P. 1
BIODIVERSIDADE

BIODIVERSIDADE

|Views: 1.165|Likes:
Publicado porRonaldo Cheberle

More info:

Published by: Ronaldo Cheberle on Mar 19, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/16/2013

pdf

text

original

BIODIVERSIDADE

1. 2. 3. Corredores ecológicos, dispersão de fauna e flora e trocas genéticas. Conservação e manejo de populações e de metapopulações in situ e ex situ. Introduções indesejadas de animais exóticos ou alóctones e seus efeitos sobre populações e comunidades em ambientes naturais. Estratégias para conservação da diversidade biológica: hotspots (áreas de alta biodiversidade) e centros de endemismos. Biologia da conservação: biodiversidade; estratégias para conservação de espécies, habitats e paisagens; extinção; tráfico de animais silvestres; desmatamento; explosão populacional; espécies ameaçadas de extinção; unidades de conservação. Ecossistemas brasileiros. Ecologia da paisagem: conceitos e aspectos gerais. Fitogeografia. Noções de economia ambiental.

4.

5.

6. 7. 8. 9.

10. Desenvolvimento econômico do país e conservação da biodiversidade dos biomas brasileiros. 11. Biodiversidade conhecida e desconhecida no Brasil. 12. Classificação e taxonomia animal e vegetal. 13. Fatores biológicos determinantes de riscos de extinção. 14. Conservação da fauna silvestre. 15. Degradação de habitat. 16. Biossegurança aplicada ao manejo de fauna silvestre. 17. Fauna ameaçada de extinção ± manejo de fauna invasora. 18. Taxonomia e Sistemática de vertebrados. 19. Conceitos básicos de Sistemas de Informação Geográfica (SIG). 20. Sistemas de coordenadas e georreferenciamento. 21. Propriedade Industrial.

REPARTIÇÃO DE BENEFÍCIOS
1. Aplicação e consequências das legislações listadas para a legislação de Acesso e Repartição de Benefícios (MP 2186-16/2001). Autorizações de acesso e sanções (Decreto 5.459). Instrução de processos e cuidados com documentação. Adequação de orçamento às metas do PPA. Competências (IBAMA e ICMBio) e estrutura institucional do Ministério do Meio Ambiente. Competências do CGen e DPG.

2. 3. 4. 5. 6.

Conservação de ecossistemas costeiros e marinhos. 8. importância dos mosaicos e corredores ecológicos na conservação dos ecossistemas. 4. 2. 2. Reserva legal (formas de recuperação.7. Sítios do patrimônio mundial natural. 8. salobra ou salgada. POLÍTICA E AÇÕES DE CONSERVAÇÃO SUSTENTÁVEL DA BIODIVERSIDADE (INCLUSIVE AQUÁTICA) 1. charco. Conservação de zonas úmidas (pântano. . Conhecimento básico sobre: manejo florestal sustentável. Etapas do processo de compensação ambiental. Licenciamento ambiental. ÁREAS PROTEGIDAS E BIODIVERSIDADE AQUÁTICA 1. Usos permitidos nas diferentes categorias de UC. Contrato de utilização do patrimônio genético e repartição de benefícios. doce. manguezais). Concessão de serviços (turismo. Áreas de preservação permanente (categorias e formas de recuperação). Conduta do servidor público e sanções aplicáveis. utilização e manejo). 3. 6. 4. recifes de coral. 11. 9. 2. 4. recuperação de áreas degradadas. água estagnada ou corrente. Legislação para elaboração de pareceres e notas técnicas.666/1993. 3. 9. Mecanismos de sustentabilidade financeira do SNUC. 7. Principais políticas para implementação e gestão de unidades de conservação. GESTÃO FLORESTAL 1. Papel das unidades de conservação no desenvolvimento local. turfa. 5. Etapas do processo de criação de unidades de conservação. Conhecimentos sobre utilização e manejo de produtos florestais não madeireiros. Acompanhamento e gerenciamento de projetos de cooperação internacional. Importância da disponibilidade de informações sobre o estado de conservação das espécies aquáticas ameaçadas de extinção para a elaboração de planos de ação para a conservação das mesmas. Aplicação da Lei nº 8. pagamento por serviços ambientais. Sítios RAMSAR. aproveitamento hídrico). 3. Normas para regularização fundiária. 10.

Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos. ORDENAMENTO TERRITORIAL 1. 4. INGLÊS INSTRUMENTAL (apenas para as Áreas de Concentração III. Gestão compartilhada de recursos pesqueiros. Medidas de ordenamento pesqueiro. 2. IV e V): 1.USO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS NATURAIS (INCLUSIVE RECURSOS PESQUEIROS) 1. Abordagem precautória e ecossistêmica. 2. . 3. Áreas de exclusão de pesca como instrumento de gestão pesqueira. Programa de zoneamento ecológicos e econômico. Zoneamento ambiental. 2. Compreensão de textos escritos em Língua Inglesa.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->