P. 1
Civilização Islâmica

Civilização Islâmica

|Views: 897|Likes:
Publicado porvivianehs

More info:

Published by: vivianehs on Mar 17, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/14/2012

pdf

text

original

Civilização Islâmica

O Imperio Islâmico foi formado a partir dos territorios conquistados durante a Jihad, a Guerra Santa contra os infieis.. Por meio da religião, a Civilização Islâmica expandiu-se. Os árabes conquistaram um vasto território formando um grande império. Antes da propagação da Fé islâmica de Maomé, os árabes viviam em tribos e não pussuiam unidade politica. A maioria vivia como beduinos vagando de um lugar para outro em ca ravanas comerciais.
Apesar de dispersos num grande território os árabes edificaram algumas cidades, entre as quais as mais importantes localizavam-se a oeste, na parte montanhosa da Península Arábica. Eram elas: latribe, Taife e Meca, todas na confluência das rotas das caravanas que atingiram o Mar Vermelho. A cidade de Meca era, sem dúvida, a mais destacada, pois, como centro religioso de todos os árabes, ali se reuniam milhares de crentes, o que tornava seu comércio ainda mais intenso. Embora fossem politeístas e adorassem diversas divindades, os ídolos de todas as tribos estavam reunidos num templo, chamado Caaba, situado no centro de Meca. A construção, que existe até hoje, assemelha-se a um cubo e, assim como a administração da cidade, ficava sob os cuidados da tribo dos coraixitas. A grande transformação se deu quando Maomé, que nasceu por volta de 570 d.c, na poderosa tribo dos coraixitas, tendo sido por muito tempo guia de caravanas, percorreu o Egito, a Palestina e a Pérsia, conhecendo novas religiões, como o judaísmo e o cristianismo. Revelou que tivera uma visão do anjo Gabriel - entidade da religião cristã - em que este lhe revelara a existência de um deus único.

A revelação feita a Maomé e todas as suas pregações estão reunidas no livro sagrado dos muçulmanos e primeiro texto escrito em árabe , o Corão ou Alcorão (que significa recitação), que é revelado pelo arcanjo e redigido ao longo de cerca de 20 anos de sua pregação.

jurídicas.Traz o mistério do Deus-Uno e a história de suas revelações de Adão a Maomé. em que é comemorada a Revelação do Corão. Nesse período. o fiel deve lavar o rosto. sociais. O Corão registra as seguintes regras fundamentais para os muçulmanos: y Saber recitar corretamente a chlhada (a profissão de fé). y Observar o jejum de Ramadã. Rezar voltado para Meca cinco vezes por dia. além da defesa da autoridade do pai na família e da permissão da poligamia masculina. Com os ensinamentos de Maomé se instalaram também outras regras de comportamento individual e social. y Comparecer à mesquita toda sexta-feira. para assistir ao ofício religioso. nome que significa a "cidade do profeta". é chamada de hégira e indica o início do calendário muçulmano. então passaram a persegui-lo. tendo. Antes da oração. temerão a possibilidade de perder o comércio e as caravanas de fiéis que se dirigiam à Caaba. para esse povo. e a maioria da população árabe da cidade não aderiu ao seu monoteísmo. como a proibição de consumir carne de porco. Moisés e Jesus. estéticas e morais que dirigem a vida individual e social dos muçulmanos. e também as prescrições culturais. de praticar jogos de azar e de reproduzir a figura humana. os braços e as mãos. Essa fuga. destinada aos pobres e necessitados. que passou a chamar-se Medina. que é uma espécie de "taxa da purificação". Com a tentativa de impor a idéia de um único Deus por parte de Ma omé. que ocorreu em 622. o mesmo significado que o nascimento de Cristo . os pés. y Pagar o zacat. que dura exatamente um mês. y Visitar Meca pelo menos uma vez na vida. os habitantes de Meca. só se permite tomar refeições à noite e a prática sexual fica proibida. passando por Abraão. em árabe e em voz alta. a fugir para latribe. então. Maomé foi obrigado. em horários específicos e fazendo as genuflexões e prosternações corretas.

Durante séculos. Ali tornou-se califa com o apoio. A Guerra Santa serviu para unificar as tribos árabes e tornou-se um dos principais fatores a permitir a expansão posterior do islamismo. a todos os povos "infiéis". quarto e último califa eleito (governador civil e espiri tual) da comunidade muçulmana. Com o tempo. com a conseqüente eliminação de todos os outros ídolos. provocou a divisão de seus seguidores.C. Gradualmente. entre outros. Ali foi assassinado e. as principais diferenças dá por uma questão sucessória . o número de crentes em Alá foi aumentando e. os xiitas eram uma facção política que apoiava o poder de Ali Abu Talib (que casou com Fátima. Em 630 Maomé uniu os árabes em torno de um único governo que tinha como principal pilar a religião monoteísta do Islamismo. Literalmente. O grande estímulo era dado pela crença de que os guerreiros de Alá seriam recompensados com o paraíso. Em finais do século XX. Os crentes na nova religião eram chamados muçulmanos. através da força. caso sobrevivessem. os xiitas dividiram-se em várias seitas semelhantes (entre . a palavra "xiitas" significa "partidários de Ali" . o que fez com que não tivesse obtido a obediência e fidelidade de todos os muçulmanos. apesar da sua posição minoritária. que estes muçulmanos acreditam ser o verdadeiro sucessor do Mensageiro de Alá.tem para os cristãos.o genro do profeta Maomé. apoiado nessa força. representando um décimo de todo o Islã. Na história recente islâmica. a expansão do islamismo. os xiitas empenharam-se na defesa da legitimidade religiosa e política dos seus descendentes. islamitas ou maometanos. A morte do profeta Maomé ocorrida em 632 d. ou seja. dos assassinos do terceiro califa. existiam entre 60 e 80 milhões de xiitas. ou seja. caso merecessem em luta. a submissão total a Alá. podendo se destacar dois grandes grupos: os xiitas e os sunitas. filha de Maomé). Maomé começou a pregar a Guerra Santa. religião esta semelhante a cristã e a judaica . a partir daí. Uthman. ou com a partilha do saque das cidades conquistadas. o movimento xiita teve uma influência decisiva sobre o Islã.

