Você está na página 1de 46

Prof. Msc.

Michele Soares de Lima

m  m m
6   

Pare para analisar o que vc considera como um


SER VIVO....
Õ
 
    


  

j ×IOLOGIA:

de origem grega: 3  = vida e   do grego ,


que quer dizer estudo, tratado, discurso.

PORTANTO, ×IOLOGIA QUE DIZER "ESTUDO DA


VIDA"
§

 
j m  = estuda a estrutura e a forma de tecidos, órgãos e sistemas;
j ×  = a palavra vem do grego 3
(planta), que por sua vez deriva do
verbo 3 alimentar (Raven   2007). É o estudo da plantas, desde a
sua anatomia e morfologia externa, até a sua fisiologia e classificação;
j [  = do grego  (célula). É o estudo da célula, sob o ponto de vista
da estrutura celular até o seu funcionamento fisiológico, incluindo noções de
bioquímica e biologia molecular;
j §  = do grego   (casa). É o estudo das relações dos seres vivos entre
si e com o meio ambiente;
j §
  = do grego 3 (embrião). Estuda a formação e o
desenvolvimento dos organismos;
j §   = do latim   (desdobramento). Estuda os possíveis
mecanismos pelos quais os seres vivos desenvolveram e ainda desenvolvem
modificações, originando, assim, novas espécies;
j ·  = do grego —   (natureza, relativo à função), e também do latim
—    = ciência natural. Estuda o funcionamento de órgãos e sistemas;
§
  
j w  = do grego   (gene). Estuda a natureza química do
material hereditário, os mecanismos de sua transmissão ao longo das
gerações e os modelos de ação desse material;
j   = do grego  (tecido). Estuda os tecidos sob os pontos de
vista estrutural e fisiológico;
j Õ  = do grego   ou  (fungo). Estuda os fungos;
j Õ 
  = do grego   (pequeno). Estuda os microrganismos;
j     = do grego —  (antigo) +   (o ser). Estuda os
fósseis que na verdade são registros da presença de seres vivos em
épocas remotas da Terra, possibilitando a reconstrução da história da
vida no planeta;
j   = do grego — (primeiro). Estuda os protistas
j     = do grego  (arranjo) +  (lei).
Estudam as prováveis relações de parentesco entre os seres vivos,
classificando-os em grupos de acordo com as sua semelhanças;
j ë  = do grego x (animal). Estuda os animais.
×iologia é considerada uma das chaves para a
sobrevivência da espécie humana e de todos
os seres vivos....

POR QUÊ??
Quais as aplicações da ×iologia que VOCÊ pode
empregar na sua vida?
       

j O que é vida??

´ Vida, do latim  , pode ser entendida como um conjunto


de características que mantém os seres em constante
atividade

´ Ao longo da história da ciência, várias discussões filosóficas


colocaram em pauta as características necessárias para que
um determinado objeto de estudo fosse considerado um
ser vivo.

´ "Seres vivos são entidades que apresentam as propriedades


de reprodução, variação e hereditariedade"



 


j Passam por um ciclo vital: nascimento, crescimento,
reprodução, envelhecimento e morte;

j São formados por uma ou mais células. Estas são


classificadas de acordo com:
´ Número: unicelulares (1 cél.) e multicelulares (múltiplas células)
´ Tipo: procarióticas (sem membrana nuclear) e eucarióticas
(com membrana nuclear).

j Podem se reproduzir, pois isso garante a reprodução da


espécie. Há dois tipos de reprodução:
´ Assexuada: não envolve a formação de gametas
´ Sexuada: envolve a formação de gametas



 


j Podem apresentar crescimento, através da incorporação e
transformação de alimentos ou de energia.

j Possuem metabolismo, um conjunto de reações químicas


que ocorrem no corpo dos seres vivos e que são
responsáveis pela transformação e utilização de matéria e
da energia. O metabolismo compreende:

´ Anabolismo: reações construtivas ou sintéticas, desde a digestão até


a assimilação;
´ Catabolismo: decomposição ou quebra das moléculas mais
complexas do organismo.
´ Então, META×OLISMO = Anabolismo + Catabolismo



