Resumo do conto Saga de Sophia de Mello Breyner

Numa ilha no mar do Norte, de nome Vig, vivia Hans um jovem com catorze anos que não temia as tempestades e que adorava ver o mar, a sua grande paixão. Hans vivia com a sua família: a sua irmã Cristina, o seu pai Soren e a sua mãe Maria, no interior da ilha. Hans já tivera dois irmãos mais novos, Gustav e Niels, que morreram num naufrágio de um veleiro que pertencia ao pai. Hans queria ser um homem do mar e viajar por outras terras no seu próprio barco, mas pai queria que ele fosse estudar, tudo menos a ver com o mar, mas como Hans adorava o mar, fugiu de Vig num cargueiro. Chegando depois a uma cidade que Hans adorou. Quando o barco iria par da cidade o tir capitão chicoteou Hans e ele abandonou o navio. A partir dai Hans ficou a viver na cidade como um vagabundo, até ao dia em que Hoyle, um homem de negócios levou-o consigo para sua casa, onde ficou a viver como filho adoptivo . Aí aprendeu tudo e em sonhos preparava-se para regressar a Vig. Escreveu para casa, de onde a resposta veio muito depois pela mãe a dizer que o pai nunca o receberia. Os anos passaram e com vinte e um anos, Hans era capitão de um navio e com ele muitas viagens fez. Continuava a mandar cartas enquanto estava fora, mas quando regressava a resposta era sempre a mesma. Algum tempo depois Hoyle, velho e cego pediu a Hans que lhe tomasse conta dos seus negócios Passados alguns anos, Hans casou com Ana e pouco tempo depois Hoyle acaba por morrer. Teve o seu primeiro filho a que deu o nome de Soren que acabou por morrer ainda recém nascido. Construiu a sua riqueza, que era agora de negócios e fortunas. Maria, mãe de Hans morreu e ele escreveu ao pai mas o pai nunca lhe respondeu então percebeu que jamais voltaria a Vig. E Hans foi construindo assim a sua casa e mandou fazer grandes obras. Já tinha filhos e netos, haviam grandes jantares em família e o tempo passava! E as memórias de Vig surgiam, Hans ficara agora velho, acabando por adoecer. Pouco depois morrera Em cima da sua sepultura tinha um navio naufragado, a pedido de Hans. Esse era o navio que nas noites de temporal ia para norte, para Vig

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful