P. 1
colesterol

colesterol

|Views: 546|Likes:
Publicado porJoyce Gabrielle

More info:

Published by: Joyce Gabrielle on Mar 21, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/10/2012

pdf

text

original

CAT Nº 02300 Somente para Uso in Vitro

HDL COLESTEROL
PRECIPITANTE
f = 45,7 P HDL Colesterol mg/dL x 0.026 = HDL Colesterol mmol/L 45,7 = 200 mg/dL x VFE x VRE x Vp, onde: VA VRP VE VFE = volume final do extrato = 0,55 mL VA = volume da amostra processada = 0,5 mL VRE = volume de reação com amostra = 2,1 mL VRP = volume de reação com padrão = 2,02 mL VP = volume de padrão na reação = 0, 02 mL VE = volume de extrato na reação = 0,1 mL OBS. Em aparelhos que permitem utilizar menores volumes de reagentes, por exemplo 1 mL usar 50 µL de sobrenadante e 10 µL de padrão. Neste caso o fator será o mesmo. VALORES DE REFERÊNCIA Segundo a Lipid Research Clinic (Bethesda-USA) Idade HDL Colesterol mg/dL HDL Colesterol mg/dL H M 0-19 30 - 65 30 - 70 20-29 35 - 70 35 - 75 30-39 30 - 65 35 - 80 40-49 30 - 65 40 - 95 50-59 30 - 65 35 - 85 Valores de HDL Colesterol em pessoas normais com idades entre 34 e 66 anos (X ± DP) H (n=63) 52 ±13mg/dL M (n=68) 65 ± 16mg/dL Fator de risco segundo Castelli risco normal = 1,00 Observou-se que o risco para um homem com 25 mg/dL de HDL Colesterol é o dobro que para outro com 45 mg/dL e o quádruplo para outro com 65 mg/dL. Para mulheres 40 mg/dL de HDL Colesterol tem risco dobrado sobre 55mg/dL e quadruplicado sobre 70 mg/dL. ÍNDICE DE RISCO DE ECC ( * ) HDL Colesterol mg/dL H M 75 ou mais síndrome de longevidade 70 0,52 65 0,45 0,64 60 0,55 0,80 55 0,67 1,00 50 0,82 1,25 45 1,00 1,55 40 1,25 1,94 35 1,50 30 1,75 25 ou menos 2,00 RELAÇÃO ENTRE COLESTEROL TOTAL E HDL COLESTEROL Col. total/HDL Col. Risco H 3,43 0,5 do normal 4,97 NORMAL 9,55 2 x normal 24,00 3 x normal M 3,27 0,5 do normal 4,44 NORMAL 7,05 2 x normal 11,04 3 x normal (*) ECC = Enfermidades cardíacas coronárias APRESENTAÇÃO Kit suficiente para o preparo de 10 mL de Reativo Precipitante (Permite processar 200 a 400 amostras) BIBLIOGRAFIA 1 - Castelli, WP.; Levitas, I.M - Current Prescribing 6/77:39 (1977) 2 - Gordon, T., Castelli, W P.; Hjortland, M C: Kannel W B, Dawber T R. - The American Journal of Medicine 62:707 (1977) CÁLCULOS HDL Colesterol mg/dL = D x f

PRINCÍPIO As lipoproteínas de alta densidade (HDL), são separadas seletivamente por precipitação das de baixa e muito baixa densidade (LDL e VLDL) usando-se o Sulfato de Dextran em presença de íons Mg++ O sobrenadante é separado por centrifugação e as HDL nele contido são quantificadas pelo seu teor de colesterol, utilizando-se o kit Colesterol método Enzimático da LABORLAB. MÉTODO O método preconizado pela Lipid Research Clinic (Atlanta USA) emprega a precipitação com heparina/Mn++. Este método tem um inconveniente pois não pode ser adaptado para uso em laboratórios de pequeno porte. A utilização do Sulfato de Dextran/Mg++ emprega um único reativo estável à temperatura ambiente, e é mais sensível. COMPOSIÇÃO DO KIT Reativo Dextran CAT Nº 02301 Solução de Sulfato de Dextran (PM = 500.000), 0.032 mmol/L Volume = 5 mL Reativo Magnésio CAT Nº 02302 Solução de Cloreto de Magnésio, 1,5 mmol/L Volume = 5 mL Frasco vazio para a preparação do reativo Precipitante CAT Nº 02303 Volume = 15 mL PREPARAÇÃO DO REATIVO PRECIPITANTE Misturar PARTES IGUAIS DOS REATIVOS e colocar a mistura no frasco vazio anotando no rótulo a data de preparação. Não existe a necessidade de preparar todo o reativo de uma só vez. O reativo assim preparado é estável por 6 meses à temperatura ambiente ou 1 ano refrigerado. MATERIAL NÃO FORNECIDO (NECESSÁRIO) Água deionizada Espectrofotômetro ou Colorímetro. Micropipetas e pipetas capazes de medir os volumes indicados na técnica. Tubos de ensaio. Relógio ou cronômetro. Kit de Colesterol método Enzimático (CAT Nº 01400) VIDA ÚTIL E ARMAZENAMENTO O kit é estável em temperatura ambiente até a data de vencimento impressa na caixa. PRECAUÇÕES O kit não contém derivados de sangue humano, porém, considerar qualquer amostra de paciente como potencialmente infectante. Evitar o contato direto com as amostras. Não pipetar reagentes ou amostras com a boca . Descartar as sobras das reações de acordo com as Boas Práticas de Laboratório em local próprio para materiais potencialmente infectantes.

AMOSTRA Soro ou plasma coletado somente com heparina. Manter as amostras refrigeradas e processá-las dentro de 24 horas.

TÉCNICA Em um tubo de ensaio colocar 500 µL (250 µL) de amostra e agregar 50 µL (25 µL) de Reativo Precipitante. Homogeneizar agitando, sem inverter o tubo, por 20 segundos. Deixar no refrigerador por 30 a 40 minutos ou em banho de água (4 a 10ºC) por 15 minutos. NÃO CONGELAR Centrifugar por 15 minutos à 3000 rpm. Usar o sobrenadante límpido como amostra Em 3 tubos de ensaio, marcados B. P e D, colocar: B P D Sobrenadante 100 µL Padrão 20µL Rvo trabalho Colesterol 2 mL 2 mL 2 mL Misturar e incubar por 15 minutos à 37ºC. Após, retirar do banho e esfriar. Ler à 505 nm em espectrofotômetro ou em colorímetro com filtro verde (490-530 nm), zerando a aparelho com tubo B (blank) Vide bula Colesterol método Enzimático A cor da reação e estável por 2 horas.

REG. M. S . Nº10246810008 LABORLAB PRODUTOS PARA LABORATÓRIOS LTDA. Fone: (11)2480-1306 (Central de Atendimento ao Cliente)

REV.02 Estr.do Capão Bonito, 489 07263010 – Guarulhos – SP CNPJ 72807043/0001-94 Resp.Téc.: Lígia Monaro da Silva CRBM 1ª Região Nº2573

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->