P. 1
Apostila

Apostila

|Views: 30.947|Likes:
Publicado pordxmcy2

More info:

Published by: dxmcy2 on Mar 18, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/10/2014

pdf

text

original

O conversor CC/CA tem como objetivo converter a tensão continua (CC) em uma tensão
alternada (CA) com freqüência e amplitude desejada.
Os inversores tem ampla aplicação no controle de motores de corrente alternada,
aquecimento indutivo, sistemas no-break e sistemas de potencia.
Podem aparecer em duas topologias, meia ponte e ponte completa. A Fig. 3 mostra o
circuito simplificado de um conversor CC/CA monofásico de ponte completa.

Fig.2

O funcionamento do conversor CC/CA baseia-se no chaveamento dos IGBTs várias vezes
por ciclo gerando um trem de pulsos.
Imagine que o circuito de lógica de controle que aciona os IGBTs, ligue-os de 2 a 2 na

seguinte ordem:

- Primeiro tempo: T1 e T4 ligados, T3 e T2 desligados . Nessa situação, T1 e T4 conduzem, e a
tensão VCC é aplicada à carga. A corrente circula do ponto B para o ponto A.
O resultado dos chaveamentos é uma onda quadrada de
magnitude VCC na carga.
VAB=VAO-VBO

Caso aumente-se a freqüência de chaveamento dos IGBTs,
também aumenta a freqüência da tensão alternada na carga.
Como os transistores operam como chaves (corte ou
saturação) a forma de saída do inversor é senoidal e contem
certas harmônicas. Na prática, o uso da modulação por largura
de pulso (PWM) torna a tensão de saída mais próxima da
senoidal.

A estrutura para um conversor CC/CA trifásico pode ser
obtida pelo acréscimo de mais uma perna no inversor da Fig. 3.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->