Pra ser feliz num lugar pra sorrir e cantar tanta coisa a gente inventa. G D G D Vamos embora de repente. ô tempo escuro na memória.Fagner .Fagner Intro: G F#m Em D 4x + D E D E (2X) D F#m G D Quem é rico mora na praia mas quem trabalha nem tem onde morar F#m G D Quem não chora dorme com fome mas quem tem nome joga prata no ar G D G D G Ô tempo duro no ambiente.. A7 D mas no dia que a poesia se arrebenta G D A7 D É que as pedras vão cantar Intro Repetir tudo de novo Último Pau-De-Arara ..

meu Deus. tomara Dm Gm * Só deixo o meu Cariri A7 Dm BIS No último pau-de-arara A7 Enquanto a minha vaquinha Dm Tiver o couro e o osso A7 E puder com o chocalho Dm Pendurado no pescoço D7 Gm Eu vou ficando por aqui C7 F Que Deus do céu me ajude! Dm Gm Quem sai da terra na tal A7 Dm Em outros cantos não pára Gm * Só deixo o meu Cariri A7 Dm BIS No último pau-de-arara A Vida do Viajante Tom: D D Bm C Minha vida é andar por esse país D A7 Pra ver se um dia descanso feliz .Intro: Dm A7 A vida aqui só é ruim Dm Quando não chove no chão A7 Mas se chover dá de tudo Dm Fartura tem de montão D7 Gm Tomara que chova logo C7 F Tomara.

ai G C Por quê tamanha judiação F Que braseiro.ESTRIBILHO Bm Gbm G D Mar e terra / Inverno e verão Bm A G A Mostro o sorriso / Mostro a alegria A7 D Mas eu mesmo não A7 D E a saudade no coração Asa Branca Tom: C C F Quando oiei a terra ardendo C G C Com a fogueira de São João F Fm Eu perguntei a Deus do céu.D A7 D Guardando as recordações Em B7 Em Das terras onde passei A7 D Andando pelos sertões A7 D E dos amigos que lá deixei Bm Gbm G D Chuva e sol / Poeira e carvão Bm A7 G D Longe de casa sigo o roteiro A7 D Mais uma estação A7 D E alegria no coração . meu alazão C F Inté mesmo a asa branca C G C Bateu asas do sertão . que fornaia C G C Nem um pé de prantação F Fm Por farta d'água perdi meu gado G C Morreu de sede.

ai. ai. ai. cantá de mió (bis) Dm Assum Preto veve sorto D Gm Mas num pode avuá Dm Mil vezes a sina de uma gaiola A7 Dm Desde que o céu. num chore não. pudesse oiá (bis) Dm Assum Preto. meu coração Assum Preto Tom: Dm Dm Tudo em vorta é só beleza D Gm Sol de Abril e a mata em frô Dm Mas Assum Preto.F Fm Entonce eu disse. o meu cantar . viu? G C Que eu vortarei. cego dos óio A7 D Num vendo a luz. viu. adeus Rosinha G C Guarda contigo meu coração F Hoje longe muitas léguas C G C Numa triste solidão F Fm Espero a chuva cair de novo G C Pra mim vortá pro meu sertão F Quando o verde dos teus óio C G C Se espaiá na prantação F Fm Eu te asseguro. canta de dor (bis) Dm Tarvez por ignorança D Gm Ou mardade das pió Dm Furaro os óio do Assum Preto A7 D Pra ele assim.

ai. dos óios meu (bis) Baião Tom: C C7 Eu vou mostrar pra vocês Como se dança o baião E quem quiser aprender F7 É favor prestar atenção Morena chega pra cá Bem junto ao meu coração D7 Agora é só me seguir G7 C Pois eu vou dançar o baião F7 Eu já dancei balancê Xamego. quando flora Na seca É o sinal que a chuva chega no .D Gm É tão triste como o teu Dm Também roubaro o meu amor A7 D Que era a luz. samba e xerém Mas o baião tem um quê Que as outras dancas não têm Oi quem quiser é só dizer D7 Pois eu com satisfação C Vou dançar cantando o baião F7 Eu já cantei no Pará Toquei sanfona em Belém Cantei lá no Ceará E sei o que me convém Por isso eu quero afirmar D7 Com toda convicção G7 C Que sou doido pelo baião O Xóte das Meninas Tom: F F Mandacaru.

só pensa em Dm Namorar Dm De manhã cedo já tá pintada A Só vive suspirando Dm Sonhando acordada A O pai leva ao doutô Dm A filha adoentada A Não come nem estuda. não quer mais F Sapato baixo C Vestido bem cintado F Não quer mais vestir timão Gm A7 Ela só quer. Dm Não dorme. só pensa em Dm Namorar Dm Mas o doutô nem examina A . só pensa em Dm Namorar Gm A7 Ela só quer.Bb Sertão Toda menina que enjoa da F Boneca C É sinal que o amor F Já chegou no coração Bb Meia comprida. não quer nada Gm A7 Ela só quer. só pensa em Dm Namorar Gm A7 Ela só quer.

só pensa em Dm Namorar Gm A7 Ela só quer. igual a esta A Que tu me deste o teu coração O céu estava. assim em festa D Pois era noite de São João Am C B Havia balões no ar Em Xóte. meu amor D Gm Vê como ele está lindo C7 F A7 Olha praquele balão multicor Dm Bb A7 Como no céu vai sumindo D Foi numa noite. que incendiou D Meu coração .Chamando o pai de lado Dm Lhe diz logo em surdina A Que o mal é da idade Dm Que pra tal menina A Não há um só remédio Dm Em toda medicina Gm A7 Ela só quer. baião no salão G E E no terreiro D B E A O teu olhar. só pensa em Dm Namorar Olha Pro Céu Tom: Dm Dm Olha pro céu.

Paraíba Tom: G G Quando a lama virou pedra Am E Mandacaru secou D7 Quando o Ribação de sede G Bateu asa e voou Foi aí que eu vim me embora C Carregando a minha dor Cm Hoje eu mando um abraço G Pra ti pequenina Am Paraíba masculina. sim sinhô G Quando a lama virou pedra Am E Mandacaru secou D7 Quando arribação de sede G Bateu asa e voou Foi aí que eu vim me embora . sim sinhô G Eita pau pereira Am Que em princesa já roncou D7 Eita Paraíba G Muié macho sim sinhô Eita pau pereira C Meu bodoque não quebrou Cm Hoje eu mando G Um abraço pra ti pequenina Am Paraíba masculina. D7 G Muié macho. D7 G Muié macho.

sim sinhô Eita. eita C7 Muié macho sim sinhô Riacho do Navio Tom: F F Riacho do Navio C Corre pro Pajeú O rio Pajeú vai despejar F No São Francisco O rio São Francisco Bb C Vai bater no mei' do mar C O rio São Francisco F Vai bater no mei' do mar F Se eu fosse um peixe C Ao contrário do rio Nadava contra as águas F E nesse desafio Saía lá do mar pro Bb C Riacho do Navio C Saía lá do mar pro F Riacho do Navio F Pra ver o meu brejinho C Fazer umas caçada .C Carregando a minha dor Cm Hoje eu mando um abraço G Pra ti pequenina Am Paraíba masculina. D7 G Muié macho.

psiu E Tu que anda pelo mundo Sabiá Am Tu que tanto já voou Sabiá D Tu que fala aos passarinhos Sabiá G Alivia a minha dor Em Sabiá B Tem pena d'eu Em Sabiá B . psiu Em Perguntando por meu bem Psiu.Ver as "pegá" de boi F Andar nas vaquejada Dormir ao som do chocalho Bb C E acordar com a passarada C Sem rádio e nem notícia F Das terra civilizada C Sem rádio e nem notícia F Das terra civilizada Sabiá Tom: Am Am A todo mundo eu dou psiu B Psiu. psiu. psiu. psiu. psiu Am Tendo o coração vazio B Vivo assim a dar psiu Em Sabiá vem cá também Psiu.

por favor Em Sabiá B Tu que tanto anda no mundo Em Sabiá B Onde anda o meu amor Em Am B Em Sabiá .versão Nara Leão) tom: C introdução: C F G4/7 G7 C C Em Olhe o que foi meu bom José F C Se apaixonar pela donzela Am D7 Dentre todas a mais bela G7 C De todas sua Galiléia Em Casar com Débora ou com Sara F C Meu bom José. .Tens. á (G. . você podia Am D7 E nada disso acontecia G7 C Mas você foi amar Maria F Você podia simplesmente Em C Ser carpinteiro e trabalhar Am Sem nunca ter que se exilar D7 G4/7 G7 De se esconder com Maria Am D7 E teu ofício ensinar G7 C Como teu pai sempre fazia . Moustaki .

F Por que será, meu bom José Em C Que este teu pobre filho um dia Am Andou com estranhas idéias D7 G4/7 G7 Que fizeram chorar Maria C Em Me lembro às vezes de você F C Meu bom José, meu pobre amigo Am D7 Que dessa vida só queria G4/7 G7 C F G7 C Ser feliz com sua Maria A Montanha Tom: C C Eu vou seguir uma luz lá no alto eu vou ouvir Dm Uma voz que me chama eu vou subir G7 C B C A montanha e ficar bem mais perto de Deus e rezar Eu vou gritar para o mundo me ouvir e acompanhar Dm Toda minha escalada e ajudar G7 C B C A mostrar como é o meu grito de amor e de fé Eu vou pedir que as estrelas não parem de brilhar Dm E as crianças não deixem de sorrir G7 C Ab7 E que os homens jamais se esqueçam de agradecer Db Por isso eu digo: Obrigado Senhor por mais um dia Ebm Obrigado senhor que eu posso ver Ab7 Db A7 Que seria de mim sem a fé que eu tenho em Voce D Por mais que eu sofra, Obrigado Senhor mesmo que eu chore Em Obrigado Senhor por eu saber A7 D Bb7

Que tudo isso me mostra o caminho que leva a Voce Eb Mais uma vez Obrigado Senhor por outro dia Fm Obrigado Senhor que o sol nasceu Bb7 Eb A7 Bb7 Obrigado Senhor agradeço Obrigado Senhor Ab Bb7 Eb Por isso eu digo: Obrigado Senhor pelas estrelas Fm Obrigado Senhor pelo sorriso Bb7 B7 Obrigado Senhor agradeço Obrigado Senhor A B7 E Mais uma vez Obrigado Senhor por um novo dia F#m Obrigado Senhor pela esperança B7 E Bb B Obrigado Senhor agradeço Obrigado Senhor A B7 E Por isso eu digo: Obrigado Senhor pelo sorriso F#m Obrigado Senhor pelo perdão B7 E Obrigado Senhor agradeço Obrigado Senhor A Distância Tom: Am Am Dm Nunca mais você ouviu falar de mim G7 C E7 Mas eu continuei a ter você Am Dm Em toda esta saudade que ficou... Dm/F Dm E7 Tanto tempo já passou e eu não te esqueci. Refrão: A Bm Quantas vezes eu pensei voltar D/E E7 A E7 E dizer que o meu amor nada mudou A D Mas o seu silêncio foi maior G7/9 E na distância morro A F#m Bm E7 A Bm7/5- E7 Todo dia sem você saber.

Eb

Am Dm O que restou do nosso amor ficou G7 C E7 No tempo, esquecido por você... Am Dm Vivendo do que fomos ainda estou Dm/F Dm E7 Tanta coisa já mudou, só eu não te esqueci. Refrão Am Dm Eu só queria lhe dizer que eu G7 C E7 Tentei deixar de amar, não consegui Am Dm Se alguma vez você pensar em mim Dm/F Dm E7 Não se esqueça de lembrar que eu nunca te esqueci. Além do Horizonte Tom: A7+ A7+ A6 A7+ A6 Além do horizonte deve ter A7+ A6 A7+ A6 Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 Algum lugar bonito pra viver em paz Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 Onde eu possa encontrar a natureza Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A7+ A6 A7+ A6 Alegria e felici...dade com certeza A7+ A6 A7+ A6 Lá nesse lugar o amanhecer é lindo A7+ A6 A7+ A6 Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 Com flores festejando mais um dia que vem vindo Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 Onde a gente pode se deitar no campo Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A7+ A6 A7+ A6 Se amar na relva escutando o canto dos pássaros A7+ A6 A7+ A6 Aproveitar a tarde sem pensar na vida A7+ A6 A7+ A6 Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 Andar despreocupado sem saber a hora de voltar Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 Bronzear o corpo todo sem censura Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A7+ A6 A7+ A6 A#m7 Gozar a liberdade de uma vida sem frescura Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A#m7 Se você não vem comigo Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A#m7 Tudo isso vai ficar

você tantas vezes provou D7+ que é um grande guerreiro G7+ Em F# O seu coração é uma casa de portas abertas.Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A7+ A6 A7+ A6 A#m7 No horizonte esperando por nós dois Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A#m7 Se você não vem comigo Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A#m7 Nada disso tem valor Bm7 E7/9 Bm7 E7/9 A7+ A6 A7+ A6 De que vale o paraíso sem amor? Bm7 E7/9 Além do horizonte existe um lugar Bm7 E7/9 Bonito e tranqüilo pra gente se amar. me dá a certeza de que eu nunca Bm estive sozinho Em A D7+ Você meu amigo de fé meu irmão camarada. Amigo Tom: Bm Intro:Bm Em A Bm F# Bm Em A Você meu amigo de fé meu irmão camarada. aquele que está do meu lado Bm em qualquer caminhada Em A Me lembro de todas as lutas meu bom companheiro. amigo você é o Bm mais certo das horas incertas Em A As vezes em certos momentos difíceis da vida. sorriso e abraço festivo da minha chegada G7+ Em F# Você que me diz as verdades com frases abertas. amigo de tantos caminhos D7+ de tantas jornadas G7+ Em F# Cabeça de homem mas o coração de menino. amigo você é o mais Bm . em que precisamos D7+ de alguém para ajudar na saída G7+ Em F#7 A sua palavra de força de fé e de carinho.

9 E7 Anjo bom.9 E7 Bm7. mas é muito bom saber.9 Bm7.9 E7 Vem que nos seus braços esse amor é uma canção C#m7 F#m7 E eu não consigo te esquecer Bm7. passou então vem Bm7.9 E7 C#m7 F#m7 Bm7.9 E7 Bm7. vem. fazer feliz meu coração A/E Eb9.9 E7 D7+ E7 D7+/F# E/G# Vem.9 E7 Fecho os olhos pra não ver passar o tempo.9 E7 Bm7.9 E7 Bm7. tudo isso que eu lhe digo. sinto falta de você Bm7. amor perfeito no meu peito. sem você não sei viver F#m7 Bm7. sem você Bm7. vem . Bm que você é meu amigo Em A Não preciso nem dizer.9 E7 D7+ E7 D7+/F# E/G# Cada minuto é muito tempo sem você. tudo isso que eu lhe digo. sem você A D7+/F# Fo A/E F#m7 Eu não vou saber me acostumar sem sua mão pra me acalmar F5+ A/E D7+ A/C# Bm7 E7 A Sem seu olhar pra me entender.9 E7 Bm7.12 D7+ A/C# G#o C#7 F#m7 Já não importa quem errou.9 E7 Até quando te querendo. sem você D7+/F# Fo A/E F#m7 Vem me tirar da solidão. amor.9 E7 Bm7.9 E7 Bm7. sem seu carinho.9 E7 Os segundos vão passando lentamente.9 E7 Vem que eu conto os dias conto as horas pra te ver C#m7 F#m7 Eu não consigo te esquecer Bm7. te amando.9 E7 Bm7. mas é muito bom saber Bm que eu tenho um grande amigo Amor Perfeito Tom:A Intro:Bm7.certo das horas incertas Em A Não preciso nem dizer. o que passou. coração que te encontrar F#m7 Bm7.9 E7 Cada minuto é muito tempo sem você. não tem hora pra chegar Bm7.

A GUERRA DOS MENINOS Tom: Gm Gm Hoje eu tive um sonho que foi o mais bonito Que eu sonhei em toda a minha vida Sonhei que todo mundo vivia preocupado Tentando encontrar uma saída Cm G Bb Quando em minha porta alguém tocou D7 Gm Sem que ela se abrisse ele entrou Cm F Bb Eb E era algo tão divino. luz em forma de menino Ab D7 Que uma canção me ensinou G La la la la la la la la la la la la la la D La la la la la la la la la la Gm La la la la la la la la la la Gm Tinha na inocência a sabedoria Da simplicidade e me dizia Que tudo é mais forte quando todos cantam A mesma canção e que eu devia Cm F Bb Ensinar a todos por ali D7 Gm E quantos mais houvessem para ouvir Cm F Bb Eb E a fé em cada coração. na força daquela canção Ab D7 Seria ouvida lá no céu por Deus G La la la la la la la la la la la la la la D La la la la la la la la la la Gm La la la la la la la la la la Gm E saí cantando meu pequeno hino Quando vi que alguém também cantava Vi minha esperança na voz de um menino Que sorrindo me acompanhava Cm F Bb Outros que brincavam mais além D7 Gm Deixavam de brincar pra vir também .

os sons eram divinos D#7 G#m A paz tão esperada aconteceu C#m F# B E Inimigos se abraçaram e juntos festejaram A D#7 O bem maior.Cm F Bb Eb E cada vez crescia mais aquele batalhão de paz Ab D7 Onde já marchavam mais de cem G La la la la la la la la la la la la la la D La la la la la la la la la la G D#7 La la la la la la la la la la G#m De todos os lugares vinham aos milhares E em pouco tempo eram milhões Invadindo ruas. a paz. o amor e Deus G# La la la la la la la la la la la la la la D# La la la la la la la la la la G# La la la la la la la la la la Amor sem limite Tom: D Intro: D A D A D A G A D G A D Quando a gente ama alguém de verdade A esse amor não se esquece G O Tempo passa tudo passa mas no peito D GA o amor permanece D E qualquer minuto longe . campos e cidades Espalhando amor aos corações C#m F# B Em resposta o céu se iluminou D#7 G#m Uma luz imensa apareceu C#m F# B E Tocaram fortes os sinos.

é demais A a saudade atormenta G Mas qualquer minuto perto é bom demais D O amor só aumenta (Refrão) A Vivo por ela D Ninguém duvida A Porque ela é tudo D GA Na minha vida D Eu nunca imaginei que houvesse no mundo A um amor desse jeito G Do tipo que quando se tem não se sabe D GA se cabe no peito D Mas eu posso dizer que sei o que é ter A um amor de verdade G e um amor assim eu sei que é pra sempre D é pra eternidade A Vivo por ela D Ninguém duvida A Porque ela é tudo D F#m D7 Na minha vida G Quem ama não esquece quem ama D O amor é assim .

oh oh oh oh Ana Gm C7 F Bb F Que saudade de você Gm C7 Gm C7 F Ana eu me lembro com saudade do nosso tempo nosso amor nossa alegria Gm C7 Gm C7 F Am Agora só te vejo nos meus sonhos e quando acordo minha vida é tão vazia D7Gm C7 Gm C7 F Am D7 Gm C7 Gm C7 F Oh Ana. que saudade de você Aquele beijo que te Dei . Ana. Ana. oh oh Ana. começou naquele dia F Am D7 Gm C7 GmC7 F Am D7 Gm C7 Quando você foi embora. Ana. oh oh oh oh Ana. Ana.A eu tenho esquecido de mim mas dela eu nunca D F#m D7 me esqueço G por ela esse amor infinito D o amor mais bonito A é assim nosso amor sem limite O maior e mais forte D que existe A Vivo por ela D Ninguém duvida A Porque ela é tudo D GA Na minha vida Ana Tom: F Intro: Gm C7 Gm C7 F (2x) Gm C7 Gm C7 F Todo tempo que eu vivi.Oh Ana. que saudade de você Gm C7 Gm C7 F Gm C7 Gm C7 Toda essa vida errada que eu vivi até agora. Ana. procurando o meu caminho Gm C7 Gm C7 F Am Só cheguei a conclusão que eu não vou achar sozinho D7 Gm C7Gm C7 F Am D7 Gm C7 Gm C7 F Bb F Oh.. Ana. Ana.. oh oh.

As Baleias Tom: C C Em/B Am F . nunca mais esquecerei E C#m A noite linda de luar B7 Lua testemunha tão vulgar ||Bm E7 |Lembro de você | A |E fico triste | Am E |Até me dá vontade de chorar |De lembrar que o amor 2x| B7 |Não mais existe |Não mais existe |Mas eu sempre | E |Hei de te amar |C#m A B7 Ou.: E C#m 34 25 25 27 14 27 25 24 36 A B7 36 15 15 15 15 36 25 36 24 36 36 E C#m Aquele beijo que te dei A B7 Nunca.. ou aquele beijo E C#m Nunca mais esquecerei A B7 O beijo que te dei Solo: E C#m 60 62 64 62 64 52 54 A B7 E 50 50 54 42 44 42 52 64 60 B7 60 64 64 62 60 52 52 54 54 52 E 52 54 52 64 60 Lembro de você.Tom: E Intr..

Não é possivel que voce suporte a barra Am/E Dm De olhar nos olhos do que morre em suas mãos G G#º Am E ver no mar se debater o sofrimento Dm Dm/C G7 E até sentir-se um vencedor neste momento C Em/B Am Não é possivel que no fundo do seu peito F Am/E Dm Seu coração não tenha lágrimas guardadas G G#º Am Pra derramar sobre o vermelho derramado Dm Dm/C G7 No azul das águas que voce deixou manchadas C Em/B Am Seus netos vão te perguntar em poucos anos C Em/B Am Pelas baleias que cruzavam oceanos Bb Que eles viram em velhos livros Dm Ou nos filmes dos arquivos F Am/E Dm G7 Dos programas vespertinos de televisão C Em/B Am O gosto amargo do silêncio em sua boca C Em/B Am Vai te levar de volta ao mar e a fúria louca Bb De uma cauda exposta aos ventos Dm Em seus últimos momentos F Am/E Dm G7 Relembrada num troféu em forma de arpão C Em/B Am Como é possível que voce tenha coragem F Am/E Dm De não deixar nascer a vida que se faz G G#º Am Em outra vida que sem ter lugar seguro Dm Dm/C G7 Te pede a chance de existência no futuro C Em/B Am Mudar seu rumo e procurar seus sentimentos F Am/E Dm Vai te fazer um verdadeiro vencedor G G#º Am Ainda é tempo de ouvir a voz dos ventos Dm7 Dm/C G7 .

Numa canção que fala muito mais de amor As curvas da estrada de Santos Tom: C C G7 Se você pretende. não posso mais / Olhar nosso jardim F G7 Lá não existem flores / Tudo morreu pra mim C B . anda junto a mim C G7 Só ando sozinho e no meu caminho o tempo é cada vez menor Am C7 Preciso de ajuda. por favor me acuda. saber quem eu sou. não posso parar C G7 Eu prefiro as curvas. da estrada de Santos onde eu tento esquecer Am C7 Um amor que eu tive e vi pelo espelho na distância se perder F Fm C G7 G#7 A7 Mas se o amor que eu perdi eu novamente encontrar D7 G7 C As curvas se acabam e na estrada se Santos eu não vou mais passar. eu posso lhe dizer Am C7 Entre no meu carro na estrada de Santos. eu vivo muito só F Fm C G7 G#7 A7 E se acaso numa curva eu me lembro do meu mundo D7 G7 Eu piso mais fundo corrijo num segundo. As Flores do Jardim da nossa Casa Tom: C C B As flores do jardim da nossa casa C B Morreram todas de saudade de você Dm G7 E as rosas que cobriam nossa estrada F G7 Perderam a vontade de viver C Am Eu já não posso mais / Olhar nosso jardim F G7 Lá não existem flores / Tudo morreu pra mim C Am Não. e você vai me conhecer F Fm C G7 G#7 A7 Você vai pensar que eu não gosto nem mesmo de mim D7 G7 E que na minha idade só a velocidade.

As coisas que eram nossas se acabaram C B Tristeza e solidão é o que restou Dm G7 As luzes das estrelas se apagaram F G7 E o inverno da saudade começou C B As nuvens brancas se escureceram C B E o nosso céu azul se transformou Dm G7 O vento carregou todas as flores F G7 E em nós a tempestade desabou (estrib.) Café da Manhã Tom: A7M A7M C#7 Amanhã de manhã vou pedir o café para nós dois F#m7 A7 Te fazer um carinho e depois te envolver em meus braços D7M E7 A7M F#m7 E em meus abraços na desordem do quarto esperar Bm7 E7 Lentamente voce despertar e te amar na manhã A7M C#7 Amanhã de manhã nossa chama outra vez tão acesa F#m A7 E o café esfriando na mesa esquecemos de tudo D7M E7 A7M F#m Sem me importar Com o tempo correndo lá fora Bm7 E7 A7M C#7 Amanhã nosso amor não tem hora vou ficar por aqui F#m7 B7 Pensando bem amanhã eu nem vou trabalhar Bm7 E7 E além do mais temos tantas razões pra ficar A7M C#7 Amanhã de manhã eu não quero nenhum compromisso F#m A7M Tanto tempo esperamos por isso desfrutemos de tudo D7M E7 A7M F#m Quando mais tarde nos lembrarmos de abrir a cortina .) F Em Mas não faz mal / Depois que a chuva cair Dm G7 C Am F G7 Outro jardim. um dia / Há de reflorir (estrib.

hei tô correndo ao encontro dela. coração tá disparado A7 D D7 Mas eu ando com cuidado não me arrisco na banguela G D Em Eu sei hei hei hei todo dia nessa estrada no volante eu penso nela A7 D Já pintei no parachoque e o nome dela D7M D D7M D Em Já rodei o meu país inteiro como bom caminhoneiro peguei chuva e serração A7 Quando chove o limpador desliza vai e vem no pára-brisa e bate igual e o D meu coração Em Doido pelo doce do seu beijo olho cheio de desejo o seu retrato no painel A7 D Ela acostamento dos seus braços que eu deslizo no cansaço e me abasteço desse mel Repetir 2 Eb .Bm7 E7 Já é noite e o dia termina A7M F#m Em7 A7 Vou pedir o jantar DM7 E7 A7M F#m Quando mais tarde nos lembrarmos de abrir a cortina Bm7 E7 Jé é noite e o dia termina A7M Bm7 E7 A7M Vou pedir o jantar Caminhoneiro Tom: D D D7M D D7M D Todo dia quando eu pego a estrada quase sempre é madrugada Em A7 E o amor aumenta mais porque eu penso nela no caminho D Imagino o seu carinho e todo o bem que ela me faz A D7M D D7M D Em A saudade então aperta o peito ligo o rádio e dou um jeito de espantar a solidão A7 D Se é de dia eu ando mais veloz e a noite todos os faróis iluminando a escuridão G D Em Eu sei hei hei.

Todo dia quando eu pego a estrada quase sempre é madrugada e o meu amor Fm aumenta mais Bb7 Olho no horizonte e vou em frente tô com Deus e tô contente. meu caminho Eb eu sigo em paz Cavalgada Tom: E7 E7 Am vou cavalgar por toda a noite Dm por uma estrada colorida G7 usar meus beijos como açoite C e a minha mão mais atrevida F7+ E vou me agarrar aos seus cabelos Am pra’ não cair do seu galope Dm vou atender aos meus apelos E E5+7 E7 antes que o dia nos sufoque Am vou me perder de madrugada Dm pra’ te encontrar no meu abraço G7 depois de toda a cavalgada C vou me deitar no seu cansaço F E sem me importar se nesse instante Am sou dominado ou se domino Dm vou me sentir como um gigante E E5+7 E7 ou nada mais do que um menino Am estrelas mudam de lugar Dm chegam mais perto só pra’ ver G7 e ainda brilham de manhã .

e alguém olha pra' você F Dm eu digo que já não gosto dele A# Gm C7 que você não ve que êle está ficando demodê F Dm A# C7 mas é ciúme. ciúme de você. ciúme de você F esse telefone que não para de tocar C7 F está sempre ocupado quando eu penso em lhe falar Dm Gm quero então saber logo. ciúme de você F A# F C7 se você me diz que vai sair F A# C7 sòzinha eu não deixo você ir F Dm entenda que o meu coração .C E depois do nosso adormecer BIS Am e na grandeza desse instante Dm o amor cavalga sem saber G7 que na beleza dessa hora Am o Sol espera pra’ nascer Ciúme de Você Tom: F F A# F C7 se você demora mais um pouco F A# C7 eu fico louco esperando por você F Dm e digo que não me preocupa A# Gm C7 procuro uma desculpa mas que todo mundo ve F Dm A# C7 que é ciúme. ciúme de você. ciúme de você. ciúme de você F A# F C7 se você põe aquele seu vestido F A# C7 lindo. ciúme de você. ciúme de você. ciúme de você. o que queria e o que você falou F Dm A# C7 só de ciúme. quem lhe telefonou G7 C7 o que disse.

. que já modificou a minha vida Em7 A7 D Razão da minha paz já esquecida Dm E4 E E7 Nem sei se gosto mais de mim ou de você A F#m Vem que a sede de te amar me faz melhor D Eu quero amanhecer ao seu redor Bm E E7 Preciso tanto me fazer feliz A F#m Vem que o tempo pode afastar nós dois D Não deixe tanta vida pra depois Bm E7 A Eu só preciso saber.... ciúme de você.A# Gm C7 tem amor demais. não creia.... ciúme de você.. ciúme de você. eu preciso saber da sua vida Em7 A7 D Pessa a alguém pra me contar sobre seu dia Dm E4 E E7 Anoiteceu e eu preciso só saber A G#m F#m C#m Como vai você... ciúme de você F Dm A# C7 do meu ciúme. como vai você. ciúme de você. meu bem e essa é a razão F Dm A# C7 do meu ciúme...como vai você Bm E7 A ... .. Roberto Carlos "Como Dois e Dois" (Roberto Carlos) E G#7 Qu ando você me ouvir cant ar C#m7 Ve nha. ciúme de você COMO VAI VOCÊ Intro: E7 A G#m F#m C#m Como vai você...

não digo. B E bri nco E Meu am or A Tudo em volta está deserto E Tudo c erto A Tudo certo B7 Como dois e dois são cinco E G#7 Q uando você me ouvir ch orar C#m7 Tente. tristezas. E C#m7 Deixo no ar A Eu sigo apenas B Porque eu gosto de cantar E G#7 Tud o vai mal. tudo . E C#m7 Deixo sangra r A Algumas lágrimas bastam B7 Prá consolar E G#7 T udo vai mal. perto. não falo. não minto. tudo C#m7 Tudo é igual G#7 Quando eu canto e sou mudo A Mas eu não minto. não calo. A Sinto alegria. não cante. não ligo.G#7 A Eu não corro perigo Digo. G#7 Não conte comigo A Falo. E Estou longe.

mas com palavras não sei dizer. e contudo A A mesma porta sem trinco. G7 Gm7 C7 Como é grande o meu amor por você Bb7M C7 F7M F/A Ab° Nunca se esqueça. nem as estrelas. nem mesmo o mar. Ab° Gm7 C7 F7M F/A Ab° Como é grande o meu amor por você Gm7 C7 F7M F/A E não há nada pra comparar. Ab° Gm7 C7 F7M F/A Ab° Como é grande o meu amor por você Gm7 C7 Am7 Dm7 Nem mesmo o céu. para poder te explicar. e o infinito. que eu tenho o amor maior do mundo Gm7 C7 F7M F/A Como é grande o meu amor por você Ab° Gm7 C7 F7M Ah. alguma forma de lhe falar. E C#m7 O mesmo teto A E a mesma lua B7 A furar nosso zinco Roberto Carlos "Como é Grande o Meu Amor por Você" Intro: (F7M Bb7M) Gm7 C7 F7M F/A Eu tenho tanto pra lhe falar. Gm7 C7 F7M F/A Ab° Não é maior que o meu amor nem mais bonito Gm7 C7 Am7 Dm7 Me desespero a procurar. como é grande o meu amor por você (Intro) F7 Repete refrão acima De que Vale tudo Isso Tom: Gm REFRÃO .C#m7 Tudo mudou G#7 Não me iludo. nem um segundo.

você vai ter que ouvir .7 D7 D7. meu bem eu juro: É tão grande que duvido D7 Gm Que outro igual possa haver! Tanta coisa boa existe E eu aqui. tão triste G7 Cm É demais qualquer minuto sem você REFRÃO Gm Se eu ficar aqui pensando. meu bem. Sou capaz de enlouquecer! Suportar eu não consigo D7 Tanto tempo sem te ver! Cm Sem você e o seu carinho Eu não posso mais ficar. Já nem sei mesmo sorrir G7 Cm É demais qualquer minuto sem você! REFRÃO G C Mas eu sei que o dia que você pra mim voltar G C Minha vida outra vez alegre vai ficar. D7 Gm E não sei até que dia eu terei que te esperar .| Cm Gm |De que vale tudo isso | D7 Gm F Gm F |Se você não está aqui? Gm Meu amor há quanto tempo Eu não falo com você D7 Isso só me deixa triste e sem vontade de viver Cm E o meu amor que é puro. Pode crer. Meu sorriso é tão triste.9 G D/F# Dm/F Ah ! Eu vim aqui amor só pra me despedir E7 Am Am/G D7 D4.9 E as últimas palavras desse nosso amor. De tanto Amor Tom: G Intro: G D Dm E7 Am D7 D4..7 D7 D7..

ah. aí foi que eu errei F#7 Bm F#7 Bm Vou te olhar mais uma vez.G D/F# Dm/F Me perdi de tanto amor. eu enlouqueci E7 Am Ninguém podia amar assim e eu amei Am/G D7 C G E devo confessar. nos olhos seus G D/F# Dm/F A saudade vai chegar e por favor meu bem E7 Am Am/G Me deixe pelo menos só te ver passar D7 C G Eu nada vou dizer pordoa se eu chorar REPETE ESTROFES 2 e 3 Debaixo Dos Caracóis Tom : A Intro : A 22 32 42 23 A Um dia a areia branca D Seus pés irão tocar E7 E vai molhar seus cabelos A D A E7 A água azul do mar A Janelas e portão vão se abrir D Pra ver você chegar E7 E. na hora de dizer adeus E7 Am E7 Am Am/G D7 Vou chorar mais uma vez quando olhar nos olhos seus. ao se sentir em casa A D A E7 Sorrindo vai chorar REFRÃO A Debaixo dos caracóis Bm Dos seus cabelos E7 E7 22 20 10 (4 vezes) .

um sonho A Um dia vou ver você D Chegando num sorriso E7 Pisando a areia branca A D A E7 Que é o seu paraíso Refrão Desabafo Tom:F#m Intro: F#m D/F# F#m6 D/F# F#m D/F# F#m6 D/F# C#4 . A Debaixo dos caracóis Bm Dos seus cabelos E7 Um soluço e a vontade A De ficar mais um instante Introd. A As luzes e o colorido D Que você vê agora E7 Nas ruas por onde anda A D A E7 Na casa onde mora A Você olha tudo e nada D Lhe faz ficar contente E7 Você só deseja agora A D A E7 Voltar pra sua gente A Você anda pela tarde D E o seu olhar tristonho E7 Deixa sangrar no peito A D A E7 Uma saudade.Uma história pra contar A De um mundo tão distante Introd.

D/F# F#m6 C#7 F#7 D/F# F#m6 Porque me arrasto aos teus pés D/F# F#m D/F# F#m6 Porque me dou tanto assim F#m C#m4 F#7 E porque não peço em troca Bm Nada de volta pra mim G#m5Porque é que eu fico calado C#7 F#m Enquanto você me diz G#7 Palavras que me machucam C#7 D/F# F#m6 Por coisas que eu nunca fiz D/F# F#m Porque é que eu rolo na cama F#m D/F# F#m6 E você finge dormir F#m C#m4 F#7 Mas se você quer eu quero Bm E não consigo fingir G#m5.C#7 Você é mesmo essa mecha F#m De branco nos meus cabelos G#7 Você pra mim é uma conta F#m A mais dos meus pesadelos C#7 F#m D/F# F#m6 Mas acontece que eu F#m D/F# F#m6 Não sei viver sem você C#m4 Às vezes me desabafo F#7 Bm Me desespero porque G#m5Você é mais que um problema C#7 F#m É uma loucura qualquer G#7 Mas sempre acabo em seus braços C#7 F#m Na hora que você quer .

Despedida Tom :D D D7M D6 D7M Já está chegando a hora de ir D D7M Em7 A7 Venho aqui me despedir e dizer Em A7 Em qualquer lugar por onde eu andar D D7M D6 D7M Vou lembrar de você D D7M D6 D7M Só me resta agora dizer adeus D D7M G E depois o meu caminho seguir D O meu coração aqui vou deixar B7 Em7 Não ligue se acaso eu chorar A7 D D7M D6 D7M D Mas agora adeus D D7M D6 D7M Só me resta agora dizer adeus D D7M G E depois o meu caminho seguir D O meu coração aqui vou deixar B7 Em7 Não ligue se acaso eu chorar A7 D D7M D6 D7M D Mas agora adeus Detalhes Tom: F Intro: Gm7 C7 F7+ Am7 D7 Gm7 C7 F7+ Am7 D7 Não adianta nem tentar me esquecer Gm7 C7 durante muito. muito tempo em sua vida. Gm7 C7 Detalhes tão pequenos de nós dois F7+ Dm7 são coisas muito grandes prá esquecer Gm7 Eb7+ . F7+ Am7 D7 eu vou viver.

Gm7 C7 Duvido que ele tenha tanto amor F7+ Dm7 e até o erros do meu português ruim Gm7 Eb7+ C7 Am7 D7 E nessa hora você vai. desbotada ou coisa assim Gm7 Eb7+ C7 Am7 D7 Imediatamente você vai lembrar de mim. Gm7 C7 Eu sei que um outro deve estar falando F7+ Am7 D7 ao seu ouvido Gm7 C7 Palavras de amor como eu falei. C7 Am7 D7 você vai ver. Gm7 C7 Se um outro cabeludo aparecer F7+ Am7 D7 na sua rua Gm7 C7 e isto lhe trouxer saudades minhas. . lembrar de mim.e a toda hora vão estar presentes. Gm7 C7 F7+ Am7 D7 E à noite. Gm7 C7 O ronco barulhento do seu carro F7+ Dm7 A velha calça. F7+ Am7 D7 a culpa é sua. envolvida no silêncio do seu quarto Gm7 C7 F7+ Am7 D7 Antes de dormir você procura o meu retrato Gm7 C7 mas da moldura não sou eu quem lhe sorri F7+ Dm7 Mas você vê o meu sorriso mesmo assim Gm7 Eb7+ C7 Am7 D7 e tudo isto vai fazer você lembrar de mim. F7+ Am7 D7 mas eu duvido.

Gm7 C7 Não vá dizer seu nome. você vai C7 Am7 D7 lembrar de mim. sem querer F7+ Am7 D7 à pessoa errada..Gm7 C7 Se alguém tocar seu corpo como eu F7+ Am7 D7 não diga nada.... Gm7 C7 Pensando ter amor nesse momento F7+ Dm7 desesperada você tenta até o fim Gm7 Eb7+ e até nesse momento. Gm7 C7 Eu sei que esses detalhes vão sumir F7+ Am7 D7 na longa estrada Gm7 C7 do tempo que transforma todo amor F7+ Am7 D7 em quase nada. Gm7 C7 Mas quase também é mais um detalhe F7+ Dm7 um grande amor não vai morrer assim Gm7 Eb7+ por isso é que de vez em quando você vai C7 Am7 D7 lembrar de mim. não adianta nem tentar me esquecer. É Proibido Fumar Tom: Gm Intro: Gm Gm É proibido fumar diz o aviso que eu li É proibido fumar pois o fogo pode pegar D Mas nem adianta o aviso olhar . Gm7 C7 F7+ Não.

C Pois a brasa que agora eu vou mandar Gm Nem bombeiro pode apagar Nem bombeiro pode apagar Eu pego uma garota e canto uma canção Nela dou um beijo com empolgação Do beijo sai faísca e a turma toda grita D Que o fogo pode pegar Gm Nem bombeiro pode apagar O beijo que eu dei nela assim Nem bombeiro pode apagar Garota pegou fogo em mim D Sigo incendiando bem contente e feliz C Nunca respeitando o aviso que diz Gm Que é proibido fumar Que é proibido fumar Gm Eu pego uma garota e canto uma canção Nela dou um beijo com empolgação Do beijo sai faísca e a turma toda grita D Que o fogo pode pegar Gm Nem bombeiro pode apagar O beijo que eu dei nela assim Nem bombeiro pode apagar Garota pegou fogo em mim D Sigo incendiando bem contente e feliz C Nunca respeitando o aviso que diz .

Emoções Tom: B e C Introdução: C#/E# Em6 B/D# D0 C#m F#7 B D#m Do C#m C#m7+ C#m7 F#7 Quando eu estou aqui e vivo esse momento lindo C#m F#7 B Olhando pra você e as mesmas emoções sentindo São tantas já vividas D#m Do C#m C#m7+ C#m7 F#7 São momentos que eu não me esqueci C#m Detalhes de uma vida F#7 B B7+ B B7+ Histórias que eu contei aqui B D#m Do C#m C#m7+ C#m7 F#7 Amigos eu ganhei saudades eu senti partindo C#m F#7 B7 E às vezes eu deixei você me ver chorar sorrindo F7+ Sei tudo que o amor Em A7 É capaz de me dar B A5-/7 Eu sei já sofri G#7 Mas não deixo de amar C#7 Se chorei ou se sorri D#m F#7 B G7 SOLO (C Em Eb0 Dm G7 Dm G7 C) O importante é que emoções eu vivi C São tantas já vividas Em Dm G7 São momentos que eu não me esqueci Dm Detalhes de uma vida G7 C Histórias que eu contei aqui Em Ebo Dm G7 Mas eu estou aqui vivendo esse momento lindo ..Gm Que é proibido fumar Que é proibido fumar Que é proibido fumar...

Dm G7 C7 De frente pra você e as emoções se repetindo F7+ Em paz com a vida Fm Bb7 E o que ela me traz C Bb5-/7 Na fé que me faz A7 Otimista demais D7 Se chorei ou se sorri Dm G7 C O importante é que emoções eu vivi Esqueça Tom : D Intro: D F#m G A7 40 42 44 40 40 42 44 32 44 30 32 34 30 32 34 12 11 10 D F#m Esqueça se ele não te ama G A7 Esqueça se ele não te quer F# Bm Não chore mais não sofra assim E7 A7 Porque posso te dar amor sem fim D F#m Ele não pensa em querer-te G F# Te faz sofrer e até chorar Bm Bb5+ Não chore mais. não pense Em A7 D Bm Em A7 Não chore mais meu bem Solo: D F#m 40 42 44 40 40 42 44 32 44 G A7 30 32 34 30 30 32 34 22 34 32 34 22 F# Bm 33 34 22 33 33 34 22 12 10 23 E7 A7 . vem Bo Bm Não sofra. vem D Pra mim.

23 23 22 20 23 23 22 20 30 31 32 Estou Aqui Tom: E E Estou aqui D#m7 Outra vez em busca desse abrigo G#7 C#m7 Do conforto desse olhar amigo E Luz do meu caminho a direção A Estou aqui G#m7 Por tantas angústias e conflitos C#m7 F#m7 Como tantos outros tão aflitos B7 Sabem que você é a solução E Estou aqui D#m7(b5) à procura do caminho certo G#7 C#m7 Como quem precisa num deserto E E7 Por milagre a fonte. a salvação A Estou aqui G#m7 Venho iluminar meus pensamentos C#m7 F#m7 E aliviar meus sofrimentos B7 Só você eu sei é a solução A Por isto meu amigo E Cada vez mais forte é a minha fé E a minha crença F#m7 Em toda parte encontro o seu olhar Sua presença B7 E E7M E7 E elevo o pensamento em oração A Cristo meu amigo E .

cante comigo também meu canto Bm E7 A Bm E7 A Eu só não quero cantar sozinho. sorrindo livre REFRÃO Bm E7 A Bm E7 A Eu quero amor decidindo a vida.Sua luz me mostra a direção a ser seguida F#m7 Você é a verdade é tudo é o caminho a vida B7 A E Só você eu sei é a solução. se ele chorar quero estar por perto REFRÃO Bm E7 A Bm E7 A Venha comigo olhar os campos. eu quero apenas cantar meu canto Bm E7 A Bm E7 A Eu só não quero cantar sozinho. sentir a força da mão amiga Bm E7 A Bm E7 A O meu irmão com sorriso aberto. eu quero um coro de passarinhos D A Bm E7 A Quero levar o meu canto amigo a qualquer amigo que precisar D A Bm E7 A Eu quero ter um milhão de amigos e bem mais forte poder cantar Bm E7 A Bm E7 A Eu quero apenas um vento forte. eu quero um coro de passarinhos (2X) . Eu Quero Apenas Tom: A Intro: A Bm E7 A Bm E7 A ou A Bm E7 A 32 22 10 23 22 20 32 22 32 44 42 Bm E7 A 42 32 22 23 22 20 32 32 A Bm E7 A Bm E7 A Eu quero apenas olhar os campos. levar meu barco no rumo norte Bm E7 A Bm E7 A E no caminho o que eu pescar quero dividir quando lá chegar REFRÃO Bm E7 A Bm E7 A Eu quero crer na paz do futuro. eu quero ter um quintal sem muro Bm E7 A Bm E7 A Quero meu filho pisando firme. cantando alto.

REFRÃO Fé Tom: G Intro: F C G F C G G na linha do horizonte no alto da montanha Am7 D7 Am7 D7 por onde quer que eu ande este amor me acompanha Am7 a luz que vem do alto D7 aponta o meu caminho Am7 D7 G é forte no meu peito eu não ando sozinho te vejo pelos campos te sinto até nos ares C te encontro nas montanhas e te ouço nos mares você é meu escudo G você pra mim é tudo D7 G minha fé me leva até você REFRÃO C você é meu escudo G você pra mim é tudo D7 G FCG FCG minha fé me leva até você pra’ quem te traz no peito o mundo é mais florido Am7 D7 Am7 D7 a vida aqui na terra tem um outro sentido Am7 eu ando e não me canso D7 esqueço a minha luz Am7 D7 G firme neste rumo que a você me conduz em todos os momentos que eu olho pro’ espaço C sou forte. minha fé me faz um homem de aço .

Bolas eu não sou de ferro E7 Paro pra pensar D Mas eu não posso mudar E7 Que culpa tenho eu D Me diga amigo meu E7 Será que tudo que eu gosto D Am é imoral... Já não sei mais o que é certo E7 E como vou saber D O que eu devo fazer E7 Que culpa tenho eu D Me diga amigo meu E7 Será que tudo o que eu gosto D ( Am D ) É imoral. é ilegal ou engorda Am Há muito me perdi entre mil filosofias Virei homem calado e até desconfiado Dm G Procuro andar direito e ter os pés no chão Dm Mas certas coisas sempre me chamam atenção Am Cá com meus botões.REFRÃO Ilegal.. é ilegal ou engorda Solo ( Bm ) Bm .. imoral ou engorda Tom :Am Am Vivo condenado a fazer o que não quero Então bem comportado às vezes eu me desespero Dm G Se faço alguma coisa sempre alguém vem me dizer Que isso ao aquilo não se deve fazer Am Restam meus botões.

Jesus Cristo eu estou aqui. num bate papo informal Em A Uma noite quente sugere desfrutar Em Do meu terraço. é ilegal ou engorda F#7 Será que tudo que eu gosto E Bm É imoral. (bis) Em G Olho pro céu e vejo uma nuvem branca que vai passando Bm Am Olho pra terra e vejo uma multidão que vai caminhando Em G Como essa nuvem branca essa gente não sabe aonde vai Bm Am Quem poderá dizer o caminho certo é você meu pai (refrão) Em G Toda essa multidão tem no peito amor e procura a paz Bm Am E apesar de tudo a esperança não se desfaz Em G Olhando a flor que nasce no chão daquele que tem amor .. Jesus Cristo. é ilegal ou engorda F#7 Será que tudo que eu gosto B É imoral... Jesus Cristo Tom: Em Em G Bm Am Em Jesus Cristo. a vista de frente para o mar Bm A noite é uma criança Delícias no café da manhã F#7 Então o que fazer Já não quero mais saber F#7 Se como alguma coisa E Que não devo comer F#7 Será que tudo que eu gosto E Bm É imoral..Se eu conheço alguém num encontro casual E tudo anda bem.

7 F7 Bbm7 Tenho às vezes vontade de ser Ebm7 Novamente um menino Ab7 E na hora do meu desespero Db7+ F4.7 F7 Você ainda é um menino Bbm7 Apesar de distância e do tempo Ebm7 Eu não posso esconder F7 Bbm7 Tudo isso eu às vezes preciso escutar de você REFRÃo: | |Lady Laura.Bm Am Olho pro céu e sinto crescer a fé no meu Salvador (refrão) Em G Em cada esquina eu vejo o olhar perdido de um irmão Bm Am Em busca do mesmo bem nessa direção caminhando vem Em G É meu desejo ver aumentando sempre essa procissão Bm Am Para que todos cantem na mesma voz essa oração (refrão) Lady Laura Tom: Bbm Intro: Bbm7 Ebm7 Ab7 Db7+ F4. me leve pra casa | Ebm7 |Lady Laura.7 F7 Gritar por você Bbm7 Te pedir que me abrace Ebm7 E me leve de volta pra casa F7 E me conte uma história bonita Bbm7 E me faça dormir Só queria ouvir sua voz Ebm7 Me dizendo sorrindo Ab7 Aproveite o seu tempo Db7+ F4. me conta uma história .