 


j Respondem a estímulos do meio. A resposta mais facilmente
observável a estes estímulos é o movimento.

j Evoluem, através de alterações de seu material genético, que são


denominadas mutações. As mutações podem ocorrer tanto em
células somáticas (células que contribuem com a constituições
geral do nosso corpo) quanto em células germinativas ou
reprodutoras (células que originam gametas).

j Possuem composição química do corpo com predominância dos


elementos químicos hidrogênio (H), oxigênio (O), carbono (C) e
nitrogênio (N). Eles são a base da formação das moléculas
orgânicas, como carboidratos, lipídios, proteínas e ácidos
nucléicos. Nos seres vivos ainda existem substâncias inorgânicas,
representadas principalmente pela água e sais minerais.
VOCÊ CONSIDERARIA UM VÍRUS COMO SER
VIVO?

Lembrando que os vírus são parasitas


celulares obrigatórios, não são formados por
células, mas são formadas por proteínas e
material genético, e são capazes de se
multiplicar, porém, somente dentro de uma
célula hospedeira.
¦ 
    

 



j ùtomos e moléculas
j Células: unidade morfológica e funcional dos seres vivos;
j Tecido: conjunto de células e substância intercelular que interagem para a
execução de certas funções;
j Órgãos: conjunto de tecidos que interagem para a execução de certas funções;
j Sistema: conjunto de órgãos que interagem para a execução de certas funções;
j Organismo: conjunto de sistemas
j População: conjunto de indivíduos da mesma espécie que vivem em um mesmo
local;
j Comunidade: conjunto de populações de espécies distintas que vivem em um
mesmo local;
j Ecossistema: comunidade + fatores abióticos (luz, água, solo e outros) + fatores
abióticos
j ×iosfera: conjunto de biosferas da Terra.
6    

j A ×iologia, assim como toda ciência, busca


respostas e interpretações para o que ocorre
na natureza, ou seja, para os fatos. A busca da
ciência, ou seja, do saber, do conhecimento,
deve sempre obedecer a determinados
critérios, organizada em uma metodologia
científica.
§ 
    
j 6
  análise crítica dos fatos
j ½   elaboração de uma pergunta ou
identificação de um problema a ser resolvido.
j ·     possível resposta a uma
pergunta ou solução potencial de um problema.
Uma hipótese é feita com base em conhecimentos
disponíveis a respeito do assunto;
j M     previsão possível baseada
na hipótese;
§ 
    
j §   teste da dedução ou novas observações para testar a
dedução. Ao se realizar a experimentação, deve-se trabalhar com dois
grupos:
´ Ô   : aquele que se promove a alteração em uma fator a ser
testado, deixando todos os demais fatores sem alteração;
´ Ô   que é submetido aos fatores sem nenhuma alteração. Assim, pode-
se testar um fator por vez e comparar os resultados obtidos no grupo
experimental com o que foi obtido no grupo controle. Ocorrendo diferenças entre
os resultados do grupo experimental e do controle, elas são atribuídas ao fator
que está sendo testado. Não ocorrendo diferenças, pode-se dizer que o fator
analisado não interfere no processo em estudo.
´ Obs.: pode-se testar hipóteses também pela simples observação ou pela análise
da consistência de sua lógica interna.
j [  etapa na qual se aceita ou se rejeita uma hipótese;
j Ú   descrição de hipóteses, experimentos, dados e discussões
de modo que outros cientistas possam repetir o que foi feito, analisar as
conclusões que foram tiradas e usar as informações como ponto de
partida para novas hipóteses e testes. Estas informações são
compartilhadas entre os cientistas através de publicações (revistas
científicas), encontros, congressos e comunicações pessoais.
§  

j 1 Ȃ Uma criança argumenta com você que um


automóvel é um ser vivo, pois Dzbebedz água,
usa combustível para suas atividades,
movimenta-se e até mesmo Dzrespondedz a
estímulos: acelera quando pisamos no
breque, pára de funcionar quando algum
mecanismo interno apresenta problemas.
Como você poderia explicar que o carro é um
ser inanimado e não um ser vivo?
§  

j 2 Ȃ Cite e explique 4 aspectos que


demonstram ser o conhecimento da ×iologia
importante para o homem contemporâneo.