é Muçulmana.as quais os ismailitas). começaram por defender o califado de Abu Bakr. Os sunitas afirmam representar a continuação do Islã tal como foi definido através das revelações de Maomé e da vida do profeta. sendo que quase 1 bilhão e 500 milhões desses habitantes são muçulmanos ou seja 25% da população Mundial é Muçulmana.palavras e acções do profeta Maomé. aceitavam de boa vontade a liderança de qualquer califa ou dinastia de califas desde que proporcionasse o exercício apropriado da religião e mantivesse a ordem no mundo muçulmano. Geralmente. sendo que somente uma minoria entre os . O nome sunita vem de "suna" . é a religião que mais cresce atualmente no mundo. tarjando a maioria ou até mesmo todos mulçumanos de terroristas. um dos primeiros convertidos ao Islão e discípulo de Maomé. segundo o último censo Mundial realizado pela ONU. O Islamismo hoje O Islamismo. contra Ali Abu Talib. que domina quase continuamente desde o ano 661. Os sunitas. o que gerou grande onda de dúvida e preconceito a respeito de quem são os adeptos do islamismo por parte de pessoas que desconhecem o meio. mais de 1/4 da população Mundial. grupo maioritário do Islã. As Maiores Populações Muçulmanas Indonésia Bangladesh Paquistão Turquia Iran Egito 184 Milhões 119 Milhões 116 Milhões 67 Milhões 56 Milhões 48 Milhões Tal religião ganhou bastante visibilidade depois dos atentados de 11 de setembro. onde representa cerca de 90 por cento dos fiéis. Há no Mundo cerca de 5 bilhões 771 milhões 939 mil habitantes. já que o s sunitas sempre foram mais numerosos e expressivos. aproximadamente. O desejo de que os descendentes de Ali se tornassem os líderes do mundo islâmico nunca foi realizado.

Resta à maioria dos muçulmanos. Entre eles. cartunistas dinamarqueses foram ameaçados de morte por publicarem charges consideradas insultosas para alguns muçulmanos [32]. Desta forma. Assim sendo.o que significa que a luta dos extremistas é.sendo assim se a brutalidade contra outros povos e religiões é proibida. O Papa também foi ameaçado de morte por considerar o Islã uma religião violenta [33]. a forma militante de culto religioso surgida no século XX s ob a classificação de fundamentalismo é uma reação à modernidade. A intolerância a críticas também é alvo constante de respostas por parte da imprensa às vertentes radicais do Islã. ilegítima e injustificada. se a guerra é uma manifestação do mal. especialista em estudos da mulher e do Oriente Próximo da Universidade de Massachusetts.cerca de 1. se o inimigo só pode ser atacado se agredir primeiro.5 bilhão de praticantes da religião é adepta de interpretações radicais dos ensinamentos de Maomé. que . uma mulher considerada adúltera deve ser enterrada até o pescoço (ou as axilas) e apedrejada até a morte [«]"[31]. a mulher vale menos do que o homem. os princípios de sua fé acabam desvirtuados e distorcidos em nome de uma luta irracional.assim. A condição de vida das mulheres também é precária em países fundamentalistas islâmicos. essa pergunta não tem uma resposta sensata . Na avaliação de Karen Armstrong. a perseguição a cristãos e o assassinato de dissidentes em países islâmicos [28]. Estima-se que aproximadamente quatro milhões de cristãos libaneses emigraram de seu país em conseqüência das pressões impostas pelos muçulmanos [29]. nos Estados Unidos [«]"[30]. enxergar em Osama bin Laden e em seus seguidores terroristas uma representação legítima da tradição e da fé islâmica é um erro gravíssimo. Recentemente. algo comum no Ocidente e sua contraparte cristã. por que os radicais muçulmanos continuam usando a religião para justificar seus atos de terrorismo? Para quase todos os especialistas. a religião muçulmana é de paz e tolerância . como o apedrejamento. Porém. violências físicas e tratamentos desumanos. para a maioria dos seguidores do islamismo. como a Arábia Saudita: "Para o pensamento ortodoxo muçulmano. ex plica Leila Ahmed. Seus seguidores estão convencidos de que a sociedade liberal e secular visa acabar com a religião . são constantes entre os países fundamentalistas: "Segundo a lei islâmica denominada Sharia (Shari'ah ou Charia). contudo. a violência contra outros povos e religiões é considerada uma forma de garantir a sobrevivência do Islã em seu estado puro. Fundamentalistas também defendem a submissão da mulher. de fato.

wikipedia. a árdua missão de reverter essa imagem e reforçar as raízes pacíficas de sua crença. http://pt.org/wiki/Isl%C3%A3o .condenam os atos terroristas e as interpretações radicais das escrituras.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->