7 F7 Na minha aflição Bbm7 Nos momentos alegres Ebm7 Sentado ao seu lado. eu sorria F7 E. me faça dormir | Bbm7 |Lady Laura! | |Lady Laura. me leve pra casa | Ebm7 |Lady Laura.7 F7 Muito embora você sempre acha que eu ainda sou F7 Bbm7 Toda vez que eu te abraço e te beijo . me abrace forte | Ab7 |Lady Laura. nas horas difíceis Bbm7 Podia apertar sua mão REFRÃO Bbm7 Tenho às vezes vontade de ser Ebm7 Novamente um menino Ab7 Db7+ F4.| Ab7 |Lady Laura. me faça dormir | Bbm7 |Lady Laura! Bbm7 Quantas vezes me sinto perdido Ebm7 No meio da noite Ab7 Com problemas e angústias Db7+ F4.7 F7 Que só gente grande é que tem Bbm7 Me afagando os cabelos Ebm7 Você certamente diria F7 Bbm7 Amanhã de manhã você vai se sair muito bem Quando eu era criança Ebm7 Podia chorar nos seus braços Ab7 E ouvir tanta coisa bonita Db7+ F4.

dos aflitos A D Paz dos arrependidos A Brilho das estrelas do universo A D O seu olhar me conduz A Essa luz D É claro que é Jesus A Essa luz F#m Sigo em paz no caminho da C#m ...Ebm7 Sem nada dizer F7 Você diz tudo que eu preciso Bbm7 Escutar de você. Luz Divina Tom: A lntro: A D A D A Luz que me ilumina o caminho D que me ajuda a seguir A que bilha à noite e a qualquer hora D Me fazendo sorrir A Claridade. fonte de amor D que me acalma e seduz A Essa luz .. D Só pode ser Jesus A Essa luz Raio duradouro que orienta D O navegante perdido A Força dos humildes.

vida porque F#m O caminho a verdade a vida C#m é você Bm Por isso eu te sigo E7 Jesus meu amigo A Quero caminhar do seu lado D E segurar sua mão A Mão que me abençoa e me perdoa D E afaga o meu coração A Estrela que nos guia luz divina D O seu amor nos conduz A Essa luz D É claro que é Jesus A Solo (A B/A E/G# A/G D/F# Dm/F E) Essa luz ESTRIBILHO D É claro que é Jesus A Essa luz D É claro que é Jesus A Essa luz D Só pode ser Jesus (Só pode ser Jesus) A Essa luz (Essa luz) D Só pode ser Jesus (Só pode ser Jesus) A Essa luz (Quero ver Jesus) D É claro que é Jesus Essa luz divina .

D É claro que é Jesus A Essa luz (Luz divina) D É claro que é Jesus (É claro que é Jesus) A Essa luz D É claro que é Jesus! Meu Grito Tom: A A Se eu demoro mais aqui E7 Eu vou morrer D A Isso é bom mas eu não vivo sem você A7 Eu não penso mais em nada D Dm A não ser só em voltar A Vou depressa e levo o meu amor E7 Nas mãos para lhe dar A Já não durmo E7 Morro até só em pensar D A E se canto só seu nome quero gritar A7 Mas seu eu grito D Dm Todo mundo de repente vai Saber A E7 Que eu morro de saudade A D A E de amor por você E7 Ai.A Essa luz... que vontade de gritar A O Teu nome bem alto no infinito E7 .

esse olhar cansado. A7 Dm Seu sorriso franco me anima seu conselho certo me ensina. meu amigo E7 Am Eu já lhe falei de tudo. A7 Dm Sua voz macia me acalma e me diz muito mais do que eu digo Am Me calando fundo na alma E7 Am Meu querido. do mundo.. nas experiências contidas. meu amigo Dm Seu passado vive presente. meu amigo Dm Sua vida cheia de histórias.. me ensinando tanto. na vida. E7 Am Nesse coração consciente.. da beleza das coisas da vida. profundo E7 Am Me dizendo coisas. meu velho. bonitos. de agora. E7 Mas tudo isso é pouco Am A7 . Am Já correram tanto. e essas rugas marcadas pelo tempo. E7 Am Meu querido. Am Beijo suas mãos e lhe digo E7 Am Meu querido.Dizer que o meu amor é grande A Bem maior do que meu próprio grito A7 Mas só falo bem baixinho D E não conto pra ninguém A E7 Pra ninguém saber seu nome A D A Eu grito só meu bem Meu querido. meu velho. E7 Am Lembranças de antigas vitórias ou lágrimas choradas ao vento. meu Amigo Tom: Am Am Dm Esses seus cabelos brancos. caminhando sempre comigo. meu velho.. A7 Dm E esses passos lentos. meu velho. um grito.

. meu velho. meu amigo Minha Senhora Tom: A REFRÃO |A Bm | Minha Senhora | E7 A |Eu estou apaixonado! | Bm |Minha Senhora | E7 A |Quero ser seu namorado! Bm Quero sair por aí Bm Mas tem tudo que é preciso E7 A Pra dar felicidade REFRÃO Bm Juro que não sou culpado E7 A De nascer pouco depois Bm Mas recuperar o tempo E7 A É problema de nós dois! Bm Devo ter me demorado E7 A No meu tempo lá no espaço Bm O que eu ainda não sei E7 A Vou saber no seu abraço REFRÃO Bm Por favor. E7 Beijo suas mãos e digo Am Meu querido. Dm Am Olhando seus cabelos tão bonitos.Diante do que sinto.. me leve a sério E7 A E andar despreocupado Bm .

foi você. nem idade E7 A O que eu sinto é verdadeiro Bm Eu estou apaixonado E7 A Pelo meu amor primeiro Bm Se a felicidade existe E7 A Acho que encontrei agora Bm Vamos sair por aí E7 A Meu amor. minha senhora REFRÃo Nossa Canção Tom: C# Intro: C# C#4 C# C#4 C# C#4 C# C# F A#m Olha aqui.E falar do meu amor E7 A Sem futuro. G# C# F# essa é a nossa canção G# F# Vou cantá-la seja onde for G# F# G# Para nunca esquecer o nosso amor. G# C# F# G# F# a razão e o porquê de nascer esta canção assim G# C# C#4 C# Pois você é o amor que existe em mim F A#m F A#m Você partiu e me deixou.. nunca mais você voltou G# C# C#4 D#m Pra me tirar da solidão F D#m E até você voltar F G# Meu bem eu vou cantar C# . nosso amor C# F A#m Veja bem.. sem passado Bm O que eu sinto não tem tempo E7 A Nem registro. presta atenção.

foi você. G# C# F# G# F# a razão e o porquê de nascer esta canção assim G# C# C#4 C# Pois você é o amor que existe em mim F A#m F A#m Você partiu e me deixou.Essa nossa canção Solo: C#4 F A#m G# C# F# G# F# G# F# G# C# F A#m Veja bem. nunca mais você voltou G# C# C#4 D#m Pra me tirar da solidão F D#m E até você voltar F G# Meu bem eu vou cantar C# C#4 C# C4 C# C#4 C# Essa nossa canção Nossa Senhora Tom: C C Cubra-me com seu manto de amor Guarda-me na paz desse olhar Dm7 Cura-me as feridas e a dor me faz suportar Que as pedras do meu caminho G7 Meus pés suportem pisar Dm7 G7 C Mesmo ferido de espinhos me ajude a passar Se ficaram mágoas em mim Mãe tira do meu coração C7 F E aqueles que eu fiz sofrer peço perdão Fm Se eu curvar meu corpo na dor C Me alivia o peso da cruz Dm7 G7 C G7 Interceda por mim minha mãe junto a Jesus C Nossa Senhora me de a mão Cuida do meu coração Dm7 G7 C G7 Da minha vida do meu destino C Nossa Senhora me dê a mão Cuida do meu coração Dm7 G7 C Am7 .

Da minha vida do meu destino Dm7 G7 Do meu caminho C G7 Cuida de mim C Sempre que o meu pranto rolar Ponha sobre mim suas mãos Dm7 Aumenta minha fé e acalma o meu coração Grande é a procissão a pedir G7 A misericórdia o perdão Dm7 G7 C A cura do corpo e pra alma a salvação Pobres pecadores oh mãe Tão necessitados de vós C7 F Santa Mãe de Deus tem piedade de nós Fm De joelhos aos vossos pés C Estendei a nós vossas mãos Dm7 G7 C G7 Rogai por todos nós vossos filhos meus irmãos C Nossa Senhora me de a mão Cuida do meu coração Dm7 G7 C Am7 Da minha vida do Meu destino Dm7 Do meu caminho G7 C Cuida de mim O Ano Passado Tom :E E A E O ouro no ano passado subiu sem parar A E Os gritos na bolsa falaram de outros valores A E Corpos estranhos no ar G#7 C#m Silenciosos voadores A B7 Quem sabe olhando o futuro do ano passado E A E O mar quase morre de sede no ano passado .

A E Os rios ficaram doentes com tanto veneno A E Diante da economia G#7 C#m Quem pensa em ecologia A B7 Se o dólar é verde é mais forte que o verde que havia A B7 E C#m O que será o futuro que hoje se faz A B7 C#m B7 A natureza as crianças e os animais ? E A E Quantas baleias queriam nadar como antes A E Quem inventou o fuzil de matar elefantes ? A E Quem padeceu de insônia G#7 C#m Com a sorte da Amazônia A B7 Na lei do machado o mais forte do ano passado E A E Não adianta soprar a fumaça do ar A E As chaminés do progresso não podem parar A E Quem sabe um museu no futuro G#7 C#m Vai guardar em lugar seguro A B7 Um pouco de ar puro reliquia do ano passado A B7 E C#m O que será o futuro que hoje se faz B7 C#m B7 A natureza as crianças e os animais ? E A E Os campos risonhos um dia tiveram mais flores A E E os bosques tiveram mais vida e até mais amores A E Quem briga com a natureza G#7 C#m Envenena a própria mesa A B7 Contra a força de Deus não existe defesa A B7 E C#m O que será o futuro que hoje se faz A B7 C#m .

..ço A E desligar os controles Bm Da nave espacial A E pra ficar pra smepre Bm No espaço sideral F#m Não vou voltar Bm F#m Pra terra não não não vou voltar Bm Bm F#4 F#7 Bm F#4 F#7 Am G4 G7 Pra terra não (F# E F# E) Mandei meu cadillac pro mecânico outro dia .A natureza as crianças e os animais A B7 E C#m O que será o futuro que hoje se faz A B7 C#m A natureza as crianças e os animais O astronauta Tom :C C Dm G7 Não tenho mais nenhuma razão C Dm G7 Pra continuar vivendo assim Dm E7 Am Não posso mais olhar tanta tristeza Dm E7 Am Am/G Por isso não vou mais ficar aqui Dm E7 Am O mundo que eu queria não é esse Dm G7 O mundo é só de son......nhos C Dm G7 Bombas que caem jato que passa C Dm G7 Gente que olha o céu de fumaça Dm E7 Am Am/G Meu amor não sei por onde anda Dm E7 Am Am/G Será que os amores já morreram ? Dm E7 Am Um astronauta eu queria ser Dm G7 A F# A F# Pra ficar sempre no espa.