j 3 Ȃ Imagine que você esteja cultivando uma


planta em solução nutritiva. Como procederia
para certificar-se de que certo elemento
mineral é essencial para a vida desta planta.
§  

j 4 Ȃ Indique a opção que contém a sequência


lógica dos níveis de organização dos seres
vivos.
j A) organismo´população´comunidade´ecossistema
j ×) organismo´comunidade´população´ecossistema
j C) população´comunidade´organismo´ecossistema
j D) população´comunidade´ecossistema´organismo
[6Õ6§6M w 6Ôm
 Úm§Õ66
m§m
6    


 
   
    
        ¦!
   
j ×IG ×ANG ----------------------------------------------------------------´ VIA LùCTEA -----´ SISTEMA SOLAR ´ TERRA
(7 bilhões de anos) (3,4 bilhões de anos)

 
 "
  

 


 

j Abiogênese
j ×iogênese
#$ 
 % $ 


j ·rancesco Redi (1626-1697): hipótese da


biogênese
& 
  #$ 

  
 
 
  
#   

$  
   


#$ 


j Experimentos de Needham e Spallanzani

´ Em 1745, o cientista inglês John T. Needham (1713-1781)


realizou vários experimentos em que submetia à fervura
frascos contendo substâncias nutritivas, fechando-as após a
fervura com rolhas e deixando em repouso por alguns dias.
Alguns dias depois, surgiam microrganismos. Needham
explicou que estes surgiam devido ao princípio vital da
solução.

´ Em 1770, o pesquisador italizano Lazzaro Spallanzani (1729-


1799) repetiu os experimentos de Needham, porém, ele
colocou substâncias nutritivas em balões de vidro, fechando-
os hermeticamente, e os colocou em caldeirões de água para
serem submetidos à fervura por algum tempo. Depois de
exames, Spallanzani não constatou nenhum microrganismo
#$ 


j Conclusão de Spallanzani: Needham não ferveu


sua solução nutritiva por tempo suficiente para
matar todos os microrganismos existentes, e
assim, esterelizá-la (Lopes & Rosso 2005).

j Conclusão de Needham sobre o experimento de


Spallanzani: o cientista italiano ferveu o líquido
por muito tempo, destruindo assim a "força
vital" e tornado o ar desfavorável ao
aparecimento da vida (Lopes & Rosso 2005).

j Needham saiu fortalecido desta polêmica.


$ 


j Experimentos de Louis Pasteur


´ ·oi através de Louis Pasteur (1822-1895) que se
conseguiu comprovar definitivamente que os
microrganismos surgiam de outros pré-existentes
Após a aceitação da hipótese da
biogênese, surgiu outra pergunta:
Se todos os organismos surgem
de outros pré-existentes, como
surgiu o primeiro?
¦
'& 


j 6          hipótese que
coloca a origem da vida na Terra vindo do espaço, através
de esporos ou outras formas resistentes aderidos a
meteoritos que caíram no nosso planeta.

j 6        [  uma


divindade criou todos os seres individualmente, possuindo
a mesma forma desde o início dos tempos, não mudando
ao longo do tempo.

j 6      a vida surgiu de matéria


inanimada, com associações entre as moléculas, formando
substâncias cada vez mais complexas que se organizaram e
formaram os seres vivos
& 
  6    
j O russo Alexsander I. Oparin (1894-
1980) e o inglês John ×urdon S.
Haldane (1892-1964) propuseram, na
década de 1920, hipóteses
semelhantes sobre como a vida teria
se originado na Terra

j Os dois cientistas propuseram na


época que os primeiros seres vivos
surgiram a partir de moléculas
orgânicas que teriam se formado na
atmosfera primitiva e depois nos
oceanos, a partir de substâncias
inorgânicas
MÔ    
      
[!   
   

[   "   


§    Õ  ( )

j Testaram, pela primeira vez, em 1953, a


hipótese de Oparin e Haldane, simulando
condições primitivas da Terra em laboratório.
§  
 * ) + 
Õ ,
j Sidney ·ox: usou compostos orgânicos secos
e os aqueceu. Ao final, constatou a formação
de proteinóides

j Melvin Calvin: usou os mesmos compostos


usados por Miller, porém, usou radiação
altamente energéticas. Constatou a formação
de carboidratos.
Õ
 


  

  

#  '
 
Ú
'& 



j Hipótese heterotrófica

j Hipótese autotrófica
& 
 '   &
j Ambiente quente, atmosfera primitiva sem O2
´ Oceano rico em substâncias nutritivas
$ Degradação do alimento por meio da fermentação (metabolismo
anaeróbico)
R Aumento do número de indivíduos
- Intensa competição por alimentos, e consequentemente, escassez
- Vários indivíduos morrem
- Acúmulo de CO2 na atmosfera
- Surge os primeiros seres autotróficos (captam luz solar e
utilizam o CO2 e água para produzirem seu próprio alimento)
- Aparecimento do O2 na atmosfera (atmosfera passa a ser
oxidante)
- Surgem os primeiros seres aeróbicos, que utilizam o O2 para a
quebra dos alimentos, através de um processo chamado
respiração (o alimento é degradado em CO2 e água)
& 
 '   &

j Seres heterotróficos anaeróbicos (fermentação)


j Seres autotróficos (fotossíntese)
j Seres aeróbicos (respiração), tanto em
heterótrofos quanto em autótrofos
& 
   &
j A vida deve ter surgido em locais mais protegidos, como o
fundo de mares primitivos. Em 1977, foram descobertas nas
profundezas oceânicas as chamadas fontes termais
submarinas, locais de onde emanam grandes quantidades
de gases quentes e sulfurosos, abundante em vida.

j Muitas bactérias que vivem neste lugar produzem seu


próprio alimento através da quimiossíntese.

j Cientistas especulam que pode ter sido que os primeiros


seres vivos, através da quimiossíntese, utilizavam
substâncias inorgânicas para a produção de alimento .Eles
apontam evidências que apontam abundância de sulfeto de
hidrogênio (H2S) e compostos de ferro na Terra primitiva
& 
   &

j Sulfeto ferroso + gás sulfídrico ´ sulfeto


férrico (pirita) + gás hidrogênio + energia
j
j Energia + CO2 + água = compostos orgânicos
(alimento)
j
j Resumo: Seres autotróficos (quimiossíntese)
´ Seres heterotróficos (fermentação) ´ Seres
autotróficos (fotossíntese) ´ respiração
§  

j Você comprou pão de forma e, após se servir


de algumas fatias, fechou o pacote e o
guardou em um armário da cozinha. Depois
de 2 semanas, você se lembra do pacote,
resolve abri-lo e descobre que os pães estão
embolorados.
j A) proponha uma explicação para o
surgimento de bolores nas fatias do pão.
j ×) A sua explicação está de acordo com qual
teoria sobre a origem da vida?
§  

j Um pouco de água foi deixada em um vaso e


algum tempo depois surgiram nela algumas
larvas do mosquito m  transmissor do
vírus que causa a dengue.
j A) como a abiogênese explicaria esse fato?
j ×) Como a biogênese explica?
§  

j Releia a descrição dos experimentos


de Pasteur sobre a origem dos seres
vivos e responda:
j A) Por que Pasteur ferveu o caldo
nutritivo?
j ×) Qual foi a importância do balão
de vidro ter Dzpescoço de cisnedz?
§  

j De forma simplificada, o método científico pode ser


dividido nas seguintes etapas:
j 1-Observação de um fato
j 2- Questionamento sobre esse fato
j 3-·ormulação de hipóteses que possam explicar o
fato
j 4-Teste de hipótese: planejamento e execução de um
experimento (ou de um raciocínio)
j 5-Conclusão
j 6-Divulgação dos resultados
j Para o experimento de Redi, identifique cada etapa
do método científico.

Você também pode gostar