bip. bip. um encanto Mas o meu coração na hora exata de trocar O calhambeque. quero conservar o calhambeque Mas o cadillac finalmente ficou pronto Lavado. bip. bip. bip.Pois há muito tempo um conserto ele pedia Como vou viver sem meu carango pra correr Meu cadillac. bip. buzinei assim o calhambeque E logo uma garota fez sinal para eu parar E no meu calhambeque fez questão de passear Não sei o que pensei. bip. quero buzinar o calhambeque Saí da oficina um pouquinho desolado Confesso que estava até um pouco envergonhado Olhando para o lado com a cara de malvado O calhambeque. quero consertar o cadillac Com muita paciência o rapaz me ofereceu Um carro todo velho que por lá apareceu Enquanto o cadillac consertava eu usava O calhambeque. mas eu não acreditei Que o calhambeque. consertado. o broto quis andar no calhambeque E muitos outros brotos que encontrei pelo caminho Falavam "que estouro. bip. bip. meu coração ficou com o calhambeque O Gênio Tom :D D G D G Andando um dia na rua notei D G D G Alguma coisa caída no chão D G D G Bem curioso aquilo peguei D G D E sem querer esfreguei minha mão G O tal negócio explodindo fez fumaça no ar Meio amedrontado não saí do lugar A7 Um cara em minha frente de repente surgiu Sem que eu soubesse de onde ele saiu G Me agradecendo disse pode pedir Todos seus desejos eu terei de cumprir A7 Hesitei. bip. bem pintado. bip. que beleza de carrinho" E fui me acostumando e do carango fui gostando O calhambeque. porém topei . bip.

porém deixei D G D G E lá de casa não quer mais sair D G D G Só sei dizer que com ele prendi D G D G A não querer tudo fácil demais D G D Pois tudo fácil valor nunca trás O Homem Tom: Gm Gm Gm/F Um certo dia um homem esteve aqui Cm Cm/Bb F/A Tinha o olhar mais belo que já existiu F7 Tinha no cantar uma oração.. e paz C7 D7/4 D7 Ele trazia no coração. Gm Sua voz falava só de amor Em7/5Todo gesto seu era de amor. Ele pelos campos caminhou Subiu as montanhas e falou do amor maior.D G DG Eu já sabia a história de cor D G D G E apressado pedi a melhor D G D G Garota para comigo ficar D G D E muita grana para farrear G Mas não sabia que o gênio Era malandro demais Conquistou meu broto me passando pra trás A7 E falso era o dinheiro que ele me arranjou Quando bronqueei disse que pobre ficou G E jamais um broto conseguiu namorar Muito me implorou pedindo para ficar A7 Hesitei.. Bb F/A E no falar a mais linda canção que já se ouviu. Fez a luz brilhar na escuridão .

porque aqui. quando Ele aqui chegar.. Que além da vida que se tem Existe uma outra vida além e assim. e entrei .. Colher o que de bom nasceu Chorar pela semente que morreu sem florescer. eu voltei F F7+ F6 F7+ F F7+ F6 F7+ Tudo estava igual como era antes. mas deixei a luz entrar primeiro Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Todo meu passado iluminei. aqui é o meu lugar Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Eu voltei pras coisas que eu deixei. aqui é o meu lugar Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Eu voltei pras coisas que eu deixei. F F7+ F6 F7+ F F7+ F6 F7+ Fui abrindo a porta devagar. G7 Cm Cm/Bb Tudo que aqui Ele deixou F7 Bb F/A Não passou e vai sempre existir Gm Gm/F Cm Cm/Bb Flores nos lugares que pisou Am7/11 D7 Gm E o caminho certo a seguir Eu sei que Ele um dia vai voltar E nos mesmos campos procurar o que plantou.. Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Onde andei não deu para ficar.O sol nascer em cada coração e compreender. agora pra ficar.. F F7+ F6 F7+ F F7+ F6 F7+ Sem saber depois de tanto tempo se havia alguém em minha espera .... meio amarelado pelo tempo Gm Gm7 G7 F F7+ F6 F7+ Como a perguntar por onde andei e eu falei . eu voltei .. F F7+ F6 F7+ F F7+ F6 F7+ Meu retrato ainda na parede. eu voltei . porque aqui.. O Portão Tom: F Intro: F F7+ F6 F7+ ( 2 x ) F F7+ F6 F7+ F F7+ F6 F7+ Eu cheguei em frente ao portão. Mas ainda é tempo de plantar Fazer dentro de si a flor do bem crescer Prá lhe entregar. quase nada se modificou Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Acho que só eu mesmo mudei....... O renascer. eu voltei . morrer não é o fim.. Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Eu voltei. meu cachorro me sorriu latindo Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Minhas malas coloquei no chão.

lá lá lá lá lá REFRÃO F#m Bm lá lá lá lá lá lá lá lá G A7 D eu queria ser civilizado como os animais A7 D D7 eu queria não ver todo o verde da terra morrendo G A7 D D7 e das águas dos rios os peixes desaparecendo G A7 F#m Bm eu queria gritar que esse tal de ouro negro não passa de um negro veneno G E7 A7 A7/5+ e sabemos que por tudo isso vivemos bem menos D A7 D D7 eu não posso aceitar certas coisas que eu não entendo G A7 D D7 ..Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Passos indecisos caminhei e parei F F7+ F6 F7+ F F7+ F6 F7+ Quando vi que dois braços abertos.... me abraçaram como antigamente Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Tanto quis dizer e não falei e chorei .. aqui é o meu lugar Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Eu voltei pras coisas que eu deixei.. O Progresso Tom :D D A7 D D7 eu queria poder afagar uma fera terrível G A7 D D7 eu queria poder transformar tanta coisa impossível G A7 F#m Bm eu queria dizer tanta coisa que pudesse fazer eu ficar bem comigo G E7 A7 A7/5+ eu queria poder abraçar meu maior inimigo D A7 D D7 eu queria não ver tantas nuvens escuras nos ares G A7 D D7 navegar sem achar tantas manchas de óleo nos mares G A7 F#m Bm e as baleias desaparecendo por falta de escrúpulos comerciais G E7 A7 A7/5+ eu queria ser civilizado como os animais G A7 lá lá lá .. Gm Gm7 C7 F F7+ F6 F7+ Eu voltei. agora pra ficar porque aqui.. eu voltei .

o comércio das armas de guerra da morte vivendo G A7 F#m Bm eu queria falar de alegria ao invés de tristeza mas não sou capaz REFRÃO G A7 eu nào sou contra o progresso F#m Bm mas apelo pro' bom senso G A7 D um erro não conserta o outro isso é o que eu penso O Sósia Tom: A A Tudo começou F#m Quando um certo dia A Eu liguei pro broto F#m Que há tempos eu não via D E o que ela disse Me deixou zangado E7 Deixe de tolice Já tenho namorado A Fui a casa dela F#m E lhe falei então A Para essa história F#m Quero exlpicação D Quando olhei pro lado Eu perdi a fala E7 Descobri um cara A Que tinha a minha cara D E até seu nome Era igual ao meu A Um era demais eu sei não era eu .

Mora ? Não ! E7 A E minha canção pra ela terminei E7 A E minha canção pra ela terminei Outra Vez Tom : E F#m7..D E na confusão meu broto desmaiou E7 E sem solução o caso ficou A Meio atrapalhado F#m Meio descontente A Ia já ficando F#m Quando alegremente D Uma grande idéia eu tive e então E7 A Disse para alguém : Me traga um violão D E uma canção eu começei mostrar A Mas o cara disse : Também sei cantar D Isso me deixou bem contrariado E7 Mas ele cantou tão desafinado A F#m Que meu bem de tudo foi desconfiando A F#m E ele envergonhado foi logo se mandando D Perdão ela pediu Um beijo eu lhe dei E7 A E minha canção pra ela terminei Que papo furado.. Um cara com a minha cara..9 Intro : 34 14 F#m7 15 12 B6.915 12 E C#m7 Você foi o maior dos meus casos F#m7 .7 34 14 B7..

..7 B7 De tudo outra vez.De todos os abraços B7 O que eu nunca esqueci A Am Você foi.. dos amores que eu tive E O mais complicado e o mais simples pra mim Bm7 E7 Você foi o melhor dos meus erros A A mais estranha estória Am Que alguém já escreveu E E é por essas e outras F#7 B7 Que a minha saudade faz lembrar B6. E Você foi C#m7 A mentira sincera F#m7 B7 Brincadeira mais séria que me aconteceu A Você foi Am O caso mais antigo E O amor mais amigo que me apareceu Bm7 E7 Das lembranças que eu trago na vida A Am Você é a saudade que eu gosto de ter E F#7 B7 Só assim sinto você bem perto de mim E Outra vez B7 Esqueci de tentar te esquecer E Resolvi te querer por querer D#7 G#7 Decidi te lembrar quantas vezes eu tenha vontade B7 B5+7 Sem nada perder E Você foi C#m7 .

Toda a felicidade F#m7 B7 Você foi a maldade que só me fez bem A Você foi Am O melhor dos meus planos E E o maior dos enganos que eu pude fazer Bm7 E7 Das lembranças que eu trago na vida A Am Você é a saudade que eu gosto de ter E F#m7 B7 Só assim sinto você bem perto de mim E Outra vez Paz na Terra Tom: E E Meu pensamento vai distante C#m Eu não entendo a razão F#m B7 Porque tanta coisa triste E O amor é o grande sentimento C#m E não matar é o mandamento F#m B7 Co Porque então uma guerra existe C#m Co Mas que animal estranho é o homem C#m Co Que procura a vida prolongar C#m Permitindo abusos da ciência F#m Absurdos nucleares B7 E outras formas de matar E Enlouquecidos e em conflito C#m falam de armas no infinito F#m B7 Nas estrelas não eu peço eu peço .

na terra E C#m F#m B7 E C#m Antes que o azul do céu se inflame F#m B7 e a dor nos oceanos se derrame E C#m Deus é pai e o amor não faz a guerra B7 A E B7 Peço paz irmãos. aqui na terra. aqui na terra.C#m Não deixem que o azul do céu se F#m inflame B7 E E o sangue de inocentes se derrame C#m Deus é pai ao amor não faz a F#m guerra B7 A Peço paz irmãos aqui na terra. na E B7 terra E C#m G#m F#m B7 Co C#m Não deixem que o azul do céu se F#m inflame B7 E E o sangue de inocentes se derrame C#m F#m Deus é pai e o amor não faz a guerra B7 A E B7 Peço paz irmãos. na terra E C#m F#m B7 Por isso eu corro Mais Tom :A A C#m Bm E7 meu bem qualquer instante que eu fico sem te ver A C#m Bm E7 aumenta a saudade que eu sinto de você Dm Am então eu corro demais Dm Am sofro demais Dm Am E7 A corro demais só pra’ te ver meu bem .

C#m Bm E7 e você ainda me pede para não correr assim A C#m Bm E7 meu bem eu não suporto mais você longe de mim Dm Am porisso eu corro demais Dm Am sofro demais Dm Am E7 A corro demais só pra’ te ver meu bem C#m Bm E7 se você está ao meu lado eu só ando devagar A C#m Bm E7 esqueço até de tudo não vejo o tempo passar Dm G7 C Em mas se chega a hora de pra’ casa eu te levar Dm G7 C E7 corro pra’ depressa outro dia ver chegar Dm Am então eu corro demais Dm Am sofro demais Dm Am E7 A corro demais só pra’ te ver meu bem C#m Bm E7 se você vivesse sempre ao meu lado eu não teria A C#m Bm E7 motivo pra’ correr e devagar eu andaria Dm Am eu não corria demais Dm Am agora corro demais Dm Am E7 A corro demais só pra’ te ver meu bem Proposta Tom: F C7 F eu te proponho Dm neste momento A# eu te proponho F A7 depois do amor. A7 A5+7 A7 nós nos amarmos. G7 e além de tudo. nos entregarmos F7 tudo lá fora deixar ficar C7 te dar meu corpo Dm o meu conforto depois de tudo .

Ele escuta o que pede o meu coração C/G G C/G G Quantas vezes eu falando com Deus desabafo e choro G7+ Am E alívio pro meu coração eu a Ele imploro Am7+ E então sinto a sua presença Am7 D7 Seu amor. sua luz tão intensa Am D7 G Que ilumina o meu rosto e me alegra em minha oração Am D7 G Quanta paz. quanta luz Am D7 G C/G G Deus nos ouve. você cansada Dm F7 te dar meu braço no meu abraço fazer você dormir A# C7 eu te proponho não dizer nada F A7 Dm seguirmos juntos a mesma estrada Gm7 C7 que continua depois do amor F Am Gm C7 no amanhecer QUANDO EU QUERO FALAR COM DEUS Tom: G G C/G G C/G G Quando eu quero falar com Deus eu apenas falo G7+ Am Quando eu quero falar com Deus às vezes me calo Am7+ E elevo o meu pensamento Am7 D7 Peço ajuda no meu sofrimento Am D7 G C/G G Ele é Pai. nos mostra o caminho que a Ele conduz Am D7 G Deus é pai.C7 te dar a minha paz F A7 A5+7 A7 eu te proponho na madrugada. Deus é luz Am D7 G D#7 Deus nos fala que a ele se chega seguindo Jesus G# C# G# É tão lindo falar com Deus em qualquer momento G#7+ A#m .

Deus é luz A#m D#7 G# Deus nos fala que a ele se chega seguindo Jesus Roberto Carlos "Quando" Tom: D D A Quando você se separou de mim D Quase que minha vida teve um fim Bm G A Sofri.Deus que vê uma folha que cai e é levada ao vento A#m7+ Não existe onde ele não esteja A#m7 D#7 Ele pode escutar nossa voz A#m D#7 G# Deus no céu. oh. aonde seja. oh . nos mostra o caminho que a Ele conduz A#m D#7 G# Deus é pai. oh D A Quando você se separou de mim D Eu pensei que ia até morrer Bm G A Depois lutei tanto pra esquecer G A D A D Tudo que passei com você. esta dentro de nós A#m D#7 G# Quanta paz. por você oh. oh. chorei tanto que nem sei G A D A Tudo que chorei por você. Deus na Terra. com você G D Mesmo assim ainda eu não vou dizer que já te esqueci A Se alguém vier me perguntar D O mesmo sei que vou falar G D Eu posso até dizer ninguém te amou tanto quanto eu te amei A Mas você não mereceu D O amor que eu te dei oh. quanta luz A#m D#7 G# C#/G# C# Deus nos ouve. com você.

que chorei G D Mesmo assim ainda eu não vou dizer que já te esqueci A Se alguém vier me perguntar D O mesmo sei que vou falar G D Eu posso até dizer ninguém te amou tanto quanto eu te amei A Mas você não mereceu D O amor que eu te dei oh. que chorei A D Eu te amei. que chorei A D Eu te amei. que chorei Quero que vá tudo para o inferno Tom: Em Bm de que vale o céu azul Em F#7 e o sol sempre a brilhar Bm se você não vem Em F#7 e eu estou a lhe esperar F#m B7 F#m B7 só tenho você no meu pensamento F#m B7 E F#7 e a sua ausência é todo meu tormento E F#7 B D#m G#m . oh. oh A Quando você se separou de mim D Quase que minha vida teve um fim Bm G A Agora eu nem quero lembrar G A D A D Que o que avel te amei que sofri.D A Quando você se separou de mim D Quase que minha vida teve um fim Bm G A Agora eu nem quero lembrar G A D A D Que um dia eu te amei que sofri.

quero que você me aqueça neste inverno E F#7 B Bm e que tudo mais vá pro inferno de que vale a minha Em F#7 boa vida de play-boy Bm se entro no meu carro Em F#7 e a solidão me dói F#m B7 F#m B7 onde quer que eu ande tudo é tão triste F#m B7 E F#7 não me interessa o que de mais existe E F#7 B D#m G#m quero que você me aqueça neste inverno E F#7 B e que tudo mais vá pro inferno F#m B7 não suporto mais F#m B7 você longe de mim F#m B7 quero até morrer E G#m C#m do que viver assim E F#7 B D#m G#m só quero que você me aqueça neste inverno E F#7 B G#m e que tudo mais vá pro’ inferno uou uou E F#7 B e que tudo mais vá pro’ inferno Sentado à beira do caminho Tom: F7+ (F7+ F6) (Gm7 C7/9) eu não posso mais ficar aqui a esperar (F7+ F6) que um dia de repente você volte para mim (Gm7 C7/9) vejo caminhões e carros apressados a passar por mim (F7+ F6) estou sentado à beira de um caminho que não tem mais fim (Gm7 C7/9) meu olhar se perde na poeira desta estrada triste .

tudo se confunde em minha mente (F7+ F6) minha sombra me acompanha e vê que eu estou morrendo lentamente (Gm7 C7/9) só você não vê que eu não posso mais ficar aqui sózinho (F7+ F6) 61 63 50 A# esperando a vida inteira por você sentado à beira de um caminho REFRÃO Você deixou alguém a te esperar Tom :A A E7 Você deixou alguém a esperar A Você deixou mais um na solidão E7 Você deixou alguém a esperar A Você deixou mais um na solidão A7 Quem me dera meu bem D Eu pudesse outra vez te abraçar A E afastar para sempre E7 A A tristeza do meu coração . estrada. poeira. caminhões. me procuro e não encontro nada (F7+ F6) 61 63 50 A# sou um pobre resto de esperança à beira de uma estrada REFRÃO (Gm7 C7/9) carros.(F7+ F6) onde a tristeza e a saudade de você ainda existe (Gm7 C7/9) esse sol que queima no meu rosto um resto de esperança (F7+ F6) 61 63 50 A# de ao menos ver de perto seu olhar que eu trago na lembrança C F 61 63 50 A# preciso acabar logo com isso C F REFRÃO preciso lembrar que eu existo C 53 51 63 (F7+ F6) que eu existo que eu existo (Gm7 C7/9) vem a chuva molha o meu rosto e então eu choro tanto (F7+ F6) minhas lágrimas e os pingos dessa chuva se confundem com meu pranto (Gm7 C7/9) olho pra? mim mesmo.

me fez viver REFRÃO D# F A# Dm Gm num mundo cheio de amor e de alegria D# F Gm e me deixou o anoitecer Dm e agora todas as coisas do passado Gm Dm não passam de recordações presentes Fm Fm/D# A#7 de momentos que por muito tempo ainda vão estar D#7+ Cm . a tempestade a dor C7 você foi o meu sorriso de chegada e a minha lágrima F D# F de adeus Gm Dm aquele grande amor que nós tivemos Gm Dm e todas as loucuras que fizemos Fm Fm/D# A#7 foi o sonho mais bonito que um dia alguém sonhou D#7+ Cm e a realidade triste quando tudo se acabou C7 você foi o meu sorriso de chegada tudo e nada F D# F e adeus D# F A# Dm Gm você me mostrou o amanhecer de um lindo dia D# F A# Gm me fez feliz.D E7 Esqueça que já fiz você chorar Bm7 E7 A Esqueça tudo e volte para mim A7 D Dm Eu estarei sempre a esperar A E7 A E7 Que um dia essa tristeza tenha fim Você em minha Vida Tom: Gm Gm Dm você foi a melhor coisa que eu tive Gm Dm mas o pior também em minha vida Fm Fm/D# A#7 você foi o amanhecer cheio de luz e de calor D#7+ Cm em compensação o anoitecer.

...cê não serve pra mim Cm G7 Cm Não serve pra mim Cm Uma palavra de carinho F Ab Jamais ouvi você falar Bb Seu beijo tão indeferente Eb Foi o que me fez pensar G7 Cm No tempo que eu estou perdendo F Ab No amor que eu tenho para dar Bb Deve existir alguém querendo .na alegria ou na tristeza toda vez que eu me lembrar C7 que você foi meu sorriso de chegada e a minha lágrima F D# F de adeus REFRÃO Você não serve pra mim Tom: Cm Cm Não fique triste não se zangue F Ab Com tudo o que eu vou lhe falar Bb Sinto demais porém agora Eb Tenho que lhe explicar G7 Cm Você comigo não combina F Ab Não adianta nem tentar Bb Não vejo mais razão nehuma Eb Para continuar G7 Cm Não quero mais seu amor G7 Cm Não pense que eu sou ruim G7 Cm Vou procurar outro alguém Bb Ab G7 Cm G7 Vo.

Eb O que você não quis ligar G7 Cm Não quero mais seu amor G7 Cm Não pense que eu sou ruim G7 Cm Vou procurar outro alguém Bb Ab G7 Cm G7 Vo.cê não serve pra mim Cm G7 Cm Não serve pra mim Boiadeiro Errante Tom: G G D7 G eu venho vindo de uma querência distante D7 G D7 sou um boiadeiro errante que nasceu naquela serra C D7 o meu cavalo corre mais que o pensamento C D7 G ele vem no passo lento porque ninguém me espera D7 G tocando a boiada auê-uê-uê-ê boi eu vou cortando estrada uê boi D7 G tocando a boiada auê-uê-uê-ê boi eu vou cortando estrada D7 G toque o berrante com capricho Zé Vicente D7 G D7 mostre para essa gente o clarim das alterosas C D7 pegue no laço não se entregue companheiro C D7 G chame o cachorro campeiro que essa rez é perigosa D7 G olhe na janela auê uê uê ê boi que linda donzela uê boi D7 G olhe na janela auê uê uê ê boi que linda donzela D7 G sou boiadeiro minha gente o que é que há D7 G D7 deixe o meu gado passar vou cumprir com a minha sina C D7 lá na baixada quero ouvir a siriema C D7 G prá lembrar de uma pequena que eu deixei lá em Minas D7 G ....

sete bocas inocentes A7 D Muito pobres mas contentes Bm Em Não deixei nada faltar B7 Em Foram crescendo. sendo B7 Em . meu Deus valeu a pena A7 D Quantas lágrimas chorei. mas tudo Bm Em Foi com muito amor Sete diplomas. fui andante A7 E pra alimentar meus filhos D Não comi pra mais de vez Em D Sete crianças.ela é culpada auê uê uê ê boi de eu viver nas estradas uê boi D7 G ela é culpada auê uê uê ê boi de eu viver nas estradas D7 G o rio tá calmo e a boiada vai nadando D7 G D7 veja aquele boi berrando Chico Bento corre lá C D7 lace o mestiço salve êle das piranhas C D7 G tire o gado da campana pra’ viagem continuar D7 G com destino a Goiás auê uê uê ê boi deixei Minas Gerais uê boi D7 G com destino a Goiás auê uê uê ê boi deixei Minas Gerais uê boi Filho Adotivo Tom:D D Em D Com sacrificio eu criei meus sete filhos A7 D Do meu sangue eram seis Bm Em E um peguei com quase um mês B7 Em Fui viajante. ah!. foi ficando mais difícil A7 Trabalhei de sol a sol D Mas eles tinham que estudar Em D Meu sofrimento. fui roceiro.

coitadinho Em Muito honesto A7 Vive apenas do trabalho D Que arranjou para viver Mas Deus é grande vai Em D Ouvir minhas preces A7 D Esse meu filho querido Bm Em Vai vencer. sei que dou muito trabalho Bm G Sei que às vezes atrapalho A7 D D7 G A7 D Bm G A7 D Meus filhos até demais D Em D Passou o tempo e eu fiquei muito doente A7 D Hoje vivo num asilo Bm Em E só um filho vem me ver B7 Esse meu filho.Seis muito importantes A7 Que a custa de uma enxada D D7 Conseguiram ser doutor G A7 D Hoje estou velho. meus cabelos branqueados Bm G O meu corpo está surrado A7 D Minhas mãos nem mexem mais G A D Uso bengala. me sentindo abandonado A7 D Ouvi uma voz bem do meu lado Bm Em . eu sei que vai Faz muito tempo que B7 Em Não vejo os outros filhos A7 Sei que eles estão bem A/G D/F# D Não precisam mais do pai Em D Um belo dia.

laiá. pra ser feliz como eu D7 C G Certo dia resolveu. laiála. laiá. laiá. laiá. laiála. laiá. laiá. laiá D7 G Mas como sempre o mal feito é descoberto D7 C G João de Barro viu de perto sua esperança perdida D7 G Cego de dor.Pai eu vim pra te buscar Arrume as malas B7 Em Vem comigo pois venci A7 Comprei casa e tenho esposa A/G D/F# D E o seu neto vai chegar G A7 D De alegria eu chorei e olhei pro céu Bm Em A7 D7 Obrigado meu Senhor a recompensa já chegou G A7 D Meu Deus proteja os meus seis filhos queridos Bm Em Mas meu filho adotivo A7 D Que a este velho amparou João de Barro Tom: G G D7 G O João de Barro. laiá. laiá. o pedreiro da floresta D7 C G Cantava fazendo festa. laiá. lá no galho da paineira D7 G D7 C D7 G Laiá. com o barro da biquinha D7 C G Ele fez sua casinha. pra aquela quem tanto amava D7 G Mas quando ele ia buscar o raminho D7 C G Pra construir seu ninho seu amor lhe enganava D7 G D7 C D7 G Laiá. laiá. laiá. laiá. laiá D7 G Toda manhã. laiá. laiá. arranjar uma companheira D7 G No vai-e-vem. trancou a porta da morada D7 C G Deixando lá a sua amada presa pro resto da vida . laiá. laiá. laiá. laiá.

laiá. laiá. laiá. laiá. laiá D7 G Que semelhança entre o nosso fadário D7 C G Só que eu fiz o contrario do que o João de Barro fez D7 G Nosso senhor.D7 G D7 C D7 G Laiá. laiá. me deu força nessa hora D7 C G A ingrata eu pus pra fora por onde anda eu não sei Menino da porteira Tom: A A Toda vez que eu viajava E7 Pela estrada de Ouro Fino De longe eu avistava A A figura de um menino Que corria abrir a porteira E7 Depois vinha me pedindo Toque o berrante seu moço D E7 A Que é pra eu ficar ouvindo D Quando a boiada passava E7 E a poeira ia baixando Eu jogava uma moeda A Ele saia pulando Obrigado boiadeiro E7 Que Deus vá lhe acompanhando Por este sertão afora D E7 A E7 A E7 A E7 A E7 A Meu berrante ia tocando Nos caminhos desta vida E7 Muito espinho eu encontrei Mas nenhum caso mais triste A Do que este eu passei Na minha viagem de volta . laiá. laiá. laiála. laiá. laiá.

E7 Qualquer coisa eu cismei Vendo a porteira fechada D E7 A O menino não avistei D Apeei do meu cavalo E7 Num ranchinho à beira chão Vi uma mulher chorando A Quis saber qual a razão Boiadeiro veio tarde E7 Veja a cruz no estradão Quem matou o meu filhinho D E7 A E7 A E7 A E7 A E7 A Foi um boi sem coração A Lá pra banda de Ouro Fino E7 Levando gado selvagem Quando passo na porteira A Até vejo a sua imagem O seu rangido tão triste E7 Mais parece uma mensagem Daquele rosto trigueiro D E7 A desejando-me boa viagem D A cruzinha do estradão E7 Do meu pensamento não sai Eu já fiz um juramento A Que não esqueço jamais Nem que o meu gado estoure E7 Que eu precise ir atrás Nesse pedaço de chão D E7 A E7 A E7 A E7 A E7 A Berrante eu não toco mais Tristeza do Jeca Tom: E E .

eu canto e gemo de verdade B7 E Cada toada representa uma saudade E Vou guardar minha viola B7 E Já não posso mais cantar Pois o Jeca quando canta B7 E E7 Dá vontade de chorar A E O choro que vai caindo B7 Devagar vai se sumindo E Como as àguas vão pro mar B7 E Nesta viola.Nestes versos tão singelos B7 E Minha bela. meu amor Prá você quero contar B7 E E7 O meu sofrer e a minha dor A E Eu sou como o sabiá B7 Quando canta é só tristeza E Desde o galho onde está B7 E Nesta viola eu canto e gemo de verdade B7 E Cada toada representa uma saudade Eu nasci naquela serra B7 E Num ranchinho a beira chão Tudo cheio de buraco B7 E E7 Onde a lua faz clarão A E Quando chega a madrugada B7 Lá no mato a passarada E Principia o barulhão B7 E Nesta viola. eu canto e gemo de verdade .

viajamos mais de dez anos. Sinto uma tristeza. Hoje porém com tristeza recordando das proezas das viagens e motins.B7 E Cada toada representa uma saudade Chico Mineiro Tom: G Cada vez que me "alembro" do amigo Chico Mineiro. D7 Foi eu e o Chico Mineiro G também foi um capataz. C Larguei de comprar boiada. vendendo boiada e comprando. G D7 A festa estava tão boa G mas antes não tivesse ido D7 o Chico foi baleado G por um homem desconhecido. eu tinha no coração o amigo Chico Mineiro. Apesar de ser patrão. se "alembrando" daqueles tempos que não há mais de voltar. . uma vontade de chorar. D7 G Mataram meu companheiro. Mas porém. C Viajemo muitos dia D7 G pra chegar em Ouro Fino E7 Am aonde nós passemo a noite D7 G numa festa do Divino. E7 Am Acabou-se o som da viola. chegou o dia que o Chico apartou-se de mim. na viola delorido e era peão dos boiadeiros. das viagens que eu fazia era ele meu companheiro. caboclo bom e decidido. G D7 Fizemos a última viagem G Foi lá pro sertão de Goiás. por esse rincão sem-fim.

D7 G acabou-se o Chico Mineiro. Rio de Lágrimas Tom: D D O rio de Piracicaba A7 D Vai jogar água prá fora Quando chegar a água A7 D Dos olhos de alguém que chora A7 Lá no bairro onde eu moro Bm Só existe uma nascente A7 A nascente dos meus olhos D Já brotou água corrente G Pertinho da minha casa D Já formou uma lagoa A7 Com lágrimas dos meus olhos D Por causa de uma pessoa A7 Eu quero apanhar uma rosa Bm Minha mão já não alcança . C Quando vi seus documento D7 G me cortou o coração E7 Am de sabê que o Chico Mineiro D7 G era meu legítimo irmão. G D7 Depois daquela tragédia G fiquei mais aborrecido. D7 Não sabia da nossa amizade G porque nós dois era unido.

na fundura do poço. que eu começo a devorar acho que os anos irão se passar com aquela certeza.A7 Eu choro desesperado D Igualzinho a uma criança G Duvido alguém que não chore D Pela dor de uma saudade A7 Eu quero ver quem não chora D Quando ama de verdade Zé Ramalho A Terceira Lâmina Intr. na cabeça do homem. na voz de um cantador Introdução e virá como guerra. pendurados no tempo Em Bm esquecendo os momentos. de sairmos do poço da garganta do fosso na voz de um cantor . ele pensa na fera. a terceira mensagem. com pedaços da vida A G#° F#7 com a dura semente.: Bm C#° D7+ Em Bm F#7 Bm C#° D7+ É aquela que fere. aflição e coragem afastado da terra. que virá mais tranqüila Em Bm com a fome do fogo. que se prende no fogo de toda multidão Bm acho bem mais do que pedras na mão C#° D7+ dos que vivem calados. F#7 Bm na garganta do fosso. que teremos no olho novamente a idéia .

vida de gado. os homens a publicam no jornal E correm através da madrugada a única velhice que chegou Demoram-se na beira da estrada e passam a contar o que sobrou Ê. ô ô. de barbas longas de ouro o brilho do seu colar G/B A/C# G A/C# D Na laje fria onde corava sua camisa e seu alforje de caçador Em G D Oh. ê. meu velho e invisível Avôhai Em G D Oh. contemplam essa vida numa cela Esperam nova possibilidade de verem esse mundo se acabar A arca de Noé. ô ô. o dirigível. ê. povo marcado. a vigilância cuida do normal Os automóveis ouvem a notícia. ô ô. povo feliz Lá fora faz um tempo confortável. Em G D D Um velho cruza a soleira.Zé Ramalho Admirável Gado Novo Intr. de botas longas.: D D5+ D6 D5+ D D5+ D6 D5+ D D5+ D6 D Vocês que fazem parte dessa massa que passa nos projetos do futuro É duro tanto ter que caminhar e dar muito mais do que receber Em F#7 Bm Em F#7 Bm E ter que demonstrar sua coragem à margem do que possa parecer Em F#7 Bm Em F#7 Bm A7 E ver que toda essa engrenagem já sente a ferrugem te comer (D G) Ê. povo marcado. não voam nem se pode flutuar Ê. povo marcado. povo feliz Zé Ramalho Avôhai Intr. ê. vida de gado. vida de gado. povo feliz O povo foge da ignorância apesar de viver tão perto dela E sonham com melhores tempos idos. meu velho e invisível Avôhai D Am G Am D Neblina turva e brilhante em meu cérebro coágulos de sol Am G Am D Amanita matutina e que transparente cortina ao meu redor .

de fato existe um tom mais leve na palidez desse pessoal G/B A/C# G A/C# D Pares de olhos tão profundos que amargam as pessoas que fitar Em G D Mas que bebem sua vida.Em G D E se eu disser que é meio sabido você diz que é meio pior Em G D E pior do que planeta quando perde o girassol A G Bm A É o terço de brilhante nos dedos de vinha avó A G E nunca mais eu tive medo da porteira Bm A Nem também da companheira que nunca dormia só Em G D Em G AVÔHAI. sua alma na altura que eu mandar São os olhos são as asas. cabelos de avôhai Zé Ramalho Canção Ahalopada Tom: Am Am C G Am Foi um tempo que o tempo não esquece C Dm7 Am Que os trovões eram roucos de se ouvir Em D Am Todo céu começou a se abrir F G Am Numa fenda de fogo que aparece C Dm7 Am O poeta inicia a sua prece Em D Am Ponteando em cordas e lamentos F G Am Escrevendo seus novos mandamentos F G Am Na fronteira de um mundo alucinado Em D Am Cavalgando em martelo agalopado F G Am E viajando com loucos pensamentos . avô e pai D AVÔHAI D O brejo cruza a poeira.

C G Am 7 botas pisaram no telhado C Dm7 Am 7 léguas comeram-se assim Em D Am 7 quedas de lava e de marfim F G Am 7 copos de sangue derramado C Dm7 Am 7 facas de fio amolado Em D Am 7 olhos atentos encerrei F G Am 7 vezes eu me ajoelhei F G Am Na presença de um ser iluminado Em D Am Como um cego fiquei tão ofuscado F G Am Ante o brilho dos olhos que olhei C G Am Pode ser que ninguém me compreenda C Dm7 Am Quando digo que sou visionário Em D Am Pode a Bíblia ser um dicionário F G Am Pode tudo ser uma refazenda C Dm7 Am Mas a mente talvez não me atenda Em D Am Se eu quiser novamente retornar F G Am Para o mundo de leis me obrigar F G Am A lutar pelo erro do engano Em D Am Eu prefiro um galope soberano F G Am A loucura do mundo me entregar Arquivo retirado de "A Casa das Cifras" .com Eternas Ondas Zé Ramalho Tom: C#m .http://marcoskn.8m.

D#m7/5G# C#m Devastando a sede desses matagais (bis). E G# D#m7/5E se teu amigo vento não te procurar G# C#m É porque multidões ele foi arrastar (bis).C#m D#m7/5G# C#m Quanto tempo temos antes de voltarem aquelas ondas F#m B7 G# C#m Que vieram como gotas de silêncio tão furioso.ZÉ RAMALHO Bm C Bm C Quantos aqui ouvem os olhos eram de fé Am Em Quantos elementos amam aquela mulher G D Em Quantos homens eram inverno outros verão F Em Outono caindo secos no solo da minha mão Bm C Bm C Gemeram entrre as cabeças a ponta do esporão Am Em . FREVO MULHER . F#m G# Derrubando árvores. pensamentos seguindo C#m F#m B7 G# C#m A linha do que foi escrito pelo mesmo lado tão furioso. E G# Derrubando homens entre outros animais.

A folha do não-me-toque e o medo da solidão G D Em Veneno meu companheiro desata no cantador F Em E desemboca no primeiro açude do meu amor D Em É quando o vento sacode a cabeleira A trança toda vermelha D Em Um olho cego vagueia procurando por um KRYPTÔNIA Zé Ramalho AD F#m Não admito que me fale assim D F#m Eu sou o seu décimo-sexto pai Bm F#m Sou primogênito do teu avô. primeiro curandeiro Bm F#m Alcoviteiro das mulheres que corriam sob o teu nariz F#m G A C# Me deves respeito. pelo menos dinheiro D A Ele é o cometa fulgurante que espatifou G D B | Um asteróide pequeno que todos chamam de terra |refrão G D B | Um asteróide pequeno que todos chamam de terra | G E B G E B G E A Bb B AD F#m De Kryptônia desce teu olhar D F#m E quatro elos prendem tua mão .

que má criação! Bm F#m De outro jeito não se dissimularia a suma criação F#m G A C# E foi o silêncio que habitou-se no meio D A Ele é o cometa fulgurante que espatifou (repete refrão) Mist.rios da Meia-Noite D G Mistérios da meia-noite Que voam longe Que voc^ nunca Bm Nao sabe nunca A Se vao se ficam D Quem vai quem foi D G Impérios de um lobisomem Que fosse um homem Bm De uma menina tao desgarrada A D Desamparada se apaixonou E7 Naquele mesmo tempo A A7 /G D No mesmo povoado se entregou F# Bm Ao seu amor porque Bm/ A E Nao quis ficar com os beatos Em7 A Nem mesmo entre Deus ou o capeta G Que viveu na feira .Bm F#m Cala-te boca. companheiro. vá embora.

D G Impérios de um lobisomem Que fosse o homem Bm De uma menina tao desgarrada A D Desamparada seu professor .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful